.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Segunda-feira, 31 de Março de 2008

REIKI e TRATAMENTOS

Pergunta Sabe-se que, em muitos casos, o paciente adormece e seu corpo astral (perispírito) é levado para tratamento em hospitais do plano espiritual. Quais são os tipos de tratamento que acontecem nesses casos.

Resposta O tratamento será realizado em função da Fé e do Merecimento de cada paciente, sem ferir a Lei do Karma. Os tratamentos são tanto de ordem física como espiritual. Em relação a estes, é importante vocês estudarem a Apometria e as enfermidades diagnosticadas pelo Dr. Lacerda. Sua obra sintetiza as enfermidades espirituais que costumam ser tratadas em uma sessão de Reiki. A diferença é que, como vocês não são treinados, nem todos conseguem se desdobrar e acompanhar o tratamento realizado pela espiritualidade. Às vezes ocorre o desdobramento do terapeuta, mas poucos são os que se conseguem lembrar do que aconteceu ou do encaminhamento dado pela espiritualidade.

Publicado por Viktor às 09:56
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 25 de Março de 2008

Como se prepara uma Sessão

Pergunta Falando de Reiki, quais são os cuidados que se devem de ter antes, durante e após cada sessão?

Resposta Antes de cada sessão é importante o terapeuta concentrar-se por alguns minutos, relaxar e fazer uma prece solicitando a presença e a protecção da espiritualidade médica que trabalha na casa ou com ele. Pode-se deixar um copo de água para o terapeuta e para o paciente beber, após a sessão.

Durante a sessão, o mais importante é manter o pensamento elevado e a concentração mental. Por isso é inadequado trabalhar em locais onde as pessoas ficam a conversar ou a ver televisão. Algumas pessoas conseguem até fumar enquanto enviam energia. Isto é o cúmulo do absurdo, nesta divulgação metodológica do Reiki.

É importante permanecer concentrado e com o pensamento elevado para melhorar a qualidade e a intensidade da energia enviada para o paciente. Muitas pessoas preocupam-se em desenhar correctamente o símbolo e depois ficam durante todo o tempo a contar os minutos que faltam para acabar a sessão, ou a pensar nos problemas quotidianos. Essa não é a pessoa adequada para auxiliar a espiritualidade numa sessão de Reiki.

No final da sessão, tanto o terapeuta como o paciente podem, mentalmente, fazer uma prece de agradecimento e beber a água. O terapeuta intervalar a sessão que findou com a seguinte fazendo uma pausa nunca inferior a quinze minutos. E, sempre que possível, entrar em contacto com a natureza para absorver saudáveis glóbulos de vitalidade e fazer um lanche leve [cereais]. Além disso, no dia de tratamentos, não se deve alimentar com carne, e deve-se abster do consumo de cigarros e bebidas alcoólicas.

Publicado por Viktor às 09:18
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

Para reflectir um pouco

É preciso lembrar que em cada um de nós dormem inúteis e improdutivas, riquezas infinitas. Daí, nossa indigência aparente, nossa tristeza e, por vezes mesmo, nosso desgosto pela vida. Mas abra seu coração, deixe descer o raio, o sopro regenerador, e então uma vida mais intensa e mais bela o despertará. Você passará a se interessar por milhares de coisas que lhe eram indiferentes, mas que farão o encanto de seus dias.

Sentir-se-á crescer; caminhará na existência com passos mais firmes e seguros, e sua alma tornar-se-á um templo pleno de luz, de esplendor e de harmonia.

Joana d’Arc

Publicado por Viktor às 09:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 19 de Março de 2008

ENERGIA’s

T

odos nós temos energia para doar, uns mais outros menos. Aqueles que têm mais bioenergia são os chamados “médiuns de cura”. São estes que se comprometeram, antes de encarnar, em doar essa energia, em auxiliar a espiritualidade no socorro. Não foi ao acaso que possuem um sistema nervoso diferente, propício para liberar ectoplasma.

Assim, não importa se, na Terra, ele enveredou pelo caminho do Reiki, do passe, do Johrey ou outro nome qualquer. O médium de cura não precisa ser iniciado no Reiki porque ele já tem energia suficiente para doar e se não o fizer, sofrerá as consequências no seu próprio organismo. O que ele precisa é aprender a doar essa energia de uma forma racional. Saber os locais adequados, e como proceder, antes, durante e depois de uma sessão. Não é desenhando símbolos nas paredes ou na palma da mão que ele está a agir correctamente.

A pessoa que não tem energia para doar, poderá fazer várias sintonizações, com diferentes “mestres”, e nunca sentirá nada. E depois de sintonizado sai dizendo que tudo não passou de charlatanismo ou que determinado “mestre” não o sintonizou correctamente. No fundo ele não era um trabalhador para a espiritualidade. Ele não tem energia ou o comprometimento para doar a sua energia nos trabalhos socorristas.

Publicado por Viktor às 09:29
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 18 de Março de 2008

Reiki, Explicação dos Fluidos

Pergunta Através do esclarecimento das respostas dadas, podemos dizer que não há diferença entre o Reiki e o passe espírita?
Resposta O nome Reiki popularizou-se na segunda metade do século vinte. Hoje ele é uma realidade mundial, não dando para o desprezar ou ignorar. É uma variação metódica do que poderíamos chamar de Fluidoterapia. E como vocês necessitam de nomes, poderiam chamar todas as técnicas conhecidas, como o Passe espírita, o Johrey, da Igreja Messiânica, a Cura Prânica dos filipinos etc. como Fluidoterapia. A Fluidoterapia nasceu, na Terra, com os primeiros capelianos exilados. Gradativamente, eles foram redescobrindo a forma de manipular a energia cósmica para a cura. Em cada local, como já disse, inventaram rituais e exterioridades para fazer a manipulação energética que, no fundo, funcionará sempre através dos três condicionamentos já apresentados: pensamento, vontade e amor. Se não há diferença no tipo de energia, há diferença no procedimento. Muitas casas kardecistas fazem o “passe de cura”, que seria um passe mais demorado, em uma sala diferenciada, com o paciente deitado numa marquesa ou maca. O “passe de cura” funciona semelhantemente como o Reiki, porém, sem símbolos, músicas ou aromas.
Publicado por Viktor às 12:35
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

REIKI & Simbologia

Pergunta Da mesma forma que algumas pessoas só conseguem orar se estiverem à frente de uma imagem de um santo, não há aquelas que só acreditam que enviam energia se desenharem um símbolo? Ou que só através de uma “sintonização” bem cara e ritualizada é que obtêm tal poder de auxiliar o próximo?
Resposta Existem sim. Foi por isso que dissemos que, enquanto existir quem paga, existirá que venda. Os charlatães estão por toda parte para ludibriar aqueles que não têm conhecimento. Por isso, a cada dia, surgem símbolos milagrosos e cada vez mais caros. Se no passado o ser humano comprava indulgências para se livrar do purgatório, hoje se compra símbolos de Reiki para tudo, de um resfriado até a cura do cancro. É mais fácil o ser humano acreditar em milagres desse tipo do que na existência do espírito, da vida após a morte e da reencarnação. É mais fácil pagar por um símbolo do que procurar a sua transformação interior, mudando o pensamento, os sentimentos e as atitudes doentias. Não há problema nenhum em se ter símbolos, o problema está na mistificação que se criou em torno deles.
Publicado por Viktor às 09:33
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

SÍMBOLOGIA DE REIKI

Pergunta - Mas por que ao mentalizarmos um dos símbolos do Reiki, automaticamente, sentimos a energia fluindo e se dirigindo para o paciente? Esse fenômeno sensorial não seria um indício de que os símbolos funcionam?
Resposta Em momento algum disse que os símbolos não funcionam. O que disse é que não há necessidade de “sintonização” como vocês fazem nos cursos de Reiki, com tantos apetrechos esotéricos e rituais. No fundo, será sempre a vontade, o pensamento e o amor que estão agindo na movimentação da energia. A vontade, o pensamento e o amor antecedem o desenho do símbolo.
Vamos esclarecer como funciona a comunicação entre o espírito (mente) e o cérebro. Em primeiro lugar, vocês devem saber que o ser humano não pensa através de palavras. E, para se transmitir uma ideia, o ser humano necessita converter o seu pensamento num sistema de códigos. Este sistema pode ser na forma de sinais ou imagens simbólicas, como no caso do Reiki e de tantas outras práticas orientais, ou na forma de palavras, que também são símbolos.
Em qualquer um dos casos, para funcionar, é necessária a descodificação, ou seja, a interpretação da mensagem. É por isso que quem não conheça o símbolo e não saiba para que o mesmo funciona, não vai sentir nada, não vai enviar energia. Ele não tem ainda a chave para descodificar a mensagem. O seu cérebro e seu subconsciente não sabem descodificar o símbolo. Ao contrário, o “iniciado”, quando atingir determinados níveis, vai movimentar sua energia vital, a sua bio energia, porque associou ao símbolo, à imagem gráfica, uma função que passou a conhecer. Ou seja, ele sabe que ao desenhar um determinado símbolo ele deve dar um comando inconsciente para o seu duplo-etéreo liberar a energia. Ele está a substituir a palavra por um outro símbolo ou por uma imagem.
Pode acontecer também que a pessoa já tenha entrado em contacto com aquele símbolo noutra encarnação. Daí, apesar de não se lembrar, ele está gravado em seu perispírito. Assim, mesmo sem ter passado por um ritual iniciático, a energia será liberada quando desenhar o símbolo, pois sua mente inconsciente ou seu subconsciente aprendeu, no passado, como descodificar a mensagem. Agora, mesmo o iniciado no Reiki, que passou pelo “ritual iniciático”, que aprendeu os infinitos sistemas de Reiki, mas que desenha os símbolos sem se concentrar e sem vontade, não irá manipular nenhuma energia. Nada irá acontecer. A criação de símbolos é uma forma de codificação. E como o ser humano ainda não é capaz de viver sem símbolos para se comunicar, eles são muito úteis. Qualquer um pode criar um símbolo e, se for do tipo malandro, correrá para patentear e inventar uma história bem mistificadora para ganhar um bom dinheiro com o seu símbolo “sagrado”. Como já salientamos, no Oriente, esta sabedoria de como a comunicação funciona é milenar. E o homem ocidental descobriu isso, recentemente. Não se diz que uma imagem vale mais do que mil palavras? A descodificação de uma mensagem através de imagens costuma ser muito mais fácil e universal do que através de palavras.
Publicado por Viktor às 09:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 14 de Março de 2008

OS CINCO PRINCÍPIOS DO REIKI

1º - Hoje não me preocuparei;
2º - Hoje não me aborrecerei;
3º - Hoje agradecerei as minhas variadas bênçãos, honrarei os meus pais, mestres e amigos;
4º - Ganharei o meu pão honestamente;
5º - Demonstrarei gratidão e bondade com tudo o que é vivo.
Publicado por Viktor às 12:45
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

O QUE OFERECE UM TRATAMENTO DE REIKI

  • Realinhamento dos centros energéticos (chakras);
  • Maior clareza mental;
  • Redução do stress;
  • Assistência no equilíbrio das emoções;
  • Remoção das toxinas no sistema;
  • Eliminação de bloqueios;
  • Aceleração de todos os processos biológicos de cura (acção sobre a causa);
  • Remoção de ligações espirituais “indesejadas” (obsessão espiritual);
  • Cirurgia psíquica;
  • Cura de vidas passadas;
  • Cura à distância;
  • Expansão da consciência;
  • Para as mulheres maior controlo dos sintomas pré menstruais e menopausa;
  • Recomendado a grávidas.
Se pretende fazer um tratamento solicite aqui a informação necessária.
NAMASTÉ
Estado de Espiríto: Com muita energia positiva...
Publicado por Viktor às 10:15
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

SÍMBOLOS

PerguntaE os canalizadores que afirmam que foram seres de outros planetas, que foram extraterrestres que lhe transmitiram os símbolos e que os mesmos lhes disseram para não os divulgar a qualquer pessoa, pois seria muito perigoso, transformando, assim, o símbolo numa mercadoria cara e disputada, avidamente, pelos adeptos das seitas das Novas Eras?
RespostaPara aquele que paga, há sempre aquele que vende. O charlatanismo só existe porque ainda há pessoas que gostam de ser enganadas. Se o canalizador tem essa vontade de “canalizar” um símbolo que o possa tornar famoso, que dê para ele criar um novo sistema de Reiki e, além disso, ganhar dinheiro comercializando o símbolo, tudo isso fará com que ele atraia para o seu lado consciências desencarnadas zombeteiras ou mistificadoras. Não é por acaso que vão aparecer seres de “altíssima” evolução espiritual, afirmando serem de outros planetas, com formas bizarras como lagartos e outros bichos, e vão transmitir ao “canalizador” símbolos com nomes apropriados para filmes de ficção científica e vão dizer, obviamente, para ele guardar o símbolo com muito cuidado.
Vão dizer, para estimular a vaidade do médium, que são símbolos valiosos e que servem para curar cancro ou outras doenças que, se não podemos afirmar que são incuráveis, podemos garantir que, dependem, sobretudo, do merecimento do paciente. Sem a reforma íntima, tais enfermidades, como as colheitas dos erros do passado, não são curadas.
As toxinas astrais que as originam só podem ser drenadas a partir do Amor ou da Dor, quando são, então, drenadas para o corpo físico na forma de graves enfermidades. Por isso não importa se o símbolo foi transmitido por “Buda”, “dr. Lagarto”, “Saint-Germain”, “Jesus” ou outro espírito que diz ter vindo de Sírius ou de Júpiter... A toxina será drenada pelo suor do trabalho amoroso ou pela dor da expiação.
E por que dizem que são símbolos valiosos? Porque servem para a mistificação, para estimular o orgulho e o egoísmo do médium invigilante que o canalizou. Jesus e São Francisco usaram algum símbolo para curar? Não. Eles usavam apenas o grande poder mental que possuíam e contavam com o amparo da espiritualidade superior.
Estado de Espiríto:
Publicado por Viktor às 09:27
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 13 de Março de 2008

ESCLARECIMENTO SOBRE REIKI

PerguntaÉ necessário ser sintonizado no Reiki para se enviar boas energias e auxiliar na recuperação de enfermos?
Resposta - Para se enviar energia são necessárias três coisas: o pensamento elevado, a vontade de ajudar o próximo e o amor desinteressado. Todo o resto é instrumento ou “muletas” criadas pelos homens, em todos os tempos, para auxiliar neste processo. Poucos estão preparados para acreditar no poder mental que possuem. Poucos sabem que a mente é uma poderosa usina. Poucos sabem que é possível direccionar nossa energia para diferentes fins, inclusive ajudar na cura de um irmão enfermo, desde que este tenha o merecimento para ser curado através da imposição das mãos, pois nenhuma técnica, incluindo o Reiki, é capaz de transcender a Lei do karma e o livre arbítrio.
Todos, cristãos ou não, sabem que a plantação é livre, mas a colheita será sempre obrigatória. O que não significa que Deus seja punitivo, apenas que existe uma verdadeira justiça cósmica regendo o universo.
A energia utilizada no Reiki é a mesma que o ser humano, nas mais diferentes e distantes culturas e civilizações, aprendeu a manipular, dando nomes diferentes e utilizando formas distintas para tanto. Assim, o que menos importa é o nome da técnica. Porém, todas sempre funcionarão quando apresentar as três condições básicas: pensamento, vontade e amor.
Estado de Espiríto: Feliz, com 14 graus á sombra
Publicado por Viktor às 09:34
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Afinal, o que é Espiritismo?

Kardec nos afirma que o Espiritismo é uma ciência experimental, constituída a partir das instruções dadas pelos Espíritos sobre todos os assuntos que interessam à Humanidade e, também, através das respostas às perguntas que lhes foram propostas, tendo sido recolhidas e coordenadas com cuidado (OE, p.186). Tais instruções possibilitaram a Kardec produzir três estudos fundamentais, um de ordem filosófica (O Livro dos Espíritos), um de ordem moral (O Evangelho segundo o Espiritismo) e um sobre o processo de comunicação mediúnico (O livro dos Médiuns).
Porém, devemos nos lembrar que Kardec viveu e escreveu imbuído pelos valores dominantes do homem europeu do século XIX: o evolucionismo, o positivismo, o cientificismo etc. Além disso, se tais livros abarcaram “todos” os assuntos que interessavam naquele momento da história europeia e ocidental, não significa que outros assuntos não possam ser abordados pelo Espiritismo. Ou será que eles dão conta de todos os assuntos que interessaram à humanidade do século XX e dos que interessarão à humanidade do século XXI?
Será que Kardec poderia prever que entre outros assuntos, o homem ocidental se preocuparia com a preservação do meio ambiente e, relacionado a este tema, com o vegetarianismo e com o direito dos animais? Ele poderia prever o surgimento de novas terapias vibracionais como os Florais, o Reiki, a Cromoterapia ou a Musicoterapia? Ou que o homem dito “civilizado” demonstraria um interesse gradativo pelas ancestrais filosofias e práticas corporais do Oriente, tais como o T’ai Chi Chuan, o Yoga, a Meditação, o Do-In? E mesmo no campo do mediunismo, será que Kardec imaginaria que no século XX a Umbanda seria renovada, abolindo o sacrifício de animais e a cobrança pelo trabalho de assistência espiritual ou que haveria uma crescente manifestação mediúnica de entidades na forma de índios, pretos-velhos, crianças, orientais etc., além dos famosos médicos, literatos, padres e filósofos? Kardec poderia prever o surgimento da Transcomunicação Instrumental, justamente, no seio da Igreja Católica, no Vaticano? E a Apometria, com o diagnóstico de outras enfermidades espirituais?
Em suma, são tantos temas e assuntos espíritas que, se Kardec tivesse encarnado no século XX, teria produzido, ou orientado, muitos estudos segundo o Espiritismo.
Sendo o Espiritismo uma ciência experimental, tais assuntos apresentados acima, todos de interesse da humanidade, não podem ser levados aos Espíritos? Será que estes não podem abordá-los em reuniões mediúnicas?
Dentro da lógica e do bom senso kardequiano, tudo leva a crer que sim. Porém, consolidou-se, no século XX, um movimento kardecista para o qual todo e qualquer assunto que não esteja contido nas chamadas “obras da codificação” não é “doutrinário”. Desse ponto de vista, os Espíritos que ousam abordá-los são rotulados como “mistificadores” e os médiuns que os escutam de “fascinados”.
Os seguidores de tal movimento insistem em escrever e propagar que a Umbanda não é Espiritismo, que uma série de terapias ensinadas por espíritos não é Espiritismo etc. Possivelmente tais escritores nunca leram o artigo “o espiritismo entre os druidas”, publicado em 1858, na revista Espírita, editada pelo próprio Kardec. Se para o codificador do Espiritismo até os druidas (que eram tidos como “supersticiosos” e “sanguinários” pelos cristãos) praticavam “espiritismo”, porque não os umbandistas e os nossos silvícolas? E se até Sócrates, que defendia o aborto para controlar o crescimento populacional, é considerado precursor do espiritismo, porque tanto pavor diante de uma entidade indígena ou de um peto-velho?
Tais contradições só poderão ser resolvidas quando reconduzirmos a questão espírita para o campo proposto por Kardec: o da Ciência. Compreendendo que o Espiritismo é um campo de pesquisa experimental onde todos os assuntos da humanidade são objectos de estudo, a “doutrinação” cai por terra, uma vez que, a ciência tem como meta compreender e explicar o mundo. A doutrinação pertence a outro departamento: o da religião. Logo, não deve ser pensado como um kardequiano ou um cientista espírita quem afirma que um determinado assunto, ainda mais envolvendo a espiritualidade, não seja “doutrinário”.
Kardec parece ter profetizado quando afirmou que ao lado da Doutrina Espírita poderão se formar seitas fundadas ou não sobre os princípios do Espiritismo (O.P., p. 336). E o kardecismo é, com certeza, a mais importante delas. Mas é importante salientar que não foi Kardec quem criou o kardecismo. Aliás, não custa realçar, sempre afirmou que o campo de pesquisa do Espiritismo é o científico e não o religioso. As forças no meio kardecista que não aceitam que novos temas sejam discutidos (com o argumento de salvaguardar a pureza doutrinária), demonstram apenas que se renderam ao dogmatismo e ao fanatismo. Pois é sempre mais fácil e cómodo, para se fazer prosélitos, manter-se preso às frases feitas, decoradas e proferidas exaustivamente do que raciocinar de forma independente e crítica, o objectivo maior de Kardec. O Espiritismo proposto por Kardec não está preocupado em fazer prosélitos e muito menos em “doutrinar”.
Em suma, o cientista espírita possui consciência histórica e sabe que a História e o mundo se transformam, assim como as imagens que as pessoas têm desse mesmo mundo. É por isso que há um fosso significativo e quase intransponível entre a ciência e a religião. A primeira é feita, sobretudo, com consciência. Ela é dinâmica, neg-entrópica, e seus métodos, suas heurísticas e seus objectos são sempre renovados, quando necessários. E assim é também com o Espiritismo, a ciência experimental criada por Kardec, mesmo que ele ainda não seja reconhecido pelos donos do saber académico e não obtenha recursos para pesquisas. Aliás, hoje em dia, é mais fácil obter recurso para congelar corpos em decomposição e esperar o dia em que a ciência poderá “ressuscitá-los”, do que para realizar pesquisas sérias sobre reencarnação e imortalidade da alma.
Publicado por Viktor às 10:55
Link | Comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 5 de Março de 2008

Casos da Vida V

Este caso passou-se num vulgar dia de trabalho. Desloquei-me ao bar, para almoçar, quando de repente reparo que o colega X estava com algumas dificuldades motoras provocadas por uma dor colocada ao fundo da coluna. Então dirigi-me a ele e perguntei-lhe o que se passava e ele respondeu o seguinte: “É pá, estou com uma dor terrível aqui no fundo da coluna que até me custa andar. Hoje de manhã nem fui capaz de calçar as meias, os sapatos e as calças e tive de pedir à minha mulher para me ajudar a vestir.” Então eu disse-lhe: “Vê lá se queres que eu te veja isso. Se quiseres é só pedires. Não tens nada a perder. O que achas?”. E ele respondeu: “Boa ideia, nem me lembrava de ti. Olha quando puderes passa lá no meu gabinete”. E eu respondi: “Ok. Então eu vou contigo lá ao gabinete, pois ainda me sobram 10 minutos da hora de almoço”. Assim sendo, lá fui com ele até ao gabinete. Assim que lá chegámos eu disse-lhe: “Senta-te aqui nesta cadeira, com a coluna direita e com as mãos sobre as pernas”. Ele questionou: “O que vais fazer?”. Eu respondi: “Relaxa que eu vou colocar as minhas mãos nas tuas costas e aplicar-te um pouco de Reiki”. E assim fiz. Fiz uma pequena meditação Gassho, seguidamente coloquei as minhas mãos sobre a coluna dele onde fiz a aplicação de Reiki conjuntamente com a simbologia. Passados cerca de 6 minutos de aplicação, terminei e disse-lhe: “Agora aguardas um ou dois minutos e depois quando te levantares não faças movimentos bruscos pelo menos após uma hora da aplicação do Reiki”. Seguidamente fui para o meu gabinete, e quando nada o fazia prever, surge à porta do meu gabinete a colega de gabinete do colega ao qual eu tinha aplicado Reiki, e me perguntou: “O que é que fixes-te ao X?”. E eu respondi com uma pergunta: “Porquê?”. E ela disse-me: “O X andava que mal podia e agora salta, pula e corre de um lado para o outro, parece uma criança”. E eu respondi: “Não fiz nada de mais, fiz apenas aquilo que eu achava que estava ao meu alcance através do Reiki”. Então após 4 ou 5 minutos não é que aparece o X no um gabinete. Ele fez-me a mesma pergunta, à qual eu dei a mesma reposta e então ele responde-me assim: “Ó colega, eu vou-te dizer uma coisa, eu até nem acreditava muito neste tipo de coisas mas agora vejo que realmente dão resultado”. E seguidamente lá foi o X para o seu trabalho, e eu fiquei bastante contente e orgulhoso por ter ajudado um colega a ultrapassar uma situação difícil. É este tipo de alegrias que nos enche o coração e a alma e nos dá diariamente ânimo e vontade para fazer cada vez mais e melhor na ajuda do nosso semelhante.
NOTA: Este é um caso típico como o da maioria das pessoas que para acreditarem necessitam que Deus lhe permita uma oportunidade de verificarem a veracidade na primeira pessoa.
Publicado por Viktor às 13:25
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 4 de Março de 2008

Natureza

Há locais cuja sua beleza os tornam únicos. Esses locais servem para passear, divagar, reflectir, meditar, recerregar e sonhar.

Vou aqui compartilhar um desses locais com vocês.

 

 

 

SANTA EULÁLIA - ALBUFEIRA

Estado de Espiríto: Muito bem...
Publicado por Viktor às 09:43
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

REIKI, O QUÊ É & PARA QUE SERVE?

O Reiki é uma Medicina Alternativa, acreditada pela OMS [Organização Mundial de Saúde], redescoberta no séc. XIX pelo Dr. Mikao Usui aquando de um retiro de 21 dias em jejum no monte Kurama (Japão). Segundo o Mestre o Reiki é intuitivo e pede que nos livremos de regras feitas apenas para facilitar as coisas. O sistema de Reiki do Mestre tem por base três pilares: Gassho, Reiji-Ho e Chiryo. O Reiki é um sistema de canalização de energia que proporciona o equilíbrio energético de todos os seres, animais ou plantas. O Reiki é utilizado, cada vez mais, por pessoas em todo o mundo, pois o mesmo proporciona, a quem recebe, uma grande sensação de relaxamento, paz e amor. Em alguns hospitais de Nova York, bem como noutros países, é utilizado no acompanhamento de acamados de média e longa duração bem como a doentes em fases terminais, proporcionando-lhes um melhor bem-estar a vários níveis, uma vez que o Reiki actua no plano físico, psíquico e emocional. Em Portugal existem já médicos e enfermeiros que se iniciaram nas práticas de Reiki como complemento aos seus tratamentos médicos, através da medicina convencional. No ano passado, um hospital do norte do país, uma equipe de profissionais de saúde, que detinham também conhecimentos na prática de Reiki, introduziram-no nas consultas de acompanhamento de mulheres grávidas com bastante sucesso, tendo mesmo recebido um prémio, conforme descrito neste blog, num post colocado anteriormente aqui. Além das valias já anteriormente por mim referidas, o Reiki tem também outras funções tais como o alinhamento de chakras, eliminação de bloqueios, eliminação de dores, desintoxicação, aumento da frequência vibratória, equilíbrio do ser, remoção de stress e é recomendado a grávidas.
Publicado por Viktor às 10:08
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: O Reiki em inúm...

. Agenda de Outubro

. Reflexão: A mesquinhez hu...

. Agenda de Junho

. Relexão: Guias...

. Reflexão: Semifrio de Emo...

. Consultas Holísticas

. Actividades em Abril - Re...

. Reflexão: Caminho do Amor

. Agenda... de Março

. Formações em Agenda

. Reflexão: A Infelicidade…

. Ensinamentos em Poesia

. Curso de iniciação ao Rei...

. Hoje em Poesia

. Reflexão: Lixo Invisível…

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Brevemente... Reiki e Kar...

. Proximas actividades em a...

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Ainda em novembro

. Reflexão: A Essência do R...

. Reflexão: A Humanidade…

. Atividades em outubro

. Reflexão: A Integridade h...

. Reflexão: A Paz Interior…

. Actividades em Agosto

. Reflexão: Fontes do sofri...

. Actividades em Agenda

. Agenda de Maio

.Arquivos

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31