.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Cursos de Reiki & Partilhas

Caríssimos,

     Outubro, o primeiro mês completo de Outono onde as árvores perdem parte da folhagem e mais tarde começam a sua regeneração para estarem bonitas e viçosas quando chegar a primavera. Este mês vai haver mais um congresso nacional de Reiki, o que é sempre positivo para trocarmos experiências e assim adquirir novas aprendizagens.

     Este mês vai irei realizar várias actividades, as quais espero que vão ao encontro do que esperam, descritas assim segundo ordem cronológica:

     Dia 7: Chá com Reiki em Albufeira (Neste evento vai haver meditação (guiada) de cura, esclarecimento sobre o Reiki e outros temas e um chá convívio no final) ENTRADA GRATUITA;

     Dia 12: Curso de Iniciação ao Reiki em Albufeira (evento que carece de inscrição);

     Dia 19: Workshop de Técnicas de Reiki em Albufeira (evento que carece de inscrição)

     Dia 21: Chá com Reiki em Albufeira (Neste evento vai haver meditação (guiada) de cura, esclarecimento sobre o Reiki e outros temas e um chá convívio no final) ENTRADA GRATUITA;

     Dia 27: V Congresso Nacional de Reiki

     Para solicitar a sua ficha de inscrição envie um e-mail para o seguinte endereço: mestreviktor@gmail.com ou por telefone para o número 962856134 para alguma dúvida e/ou esclarecimento que necessite.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:52
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Reflexão: Aproveitamento…

Caríssimos,

     A vida é um constante desafio para qualquer Ser humano, onde devemos estar sempre alertas, pois a qualquer momento pode surgir uma surpresa. Há no entanto imensas formas de dar sentido à vida, que derivam da educação que cada um teve, do meio ambiente onde nasceu, na família em que está inserido, nível académico e tantas outras coisas que fazem parte dos nosso ideais, crenças e convicções de vida.

     Neste “modelo” de planeta e pelo que facilmente podemos observar ao longo dos séculos, tem vivido períodos cíclicos no quais vemos os Seres humanos cometerem os mesmos erros, o que me faz surgir na mente a seguinte questão: “Mas o Ser humano não aprende nada?”. Sim, tem aprendido algumas coisas, mas na generalidade continua a cometer os mesmos erros que cometia à séculos atrás, o que me fez pensar na seguinte questão: “Mas o Ser humano mentalmente não evoluiu?”. (pare a leitura e pense nas duas questões colocadas)

     É com profunda tristeza que lhes digo que na verdade, a humanidade observou grandes evoluções na medicina, ciência e tecnologia, mas ao nível individual do Ser, no que diz respeito à sua mente, parece que ficou “presa” no passado. Repare que em pleno século XXI vivemos crises económicas (tal como no passado), guerras e conflitos (tal como no passado), fome e miséria (tal como no passado), epidemias (tal como no passado), escravatura (tal como no passado), e tantas outras coisas que poderia aqui enumerar. O Ser humano continua “amarrado” ao materialismo (apesar da evolução espiritual que vai tendo) continuando a venerar o “Deus dinheiro” em detrimento do Criador, despertando-lhes a sede de poder, riqueza, luxúria, sexo e até mesmo a soberba, o que faz com que prolifere nas sociedades a corrupção, compadrio, violência, e sobretudo os perigosos jogos psicológicos praticados por quem detém o “poder” sobre aqueles que lhe são “inferiores”. Esse domínio psicológico exercido sobre os seus subalternos vinga devido aos “medos” que lhes incutem na mente. (pare a leitura e pense um pouco no que acabou de ler)

     Infelizmente os jogos psicológicos praticados por aqueles que desempenham cargos de “poder” ou chefia, são práticas comuns em todas as sociedades. Estas manobras de domínio psicológico são também praticadas por seres das mais variadas classes sociais. Por vezes surgem noticias de burlas, geralmente de avultadas quantias, praticadas por “bruxos”, “videntes”, “sócios” e outro tipo de pessoas, por vezes mesmo aquelas que coabitam connosco, o que é algo que me deixa triste, pois aproveitam-se da fragilidade da mente dos outros para lhes incutir falsas crenças, curas milagrosas ou lucros fáceis. Para mim este tipo de atitudes é feita por seres sem escrúpulos, com intuído de malvadez, aproveitando-se dos seus semelhantes. Num país maioritariamente cristão as histórias bíblicas que relatam a vida de Jesus Cristo são conhecidas pela maioria das pessoas, mas nem está escrito nem nunca ouviram dizer que ele cobrou algum dinheiro para ajudar ou curar, certo? Pois é, mas não quero dizer com isto que se deve fazer isto hoje, mas é claro que se devem cobrar quantias simbólicas para que ambas as partes não fiquem a “ganhar” nem a “perder”, cobrando um valor justo.

     Para terminar e para que não se Aproveitem de vocês, deixo-lhes algumas dicas: Mantenha-se sempre atento, pois o “perigo” pode estar ao virar da esquina; Não tome decisões importantes sem dedicar algum tempo a pensar nas mesmas; Quando tiver de tomar uma decisão importante peça a opinião a alguém em quem confie plenamente, mas não se descarte da sua responsabilidade porque a decisão é e será sempre sua; Desconfie de coisas muito fáceis, pois se assim fosse muitas pessoas já tinham aderido; Quando para o ajudarem em algo e lhe pedirem muito dinheiro tenha muito cuidado, desconfie; Cuidado com as aparências, pois elas iludem; Se não se sentir bem, não vá na conversa de ninguém nem tome decisões. Espero que estas dicas o possam ajudar a seguir o seu caminho com mais tranquilidade e felicidade. Façam o favor de ser felizes e tudo de bom para vocês.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:43
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2014

Reflexão: Depressão, uma praga social…

Caríssimos,

     A vida é um desafio constante, na qual todos os seres humanos aspiram ou tentam ser algo ou alguma coisa, uma “luta” incessante que cada um de nós mantém, desde o momento da nossa chegada (nascimento). Essa “luta” constante do Ser humano decorre em dois cenários (planos), externo e interno de cada um de nós.

     No plano externo estamos sempre expostos àquilo que nos rodeia, ao meio ambiente e às pessoas com as quais temos de interagir. No plano interno é onde se dá a questão mais complexa, pois é neste plano que o Ser humano tem de se encontrar consigo mesmo, no qual tem a difícil e árdua tarefa de encontrar o equilíbrio entre os planos físico, emocional, mental e espiritual. Esta é a mais difícil de todas as tarefas do Ser humano, a qual exige de cada um de nós uma vigilância constante sobre nós mesmos, em prol do nosso bem-estar.

     Antes de começar esta partilha achei que a explicação anterior fosse necessária para um melhor entendimento da reflexão. Em meu entendimento Depressão define-se assim: “É a não-aceitação do Passado, incerteza no Futuro, que provoca instabilidade no Presente”. (faça uma pausa na leitura e pense na definição que acabou de ler)

     A não-aceitação do Passado em inúmeros casos está intimamente ligada à nossa mente, pois o não entendimento de acontecimentos passados resulta em muitos casos na não-aceitação. Essa não-aceitação vai “prender” a pessoa no “tempo” o que lhe provoca mal-estar no presente, compreendeu? Para melhor compreensão vou-lhe dar um exemplo: Uma determinada pessoa há 5 anos atrás perdeu um parente muito chegado ou terminou um relacionamento (sem que tal tenha sido de sua vontade), incapaz de ultrapassar essa “perda”, a pessoa fica como que “presa” na linha do tempo (na data do acontecimento). Por esse facto torna-se complicado hoje (2014) essa pessoa sentir-se bem, pois a sua mente ficou presa ao acontecimento passado (2009). Como tal e por mais que lhe possa custar, o que lhe vou dizer é apenas e só para seu bem, aceite plenamente o que aconteceu e liberte-se desse acontecimento, causa de muitos dos seus problemas de saúde atuais, e verá como a vida lhe irá sorrir novamente.

     A incerteza no futuro é algo que está ligado directamente à nossa mente, e associado às expectativas, ansiedade, incertezas, medos e receios. Todas estas coisas derivam do facto de atribuirmos demasiada importância a alguns acontecimentos mas principalmente a algumas pessoas. Dar demasiada importância a quem não deveríamos é um erro que quase todos os seres humanos cometem, pois é prejudicial para a nossa estabilidade e equilíbrio. Este é um dos aspectos ao qual você deve dedicar algum tempo e pensar, correcto? Um dia que esteja em sua casa sozinho, pense um pouco na importância que está a atribuir a algumas pessoas, começando por colocar a si mesmo as seguintes perguntas: “Que falta faz esta pessoa na minha vida?”; “Esta pessoa faz parte da minha vida?”; “Qual o contributo desta pessoa para a minha felicidade?”. Outra recomendação que lhe dou é não criar expectativas sobre pessoas e acontecimentos, pois em 99% dos casos nunca acontece o que nós pensamos, relaxe e aceite aquilo que tiver de ser, pois assim evitará dissabores para si mesmo.

     Claro é que, com todas as situações referidas nos 2 parágrafos anteriores, a nossa situação resulta numa instabilidade no presente. Presentemente como é que um Ser humano consegue estar de corpo e alma numa relação, se a alma (mente) ficou presa no passado? Presentemente como consegue ser feliz quando você é a pessoa que mais mal pensa de si mesmo? Presentemente como quer que lhe aconteçam coisas boas quando na sua cabeça predominam os pensamentos ruins? Para encontrar o seu equilíbrio lembre-se que o passado é história, o futuro é um mistério e o presente é uma dádiva que para a podermos viver na plenitude temos de nos libertar do passado e parar de ter preocupações excessivas com o futuro. Seja mentalmente flexível, perdoe o mal que lhe fizeram (sentimentos negativos destroem o nosso interior) e comece hoje a dar a si mesmo o amor e carinho que dá aos outros porque VOCÊ É A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:16
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Chá com Reiki: Quarta-feira Às 21h

Publicado por Viktor às 10:55
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Auto-Aplicação de Reiki

Estado de Espiríto: Repleto de energia
Música: Enya - Orinoco Flow
Publicado por Viktor às 17:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Reflexão: O Futuro…

Caríssimos,

     A Humanidade diverge entre povos, países, culturas, religião, regionalismos e tantos outros aspectos que nos caracterizam e nos “definem” como “oriundos” de uma determinada zona, região ou até mesmo localidade. A Humanidade existe há imensos anos na Terra, e assim, enquanto seres vivos terrestres, foram fazendo a sua evolução ao longo dos tempos, o que é algo natural e legítimo, mas o que muitas vezes me levante a seguinte questão: “Mas que evolução teve a humanidade?”. (pense um pouco sobre a questão)

     Como seres humanos (na sua essência) a evolução tem sido bastante lenta, o que já não se pode dizer relativamente à ciência, medicina, tecnologia, indústria e outras coisas mais. Quando me refiro à evolução enquanto ser humano, refiro-me ao aspecto do Ser no seu todo, o que significa que me refiro às suas partes física (corpo), emocional (sentimentos), mental (cerebral) e espiritual (alma). Psicologicamente falando, desde os seus primórdios, a evolução psicológica/mental foi algo que ficou aquém do que seria esperado, em meu entender. Reparem numa coisa, se pensarmos um pouco na história da humanidade, nas guerras que se travaram, as epidemias que passamos, a pobreza em que vivemos, as ditaduras que suportamos, enfrentar duras batalhas, superar fenómenos naturais, e tantas outras coisas pelas quais a humanidade passou e isso faz-me surgir na mente outra questão: “O que é que a humanidade aprendeu com o seu passado?”. (pense um pouco sobre esta questão)

     Realmente, a expressão popular “o povo tem memória curta” é bem verdade e real, pois hoje em pleno século XXI existe escravatura, fome, guerra, fanatismo religioso, corrupção, regimes ditatoriais, e tantas outras coisas que perduram ao longo de séculos, cuja única diferença são os seres humanos intervenientes, mas será que são mesmo outros? Para aqueles que acreditam na ascensão e nas sucessivas reencarnações (vidas) de uma alma (espírito) em prol do seu aprimoramento, certamente acreditam que são os mesmos que, outrora provocaram tanto mal-estar à humanidade, e apenas estão “encapotados” com outros corpos e outros nomes, mas mantendo no seu ADN o instinto da destruição e malvadez. (pense um pouco sobre estas palavras)

     Assim podemos concluir que a humanidade está “doente” na sua generalidade, logo psicológica/mentalmente a evolução do Ser humano (no contexto geral) está bastante atrasada. Em minha opinião a Humanidade passou a estar em perigo desde o momento que o Ser humano conseguiu fabricar armas de destruição maciça que podem dizimar regiões inteiras, mas porque é que as querem? E se vão parar às mãos de pessoas de má índole? (pense sobre isto) A Humanidade tem entregado os seus desígnios àqueles que detêm poder e às sociedades secretas que manipulam a nossa história e até mesmo as nossas mentes, pois veja-se o ensino, as crianças são “obrigadas” a saber determinadas coisas (estabelecidas pelos governos) ensinando-lhe a história como Eles querem que as crianças saibam, e que em inúmeros casos não se trata do relato real dos acontecimentos. É através desta e outras formas que a humanidade tem sido comandada através da mente, do pensamento colectivo e da influência que isso provoca nos seres humanos.

     Mas afinal de contas, o que é que a humanidade pretende? Fala-se em paz, harmonia, caridade, compaixão e amor, mas constatamos que quem detêm cargos de poder apenas expressa essas palavras bonitas no discurso verbal, mas na prática pouco fazem nesse sentido. Fala-se no Criador (Deus ou outra definição) mas na realidade a maioria das pessoas segue o deus dinheiro, que está ligado aos prazeres da vida terrena (Inveja, Orgulho, Avareza, Ira, Luxúria, Gula e Preguiça) que nada tem a ver com o verdadeiro Criador (Deus ou outra definição). A Humanidade é cada um de nós que, tal como uma gota de água, juntos formamos o Todo (Uno), tal como as gotas de água formam os oceanos, por isso os aconselho a preencherem-se de Amor. Só assim se conseguem transformar em fontes de luz, irradiando o amor para com todos os que o rodeiam, e assim, cada um de nós dando o nosso melhor, poderemos aos poucos ir mudando a humanidade, em prol de um mundo mais pacifico, harmonioso, coerente onde reine a paz, harmonia e o amor incondicional entre os seres humanos, tornando o mundo melhor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:53
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 13 de Setembro de 2014

Partilha, Cursos de Reiki & Karuna

 

Caríssimos,

     Em Setembro, começa mais um ano lectivo onde vamos ver as crianças e jovens de mochilas e lancheiras a caminho de mais um ano escolar. Mas a vida é muito mais do que aquilo que se vê, é também aquilo que se sente, pois a energia é uma parte integrante do universo, sem a qual não poderia existir vida.

     Este mês vai haver varias actividades tal como podem ver abaixo descritas em ordem cronológica:

     Dia 24: Chá com Reiki em Albufeira (Neste evento vai haver meditação (guiada) de cura, esclarecimento sobre o Reiki e outros temas e um chá convívio no final) ENTRADA GRATUITA.

     Dia 27: Curso de Karuna nível 2 em Albufeira (Esta formação define-se como: “Tratamento compassivo e amoroso do jardim da alma”);

     Dia 28: Curso de Reiki nível 3 em Albufeira.

     Para solicitar a sua ficha de inscrição envie um e-mail para o seguinte endereço: mestreviktor@gmail.com ou por telefone para o número 962856134 para alguma dúvida e/ou esclarecimento que necessite.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:04
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

Queres ajuda… então Ajuda-te

Caríssimos,

     A vida é uma escola, onde surgem imensas surpresas, obstáculos e desafios, na qual estamos constantemente a ser testados. Para superarmos todas essas situações, o mais importante é estarmos bem e repletos de amor-próprio e incondicional.

     Mas todos nós, principalmente no decorrer da nossa educação, sempre nos ensinaram que quando estávamos mal tínhamos de recorrer a outra pessoa (médico) para nos ajudar, certo? Certamente é assim pois o mesmo sucedeu comigo também, mas devo-lhes dizer que essa afirmação que lhes “implantaram” na vossa mente é um implante negativo, pois o Ser Humano possui fantásticas capacidades de se auto-curar e regenerar. (pare a leitura e pense um pouco sobre o que acabou de ler)

     Certamente ficaram também algo apreensivos com o título deste texto, correcto? É possível que tenham estranhado, mas aos poucos vão entendendo o que significam aquelas palavras. Pelo que observo, constato que a maioria dos Seres Humanos estão sempre à espera que sejam outros a resolver aquilo que eles têm de fazer. Em tempos expliquei-lhes o “processo criativo da doença” como sendo algo que surge na seguinte ordem: Planos espiritual -> mental -> emocional -> físico. Qualquer problema de saúde que possam ter aparece sempre nesta sequência, mas infelizmente a maior parte da humanidade só se apercebe quando está no físico, através das dores e/ou sinais no corpo. E se um dia lhes disser que através das terapias holísticas pode debelar as doenças no plano mental e emocional, e por vezes até mesmo no espiritual, acredita? Pessoalmente já não me recordo da última vez que tive de recorrer ao auxílio médico.

     Mas vamo-nos focar na mensagem que pretendo passar, pois é o que é realmente importante. Através das terapias holísticas o terapeuta não cura, ele promove sim a auto-cura do paciente. Está baralhado, eu vou explicar, como é que se tira um alcoólico do álcool se ele não tenciona deixar de beber? Como podemos ajudar um toxicodependente a deixar as drogas se ele não quer? Como em tudo, o paciente tem de ser a primeira e mais interessada pessoa a querer ficar bem, o que é sem dúvida o aspecto mais importante para que o restabelecimento do bem-estar dele possa acontecer. Deixa que lhes lembre de como se processa uma cura holística, para melhor entenderem e compreenderem o que lhes estou a dizer, através do exemplo que se segue. Imaginem que vocês são o Senhor “A” e estão com um problema e recorrem ao Senhor “B” (o terapeuta holístico) para os ajudar a ficarem bem. O terapeuta vai fazer o papel de “canalizador” da energia universal do amor incondicional, estabelecendo uma ligação ao universo captando essa energia e canalizando-a (através das mãos) para vocês. Sendo essa energia inteligente e pertencente ao universo, ela vai fazer o seu trabalho consoante as leis universais (lei do karma, do merecimento, entre outras), pois o terapeuta jamais passa a sua própria energia, pois necessita dela para viver. Tal como já lhes tinha explicado noutros textos, cada “doença” transporta consigo uma aprendizagem para nós mesmos, a qual devemos assimilar para mais rapidamente alcançarmos o bem-estar. Assim para o paciente se curar é necessário que as 3 partes (paciente, terapeuta e universo) estejam de acordo e ajam nesse sentido.

     Assim podem também concluir que 2 pessoas com os mesmos problemas (doença) podem ter períodos de cura mais curtos ou mais longos, consoante a aprendizagem mental do ensinamento da doença bem como também se sujeitam à lei universal do merecimento.

     Para concluir este já longo texto deixo-lhes algumas dicas para conseguirem superar com mais sucesso os vossos problemas (doenças): *Você é a pessoa mais importante no mundo para si mesmo; *Pare de ser lamechas e faça algo por si mesmo; *Elimine toda a rigidez mental que tem e abra-se para novos conhecimentos e horizontes; *Quando tiver de mudar os pensamentos nenhum ser o poderá fazer a não ser você mesmo; *Dê a si mesmo o amor e carinho que dá aos outros; *Remova da sua mente todos os pensamentos negativos; *Dar importância a pessoas erradas é alimentar a negatividade; *Não se fique apenas pela leitura do texto, interiorize e pratique as aprendizagens que lhe transmito; *Afaste-se de pessoas negativas que muitas vezes vampirizam a sua própria energia; *Seja feliz valorizando o que tem e deixe de cobiçar o que não tem; *Faça algo por si mesmo eliminando as percas de tempo que tem enquanto espera que outros o venham fazer por si.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

A fonte de toda a Prosperidade

Caríssimos,

     A fartura é o estado em que todas as nossas necessidades são prontamente atendidas e nossos desejos facilmente realizados. Nesse estado vivenciamos alegria, saúde, felicidade e vitalidade em todos os instantes de nossa existência.

     A fartura é realidade, e o verdadeiro propósito deste livro é termos uma visão profunda da natureza da realidade.

     Quando estamos ligados à natureza da realidade e sabemos que essa mesma realidade é nossa própria natureza, percebemos que podemos criar qualquer coisa, porque toda criação material tem uma única origem.

     A natureza recorre ao mesmo manancial para criar um aglomerado de nebulosas, uma galáxia de estrelas, uma floresta tropical, um corpo humano ou um pensamento.

     Tudo o que é matéria, tudo o que podemos ver, tocar, ouvir, saborear, ou cheirar e feito da mesma coisa e vem da mesma fonte. O conhecimento desse fato nos confere a capacidade de realizar qualquer desejo, adquirir qualquer objecto material que possamos querer e vivenciar sem limites a realização e a alegria.

     Os princípios descritos neste livro dizem respeito especificamente à criação da riqueza material ilimitada, mas podem ser aplicados à realização de qualquer desejo, porque são os mesmos princípios que a natureza põe em prática para criar a realidade material a partir de uma essência não material.

     Antes de apresentá-los, gostaria de explicar mais detalhadamente o que a ciência, em particular a física, tem a dizer sobre a natureza do universo que habitamos, a natureza do corpo humano, a natureza de nossa mente e a relação entre os três.

Segundo os físicos que estudam o campo quântico, todas as coisas materiais – sejam automóveis, corpos humanos ou notas de dinheiro – são feitas de átomos. Esses átomos, por sua vez, são feitos de partículas sub-atómicas, que, por sua vez, são flutuações de energia e informação num imenso espaço de energia e informação.

     Em todos os meus livros e gravações explico detalhadamente a natureza da realidade quântica. Sintetizando, posso dizer que a conclusão fundamental dos estudiosos do campo quântico é que a matéria-prima do mundo não é material, as coisas essenciais do universo são “não coisas”. Toda a nossa tecnologia baseia-se nesse fato, que faz cair por terra a atual superstição do materialismo.

Aparelhos de fax, computadores, televisores - todas essas tecnologias são possíveis porque os cientistas não acreditam mais que o átomo, a unidade básica da matéria, seja uma entidade sólida. Um átomo não tem nada de sólido. Ele é uma hierarquia de estados de informação e energia em uma vastidão de possíveis estados de informação e energia.

     A diferença entre duas coisas – como a diferença de um átomo de chumbo e um átomo de ouro – não está no mundo material. As partículas sub-atómicas como protões, electrões, quarks e bosons que constituem um átomo de ouro ou de chumbo são exactamente as mesmas. Além disso, embora as chamemos de partículas, elas não são materiais, e sim impulsos de energia e informação. O que torna o ouro diferente do chumbo é a organização e a quantidade desses impulsos.

     Toda criação material é estruturada a partir de informação de energia. Todos os eventos quânticos são basicamente flutuações de energia e informação. E esses impulsos de energia e informação são as “não coisas” que constituem tudo o que consideramos coisa ou matéria.

     Portanto, fica claro que não apenas o estofo essencial do universo é uma “não coisa”, mas também que ela é uma “não coisa” pensante! Afinal, o que é um pensamento senão um impulso de energia e informação?

     Achamos que os pensamentos só acontecem dentro de nossa cabeça, mas essa impressão deve–se ao fato de os percebermos como algo estruturado linguisticamente, que é falado em nossa própria língua. Todavia, esses mesmos impulsos de energia e informação que vivenciamos como pensamentos – esses mesmos impulsos – são a matéria-prima do universo.

     A única diferença que existe entre os pensamentos que estão em minha cabeça e os que estão fora dela é que eu percebo os primeiros em termos estruturados linguisticamente.

     Contudo, antes de um pensamento tornar-se verbal e ser expresso como uma linguagem, ele não passa de uma intenção e, mais uma vez, é apenas um impulso de energia e informação.

     Em outras palavras, num nível pré-verbal, toda a natureza fala a mesma língua. Somos todos corpos pensantes num universo pensante. E assim como o pensamento se projeta das moléculas do nosso corpo, os mesmos impulsos de energia e informação projetam-se como eventos espaço-tempo em nosso ambiente.

     Por trás da roupagem visível do universo, alem da miragem das moléculas, da maya - ou ilusão - do que é físico, jaz uma matriz una, invisível, feita de nada. Esse nada invisível silenciosamente orquestra, instrui, orienta, governa e obriga a natureza a expressar-se com infinita criatividade, infinita abundância e inabalável exactidão em uma miríade de estilos, padrões e formas.

     As experiências da vida são o movimento contínuo dessa matriz do nada, desse movimento contínuo tanto do corpo como do meio ambiente. São nossas experiências de alegria e tristeza, de êxito e fracasso, de fortuna e pobreza. Todos esses eventos são aparentemente coisas que nos acontecem, mas, em níveis mais primordiais, somos nós que as fazemos acontecer.

     Os impulsos de energia e informação que criam nossas experiências reflectem-se em nossas atitudes diante da vida, e nossas atitudes são o resultado e a expressão dos impulsos de energia e informação que nós mesmos geramos.

                                                                  [Deepak Chopra]

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:03
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Agenda de Junho

. Relexão: Guias...

. Reflexão: Semifrio de Emo...

. Consultas Holísticas

. Actividades em Abril - Re...

. Reflexão: Caminho do Amor

. Agenda... de Março

. Formações em Agenda

. Reflexão: A Infelicidade…

. Ensinamentos em Poesia

. Curso de iniciação ao Rei...

. Hoje em Poesia

. Reflexão: Lixo Invisível…

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Brevemente... Reiki e Kar...

. Proximas actividades em a...

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Ainda em novembro

. Reflexão: A Essência do R...

. Reflexão: A Humanidade…

. Atividades em outubro

. Reflexão: A Integridade h...

. Reflexão: A Paz Interior…

. Actividades em Agosto

. Reflexão: Fontes do sofri...

. Actividades em Agenda

. Agenda de Maio

. Actividades de Reiki em A...

. Reflexão: Impacto do Reik...

. "Chá com Reiki" na Biblio...

.Arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31