.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Reflexão: O Futuro…

Caríssimos,

     A Humanidade diverge entre povos, países, culturas, religião, regionalismos e tantos outros aspectos que nos caracterizam e nos “definem” como “oriundos” de uma determinada zona, região ou até mesmo localidade. A Humanidade existe há imensos anos na Terra, e assim, enquanto seres vivos terrestres, foram fazendo a sua evolução ao longo dos tempos, o que é algo natural e legítimo, mas o que muitas vezes me levante a seguinte questão: “Mas que evolução teve a humanidade?”. (pense um pouco sobre a questão)

     Como seres humanos (na sua essência) a evolução tem sido bastante lenta, o que já não se pode dizer relativamente à ciência, medicina, tecnologia, indústria e outras coisas mais. Quando me refiro à evolução enquanto ser humano, refiro-me ao aspecto do Ser no seu todo, o que significa que me refiro às suas partes física (corpo), emocional (sentimentos), mental (cerebral) e espiritual (alma). Psicologicamente falando, desde os seus primórdios, a evolução psicológica/mental foi algo que ficou aquém do que seria esperado, em meu entender. Reparem numa coisa, se pensarmos um pouco na história da humanidade, nas guerras que se travaram, as epidemias que passamos, a pobreza em que vivemos, as ditaduras que suportamos, enfrentar duras batalhas, superar fenómenos naturais, e tantas outras coisas pelas quais a humanidade passou e isso faz-me surgir na mente outra questão: “O que é que a humanidade aprendeu com o seu passado?”. (pense um pouco sobre esta questão)

     Realmente, a expressão popular “o povo tem memória curta” é bem verdade e real, pois hoje em pleno século XXI existe escravatura, fome, guerra, fanatismo religioso, corrupção, regimes ditatoriais, e tantas outras coisas que perduram ao longo de séculos, cuja única diferença são os seres humanos intervenientes, mas será que são mesmo outros? Para aqueles que acreditam na ascensão e nas sucessivas reencarnações (vidas) de uma alma (espírito) em prol do seu aprimoramento, certamente acreditam que são os mesmos que, outrora provocaram tanto mal-estar à humanidade, e apenas estão “encapotados” com outros corpos e outros nomes, mas mantendo no seu ADN o instinto da destruição e malvadez. (pense um pouco sobre estas palavras)

     Assim podemos concluir que a humanidade está “doente” na sua generalidade, logo psicológica/mentalmente a evolução do Ser humano (no contexto geral) está bastante atrasada. Em minha opinião a Humanidade passou a estar em perigo desde o momento que o Ser humano conseguiu fabricar armas de destruição maciça que podem dizimar regiões inteiras, mas porque é que as querem? E se vão parar às mãos de pessoas de má índole? (pense sobre isto) A Humanidade tem entregado os seus desígnios àqueles que detêm poder e às sociedades secretas que manipulam a nossa história e até mesmo as nossas mentes, pois veja-se o ensino, as crianças são “obrigadas” a saber determinadas coisas (estabelecidas pelos governos) ensinando-lhe a história como Eles querem que as crianças saibam, e que em inúmeros casos não se trata do relato real dos acontecimentos. É através desta e outras formas que a humanidade tem sido comandada através da mente, do pensamento colectivo e da influência que isso provoca nos seres humanos.

     Mas afinal de contas, o que é que a humanidade pretende? Fala-se em paz, harmonia, caridade, compaixão e amor, mas constatamos que quem detêm cargos de poder apenas expressa essas palavras bonitas no discurso verbal, mas na prática pouco fazem nesse sentido. Fala-se no Criador (Deus ou outra definição) mas na realidade a maioria das pessoas segue o deus dinheiro, que está ligado aos prazeres da vida terrena (Inveja, Orgulho, Avareza, Ira, Luxúria, Gula e Preguiça) que nada tem a ver com o verdadeiro Criador (Deus ou outra definição). A Humanidade é cada um de nós que, tal como uma gota de água, juntos formamos o Todo (Uno), tal como as gotas de água formam os oceanos, por isso os aconselho a preencherem-se de Amor. Só assim se conseguem transformar em fontes de luz, irradiando o amor para com todos os que o rodeiam, e assim, cada um de nós dando o nosso melhor, poderemos aos poucos ir mudando a humanidade, em prol de um mundo mais pacifico, harmonioso, coerente onde reine a paz, harmonia e o amor incondicional entre os seres humanos, tornando o mundo melhor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:53
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 15 de Maio de 2014

Reflexão: Pobreza...

Caríssimos,

     Regra geral quando se fala de pobreza, a nossa mente pensa logo nos sem-abrigo, pedintes, escravos e outro tipo de pessoas que vivem em condições bastante precárias, aquilo que se diz “abaixo do limiar da pobreza”. Sobre este tema muitas coisas poderia escrever, mas apenas pretendo abordar um ou dois aspectos do mesmo, aqueles que eu penso ser necessário esclarecer e que são muito pouco falados. Na maioria dos casos a pobreza de que se fala está ligada à falta de dinheiro, porque vivemos numa época “dominada” pelo consumismo, as aparências, a ganância, o ego, a vida social para mostrar, a inveja e tantas outras coisas que estão ligadas aos prazeres meramente terrestres.

     Em meu modesto entendimento, a maior das pobrezas é a de espírito. Um pobre de espírito, regra geral é uma pessoa que não respeita o seu semelhante, usando manhas e artimanhas na maioria dos casos em seu estrito benefício pessoal. Este tipo de atitude revela falta de princípios, educação, valores morais, e sobretudo de respeito sobre os outros e isso levanta-nos uma questão. Conhece alguém que não respeite os outros e se respeite a si mesmo? Eu não, pois todo aquele que vive unicamente como ser terrestre vive intensamente o plano material, procurando obter riqueza a qualquer custo, nem que seja desrespeitando e escravizando o seu semelhante, inclusivamente contra pessoas do mesmo sangue (familiares). Estes são sem dúvida seres de baixo nível que utilizam a força ou incutem o medo nos outros, para se sentirem superiores e assim encherem o seu ego. Pobres seres, pois apesar de terem uma vida economicamente estável, espiritualmente são pobres, são definidos como “espíritos inferiores” ou de “baixa densidade” escrito em textos de natureza espiritual.

     A pobreza espiritual não afecta apenas os seres que mencionei anteriormente, mas atinge seres de todas as camadas e estratos sociais, ou seja, afecta todos aqueles que pensam que a vida se resume apenas ao período entre a vida e a morte, aqueles que não acreditam na reencarnação (imortalidade da alma), aqueles que devido às atrocidades da vida guardaram dentro de si sentimentos de vingança (ódio, retaliação, rancor e muitos outros) entre vários outros que se enquadram nesta explicação.

Este tipo de pobreza (espiritual) pode ser passageiro ou definitivo, conforme a escolha que é feita através do livre arbítrio de cada um. Caso se tenha identificado nas palavras anteriormente ditas e pretenda libertar-se dessa “pobreza” deixo-lhe algumas dicas nas quais deverá reflectir um pouco:

  • Permita que a sua mente adquira novos conhecimentos, libertando-se assim de “velhas” querenças e dogmas e de uma certa rigidez mental;
  • Adore o verdadeiro Deus criador do universo e deixe de idolatrar o Deus dinheiro;
  • Organize o seu tempo de forma a poder ter tempo para si mesmo, trabalhando o seu interior.

     Várias outras coisas poderiam aqui ser descritas, mas não me pretendo alongar demasiado no texto porque cada caso é um caso e a melhor coisa é falar directamente com quem necessite de auxílio. Viva o amor, partilhando intensamente com o universo e sejam muito felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:22
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Reflexão sobre “A imposição de mãos” [Reiki]

Caríssimos,

     O Reiki é uma terapia milenar e há imensos relatos que falam acerca deste tipo de práticas, mas referindo apenas o termo “imposição de mãos” ou “impôs-lhe as mãos” sem lhe atribuir o nome “Reiki”. Estes relatos referem-se à “canalização” de energia cósmica universal, a qual muitas vezes se define também como “Amor Incondicional”, energia essa que eu entendo como sendo a energia mais poderosa do universo.

     Dando continuidade ao anteriormente dito, vou aqui colocar excertos de frases contidas em textos antigos:

      Bíblia, numero 27: “…Então Moisés fez como o Senhor lhe ordenara: tomou a Josué, apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, impôs-lhe as mãos, e lhe deu a comissão; como o Senhor falara por intermédio de Moisés.”

      Lucas 13: “…E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.

      Atos 28: “…Aconteceu estar de cama, enfermo de febre e disenteria, o pai de Públio; Paulo foi visitá-lo, e havendo orado, impôs-lhe as mãos, e o curou. Feito isto, vinham também os demais enfermos da ilha, e eram curados;

     O Reiki é uma terapia e/ou filosofia de vida que não está ligado a nenhum tipo de religião, mas o facto de mencionar excertos de textos bíblicos tem a ver com o país que tem na sua essência a religião cristã (católica apostólica romana). No seio da igreja católica há uma grande resistência à utilização e prática do Reiki, mas se esta é a terapia do amor incondicional (da dádiva desinteressada) que desde a sua redescoberta por Mikao Usui em 1922, começou a ser aplicada ao pobres e mendigos que viviam nos subúrbios de Tóquio, porque tanta resistência? A igreja católica através da “fábrica da igreja” e das “misericórdias” desenvolvem um trabalho social de apoio às famílias carenciadas, então não reconhecem o trabalho de voluntariado feito por praticantes de Reiki nas demais organizações sociais espalhadas pelo país? Devo contudo salientar que todo o voluntariado de Reiki é 100% gratuito, marcando assim a diferença sobre as actividades promovidas pela igreja católica que nem todas são gratuitas.

     Em jeito de conclusão termino este texto deixando-lhes algumas questões para vossa reflexão: Será que só existe amor dentro de alguma religião? Porque julgam quem tem opinião contrária? Porque veneram vários Deu’s quando Deus é apenas e só Um? Será que só existe caridade dentro da religião? Serei eu o detentor da verdade suprema?

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2014

Reflexão: As Missões das Almas

Caros leitores,

     Todo espírito certamente deseja progredir dando o seu contributo para a obra da solidariedade universal, recebendo dos espíritos mais elevados uma missão particular, adequada às suas aptidões e ao seu “estádio” evolutivo.

     Uns cumprem a tarefa de receber os espíritos no seu retorno à vida espiritual, guiá-los, ajudá-los a desprenderem-se dos fluidos espessos que os envolvem; outros têm a missão de consolar, instruindo as almas sofredoras e atrasadas. Espíritos de químicos, físicos, naturalistas, astrónomos, continuam as em suas pesquisas, estudam os mundos, as superfícies, as profundezas ocultas, atuam em todos os lugares sobre a matéria sutil, que fazem passar por preparações, modificações destinadas a obras que a imaginação humana teria dificuldades em imaginar.

     Os espíritos menos evoluídos auxiliam os primeiros nas suas tarefas variadas como auxiliares.

     Um grande número de espíritos se destina aos habitantes da Terra e dos outros planetas, estimulando-os nas suas pesquisas, fortalecendo os ânimos abatidos, guiando os hesitantes pelo caminho do dever. Aqueles que praticaram a medicina e possuem o segredo dos fluidos curativos, reparadores, ocupam-se mais especialmente dos doentes [Os casos de curas feitas pelos espíritos são muito numerosos e serão encontradas relações em toda a literatura espírita].

     A mais bela de todas as missões é a dos espíritos de luz. Vêm dos espaços celestes para trazer à humanidade os tesouros da sua ciência, da sua sabedoria, do seu amor. A sua tarefa é um sacrifício constante, porque o contato com os mundos materiais é penoso para eles; porém, encaram todos os sofrimentos por dedicação aos seus protegidos, com o objectivo de os assistir nas suas provas e enraizarem no coração deles grandes e generosas intuições.

     É justo atribuir-lhes esses clarões de inspiração que iluminam o pensamento, esses desafogos da alma, essa força moral que nos sustenta nas dificuldades da vida. Se tivessem a noção da quantidade de constrangimentos que esses nobres espíritos suportam e toleram para chegarem até nós, responderíam melhor às suas solicitações, fazendo esforços enérgicos para nos desligarmos de tudo o que é insignificante e impuro, unindo-nos a eles na comunhão divina.

     Nas horas e momentos de dificuldades, é para esses espíritos (guias), que os meus pensamentos e apelos se direccionam. Deles obtenho o apoio moral e as consolações supremas. Subi com muita dificuldade os atalhos da vida; a minha infância foi dura. Mais tarde, no meu trabalho, muitas vezes tropecei nas pedras do caminho; fui mordido pelas serpentes do ódio e da inveja. E agora na hora crepúsculo as sombras sobem e rodeiam-me; sinto as minhas forças abaterem-se e os meus órgãos a enfraquecerem. Mas nunca me faltou a ajuda dos meus amigos espirituais, nunca a minha voz os evocou em vão.

     Algumas vezes, no recolhimento do fim do dia ou no silêncio da noite, as suas vozes falam-me, embalam-me e confortam-me, entoando na minha solidão como uma melodia vaga.

     Posso-me esquecer das misérias humanas para me alegrar na esperança de um dia rever esses amigos, de me reunir com eles na luz, se Deus me julgar digno disso, com todos aqueles que amei e que, do seio do além, me ajudaram a percorrer mais uma caminhada terrestre.

     Toda a alma vem de Deus e retorna a Deus percorrendo o imenso ciclo dos seus destinos. Por mais baixo que tenha descido, mais cedo ou mais tarde, pela atração divina, sobe de novo para o infinito. E o que procura ela? O conhecimento mais perfeito do universo, a assimilação mais completa dos seus atributos: beleza, verdade, amor; ao mesmo tempo, uma libertação gradual das escravizações da matéria, uma colaboração crescente na obra eterna.

     Cada espírito, no espaço, tem a sua vocação e persegue-a com facilidades desconhecidas na Terra; cada um encontra o seu lugar nesse soberbo campo de ação, nesse vasto laboratório universal.

     Por todos os lados, tanto na amplidão como nos mundos, objetos de estudo e de trabalho, meios de elevação, de participação na obra divina, oferecem-se à alma laboriosa. Já não é o céu frio e vazio dos materialistas, nem mesmo o céu contemplativo e beato de certos crentes. É um universo vivo, animado, luminoso, repleto de seres inteligentes em constante de evolução.

     Quanto mais esses seres espirituais se elevam, mais a sua tarefa se acentua, mais importância passam a ter as suas missões. Um dia, alcançam um lugar entre as almas mensageiras que vão levar aos confins do tempo e do espaço as forças e as vontades da alma infinita.

     Para o espírito mais inferior, assim como para o mais importante, o domínio da vida não possui limites. Seja qual for a altura a que tenhamos chegado, há sempre um plano superior a ser alcançado, uma nova perfeição a ser concretizada.

      À medida que a alma se vai distanciando das esferas inferiores, onde reinam as influências pesadas, onde se agitam as vidas toscas, banais ou culpadas, as existências de lenta e penosa educação, a alma vai percebendo as altas manifestações da inteligência, da justiça, da bondade e a sua vida torna-se cada vez mais bela e divina. Os murmúrios confusos, os ruídos discordes dos centros humanos vão pouco a pouco enfraquecendo para ela, até que se extinguem por completo; ao mesmo tempo, começa a perceber os ecos harmoniosos das sociedades celestes. É o limiar das regiões felizes, onde reina uma eterna claridade, onde paira uma atmosfera de benevolência, serenidade e paz, onde todas as coisas saem perfeitas e puras das mãos de Deus.

     A diferença profunda que existe entre a vida terrestre e a vida do espaço reside no sentimento de libertação, de alívio, na liberdade absoluta que desfrutam os espíritos bons e puros.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:29
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 7 de Janeiro de 2014

Crença ou Descrença…

Caros leitores,

Os tempos estão conturbados,

Vivem-se momentos de agitação,

Com tantas duvidas na mente,

Sentimos receio de qualquer acção;

         A nossa mente é atormentada,

         Por pensamentos e conceitos errados,

         Que nos provocam aquela sensação,

         De estarmos completamente isolados;

Ao sermos educados numa religião,

Acabamos por gerar certas crenças,

Assim com o passar dos anos,

Vamos observando e ditando sentenças;

         Muitos seres andam confusos,

         Com muitas coisas para tratar,

         Agora estão desorientados,

         Sem saber para que lado se virar;

Pedem ajuda a Deus,

Pois dizem ser essa a sua crença,

Mas o Deus que deviam venerar,

Já o colocaram em descrença;

         Em detrimento do único Deus,

         Veneram o Deus dinheiro,

         Como paga andam carecas,

         Como alguns que vão ao barbeiro;

Vivo algo atormentado,

Não sei o que fazer,

Com decisões importantes para tomar,

Mas sem saber o caminho a escolher;

         Devo parar e reflectir,

         para chegar a uma conclusão,

         Sem dúvida que a sua melhor escolha,

         Será sempre a do coração;

Seguir o caminho do coração,

Tem as suas ambiguidades,

Podem sempre tomar essa decisão,

Independentemente das idades;

         Escolha o que é melhor para si,

         Começando por se libertar do passado,

         Não transporte consigo esse fardo,

         Assim ficará muito cansado;

Ame-se acima de tudo,

Você é a pessoa mais importante da sua vida,

Se colocar os outros à sua frente,

Esta será mais uma vida perdida;

         Você é o responsável pela sua vida,

         Por tudo aquilo que lhe acontece,

         Faça sem o seu melhor,

         Independentemente de quem o reconhece;

O mais importante é estar bem,

Com a sua consciência,

Se não acreditarem no que diz,

Tenha para com eles paciência;

         A verdade vem sempre ao de cima,

         Tudo acaba por se saber,

         Julgar apenas pelas aparências,

         É um erro que se costuma cometer;

Tenha fé no verdadeiro Deus,

Aquele que todos ama por igual,

Não aos falsos “Deus” que nos iludem,

Fazendo-nos acreditar no caminho do mal;

         O único e verdadeiro Deus,

         Ensina o caminho da compaixão e amor,

         Através dos gestos e das palavras,

         Libertando os seres do mal e da dor;

Emana luz divina para todos,

Através do amor e do perdão,

Somos todos fontes de luz,

Provenientes do seu coração;

         Sou apenas o que sou,

         Sem ser um grande ser humano,

         Espero poder dar mais compaixão,

         E amor ao semelhante neste novo ano.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 11:41
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 5 de Setembro de 2013

Hoje: Dia Mundial da Caridade

Saudações queridos,

     Hoje é o primeiro dia mundial da caridade assinalado pela ONU, coincidindo com a data da morte de Madre Teresa de Calcutá. Esta pessoa é conhecida em todo o mundo pela sua vida de dedicação à caridade e ao bem-estar dos outros, preenchendo-se de amor e emanando esse amor para os mais desfavorecidos, um exemplo para a humanidade. Caridade, Humildade, Igualdade, Honestidade e Amor são valores que na generalidade estão cada vez mais “dissipados” da mente dos seres humanos, pois a generalidade da humanidade continua a achar que trabalhar em prol dos outros é um desperdício de tempo e o importante é trabalhar em prol de si mesmo ignorando os outros. Na realidade todos vivemos no mesmo planeta em comunidade (países, tribos, organizações, famílias, estados) e como tal devemos de aprender a viver em comunidade com os nossos semelhantes. Caridade, como o próprio nome indica, é trabalhar em prol de um mundo mais justo, mais humilde e onde impera o Amor Incondicional, sem qualquer tipo de pensamentos menos positivos para com o semelhante.

     Termino deixando um apelo a todos vós, principalmente aos reikianos, que hoje pratiquem pelo menos um gesto de caridade para com alguém, coloquem os mais desfavorecidos nos vossos envios à distância, em prol de um mundo melhor para todos. Pratiquem a Caridade e o Amor sendo Amor Incondicional e sintam uma enorme felicidade dentro de vós.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:25
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 27 de Agosto de 2013

Mensagem do dia...

     O planeta Terra está a passar momentos conturbados de grandes mudanças a um nível global. Fenómenos físicos e químicos estão a ocorrer frequentemente em todo o planeta, e muitos deles interferem com todos nós, pois uns são provenientes da natureza e outros estão associados às frequências vibratórias energéticas que têm influência na nossa mente. Nos últimos anos o campo electromagnético da terra, medido em gaus, tem vindo a diminuir segundo informações cientificamente comprovadas, o que significa grandes mudanças globais no nosso planeta. Por exemplo vejamos o caso da inclinação (em graus) do eixo do nosso planeta, que provocou variados problemas ao nível das navegações aéreas via gps, o degelo dos pólos que faz aumentar o nível medi das águas dos mares, o clima mais quente do planeta que provoca alterações na fauna e flora do planeta, entre muitas outras coisas.

     Como certamente compreendem, todas essas mudanças têm influência em todos os reinos (mineral, vegetal e animal) do planeta, e nós, seres espirituais a viver uma experiência terrestre sentimos mais esse impacto, pois somos seres providos de emoções e sentimentos, moldados por “falsas” opiniões, crenças, ideais, leis e muitas outras coisas. Todas essas coisas servem apenas para nos afastar da nossa verdadeira missão, de forma a comandar os destinos da humanidade através da sua mente, fazendo uso de técnicas psicológicas de domínio dos seres humanos. Assim a maioria da humanidade permanece num estado “hipnótico” onde diz ter fé em Deus, mas na realidade têm fé noutro Deus que não o Criador, têm fé no Deus dinheiro, vivendo na essência do Ter e não do Ser. Todos nós somos seres divinos imortais, e por isso uma parte de Deus escondeu-se dentro de cada um de nós (componente divina), depositando em nós confiança na nossa capacidade de o encontrarmos junto ao nosso coração, na nossa chama trina. Vivamos assim segundo as Leis divinas Universais, libertando-nos de certos dogmas, crenças e pensamentos impuros, Sejamos faróis de luz, pois ao encontrarmos o Amor dentro de nós passaremos e irradiar esse Amor, tal como o sol que emana os seus raios de luz e calor. Façam o favor de ser felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:53
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 23 de Julho de 2013

O Santo Homem

     Há muito, muito tempo havia um Santo Homem, tão bom que os anjos surpresos vinham do céu para verificar como alguém podia ser tão divino. Ele levava sua vida quotidiana a irradiar amor, da mesma forma que a estrela difunde luz e as flores exalam perfume, sem mesmo estar consciente disso. Duas palavras resumiam o seu dia: ele dava e perdoava. Mas essas palavras nunca saíam de seus lábios expressavam-se em seu sorriso fácil, bondade, amor e boa vontade.

     Os anjos disseram a Deus: "Ó Senhor, conceda-lhe o dom dos milagres." Deus respondeu: "Concordo. Perguntem a ele o que deseja."

      "E então, o que você deseja?", indagaram os anjos.

     "O que posso desejar?", perguntou o Santo Homem, sorrindo. "Deus já me concedeu Sua graça. Com isso, não tenho tudo?" Os anjos insistiram: "Deve pedir um milagre ou algum lhe será imposto." "Está bem", disse o Santo Homem. "Que eu possa fazer muito bem sem jamais saber." Os anjos ficaram profundamente desconcertados. Reuniram-se e combinaram o seguinte plano: cada vez que a sombra do Santo Homem ficar para trás ou para qualquer lado, de tal forma que ele não possa vê-la, a sombra deve ter o poder de curar doenças, aliviar a dor e confortar o pesar.

     E assim aconteceu. Quando o Santo Homem andava, sua sombra no chão, em qualquer lado ou por trás, fazia com que as trilhas áridas se tornassem verdejantes, levava as plantas murchas a desabrocharem, trazia água cristalina a córregos secos, cor saudável a criancinhas pálidas, alegria a mães infelizes. O Santo Homem prosseguia em sua vida quotidiana a irradiar amor, assim como a estrela difunde luz e a flor exala perfume, sem jamais ter consciência disso.

     E as pessoas, respeitando sua humildade, seguiam-no em silêncio, jamais falando de seus milagres. Pouco a pouco, até esqueceram seu nome, passando a chamá-lo apenas de "O Santo Homem".  (Adaptado de a Sombra Sagrada)

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 16:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 17 de Maio de 2013

Reflexão: Reiki, uma filosofia de vida.

Caríssimos,

     Cada Ser humano tem as suas aprendizagens, as suas vivencias e a sua filosofia de vida. A filosofia de vida de cada Ser é inicialmente incutida pelos pais, depois pela sociedade (religião, estado, continente) onde residimos, através do nosso ensino, através das nossas amizades, enfim, são enumeras as coisas que nos colocam na mente e nas quais nos “fazem” acreditar. Estas coisas acontecem a cada um de nós até atingirmos uma certa maturidade, ou seja, quando atingimos uma certa idade que nos permite pensarmos por nós mesmos, agirmos por nós mesmos, sermos autónomos.

     Ao alcançar essa autonomia, podemos fazer as nossas reflexões interiores, organizar as nossas ideias na mente separando o trigo do joio e assim podermos escolher a filosofia de vida que queremos, consoante a nossa consciência (crenças, aprendizagens, etc…). Assim, podemos concluir que, cada ser humano tem uma filosofia de vida própria, pautada pelas coisas anteriormente mencionadas, bem como pela sua própria maneira de ser (essência).

     Após esta breve introdução, vou agora abordar o tema do título deste texto. Para a maioria das pessoa, quando se fala sobre Reiki, associam esta palavra a “terapia alternativa/integrativa”, “terapia energética”, “terapias orientais” ou “terapia holística”, mas o Reiki é muito mais que isso. Numa formação de iniciação ao Reiki, um dos ensinamentos transmitidos ao formando são os 5 princípios do Reiki. Estes ensinamentos são de grande importância, pois são o fundamento básico da filosofia de vida Reikiana, os quais devem ser aplicados diariamente em todos actos praticados pelo Reikiano. Esta é a mudança mais significativa, de maior vulto, mais positiva que o iniciado pode obter através dessa aprendizagem, pois redescobrir o amor incondicional dentro do nosso Ser e aprender a aplicá-lo diariamente em todos os nossos actos, empreende em cada um de nós grandes mudanças. Ao permitirmos que a filosofia de vida do Reiki se impregne na nossa vida, temos consciência das grandes mudanças que nos provoca inicialmente e depois em todos aqueles que nos rodeiam, pois a inesgotável fonte criadora de vida (Amor), é algo que apenas trás benefícios para todos nós. São inúmeros os relatos que ouvimos sobre isso, e acreditem que quando ouço isso fico muito feliz, pois é sempre bom saber que mais alguém aderiu a essa filosofia de vida, tornando-se assim um “pólo” difusor de amor incondicional, paz, luz, harmonia e compaixão pelos seus semelhantes.

     Termino deixando uma frase para vossa reflexão: Persistir na raiva é como apanhar um pedaço de carvão quente com a intenção de o atirar a alguém. É sempre quem levanta a pedra que se queima.” Buda.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2012

A Perfeição do Plano Divino

 

MESTRA ROWENA

Canalizada por Maria Silvia Orlovas

Transcrição: Patrícia Viégas

05/09/2012

     Há uma vida de perfeição, de luz, de amor, de bem aventurança, pra cada um de vocês, há um plano perfeito.

     É importante o homem acreditar que é merecedor da Graça de Deus.

    Vocês, ainda têm a mente muito pequena, focada no pecado, nas restrições, na culpa e nas manipulações. Infelizmente, meus filhos, constantemente vocês se cobram, infelizmente constantemente vocês olham os seus erros e se apegam a eles, limitando toda e qualquer bênção, limitando, toda e qualquer graça.

     A graça, não é como os peixes que o pescador lança a sua isca e no escuro do rio espera que possa ser atendido. A graça é como uma gota de chuva, que se derrama no solo e pela mão Divina, pela sua imensa sabedoria, sabe para onde dirigir o líquido e fazer brotar a semente.

     Há uma luz, há uma condução em tudo, mesmo quando você não vê.

     É preciso se desapegar do sofrimento.

     É preciso se desapegar do condicionamento de dor, de culpa.

     No momento em que vocês conseguirem olhar os seus erros e se perdoarem e caminharem para frente, desejosos de fazer o bem e de agir para o bem, sem apego e sem egoísmo, o seu mundo vai sendo transformado pelas suas atitudes e conexão.

     Há uma abertura no coração.

     Essa abertura, cada um de vocês pode fazer por si mesmo.

Abram, expandam, permitam.

     O plano perfeito, aquele que Deus traçou pra cada um de vocês, não quer dizer que sejam planos sem desafios ou possíveis sofrimentos. Mas a intensidade desse sofrimento é totalmente transformada, quando há a luz da consciência. E sempre, em todos os momentos, podem aparecer anjos de luz na sua vida, que ajudarão a atravessar o percurso da escuridão.

     O plano é perfeito quando faz vocês se elevarem, se transformarem, se modificarem.

     O plano é perfeito, quando os obriga a mudar, a sair do comodismo.

     O plano é perfeito quando ativa o amor e possibilita que vocês olhem melhor para as pessoas que estão ao seu lado.

     O plano é perfeito quando há amor.

     Façam a profunda conexão com o amor.

     Não julgue mal as pessoas, aprendam a ouvi-las e liberá-las.

     Não julgue mal a si mesmos, se permitam manifestar a cada dia, algo a mais da perfeição que Deus os criou.

   Vocês moldam o seu destino, limitam ou abrem as suas vidas.

      Façam através do profundo amor.

     É o tempo do amor.

     Agora, é o tempo do amor.

     Em sintonia com a Chama Rosa, Eu Sou Mestra Rowena e abençôo vocês.

     Sigam na paz, sigam no caminho do amor.

     E não se cobrem em ter todas as respostas.

     Às vezes, é muito saudável, vocês oferecem á Deus e ao próximo, o espaço para perguntas, o espaço para dúvidas, o espaço para questionamentos, porque é aí neste espaço que muitas transformações podem se manifestar.

     Quando vocês não sabem tudo, vocês permitem que novas coisas, novas verdades e novos sentimentos se manifestem em suas vidas.

     O plano perfeito de Deus é assim, sujeito a mudanças, alterações, aberturas e transformações, porque o amor é assim. O amor permite que as coisas vão acontecendo. O amor de Deus é tão perfeito e tão profundo por vocês, que ele lhes permite ir se arrumando, se transformando, se moldando a aquilo que é bom, a aquilo que é melhor.

     Deus oferece à vocês a vida, para que em todos os momentos, vocês possam recriá-la, com amor.

     Recebam as nossas bênçãos e a nossa luz e cultivem essa energia. Façam do amor, o cuidado que teriam com uma flor; todos os dias amar, todos os dias oferecer o seu melhor.

     Recebam as nossas bênçãos e a nossa luz.

     Estaremos atuando em vocês, no exercício da cura e do amor.

     Tenham paz, tenham paz.

MESTRA ROWENA

Fonte: Alpha Lux

Fonte: http://stelalecocq.blogspot.com.br/2012/09/mestra-rowena-perfeicao-...

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: R. Comercial
Publicado por Viktor às 17:15
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 16 de Maio de 2012

Universo Energético do Reiki… (esclarecimentos)

     Ao longo do tempo muitas coisas têm sido ditas, escritas e até mesmo feitas sob o nome ou designação “Reiki”. Como em tudo na vida, há quem acredite e desacredite, quem venere e enxovalhe, enfim tanta coisa, mas cada um é dono das suas próprias vontades e crenças, do seu caminho e das suas escolhas, e assim deve ser respeitado. Sendo o Reiki uma terapia holística energética, que tem como base fundamental a prática do amor incondicional jamais poderá ser utilizada para praticar o mal para com os outros, pois o amor nunca foi usado para a pratica de actos impróprios.

     Para que não façam juízos errados acerca do Reiki, deixem que os esclareça sobre um conjunto de situações:

     - O Reikiano canaliza a energia universal para o recetor através da imposição de mãos;

     - A energia universal é fonte de vida para todo o universo, pois sem energia nada se move, tal como acontece ao ser humano quando a perde na totalidade (óbito);

     - Se o Reiki é a canalização dessa energia cuja fonte é comum, logo dizer que o Reiki A é melhor que o B é incorrecto, pois ambos provêm do mesmo local (ex.: o Manuel vai à fonte com um garrafão de vido e o José leva um de plástico, a diferença apenas está no garrafão, pois a água é da mesma fonte).

     - Algumas pessoas acreditam que quem criou o mundo foi Deus, outros acreditam apenas que há algo superior (energia superior) geradora de tudo, mas isso é apenas e só a crença de cada um pois ambos podem aprender e praticar o Reiki;

     - O Reiki é apenas uma terapia, independente das religiões, dogmas e crenças de cada um, pois traduz-se na prática do amor na sua mais pura forma;

     - Promovendo uma boa circulação energética corporal, o Reiki é um eficaz sistema para o equilíbrio do Ser nos níveis: físico, emocional, mental e espiritual;

     - Para aprender e ser praticante de Reiki basta querer e ter vontade de aprender, pois é completamente errada a ideia que só quem tem um “dom” é que pode praticar, pois o que se exige é apenas que tenha amor dentro de si mesmo.

     Espero que tenham ficado um pouco mais esclarecidos e/ou elucidados, mas caso ainda tenham algumas dúvidas façam o favor de as colocar. Uma vez que acredito em Deus, deixo-os na paz e no amor divino universal.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:05
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 12 de Abril de 2012

Conversas com Deus…

O Senhor está dizendo que todos os eventos ruins que nos acontecem foram escolhidos por nós? Quer dizer que até mesmo as calamidades e os desastres mundiais são, em algum nível, criados por nós para que possamos "experimentar o oposto de Quem Somos"? E se for assim, não há um modo menos doloroso, para nós mesmos e para os outros, de criar oportunidades de nos experimentarmos?

     Você fez várias perguntas, e todas são boas. Vamos responder uma de cada vez.

     Não, nem todas as coisas que lhes acontecem e que chamam de ruins são escolha de vocês. Não no sentido consciente - que é aquele ao qual você se refere. Todas elas são criações suas. Vocês estão sempre envolvidos no processo de criar. Em todos os momentos. Todos os minutos. Todos os dias. Como podem criar, veremos mais tarde. Por enquanto, aceite apenas a Minha palavra: vocês são uma grande máquina criadora e produzem uma nova manifestação tão veloz quanto o pensamento.

     Ocorrências, condições, situações - tudo isso é criado pela consciência. A consciência individual é muito poderosa. Podem imaginar o tipo de energia criativa que é liberada quando duas ou mais pessoas se reúnem em Meu nome. E a consciência das massas? É tão poderosa que pode criar ocorrências e situações de importância e consequências mundiais.

     Não seria certo dizer - não no modo a que você se refere que vocês escolhem essas consequências. Não as escolhem mais do que Eu as escolho. Como Eu, vocês as observam. E decidem Quem São com referência a elas. Contudo, não há vítimas e nem algozes no mundo. E você tampouco é uma vítima das escolhas dos outros.

     Em algum nível todos vocês criaram o que dizem que detestam - e portanto, o escolheram. Esse é um nível avançado de pensamento que todos os Mestres atingem mais cedo ou mais tarde. Porque é apenas quando eles aceitam a responsabilidade por tudo é que podem ter o poder de mudar parte disso.

     Enquanto você nutrir a ideia de que há algo ou alguém "fazendo isso" com você, não terá o poder de fazer nada a respeito. Somente quando disser "eu fiz isso" poderá ter o poder de mudá-lo. É muito mais fácil você mudar o que está fazendo do que mudar o que os outros estão fazendo.

     O primeiro passo para mudar qualquer coisa é saber e aceitar que você escolheu que ela fosse o que é. Se não puder aceitar isso em um nível pessoal, admita-o através de sua compreensão de que Nós somos todos Um. Tente então criar mudança não porque algo está errado, mas porque não é mais uma afirmação exata de Quem Você É.

     Há apenas um motivo para fazer alguma coisa: uma afirmação para o universo de Quem Você É.

     Usada desse modo, a vida passa a criar o Eu. Você a usa para criar o seu Eu como Quem Você É, e Quem Sempre Desejou Ser. Também há apenas um motivo para desfazer alguma coisa: ela não ser mais uma afirmação de Quem Você Deseja Ser, não o reflectir, não o representar.

     Se você quiser ser correctamente representado, deve tentar mudar tudo em sua vida que não se encaixa na imagem que deseja projectar na eternidade.

     No sentido mais amplo, todos os eventos "ruins" que acontecem são da sua escolha. O erro não é escolhê-los, mas chamá-los de ruins. Porque ao fazer isso, você chama o seu Eu de ruim, já que os criou. Esse rótulo você não pode aceitar; portanto, em vez de rotular o seu Eu como ruim, nega as suas próprias criações. É essa desonestidade intelectual e espiritual que o deixa aceitar um mundo em tais condições. Se você tivesse de aceitar - ou pelo menos tivesse uma forte sensação interior de responsabilidade pessoal pelo mundo este seria um lugar muito diferente. Sem dúvida seria, se todos se sentissem responsáveis. Por ser tão óbvio é que esse fato se torna tão doloroso e irónico.

     As calamidades e os desastres naturais do mundo - seus tornados e furacões, vulcões e enchentes - desordens físicas - não são especificamente criações suas. O que você cria é o grau em que esses eventos afectam a sua vida.

     Há eventos no universo que nenhum vôo da imaginação poderia afirmar que você provocou ou criou. Esses eventos foram criados pela consciência combinada do homem. Todo o mundo, criando junto, produz essas experiências. O que cada um de vocês faz individualmente é passar por elas, decidindo o que significam para vocês - se é que têm algum significado – e Quem e O Que Vocês São em relação a elas. Portanto, vocês criam colectiva e individualmente a vida e os tempos que estão experimentando, e o objectivo é a evolução da alma.

     Você perguntou se há um modo menos doloroso de passar por esse processo - e a resposta é sim. Contudo, nada em sua experiência exterior terá mudado. O modo de diminuir o sofrimento que você associa às experiências e ocorrências terrenas - tanto as suas como as das outras pessoas - é mudar o modo de vê-Ias.

     Você não pode mudar o evento exterior (porque foi criado por todos vocês, e não é suficientemente maduro em sua consciência para alterar individualmente o que foi criado colectivamente), por isso deve mudar a experiência interior. Esse é o caminho para o completo controle na vida. Nada é em si doloroso. O sofrimento resulta do pensamento erróneo. É um erro no modo de pensar.

     Um mestre pode acabar com a dor mais intensa. Desse modo, o Mestre cura.

     O sofrimento resulta de um julgamento que você fez sobre uma coisa. Elimine o julgamento e o sofrimento desaparecerá. O julgamento frequentemente se baseia na experiência anterior. Sua ideia sobre uma situação se origina de uma ideia anterior sobre ela. Sua ideia anterior resulta de uma ideia ainda mais anterior - e essa ideia de outra, e assim por diante, como um bloco de edifícios, até você voltar por todo o caminho até a sala de espelhos, ao que Eu chamo de primeiro pensamento.

     Todo pensamento é criativo, e nenhum pensamento é mais poderoso do que o original. É por essa razão que às vezes ele também é chamado de pecado original. O pecado original ocorre quando o seu primeiro pensamento sobre alguma situação é erróneo. O erro é então cometido muitas vezes, sempre que você tem um segundo ou terceiro pensamento em relação a ela. É trabalho do Espírito Santo inspirá-lo a ter novas compreensões que podem livrá-lo de seus erros.

Fonte: Neale Donald Walsch

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:51
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 10 de Abril de 2012

Armadilhas e Ciladas no caminho de Ascensão

 

“Nas minhas viagens pela vida como ser espiritual, psicólogo espiritualista e discípulo do caminho, tomei consciência de muitas das armadilhas e ciladas que se encontram no caminho espiritual. Considero-me até especialista no assunto, pois tive a experiência de cair na maioria delas.


Recomendo, convicto, a meditação sobre a lista que apresento a seguir. Embora breve em palavras, é profunda em intuições. O meu propósito ao partilhar estas situações é poupar, ao maior número de pessoas possível, sofrimento desnecessário, carma negativo e os atrasos no caminho da ascensão, provocados pelo desconhecimento e pela ignorância.

O caminho espiritual é bastante fácil num plano e incrivelmente complicado em outro. O ego negativo e as forças das trevas espalham sedução e apegos, imensos complexos e ardilosos desafios em cada passo do Caminho.


Cometer erros e cair nessas armadilhas é normal. A minha preocupação é evitar que as pessoas que buscam o seu Caminho, fiquem enredadas nas ciladas por longos períodos, ou mesmo vidas inteiras.”


Eis, então, as armadilhas e as ciladas mais comuns:

1. Abrir mão do seu poder pessoal, concedendo-o a outras pessoas, à mente subconsciente, ao ego negativo, aos cinco sentidos, ao corpo físico, ao corpo emocional, ao corpo mental, à criança interior, a um guru, aos mestres ascensionados, a Deus, a tudo o que for externo.

2. Amar os outros, mas não a si mesmo.

3. Não reconhecer o ego negativo como fonte de todos os problemas.

4. Concentrar-se em Deus, mas deixar de integrar e educar de modo correcto, a sua criança interior.

5. Comer incorrectamente e não fazer exercícios físicos suficientes, o que resulta em doença física e limitação nos outros níveis.

6. Mergulhar profundamente na vida espiritual mas não reconhecer o plano psicológico, que precisa ser compreendido e dominado.

7. Desejos, desejos e mais desejos materiais.

8. Exercer poder sobre os outros depois de alcançar o sucesso.

9. Desligar-se demais das coisas da Terra, o que prejudica o corpo físico.

10. Tentar escapar da Terra, em vez de criar o Céu na Terra.

11. Ver apenas as aparências, em vez de observar a verdadeira realidade que está por detrás de todas as aparências.

12. Tentar tornar-se Deus, em vez de perceber que você já é o Eu Eterno, como todas as outras pessoas o são.

13. Não perceber que você é a causa de tudo.

14. Servir os outros totalmente, antes de se tornar auto-realizado dentro de si mesmo.

15. Pensar que existe algo que se possa chamar de raiva justificada. A raiva é uma armadilha perigosa.

16. Tornar-se um extremista, e não ser moderado em todas as coisas.

17. Pensar que precisa ser asceta para tornar-se um ser espiritual.

18. Tornar-se sisudo demais, deixando de ter alegria, felicidade e diversão suficientes na vida. Não há ascensão sem alegria.

19. Ser indisciplinado e deixar de perseverar incessantemente nas suas práticas espirituais.

20. Abandonar as práticas e estudos espirituais quando se envolve num relacionamento.

21. Dar prioridade a um relacionamento, em detrimento de si e do seu processo interno. Essa é outra armadilha traiçoeira.

22. Deixar que a criança interior governe a sua vida.

23. Ser crítico demais e duro demais para consigo mesmo.

24. Deixar-se enredar pelo glamour e ilusão dos poderes psíquicos.

25. Tomar posse do seu poder pessoal, mas não aprender ao mesmo tempo a submeter-se ao seu Cristo interno.

26. Abrir mão do seu poder pessoal quando estiver fisicamente cansado.

27. Esperar que Deus e os mestres ascensionados resolvam todos os seus problemas.

28. Viver no piloto automático e relaxar a vigilância.

29. Entregar o seu poder a entidades que se possam comunicar consigo.

30. Ler demais e não meditar o bastante.

31. Deixar que a sexualidade o domine, em vez de dominá-la.

32. Identificar-se excessivamente com seu corpo mental ou emocional, sem atingir o equilíbrio.

33. Pensar que precisa ser um canal para outras vozes, ver ou experimentar toda a espécie de fenómenos mediúnicos a fim de se tornar espiritualizado ou ascender.

34. Forçar a elevação da sua kundalini.

35. Forçar a abertura dos seus chacras.

36. Pensar que o seu caminho espiritual é melhor que o dos outros.

37. Julgar as pessoas em função do nível de iniciação que alcançaram.

38. Partilhar o seu nível "avançado" de iniciação com outras pessoas.

39. Contar aos outros o seu "bom trabalho espiritual", em vez de simplesmente centrar-se na sua humildade. “Não saiba a tua mão esquerda o que fez a tua mão direita”.

40. Pensar que as emoções negativas são algo imprescindível.

41. Isolar-se dos outros e achar que isso é ser espiritualista.

42. Considerar a Terra um lugar terrível.

43. Entregar o seu poder à astrologia ou à influência dos astros, como fatores externos e incontornáveis.

44. Apegar-se demais às coisas e às pessoas.

45. Viver desapegado demais com relação à vida; não se esforçar rumo ao desapego envolvido.

46. Viver preocupado demais com o Eu; e não se dedicar o suficiente a servir os outros.

47. Enredar-se nas numerosas teorias equivocadas da psicologia tradicional, pois cada uma delas não passa de uma fina fatia da torta inteira.

48. Ser místico demais ou ocultista demais, e não se esforçar para integrar os dois lados.

49. Desistir no meio das grandes adversidades. Essa é uma das piores armadilhas. Nunca desista! Nunca, jamais deve desistir!

50. Achar que o sofrimento que o incomoda - seja em que nível for - não irá passar.

51. Concentrar-se demais no nível de iniciação que alcançou, ou aguardar com ansiedade exagerada o momento da ascensão, em vez de se preocupar com o trabalho que precisa ser feito.

52. Deixar-se enredar pelos poderes espirituais em vez de reconhecer que o amor é, de entre todos, o maior poder espiritual.

53. Denegrir outros grupos espiritualistas ou metafísicos, em vez de buscar o trabalho conjunto e a unificação, mesmo que esses grupos não estejam inteiramente sintonizados com todas as suas crenças.

54. Deixar-se enredar no dogma da religião tradicional, ou quaisquer outros dogmas.

55. Pensar que precisa de um sacerdote, que aja como intermediário entre si e Deus.

56. Usar as suas crenças espirituais para gerar divisão, elitismo ou uma condição especial indevida.

57. Tornar-se fanático demais pelas suas próprias crenças.

58. Achar que pode alcançar a iluminação por meio de drogas ou algum tipo de pílula mágica. Essa é uma das piores formas de ilusão!

59. Achar que outras pessoas não precisam trabalhar no seu caminho espiritual.

60. Sobrevalorizar o relacionamento com os filhos em detrimento das relações consigo mesmo e com o seu Cristo interno.

61. Enredar-se em todas as atracções deste mundo material, realmente fascinante.

62. Envolver-se demais no amor a uma só Pessoa, em vez de expandir seu amor para englobar muitas pessoas, e todos os outros, de forma incondicional.

63. Enredar-se na dualidade, em vez de buscar equilíbrio mental, paz interior e equidade em todos os momentos; se você não transcender a dualidade, continuará a sentir-se vítima da sua própria montanha-russa emocional, sacudindo-se de um lado para o outro entre os altos e baixos da vida. A alma e o espírito pensam com uma consciência transcendente, que não tem ligação com essa lufa-lufa quotidiana.

64. Ser pai ou filho, mãe ou filha no relacionamento a dois, em vez de assumir a condição de adulto.

65. Pensar que precisa sofrer na vida. Isto é tremendamente falso!

66. Ser ou querer ser um mártir do caminho espiritual.

67. Precisar de controlar os outros.

68. Ter ambição espiritual.

69. Precisar de simpatia, amor ou aprovação.

70. Ter necessidade de ser um Mestre.

71. Ser hipersensível ou, no outro lado da moeda, duro demais.

72. Assumir responsabilidades no lugar dos outros.

73. Ser ou querer ser um salvador.

74. Servir por motivos egoístas e pensar que está a acumular mérito espiritual.

75. Pensar que é espiritualmente mais avançado do que realmente é; por outro lado, pensar que é menos avançado do que realmente é.

76. Ser famoso e cultivar a dependência da fama.

77. Dar importância indevida à busca da paixão ou da alma gêmea, e não perceber que a sua própria Alma - e a Mónada - são aquelas que, na verdade, o podem complementar e saciar interiormente.

78. Pensar que precisa de um relacionamento romântico para ser feliz.

79. Precisar ver-se no centro do palco; ou, no outro lado da moeda, preferir sempre esconder-se pelos cantos.

80. Trabalhar e esforçar-se demais, exaurindo-se fisicamente, ou, no outro lado da moeda, distrair-se demais e não se ocupar dos assuntos do Pai.

81. Buscar orientação em médiuns e não confiar na própria intuição.

82. Entregar-se, neste plano ou no plano interior, a mestres que não sejam ascensionados e que, logicamente, também têm uma compreensão e concepção limitadas da realidade.

83. Fazer do caminho espiritual um hobby, e não o "fogo devorador".

84. Perder tempo demais em frente da TV, na Internet, com jogos de vídeo, ou lendo romances fúteis, e assistindo a filmes violentos.

85. Gastar quantidades imensas de tempo e energia por falta de organização e administração adequada do tempo.

86. Pensar que discutir com os outros é algo que lhe sirva a si, ou sirva a outras pessoas.

87. Tentar vencer ou estar certo, em vez de se esforçar por amar e compreender.

88. Enfatizar demais a intuição, o intelecto, o sentimento e o instinto, em vez de perceber que tudo isso precisa ser equilibrado e integrado, cada qual na sua devida proporção; a cilada, aqui, é identificar-se excessivamente com um deles.

89. Devotar-se a um guru que o diminui e o divide, em vez de se dedicar ao Eu espiritual que é você mesmo, e cultivar o seu próprio Cristo interno.

90. Tentar permanecer aberto todo o tempo, em vez de saber como abrir e fechar o seu campo energético, de acordo com as necessidades.

91. Não saber dizer não aos outros, à criança interior ou ao ego negativo.

92. Pensar que a violência ou qualquer tipo de agressão contra os outros lhe vai trazer aquilo que você deseja, ou que sirva a Deus de algum modo.

93. Culpar Deus ou irritar-se com Ele ou contra os mestres ascensionados por causa dos próprios problemas.

94. Quando suas orações não forem atendidas, pensar que Deus e os mestres ascensionados não estão respondendo às suas preces.

95. Comparar-se com outras pessoas, em vez de perceber que somos únicos, e que as potencialidades, as circunstâncias e as vivências do outro não são as suas.

96. Pensar que ser pobre é ser espiritualizado. Pensar que é preciso ser rico para ser feliz e espiritualizado.
97. Comparar-se e competir com os outros por causa dos níveis de iniciação e ascensão.

98. Assumir o papel de vítima diante de outras pessoas ou do seu próprio corpo físico, emocional ou mental, desejos, cinco sentidos, ego negativo, eu inferior.

99. Estudar demais e não manifestar os seus conhecimentos no mundo real.

100. Pensar que o seu mau humor é a verdadeira realidade de Deus.

101. Pensar que o valor reside em fazer e alcançar coisas.

102. Pensar que você não precisa de se proteger espiritual, psicológica e fisicamente.

103. Pensar que glamour, ilusão, ego negativo, medo e separação, são a verdadeira realidade.

104. Usar açúcar, café e refrigerantes e outros estimulantes artificiais para obter energia física.

105. Tentar fazer tudo sozinho e não pedir a ajuda a Deus; ou, no outro lado da moeda, pedir a ajuda de Deus e não se ajudar a si mesmo.

106. Deixar de amar as pessoas porque elas o estão a tratar mal ou dando um exemplo negativo de egoísmo; não distinguir a pessoa de seu comportamento.

107. Perder a fé na realidade viva da Alma, da Mônada, de Deus e dos Mestres Ascensionados, e na capacidade que eles têm de ajudá-lo.

108. Pensar que apenas as outras pessoas podem atingir a ascensão, ou ser Luz no mundo, ou pelo menos não nesta vida.

109. Tentar atingir a ascensão para fugir dos problemas quotidianos.

110. Pensar que a Terra é uma prisão, e não reconhecê-la como um Paraíso em evolução.

“Tudo o que existe no universo divino é governado por leis - físicas, emocionais, mentais e espirituais. Aprendendo a compreender essas leis e tornando-se obediente a elas você trilhará o caminho da ascensão.”

Por Dr. Joshua David Stone

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:25
Link | Comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 29 de Março de 2012

Mensagem do dia…

Foste enviado para a Terra,

Para cumprir mais uma missão,

Sentes-te perdido e baralhado,

No seio de tanta confusão;

         Um turbilhão de pensamentos,

         Surgem na sua mente,

         Muitas perguntas sem resposta,

         Às quais não fico indiferente;

Interpretam mal o que dizes,

Incompreendendo as palavras e reflexões,

Mas as palavras que dizes ficam nas suas mentes,

E quando chegar o momento alcançarão os corações;

         Mas um dia sem contar,

         Um Ser de luz apareceu na sua vida,

         Chegou quando estavam reunidas as condições,

         Para dar as orientações quando estava perdida;

Agora sabe por onde caminhar,

Sabe o que quer fazer,

Definiu um rumo para a sua vida,

Acabou com o receio de se perder;

         Sabe que praticar o bem é o seu desígnio,

         Aprender a usar a energia do Amor Incondicional,

         Para assim ajudar o seu semelhante,

         Emanando para todos o Amor Universal;

Todos devemos praticar o Amor,

Viver a vida com gratidão,

Somos as mãos de Deus,

Ele nunca nos deixa de dar a mão;

         Ser um servo da Luz,

         É agir e trabalhar com o coração,

         Em prol do bem-estar comum,

         Seguindo o caminho universal de ascensão.

Encontro a felicidade,

Contida dentro do meu Ser,

Sinto-me feliz e confiante,

Para o seu caminho ajudar a percorrer.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: Yani
Publicado por Viktor às 18:46
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 14 de Março de 2012

Juiz e Carrasco…

Caros leitores,

     A nossa vida é repleta de acontecimentos, sentimentos e emoções, que devemos observar como “testes” à nossa aprendizagem e evolução interior, os quais tentarei explicar para que possam entender melhor o que lhes pretendo dizer.

     Observo que na generalidade o Ser humano tem mais facilidade em apontar o dedo aos outros, em vez de reconhecer o que em si está mal e assim fazer o seu trabalho de casa (as costas dos outros são os nossos espelhos). Apontado e/ou julgando estamos a ser juízes e carrascos, pois atribuímos uma determinada “sentença” e quem somos nós para julgar os outros? Serei eu alguém sem defeitos? O papel de Juíz e Carrasco cabe ao divino quando fizer a análise desta nossa estadia (vida) na Terra, e o Ser humano nunca deve conotar as pessoas dizendo que são isto e aquilo, pois até mesmo os Seres humanos mais puros por vezes também têm os seus momentos mais fracos (veja-se a “Madre Teresa de Calcutá” que em determinada altura pôs em causa a existência divina de Deus). Com isto quero-lhe dizer que, mesmo aqueles seres que definem como “pessoas boas” podem determinada altura dizer ou ter uma atitude menos própria ou coerente, mas eu pergunto quem nunca errou na vida? É claro que podemos divergir desta ou aquela atitude ou palavra que certa pessoa disse, mas isso não significa que seja uma pessoa de má índole.

     Agora dirigindo-me a si mesmo, vamo-nos centrar no seu “Eu Sou Interior”. É precisamente aí que reside a sua essência, a qual é julgada e punida pela sua mente (juiz e carrasco), através de todos os condicionalismos que constantemente impõe a si mesmo. Condicionamos a nossa evolução, através dos medos, dos pensamentos negativos, pela falta de auto confiança entre muitas outras coisas e o atrapalham em todas as circunstâncias da vida. Faça o favor de tratar bem de si e de ser feliz.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: Feliz e Repleto de Energia...
Publicado por Viktor às 17:50
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: O Futuro…

. Reflexão: Pobreza...

. Reflexão sobre “A imposiç...

. Reflexão: As Missões das ...

. Crença ou Descrença…

. Hoje: Dia Mundial da Cari...

. Mensagem do dia...

. O Santo Homem

. Reflexão: Reiki, uma filo...

. A Perfeição do Plano Divi...

. Universo Energético do Re...

. Conversas com Deus…

. Armadilhas e Ciladas no c...

. Mensagem do dia…

. Juiz e Carrasco…

. Reflexão do dia...

. A Importância do Perdão…

. O Deus Esquecido...

. Crianças...

. Conversas entre Forças Un...

. A Pequena Alma... ...Perd...

. REIsocialKI® em Reflexão…

. Reflexão...

. Irmão, se grato pelo que ...

. Julgamento

. Reflexão do dia

. O que é MERKABA?

. Adeus SRI SATHYA SAI BABA...

. Reflexão… humanidade...

. Planeta Vénus - Mudança d...

.Arquivos

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31