.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Agradecimento...

Cara amiga Joana;

Venho por este meio agradecer públicamente o prémio que me atribuiu, ao defenir este Blog como um Blog 5 Estrelas[*****].

Para quem não leu, reproduzo qui o motivo da minha nomeação:

     «Vicktor, que me fez despertar para lá do óbvio. Que me estimulou a quebrar a barreira do ceptiscimo e da teimosia e dar oportunidade a novos mundos

A mesma pode ser lida na íntegra clicando aqui.

Muito obrigado pela nomeação.

Podem comentar deixando as opiniões...

Saudações Reikianas - Namasté.

Publicado por Viktor às 11:45
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

REIKI

Há mais de 2500 anos a medicina tradicional Tibetana estuda e trabalha, com comprovada eficácia, com técnicas de cura que se utilizam da energia das plantas, minerais, o poder da mente humana e da Força Vital do Universo.
            Com profundo conhecimento dos sistemas de funcionamento do corpo humano, enquanto ser eléctrico, a medicina Tibetana permite e leva a compreensão da interligação entre os sistemas de pensar e a condição física, a relação do ser humano com outros seres e a sobrevivência do planeta.
            Reiki é uma das mais efectivas técnicas de cura física e equilíbrio espiritual da Medicina Tibetana, trabalhando com o homem total, holístico (Físico-Mente-Corpo), permitindo a retomada do estado natural e desejável de bem-estar e harmonia. O Reiki permite a liberação da energia e a restauração dos processos sadios no sistema de viver. Através de toques suaves, o corpo e a mente são estimulados a reagir às suas deficiências, desfazendo “NÓS” dos Canais Eléctricos do Corpo, rompendo padrões de stress, disfunções de Chakras e órgãos correlacionados, e deslocamentos dos corpos áuricos.
            O Reiki Trabalha exclusivamente com a Energia Vital do Universo, sem polaridades, por conseguinte sem qualquer efeito indesejável ou colateral, muitas vezes encontrados em outras modalidades de terapias energéticas (como a sub ou super estimulação de glândulas e Chakras). O Reiki tem demonstrado na sua prática de ser completamente acessível a todas as pessoas, em qualquer situação, não existindo impedimento quanto a idade e muito menos à condição física do terapeuta – existindo a auto-aplicação mesmo durante o atendimento à outra pessoa.
            Para a aplicação, o Reiki prescinde de mentalizações, preces, cuidados ou qualquer comportamento, externo e interno, para estar promovendo a cura. Sem religião ou filosofia, sem rituais, adequado ao sistema moderno de vida, o Reiki capta e direcciona a mais perfeita e completa energia e manutenção da vida.
Publicado por Viktor às 09:49
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 14 de Outubro de 2007

Última Hora

Caros amigos, leitores e reikianos,
Quero comunicar que no próximo fim de semana se vai realizar em Albufeira o Curso de Iniciação ao Reiki Nível 1, para o qual ainda tenho 2 vagas.
Para quem estiver interessado poderá contactar-me via email para mais esclarecimentos.
Desejo-lhes uma boa semana.
Saudações Reikianas - NAMAS.
Publicado por Viktor às 21:01
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

CARGA ERÓTICA

Dois sistemas se defrontam: o dos ascetas, que tem por base o aniquilamento do corpo, e o dos materialistas, que se baseia no rebaixamento da alma. Duas violências quase tão insensatas uma quanto a outra. Ao lado desses dois grandes partidos, formiga a numerosa tribo dos indiferentes que, sem convicção e sem paixão, são mornos no amar e económicos no gozar. Onde, então, a sabedoria? Onde, então, a ciência de viver? Em parte alguma; e o grande problema ficaria sem solução, se o Espiritismo não viesse em auxílio dos pesquisadores, demonstrando-lhes as relações que existem entre o corpo e a alma e dizendo-lhes que, por serem necessários uma ao outro, importa cuidar de ambos. Amai, pois, a vossa alma, porém, cuidai igualmente do vosso corpo, instrumento daquela. Desatender às necessidades que a própria Natureza indica, é desatender a lei de Deus. Não castigueis o corpo pelas faltas que o vosso livre arbítrio o induziu a cometer e pelas quais é ele tão responsável quanto o cavalo, mal dirigido, pelos acidentes que causa.

Sereis, porventura, mais perfeitos se, martirizando o corpo, não vos tornardes menos egoístas, nem menos orgulhosos e mais caritativos para com o vosso próximo? Não, a perfeição não está nisso, está toda nas formas por que fizerdes passar o vosso Espírito. Dobrai-o, submetei-o, humilhai-o, mortificai-o: esse o meio de o tornardes dócil à vontade de Deus e o único de alcançardes a perfeição. Do item 11, do Cap. XVII, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo".

O instinto sexual, exprimindo amor em expansão incessante, nasce nas profundezas da vida, orientando os processos da evolução. Toda criatura consciente traz consigo, devidamente estratificada, a herança incomensurável das experiências sexuais, vividas nos reinos inferiores da Natureza. De existência a existência, de lição em lição e de passo em passo, por séculos de séculos, na esfera animal, a individualidade, erguida à razão, surpreende em si mesma todo um mundo de impulsos genésicos por educar e ajustar às leis superiores que governam a vida. A princípio, exposto aos lances adversos das aventuras poligâmicas, o homem avança, de ensinamento a ensinamento, para a sua própria instalação na monogamia, reconhecendo a necessidade de segurança e equilíbrio, em matéria de amor; no entanto, ainda aí, é impelido naturalmente a carregar o fardo dos estímulos sexuais, muita vez destrambelhado, que lhe enxameiam no sentimento, reclamando educação e sublimação. Depreende-se disso que toda criatura na Terra transporta em si mesma determinada taxa de carga erótica, de que, em verdade, não se libertará unicamente ao preço de palavras e votos brilhantes, mas à custa de experiência e trabalho, de vez que instintos e paixões são energias e estados inerentes à alma de cada um, que as leis da Criação não destroem e sim auxiliam cada pessoa a transformar e elevar, no rumo da perfeição. Fácil entender, portanto, que do erotismo, como factor de magnetismo sexual humano, na romagem terrestre, seja em se tratando de Espíritos encarnados ou desencarnados na Comunidade Planetária, não partilham tão somente as inteligências que já se angelizaram, em minoria absoluta no Plano Físico, e aqueles irmãos da Humanidade provisoriamente internados nas celas da idiotia, por força de lides expiatórias abraçadas ou requisitadas por eles próprios, antes do berço terreno. Os Espíritos sublimados se atraem uns aos outros por laços de amor considerado divino, por enquanto inabordáveis a nós outros, seres em laboriosa escalada evolutiva e que compartilhamos das tendências e aspirações, dificuldades e provas do género humano. E os companheiros temporariamente bloqueados por cérebros deficientes e obtusos atravessam períodos mais ou menos longos de silêncio emocionados, destinados a reparações e reajustes, quase sempre solicitados por eles mesmos - repetimos -, já que se sentenciam a entraves e inibições, no campo de exteriorização da mente, através dos quais refazem atitudes e reacondicionam impulsos afectivos em preciosas tomadas e retomadas de consciência. À vista do exposto, é fácil reconhecer que toda criatura humana, sempre nascida ou renascida sob o patrocínio do sexo, acarreta consigo determinada carga de impulsos eróticos, que a própria criatura aprende, gradativamente, a orientar para o bem e a valorizar para a vida. Diante do sexo, não nos achamos, de nenhum modo, à frente de um despenhadeiro para as trevas, mas perante a fonte viva das energias em que a Sabedoria do Universo situou o laboratório das formas físicas e a sensação dos estímulos espirituais mais intensos para a execução das tarefas que esposamos, em regime de colaboração mútua, visando ao rendimento do progresso e do aperfeiçoamento entre os homens. Cada homem e cada mulher que ainda não se angelizou ou que não se encontre em processo de bloqueio das possibilidades criativas, no corpo ou na alma, traz, evidentemente, maior ou menor percentagem de anseios sexuais, a se expressarem por sede de apoio afectivo, e é claramente, nas lavras da experiência, errando e acertando e tornando a errar para acertar com mais segurança, que cada um de nós - os filhos de Deus em evolução na Terra - conseguirá sublimar os sentimentos que nos são próprios, de modo a erguer-nos em definitivo para a conquista da felicidade celeste e do Amor Universal.

EMMANUEL
Publicado por Viktor às 10:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

ABSTINÊNCIA E CELIBATO

Pergunta - O celibato voluntário representa um estado de perfeição meritório aos olhos de Deus?

Resposta - Não, e os que assim vivem, por egoísmo, desagradam a Deus e enganam o mundo.

Pergunta - Da parte de certas pessoas, o celibato não será um sacrifício que fazem com o fim de se votarem, de modo mais completo, ao serviço da Humanidade?

Resposta - O caso é muito diferente. Eu disse: por egoísmo. Todo sacrifício pessoal é meritório, quando feito para o bem. Quanto maior o sacrifício, tanto maior o mérito. Itens nºs 698 e 699, de "O Livro dos Espíritos".

Abstinência, em matéria de sexo e celibato, na vida de relação pressupõe experiências da criatura em duas faixas essenciais – a daqueles Espíritos que escolhem semelhantes posições voluntariamente para burilamento ou serviço, no curso de determinada reencarnação, daqueles outros que se vêem forçados a adoptá-las, por força de inibições diversas. Indubitavelmente, os que consigam abster-se da comunhão afectiva, embora possuindo em ordem todos os recursos instrumentais para se aterem ao conforto de uma existência a mais, com o fim de se fazerem mais úteis ao próximo, decerto que traçam a si mesmos escaladas mais rápidas aos cimos do aperfeiçoamento. Agindo assim, por amor, doando o corpo a serviço dos semelhantes, e, por esse modo, amparando os irmãos da Humanidade, através de variadas maneiras, convertem a existência, sem ligações sexuais, em caminho de acesso à sublimação, ambientando-se em climas diferentes de criatividade, porquanto a energia sexual neles não estancou o próprio fluxo; essa energia simplesmente se canaliza para outros objectivos - os de natureza espiritual. E, em concomitância com os que elegem conscientemente esse tipo de experiência, impondo-se duros regimes de vivência pessoal, encontramos aqueles outros, os que já renasceram no corpo físico induzidos ou obrigados à abstinência sexual, atendendo a inibições irreversíveis ou a processos de inversão pelos quais sanam erros do pretérito ou se recolhem a pesadas disciplinas que lhes facilitem a desincumbência de compromissos determinados, em assuntos do espírito. Num e noutro caso, identificamos aqueles que se fazem chamar, segundo os ensinamentos evangélicos, como sendo "eunucos" por amor do Reino de Deus". Esses eunucos, porém, muito ao contrário do que geralmente se afirma, não são criaturas psicologicamente assexuadas, respirando em climas de negação da vida. Conquanto abstémicos da emotividade sexual, voluntária ou involuntariamente, são almas vibrantes, inflamadas de sonhos e desejos, que se omitem, tanto quanto lhes é possível, no terreno das comunhões afectivas, para satisfazerem as obrigações de ordem espiritual a que se impõem. Depreende-se daí a impossibilidade de se doarem a quaisquer tarefas de reparação ou elevação sem tentações, sofrimentos, angústias e lágrima; e, às vezes, até mesmo escorregões e quedas, nos domínios do sentimento, de vez que os impulsos do amor nelas se mantêm com imensa agudeza, predispondo-as à sede incessante de compreensão e de afecto. Entendendo-se os valores da alma por alimento do espírito, impossível esquecer que a produção do bem e do aprimoramento se realiza à base de atrito e desgaste. A semente é segregada no solo para desenvencilhar-se dos empeços que a constringem, de modo a formar o pão, e o pão, a rigor, não se completa em forno frio. A força no carro não surge sem a queima de combustível, e o motor não lhe garante movimento sem aquecer-se em nível adequado. Abstinência e celibato, seja por decisão súbita do homem ou da mulher, interessados em educação dos próprios impulsos, no curso da reencarnação, ou seja por deliberação assumida, antes do renascimento na esfera física, em obediência a fins específicos, não contam indiferença e nem anestesia do sentimento. Celibato e abstinência, em qualquer forma de expressão, constituem tentações louváveis do ser, experiências de carácter transitório -, nos quais a fome de alimento afectivo se lhes transforma no intimo do coração em fogo purificador, acrisolandolhes as tendências ou transfigurando essas mesmas tendências em clima de produção do bem comum, através do qual, pela doação de uma vida, se efectua o apoio espiritual ou a iluminação de inúmeras outras. Tais considerações nos impelem a concluir que a vida sexual de cada criatura é terreno sagrado para ela própria, e que, por isso mesmo, abstenção, ligação afectiva, constituição de família, vida celibatária, divórcio e outras ocorrências, no campo do amor, são problemas pertinentes à responsabilidade de cada um, erigindo-se, por essa razão, em assuntos, não de corpo para corpo, mas de coração para coração.

EMMANUEL

Publicado por Viktor às 23:42
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

ADULTÉRIO E PROSTITUIÇÃO

Atire-lhe a primeira pedra aquele que estiver isento de pecado, disse Jesus.

Esta sentença faz da indulgência um dever para nós outros porque ninguém há que não necessite, para si próprio, de indulgência. Ela nos ensina que não devemos julgar com mais severidade os outros, do que nos julgamos a nós mesmos, nem condenar em outrem aquilo de que nos absolvemos. Antes de atribuirmos a alguém uma falta, vejamos se a mesma censura não nos pode ser feita. Do item 13, do Cap. X, de O Evangelho Segundo o Espiritismo.

É curioso notar que Jesus, em se tratando de faltas e quedas, nos domínios do espírito, haja escolhido aquela da mulher, em falhas do sexo, para pronunciar a sua inolvidável sentença: "aquele que estiver sem pecado atire a primeira pedra". Dir-se-ia que no rol das defecções, deserções, fraquezas e delitos do mundo, os problemas afectivos se mostram de tal modo encravados no ser humano que pessoa alguma da Terra haja escapado, no cardume das existências consecutivas, aos chamados "erros do amor". Penetre cada um de nós os recessos da própria alma, e, se consegue apresentar comportamento irrepreensível, no imediatismo da vida prática, ante os dias que correm, indague-se, com sinceridade, quanto às próprias tendências. Quem não haja varado transes difíceis, nas áreas do coração, no período da reencarnação em que se encontre, investigue as próprias inclinações e anseios no campo íntimo, e, em sã consciência, verificará que não se acha ausente do emaranhado de conflitos, que remanescem do acervo de lutas sexuais da Humanidade. Desses embates multimilenários, restam, ainda, por feridas sangrentas no organismo da colectividade, o adultério que, de futuro, será classificado na patologia das doenças da alma, extinguindo-se, por fim, com remédio adequado, e a prostituição que reúne em si homens e mulheres que se entregam às relações sexuais, mediante paga, estabelecendo mercados afectivos. Qual ocorre aos flagelos da guerra, da pirataria, da violência homicida e da escravidão que acompanham a comunidade terrestre, há milénios, diluindo-se, muito pouco a pouco, o adultério e a prostituição ainda permanecem, na Terra, por instrumentos de prova e expiação, destinados naturalmente a desaparecer, na equação dos direitos do homem e da mulher, que se harmonizarão pelo mesmo peso, na balança do progresso e da vida. Note-se que o lenocínio de hoje, conquanto situado fora da lei, é o herdeiro dos bordéis autorizados por regulamentação oficial, em muitas regiões, como sucedia notadamente na Grécia e na Roma antigas, em que os estabelecimentos dessa natureza eram constantemente nutridos por levas de jovens mulheres orientais, directa ou indirectamente adquiridas, à feição de alimárias, para misteres de aluguer. Tantos foram os desvarios dos Espíritos em evolução no Planeta – Espíritos entre os quais muito raros de nós, os companheiros da Terra, não nos achamos incluídos - que decerto Jesus, personalizando na mulher sofredora a família humana, pronunciou a inesquecível sentença, convocando os homens, supostamente puros em matéria de sexualidade, a lançarem sobre a companheira infeliz a primeira pedra. Evidentemente, o mundo avança para mais elevadas condições de existência. Fenómenos de transição explodem aqui e ali, comunicando renovação. E, com semelhantes ocorrências, surge para as nações o problema da educação espiritual, para que a educação do sexo não se faça irrisão com palavras brilhantes mascarando a licenciosidade. Quando cada criatura for respeitada em seu foro íntimo, para que o amor se consagre por vínculo divino, muito mais de alma para alma que de corpo para corpo, com a dignidade do trabalho e do aperfeiçoamento pessoal luzindo na presença de cada uma, então os conceitos de adultério e prostituição se farão distanciados do quotidiano, de vez que a compreensão apaziguará o coração humano e a chamada desventura afectiva não terá razão de ser.

Emmanuel

Publicado por Viktor às 22:01
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

CONTROLE SEXUAL

Interroguem friamente suas consciências todos os que são feridos no coração pelas vicissitudes e decepções da vida; remontem, passo a passo, à origem dos males que os torturam e verifiquem se, as mais das vezes, não poderão dizer: Se eu houvesse feito, ou deixado de fazer tal coisa, não estaria em semelhante condição. Do item 4, do Cap. V, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo".

Existe o mundo sexual dos Espíritos de evolução primária, enguiçado de ligações irresponsáveis, e existe o mundo sexual dos Espíritos conscientes, que já adquiriram conhecimento das obrigações próprias, à frente da vida; o primeiro se constitui de homens e mulheres psiquicamente não muito distantes da selva, remanescentes próximos da convivência com os brutos, enquanto que o segundo é integrado pelas consciências que a verdade já iluminou, estudantes das leis do destino à luz da imortalidade. O primeiro grupo se mantém fixado à poligamia, às vezes desenfreada, e só, muito pouco a pouco, despertará para as noções da responsabilidade no plano do sexo, através de experiências múltiplas na fileira das reencarnações. O segundo já se levantou para a visão panorâmica dos deveres que nos competem, diante de nós mesmos, e procura elevar os próprios impulsos sexuais, educando-os pelos mecanismos da contenção. Falar de governo e administração, no campo sexual, aos que ainda se desvairam em manifestações poligâmicas, seria exigir do silvícola encargos tão-somente atribuíveis ao professor universitário, razão por que será justo deter-se alguém nesse ou naquele estudo alusivo à educação sexual apenas com aqueles que se mostrem susceptíveis de entender as reflexões exactas, nesse particular. Estabelecida a ressalva, perguntemos a nós mesmos se nos seria lícito abandonar, no mundo, os compromissos de natureza afectiva, assumidos diante uns dos outros. Assim nos externamos para considerar que a ligação sexual entre dois seres na Terra envolve a obrigação de proteger a tranquilidade e o equilíbrio de alguém que, no caso, é o parceiro ou a parceira da experiência "a dois", e, muito comumente, os "dois" se transfiguram em outros mais, na pessoa dos filhos e demais descendentes. Urge, desse modo, evitar arrastamentos no terreno da aventura, em matéria de sexo, para que a desordem nos ajustes propostos ou aceitos não venha a romper a segurança daquele ou daquela que tomamos sob nossa assistência e cuidado, com reflexos destrutivos sobre todo o grupo, em que nos arraigamos através da afinidade. Não se trata, em nossas definições, do chamado "vínculo indissolúvel" criado por leis humanas, de vez que, em toda parte, encontramos companheiros e companheiras lesados pelo comportamento de parceiros escolhidos para a vivência sexual e que, por isso mesmo, adquirem, depois de prejudicados, o direito natural de se vincularem à outra ligação ou a outras ligações subsequentes, procurando companhia ao nível de sua confiança e respeitabilidade; reportamo-nos ao impositivo da lealdade que deve ser respondida com lealdade, seja qual for o tipo de união em que os parceiros se comuniquem sexualmente um com o outro, sustentando o equilíbrio recíproco. Considerado o exposto, os participantes da comunhão afectiva, conscientes dos deveres que assumem, precisam examinar até que ponto terão gerado as causas da indisciplina ou deserção naquele ou naquela que desistiu da própria segurança íntima para se atirar à leviandade. Justo ponderar quanto a isso, porquanto, em muitas ocorrências dessa espécie, não é somente aquele ou aquela que se revelam desleais, aos próprios compromissos, o culpado pela ruptura na ligação afectiva, mas igualmente o companheiro ou a companheira que, por desídia ou frieza, mesquinhez ou irreflexão nos votos abraçados, induz a parceira ou o parceiro a resvalarem para a insegurança, no campo do afecto, atraindo perturbações de feição e tamanho imprevisíveis.

Emmanuel

Publicado por Viktor às 12:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

PAIS E FILHOS

A ingratidão é um dos frutos mais directos do egoísmo. Revolta sempre os corações honestos. Mas, a dos filhos para com os pais apresenta carácter ainda mais odioso. Do item 9, do Cap. XIV, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo". Trazida a reencarnação para os alicerces dos fenómenos sócio-domésticos, não é somente a relação de pais para filhos que assume carácter de importância, mas igualmente a que se verifica dos filhos para com os pais. Os filhos não pertencem aos pais; entretanto, de igual modo, os pais não pertencem aos filhos. Os genitores devem especial consideração aos que agridem os filhos e tentam escravizá-los, qual se lhes fossem objecto de propriedade exclusiva; todavia, encontramos, na mesma ordem de frequência, filhos que agridem os pais e buscam escravizá-los, como se os progenitores lhes constituíssem alimárias domésticas. A reencarnação traça rumos nítidos ao mútuo respeito que nos compete de uns para com os outros. Entre pais e filhos, há naturalmente uma fronteira de apreço recíproco, que não se pode ultrapassar, em nome do amor, sem que o egoísmo apareça, conturbando-lhes a existência. Justo que os pais não interfiram no futuro dos filhos, tanto quanto justo que os filhos não interfiram no passado dos pais. Os pais não conseguem penetrar, de imediato, a trama do destino que os princípios cármicos lhes reservam aos filhos, no porvir, e os filhos estão inabilitados a compreender, de pronto, o enredo das circunstâncias em que se mergulharam seus pais, no pretérito, a fim de que pudessem volver, do Plano Espiritual ao renascimento no Plano Físico. Unicamente no mundo das causas, após a desencarnação, ser-lhes-á possível o entendimento claro, acerca dos vínculos em que se imanizam. Invoque-se, à vista disso, o auxílio de religiosos, professores, filósofos e psicólogos, a fim de que a excessiva agressividade filial não atinja as raias da perversidade ou da delinquência para com os pais e nem a excessiva autoridade dos pais venha a violentar os filhos, em nome de extemporânea ou cruel desvinculação. Pais e filhos são, originariamente, consciências livres, livres filhos de Deus empenhados no mundo à obra de autoburilamento, resgate de débitos, reajuste, evolução. As leis da vida englobam-lhes a individualidade no mesmo alto gabarito de consideração. Nunca é lícito o desprezo dos pais para com os filhos e vice-versa. Não configuramos no assunto qualquer aspecto lírico na temática afectiva. Apresentamos, sumariamente, princípios básicos do Universo. A existência terrestre é muito importante no progresso e no aperfeiçoamento do Espírito; no entanto, ao mesmo tempo, é simples estágio da criatura eterna no educandário da experiência física, à maneira de estudante no internato.

Os pais lembram alunos, em condições mais avançadas de tempo, no currículo de lições, ao passo que os filhos recordam aprendizes iniciantes, quando surgem na arena de serviço terrestre, com acesso na escola, sob o patrocínio dos companheiros que os antecederam, por ordem de matrícula e aceitação. E que os filhos jamais acusem os pais pelo curso complexo ou difícil em que se vejam no colégio da existência humana, porquanto, na maioria das ocasiões, foram eles mesmos, os filhos, que, na condição de Espíritos desencarnados, insistiram com os pais, através de afectuoso constrangimento ou suave processo obsessivo, para que os trouxessem, de novo, à oficina de valores físicos, de cujos instrumentos se mostravam carecedores, a fim de seguirem rumo correcto, no encalço da própria emancipação.

Emmanuel

Publicado por Viktor às 01:41
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

EM TORNO DO SEXO

Pergunta - O Espírito que animou o corpo de um homem pode animar o de uma mulher, numa nova existência, e vice-versa?
Resposta - Sim, pois são os mesmos os Espíritos que animam os homens e as mulheres. Item nº 201 de "O livro dos espíritos". Ante os problemas do sexo, é forçoso lembrar que toda criatura traz os seus temas particulares, com referência ao assunto. Atendendo à soma das qualidades adquiridas, na fileira das próprias reencarnações, o Espírito se revela, no Plano Físico, pelas tendências que regista nos recessos do ser, tipificando-se na condição de homem ou de mulher, conforme as tarefas que lhe cabe realizar. Além disso a individualidade, muitas vezes, independentemente dos sinais morfológicos, encerra em si extensa problemática, em se tratando de vinculações e inclinações de carácter múltiplo. Cada pessoa se distingue por determinadas peculiaridades no mundo emotivo. O sexo se define, desse modo, por atributo não apenas respeitável mas profundamente santo da Natureza, exigindo educação e controle.
Através dele dimanam forças criativas, às quais devemos, na Terra, o instituto da reencarnação, o templo do lar, as bênçãos da família, as alegrias revitalizadoras do afecto e o tesouro inapreciável dos estímulos espirituais. Desarrazoado subtrair-lhe as manifestações aos seres humanos, a pretexto de elevação compulsória, de vez que as sugestões da erótica se entranham na estrutura da alma, ao mesmo tempo que seria absurdo deslocá-lo de sua posição venerável, a fim de arremessá-lo ao campo da aventura menos digna, com a desculpa de se lhe garantir a libertação. Sexo é espírito e vida, a serviço da felicidade e da harmonia do Universo. Conseguintemente, reclama responsabilidade e discernimento, onde e quando se expresse. Por isso mesmo, nossos irmãos e nossas irmãs precisam e devem saber o que fazem com as energias genésicas, observando como, com quem e para que se utilizam de semelhantes recursos, entendendo-se que todos os compromissos na vida sexual estão igualmente subordinados à Lei de Causa e Efeito; e, segundo esse exacto princípio, de tudo o que dermos a outrem, no mundo afectivo, outrem também nos dará.
Emmanuel
Publicado por Viktor às 08:00
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 23 de Setembro de 2007

Agradecimento PÚBLICO

Caros Amigos, Leitores e Pacientes;
Venho por este meio manifestar o meu agradecimento pelo reconhecimento que me tem sido dado, ao longo de este ano, nas sessões de Reiki que faço, por parte de todos os meus pacientes.
O facto de ser cada dia que passa mais solicitado, para ajudar através do Reiki, deixa-me orgulhoso pelo que faço, e pelo facto das pessoas se sentirem bem. Isto dá-me mais força para continuar e para divulgar esta medicina alternativa em franca expansão mundial.
Relembro que no nosso País, já é utilizada por enfermeiros, conjuntamente com a medicina convencional, principalmente no acompanhamento de mulheres grávidas.
Assim me despeço, desejando a todos uma boa noite.
Saudações Reikianas - Namasté.

Nota: Caso tenha sido meu cliente, pode deixar uma mensagem com o seu testemunho, mas se não for pode sempre comentar.
Publicado por Viktor às 22:53
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 22 de Setembro de 2007

ORIGEM DO REIKI

Reiki foi desenvolvido pelo Doutor Usui, professor e monge japonês no término de século passado. Ele foi o primeiro Professor de Reiki. Depois de muitos anos de estudos na Índia, o Japão e Tibete continuaram por um momento específico de" iluminação", o Doutor Usui aperfeiçoou a técnica de activar e canalizar a Energia Universal que nos envolve, enquanto focalizando isto para nós curar e equilibrar.
 

O Mestre de Reiki é transmitido directamente de Professor a Professor. Não há outra forma de ser um Professor. Cada Professor pode começar outras pessoas nos níveis diferentes de Reiki (I, II e III) até localizar o Mestre, se eles o pretenderem. No momento, há 15.000 Professores de Reiki aproximadamente no mundo e o uso deles/delas cresce de um modo notável devido a sua efectividade e o modo que muda para bem as vidas de tudo aquilo entre em contacto com o um.

 

Reiki usa umas séries de símbolos sagrados de japonês e origem de Tibetana para activar a energia. Os símbolos diferentes são usados de acordo com o que é pretendido e emite a energia e de acordo com a necessidade do paciente. O importante de Reiki é que, ainda sendo um método muito efectivo para curar, é principalmente um "vivendi de modus", um modo para ver o mundo que nos envolve bem como a forma como observamos aquele mundo. Qualquer pessoa que se especializou no uso de Reiki poderá confirmar que o mesmo mudou o seu modo de vida.

Publicado por Viktor às 18:53
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Se você sonhou com...[N]...então!!

NADAR - Em água limpa: sucesso Se a água estiver suja: dificuldade a vencer. Sorte: cobra.

NÁDEGAS - Suas próprias nádegas: a fortuna a(o) espera. As nádegas de um homem: bons negócios estão por vir. As nádegas de uma mulher: felicidade e amor. Sorte: elefante.

NAMORADA (O) - Estar em sua companhia: você vive dias de intenso carinho. Enganá-la(o): discussões íntimas. Sorte: avestruz.

NARIZ - Seu próprio nariz: pobreza. Ter belo nariz: bom carácter e confiança em si. Sorte: urso.

NASCIMENTO - Quando não está relacionado ao desejo ou medo de nascimento, este sonho indica para a mulher uma nova atitude diante da vida. Para o homem, planos se realizarão. Sorte: porco.

NATAL - Ir a igreja no dia de Natal: receberá as bênçãos de Deus. O Natal: terá grande felicidade na família. Sorte: carneiro.

NAVIO - Receberá notícias ou se reencontrará com pessoa estimada. Naufrágio: os acontecimentos estão contra você, não insista se a luta for desigual. Sorte: borboleta.

NEBLINA - Dinheiro chegando. Estar envolvido em neblina: infelicidade tio lar. Sorte: pavão.

NEGÓCIOS -Ilegais: infortúnios. Legais: sorte. Bem-sucedidos: herança. Fracassados: obstáculos. Indecisão: preocupações. Sorte: borboleta.

NEGRO - Sua aparência é muito bonita, mas sua vida interior está cheia de conflitos. Sorte: cobra.

NEVE - Boa colheita. Esquiar: tudo sairá bem. Sorte: cabra.

NINHO - Reunião de mulheres. Ninho de répteis: pessoa falsa ao seu lado. De pássaros: muita prosperidade. Sorte: veado.

NOBREZA - Ser um nobre: enfermidade. Obstáculos nos negócios. Dificuldades financeiras. Sorte: urso.

NOITE - Muito escura: tristezas. Clara e estrelada: melhora de situação. O sonho com noite revela que seus planos são perigosos. Sorte: gato.

NOIVADO - Poderá sofrer decepções. Noivado desfeito: passará por tristeza emocional. Sorte: cachorro.

NOME - Escrevê-lo: espere por reconciliações. Pronunciá-lo: esteja cautelosa(o) de seus pianos. Ouvi-lo: prepare-se para muitas surpresas interessantes. Sorte: peru.

NOTÍCIAS - Paz familiar e sorte no jogo. Sorte: cavalo.

NOVELA - Tomará conhecimento de um casamento de parente. Escrever uma: infelicidade. Sorte: burro.

NUDEZ - Você tem desejos muito secretos e íntimos. Sorte: jacaré.

NÚMEROS - Números pares: evite decisões empenhada. Ímpares: sorte aumentada. Sorte: acompanhe-os durante três dias.

NÚPCIAS - Dias felizes à frente. Você terá muitas vantagens, superando as dificuldades. Sorte: veado.

NUVENS - Nuvens claras: nova paixão; escuras: dificuldades financeiras. Ver-se no meio das nuvens: notícias inesperadas. Sorte: vaca.

Publicado por Viktor às 20:55
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

MURMURAÇÕES

“Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas.” – Paulo. (FILIPENSES, 2:14)

Nunca se viu contenda que não fosse precedida de murmurações inferiores. É hábito antigo da leviandade procurar a ingratidão, a miséria moral, o orgulho, a vaidade e todos os flagelos que arruínam almas neste mundo para organizar as palestras da sombra, onde o bem, o amor e a verdade são focalizados com malícia.

Quando alguém comece a encontrar motivos fáceis para muitas queixas, é justo proceder a rigoroso auto exame, de modo a verificar se não padecendo da terrível enfermidade das murmurações.

Os que cumprem seus deveres, na pauta das actividades justas, certamente não poderão cultivar ensejo a reclamações.

É indispensável conservar-se o discípulo em guarda contra esses acumuladores de energias destrutivas, porque, de maneira geral, sua influência perniciosa invade quase todos os lugares de luta do Planeta.

É fácil identificá-los. Para eles, tudo está errado, nada serve, não se deve esperar algo melhor em coisa alguma.

Seu verbo é irritação permanente, suas observações são injustas e desanimam.

Lutemos, quanto estiver em nossas forças, contra essas humilhantes atitudes mentais. Confiados em Deus, dilatemos todas as nossas esperanças, certos de que, conforme asseveram os velhos Provérbios, o coração optimista é medicamento de paz e de alegria.

Espírito: EMMANUEL

Médium: Francisco Cândido Xavier

Publicado por Viktor às 10:15
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Se você sonhou com...[M]...então!!

MACACO - Cuidado com inimizades. Macacos tagarelando: você será lisonjeado(o). Macacos subindo em alguma coisa: os inimigos vão provocar sua ruína. Sorte: macaco.

MAÇÃS - Grandes rendimentos e boa vida. Felicidade no amor. Sorte: pavão.

MACHUCADO - Passará por tristeza emocional. Cuidado com os inimigos. Sorte: cachorro.

MADRASTA - Conhecerá pessoa poderosa e influente. Sorte: vaca.

MADRINHA - Pode ter solução de questão judicial. Sorte: carneiro.

MÃE - Sorridente: desejos atendidos. Irritada ou chorando: desgosto, sinal de que está fazendo algo errado. Vê-Ia morrer ou morta: recuperação de saúde. Sonhar muito com a mãe: insegurança. Pouco: boas relações com ela. Sorte: borboleta.

MAGIA - Notícias inesperadas. Sua vida poderá sofrer grandes modificações. Sorte: gato.

MÁGICO - Ser um mágico: decepções. Sorte: jacaré.

MAGRO - Ser magra(o): desfrutará de grandes rendimentos. Fazendo regime: riquezas inesperadas em breve. Sorte: coelho.

MALA - Carregar apenas uma mala: dívidas. Carregar diversas: traição de amigo. Sorte: porco.

MANGA - Madura: viagem. Verde: notícias. Estragada: cautela com intrigas. Sorte: avestruz.

MANSÃO - Possuir uma mansão: prazer de duração curta.Ver uma mansão distante: melhoria. Ter diversas mansões: será molestada(o). Sorte: elefante.

MÃO - Mãos grandes: será um(a) grande amante. Mão pequena: infidelidade. Queimar a mão: perda de emprego. Sorte: leão.

MÁQUINA - Se as máquinas funcionarem normalmente: trabalho útil e compensador. Se enguiçarem ou partirem: obstáculos em seus negócios. Se ocorrer um acidente: infortúnio. Máquinas paradas: sinal de prejuízos. Sorte: cavalo.

MAR - Aguarde uma aventura amorosa. Alguma coisa nova está em andamento. Sorte: jacaré.

MARIDO - Desavença doméstica seguida de reconciliação. Sorte: veado.

MARINHA - Dar baixa na Marinha: honra. Homem casado, sonhando que está na Marinha: a esposa dele a(o) engana. Sorte: tigre.

MÁSCARA - De Carnaval: intrigas. De beleza: vaidade. De brinquedo ou herói: segredos. Sorte: burro.

MASSAGEM - Levará vida agradável. Fazer massagem em local público: seus esforços serão recompensados. Sorte: galo.

MÉDICO - Vida longa e feliz. A visita de um médico é sempre sinal de entrada inesperada de bastante dinheiro. Sorte: leão.

MEDIR - Grandes ganhos comerciais e recursos financeiros abundantes. Medir roupas: cuidado com os inimigos. Sorte: cobra.

MEDO - Cuidado nos negócios e nas amizades. Sorte: cabra.

MEIAS - De seda: privações. De algodão: fortuna. Meias furadas: gastará dinheiro desnecessariamente. Pretas: tentação. Azuis: vaidade boa. Brancas: chegada de bebé. Sorte: borboleta.

MEL - Sorte nos negócios, prosperidade. Sorte: avestruz.

MELÃO - Futilidades. Comprar melões: despesas impensadas. Comê-lo: prazer enganador, pode ser sincero com amizade, mas terá adversidades comerciais. Sorte: burro.

MENDIGO - Ver um: desavenças familiares. Dar esmolas a ele: sorte no jogo. Ser um mendigo: reviravolta na vida. Sorte: tigre.

MENINA(O) - Bonita(o) e saudável: alegria, sucesso. Doente: decepção, problemas íntimos. Sonhar que se é menino ou menina: você está em conflito, querendo recomeçar. Sorte: pavão.

MESA - Ver uma: grande alegria, Sentar-se a uma: aflições. Sorte: jacaré.

MEXERICOS - Ser alvo de mexericos: surpresas agradáveis estão reservadas. Fazer mexericos sobre outras pessoas: realizará ambições elevadas. Sorte: galo.

MILAGRE - Acontecimentos inesperados irão incomodar você. Acreditar em milagres: restabelecimento de uma doença. Sorte: camelo.

MILITAR - Vê-lo(s): decepções amorosas. Ser um militar no sonho sem o ser na realidade: dificuldades por causa de intriga de amor. Sorte: leão.

MILIONÁRIA(O) - Dê ouvidos a um conselho amigo. Não deixe que as pessoas a(o) esbofetearem. Sorte. vaca.

MINHOCA - Inimigos se esforçam para prejudicar você. Ter minhocas no corpo: ficará rica(o). Um terreno cheio de minhocas: poderá contrair doença contagiosa. Sorte: cobra.

MOEDA - Dourada: acréscimo de bens. Prateada: dificuldades em enriquecer. Sorte: águia.

MONSTRO - Sempre tem relação com temores, ansiedade, traumas e geralmente indica aborrecimentos. Sorte: macaco.

MONTANHA - Subir uma montanha é sinal de sucesso. Descer: cuidado com negócios ou dinheiro. A montanha também pode indicar dificuldades em vencer. Sorte: Coelho.

MORADIA - Sua própria moradia: declarações falsas estão sendo feitas a seu respeito. Estar numa casa estranha: sua vida se acha em desordem. Sorte: coelho.

MORANGOS - Amizade duradoura. Sorte: cabra.

MORCEGOS - Cuidado com pessoas que querem se fazer muito amigas. Sorte: porco.

MORDER - Uma mordida: está a ponto de sofrer um prejuízo. Morder outra pessoa: ficará embaraçada(o). Ser mordido por mulher: uma pessoa ciumenta está bem perto de você. Sorte: cachorro.

MORTE - Ver morrer alguém já morto: ganhará questão ou aposta. Ver-se morto: riqueza. Ver uma morte: saúde. O sonho com morte pode significar que se quer terminar algo definitivamente. Sorte: peru.

MOSCAS - Ser picada(o): vingança de pessoa invejosa. Matá-las: vitórias. Em geral, é sinal de nervosismo, ansiedade. Sorte: avestruz.

MOTORISTA - Dirigir um carro: viagem próxima. Se você dirige de maneira normal, seguramente é uma pessoa ordeira e metódica. Se dirige de maneira diferente e estranha, é alguém aventureiro ou indisciplinado. Sorte: elefante.

MUDANÇA - De cidade: notícias. De emprego: lucros. De residência: viagens agradáveis. Sorte: gato.

MULHER - Conhecida: novidades. Desconhecida: esperanças. Grávida: abundância. Se ela a(o) agradar: espere dias felizes. Feia ou rabugenta: mentiras. Sorte: galo.

MURO - Obstáculos, aborrecimento.,, financeiros ou desejo de se proteger. Sorte: camelo.

MÚSICA - Ouvir música: grande, prazeres na vida. Pensar em músicos desavenças. Sorte: galo.

Publicado por Viktor às 23:25
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Mediunidade profissional e charlatanismo

Esse é um ponto bastante polémico com relação ao Espiritismo. Seriam os médiuns apenas charlatães interesseiros? Analisando com atenção tudo o que envolve a mediunidade é possível se chegar a uma conclusão.

O princípio da faculdade mediúnica é a afinidade fluídica, a qual é individual e não geral; pode existir do médium para tal espírito e não a tal outro; sem essa afinidade, cujas nuances são muito diversificadas, as comunicações são incompletas, falsas ou impossíveis. Elas podem ser falsas porque, na falta do espírito desejado, não faltam outros, prontos a aproveitarem a ocasião de se manifestarem, e que se importam muito pouco em dizerem a verdade. O mais frequentemente, a assimilação fluídica entre o espírito e o médium não se estabelece senão com o tempo, ocorrendo uma vez em dez que ela seja completa desde a primeira vez.

Estando a mediunidade subordinada a leis, de alguma sorte orgânicas, às quais todo médium está sujeito, não se pode negar que isso não seja um escolho para a mediunidade profissional, uma vez que a possibilidade e a exactidão das comunicações prendem-se a causas independentes do médium e do espírito. Para que um médium profissional pudesse oferecer toda segurança às pessoas que viessem a consultá-lo, seria preciso que ele possuísse uma faculdade permanente e universal, quer dizer, que pudesse se comunicar facilmente com todos os espíritos e a qualquer momento, para estar constantemente à disposição do público, como um médico, e satisfazer a todas as evocações que lhe fossem pedidas. Ora, isso não ocorre com nenhum médium.

Além disso, os espíritos são livres; eles se comunicam quando querem, com quem lhes convém e também quando podem. Não estão às ordens e ao capricho de quem quer que seja, e não é dado a ninguém fazê-los vir contra a sua vontade. Como sempre dizia Chico Xavier: “o telefone só toca de lá para cá”. Ninguém pode afirmar que a qualquer hora um espírito virá atender ao seu chamado e responderá a tal ou tal questão. Dizer o contrário é provar ignorância dos mais elementares princípios do Espiritismo. Só o charlatanismo tem fontes infalíveis.

Vê-se que os médiuns não possuem senão a faculdade de comunicar, mas a comunicação efectiva depende da vontade dos espíritos. Isso explica a intermitência da faculdade mesmo nos melhores médiuns, e as interrupções que suportam por vezes durante vários meses. Seria, pois, erradamente, que se assemelharia a mediunidade a um talento. O talento se adquire pelo trabalho e aquele que o possui dele é sempre o senhor; o médium não é jamais senhor da sua faculdade, uma vez que depende de uma vontade estranha.

Os próprios princípios que regem as comunicações com o mundo invisível se opõem à regularidade e à precisão necessárias para aquele que se coloca à disposição do público.

O desejo de satisfazer a uma clientela pagante conduz ao abuso. Não se conclui disso que todos os médiuns interesseiros sejam charlatães, mas o interesse de ganho conduz ao charlatanismo e autoriza a suposição de fraude, se não a justifica. Não há, para se comunicar com os espíritos, nem dias, nem horas, nem lugar mais propícios uns que os outros. Não é preciso para os evocar, nem fórmulas, nem palavras sacramentais ou cabalísticas, sendo que o emprego de todo sinal ou objecto material, seja para os atrair, seja para os repelir, não tem efeito, uma vez que o pensamento basta. Só o charlatanismo poderia tomar maneiras excêntricas e adicionar acessórios ridículos. A evocação dos espíritos se faz em nome de Deus, com respeito e recolhimento; é a única coisa recomendada às pessoas sérias que querem ter intercâmbio com espíritos sérios.

Outra questão é que certas manifestações espíritas se prestam, bem facilmente, a uma imitação mais ou menos grosseira; mas do fato de que puderam ser exploradas, como tantos outros fenómenos, pela charlatanice e pela prestidigitação, seria absurdo disso concluir que elas não existam, como bem atesta, em raciocínio adjacente, André Luiz, em trecho do livro Evolução em Dois Mundos.

As manifestações mais fáceis de serem imitadas são certos efeitos físicos, e os efeitos inteligentes vulgares, tais como os movimentos de objectos e pancadas dos mesmos, a escrita directa, as respostas banais, etc; não ocorre o mesmo com as comunicações inteligentes de uma alta importância, ou na revelação de coisas notoriamente desconhecidas do médium. Para imitar os primeiros não é preciso senão a destreza; para simular os outros é preciso, quase sempre, uma instrução pouco comum, uma superioridade intelectual fora de série e uma faculdade de improvisação, por assim dizer, universal, ou o dom da adivinhação.

É importante ressaltar que a "mediunidade elevada (...) constitui (...) conquista do espírito, para cuja consecução não se pode prescindir das iniciações dolorosas, dos trabalhos necessários, com a auto-educação sistemática e perseverante." (André Luiz, em trecho do livro Missionários da Luz).

 

««« Conclusão »»» 

A mediunidade é uma faculdade essencialmente móvel e fugidia, pela razão de estar subordinada à vontade dos espíritos; por isso é que está sujeita a intermitências. Esse motivo, e o princípio mesmo segundo o qual estabelece a comunicação, são os obstáculos a que se torne uma profissão lucrativa, uma vez que não poderia ser nem permanente, nem aplicável a todos os espíritos, e que poderia faltar no momento em que dela se tivesse necessidade. Aliás, não é racional admitir que os espíritos sérios se coloquem à disposição da primeira pessoa que os queira explorar.

A propensão dos incrédulos, geralmente, é suspeitar da boa fé dos médiuns, e supor o emprego de meios fraudulentos. Além de que, no entendimento de certas pessoas essa suposição é injuriosa, é preciso, antes de tudo, perguntar qual interesse poderiam eles ter para enganarem e divertirem ou representarem a comédia. A melhor garantia que se pode encontrar está no desinteresse absoluto e honorabilidade do médium. Há pessoas que, pela sua posição e seu carácter, escapam a toda suspeição. Se a atracão do ganho pode excitar a fraude, o bom senso diz que, onde não há nada a ganhar, o charlatanismo não tem razão de ser.

Texto baseado em trechos do livro O Que É o Espiritismo.

Publicado por Viktor às 10:33
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Agradecimento...

. REIKI

. Última Hora

. CARGA ERÓTICA

. ABSTINÊNCIA E CELIBATO

. ADULTÉRIO E PROSTITUIÇÃO

. CONTROLE SEXUAL

. PAIS E FILHOS

. EM TORNO DO SEXO

. Agradecimento PÚBLICO

. ORIGEM DO REIKI

. Se você sonhou com...[N]....

. MURMURAÇÕES

. Se você sonhou com...[M]....

. Mediunidade profissional ...

. Se você sonhou com...[L]....

. GUESTBOOK Do BLOG

. Onde posso fazer Reiki?

. CONQUISTA ÍNTIMA

. MELINDRES

. INÁCIO BITTENCOURT

. MEDIUNIDADE EM CRIANÇAS

. Os princípios Reikianos

. Se você sonhou com...[H]....

. Se você sonhou com...[G]....

. OS PODERES PSÍQUICOS DOS ...

. CHAKRA LARÍNGEO

. O QUE FOI E O QUE É

. Se você sonhou com...[F]....

. 0 LIVRO DOS ESPÍRITOS COM...

.Arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31