.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Domingo, 9 de Abril de 2017

Actividades em Abril - Reiki & Partilha

Caríssimos,

     Este mês vão ser desenvolvidas mais um conjunto de atividades de ensino e partilha, em prol do bem-estar comum de todos os participantes, bem como daqueles que diariamente convivem com eles.

     Estas são as atividades que se encontram em agenda para o mês de Abril.

Dia 13: Partilha de Reiki em Albufeira, às 21h. [gratuito]

     Dia 23: Curso de Iniciação ao Reiki, em Estremoz.

Dia 27: Partilha de Reiki em Albufeira, às 21h. [gratuito]

     Dia 30: Curso de Iniciação ao Reiki no Porto.

     Ao longo do mês, poderá sempre contactar para agendar uma consulta terapêutica para: desbloqueios, traumas, fobias, coluna, ansiedade, desintoxicação, parapsicologia e acompanhamento espiritual.

     Para solicitar a sua ficha de inscrição envie um e-mail para o seguinte endereço: mestreviktor@gmail.com ou por telefone para o número 962856134 para alguma dúvida e/ou esclarecimento que necessite.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 19:01
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 19 de Setembro de 2015

Reflexão: A Integridade humana…

Caríssimos,

     O tema Integridade humana é transversal a todos os seres humanos. É um aspeto que está direta e intimamente ligado a cada um de nós, às nossas palavras, aos nossos atos, à nossa vida familiar, social, enfim, enquanto cidadãos do mundo. Se perguntar a qualquer pessoa se é íntegra, certamente que a resposta é: Sim sou. Pois, é natural pois nem outra resposta se esperava, mas será a resposta verdadeira? Será que a pessoa sabe o verdadeiro significado de integridade?

     Atualmente a humanidade é bombardeada com imensa informação através das televisões, internet, redes sociais e até nas conhecidas “conversas da coscuvilhice”, informação essa que em muitos casos serve apenas para “ocupar” a nossa mente com futilidades em detrimento de coisas mais úteis para nós mesmos. O Ser humano ávido de conhecimento (muitas vezes alheio) vive numa constante procura de novidades sobre o trabalho ou mais ainda sobre os colegas de trabalho, sobre situações mais fora do comum, sobre assuntos da vida dos outros (a qual não tem absolutamente nada a ver com eles), passam o tempo a tentar saber o que os outros acham de “certa” pessoa (para quando a opinião é a mesma aproveitarem para dizer ainda mais mal dessa pessoa), enfim, parece que a mesquinhes da regateirice é a “ordem do dia” para a generalidade cumprir. Pois, com esta forma de estar e maneira de ser, Integridade é uma virtude que está longe de fazer parte dessas pessoas. Uma pessoa Íntegra, muitas vezes ignora certas conversas, afastando naturalmente esse tipo de pessoas, faz humildemente o seu trabalho, cumpre com retidão as suas obrigações laborais, sociais, cívicas, respeita o seu semelhante, não faz juízos de valor sobre os outros (muitas vezes baseando-se nas opiniões dos outros), “incomoda-se” com a inércia dos outros (principalmente no trabalho), muitas vezes opta pelo silêncio em vez de responder colocando mais agressividade num diálogo já por si rude, age sempre em consciência, não rouba, não usa estratégias maldosas para enganar os seus semelhantes, é verdadeiro e honesto (consigo mesmo e com todos os outros), nem se arma em espertalhão, pois mais tarde ou mais cedo a verdade virá ao de cima. EM traços gerais, este é o quadro geral da sociedade atual, que, quer sejamos a favor quer sejamos contra, temos de “suportar” enquanto seres espirituais a vivermos uma experiência terrestre.

     Talvez algum dia esta frase já tenha passado pela sua mente: “Devo ser um ET, pois acho que não sou deste mundo”, certo? Pela minha já passou, em tempos, mas presentemente sei que deveria estar aqui e agora, pois eu escolhi vir cá, para assim poder adquirir os conhecimentos necessários à minha evolução espiritual, através das inúmeras provações que tenho de passar no meu dia a dia. A melhor das nossas escolas é sem dúvida a escola da vida, pois consegue abranger os nossos 4 níveis (físico, emocional, mental e espiritual), na qual a todo o momento ou instante surge um “professor” que nos faz um teste surpresa, não apenas com o intuito de nos deitar a baixo, mas para que nós mesmos tomemos consciência do nível evolutivo em que nos encontramos e na nossa capacidade de discernimento perante as mais diversas situações. Claro que, quando se está com outra pessoa e se observa uma “cena” feita por uma terceira pessoa, muitas vezes dizem: “Ai se fosse comigo, ia ver com quantos paus se faz uma canoa!”. Pois é, falar quando se está do lado de fora é muito fácil, pois só estamos a observar aquele momento e apenas usamos o plano mental, mas quem está a vivenciar a dita “Cena” tem os 4 planos (físico, emocional, mental e espiritual) envolvidos e como tal a reação será certamente outra. Mas há também um ditado popular que é muito adequado para esta situação, que é o seguinte: “Quem está fora racha lenha”; o que significa que se não é parte envolvida, não tem nada a ver com a situação, nem tão pouco deverá fazer juízos de valor, pois nunca se pode julgar/condenar alguém só ouvindo uma das partes. Fazer isso é injusto e revela falta de humildade e caracter, pois outro ditado popular também se aplica aqui, e diz: “Pela mesma bitola que julgas serás julgado”. [Faça uma pausa na leitura para refletir um pouco sobre o que acabou de ler e sobre a sua forma de estar]

     Qualquer pessoa Íntegra, é alguém que respeita o seu semelhante, é humilde, pensa mais vezes no Todo e não só em si mesmo, tenta pelos seus meios dar o seu contributo para uma sociedade melhor, partilha o seu amor incondicional com o próximo, pensa no bem-estar da comunidade e não apenas no dele, respeita as opiniões, ideais e crenças dos outros, preocupa-se em preservar a natureza para as gerações vindouras, não é materialista, fica feliz com a felicidade dos outros não lhes desejando mal algum, entre várias outras coisas. Sejam Íntegros, sejam Felizes, sejam Amor Incondicional, sejam Compassivos, pois assim dará com mais eficácia um bom contributos para uma sociedade e mundo melhor. Grato pela sua leitura.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 23:24
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2014

Reflexão: O Materialismo e o Ser

Caríssimos,

     O nosso planeta é composto por inúmeros Seres vivos de várias raças, cores e espécies, mas esta reflexão tem a ver mais propriamente com o Ser Humano. Ao longo do tempo tenho conhecido imensas pessoas, todas elas diferentes, cada uma com as suas virtudes e seus defeitos, tal como eu mesmo. Há aquelas pessoas que se cruzam na nossa vida por acaso, outras por força das circunstâncias e por outras coisas mais, mas na verdade tenho consciência que todos os Seres que cruzam o meu caminho, são “fruto” da vibração energética que tenho “naquele” momento. Todos esses seres “trazem” algum conhecimento ou provação pela qual tenho de passar, para que eu possa ter consciência da minha “evolução” enquanto Ser Espiritual a viver uma experiência terrestre. Desculpem este pequeno parágrafo, mas interpretem como uma introdução à reflexão que se segue.

     Através de conversas que vou tendo, das frases escritas que leio e das notícias que ouço, constato que o Ser Humano continua muito agarrado aos bens materiais. Certo dia, um Ser conhecido (que agora não me recordo) disse uma frase que se tornou iria perpetuar no tempo: “A religião é o ópio do povo”; Em meu entender está correcto pois referia-se ao Deus Criador do Universo, mas na verdade a fé da maioria das pessoas tem venerado deus e não Deus. Talvez não tenha compreendido o que acabei de dizer, mas vou dizer por outras palavras, a maioria dos Seres venera o “deus dinheiro” em detrimento do verdadeiro “Deus Criador”. Mais uma vez acabei por divagar um pouco, mas vou agora abordar o tema em causa.

     O Ser humano, na sua generalidade, continua a viver em função do Ter relegando para último plano o Ser. Ao longo dos tempos outros, tal como eu agora, tentam elucidá-los que essa não é a melhor forma de viver nem de aproveitarem da melhor forma esta vida. A maioria das pessoas vive constantemente preocupada com o Ter (dinheiro, bens materiais, etc.) e acabam por provocar stress a si mesmas devido ao número de coisas que devem fazer (porque se meteram nessas coisas?), dão cabo da saúde para ganhar mais uns tostões, ocupam a sua mente com preocupações desnecessárias porque dão importância a mais às coisas, criam irritações e aborrecimentos porque valorizam demais as outras pessoas e, no final de todas estas coisas chega-se à conclusão que se esqueceram do mais importante, que são eles mesmos. Sim, cada Ser é a pessoa mais importante da sua vida, não se esqueça disto. Nem os filhos, marido, família ou amigos devem ser mais importantes para nós do que nós mesmos, porque se não se amar, dificilmente os outros nos amam. A generalidade dos seres deixam-se levar pelas tendências tentações “perversas” desta sociedade de consumo, na qual o bem-estar de uns é alcançado através da escravatura de outros, o que é uma injustiça. O Materialismo é um dos maiores “virús” da sociedade, e sabem porquê? Porque o materialista cria Apego às coisas, e o Apego é a maior fonte de sofrimento na Terra. [Pare e pense um pouco sobre o que acabou de ler]

     Como certamente concluiu, esse Apego que nós próprios criamos futuramente vai acabar em sofrimento, quer seja apego a bens materiais, animais, pessoas ou ideias. A generalidade dos Seres gosta muito de apontar o dedo aos outros, mas reparem bem que muitas vezes somos nós mesmos os causadores do nosso mal-estar, já pensaram nisso? Bem, por agora nada mais irei escrever, pois penso que o que leram é um bom tónico para reflectirem um pouco sobre vocês mesmos, sobre a essência do Ser, libertando-se um pouco do Ter, o que acha? Despeço-me pedindo desculpa por tão longo texto, mas agradeço a sua leitura e desejo-lhes tudo de bom, esperando tê-los ajudado de certa forma e façam o favor de ser Felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 19:00
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2014

Reflexão: O Reiki e o Espiritismo

Caríssimos,

     Actualmente encontramos imensa informação sobre os dois temas mencionados no título, contudo muitas pessoas levantam dúvidas que, em meu entender, carecem de mais um esclarecimento sobre esta temática.

     Há quem confunda Reiki com Espiritismo, mas na verdade são duas coisas bem distintas, pois o Espiritismo é como uma “religião” e o Reiki é uma terapia e filosofia de vida. Espiritismo, Doutrina Espírita ou Kardecismo é a doutrina codificada por um francês que tinha o pseudónimo de “Allan Kardec” que alia ciência, filosofia e religião. Os adeptos do Espiritismo são frequentadores de centros espíritas e fazem do espiritismo a sua “religião” e os seus princípios de vida.

     O Reiki é em si mesmo um caminho interior e pessoal de cada Ser humano. Todo o Ser que frequenta uma formação de iniciação ao Reiki, entra no universo energético das energias universais do amor incondicional e torna-se um praticante de reiki. Qualquer Ser, depois de ser “sintonizado” (por um mestre) no decorrer de uma formação, dá entrada no maravilhoso mundo energético e passa a ser um praticante de Reiki, juntando-se assim à comunidade de reikianos espalhados por todo o mundo. O Reiki é uma terapia complementar/integrativa que tem por base a canalização energética da energia universal do amor incondicional, e é também uma filosofia de vida, para aqueles que diariamente tentam aplicar 5 princípios do Reiki na sua vida quotidiana. Devo ainda salientar que o Reiki é vertical, ou seja, não está ligado a nenhum tipo de religião, pois há budistas, cristãos, ortodoxos, judeus e até mesmo ateus que praticam Reiki em todo mundo.

     Devo no entanto salientar que a partir do momento em que um Ser se torna reikiano, são dentro do mesmo desencadeadas algumas reacções que provocam mudanças de dentro para fora. Essas mudanças impelem-nos em prol da nossa verdadeira essência, a qual até o momento tem estado algo adormecida dentro de cada um de nós. Todo este processo resulta também em mudanças nos nossos padrões de pensamento, dando assim inicio à nossa caminhada interior, na procura da nossa essência. Todo este processo faz também cair por terra aqueles velhos padrões de padrões de pensamento e querenças que tinha, pois deixam de fazer sentido para si e como tal acreditar nos mesmos torna-se agora inviável. Este conjunto de mudanças acontece devido à nossa elevação do padrão de consciência, que agora em harmonia com o universo nos permite observar tudo o que nos rodeia de uma forma diferente, o que nos leva a concluir que cada nível de Reiki é a subida de um degrau na nossa elevação de consciência.

     Derivado ao que acabei de lhes dizer é que surge muitas vezes a confusão de confundirem Reiki com Espiritismo, mas como puderam verificar são coisas bem diferentes. Há no entanto algo semelhante que poderá estar associado ao Reiki que é a Espiritualidade, mas Espiritualidade não está ligada ao Espiritismo. Espiritualidade é um termo que define todo e qualquer Ser humano que procura um significado para a sua vida através de conceitos superiores, um Propósito Maior, o que alguns seres definem como Supremo.

     Espero que possam ter ficado esclarecidos e assim termino desejando-lhes muita paz, bem-estar, felicidade e amor, em prol de um mundo melhor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:56
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

Queres ajuda… então Ajuda-te

Caríssimos,

     A vida é uma escola, onde surgem imensas surpresas, obstáculos e desafios, na qual estamos constantemente a ser testados. Para superarmos todas essas situações, o mais importante é estarmos bem e repletos de amor-próprio e incondicional.

     Mas todos nós, principalmente no decorrer da nossa educação, sempre nos ensinaram que quando estávamos mal tínhamos de recorrer a outra pessoa (médico) para nos ajudar, certo? Certamente é assim pois o mesmo sucedeu comigo também, mas devo-lhes dizer que essa afirmação que lhes “implantaram” na vossa mente é um implante negativo, pois o Ser Humano possui fantásticas capacidades de se auto-curar e regenerar. (pare a leitura e pense um pouco sobre o que acabou de ler)

     Certamente ficaram também algo apreensivos com o título deste texto, correcto? É possível que tenham estranhado, mas aos poucos vão entendendo o que significam aquelas palavras. Pelo que observo, constato que a maioria dos Seres Humanos estão sempre à espera que sejam outros a resolver aquilo que eles têm de fazer. Em tempos expliquei-lhes o “processo criativo da doença” como sendo algo que surge na seguinte ordem: Planos espiritual -> mental -> emocional -> físico. Qualquer problema de saúde que possam ter aparece sempre nesta sequência, mas infelizmente a maior parte da humanidade só se apercebe quando está no físico, através das dores e/ou sinais no corpo. E se um dia lhes disser que através das terapias holísticas pode debelar as doenças no plano mental e emocional, e por vezes até mesmo no espiritual, acredita? Pessoalmente já não me recordo da última vez que tive de recorrer ao auxílio médico.

     Mas vamo-nos focar na mensagem que pretendo passar, pois é o que é realmente importante. Através das terapias holísticas o terapeuta não cura, ele promove sim a auto-cura do paciente. Está baralhado, eu vou explicar, como é que se tira um alcoólico do álcool se ele não tenciona deixar de beber? Como podemos ajudar um toxicodependente a deixar as drogas se ele não quer? Como em tudo, o paciente tem de ser a primeira e mais interessada pessoa a querer ficar bem, o que é sem dúvida o aspecto mais importante para que o restabelecimento do bem-estar dele possa acontecer. Deixa que lhes lembre de como se processa uma cura holística, para melhor entenderem e compreenderem o que lhes estou a dizer, através do exemplo que se segue. Imaginem que vocês são o Senhor “A” e estão com um problema e recorrem ao Senhor “B” (o terapeuta holístico) para os ajudar a ficarem bem. O terapeuta vai fazer o papel de “canalizador” da energia universal do amor incondicional, estabelecendo uma ligação ao universo captando essa energia e canalizando-a (através das mãos) para vocês. Sendo essa energia inteligente e pertencente ao universo, ela vai fazer o seu trabalho consoante as leis universais (lei do karma, do merecimento, entre outras), pois o terapeuta jamais passa a sua própria energia, pois necessita dela para viver. Tal como já lhes tinha explicado noutros textos, cada “doença” transporta consigo uma aprendizagem para nós mesmos, a qual devemos assimilar para mais rapidamente alcançarmos o bem-estar. Assim para o paciente se curar é necessário que as 3 partes (paciente, terapeuta e universo) estejam de acordo e ajam nesse sentido.

     Assim podem também concluir que 2 pessoas com os mesmos problemas (doença) podem ter períodos de cura mais curtos ou mais longos, consoante a aprendizagem mental do ensinamento da doença bem como também se sujeitam à lei universal do merecimento.

     Para concluir este já longo texto deixo-lhes algumas dicas para conseguirem superar com mais sucesso os vossos problemas (doenças): *Você é a pessoa mais importante no mundo para si mesmo; *Pare de ser lamechas e faça algo por si mesmo; *Elimine toda a rigidez mental que tem e abra-se para novos conhecimentos e horizontes; *Quando tiver de mudar os pensamentos nenhum ser o poderá fazer a não ser você mesmo; *Dê a si mesmo o amor e carinho que dá aos outros; *Remova da sua mente todos os pensamentos negativos; *Dar importância a pessoas erradas é alimentar a negatividade; *Não se fique apenas pela leitura do texto, interiorize e pratique as aprendizagens que lhe transmito; *Afaste-se de pessoas negativas que muitas vezes vampirizam a sua própria energia; *Seja feliz valorizando o que tem e deixe de cobiçar o que não tem; *Faça algo por si mesmo eliminando as percas de tempo que tem enquanto espera que outros o venham fazer por si.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

A fonte de toda a Prosperidade

Caríssimos,

     A fartura é o estado em que todas as nossas necessidades são prontamente atendidas e nossos desejos facilmente realizados. Nesse estado vivenciamos alegria, saúde, felicidade e vitalidade em todos os instantes de nossa existência.

     A fartura é realidade, e o verdadeiro propósito deste livro é termos uma visão profunda da natureza da realidade.

     Quando estamos ligados à natureza da realidade e sabemos que essa mesma realidade é nossa própria natureza, percebemos que podemos criar qualquer coisa, porque toda criação material tem uma única origem.

     A natureza recorre ao mesmo manancial para criar um aglomerado de nebulosas, uma galáxia de estrelas, uma floresta tropical, um corpo humano ou um pensamento.

     Tudo o que é matéria, tudo o que podemos ver, tocar, ouvir, saborear, ou cheirar e feito da mesma coisa e vem da mesma fonte. O conhecimento desse fato nos confere a capacidade de realizar qualquer desejo, adquirir qualquer objecto material que possamos querer e vivenciar sem limites a realização e a alegria.

     Os princípios descritos neste livro dizem respeito especificamente à criação da riqueza material ilimitada, mas podem ser aplicados à realização de qualquer desejo, porque são os mesmos princípios que a natureza põe em prática para criar a realidade material a partir de uma essência não material.

     Antes de apresentá-los, gostaria de explicar mais detalhadamente o que a ciência, em particular a física, tem a dizer sobre a natureza do universo que habitamos, a natureza do corpo humano, a natureza de nossa mente e a relação entre os três.

Segundo os físicos que estudam o campo quântico, todas as coisas materiais – sejam automóveis, corpos humanos ou notas de dinheiro – são feitas de átomos. Esses átomos, por sua vez, são feitos de partículas sub-atómicas, que, por sua vez, são flutuações de energia e informação num imenso espaço de energia e informação.

     Em todos os meus livros e gravações explico detalhadamente a natureza da realidade quântica. Sintetizando, posso dizer que a conclusão fundamental dos estudiosos do campo quântico é que a matéria-prima do mundo não é material, as coisas essenciais do universo são “não coisas”. Toda a nossa tecnologia baseia-se nesse fato, que faz cair por terra a atual superstição do materialismo.

Aparelhos de fax, computadores, televisores - todas essas tecnologias são possíveis porque os cientistas não acreditam mais que o átomo, a unidade básica da matéria, seja uma entidade sólida. Um átomo não tem nada de sólido. Ele é uma hierarquia de estados de informação e energia em uma vastidão de possíveis estados de informação e energia.

     A diferença entre duas coisas – como a diferença de um átomo de chumbo e um átomo de ouro – não está no mundo material. As partículas sub-atómicas como protões, electrões, quarks e bosons que constituem um átomo de ouro ou de chumbo são exactamente as mesmas. Além disso, embora as chamemos de partículas, elas não são materiais, e sim impulsos de energia e informação. O que torna o ouro diferente do chumbo é a organização e a quantidade desses impulsos.

     Toda criação material é estruturada a partir de informação de energia. Todos os eventos quânticos são basicamente flutuações de energia e informação. E esses impulsos de energia e informação são as “não coisas” que constituem tudo o que consideramos coisa ou matéria.

     Portanto, fica claro que não apenas o estofo essencial do universo é uma “não coisa”, mas também que ela é uma “não coisa” pensante! Afinal, o que é um pensamento senão um impulso de energia e informação?

     Achamos que os pensamentos só acontecem dentro de nossa cabeça, mas essa impressão deve–se ao fato de os percebermos como algo estruturado linguisticamente, que é falado em nossa própria língua. Todavia, esses mesmos impulsos de energia e informação que vivenciamos como pensamentos – esses mesmos impulsos – são a matéria-prima do universo.

     A única diferença que existe entre os pensamentos que estão em minha cabeça e os que estão fora dela é que eu percebo os primeiros em termos estruturados linguisticamente.

     Contudo, antes de um pensamento tornar-se verbal e ser expresso como uma linguagem, ele não passa de uma intenção e, mais uma vez, é apenas um impulso de energia e informação.

     Em outras palavras, num nível pré-verbal, toda a natureza fala a mesma língua. Somos todos corpos pensantes num universo pensante. E assim como o pensamento se projeta das moléculas do nosso corpo, os mesmos impulsos de energia e informação projetam-se como eventos espaço-tempo em nosso ambiente.

     Por trás da roupagem visível do universo, alem da miragem das moléculas, da maya - ou ilusão - do que é físico, jaz uma matriz una, invisível, feita de nada. Esse nada invisível silenciosamente orquestra, instrui, orienta, governa e obriga a natureza a expressar-se com infinita criatividade, infinita abundância e inabalável exactidão em uma miríade de estilos, padrões e formas.

     As experiências da vida são o movimento contínuo dessa matriz do nada, desse movimento contínuo tanto do corpo como do meio ambiente. São nossas experiências de alegria e tristeza, de êxito e fracasso, de fortuna e pobreza. Todos esses eventos são aparentemente coisas que nos acontecem, mas, em níveis mais primordiais, somos nós que as fazemos acontecer.

     Os impulsos de energia e informação que criam nossas experiências reflectem-se em nossas atitudes diante da vida, e nossas atitudes são o resultado e a expressão dos impulsos de energia e informação que nós mesmos geramos.

                                                                  [Deepak Chopra]

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:03
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 12 de Junho de 2014

Reiki em Poesia

Publicado por Viktor às 12:03
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 29 de Julho de 2013

O que somos?

     Todo o universo é constituído por energia, fonte de vida para todos os seres vivos que coabitam à face da terra. Sem energia a terra não girava, o vento não soprava, nem sequer havia vida no universo e o mesmo era como se fosse uma tela com uma imagem estática. Tudo no universo é composto por energia e necessita da mesma para se manter neste plano, veja-se o que acontece ao ser humano quando perde toda a sua energia? Como diz o povo: “vai desta para melhor”, ou seja, chegou a hora da sua partida para o plano espiritual, a sua morte na Terra.

     O parágrafo anterior serve de introdução ao texto que se segue. Todo o Ser humano é composto por 4 níveis ou planos [físico, emocional, mental e espiritual] os quais se encontram intimamente ligados. Essa ligação é unicamente energética que funciona mediante impulsos que muitas vezes se reflectem fisicamente em sintomas ou dores que surgem, sem motivo aparente para o comum dos mortais. Isto para os alertar que devemos zelar constantemente os nossos pensamentos, pois a energia por eles emanada pode-nos provocar danos no plano físico (corpo), porque nós somos sem dúvida seres energéticos. Assim sendo devemos de estar sempre atentos, no que diz respeito às energias corporais, bem como a dores corporais, pois a dor não é apenas um “mau estar” é também um diálogo ou alerta para nós mesmos, porque o nosso corpo fala connosco através da linguagem corporal, à qual devemos dar a devida atenção. Quero com isto dizer-lhes que cada um de nós deve ser o principal interessado em promover o seu bem-estar e equilíbrio energético, em prol da sua paz e harmonia interior, mas a sua mente está certamente a questionar-se de como fazer isso, certo?

     Há várias coisas que podem fazer e promover em prol do vosso bem-estar tais como caminhadas, meditação e alguns exercícios respiratórios. Relativamente à meditação, recomendo-lhe que comece por meditações guiadas para “orientação” e quando já se sentir à vontade então comece a meditar sozinho. Pode fazer caminhadas pelo campo, à beira rio ou à beira mar, apreciando a beleza das paisagens naturais em plena harmonia com a natureza. Além destas práticas, há outras coisas que podem aprender, mas isso já exige que participe numa formação, tais como Reiki, Karuna, Tai-Chi e outras técnicas, onde lhes é dado a conhecer o funcionamento das energias corporais, irá aprender os vários sistemas de energias universais e também irá a aprender a utiliza-las em seu benefício e daqueles que o rodeiam. É sem dúvida um conhecimento valioso, uma grande mais-valia que vai mudar muito positivamente a nossa vida, forma de estar e de encarar o universo. Valorize-se e dê uma oportunidade a si mesmo e verá que uma auto aplicação por dia nem sabe o bem que lhe fazia.

Desejo-lhes tudo de bom.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 29 de Abril de 2013

O Perdão... siga as instruções do vídeo

Publicado por Viktor às 23:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Onde está a Luz?

Caros Irmãos,

     Cada Ser provem do criador e Ele não criou uns melhores que outros, gerou todos os seus descendentes iguais. Todos os seres, no inicio foram providos “construídos” com as mesmas características, o que permite que todos tenham as mesmas possibilidades de crescimento e desenvolvimento.

     Cada um de vós é um maravilhoso Ser de Luz, portador de uma imensa luz dentro de si e uma formatação divina. O senão é que esta informação original do Ser está tão bem incutida dentro do mesmo, que o próprio tem imensas dificuldades em aceder à mesma. Isto acontece porque o divino criador deixou isso dentro de nós, pois sabia que as entidades do mal iam tentar por todos os meios e métodos, tentar dominar o planeta através dos Seres humanos controlando as suas mentes, como se fossem marionetas.

     Todos têm luz dentro de si, mesmo aqueles que condenados pela sociedade, transparecem um feitio menos bom, amargurado pelas vivências, fazendo ressaltar na pele as dificuldades, no seu rosto a dor da vida, nos ombros e costas o fardo do passado que teima em trazer presentemente. São sem dúvida estes Seres que necessitam do nosso apoio, de uma palavra de ânimo, umas mãos que os auxiliem, um elixir para a auto-estima e incentivo para acreditar. O passado é história, o futuro é mistério, o presente é uma dádiva. Encontre-se dentro de si mesmo, libertando-se dos fardos pois penosa é a cruz que carrega, e assim não consegue viver o presente na sua plenitude. Todos têm o direito a ser felizes. Amem-se.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 18:15
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 23 de Abril de 2013

A minha importância

Caros leitores,

     Esta é uma questão que quando se coloca às pessoas obtemos uma enorme diversidade de respostas e consequentemente suscita também uma grande variedade de interpretações.

      Quando se pergunta a uma pessoa: “Quem é a pessoa mais importante na tua vida?” e a mesma responde: “Eu”, um dos primeiros pensamentos que surge na mente de quem colocou a questão é: “Este(a) deve ser egocêntrico(a) ”. Mas há também uma enorme quantidade de pessoas que respondem: “É, ou são, o meu filho, ou filhos” ou “São os meus pais”, enfim, um sem número de respostas que se podem ouvir, mas frisei estas por serem as mais comuns. No parágrafo que se segue vou fazer a análise das mesmas e partilhar convosco a minha visão sobre esta temática.

     Em meu entender a resposta mais correcta à pergunta é: “Eu” e passo a explicar. Eu sou a pessoa mais importante na minha vida, porque se eu não estiver bem como poderei eu proporcionar o bem-estar a quem me rodeia? Como poderei dar bem-estar ao meu filho? Como poderei dar amor verdadeiro à namorada? Como poderei partilhar com o meu semelhante? Quem me conhece sabe perfeitamente que se há coisa que não sou é egocêntrico (pessoa que se julga o centro do universo e que tudo gira em torno da mesma), mas apenas e só falo por mim mesmo, porque é do conhecimento comum que há quem dê esta resposta e seja egocêntrico, portanto não se pode generalizar.

     Amem-se, adorem-se e mimem-se muito, pois cada um de vós é a pessoa mais importante na vossa vida.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:14
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 20 de Março de 2013

Desafio...

Caros leitores,

     A vida é um mistério, no qual constantemente somos postos à prova nos desafios que temos. Cada desfio é maior ou menor consoante a sua dimensão, dificuldade e tempo. É claro que muitas vezes, nós mesmos mentalmente sobredimensionamos o “desfio”, o que acaba por dificultar a sua superação por parte de nós mesmos, culpa essa que por vezes devido ao estado “alterado” em que ficamos, acabamos por responsabilizar aqueles que estão à nossa volta. Na sequência do que acabei de dizer aproveito mais uma vez para lhes dizer que os desafios têm a dimensão que lhes queremos atribuir, como tal deve olhar com calma a tranquilidade para eles e nunca pense que é incapaz de os superar.

     Na realidade o objectivo com que este texto está a ser escrito é diferente do descrito no parágrafo anterior. Desde o momento que este blogue foi criado (2007) muitos textos foram escritos, um variado leque de temas foi abordado, foram publicados muitos textos de partilha de conhecimento pessoal, alguns vídeos, entre outras coisas mais. Como leitores hoje vou-lhes propor um desafio, ou seja, gostaria que me dissessem quais os temas ou dúvidas que gostariam de ver aqui esclarecidos(as). Termino deixando-lhe uma frase para vossa reflexão: “Hoje, perdoarei tudo e todos impregnando-me de amor incondicional e assim sentirei a leveza do meu Ser”.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:15
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2012

Reiki uma visão Holística na perspectiva da Enfermagem

 

     Em Portugal, temos vindo a concertar esforços para o reconhecimento do Reiki como Terapia Complementar, credibilizando esta vertente profissional, levando ao cidadão uma oferta especializada com uma visão holística. Em caso algum o Reiki se apresenta como Medicina ou como uma terapia de substituição, tem sempre um contexto de terapia holística e complementar.

     Este artigo, uma entrevista ao enfermeiro e terapeuta Marcelino Cavalcante, do Portal da Enfermagem, dá-nos uma perspectiva muito clara da realidade no Brasil, além de reforçar a sua importância e necessária abertura por parte dos profissionais de saúde – Médicos e Enfermeiros.

Em Portugal já se pratica Reiki em Hospitais, existem muito médicos e enfermeiros formados mas… sem a oportunidade de terem uma prática aprovada nos seus postos de trabalho. Fora do campo profissional Médico, há uma expansão cada vez maior de Terapeutas de Reiki, normalmente praticantes com nível III, chegando alguns a ter uma actividade profissional já com 15 ou mais anos.

     Podem ler o artigo, integral, no site “Portal da Enfermagem

     O equilíbrio entre os diferentes componentes do organismo com o meio ambiente foi descrito na Grécia antiga por Hipócrates, que tinha como filosofia que saúde e doença dependiam da perfeita integração mente/corpo/meio-ambiente.

     Hoje, este contexto de saúde está ligado às Terapias Holísticas/ Complementares/ Alternativas, que são as técnicas que visam uma assistência à saúde do indivíduo, seja na prevenção, tratamento ou cura, considerando-o como mente/corpo/espírito e não um conjunto de partes isoladas. Seu objetivo, portanto, é diferente daqueles da assistência alopática, também conhecida como medicina ocidental, ou em que a cura da doença deve ocorrer através da intervenção direta no órgão ou parte doente.

     A fundamentação da enfermagem nesta visão holística de ser humano está descrita pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) no Parecer Informativo 004/95, mas foi somente dois anos depois que o órgão, meio da Resolução 197/1997, estabeleceu e reconheceu as Terapias Alternativas como especialidade e/ou qualificação do profissional de Enfermagem. Foi a partir daí, então, que o enfermeiro passou a ser reconhecido como terapeuta alternativo/complementar, desde que devidamente concluída a carga horária mínima de 360 horas em cursos reconhecidos em instituição de ensino.

     Dentro desta visão holística está a prática do Reiki, considerada como uma terapia mental e espiritual, descoberta pelo monge budista, Mikao Usui, no final do século passado, e também conhecida como “energia que cura”. Ela nada mais é do que a aplicação da energia inteligente através da imposição das mãos nos chacras principais. “Na aplicação de Reiki, quando canalizamos a energia, acionamos o sistema nervoso parassimpático, que uma vez ativado vai tornar a musculatura macia e o corpo mais aberto e receptivo, equilibrando e tonificando o organismo”, explica o enfermeiro Marcelino da Silva Cavalcante, especialista em Antropologia da Saúde e em Obstetrícia, docente da Faculdade Mater Dei, no Amazonas, e membro da Câmara Técnica de Atenção a Saúde do Cofen.

     Tendo em vista que a utilização desta terapêutica alternativa tem se tornado cada vez mais uma opção para o tratamento de diversos tipos de patologias, e sendo este um fértil campo para a Enfermagem, o enfermeiro Marcelino Cavalcante é o entrevistado do Portal da Enfermagem.

Como o senhor define Reiki dentro do contexto da assistência?

     Reiki é definido como uma terapia holística complementar que pode ser aplicada em todos os campos de assistência de enfermagem, tanto na área hospitalar quanto na saúde coletiva.

Existe alguma legislação própria para esta prática?

     No Brasil não existe ainda legislação que regulamente as praticas holísticas. O que existe são projetos de lei que tentam legislar sobre o mesmo, alguns com desvios de abordagem, como é o caso do projeto de lei da acupuntura, que alguns órgãos médicos defendem que sejam privativos da medicina, odontologia e veterinária. Essa é uma grande discussão ainda para o Cofen se posicionar e garantir o exercício e a pratica da Enfermagem neste campo.

Em quais situações o Reiki pode ser aplicado?

     O Reiki, como terapia holística que é, pode ser aplicado em qualquer situação ou patologia, assim como todas as outras praticas holísticas. Uma vez que o mesmo atua a nível energético, o equilíbrio deste campo é ativado e somatiza-se no físico, resolvendo as patologias que são os sintomas desse desequilíbrio no campo energético. Na minha pratica, utilizo-o mais na área da obstetrícia, porém, no dia a dia, posso aplicá-lo para diminuir uma dor de cabeça, hipertermia, mal estar ou somente para diminuição do cansaço do dia.

O Reiki pode ser aplicado em quais regiões do corpo?

     As regiões base de aplicação do Reiki são os sete chacras principais: alto da cabeça – chacra coronário; na fronte – chacra frontal; no pescoço – chacra laríngeo; no peito – chacra cardíaco; no apêndice xifóide do esterno – chacra do plexo; no umbigo – chacra umbilical ou inguinal e o nos órgãos genitais – chacra raiz. Além dos principais, aplica-se também nos chacras secundários: todas as articulações – ombros, cotovelos, pulso, mão, coxas, joelhos, calcanhares e pés. Lembrando que são aplicados nas regiões antero e posterior do corpo (frente e costas). Mas uma aplicação simples pode ser utilizada apenas a cabeça.

Após posicionar as mãos, qual é o protocolo a ser seguido?

     Depende do nível do reikiano. No nível I, é comum apenas o relaxamento e a intenção de aplicação do reikiano. No nível II e III, são recebidos símbolos que ajudam no centramento do reikiano. Lembrando que só devem aplicar Reiki os iniciados por um mestre, pois caso contrário você aplicará energia sua e não Reiki, e o resultado pode ser uma exaustão de sua energia pessoal, cansaço, sonolência, fadiga, até mesmo desmaio.

Após o centramento, o reikiano “visualiza” a energia Reiki envolvendo-o pelo seu chacra coronário, percorrendo seu corpo, passando pelo chacra cardíaco e saindo pelas mãos e entrando no cliente que pode estar em pé, sentado ou deitado, a posição mais confortável para ambos.

Quais são os benefícios obtidos com o Reiki?

     O Reiki atua profundamente na pessoa, buscando dissolver a causa de problemas e ampliar a consciência. Por isso, auxilia na cura de desequilíbrios físicos e emocionais; favorece a habilidade de cura natural do corpo; libera bloqueios energéticos e promove relaxamento total; ajuda a eliminar o estresse; limpa o corpo de resíduos tóxicos; ativa as glândulas, órgãos, sistema nervoso e sistema imunológico; diminui efeitos colaterais de tratamentos de saúde e potencializa a ação positiva de remédios. Sua aplicação é ótima antes e depois de cirurgias e em mulheres grávidas, e os bebês também adoram Reiki. Vale acrescentar que o Reiki afeta cada indivíduo de um modo muito pessoal, portanto o resultado do tratamento é determinado pelas necessidades (nem sempre óbvias) da pessoa que é tratada.

“Reiki afeta cada indivíduo de um modo muito pessoal, portanto o resultado do tratamento é determinado pelas necessidades (nem sempre óbvias) da pessoa que é tratada”

Há alguma contraindicação?

     Não, não há, mas é bom evitar o Reiki em pessoas que estejam anestesiadas porque, como ele limpa as toxinas o efeito anestésico pode acabar antes do prazo estabelecido pelo médico.

E ele pode ser aplicado dentro da instituição de saúde, ou seja, no paciente internado?

     A aplicação das terapias holísticas é regulamentada na pratica da saúde coletiva por portaria ministerial. Na área hospitalar, alguns exemplos isolados podem ser citados: em consultórios de colegas enfermeiros (tenho o meu, onde aplico Reiki, desde agosto de 2001), em Brasília (a Mestra Maria Tereza Cunha é uma das líderes do Serviço Auxiliar de Voluntários (SAV), o qual desenvolve um projeto de atendimento no principal hospital do Distrito Federal, o Hospital de Base) Na Universidade Federal de Pernambuco, existe um serviço ambulatorial de Reiki em atendimento à população.

Como isso é registrado no prontuário do paciente?

     Dentro de uma rotina de sistematização da assistência de enfermagem, existe inclusive um diagnóstico de enfermagem na NANDA, e que deve ser utilizado em registro no prontuário. Digo que vai depender da rotina da instituição. Como o que existe no momento são casos isolados e não sistematizados, solicitamos aos colegas que trabalham com o Reiki que possam sistematizar a sua aplicação e o seu registro. Seria bom se isso realmente pudesse ser colocado em aplicação e evidência.

O consentimento do paciente em receber a técnica é por escrito ou é um comunicado entre profissional-paciente?

     Na minha prática eu apenas tenho uma conversa com o cliente de esclarecimento sobre o que é o Reiki. Na área hospitalar, desde que haja a sistematização da assistência, acredito que deva ser usada a rotina de consentimento escrito pelo paciente ou responsável, com o intuito de evitar possíveis complicações por recusa, principalmente por parte de pacientes inconscientes ou menores de idade.

O Reiki pode ser aplicado pelo auxiliar/ técnico de enfermagem?

     Sim, o Reiki pode ser aplicado por qualquer profissional seja da enfermagem ou de qualquer outra área, desde que esse seja iniciado/habilitado por um Reiki Master (Mestre em Reiki), por ser uma terapia tradicional japonesa (assim como a acupuntura chinesa – passa de pai para filho), não necessita de formação superior para tal. Na realidade a área e a idade não vão influenciar na aplicação, mas sim a consciência do reikiano (pessoa habilitada em Reiki).

Quais são as etapas/estágios para o profissional que quer se especializar em Reiki?

     Veja bem, existem várias linhagens de Reiki. Na minha linhagem, a formação é organizada em três níveis: sendo o nível I chamado de Reiki presencial; o nível II de Reiki a distancia e o nível III, de nível de Reiki Master (nível do Mestre). Ao todo, dependendo da aplicação do aluno, a formação gira em torno de um ano e meio a dois anos. Como é um curso livre, o processo de especialização deve ser visto junto à Associação Brasileira de Terapias Naturais em Enfermagem (Abraten), que é o órgão responsável por congregar os colegas da enfermagem que atuam com estas práticas holísticas. A sede é no Rio Grande do Sul.

Em sua opinião, como a saúde vê a aplicação do Reiki por parte da enfermagem?

     Como uma terapia holística e que está sendo divulgada em massa há pouco tempo, embora já presente no Brasil há alguns anos, existe ainda um pouco de preconceito quanto às mesmas. E mais, por ser aplicada por uma profissão que sofre as discriminações históricas e cuja população não esta habituada com o enfermeiro diagnosticando e tratando, mesmo sendo com uma terapia holística, o profissional sofre no inicio para conseguir clientela, dependendo também da região do Brasil. Algumas profissões já a aplicam há mais tempo que a enfermagem, como é o caso da fisioterapia, recebendo uma melhor aceitação da população. Casos especiais podem ser citados, quando o enfermeiro já tem uma clientela especifica de conhecidos, que confiam no seu trabalho e já conhecem ou ouviram falar da terapia.

“cuja população não esta habituada com o enfermeiro diagnosticando e tratando, mesmo sendo com uma terapia holística, o profissional sofre no inicio para conseguir clientela”

Quais são os principais benefícios do Reiki para um paciente?

     Veja bem, os benefícios vão desde o relaxamento muscular (ativação do sistema nervoso parassimpático), aumento da resposta imunológica, sensação de sono, com melhoria da qualidade do repouso, melhoria da qualidade de vida pela diminuição do estresse. Como benefícios específicos, cito a diminuição ou eliminação da dor, hipertermia, potencialização de tratamentos, entre outras coisas. Na realidade, esse tratamento vai ativar a própria capacidade de cura do individuo. Posso complementar que o Reiki termina trazendo um beneficio de comportamento, por trabalhar em nível de campo energético, trazendo inclusive tranqüilidade no agir, para quem recebe e para quem aplica. Posso afirmar que no caso da Enfermagem Neonatal os benefícios são para o neonato, a genitora e o profissional, como deixei explícito na oficina que ministrei no COBENeo, Rio de janeiro, em novembro do ano passado.

Reiki pode ser considerado um cuidado paliativo?

     Cuidado paliativo é visto como algo que vem aliviar, não solucionar. Se for nesse prisma, não vejo o Reiki como cuidado paliativo, pois na minha experiência ele já resolveu muitos problemas de pacientes e clientes. Se você for observar, na aplicação em pacientes de oncologia, em pacientes FPT (Fora de Possibilidade de Tratamento), posso visualizar como um cuidado paliativo de alívio da dor e do estresse, embora a terapeuta em Reiki Paula Horan, em suas publicações informa ter conseguido inúmeros sucessos em reabilitação de pacientes oncológicos.

Como deve ser o perfil do profissional que irá dedicar-se a esta área?

     Vejo que precisa ter uma visão holística, não deve ver o cliente somente como um ser físico, uma vez que o mesmo é composto de várias dimensões. Deve ter afinidade com a área e gostar de ler e aprofundar-se, como em qualquer outra especialidade da Enfermagem. Lembrando que as praticas “alternativas” possuem legislação do Cofen, que na Resolução 197/1997 estabelece e reconhece as Terapias Alternativas como especialidade e/ou qualificação do profissional de Enfermagem.

O que levou o senhor a esta prática?

     Bem, desde adolescente tenho proximidade no trabalho com energia, já conheci o Reiki na fase jovem-adulta, era enfermeiro e ao conhecê-lo, depois que fui iniciado, comecei a prática diária do Reiki, e em um ano e meio me tornei mestre. Meu mestre é pernambucano e muito ativo nas terapias holísticas.

Em sua opinião, o Reiki é um campo a ser explorado pela enfermagem?

     Com certeza deve ser explorado, e muito. É uma área que tem potencial muito grande, como todas as terapias holísticas, e cuida do cliente como um todo, respeitando todas as suas dimensões.

É uma alternativa para a enfermagem empreendedora, ou seja, para o enfermeiro abrir seu próprio consultório?

     Você tocou num ponto que defendo sempre. A enfermagem precisa ser empreendedora, deve ser autônoma como preconiza nossa lei 7.498/86 e deve prestar esse serviço à população brasileira. Temos vários colegas no Brasil que possuem seus consultórios e clinicas. Vou citar duas que são conhecidas e amigas pessoais. A Dra. Isabel Reis, Conselheira do Cofen, que possui sua clínica e faz aplicação de Acupuntura no Distrito Federal. Outra colega é a Dra. Rosemeire Sartori, de São Paulo, que trabalha com Reflexologia, e desde 2001 eu possuo um Consultório de Enfermagem onde trabalho com o Reiki, massagem Do-in e massagem Ayurvédica.

Quais recomendações você acha importante passar ao terapeuta antes da aplicação de Reiki?

     Lavar as mãos é essencial antes da aplicação de Reiki, pois devem ser retiradas tanto as impurezas físicas como as energéticas. Lava-se com água e sabonete e, se for possível, com o sal granulado, que muitos pensam que é utilizado pelo sabor do salgado, mas não, o que importa aqui são os cristais do mesmo para uma limpeza energética. Pode ser utilizado os próprios cristais para essa lavagem das mãos, embora com cristais você possa ter incidentes como cortes nas mãos do reikiano. Estar tranqüilo é outro aspecto fundamental. O reikiano do nível I recebe do seu mestre orientação quanto ao centramento antes da aplicação. No nível II e III também são utilizados os centramentos (concentração) antes da aplicação. O ambiente pode ser preparado para expandir o potencial da aplicação (luzes diminuídas, incenso ou essência, cores, som de relaxamento, etc.) embora possa ser aplicado em qualquer lugar, em uma rodoviária, em um aeroporto ou outro local.

 Marcelino da Silva Cavalcante é enfermeiro com especialização em Antropologia da Saúde e Obstetrícia, docente da Faculdade Mater Dei, em Manaus, membro da Câmara Técnica de Atenção a Saúde do Cofen e Conselheiro do Coren-PA.

Fonte: Associação Portuguesa de Reiki

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:20
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2012

Crise Existencial…

Caros leitores,

     Cada um de nós, enquanto seres vivos terrestres, desde o momento que chegamos a este planeta, demos inicio a um período que se chama vida. O que vou ser quando for grande? Irei um dia para a faculdade? Poderei ser pai? Vou ter trabalho? Vou conseguir ganhar para viver? Irei constituir família? Estas e muitas outras questões já passaram na mente de cada um de nós. Todos nós já vivemos momentos mais ou menos felizes, em certas alturas estávamos convictos do que queríamos e qual o caminho a percorrer, noutras sentíamo-nos completamente perdidos sem rumo, sem acção nem vontade para nada, com a nossa mente impregnada de pensamentos menos positivos que em nada contribuem para a elevação da nossa auto-estima, entre muitas outras coisas que nos fazem sentir que estamos a atravessar uma “crise existencial”.

     O Ser humano no seu todo é composto por 4 níveis ou planos: físico, emocional, mental e espiritual (para quem desconhecia), isto para lhes explicar que quando estamos a passar uma “crise existencial” a fonte primária/originária de todo esse mal-estar é a nossa própria mente. Compreendo que seja difícil para cada um de nós, entender e aceitar que somos de facto os principais causadores do nosso próprio mal-estar, mas essa é a mais pura das verdades. Eu mesmo já passei por este tipo de situações, e depois de as ultrapassar chego sempre à mesma conclusão: “Vitor, tu mesmo contribuis-te para esse mau estar, sobretudo devido aos pensamentos, e filmes criados pela tua mente”. É claro que o que nos rodeia também podem ser factores de influência para esse nosso estado, mas isso já depende da forma como observamos as coisas, da importância que lhes damos e até que ponto deixamos que essas coisas nos influenciem.

     Para terminar, vou-lhes deixar umas dicas que os podem ajudar a superar estas situações:

- Acreditem que são tão capazes como as outras pessoas;

- O passado é história e aprendizagens que serviram para o nosso crescimento;

- Deixem de andar com o passado agarrado a vocês, pois assim pode-se sobrecarregar;

- O futuro é um mistério, quando lá chegarem o importante é estarem preparados para o viver da melhor maneira possível;

- O presente é o momento, o aqui e agora que estamos a viver, e para o vivenciarmos na sua plenitude temos de estar libertos das “amarras” que anteriormente foram descritas;

- Em todos os momentos devemos respeitar sempre os outros e sermos gratos pelo que a vida nos vai dando;

- Aprender a viver humildemente apenas com o que temos é aprender a viver em harmonia com o planeta.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:15
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 15 de Maio de 2012

Formações em agenda

     A vida de cada um de nós é repleta de aprendizagens. Aprendemos com os pais, com os amigos, com os professores, na escola, em casa, no café, enfim, com tantas pessoas e em tantos locais. A vida é uma interactividade diária constante onde vamos adquirindo conhecimentos, que nos tornam aquilo que somos.

     Muitas vezes gostamos de demonstrar o nosso amor e compaixão perante os semelhantes, mas em contrapartida esquecemo-nos de nós mesmos. Vamo-nos amar, respeitar, adorar e estimar, pois cada um de nós é a pessoa mais importante na sua vida, para si mesmo. Para nos darmos o nosso devido valor, temos de fazer algo por nós, em prol do nosso equilíbrio, bem-estar e saúde. Descubra o ser magnífico que é, bem como todo o potencial que tem dentro de si mesmo, através das energias universais, fazendo deste um mundo melhor para si e para todos aqueles que o rodeiam. Poderá fazer isso frequentando uma das seguintes formações agendadas:

Dia 26 de Maio: Curso de iniciação ao Reiki, em Albufeira.

Dia 27 de Maio: Curso de Reiki nível 2, em Albufeira.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Actividades em Abril - Re...

. Reflexão: A Integridade h...

. Reflexão: O Materialismo ...

. Reflexão: O Reiki e o Esp...

. Queres ajuda… então Ajuda...

. A fonte de toda a Prosper...

. Reiki em Poesia

. O que somos?

. O Perdão... siga as instr...

. Onde está a Luz?

. A minha importância

. Desafio...

. Reiki uma visão Holística...

. Crise Existencial…

. Formações em agenda

. Dia 6 de Maio – Evento : ...

. Apresentação pública do L...

. Conversas com Deus

. CAMINHADA NA SERRA DE MON...

. Eu, Tu, Ele… Nós, Vós, El...

. na Madeira... em Maio

. Próximas Actividades já A...

. Como é uma Sessão Terapeu...

. Curso, Livro e REIsocialK...

. O Deus Esquecido...

. O Livro “Partilhas de um ...

. Líder Tibetano enfrenta a...

. A Sabedoria do SILÊNCIO I...

. O ESPELHO DA CONSCIÊNCIA ...

. REIsocialKI®… Pedido…

.Arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31