.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 15 de Novembro de 2016

Reflexão: A Infelicidade…

1-Infelicidade.jpg

Caríssimos,

     Cada ser humano neste planeta é único, passando por diversas provações, influenciado pelo maio em que vive e pelas amizades que tem, pela educação que teve, pelas habilitações literárias que possui, entre muitas outras coisas que ao longo do tempo têm influência sobre cada um. De alguma maneira, cada um de nós procura na verdade a sua felicidade, certo? Presumo não me ter enganado, mas na verdade uma grande maioria das pessoas são infelizes, infelizmente, pois muitas vezes definem prioridades erradas, cobiçam o que os outros têm, enfim, por tantos motivos e razões que neste momento não me recordo.

     O ser humano é em muitos casos o principal culpado pelo seu próprio sofrimento, infortúnio, avareza, mal-estar entre outras coisas, devido às escolhas que fazemos, às atitudes que temos, às palavras que dizemos, aos pensamentos que temos, à inércia que temos e à falta de auto estima. Muitas vezes somos muito amorosos para com os outros contudo não reservamos nenhum amor para nós mesmos, temos pena e somos compassivos com os outros mas não temos compaixão por nós mesmos, criticam os outros e no entanto não gostam de ser criticados, querem ganhar mais e trabalhar menos, acham que foi dessa forma que quem honestamente trabalha conseguiu fazer dinheiro? Muitas vezes o ser humano é assim, desrespeita-se a ele mesmo dia após dia, quer ser rico sem construir riqueza, quer ser magro e continua a comer desmedidamente, quer ser bonito e continua a ser desleixado, entre tantas outras coisas. A maioria das pessoas querem muitas coisas, mas além de as cobiçarem nada fazem para as conseguirem obter, de forma honesta sem ultrapassar por cima de ninguém, respeitando sempre o seu semelhante. A maioria da humanidade está mais focada no Ter do que no Ser, por isso “arranjam” fontes de sofrimento, desânimo, tristeza, angustia, infelicidade, e desarmonia entre aqueles que fazem parte do seu mundo (família, amigos, conhecidos, colegas de trabalho, etc…).

[faça uma pausa na leitura para pensar um pouco no que leu]

     Por vezes refletirmos um pouco sobre as nossas atitudes e sobretudo sobre os nossos pensamentos, chegamos à conclusão que uma boa parte do nosso mal estar é provocado por nós mesmos, pela importância indevida que atribuímos às palavras e ações dos outros, e porque queremos as coisas à nossa maneira, mas não nos devemos esquecer que nós quando cá chegámos o planeta, as coisas e as pessoas já existiam, e como diz a sabedoria popular: “O homem foi feito para se adaptar ao meio, e não o meio para se adaptar ao homem”. Tenham mais cuidado com o que dizem, da forma como o dizem, deixando de emanar energias negativas, passando a transmitir o vosso amor incondicional para com todos os que o rodeiam, e façam o favor de ser muito felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:20
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2015

Reflexão: A Humanidade…

 

Caríssimos,

     No decorrer da minha jornada, conheci pessoas de várias cores, origens, religiões, e de tantas outras coisas que as podem caracterizar, pois cada Ser é único, com as suas particularidades, conhecimentos e capacidades.

     Observando o que se passa no mundo, verificamos que há milhares de “guerras” a serem travadas pela humanidade, pelos mais variados motivos e razões. Estas podem ser de grande ou pequena escala, consoante o número de intervenientes e o objectivo das mesmas. Quase me arriscava a dizer que cada Ser Humano é um potencial foco de guerra, além de ter as suas pequenas “guerras”, originadas por ele mesmo ou até mesmo pelo seu semelhante. Ninguém neste mundo está a salvo, nem sequer aqueles que dedicam toda uma vida a auxiliar os seus semelhantes, pois acabam também por ser alvos de críticas, por uma sociedade cada vez mais intolerante. Pois, na minha humilde opinião, verifico que a Humanidade está “doente”, padece de falta de tolerância, respeito, valores e educação, de uns para com os outros, o que em abono da verdade, nada contribui para o bem-estar colectivo da sociedade. Quer acredite ou não que o Universo é composto por energia que se move livremente proporcionando o funcionamento das galáxias e tudo o que delas faz parte, e cada um de nós tem dentro de si mesmo um pouco dessa energia, o que lhe permite ser um Ser vivo. Essa energia pode ser manipulada por cada um de nós, consoante a nossa vontade, por isso se diz na gíria popular que há pessoas boas e más. Concordo parcialmente com esta afirmação, contudo devo esclarecer que cada um de nós pode ser uma pessoa boa ou má, consoante a vibração energética que enviamos através dos pensamentos e das palavras que dizemos. É sobre este aspecto que devemos ter bastante cuidado, pois sendo o Universo justo, vai-nos devolver, na mesma frequência, a vibração energética que enviamos para os outros, porque na verdade cada um de nós é uma fonte de energia, agora cabe a cada um de nós a responsabilidade da vibração que queremos enviar.

     Esta pequena reflexão talvez não lhe diga absolutamente nada de novo, mas se conseguir interiorizar a mensagem que vai nas entrelinhas já valeu a pena o tempo que perdeu a ler este texto, pois em meu entender o primeiro passo para podermos mudar interiormente é a consciencialização. Jamais se esqueça que toda a mudança começa sempre por Si e dentro de Si mesmo. Sejam felizes e vamos fazer deste um mundo melhor, pois no dia em que mudarmos o “nosso” mundo, o mundo à volta também mudará.

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 11:15
Link | Comentar | favorito (1)
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015

Reflexão: A Paz Interior…

Caríssimos,

     Cada Ser humano é único, com as suas virtudes e os seus defeitos, com a sua forma de reagir, a sua forma de falar, mais ou menos sentimental, mais ou menos agressivo, mais ou menos bonito, mais ou menos gordo, mais ou menos baixo, enfim, um sem número de características que nos definem. Desta forma podemos concluir que cada Ser é único, com as suas particularidades, vivências e conhecimento entre tantas outras coisas. Sim, na verdade cada um é como cada qual, o que faz de cada Ser um Ser Único. A “Paz Interior” é algo muito importante, na verdade é algo que cada um de nós procura alcançar, mas aquilo que para uns pode ser um pouco trabalhoso, para outros é muitíssimo trabalhoso, ao ponto de os fazer acreditar que é algo inalcançável. Mas verdadeiramente lhes digo, que é possível que todos possam alcançar essa Paz Interior. (espero que se sinta motivado para tal)

     Alcançar essa Paz Interior, não é algo que se consiga comprar com dinheiro, nem com atitudes desonestas, nem com desrespeito, nem com corrupção, nem com atitudes, palavras e gestos que desrespeitem o seu semelhante. A Paz Interior é um processo Individual de cada Ser humano, pelo que conseguir chegar à formula de sucesso global para todos é extremamente difícil, pois todos somos diferentes e cada um com as suas particularidades. Ainda assim, em minha modesta opinião, vou-lhes dizer quais os passos necessários (pelos quais passei e estou a passar) para conseguirem, ou pelo menos tentarem, alcançar a vossa Paz Interior, em sequência, para assim irem por etapas:

   - Importância: Nesta etapa deve verificar e analisar a Importância que atribui às pessoas que o rodeiam, bem como às palavras e acções que essas pessoas têm;

   - Aceitação: Aprenda a aceitar as pessoas com as suas virtudes e defeitos e o mundo como é, quer concorde ou não com o mesmo;

   - Perdão: Perdoe tudo o que lhe fizerem ou disserem, livrando-se do terrível custo de não perdoar;

   - Amor: Faço do amor uma coisa constante no seu dia-a-dia, emanando amor incondicional em tudo o que faz;

   - Gratidão: Seja grato diariamente por aquilo que tem, não invejando o que não tem.

     Por agora vou ficar-me por aqui, pois acho que os 5 itens anteriores, são grandes desafios para si mesmo, mas no dia em que conseguir verá que poderá sentir dentro de si essa Paz Interior que queria. Claro que cada um irá encontrar os mais variados obstáculos para os conseguir alcançar, mas se sentir muitas dificuldades disponha.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 01:32
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 2 de Julho de 2015

Reflexão: Fontes do sofrimento humano

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos o “sofrimento” do Ser humano, tem sido relatado e abordado constantemente em inúmeras situações. Infelizmente o “sofrimento” fez parte do passado, existe no presente e permanecerá no futuro, pois enquanto o Ser humano se desrespeitar a Si mesmo, dificilmente se conseguirá libertar desse sentimento.

     O Ser humano, na maioria das vezes, aponta o dedo aos outros, atribuindo-lhes a culpa do seu mal-estar, mas será que é mesmo dos outros? Porque será que as pessoas lhe dizem coisas menos positivas? Porque acha que as pessoas o estão a atacar quando lhe apontam defeitos? Porque teima e observar e criticar os aspetos negativos dos outros? Porque não elogia o seu semelhante nos bons gestos que pratica? [pense um pouco sobre o que leu]

     E se um dia alguém lhe disser que você é 80% culpado do seu sofrimento, gostava? [pense na pergunta] Certamente ninguém gostaria, mas na realidade é uma grande verdade com a qual cada um sente imensas dificuldades em lidar. Quando se irrita com alguém, apenas gera mal-estar para si mesmo, e depois para se voltar a por bem, vai ter uma data de trabalho, será que vale a pena irritar-se? É melhor não se irritar nem permitir que os outros lhe provoquem irritação, pois voltar a sentir-se bem dá trabalho e é chato. Este exemplo que acabei de lhe dar deve-se à excessiva Importância que atribuímos à(s) pessoa(as) que nos provocou essa reação emocional. Este é um pequeno exemplo da grande variedade de exemplos que lhe podia dar, nos quais você imputa sentimentos de “dor” a si mesmo, promovendo a intabilidade do seu plano emocional.

     Seja simples, tenha pequenos objectivos que consiga alcançar (grandes objectivos além de difíceis pode precisar de muito tempo para lá chegar, o que lhe pode provocar ansiedade, exaustão, frustração entre outros sentimentos), analise a quem dá importância, pergunte a si mesmo se aqueles que se dizem seus “amigos” o são verdadeiramente, seja livre não permitindo que outros façam as suas escolhas porque só você vive a sua vida, analise os outros pela sua mente e ética (não seja do tipo “Maria vai com as outras”) não tomando como sua as análises dos outros (Eu mesmo sou amado por uns e odiado por outros), ajude o semelhante sempre que possa mas não tome por suas as dores dos outros. Enfim, muita coisa poderia aqui ser dita, mas não vos pretendo aborrecer com leituras muito grandes.

     Assim, termino esta pequena reflexão, a qual agradeço desde já a sua leitura e caso tenha ficado a pensar é bom sinal, pois significa que pretende fazer algo por si mesmo, amando-se e elevando a sua auto estima. Desejo-lhes boas vibrações, energias, muito amor e sejam felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 23:35
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 1 de Fevereiro de 2015

Reflexão: Enquadramento religioso do Reiki

193658_194669700573735_100000921206654_516480_7199

Caríssimos,

     Nos dias de hoje fala-se muito acerca de religião, fundamentalismo e outras coisas associadas à mesma, o que na verdade nada me espanta, pois ao longo de séculos as mais diversas religiões foram moldando o rumo da história. Hoje em dia há várias religiões, cada uma com os seus dogmas, crenças e rituais, mas na realidade o Universo é apenas um, tal qual o nosso planeta.

     Depois desta pequena introdução, vou reflectir sobre o assunto referido no título deste texto. O Reiki é uma terapia integrativa e/ou complementar, que pode ser também ser uma filosofia de vida, se o reikiano apenas e só tentar, diariamente, implementar os cinco princípios do Reiki na sua vida quotidiana. O Reiki nunca esteve associado a nenhuma religião, podendo ser praticado por qualquer Ser humano, independentemente da religião que frequente e da fé que tenha.

     O Reiki é uma forma de transmitir Amor Incondicional Universal, ou seja, um reikiano “liga-se” à energia do Amor Incondicional Universal e, através das mãos, passa essa energia para si mesmo ou para outra pessoa. Como o Amor é a força mais poderosa do Universo, acaba por ser um importante componente para o bem-estar de quem recebe essa energia, porque todos nós gostamos de receber amor, certo? Estarei eu errado? [pense um pouco sobre isto]

     Ao longo do tempo tenho tentado explicar o Reiki da melhor forma, mas surgem sempre aqueles que, devido à sua incompreensão, vão tentando a todo custo, associar o Reiki a religiões, bruxarias, seres malévolos e tantas outras coisas. Oh, santa ignorância que, em vez de se tentarem informar correctamente, dão palpites acerca de assuntos que lhes são completamente alheios. Para todos e, especialmente para esses, mosto a minha inteira disponibilidade para os esclarecer, pois em meu entender, uma pessoa reconhecer que não tem conhecimentos suficientes para se pronunciar sobre um certo assunto, é um acto de humildade e não um acto de inferioridade perante outro.

     Espero que possam ter ficado esclarecidos acerca desse assunto, mas se ainda assim tiverem alguma questão a colocar, disponham, pois será com imenso prazer que os tentarei esclarecer sobre esta matéria. Obrigado pela sua leitura e pelo tempo dispendido, e seja muito feliz, porque a felicidade do meu semelhante também me deixa feliz.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 21:16
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 4 de Novembro de 2014

Reflexão: A Humanidade

 

193658_194669700573735_100000921206654_516480_7199

Caríssimos,

     Antes de mais desejo-lhe paz nos vossos corações, nesta época em que a humanidade está dividida entre amarguras e alegrias, o que faz com que o trabalho dos servidores da luz se torne ainda mais necessário. O Ser humano deve entender que atrás do que dizem ser a realidade quotidiana, há um propósito maior, que é a transformação de cada um de vós rumo a um novo mundo. Essa transformação só será possível através da transformação interior de cada Ser humano, que habita neste planeta.

     Um dos aspectos que já deveriam ter entendido é que, a sua realidade externa espelha o que está dentro de si, mas parece que este alerta que lhes tenho feito ainda não foram bem assimilados, mas voltarei a repetir as vezes que forem necessárias. Isso acontece porque muitas vezes dão atenção ao que pouco interessa em detrimento de aquilo que realmente interessa. O Ser humano julga através do “ego inferior” que o engana constantemente, sendo esta a visão do que actualmente se passa com a humanidade.

     Seja flexível e abra a sua mente, permitindo que novos conhecimentos possam entrar, pois é importantíssimo para a sua evolução espiritual. Entenda que é bastante importante mudar as suas crenças, emoções, valores, pensamentos, atitudes e sentimentos, o que resulta numa mudança da sua forma de vida enquanto Ser humano. Estas alterações permitem-lhe fazer a transposição do plano material para o plano espiritual. Libertem-se dessa prisão, pois os vossos pensamentos ainda estão amarrados às antigas crenças, impedindo-o de prosseguir na sua caminhada. Enquanto a humanidade viver dividida, onde os sentimentos de ódio, discórdia e falta de respeito mútua coexistir, a humanidade encontra-se “presa” aos velhos paradigmas da Terra, e da vida na dualidade que já se encontra ultrapassada.

     Recordo-os que no planeta, há muitos seres entre vós, que lhes estão a tentar ensinar a encontrar o caminho da paz e do amor, porque dentro da dualidade existem as coisas mais negativas e a inexistência de amor.

     Aquilo que podemos observar na Terra como instrumentos de gestão global, não fazem parte das dimensões superiores que tantos almejam alcançar, pois continuam sob o véu da ilusão. O conflito é algo que desgasta as energias de todos os intervenientes, logo é algo que nesta Nova Era devemos evitar. Longe do que gostariam de ser, espera-lhes um grande trabalho de transformação interior de cada um de vós.

     Entendam que a liberdade do Ser reside no aspecto “Importância”, logo quanto menos importância der às coisas mais densas, mais abertos ficam para a vida espiritual que lhes vai permitir ver o mundo com outros olhos. Para alcançar este objectivo devem exercer a prática do Amor em união uns com os outros e todos no mesmo sentido, fazendo com que o objectivo seja comum a todos, mas isto só se alcança libertando-se do ego inferior e vivendo em humildade, através da energia amorosa do Amor Incondicional.

     Observar apenas o que se passa no mundo físico provoca uma cegueira espiritual. Enquanto os Seres escolhem a religião, eu escolho a luz; enquanto os Seres se focam numa parte, eu observo o todo; Assim consigo, e vocês também, trabalhar na unidade (Uno) e não na dualidade (partes). Tudo tem um Propósito Maior, mesmo que vá para lá da nossa compreensão mental.

     O universo da dualidade cada vez nos consome mais as nossas energias, logo para nossa própria protecção devemos adoptar novas formas de estar e novos métodos de agir, impedindo que aqueles que se “alimentam” das nossas energias nos provoquem medos, receios, angustias, guerras, em suma, mal-estar generalizado. O Ser humano continua à espera de um Salvador, tal como foi acontecendo ao longo da história, mas isso é um enorme erro, pois ninguém o poderá salvar a não ser você mesmo. Esperar sempre que sejam os outros, é tornarem-se dependentes dessas pessoas e dos outros, o que faz com que condicionem o seu próprio livre-arbitrio (por favor não se aprisione). Mantenha sempre a sua auto-estima elevada, porque no dia em que a perder tornar-se-á escravo do planeta, principalmente daqueles que o rodeiam, pois esperam por alguém que os salve, o que certamente não irá acontecer, pois a salvação reside dentro de si.

     Ao longo do tempo tenho-os alertado para diversas situações e para o que realmente se passa, pois parece que teimam em não querer ver aquilo que está mesmo à vista. Não sou mais do que ninguém, sou apenas um Ser (com as suas virtudes e defeitos) que vai partilhando com vocês o seu conhecimento e as suas experiências, para que possa contribuir para um mundo melhor para todos, no qual reine a Paz e o Amor Incondicional com um profundo sentimento de Compaixão. Sejam felizes, sejam Luz, sejam Amor.

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 11:33
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Reflexão: O Futuro…

Caríssimos,

     A Humanidade diverge entre povos, países, culturas, religião, regionalismos e tantos outros aspectos que nos caracterizam e nos “definem” como “oriundos” de uma determinada zona, região ou até mesmo localidade. A Humanidade existe há imensos anos na Terra, e assim, enquanto seres vivos terrestres, foram fazendo a sua evolução ao longo dos tempos, o que é algo natural e legítimo, mas o que muitas vezes me levante a seguinte questão: “Mas que evolução teve a humanidade?”. (pense um pouco sobre a questão)

     Como seres humanos (na sua essência) a evolução tem sido bastante lenta, o que já não se pode dizer relativamente à ciência, medicina, tecnologia, indústria e outras coisas mais. Quando me refiro à evolução enquanto ser humano, refiro-me ao aspecto do Ser no seu todo, o que significa que me refiro às suas partes física (corpo), emocional (sentimentos), mental (cerebral) e espiritual (alma). Psicologicamente falando, desde os seus primórdios, a evolução psicológica/mental foi algo que ficou aquém do que seria esperado, em meu entender. Reparem numa coisa, se pensarmos um pouco na história da humanidade, nas guerras que se travaram, as epidemias que passamos, a pobreza em que vivemos, as ditaduras que suportamos, enfrentar duras batalhas, superar fenómenos naturais, e tantas outras coisas pelas quais a humanidade passou e isso faz-me surgir na mente outra questão: “O que é que a humanidade aprendeu com o seu passado?”. (pense um pouco sobre esta questão)

     Realmente, a expressão popular “o povo tem memória curta” é bem verdade e real, pois hoje em pleno século XXI existe escravatura, fome, guerra, fanatismo religioso, corrupção, regimes ditatoriais, e tantas outras coisas que perduram ao longo de séculos, cuja única diferença são os seres humanos intervenientes, mas será que são mesmo outros? Para aqueles que acreditam na ascensão e nas sucessivas reencarnações (vidas) de uma alma (espírito) em prol do seu aprimoramento, certamente acreditam que são os mesmos que, outrora provocaram tanto mal-estar à humanidade, e apenas estão “encapotados” com outros corpos e outros nomes, mas mantendo no seu ADN o instinto da destruição e malvadez. (pense um pouco sobre estas palavras)

     Assim podemos concluir que a humanidade está “doente” na sua generalidade, logo psicológica/mentalmente a evolução do Ser humano (no contexto geral) está bastante atrasada. Em minha opinião a Humanidade passou a estar em perigo desde o momento que o Ser humano conseguiu fabricar armas de destruição maciça que podem dizimar regiões inteiras, mas porque é que as querem? E se vão parar às mãos de pessoas de má índole? (pense sobre isto) A Humanidade tem entregado os seus desígnios àqueles que detêm poder e às sociedades secretas que manipulam a nossa história e até mesmo as nossas mentes, pois veja-se o ensino, as crianças são “obrigadas” a saber determinadas coisas (estabelecidas pelos governos) ensinando-lhe a história como Eles querem que as crianças saibam, e que em inúmeros casos não se trata do relato real dos acontecimentos. É através desta e outras formas que a humanidade tem sido comandada através da mente, do pensamento colectivo e da influência que isso provoca nos seres humanos.

     Mas afinal de contas, o que é que a humanidade pretende? Fala-se em paz, harmonia, caridade, compaixão e amor, mas constatamos que quem detêm cargos de poder apenas expressa essas palavras bonitas no discurso verbal, mas na prática pouco fazem nesse sentido. Fala-se no Criador (Deus ou outra definição) mas na realidade a maioria das pessoas segue o deus dinheiro, que está ligado aos prazeres da vida terrena (Inveja, Orgulho, Avareza, Ira, Luxúria, Gula e Preguiça) que nada tem a ver com o verdadeiro Criador (Deus ou outra definição). A Humanidade é cada um de nós que, tal como uma gota de água, juntos formamos o Todo (Uno), tal como as gotas de água formam os oceanos, por isso os aconselho a preencherem-se de Amor. Só assim se conseguem transformar em fontes de luz, irradiando o amor para com todos os que o rodeiam, e assim, cada um de nós dando o nosso melhor, poderemos aos poucos ir mudando a humanidade, em prol de um mundo mais pacifico, harmonioso, coerente onde reine a paz, harmonia e o amor incondicional entre os seres humanos, tornando o mundo melhor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:53
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 26 de Agosto de 2014

M&A: Uma combinação explosiva…

Caríssimos,

     Para que possam entender melhor a reflexão que segue, desde já lhes digo que M&A quer dizer: “Materialismo e Apego”. Se apenas e só uma delas é má, quanto mais as duas em conjunto, isso sim resulta numa combinação completamente explosiva que pode destruir um Ser humano. Infelizmente a auto-destruição que o Ser humano provoca a si mesmo, exerce uma reacção em cadeia que afecta aqueles que estão mais juntos dele (família e amigos).

     Ser Materialista é querer ter cada vez mais coisas, nunca estando satisfeito com o que tem. São pessoas do tipo: “Se aquele tem eu também tenho de ter”; entre outro tipo de afirmações. Este tipo de pessoas muitas vezes acabam também, ainda que já tenham muitas coisas, emanar energia de Inveja para cima de outras pessoas que tenham coisas que eles não têm. Enfim, esta parece ser a mentalidade da sociedade em geral, mas depois como se não bastasse o “querer”, ainda querem as coisas “topo de gama” que são mais caras. Mas será que as coisas mais simples não são suficientes? Porquê essa ganância em viver do “ter”?

É claro que, depois do que acabei de dizer é fácil entender que os Materialistas têm Apego às coisas, certo?

     Tal como já lhes tinha dito noutros textos, o Apego é a maior fonte de sofrimento do Ser Humano, seja apego a bens materiais, a pessoas, a ideias, ou a outras coisas. Claro é que quando uma pessoa perde alguma coisa à qual tem muito Apego sofre quando a perde, mas não irei falar mais sobre este tema agora.

     No ocidente, mediante as “regras” impostas pelas sociedades, todos os seres humanos são educados valorizando os bens materiais, o que faz com que as pessoas gerem dentro de si mesmas a vontade de obter riqueza, custe o que custar. Esse tipo de “informação errada” que é colocada na mente das pessoas, faz com que muitos façam o que for preciso para alcançar poder e riqueza. Por causa disso surge a corrupção, compadrios, máfia, vinganças, favores e tantas outras coisas mais, através das quais o ser humano desrespeita o seu semelhante, afastando-se assim da simplicidade e humildade do Ser, na sua mais pura criação, na qual age sempre com Amor Incondicional.

     Certamente sabem que a vida é muito mais do que aquilo que apenas temos aqui no planeta Terra, certo? Sabes que depois desta vida regressarás ao plano espiritual, certo? Se em ambas as perguntas a tua resposta for positiva, do que está à espera para mudar? Liberte-se do Materialismo e do Apego, pois quando chegar o momento da sua partida, tudo ficará na Terra, incluindo o seu corpo, que foi concebido também neste planeta. Seja simples e humilde, e verá como a felicidade vai envolver o seu ser, podendo-a partilhar com quem o rodeia. Lembre-se sempre que as pessoas não se compram, conquistam-se através do amor e da humildade.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:57
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 8 de Julho de 2014

Reflexão do dia…

Caríssimos,

     Aquilo que define como “fase de transição planetária” é um fenómeno que se dá à escala global e que afecta todos os seres que habitam o planeta, sem excepção. A cada dia que passa mais pessoas sofrem de problemas do foro mental, problemas esses que para a indústria farmacêutica resultam em cada vez mais lucros e benefícios.

     E se um dia eu lhe disser que você é o maior responsável pelos seus problemas de saúde mental, o que diria?    [pense um pouco antes de continuar a ler]

     Desde sempre o Ser humano sempre quis deter o “poder”, numa competição constante entre seres, gerações, povos, países e continentes. Nesta “guerra” começou por usar as “armas” mais rudimentares até às mais evoluídas, mas o uso da força começou a ser condenado pelos povos. Isso fez com que, aquelas “sociedades secretas” que pretendem alcançar poder a “qualquer custo”, se vissem “obrigadas” a utilizar outras técnicas para “controlar” as populações. A partir desse momento a comunicação social passou a desempenhar um papel fundamental, principalmente quando a mesma é controlada por órgãos governamentais, fazendo com que toda a informação tenha de passar pelo crivo da censura.

     É assim que ao longo dos tempos as “sociedades secretas” têm comandado os destinos da humanidade, através do conhecimento global que vão colocando ao dispor da generalidade da sociedade. Dessa forma vão “manipulando” a opinião pública sobre os mais variados assuntos, fazendo também com que a maioria das pessoas se tenha tornado “dependentes” dessa informação facultada. Estas e outras coisas que, ao longo do tempo, tenho descrito nos meus textos, são manobras psicológicas com o intuito de “controlar” a mente humana, no que diz respeito a opiniões e atitudes, tal como acontece na chamada “guerra santa” entre muitas outras coisas. Reparem no seguinte, já foram descobertas curas de doenças “incuráveis” mas porque é que essa informação foi “abafada”? Porque é que ao longo dos tempos a verdade tem sido ocultada da maioria dos seres? [pense um pouco sobre estas questões]

     Todos estes factores têm contribuído para a instabilidade mental da generalidade da humanidade, funcionando psicologicamente como software que se instala na nossa mente, obstruindo o pensamento livre do ser humano. Se compararmos a nossa mente a um disco de computador, todas as falsas crenças, dogmas, mentiras, ilusões e todas as ideias negativas são software malicioso (vírus, cavalos de Tróia, malware). Todas estas coisas e muitas outras têm influência no nosso plano físico, pois este é comandado pelo nosso plano mental, o qual contém “a tal” informação (que frisei anteriormente), as nossas convicções, ideais, dogmas, fé, crenças e todos os outros pensamentos mais ou menos positivos.

     Vamos ser livres libertando-nos dessas amarras mentais, pois parece que a humanidade anda adormecida, num estado de hipnose colectiva. Dê importância a quem deve de dar (assim evita sofrimentos desnecessários), preencha-se de amor (eu amo-me e tu?), transmita esse amor (a todos os que o rodeiam), liberte-se dos apegos (maior fonte de sofrimento na Terra), pratique a caridade (ajudar outro é ajudar-se a si mesmo), seja gentil com os outros (respeite e trate o seu semelhante da mesma maneira que gostaria de ser tratado), procure a verdade dos factos e tire você mesmo as suas conclusões das coisas (não seja do tipo: “Maria vai com as outras”), aceite os outros como são (nem sempre é fácil, mas se for muito difícil ignore), seja feliz e assim poderá fazer felizes os outros.

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: Feliz...
Publicado por Viktor às 14:37
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 20 de Junho de 2014

Auto-destruição Humana

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos temos assistido às mais variadas histórias sobre a humanidade, guerras entre povos, povos que foram extintos, jogos de poder, sociedades secretas, religiões, enfim, tantas coisas têm acontecido neste planeta. O Ser humano, desde tempos imemoráveis, sempre ambicionou poder, riqueza e todos os “prazeres” associados à vida terrena do plano material. Tudo isto acontece porque o Ser humano tem, na generalidade, negado a sua espiritualidade ou então faz de conta que a desconhece, com receio de ser criticado perante os outros. Aqueles que não a aceitam porque a desconhecem ainda têm “alguma” desculpa, mas quem a nega tendo conhecimento da mesma, além de não ter desculpa, só vai criar Karma e problemas futuros no seu próprio processo evolutivo.

     Todo o Ser é, através da sua mente o seu próprio “Juiz e Carrasco”, que lhe provoca a sua própria auto-destruição através do seu plano mental. Dogmas, crenças, julgamentos errados, pensamentos negativos, inveja, ansiedade e tantas outras coisas que fazemos a nós mesmos, só servem para nos prejudicar. É como se cada coisa fosse um tipo de “vírus” que instalamos dentro de nós (sistema operativo), que se vai alastrando e “infectando” os componentes (órgãos) do nosso CPU (corpo). Comandando as massas (populações) através da manipulação da opinião pública globalizada, incutindo falsas crenças e notícias, difundida através das religiões e da comunicação social, as organizações secretas vão “comandando” os destinos da Terra e da Humanidade.

     É assim que grande parte da humanidade vive sob um estado de “hipnose” colectiva, vivendo num mundo feito de mentiras que, depois de ditas inúmeras vezes se tornam verdades. Porque é que se esconde a verdade das coisas à humanidade em geral? Porque se andam a destruir uns aos outros e a autodestruírem-se a vocês mesmos? Porque se a verdade fosse partilhada por toda a humanidade, a mesma seria mais equilibrada e assim aqueles que detinham poder não poderiam incutir medos e “escravizar” os estratos sociais mais baixos.

     O conhecimento e a verdade é para ser partilhada e não ocultada, eu vou desempenhando o meu papel nesse sentido, será que tu fazes o mesmo?

     Paz, Harmonia, Felicidade a Amor para toda a humanidade.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 10:47
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 16 de Junho de 2014

Reflexão: A Depressão...

Caríssimos,

     Hoje vou abordar um tema que, pelo que é divulgado nos órgãos de comunicação social, é algo que afecta cada vez mais pessoas. Semanalmente surgem notícias relacionadas com o elevado consumo de anti-depressivos e hipnóticos, situação nada positiva para a sociedade em geral. Outro dia ouvi o melhor médico especialista de Portugal, na Antena 1, a dizer que os anti-depressivos apenas devem ser tomados quando a pessoa está realmente depressiva, pois passando essa fase a medicação irá fazer o contrário, ou seja, provocando o estado depressivo na pessoa, gerando na mesma um pensamento de dependência da medicação.

     Em meu entender o surgimento de cada vez mais casos destes é fruto da sociedade actual, na qual todos parecem querer tudo a correr e ninguém tem paciência para esperar. A globalização informática, fruto do desenvolvimento global, criou vários problemas ao Ser humano, pois a nossa mente não está preparada para gerir tanta informação com a mesma rapidez de um computador, além de contribuir para a quase extinção das relações sociais entre os seres humanos, e gerando dependência, o que é ainda mais preocupante. Tudo isto acaba por gerar nas mentes, já algo confusas, mais perturbação, o que provoca doenças do foro psiquiátrico.

     Peço desculpa pelos 2 parágrafos anteriores, mas penso que seria útil partilhar com vocês aquela informação entes de começar a reflexão. Pessoalmente acho que a Depressão é uma não-aceitação do Passado, incerteza no Futuro que provoca instabilidade no Presente. Para podermos ultrapassar este problema devemos aceitar amorosamente o nosso passado, perdoar todos os que cruzaram o nosso caminho, pois quando se perdoa verdadeiramente, os sentimentos associados a essas pessoas desvanecesse. Quando observar o seu passado, foque o seu pensamento nas coisas boas e observe as menos boas apenas e só como aprendizagens. Despreocupe-se com o Futuro, porque Ele é amanhã e você vive hoje, no Presente. No Presente valorize quem o respeita e dê menos importância a quem o “ataca”, pois dar importância a essas pessoas e ao que dizem, é permitir que desestabilizem a nossa paz interior.

     Leve a vida de forma mais calma ou como diz o povo: “na desportiva”, concentrando a sua energia no Presente, no aqui e agora, e veja como consegue ser bem mais feliz consigo mesmo. Façam o favor de Ser Felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 20 de Maio de 2014

Ter ou Ser?

Caríssimos,

     Esta é sem dúvida uma questão sobre a qual o ser humano se tem debatido ao longo de milénios. Se algum dia colocar esta questão a um conjunto de pessoas não se surpreenda com as respostas e reacções, pois são muito díspares.

     TER ou SER é uma questão de grande importância e que tem suscitado dúvidas e debates entre religiões, países e nações, mas antes de chegar a esses níveis é sem dúvida uma questão pessoal. O planeta assistiu no século passado a um grande desenvolvimento tecnológico e científico, que aconteceu a uma velocidade superior à da evolução da espécie (ser humano). A par desta evolução todos os seres humanos que detinham poder e algumas capacidades económicas viram oportunidades para enriquecer cada vez mais, muitas vezes através de falsas promessas criando ilusões na mente dos outros, mas é apenas uma forma hábil de escravizar os subalternos. Oh, coitados dos que têm de se subjugar a esses seres pelas necessidades que a vida lhe impõe, mas vou escrever sobre o tema que realmente aqui pretendo abordar. O desenvolvimento económico desenfreado instalou na mente da generalidade da humanidade um vírus definido como a “febre do consumismo”, que é o materialismo na sua expressão máxima. Desculpem esta introdução mas penso ser necessária para a reflexão que se segue.

     É pelos motivos que escrevi anteriormente e ainda por outros que hoje em dia os seres humanos atribuem mais importância ao TER do que ao SER. O Ser humano é muito mais do que apenas um corpo físico e o “materialismo” é algo que apenas está ligado ao mundo terreno, além de ser a origem de desentendimentos entre muitos seres humanos. Actualmente a sociedade valoriza mais o TER do que o SER, ou seja, se um Ser tem “poder” e riqueza é respeitado, se não tem é simplesmente “ignorado”. Valorizam-se os bens materiais (TER) em detrimento dos valores morais e da essência interior (SER). Vivermos na essência do Ser é vivermos em paz connosco mesmos, com os outros, respeitar tudo e todos, enchermo-nos de amor e irradiá-lo para quem nos rodeia, evitar a todo o custo julgar os semelhantes e pensamentos negativos que possam pairar na nossa mente entre outras coisas. Dedicarmos tempo a nós mesmos através da auto-aplicação de técnicas holísticas de relaxamento e meditação, eleva-nos a consciência para nobres níveis de paz, harmonia, compaixão e amor, despertando em nós um enorme sentimento de bem-estar. Ao longo de décadas o TER tem semeado o pecado, raiva, guerras, discórdias, mortes, alimenta o ego, vaidade, poder e tantas coisas outras atrocidades cometidas ao longo da história, no passado e no presente, mas será que a humanidade nada tem a aprender com isso?

     Espero que esta pequena reflexão o faça pensar e reflectir para que possa escolher que caminho pretende seguir, através de seu “livre arbítrio”. Eu escolhi viver no SER e tu?

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:53
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 12 de Maio de 2014

Porque estás triste?

Caríssimos,

     Cada ser humano é muito mais que aquilo que se vê, porque apenas vemos o plano físico do mesmo, mas é também composto pelo plano emocional, mental e espiritual. Por esse facto, ao longo dos tempos têm vindo a ser feitos estudos sobre o ser humano e muito há ainda para ser descoberto.

     Cada um de nós já passou certamente por momentos felizes e infelizes, sendo na generalidade mais frequentes os segundos que os primeiros. Há também um sem número de situações que nos podem causar sentimentos de tristeza, mágoa, solidão, angustia, enfim, tantas situações que nos podem “deitar abaixo”, baixar a nossa auto-estima, nos por de mau humor, nos fazem chorar, nos provocam ira e/ou outros sentimentos negativos. Todas essas situações fazem parte da nossa caminhada e aprendizagem, pois são testes à nossa inteligência emocional, testando a nossa capacidade de controlo das nossas emoções. Controlar as nossas emoções é um grande desafio o qual alguns de nós temos imensas dificuldades em alcançar esse objectivo no decorrer da vida. Em inúmeros casos a tristeza que se “abate” ou “apodera” de nós deriva da incapacidade que temos em controlar as nossas emoções, por isso tenho frisado a importância da nossa Inteligência Emocional (IE).

     Não me querendo alongar demasiado no texto, deixo-lhes algumas dicas para reflectirem de forma a poderem libertar esses sentimentos de tristeza que se instalaram dentro de si: Remova da sua mente a ideia de que os outros são como você, pois isso só lhe vai trazer decepções; Cada um exprime o amor à sua maneira, não espere ser retribuído da mesma forma; Evite criar expectativas para as coisas, aceite apenas com tranquilidade pois o que tiver de ser será; Faça sempre o que for melhor para si, sem desrespeitar o seu semelhante; Quando faz caridade de coração não espere reconhecimento, pois a ingratidão ainda esta dentro de muitas pessoas; Liberte-se de todo e qualquer apego a pessoas ou bens, assim libertar-se-á da maior fonte de sofrimento da Terra. Nada mais tenho a dizer por agora e se conseguirem aplicar as dicas que lhes referi verão o bem que se vão sentir interiormente. Muita paz e amor incondicional para todos.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:05
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 22 de Abril de 2014

Reflexão do dia

Caríssimos,

     A vida é feita de surpresas, emoções, sentimentos, pensamentos, gestos e tantas outras coisas, que nos alteram os estados de humor, tranquilidade, bem-estar e até mesmo da saúde. Seja ou não da nossa vontade, acabamos por estar sempre expostos a tudo e todos, é como se a nossa vida real fosse um gigantesco “Big brother”, no qual temos inúmeros olhos “postos” em cima de nós a observar e julgar tudo o que fazemos. Por vezes a vida do Ser humano parece a vida de um animal selvagem, constantemente vigiado por abutres que esperam que tombe, para dele se poderem alimentar. Mas no caso dos seres humanos os “abutres” são diferentes, pois atacam a presa em vida, praticando o cinismo depois da morte da presa. Será que a humanidade ainda não compreendeu que esse tipo de atitudes não lhe trás nenhum benefício? Porque se continuam a praticar rituais pagãos nos quais impera dor, sofrimento e cinismo de forma exacerbada? Pelo contrário, só lhe vai trazer mais problemas a somar aos que já tem. (faça uma pausa na leitura e pense no que acabou de ler)

     Talvez pelo facto de vivermos completamente expostos aos outros, é que a maioria das pessoas dá tanta importância ao que está à vista, vivendo sempre preocupados com o que parecem e com o que os outros pensam deles. Preocupem-se com aquilo que interiormente são, porque a essência de qualquer Ser está no seu interior, não no seu exterior. Cada Ser humano vive em certa medida condicionado, sendo o próprio o primeiro a condicionar-se a si mesmo através de pensamentos do tipo: “Não visto isto porque vão fazer chacota de mim”; “Se não beber sou excluído do grupo”; “O que será que vão pensar de mim”; enfim, tantas outras frases que são apenas bloqueios (em forma de palavras) mentais. Muitos destes bloqueios são criados e “alimentados” por nós mesmos, os quais acabam também por ser “alimentados” pelas pessoas com as quais lidamos no dia-a-dia, já tinham pensado nisto? Em certa medida as acções do ser humano estão condicionadas porque atribui demasiada importância aos outros e ao que possam dizer, certo? Talvez tenha chegado a hora e o momento de mudar em si mesmo essas atitudes e pensamentos, e verá como cresce a sua liberdade, sentindo-se bem melhor consigo mesmo, porque o que é realmente importante é agir correctamente e ser verdadeiro, o que faz com que esteja de consciência tranquila e isso sim, é realmente importante para si mesmo.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:10
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Reflexão sobre “A imposição de mãos” [Reiki]

Caríssimos,

     O Reiki é uma terapia milenar e há imensos relatos que falam acerca deste tipo de práticas, mas referindo apenas o termo “imposição de mãos” ou “impôs-lhe as mãos” sem lhe atribuir o nome “Reiki”. Estes relatos referem-se à “canalização” de energia cósmica universal, a qual muitas vezes se define também como “Amor Incondicional”, energia essa que eu entendo como sendo a energia mais poderosa do universo.

     Dando continuidade ao anteriormente dito, vou aqui colocar excertos de frases contidas em textos antigos:

      Bíblia, numero 27: “…Então Moisés fez como o Senhor lhe ordenara: tomou a Josué, apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, impôs-lhe as mãos, e lhe deu a comissão; como o Senhor falara por intermédio de Moisés.”

      Lucas 13: “…E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.

      Atos 28: “…Aconteceu estar de cama, enfermo de febre e disenteria, o pai de Públio; Paulo foi visitá-lo, e havendo orado, impôs-lhe as mãos, e o curou. Feito isto, vinham também os demais enfermos da ilha, e eram curados;

     O Reiki é uma terapia e/ou filosofia de vida que não está ligado a nenhum tipo de religião, mas o facto de mencionar excertos de textos bíblicos tem a ver com o país que tem na sua essência a religião cristã (católica apostólica romana). No seio da igreja católica há uma grande resistência à utilização e prática do Reiki, mas se esta é a terapia do amor incondicional (da dádiva desinteressada) que desde a sua redescoberta por Mikao Usui em 1922, começou a ser aplicada ao pobres e mendigos que viviam nos subúrbios de Tóquio, porque tanta resistência? A igreja católica através da “fábrica da igreja” e das “misericórdias” desenvolvem um trabalho social de apoio às famílias carenciadas, então não reconhecem o trabalho de voluntariado feito por praticantes de Reiki nas demais organizações sociais espalhadas pelo país? Devo contudo salientar que todo o voluntariado de Reiki é 100% gratuito, marcando assim a diferença sobre as actividades promovidas pela igreja católica que nem todas são gratuitas.

     Em jeito de conclusão termino este texto deixando-lhes algumas questões para vossa reflexão: Será que só existe amor dentro de alguma religião? Porque julgam quem tem opinião contrária? Porque veneram vários Deu’s quando Deus é apenas e só Um? Será que só existe caridade dentro da religião? Serei eu o detentor da verdade suprema?

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:00
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: A Infelicidade…

. Reflexão: A Humanidade…

. Reflexão: A Paz Interior…

. Reflexão: Fontes do sofri...

. Reflexão: Enquadramento r...

. Reflexão: A Humanidade

. Reflexão: O Futuro…

. M&A: Uma combinação explo...

. Reflexão do dia…

. Auto-destruição Humana

. Reflexão: A Depressão...

. Ter ou Ser?

. Porque estás triste?

. Reflexão do dia

. Reflexão sobre “A imposiç...

. Pas-Pes-Fut

. Reflexão: O papel do Mest...

. Crença ou Descrença…

. Apenas umas palavras… em ...

. Reflexão: The power of Lo...

. Hoje: Dia Mundial da Cari...

. Pensamento, fonte co-cria...

. Mensagem do dia...

. Pensamento, um dilema hum...

. Vagueando…

. Reflexão: A Vida…

. Armadilhas e Ciladas no c...

. Níveis de Consciência…

. Consultas e Tratamentos…

. Atitudes...

.Arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31