.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Sexta-feira, 14 de Abril de 2017

Reflexão: Semifrio de Emoções…

Caríssimos,

     Por vezes as coisas são simples, mas o Ser humano parece que tem um “complicómetro” na mente “programado” para baralhar as coisas. Mas quando se trata de situações que além do plano mental também mexem com as nossas emoções, as coisas parecem ainda ficar mais complicadas, gerando mais confusão mental. Aprender a lidar e a controlar as nossas emoções não é tarefa fácil e exige de nós muito treino, principalmente da nossa mente, pois muitas vezes ela comporta-se como um “cavalo selvagem”. Na verdade as nossas emoções estão intimamente ligadas aos nossos pensamentos, que muitas vezes são, infelizmente, a “nascente” dos nossos problemas. Lidar com as emoções é uma tarefa difícil para a maioria das pessoas, que conjugadas com os pensamentos podem produzir um cocktail de tal forma explosivo, que pode originar doenças de vários tipos. Saber controlar as emoções, reagindo calmamente perante situações anómalas, não significa que a pessoa tenha um coração de pedra desprovido de emoções, significa que a pessoa é ponderada não permitindo reações emocionais, usando a sua calma e tranquilidade proveniente da sua paz interior, para racionalmente resolver as situações que surgem.

     Saber controlar as emoções é uma grande mais-valia para a nossa harmonia, equilíbrio e paz interior. Esse controlo evita preocupações desnecessárias, sofrimentos por antecipação, aborrecimentos, e todo um conjunto de situações “criadas” pela nossa própria mente, que apenas e só servem para nos entristecer e “deitar abaixo”. Recomendo-lhes pensamentos positivos e dê importância àquilo que é realmente importante, principalmente no que diz respeito a outras pessoas. Sejam Felizes e fontes de Amor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:20
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 15 de Novembro de 2016

Reflexão: A Infelicidade…

1-Infelicidade.jpg

Caríssimos,

     Cada ser humano neste planeta é único, passando por diversas provações, influenciado pelo maio em que vive e pelas amizades que tem, pela educação que teve, pelas habilitações literárias que possui, entre muitas outras coisas que ao longo do tempo têm influência sobre cada um. De alguma maneira, cada um de nós procura na verdade a sua felicidade, certo? Presumo não me ter enganado, mas na verdade uma grande maioria das pessoas são infelizes, infelizmente, pois muitas vezes definem prioridades erradas, cobiçam o que os outros têm, enfim, por tantos motivos e razões que neste momento não me recordo.

     O ser humano é em muitos casos o principal culpado pelo seu próprio sofrimento, infortúnio, avareza, mal-estar entre outras coisas, devido às escolhas que fazemos, às atitudes que temos, às palavras que dizemos, aos pensamentos que temos, à inércia que temos e à falta de auto estima. Muitas vezes somos muito amorosos para com os outros contudo não reservamos nenhum amor para nós mesmos, temos pena e somos compassivos com os outros mas não temos compaixão por nós mesmos, criticam os outros e no entanto não gostam de ser criticados, querem ganhar mais e trabalhar menos, acham que foi dessa forma que quem honestamente trabalha conseguiu fazer dinheiro? Muitas vezes o ser humano é assim, desrespeita-se a ele mesmo dia após dia, quer ser rico sem construir riqueza, quer ser magro e continua a comer desmedidamente, quer ser bonito e continua a ser desleixado, entre tantas outras coisas. A maioria das pessoas querem muitas coisas, mas além de as cobiçarem nada fazem para as conseguirem obter, de forma honesta sem ultrapassar por cima de ninguém, respeitando sempre o seu semelhante. A maioria da humanidade está mais focada no Ter do que no Ser, por isso “arranjam” fontes de sofrimento, desânimo, tristeza, angustia, infelicidade, e desarmonia entre aqueles que fazem parte do seu mundo (família, amigos, conhecidos, colegas de trabalho, etc…).

[faça uma pausa na leitura para pensar um pouco no que leu]

     Por vezes refletirmos um pouco sobre as nossas atitudes e sobretudo sobre os nossos pensamentos, chegamos à conclusão que uma boa parte do nosso mal estar é provocado por nós mesmos, pela importância indevida que atribuímos às palavras e ações dos outros, e porque queremos as coisas à nossa maneira, mas não nos devemos esquecer que nós quando cá chegámos o planeta, as coisas e as pessoas já existiam, e como diz a sabedoria popular: “O homem foi feito para se adaptar ao meio, e não o meio para se adaptar ao homem”. Tenham mais cuidado com o que dizem, da forma como o dizem, deixando de emanar energias negativas, passando a transmitir o vosso amor incondicional para com todos os que o rodeiam, e façam o favor de ser muito felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:20
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 31 de Outubro de 2016

Ensinamentos em Poesia

Não sou nenhum poeta,

Nem tão pouco um escritor,

Apenas escrevo estas palavras,

Para manifestar a minha dor;

         Há dores que não se sentem,

         Em nenhuma parte física do corpo,

         São dores emocionais e mentais,

         Que nos acompanham até ao Porto;

Vão connosco para todo o lado,

Mesmo que vá dar uma volta ao mundo,

São como vírus que se entranham em nós,

Bem escondidos lá no fundo;

         São dores complexas de remover,

         Dão-nos cabo da cabeça,

         Não permita que isso aconteça,

         Para que a sua vida não desapareça;

As coisas nem sempre são como gostaria,

Na verdade são como têm de ser,

Aprenda a aceitar as coisas como são,

Evitando estar a dar cabo do seu ser;

         Dar importância a quem não merece,

         Vai ajuda essa pessoa a o magoar,

         Mantenha a calma e não ligue,

         Pois em nada a pessoa o está a ajudar;

Aprenda a aceitar a vida,

E tudo o que ela tem para nos mostrar,

Quando nos mostra coisas menos boas,

É um sinal de que temos de mudar;

         A maioria não consegue sozinho,

         Não se retraia e peça para ser ajudado,

         Só assim pode melhorar a sua vida,

         Além de se poder libertar do passado;

Nunca é tarde para transmitir o seu amor,

Para si mesmo e para quem possa necessitar,

Vai ser uma grande mudança na sua vida,

E assim pode começar a prosperar.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:46
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015

Reflexão: A Paz Interior…

Caríssimos,

     Cada Ser humano é único, com as suas virtudes e os seus defeitos, com a sua forma de reagir, a sua forma de falar, mais ou menos sentimental, mais ou menos agressivo, mais ou menos bonito, mais ou menos gordo, mais ou menos baixo, enfim, um sem número de características que nos definem. Desta forma podemos concluir que cada Ser é único, com as suas particularidades, vivências e conhecimento entre tantas outras coisas. Sim, na verdade cada um é como cada qual, o que faz de cada Ser um Ser Único. A “Paz Interior” é algo muito importante, na verdade é algo que cada um de nós procura alcançar, mas aquilo que para uns pode ser um pouco trabalhoso, para outros é muitíssimo trabalhoso, ao ponto de os fazer acreditar que é algo inalcançável. Mas verdadeiramente lhes digo, que é possível que todos possam alcançar essa Paz Interior. (espero que se sinta motivado para tal)

     Alcançar essa Paz Interior, não é algo que se consiga comprar com dinheiro, nem com atitudes desonestas, nem com desrespeito, nem com corrupção, nem com atitudes, palavras e gestos que desrespeitem o seu semelhante. A Paz Interior é um processo Individual de cada Ser humano, pelo que conseguir chegar à formula de sucesso global para todos é extremamente difícil, pois todos somos diferentes e cada um com as suas particularidades. Ainda assim, em minha modesta opinião, vou-lhes dizer quais os passos necessários (pelos quais passei e estou a passar) para conseguirem, ou pelo menos tentarem, alcançar a vossa Paz Interior, em sequência, para assim irem por etapas:

   - Importância: Nesta etapa deve verificar e analisar a Importância que atribui às pessoas que o rodeiam, bem como às palavras e acções que essas pessoas têm;

   - Aceitação: Aprenda a aceitar as pessoas com as suas virtudes e defeitos e o mundo como é, quer concorde ou não com o mesmo;

   - Perdão: Perdoe tudo o que lhe fizerem ou disserem, livrando-se do terrível custo de não perdoar;

   - Amor: Faço do amor uma coisa constante no seu dia-a-dia, emanando amor incondicional em tudo o que faz;

   - Gratidão: Seja grato diariamente por aquilo que tem, não invejando o que não tem.

     Por agora vou ficar-me por aqui, pois acho que os 5 itens anteriores, são grandes desafios para si mesmo, mas no dia em que conseguir verá que poderá sentir dentro de si essa Paz Interior que queria. Claro que cada um irá encontrar os mais variados obstáculos para os conseguir alcançar, mas se sentir muitas dificuldades disponha.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 01:32
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 2 de Julho de 2015

Reflexão: Fontes do sofrimento humano

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos o “sofrimento” do Ser humano, tem sido relatado e abordado constantemente em inúmeras situações. Infelizmente o “sofrimento” fez parte do passado, existe no presente e permanecerá no futuro, pois enquanto o Ser humano se desrespeitar a Si mesmo, dificilmente se conseguirá libertar desse sentimento.

     O Ser humano, na maioria das vezes, aponta o dedo aos outros, atribuindo-lhes a culpa do seu mal-estar, mas será que é mesmo dos outros? Porque será que as pessoas lhe dizem coisas menos positivas? Porque acha que as pessoas o estão a atacar quando lhe apontam defeitos? Porque teima e observar e criticar os aspetos negativos dos outros? Porque não elogia o seu semelhante nos bons gestos que pratica? [pense um pouco sobre o que leu]

     E se um dia alguém lhe disser que você é 80% culpado do seu sofrimento, gostava? [pense na pergunta] Certamente ninguém gostaria, mas na realidade é uma grande verdade com a qual cada um sente imensas dificuldades em lidar. Quando se irrita com alguém, apenas gera mal-estar para si mesmo, e depois para se voltar a por bem, vai ter uma data de trabalho, será que vale a pena irritar-se? É melhor não se irritar nem permitir que os outros lhe provoquem irritação, pois voltar a sentir-se bem dá trabalho e é chato. Este exemplo que acabei de lhe dar deve-se à excessiva Importância que atribuímos à(s) pessoa(as) que nos provocou essa reação emocional. Este é um pequeno exemplo da grande variedade de exemplos que lhe podia dar, nos quais você imputa sentimentos de “dor” a si mesmo, promovendo a intabilidade do seu plano emocional.

     Seja simples, tenha pequenos objectivos que consiga alcançar (grandes objectivos além de difíceis pode precisar de muito tempo para lá chegar, o que lhe pode provocar ansiedade, exaustão, frustração entre outros sentimentos), analise a quem dá importância, pergunte a si mesmo se aqueles que se dizem seus “amigos” o são verdadeiramente, seja livre não permitindo que outros façam as suas escolhas porque só você vive a sua vida, analise os outros pela sua mente e ética (não seja do tipo “Maria vai com as outras”) não tomando como sua as análises dos outros (Eu mesmo sou amado por uns e odiado por outros), ajude o semelhante sempre que possa mas não tome por suas as dores dos outros. Enfim, muita coisa poderia aqui ser dita, mas não vos pretendo aborrecer com leituras muito grandes.

     Assim, termino esta pequena reflexão, a qual agradeço desde já a sua leitura e caso tenha ficado a pensar é bom sinal, pois significa que pretende fazer algo por si mesmo, amando-se e elevando a sua auto estima. Desejo-lhes boas vibrações, energias, muito amor e sejam felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 23:35
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2014

Reflexão: O Materialismo e o Ser

Caríssimos,

     O nosso planeta é composto por inúmeros Seres vivos de várias raças, cores e espécies, mas esta reflexão tem a ver mais propriamente com o Ser Humano. Ao longo do tempo tenho conhecido imensas pessoas, todas elas diferentes, cada uma com as suas virtudes e seus defeitos, tal como eu mesmo. Há aquelas pessoas que se cruzam na nossa vida por acaso, outras por força das circunstâncias e por outras coisas mais, mas na verdade tenho consciência que todos os Seres que cruzam o meu caminho, são “fruto” da vibração energética que tenho “naquele” momento. Todos esses seres “trazem” algum conhecimento ou provação pela qual tenho de passar, para que eu possa ter consciência da minha “evolução” enquanto Ser Espiritual a viver uma experiência terrestre. Desculpem este pequeno parágrafo, mas interpretem como uma introdução à reflexão que se segue.

     Através de conversas que vou tendo, das frases escritas que leio e das notícias que ouço, constato que o Ser Humano continua muito agarrado aos bens materiais. Certo dia, um Ser conhecido (que agora não me recordo) disse uma frase que se tornou iria perpetuar no tempo: “A religião é o ópio do povo”; Em meu entender está correcto pois referia-se ao Deus Criador do Universo, mas na verdade a fé da maioria das pessoas tem venerado deus e não Deus. Talvez não tenha compreendido o que acabei de dizer, mas vou dizer por outras palavras, a maioria dos Seres venera o “deus dinheiro” em detrimento do verdadeiro “Deus Criador”. Mais uma vez acabei por divagar um pouco, mas vou agora abordar o tema em causa.

     O Ser humano, na sua generalidade, continua a viver em função do Ter relegando para último plano o Ser. Ao longo dos tempos outros, tal como eu agora, tentam elucidá-los que essa não é a melhor forma de viver nem de aproveitarem da melhor forma esta vida. A maioria das pessoas vive constantemente preocupada com o Ter (dinheiro, bens materiais, etc.) e acabam por provocar stress a si mesmas devido ao número de coisas que devem fazer (porque se meteram nessas coisas?), dão cabo da saúde para ganhar mais uns tostões, ocupam a sua mente com preocupações desnecessárias porque dão importância a mais às coisas, criam irritações e aborrecimentos porque valorizam demais as outras pessoas e, no final de todas estas coisas chega-se à conclusão que se esqueceram do mais importante, que são eles mesmos. Sim, cada Ser é a pessoa mais importante da sua vida, não se esqueça disto. Nem os filhos, marido, família ou amigos devem ser mais importantes para nós do que nós mesmos, porque se não se amar, dificilmente os outros nos amam. A generalidade dos seres deixam-se levar pelas tendências tentações “perversas” desta sociedade de consumo, na qual o bem-estar de uns é alcançado através da escravatura de outros, o que é uma injustiça. O Materialismo é um dos maiores “virús” da sociedade, e sabem porquê? Porque o materialista cria Apego às coisas, e o Apego é a maior fonte de sofrimento na Terra. [Pare e pense um pouco sobre o que acabou de ler]

     Como certamente concluiu, esse Apego que nós próprios criamos futuramente vai acabar em sofrimento, quer seja apego a bens materiais, animais, pessoas ou ideias. A generalidade dos Seres gosta muito de apontar o dedo aos outros, mas reparem bem que muitas vezes somos nós mesmos os causadores do nosso mal-estar, já pensaram nisso? Bem, por agora nada mais irei escrever, pois penso que o que leram é um bom tónico para reflectirem um pouco sobre vocês mesmos, sobre a essência do Ser, libertando-se um pouco do Ter, o que acha? Despeço-me pedindo desculpa por tão longo texto, mas agradeço a sua leitura e desejo-lhes tudo de bom, esperando tê-los ajudado de certa forma e façam o favor de ser Felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 19:00
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 8 de Julho de 2014

Reflexão do dia…

Caríssimos,

     Aquilo que define como “fase de transição planetária” é um fenómeno que se dá à escala global e que afecta todos os seres que habitam o planeta, sem excepção. A cada dia que passa mais pessoas sofrem de problemas do foro mental, problemas esses que para a indústria farmacêutica resultam em cada vez mais lucros e benefícios.

     E se um dia eu lhe disser que você é o maior responsável pelos seus problemas de saúde mental, o que diria?    [pense um pouco antes de continuar a ler]

     Desde sempre o Ser humano sempre quis deter o “poder”, numa competição constante entre seres, gerações, povos, países e continentes. Nesta “guerra” começou por usar as “armas” mais rudimentares até às mais evoluídas, mas o uso da força começou a ser condenado pelos povos. Isso fez com que, aquelas “sociedades secretas” que pretendem alcançar poder a “qualquer custo”, se vissem “obrigadas” a utilizar outras técnicas para “controlar” as populações. A partir desse momento a comunicação social passou a desempenhar um papel fundamental, principalmente quando a mesma é controlada por órgãos governamentais, fazendo com que toda a informação tenha de passar pelo crivo da censura.

     É assim que ao longo dos tempos as “sociedades secretas” têm comandado os destinos da humanidade, através do conhecimento global que vão colocando ao dispor da generalidade da sociedade. Dessa forma vão “manipulando” a opinião pública sobre os mais variados assuntos, fazendo também com que a maioria das pessoas se tenha tornado “dependentes” dessa informação facultada. Estas e outras coisas que, ao longo do tempo, tenho descrito nos meus textos, são manobras psicológicas com o intuito de “controlar” a mente humana, no que diz respeito a opiniões e atitudes, tal como acontece na chamada “guerra santa” entre muitas outras coisas. Reparem no seguinte, já foram descobertas curas de doenças “incuráveis” mas porque é que essa informação foi “abafada”? Porque é que ao longo dos tempos a verdade tem sido ocultada da maioria dos seres? [pense um pouco sobre estas questões]

     Todos estes factores têm contribuído para a instabilidade mental da generalidade da humanidade, funcionando psicologicamente como software que se instala na nossa mente, obstruindo o pensamento livre do ser humano. Se compararmos a nossa mente a um disco de computador, todas as falsas crenças, dogmas, mentiras, ilusões e todas as ideias negativas são software malicioso (vírus, cavalos de Tróia, malware). Todas estas coisas e muitas outras têm influência no nosso plano físico, pois este é comandado pelo nosso plano mental, o qual contém “a tal” informação (que frisei anteriormente), as nossas convicções, ideais, dogmas, fé, crenças e todos os outros pensamentos mais ou menos positivos.

     Vamos ser livres libertando-nos dessas amarras mentais, pois parece que a humanidade anda adormecida, num estado de hipnose colectiva. Dê importância a quem deve de dar (assim evita sofrimentos desnecessários), preencha-se de amor (eu amo-me e tu?), transmita esse amor (a todos os que o rodeiam), liberte-se dos apegos (maior fonte de sofrimento na Terra), pratique a caridade (ajudar outro é ajudar-se a si mesmo), seja gentil com os outros (respeite e trate o seu semelhante da mesma maneira que gostaria de ser tratado), procure a verdade dos factos e tire você mesmo as suas conclusões das coisas (não seja do tipo: “Maria vai com as outras”), aceite os outros como são (nem sempre é fácil, mas se for muito difícil ignore), seja feliz e assim poderá fazer felizes os outros.

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: Feliz...
Publicado por Viktor às 14:37
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 27 de Março de 2014

O Sofrimento

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos a humanidade tem assistido a inúmeras histórias que relatam o sofrimento de seres humanos, individual e/ou colectivamente. Histórias de vida individuais, colectivas ou até algumas que dizimaram toda a humanidade. Relatos comoventes e profundos que despertam em nós intensos sentimentos de compaixão e amor incondicional pelos semelhantes, fazendo correr lágrimas. Essas histórias muitas vezes são verdadeiras lições de vida, praticadas por seres simples e humildes que detêm uma considerável elevação espiritual, em minha modesta opinião.

     O Sofrimento é algo que é comum a todos os seres humanos, que se pode abater sobre cada um de nós em determinadas circunstâncias, pois somos seres detentores de “inteligência” emocional, que está constantemente a ser posta à prova. Esse sentimento (Sofrimento) pode surgir das mais variadas formas tais como: a não-aceitação de atitudes, acontecimentos e palavras; incapacidade de libertar mágoas; não se perdoar a si mesmo; não perdoar os outros; perca de um ente querido; não-aceitação do divórcio; materialismo; e tantas outras coisas que nos podem infringir sofrimento, como se fosse uma espada que se espeta em nós. Além do que anteriormente referi, o Sofrimento também nos pode ser infringido por factores externos, mas devo-os alertar que a maioria dos nossos sofrimentos são concebidos por nós mesmos. Certamente está um pouco admirado com o que acabei de dizer. O ser humano é composto por quatro planos: Físico, Emocional, Mental e Espiritual; todos eles inter-ligados uns com os outros, e por isso qualquer alteração num deles vai ter a sua correspondente alteração nos outros. Dessa forma, todas as pessoas que têm dificuldades em controlar as suas emoções tornam-se propensas a doenças do foro da gastrenterologia (plano físico, aparelho digestivo) e do foro mental (plano mental, enxaquecas, sinusite). Agora já entende o quão prejudicial pode ser para si mesmo não aceitar e não perdoar?

     Assim podem verificar que o Sofrimento muitas vezes pode ser fruto da nossa própria mente, proporcionando-nos mau estar, infelicidades, sentimentos negativos e em último caso doenças. Muitas vezes através do nosso plano mental somos os nossos juízes e carrascos, porque fazemos o nosso próprio julgamento enquanto juízes e executamos a nossa sentença como carrascos.

     Para terminar esta reflexão, vou-lhes dar algumas dicas para começar a evitar “Sofrimentos” que muitas vezes são desnecessários e nos quais os únicos prejudicados somos nós mesmos. Coloque de lado a teimosia de querer que as coisas sejam sempre como desejaria evitando assim criar expectativas (na maioria dos casos podemo-nos sentir defraudados) que lhes possam causar Sofrimento; Pense se está a dar demasiada importância indevidamente a algo ou alguém, pois isso também se torna num ponto de sofrimento; Evite ter sonhos demasiado elevados, pois de tão altos podem ser inalcançáveis e também lhe provocam Sofrimento; Aguarde tranquila e serenamente pelo amanhã, sem criar ansiedade e expectativas evitando Sofrimentos; Acredite em si desvalorizando o que os outros pensam e/ou dizem, pois isso também lhe pode provocar Sofrimento. Espero que estas dicas lhe possam ter sido úteis para tornar a sua vida mais feliz e harmoniosa.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:19
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 29 de Abril de 2013

O Perdão... siga as instruções do vídeo

Publicado por Viktor às 23:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 23 de Abril de 2013

A minha importância

Caros leitores,

     Esta é uma questão que quando se coloca às pessoas obtemos uma enorme diversidade de respostas e consequentemente suscita também uma grande variedade de interpretações.

      Quando se pergunta a uma pessoa: “Quem é a pessoa mais importante na tua vida?” e a mesma responde: “Eu”, um dos primeiros pensamentos que surge na mente de quem colocou a questão é: “Este(a) deve ser egocêntrico(a) ”. Mas há também uma enorme quantidade de pessoas que respondem: “É, ou são, o meu filho, ou filhos” ou “São os meus pais”, enfim, um sem número de respostas que se podem ouvir, mas frisei estas por serem as mais comuns. No parágrafo que se segue vou fazer a análise das mesmas e partilhar convosco a minha visão sobre esta temática.

     Em meu entender a resposta mais correcta à pergunta é: “Eu” e passo a explicar. Eu sou a pessoa mais importante na minha vida, porque se eu não estiver bem como poderei eu proporcionar o bem-estar a quem me rodeia? Como poderei dar bem-estar ao meu filho? Como poderei dar amor verdadeiro à namorada? Como poderei partilhar com o meu semelhante? Quem me conhece sabe perfeitamente que se há coisa que não sou é egocêntrico (pessoa que se julga o centro do universo e que tudo gira em torno da mesma), mas apenas e só falo por mim mesmo, porque é do conhecimento comum que há quem dê esta resposta e seja egocêntrico, portanto não se pode generalizar.

     Amem-se, adorem-se e mimem-se muito, pois cada um de vós é a pessoa mais importante na vossa vida.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:14
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 12 de Abril de 2009

A importância da Iniciação

Iniciar-se no Reiki é um importante passo que se dá quando se pretende não só iniciar no Reiki mas fazer dele a sua filosofia de vida. Mas antes de dar esse passo na sua vida, que pode ou não ser mediante a entrega que ao mesmo vai dar, tem de escolher o Mestre. A escolha do Mestre é a mais importante decisão que vai tomar, pois deve de ter com ele uma boa afinidade energética, sentir que o caminho dele está correcto e sobretudo confiar nele. Por vezes há quem mesmo antes de escolher aquele que irá ser o seu Mestre, faça uma meditação onde solicita superiormente uma luz sobre o caminho a tomar e por vezes é-lhe revelado quem deverá ser o seu mestre. Após a escolha do Mestre que, no seu entender achar que é o mais adequado para si, vai frequentar um curso que pode variar entre 1 ou 2 dias, dependendo da metodologia pedagógica por ele praticada. Agora após ter feito o curso e onde passou por um Ritual Iniciático, entra num processo de purificação interior que lhe vai limpar o organismo e o vai modificar na sua personalidade. Agora basta-lhe abrir o seu coração e com todo o seu Amor Incondicional auxiliar o seu semelhante através da maravilhosa prática vinda do Oriente, denominada de Reiki.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:23
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

O Corpo físico e os 7 principais Chakras

Nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral. É através do desequilíbrio desta energia vital que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino. Daí, a relação entre as doenças e as crises emocionais. É muito comum ver pessoas que acabam somatizando e transformando energias negativas, depressão, raiva, solidão, em doenças físicas, como cânceres e outras mais graves. Nosso corpo físico tem pontos, que quando ativados, fazem fluir a energia vital, nos trazendo alegria e, principalmente, saúde. É através dos nadis (meridianos) - caminhos invisíveis dentro do nosso organismo - que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chakras, em pontos que concentram vibrações mais específicas, conforme veremos à seguir:

Muladhara - O primeiro chakra (conhecido como Chakra Base ou Raiz), situado na base da espinha dorsal, relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chakra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.

Svadhisthana - O segundo chakra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir distribuem pelo corpo. Quando esse chakra é estimulado, propicia uma boa captação energética.

Manipura - O terceiro chakra (conhecido como Chakra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.

Anahata - O quarto chakra situa-se na direção do coração. Relaciona-se principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Na tradição católica, este chakra é simbolizado pelo coração luminoso de Cristo. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.

Visuddha - O quinto chakra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide. Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.

Ajna - O sexto chakra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como "terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.

Sahasrara - O sétimo é o mais importante dos chakras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. Através dele recebemos a luz divina. A tradição de coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.

                                                                                       Wikipédia
Publicado por Viktor às 23:38
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: Semifrio de Emo...

. Reflexão: A Infelicidade…

. Ensinamentos em Poesia

. Reflexão: A Paz Interior…

. Reflexão: Fontes do sofri...

. Reflexão: O Materialismo ...

. Reflexão do dia…

. O Sofrimento

. O Perdão... siga as instr...

. A minha importância

. A importância da Iniciaçã...

. O Corpo físico e os 7 pri...

.Arquivos

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31