.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2015

Reflexão: A Humanidade…

 

Caríssimos,

     No decorrer da minha jornada, conheci pessoas de várias cores, origens, religiões, e de tantas outras coisas que as podem caracterizar, pois cada Ser é único, com as suas particularidades, conhecimentos e capacidades.

     Observando o que se passa no mundo, verificamos que há milhares de “guerras” a serem travadas pela humanidade, pelos mais variados motivos e razões. Estas podem ser de grande ou pequena escala, consoante o número de intervenientes e o objectivo das mesmas. Quase me arriscava a dizer que cada Ser Humano é um potencial foco de guerra, além de ter as suas pequenas “guerras”, originadas por ele mesmo ou até mesmo pelo seu semelhante. Ninguém neste mundo está a salvo, nem sequer aqueles que dedicam toda uma vida a auxiliar os seus semelhantes, pois acabam também por ser alvos de críticas, por uma sociedade cada vez mais intolerante. Pois, na minha humilde opinião, verifico que a Humanidade está “doente”, padece de falta de tolerância, respeito, valores e educação, de uns para com os outros, o que em abono da verdade, nada contribui para o bem-estar colectivo da sociedade. Quer acredite ou não que o Universo é composto por energia que se move livremente proporcionando o funcionamento das galáxias e tudo o que delas faz parte, e cada um de nós tem dentro de si mesmo um pouco dessa energia, o que lhe permite ser um Ser vivo. Essa energia pode ser manipulada por cada um de nós, consoante a nossa vontade, por isso se diz na gíria popular que há pessoas boas e más. Concordo parcialmente com esta afirmação, contudo devo esclarecer que cada um de nós pode ser uma pessoa boa ou má, consoante a vibração energética que enviamos através dos pensamentos e das palavras que dizemos. É sobre este aspecto que devemos ter bastante cuidado, pois sendo o Universo justo, vai-nos devolver, na mesma frequência, a vibração energética que enviamos para os outros, porque na verdade cada um de nós é uma fonte de energia, agora cabe a cada um de nós a responsabilidade da vibração que queremos enviar.

     Esta pequena reflexão talvez não lhe diga absolutamente nada de novo, mas se conseguir interiorizar a mensagem que vai nas entrelinhas já valeu a pena o tempo que perdeu a ler este texto, pois em meu entender o primeiro passo para podermos mudar interiormente é a consciencialização. Jamais se esqueça que toda a mudança começa sempre por Si e dentro de Si mesmo. Sejam felizes e vamos fazer deste um mundo melhor, pois no dia em que mudarmos o “nosso” mundo, o mundo à volta também mudará.

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 11:15
Link | Comentar | favorito (1)
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 15 de Maio de 2014

Reflexão: Pobreza...

Caríssimos,

     Regra geral quando se fala de pobreza, a nossa mente pensa logo nos sem-abrigo, pedintes, escravos e outro tipo de pessoas que vivem em condições bastante precárias, aquilo que se diz “abaixo do limiar da pobreza”. Sobre este tema muitas coisas poderia escrever, mas apenas pretendo abordar um ou dois aspectos do mesmo, aqueles que eu penso ser necessário esclarecer e que são muito pouco falados. Na maioria dos casos a pobreza de que se fala está ligada à falta de dinheiro, porque vivemos numa época “dominada” pelo consumismo, as aparências, a ganância, o ego, a vida social para mostrar, a inveja e tantas outras coisas que estão ligadas aos prazeres meramente terrestres.

     Em meu modesto entendimento, a maior das pobrezas é a de espírito. Um pobre de espírito, regra geral é uma pessoa que não respeita o seu semelhante, usando manhas e artimanhas na maioria dos casos em seu estrito benefício pessoal. Este tipo de atitude revela falta de princípios, educação, valores morais, e sobretudo de respeito sobre os outros e isso levanta-nos uma questão. Conhece alguém que não respeite os outros e se respeite a si mesmo? Eu não, pois todo aquele que vive unicamente como ser terrestre vive intensamente o plano material, procurando obter riqueza a qualquer custo, nem que seja desrespeitando e escravizando o seu semelhante, inclusivamente contra pessoas do mesmo sangue (familiares). Estes são sem dúvida seres de baixo nível que utilizam a força ou incutem o medo nos outros, para se sentirem superiores e assim encherem o seu ego. Pobres seres, pois apesar de terem uma vida economicamente estável, espiritualmente são pobres, são definidos como “espíritos inferiores” ou de “baixa densidade” escrito em textos de natureza espiritual.

     A pobreza espiritual não afecta apenas os seres que mencionei anteriormente, mas atinge seres de todas as camadas e estratos sociais, ou seja, afecta todos aqueles que pensam que a vida se resume apenas ao período entre a vida e a morte, aqueles que não acreditam na reencarnação (imortalidade da alma), aqueles que devido às atrocidades da vida guardaram dentro de si sentimentos de vingança (ódio, retaliação, rancor e muitos outros) entre vários outros que se enquadram nesta explicação.

Este tipo de pobreza (espiritual) pode ser passageiro ou definitivo, conforme a escolha que é feita através do livre arbítrio de cada um. Caso se tenha identificado nas palavras anteriormente ditas e pretenda libertar-se dessa “pobreza” deixo-lhe algumas dicas nas quais deverá reflectir um pouco:

  • Permita que a sua mente adquira novos conhecimentos, libertando-se assim de “velhas” querenças e dogmas e de uma certa rigidez mental;
  • Adore o verdadeiro Deus criador do universo e deixe de idolatrar o Deus dinheiro;
  • Organize o seu tempo de forma a poder ter tempo para si mesmo, trabalhando o seu interior.

     Várias outras coisas poderiam aqui ser descritas, mas não me pretendo alongar demasiado no texto porque cada caso é um caso e a melhor coisa é falar directamente com quem necessite de auxílio. Viva o amor, partilhando intensamente com o universo e sejam muito felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:22
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 29 de Abril de 2014

Sofrimento, dispenso

Caríssimos,

     Ao longo do tempo tenho tido a preocupação de escrever sobre os temas, que em meu entendimento mais podem atormentar o Ser humano. Desde o inicio dos tempos a humanidade tem assistido a histórias de Sofrimento global e/ou particular que tem atormentado os seres humanos, condicionando o seu desenvolvimento cognitivo, mas sobretudo a sua inteligência emocional. Nós como seres sentimentais reagimos emocionalmente às situações que depois conjuntamente com a nossa inteligência mental obtemos um resultado, que em muitos casos resulta em sofrimento. Fórmula de cálculo: IE+IM=EQ [Inteligência Emocional + Inteligência Mental = Equilíbrio]

     Após a leitura do parágrafo anterior, espero que tenham compreendido uma das fórmulas que nos ajuda a alcançar o nosso equilíbrio e bem-estar. Essa compreensão é fundamental para a nossa estabilidade e também para nossa protecção perante os “ataques” externos de que somos alvo diariamente.

     O Sofrimento é um sentimento que pode ter duas origens: interna e externa. Externamente por todos os acontecimentos do dia-a-dia que possam interferir na sua paz interior e estabilidade emocional, tal como todas as pessoas sabem, pois certamente são situações quotidianas pelas quais passam com uma certa assiduidade. Em meu entendimento o Sofrimento interior é bem pior que o exterior, pois funciona como um vírus que se impregna dentro de nós, o qual depois se torna difícil e complexo remover. Esse vírus [sofrimento interior] que você quer remover ao invés vai permanecendo, pois ele alimenta-se através da energia de baixa vibração que lhe é fornecida pela nossa própria mente [pensamento], já tinha pensado nisso?

     [Faça uma pequena pausa na leitura para reflexão sobre o que acabou de ler]

     Para poder remover esses vírus dentro de si mesmo tenha sempre em mente as seguintes afirmações: Você é a pessoa mais importante da sua vida; As pessoas só têm a importância que você lhe dá; Cada um é como cada qual, logo ninguém é mais do que ninguém; A felicidade está dentro de si; Active o seu amor próprio e assim irradiará amor para quem o rodeia; Evite pensar demasiado nas coisas para as quais sente dificuldade em encontrar resposta; Tenha só pensamentos positivos sobre si mesmo; Evite pensamentos negativos sobre quem quer que seja; Evite nutrir sentimentos negativos sobre os outros; Perdoe sempre, mesmo quem é desprovido de razão. Penso que com estas dicas para remover o vosso sofrimento interior, já se aperceberam que podem fazer inúmeras coisas em prol de vocês mesmos e do vosso bem-estar interior. Estejam descansados que o resto virá depois, porque o universo é bondoso devolvendo-nos o amor que emanamos por todas as “obras” do Criador. Sejam felizes e sejam fontes de amor, a mais poderosa de todas as forças do universo.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:05
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 28 de Novembro de 2012

Só por hoje

     Só por hoje, vou procurar viver unicamente no presente (o momento) sem querer resolver só de uma vez todos os problemas da minha vida. Durante doze horas, faça qualquer coisa que o aterrorizava se achasse que tinha de o fazer por uma vida inteira.

     Só por hoje vou estar feliz, pois muitas pessoas são felizes quando se dispõe a sê-lo, seja feliz.

     Só por hoje, vou-me ajustar à realidade em vez de adapta-la aos meus desejos. Vou aceitar a minha vida e “sorte” como vier, aceitando-a de braços abertos.

     Só por hoje, vou tentar fortalecer o meu espírito. Estudarei para aprender coisas úteis, mantendo o espírito centrado em algo que exija esforço, pensamento e concentração.

     Só por hoje, irei exercitar a minha alma de três formas: com muito prazer vou fazer um favor a alguém subtilmente e mesmo que se note jamais irei enaltecer tal gesto. Farei pelo menos duas coisas sem vontade de fazer (só por exercício). Ocultarei os meus sentimentos de dor e mesmo que esteja magoado jamais revelarei essa dor.

     Só por hoje, vou ser agradável. Apresentar-me-ei aos outros da melhor forma possível: vou vestir-me convenientemente, dialogar baixo, ser delicado, elogiarei o meu semelhante em detrimento da crítica, apenas transmitirei coisas e palavras positivas aos outros, apenas me controlarei a mim mesmo.

     Só por hoje vou idealizar o meu dia. Mesmo que possa correr de maneira diferente, tentarei com que seja como idealizei. Irei evitar a pressa e a indecisão.

     Só por hoje, vou ter pelo menos meia hora apenas e só para mim. Durante esse tempo, vou descansar, relaxar, impedir-me de pensamentos negativos, meditar e tentar vislumbrar a minha vida de uma melhor maneira.

     Só por hoje, evitarei ter medo, em especial vou ter prazer em apreciar a beleza, acreditando que o que eu der ao universo ele me vai retribuir.

Fonte: João XXIII revisto e adaptado por: Mestre Viktor

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:30
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

Código de Ética de Mestres e Professores

     Este código de ética visa auxiliar os Mestres/Professores a manterem o mais alto nível de ética profissional. Ser Mestre e Professor é ser um profissional de Reiki, na via ensino. Esta tomada de consciência é vital para o crescimento sustentado e o reconhecimento do Reiki como uma disciplina e terapêutica complementar credibilizada e reconhecida.

     Estes princípios são ortogonais a qualquer escola de Reiki, visa a atitude e passagem de conhecimento de uma forma profissional e normalizada, sem interferir com os conhecimentos transmitidos em cada nível, por cada escola.

     O Monte Kurama, Associação Portuguesa de Reiki, tem por objectivo definir e manter elevados os princípios éticos, segundo os quais os associados regem a sua prática de ensino.

     Cada uma das alíneas abaixo está descriminada nos Código de Ética do Mestre/ Professor.

     É requerido ao Mestre/Professor:

     a) Integridade, imparcialidade e respeito para com todos os seres vivos;

     b) Relacionamentos e interacções profissionais éticos e objectivos;

     c) Ter os seus níveis energéticos em boas condições para que possa veicular, correctamente a Energia Universal, durante o seu ensino;

     d) A relação entre Mestre/Professor e aluno deve ter um carácter confidencial;

     e) O Mestre/Professor deve ser fazer os possíveis para validar os seus conhecimentos e prática energética, através de reciclagens, partilha de conhecimentos e esclarecimento de questões.

Fonte: Associação Portuguesa de Reiki

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:49
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012

A Sabedoria do SILÊNCIO INTERNO

(texto Taoista),

Fala só quando for necessário.

Pensa no que vais dizer antes de abrir a boca.

Sê breve e preciso já que cada vez que deixas sair uma palavra,

Deixas ao mesmo tempo sair uma parte do teu Chi.  

Desta maneira aprenderás a desenvolver a arte de falar sem perder energia.

*****

Não te lamentes nem uses no teu vocabulário

Palavras que projectem imagens negativas, porque ocorrerá em torno de ti  tudo o que criaste com as tuas palavras carregadas do Chi. 

Se não tiveres algo de bom, verdadeiro e útil a dizer, é melhor calares-te e não dizeres nada.

*****

Aprende a ser como um espelho: Escuta e reflecte a energia.

O próprio universo é o melhor exemplo de um espelho que a natureza nos deu, porque o universo aceita incondicionalmente os nossos pensamentos, as nossas emoções, as nossas palavras, as nossas acções e nos envia o reflexo de nossa própria energia segundo as diversas circunstâncias que se apresentam na nossa vida.

 *****

Se te identificas com o sucesso, serás bem sucedido.

Se te identificas com a fracasso, terás fracassos. 

Assim podemos ver que as circunstâncias que vivemos são apenas manifestações externas do conteúdo da nossa fala interna.

 *****

Aprende a ser como o universo, a escutar e a reflectir a energia sem emoções pesadas e sem preconceitos.

Porque sendo como um espelho sem emoções nós aprendemos a falar de outra maneira.

 *****

Com o poder mental calmo e em silêncio,  sem oportunidade de se impor  com as suas opiniões pessoais e evitando reacções emocionais excessivas, simplesmente permite uma comunicação sincera e fluida.

  *****

Não te dês muita importância, e sê humilde, porque quanto mais te mostras superior, inteligente e prepotente, mais te tornas prisioneiro da tua própria imagem e mais vives num mundo de tensão e de ilusões. 

 

Sê discreto, preserva tua vida intima,

Desta maneira livras-te da opinião dos outros e viverás tranquilo, tornando-te invisível, misterioso, indefinível, insondável como o Tao.

*****

Não compitas com os outros, torna-te como a terra que nos alimenta, que nos dá o que necessitamos.

Ajuda os outros a perceber as suas qualidades, a perceber as suas virtudes, a brilhar.

*****

O espírito competitivo faz o ego crescer e cria conflitos inevitavelmente. 

Tem confiança em ti mesmo, preserva tua paz interna, evitando entrar nas provocações e nas armadilhas dos outros.

*****

Nunca faças promessas que não possas cumprir. Não te comprometas facilmente.

Se ages precipitadamente sem tomares profunda consciência da situação, Vais criar complicações.  

As pessoas não têm confiança em quem diz muito facilmente “sim”, porque sabem que esse famoso “sim” não é sólido e que lhe falta valor.

 *****

Toma um momento do silêncio interno para considerar todos os aspectos da situação presente e toma as tuas decisões depois disso.

Assim desenvolverás a confiança em ti e a sabedoria.

*****

Se realmente houver algo que não sabes, ou se não tens a resposta a uma pergunta que te fizeram, aceita-o. 

O fato de não se saber é muito incomodo para o ego porque ele gosta de saber tudo, ter sempre razão e dar sempre a sua opinião muito pessoal.  

Na realidade, o ego não sabe nada, apenas crê que sabe.

 *****

Evita julgar e criticar, o Tao é imparcial e sem julgamentos, não critica as pessoas, tem uma compaixão infinita e não conhece a dualidade.

Sempre que julgas alguém a única coisa que fazes é expressar a tua opinião muito pessoal e é uma perda da energia, é puro ruído. 

Julgar é uma maneira esconder nossas próprias fraquezas.

A pessoa sábia tolera tudo e não dirá nem uma palavra.

*****

Recorda que tudo que te incomoda nos outros é uma projecção de tudo o que ainda não resolveste em ti mesmo

Deixa que cada um resolva os seus próprios problemas e concentra a tua energia na tua própria vida.

Ocupa-te de ti mesmo, não te defendas.

 *****

Quando fazes por defender-te na realidade estás a dar demasiada importância às palavras de outros e dás mais força ao agressor. 

Se aceitas não te defender, mostras que as opiniões dos outros não te afectam, pois não passam de opiniões e que não necessitas de convencer os outros para seres feliz.

*****

O teu silêncio interno torna-te impassível.

Faz regularmente o jejum da palavra para educares o teu ego que tem o mau costume de  estar sempre a falar.

  *****

Pratica a arte de não falar.

Tira um dia da semana para te absteres de falar.

Ou pelo menos umas horas do dia de acordo com o que permitir a tua organização pessoal.

É um exercício excelente para conhecer e aprender o universo do Tao ilimitado em vez de tentar explicar por palavras o que é o Tao. 

*****

Progressivamente desenvolverás a arte de falar sem falar e a tua natureza interna verdadeira substituirá a tua personalidade artificial, deixando aparecer a luz de teu coração e o poder da sabedoria do silêncio.

 *****

Graças a esta força atrairás para ti tudo o que necessitas para realizar-te e libertar-te completamente. 

Mas é preciso cuidar que o ego não se imiscua.

O poder mantém-se enquanto o ego fica calmo e em silêncio.

 *****

Se o teu ego se impõe e abusa desse poder esse mesmo poder converte-se em veneno, e todo teu ser se envenenará rapidamente.

*****

Fica em silêncio, cultiva o teu próprio poder interno.

Respeita a vida dos outros e de tudo o que existe no mundo.

Não tentes forçar, manipular ou controlar os outros.

Converte-te no teu  próprio mestre e deixa os outros ser o que são, ou o que têm  capacidade de ser.

Dito por outras palavras, vive seguindo a via sagrada do Tao.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: Feliz por partilhar com todos
Música: R. Comercial
Publicado por Viktor às 17:31
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

Cada um é como cada qual…

Caros Irmãos,

     Cada vez mais o ser humano sente vontade de se conhecer a si próprio, de aprender, de forma a compreender e entender as causas da existência da humanidade. Saber quem somos, de onde vimos e para onde vamos, são questões que têm sido, ao longo de milénios, alvo dos mais variados estudos e teorias. Em verdade lhes digo que a forma mais bonita de estar ao longo desta estadia no planeta Terra é viver no Amor. Acordar com amor, viver o dia irradiando amor sendo gratos por tudo e deitando-nos com amor.

     Variados Seres dedicam-se ao trabalho de luz, dedicando a sua vida em prol do seu semelhante, irradiando os seus raios de luz, o seu amor e as suas vibrações positivas, sempre com o intuito de auxiliar o seu semelhante ajudando-o a encontrar o seu caminho, tentando por todos os meios colaborar na procura da felicidade dos que deles se socorrem. Essas pessoas muitas vezes necessitam de uma luz, um caminho, um ombro amigo ou uma explicação mais concreta sobre aquilo que com eles se está a passar.

     É certo que em todas as áreas profissionais há sempre uma certa “crispação” entre os profissionais da mesma, podendo constatar isso nos professores, nos funcionários públicos, nos profissionais de saúde e até nos terapeutas holísticos. Haver “competição” (não gosto desta palavra) é algo inato ao Ser humano no trabalho hoje em dia, mas que é por um lado saudável mas por outro muito prejudicial. É saudável porque “obriga” a que o profissional (seja de que área for) trabalhe com amor e dedicação, tentando exercer bem o seu ofício. É muito prejudicial quando se geram intrigas, quando se tenta subir à custa dos outros, quando se diz: “Eu sou mais que…; Eu sou melhor que…; O meu trabalho é melhor que…”. Muitas vezes este tipo de afirmações apenas indica, a meu ver, que o profissional em causa sente-se inseguro, tem uma excessiva preocupação com o que se passa à volta e como tal deverá parar, olhar para o seu interior, meditar e quando mudar interiormente, mudará também o mundo à sua volta. No âmbito das terapias holísticas, principalmente aquelas que têm por base o Amor Incondicional não “deveria” de haver este tipo de coisas, pois se estamos a exemplificar, transmitir e ensinar devemos de dar o exemplo, respeitando sempre o nosso semelhante, quer seja ou não profissional desta ou outras áreas. Cada pessoa deve desenvolver e aplicar-se no seu trabalho, seguindo o seu caminho, tentando dar sempre o seu melhor, empenhando-se para se surpreender a si mesmo, situação que lhe proporciona uma enorme felicidade e satisfação interior consigo mesmo. Vamo-nos concentrar no nosso trabalho, respeitando todos os seres bem como os seus respectivos trabalhos. Assim como Seres de Luz vamos emanar a nossa luz, amor e compaixão respeitando o livre arbítrio de todos os seres.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 10:09
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

Aprenda a Gostar de Si

     Amar a nós mesmos parece simples, mas às vezes é muito difícil.

     Eu gostaria de ensinar algumas maneiras que descobri para aprendermos a nos amar melhor.

     E quero insistir carinhosamente para que vocês as pratiquem sempre, porque as mudanças que elas podem proporcionar são impressionantes.

     O amor é respeitoso, generoso, solidário e cheio de compaixão.

     Quem ama a si mesmo entra em sintonia com o universo no que ele tem de melhor, e tudo flui em sua vida.

         "A Bíblia diz: Ama a teu próximo como a ti mesmo.”

     Por mais simples e clara que esta afirmação possa parecer, levei muito tempo para me dar conta do que significa "amar a si mesmo" e para saber que se não amarmos e respeitarmos a nós mesmos seremos incapazes de qualquer amor verdadeiro pelos outros.

     Alguns talvez digam que amar a si mesmo é vaidade, egoísmo e arrogância.

     Talvez seja por isso que esse amor por nós mesmos não é despertado e estimulado em nós desde pequenos.

     Pelo contrário, somos formados para atender o desejo alheio, a expectativa dos pais, as exigências dos professores, as ordens dos adultos.

     Lutamos desesperadamente para atender o desejo dos outros, achando que assim seremos amados por eles.

         E nesse esforço perdemos de vista o incrível milagre que cada um de nós é como centelha divina e esplêndida expressão da vida.

     As atitudes de vaidade, egoísmo ou arrogância não revelam amor por nós mesmos.

     Revelam medo, insegurança, necessidade de afirmação.

     Essas atitudes são disfarces, são escudos para ocultar as carências que incomodam e fazem sofrer.

     Pense nisso sempre que uma pessoa arrogante intimidar ou procurar diminuir você.

     O amor é respeitoso, generoso, solidário e cheio de compaixão.

     Quem ama a si mesmo entra em sintonia com o universo no que ele tem de melhor, e tudo flui em sua vida.

         Como é que amamos um filho querido para que ele cresça e se desenvolva dentro de suas características próprias?

     É procurando conhecê-lo tal como ele é, e não como gostaríamos que ele fosse.

     É acolhendo suas necessidades e estimulando suas capacidades.

     É ajudando-o a superar suas dificuldades e colocando limites para que ele se dê conta dos direitos dos outros.

     É tendo para ele um olhar de amor que reconhece, respeita, valoriza, levando-o a descobrir a pessoa única e especial que ele é.

     Levando-o a amar a si mesmo.

     Por que então não fazemos o mesmo connosco?

     Somos adultos, está na hora de cuidarmos de nós como o faríamos com um filho querido.

     Está na hora de aprender a amar a nós mesmos.

 Louise Hay

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 10:59
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

Conversas com a Alma *Liberdade*

Meu “Eu Sou” Superior,

         Liberdade é um estado que qualquer Ser humano gosta de ter, mas será que sou livre? Será que posso fazer o que quero? Será que posso seguir os meus mais puros e nobres sentimentos? Será que sou dono e senhor da minha vida e destino? Será que profissionalmente sou aquilo que realmente gosto? Será que aquela com quem escolhi compartilhar a vida me dá liberdade? Será que dou liberdade aos outros? Como alcançar a Liberdade?

Caro Viktor,

         “…mas será que sou livre?”

Esse é um juízo que tu irás fazer de ti próprio, depois de ouvires as respostas às questões seguintes.

         “Será que posso fazer o que quero?”

Se fizeres o que tens vontade de fazer, sem nenhum tipo de factor condicionante (situação ou pessoa), agindo em consciência em prol da tua pessoa e sem prejudicar nada nem ninguém então podes, ou então se for um trabalho altruísta baseado no Amor Incondicional e na dádiva desinteressada.

         “Será que posso seguir os meus mais puros e nobres sentimentos?”

Seguir os teus sentimentos é um bonito acto, mas deverás ter sempre em linha de conta as leis morais universais, principalmente quando há envolvimento de outros Seres.

         “Será que sou dono e senhor da minha vida e destino?”

Viktor, ser dono da vida e do destino é definir o seu percurso no caminho de ascensão em direcção a Deus, norteando-se pelas Leis Cósmicas Universais, sem pressas nem atropelos, sem prejudicar ninguém. Em verdade te digo que se te for possível ir auxiliando aqueles que ao longo do caminho vais encontrando no chão (cansados, atrapalhados, perdidos, desmotivados) servindo para eles como uma luz, um farol, um guia, também te estás a auxiliar a ti mesmo.

         “Será que profissionalmente sou aquilo que realmente gosto?”

Viktor, só tu mesmo é que podes constatar isso, pois isso é uma questão de realização, pois se te sentires realizado com o que fazes significa que gostas, e se gostas é porque felizmente tires-te a oportunidade de escolher o teu caminho profissional, porque há muitos que trabalham por necessidade, mesmo fazendo o que não gostam, que em termos de saúde não é recomendável.

         “Será que aquela com quem escolhi compartilhar a vida me dá liberdade?”

Se a pessoa em causa te dá liberdade para fazeres o que gostas, sempre com o devido respeito pelas regras morais universais que norteiam esse tipo de situação, então essa pessoa dá-te liberdade.

         “Será que dou liberdade aos outros?”

Todos merecem ser livres, e não dar liberdade aos outros significa ter sentimentos de posse sobre a pessoa, o que resulta no Apego. Ninguém é dono de ninguém, mesmo de aqueles que amamos (incluindo familiares e filhos). Treinar o desapego às pessoas é dar liberdade às mesmas, porque aqueles que por ti nutrem verdadeiros sentimentos voltam sempre a cruzar-se contigo no teu caminho. Títulos de propriedade só existem no planeta terra e sobre bens e não sobre pessoas.

         “Como alcançar a Liberdade?”

O Ser humano nasce logo à nascença com uma série de condicionalismos que são como amarras que os prendem aos velhos paradigmas e crenças, impostos pela educação e pela própria sociedade. Há ainda também os governos e religiões que “ocultamente” pretendem comandar as pessoas através das mentes, tal como um pastor comanda um rebanho de ovelhas. Exercer a sua liberdade é viver solto desses paradigmas, é pensar por si mesmo em vez de fazer simplesmente porque os outros também fazem. Seja criativo, siga a sua intuição, respeite todos os seres, pense colectivamente nunca descorando a sua integridade como Ser, e libertando a sua essência divina verificará que o mundo à sua volta também irá mudar.  

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 14:47
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 30 de Agosto de 2010

Workshop's

Caros amigos,

Tenho reparado, nos passeios que dou pela internet e nos mail’s que me enviam, que muitas pessoas chamam de Workshop aos cursos e outras actividades nas quais se tem de pagar para poder participar. Como eu, outras pessoas constatam isso, quando recebem informação de algum dos meus Workshop’s, ficam logo a pensar que têm de pagar algo para poderem estar presentes o que, mesmo não correspondendo à verdade, torna-se um impedimento à presença das mesmas, mesmo informando-as que a participação é gratuita.

Quando realizo um evento desta natureza, o mesmo pauta-se pelos seguintes objectivos:

- Divulgar a prática terapêutica do Reiki;

- Esclarecer toda e qualquer dúvida que no momento seja colocada;

- Executar algumas demonstrações práticas desta terapia.

No decorrer dos mesmos e para que a informação, que pretendo passar, seja mais facilmente assimilada, gosto de criar um ambiente descontraído, sem tensões e com uma boa vibração energética. No decorrer do mesmo e apesar da liberdade dada aos participantes nas intervenções, os comentários e questões devem ser sempre dirigidos para quem está a desenvolver o seu trabalho, neste caso Eu, para que sejam esclarecidas as eventuais dúvidas.

Independentemente de estarmos em qualquer lado e “termos” de lidar com qualquer tipo de pessoa, quer concordemos ou não com as suas opiniões, devemos aceitar, tal como aqui já lhes expliquei. É claro que qualquer um de vocês quando não é aceite não gosta, então porque não aceitam também os outros? Vamos respeitar todas as pessoas como elas são, independentemente de concordarmos ou não com elas, pois aquele é o caminho delas e devemos respeitar o seu livre arbítrio em prol do bem-estar de ambas as partes.

Espero tê-los esclarecido acerca dos meus Workshop’s e eventos.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:22
Link | Comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

Lesões Afectivas

Um tipo de auxilio raramente lembrado: o respeito que devemos uns aos outros na vida particular.

Caro é o preço que pagamos pelas lesões afectivas que provocamos nos outros.

Nas ocorrências da Terra de hoje, quando se escreve e se fala tanto, em torno do amor livre e do sexo livre, muitos poucos são os companheiros encarnados que meditam nas consequências amargas dos votos não cumpridos.

Se habitas um corpo masculino, conforme as tarefas que te foram assinaladas, se encontraste essa ou aquela irmã que se te afinou com o modo de ser, não lhe desarticules os sentimentos, a pretexto de amá-la, se não estás em condição de cumprir a própria palavra, no que tange a promessas de amor. E se moras presentemente num corpo feminino, para o desempenho de determinadas actividades, se surpreendeste este ou aquele irmão que se harmonizou com as tuas preferências, não lhe perturbes a sensibilidade sob a desculpa de desejar-lhe a protecção, caso não estejas na posição de quem desfruta a possibilidade de honorificar os próprios compromissos.

Não comeces um romance de carinho a dois, quando não possas e nem queiras manter-lhe a continuidade.

O amor, sem dúvida, é lei da vida, mas não nos será lícito esquecer os suicídios e homicídios, os abortos e crimes na sombra, as retaliações e as injúrias que dilapidam ou arrasam a existência das vítimas, espoliadas do afecto que lhes nutria as forças, cujas lágrimas e aflições clamam, perante a Divina Justiça, porque ninguém no mundo pode medir a resistência de um coração quando abandonado por outro e nem sabe a qualidade das reacções que virão daqueles que enlouquecem, na dor da afeição incompreendida, quando isso acontece por nossa causa.

Certamente que muitos desses delitos não estão catalogados nos estatutos da sociedade humana; entretanto, não passam despercebidos nas Leis de Deus que nos exigem, quando na condição de responsáveis, o resgate justo.

Tangendo este assunto, lembramo-nos automaticamente de Jesus, perante a multidão e a mulher sofredora, quando afirmou, peremptório: "aquele que estiver isento de culpa, atire a primeira pedra".

Todos nós, os espíritos vinculados à evolução da Terra, estamos altamente comprometidos em matéria de amor e sexo, e, em matéria de amor e sexo irresponsáveis, não podemos estranhar os estudos respeitáveis nesse sentido, porque, um dia, todos seremos chamados a examinar semelhantes realidades, especialmente as que se relacionem connosco, que podem efectivamente ser muito amargas, mas que devem ser ditas.

Espírito: EMMANUEL

Médium: Francisco Cândido Xavier

Livro: “Momentos de Ouro

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:57
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: A Humanidade…

. Reflexão: Pobreza...

. Sofrimento, dispenso

. Só por hoje

. Código de Ética de Mestre...

. A Sabedoria do SILÊNCIO I...

. Cada um é como cada qual…

. Aprenda a Gostar de Si

. Conversas com a Alma *Lib...

. Workshop's

. Lesões Afectivas

.Arquivos

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31