Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009

Um Marco na Vida

O PRIMEIRO NÍVEL (Essencial) ou Shoden (tradicional) definido como “A descoberta e o acordar do curador interior” é o curso de iniciação no mundo do Reiki. É no meu ponto de vista o curso mais importante dos três pois é aquele que mais transformação nos traz a nível da personalidade na vida privada, social e profissional de cada um. É neste período que se dá inicio a mudanças ao nível da sensibilidade e intuição que, vão aumentando o longo do tempo através da prática continuada do Reiki. Estas mutações operam-se consoante a mente (espírito) se vai purificando à medida que vai assimilando a verdadeira e fundamental essência do Reiki. A entrada neste universo permite que, aquelas máscaras formadas no pensamento das pessoas sejam removidas e as mesmas mostrem na realidade aquilo que são, na sua mais pura essência. Porque ser Reikiano é ser verdadeiro, agir com pureza, respeito e amor incondicional para com o seu semelhante.

Para dar início a esta caminhada e após o curso que pode ter uma duração de um dia ou dois, conforme planeamento por parte do formador (mestre instrutor), bem como o valor do mesmo. Na parte final da formação, os formandos (alunos) são iniciados através de um procedimento denominado de: Ritual Iniciático. Este ritual é um momento único, simbólico e muitas vezes caracterizado por uma componente vibratória, sensorial e sentimental muito intensa, pois durante o mesmo o formador (mestre) e o formando (aluno) fundem-se num só estabelecendo um encontro de energias ímpar que é mais ou menos sentido por parte do formando (aluno) consoante o seu nível de sensibilização energética. Durante este processo, o formando (aluno) pode ser elevado a níveis de consciência de tal forma elevados que podem surgir na mente lembranças de vidas passadas, visões de entes queridos que já se encontram noutros planos, vozes de entidades superiores que tentam comunicar connosco e as mais variadas sensações fazendo deste um momento único e intensamente marcante na nossa vida. Após este ritual, os formandos (alunos) passam por aquilo que defino como processo de Purificação Interior e tem uma duração de vinte e um dias ininterruptos. É neste período que grandes alterações se dão no formando (aluno), pois agora as modificações vão ser empreendidas de dentro para fora, ou seja, a nossa verdadeira essência vai ser revelada e tornamo-nos naquilo para que viemos e não no que pretendemos demonstrar ser. Neste período podem ocorrer algumas perturbações tais como uma maior actividade intestinal, visceral, náuseas, dores de cabeça, alguma agitação e stress mas que passa através da prática continuada da auto-aplicação pois estes fenómenos definem-se como crise de cura. O nosso organismo entrou também numa fase diferente pois a partir deste momento vai-se habituar à entrada e circulação de energia que até então praticamente nunca tinha sentido e como tal, terá de se habituar e por isso podem-se dar reacções da mais variada ordem. Durante este o processo o formando (aluno) vai notar no seu dia-a-dia alterações ao nível comportamental bem como na forma de estar e encarar o mundo. Sendo este tipo de alterações produzidas de dentro para fora, chegamos por vezes a ficar um pouco admirados com as nossas reacções às mais variadas situações do dia-a-dia, que por vezes nos leva a pensar, como é que eu reagi assim? Na verdade, a nossa ligação à fonte (deus) está mais vincada e permite-nos reagir intuitivamente de uma forma célere, mais justa e com um profundo sentimento de amor incondicional para com o nosso semelhante. Apesar de maravilhosos estes sublimes gestos de auxílio ao semelhante com a intenção de lhe proporcionar um melhor bem-estar, somos muitas vezes incompreendidos porque devido à actual conjuntura mundial, actos de bondade e generosidade são sempre observados com desconfiança e até mesmo repúdio por parte de terceiros. Isto por vezes deixa-me triste porque se algo me diz que posso contribuir para a felicidade e bem-estar de aquele semelhante, e ele rejeita veementemente a minha oferta que com tanto carinho e humildade eu lhe ofereci.

Após entrar neste maravilhoso universo do Reiki, o iniciado ficará também moralmente incumbido de ser mais um elemento para auxiliar na divulgação do Reiki no nosso país, na minha opinião. Desde já alerto que não é fácil pois devido ao conservadorismo que ainda predomina na maioria dos cidadãos, há uma certa relutância em aceitar as terapias oriundas do oriente observando-as com alguma resistência.

Quando por vezes me perguntam: Mestre de aqui a quanto tempo é que posso tirar o segundo nível; eu respondo da seguinte forma: caro amigo(a), não tenhas pressa de tirar o segundo nível. No Japão, país de origem do Reiki, os iniciados chegam a estar um, dois, cinco ou até mesmo dez anos até fazerem essa sintonização, ou seja, apenas são sintonizados quando o seu Mestre entender que já possuem os conhecimentos necessários para tal, cumprindo um certo número de itens por ele definidos como necessários e fundamentais para essa sintonização. Por isso e como a pressa nunca foi boa conselheira não tenham pressa em passar para o segundo nível e aguarde pelo momento certo, dado pela intuição e com uma necessidade profundamente sentida de auxílio ao seu semelhante.

Neste nível as aplicações feitas pelo iniciado a terceiros, centram-se no plano físico essencialmente.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Muita Energia Positiva...
Publicado por Viktor às 09:45
Link | favorito
Comentar:
De
( )Anónimo- este blog não permite a publicação de comentários anónimos.
(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Curso de Iniciação ao Kar...

. A Crise de Cura nos Inici...

. Reflexão: Mundo de Ilusão

. Reiki na Actualidade

. SÍMBOLO: CHO-KU-REI

. As Energias II

. Reflexão: As Energias...

. O que é o Reiki?

. Consultas Terapêuticas Ho...

. Cursos de Reiki e Karuna ...

. Reflexão: do Reiki ao Kar...

. Reflexão: O Reiki em inúm...

. Agenda de Outubro

. Reflexão: A mesquinhez hu...

. Agenda de Junho

. Relexão: Guias...

. Reflexão: Semifrio de Emo...

. Consultas Holísticas

. Actividades em Abril - Re...

. Reflexão: Caminho do Amor

. Agenda... de Março

. Formações em Agenda

. Reflexão: A Infelicidade…

. Ensinamentos em Poesia

. Curso de iniciação ao Rei...

. Hoje em Poesia

. Reflexão: Lixo Invisível…

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Brevemente... Reiki e Kar...

. Proximas actividades em a...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007