Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

Momento de Reflexão

Caros amigos e Leitores,

Durante os dois anos e meio de existência deste blogue tenho falado de muitas coisas sobre Reiki e Espiritualidades. Confesso que por vezes sinto algumas dificuldades em seleccionar o tema sobre o qual vou escrever, pois colocar quase diariamente novos textos com nova informação e sem querer ser repetitivo, coloca-me apreensivo sobre o tema a abordar. O que aqui escrevo é com o intuito de partilhar essa informação com todos aqueles que a pretendam obter, pois sendo cada um dono do seu livre arbítrio e pensamento, apenas aqui acorrem aqueles que, sobre estes temas que partilho estejam interessados. Mas hoje não vou falar de nenhum tema específico mas sim de mim e do meu sinuoso caminho enquanto trabalhador de luz (Reikiano).

Foi há 10 anos que encontrei o caminho do Reiki e, por sua vez, fiz a minha entrada no mesmo. Tal como qualquer um de vós sou um ser humano com vida própria, família, trabalho, amigos e muitos conhecidos. Muitas coisas me aconteceram algumas boas e outras menos boas, mas todas elas desempenharam o seu papel na senda da minha evolução humana e espiritual. Eis que chega então o momento que tive de tomar uma decisão e após ponderação decidi dedicar parte da minha vida (porque tenho de trabalhar como qualquer um de vós) ao Reiki. Digo parte porque felizmente tenho um trabalho e a restante parte do tempo dedico-a aos outros, estando sempre disponível para auxiliar (dentro das minhas capacidades e limitações) quem me procura, quer seja para uma sessão, para um workshop, para tirar uma dúvida, para um consolo ou até mesmo apenas para uma palavra amiga com dois dedos de conversa. É uma difícil e árdua tarefa ser Mestre de Reiki, pois o caminho é muito sinuoso e obriga-nos a ter de superar duras provações. [Antes de continuar deixem que vos diga que prefiro ser tratado por Viktor apenas, pois o Mestre é apenas uma palavra protocolar.] Muitas foram as vezes que tive e tenho de travar duas “batalhas” em simultâneo, uma do meu Eu com o meu Eu Sou, e outra do meu Eu com o Universo e tudo o que me rodeia. O meu Eu controlo-o através dos sempre presentes Princípios do Reiki e a outra “batalha” é controlada com humildade, tolerância, bom senso e calma pois aqueles que acham que não os posso ajudar terão de percorrer o seu caminho por outros lados até que chegará o dia em que uma intensa luz os inundará com uma realidade até então rejeitada e marginalizada. Toda e qualquer pessoa que me procure trás alguma esperança pois, antes de mais, pretende encontrar alguém que esteja bem para o poder auxiliar a percorrer o caminho em busca do seu bem-estar, equilíbrio e harmonia. Mas eu, como Reikiano, transporto comigo uma enorme carga sentimental que faz com que os sentimentos estejam sempre presentes não só no que faço mas também no que ouço das outras pessoas e isso faz com que nem todos os dias esteja a 100% para poder dar aquilo que tenho em prol do meu semelhante. Agradeço ao divino todas as forças que me tem dado para, nesses momentos de aflição em que me procuram, eu poder dar o meu melhor em prol da pessoa, esquecendo-me que na realidade sou também um igual a ele. Diariamente são imensas as dificuldades e obstáculos que se deparam na minha missão de divulgação do Reiki como terapia energética holística que tem por base o Amor Incondicional. Trabalhar em prol do bem-estar do outros com toda a dedicação e com o coração aberto é um duro caminho no qual, muitas vezes em prol do bem-estar de outra pessoa, assumo perante as entidades divinas a culpa da situação pedindo-lhes que sejam elas a transmutar as energias menos positivas daquela pessoa. Entregar-me a 100% àqueles que me procuram é complicado, pois inúmeras vezes esqueço-me de mim e que, tal como eles, tenho o que qualquer ser humano tem, desde que essa seja a vontade divina, pois nada acontece por acaso.

Para terminar esta já mui grande reflexão de hoje gostava deixar uma palavra de agradecimento a todos aqueles que recebem e-mail’s meus, a disponibilizar-me para realizar um workshop ou uma actividade que entendam por interessante em prol da divulgação desta maravilhosa terapia milenar, e que nunca me chegaram a responder, pois essas pessoas são também o fuel de que necessito, para continuar a fazer este trabalho em prol do bem-estar supremo universal. Obrigado pela leitura.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 10:54
Link | Comentar | favorito
10 comentários:
De manuela torres a 15 de Setembro de 2009 às 12:09
Não tenho palavras para descrever o que acabei de ler, fui buscar um parágrafo do texto "EU SOU" .

( Nunca será demasiado insistir convosco, para que verdadeiramente reconheceis e aceiteis a Magna Presença de Deus "EU SOU” no vosso interior, pois, categoricamente, não tereis mais condições adversas ..)

Que bom é, saber que és de carne e osso como nós e de tantos sentimentos , é tão fácil gostar de TI.

De Viktor a 15 de Setembro de 2009 às 13:33
Olá Manuela,
Obrigado pela sempre assídua leitura e participação no blogue.
Sim, tal como vós sou um ser humano que, como Reikiano tenho o meu lado sentimental muito desenvolvido o que faz com que por vezes se torne difícil controlar emoções, mas com o que disse no post tudo se controla.

Saudações Reikianas

NAMASTÊ
De Jguerra a 15 de Setembro de 2009 às 14:20
Meu caro. O caminho que traçamos é tão sinuoso como aquele que nos apresentam. Umas vezes estamos melhor outras menos bem, mas caminhamos nele porque optámos por isso. Optaste bem! Tens perfil! Confio no meu padawan sem sombra de dúvidas! Sei que evoluirás todos os dias no caminho da luz.
Abraço
De Viktor a 15 de Setembro de 2009 às 14:48
Olá Kim,
Meu amigo e mestre.
Obrigado por leres e percoRreres comigo este sinuoso caminho onde por vezes servi-mos de muletas um para o outro.

Saudações Reikianas

NAMASTÊ
De Maria Garrido a 15 de Setembro de 2009 às 14:28
Mestre,

Quem acredita AMA... E tu aceditas.~

´Namasté

Maria
De Viktor a 15 de Setembro de 2009 às 14:49
Olá Maria
Obrigado por comentares e pelo apoio dado, pois vocês são a razão da minha existência e missão.

Saudações Reikianas

NAMASTÊ
De Susana Pinto a 19 de Setembro de 2009 às 21:21
Cada vez que olho para trás vejo um caminho bem diferente daquele que imaginava para mim quando adolescente. Porque a Vida não é linear e a matéria e a energia não são constantes e imutáveis. Mas o nosso crescimento interior passa pelas nossas escolhas e pela aceitação e reconhecimento dos caminhos que decidimos percorrer. Por mais tortuosos que eles sejam. Sempre com um fim último, o sermos felizes. Talvez seja essa uma das nossas lições de vida, perceber que é no superar de dificuldades que conseguiremos ver e sentir o raiar do sol.
O viver para ajudar em simplicidade e em plenitude os outros não é fácil. Implica tempo, disponibilidade, saber ouvir, abrir o coração e vivenciar o outro, sem critícas, preconceitos ou juízos de valor. Talvez só possível por quem se encontra em paz com o seu Eu.
Se esse foi o caminho que escolheu, se esse caminho que percorre, apesar de frequentemente difícil o faz sentir-se pleno, parece-me, na minha humilde opinião, o caminho a continuar e estou certa que muito terá ainda para trilhar e para crescer, porque em cada dia haverá sempre mais qualquer coisa para aprender e para transmitir.

Saudações Reikianas
Namastê
De Viktor a 20 de Setembro de 2009 às 15:52
Olá Susana,
Obrigado pelo seu comentário. O seu caminho como médica também não é fÁcil mas, fico bastante feliz por partilhar comigo essas ideias e também pelo interesse que tem demonstrado no meu trabalho enquanto Reikiano.
Sim o caminho não é fácil e tenho plena consciência que a cada dia que passa e com cada pessoa que contacto vou enriquecendo o meu conhecimento.

Saudações Reikianas

NAMASTÊ
De Regiane souza de lima a 22 de Abril de 2010 às 02:49
Viktor,

Faz alguns meses que conheci o reik, amei e cada vez mais quero saber sobre...passo por uma situação dificíl e consegui muita ajuda com a terapia, me sinto muito melhor e acredito e concordo com todos os teus textos que li, e tenho vontade de ler mais e mais, também por que procuro algumas respostas para mim, e isso me ajuda como ser humano, como pessoa, até passo por cima do meu "sofrimento" que não é grave mas machuca, faz pensar...

Um abraço, felicidades, você é Especial com certeza...

Regiane
Canela
R/s
De Viktor a 23 de Abril de 2010 às 11:17
Olá Regiane,
Obrigado pelas tuas palavras, sentidas e oriundas da intimidade do teu Ser.
Estou e estarei ao seu dispor bem como ao de todas as pessoas que me solicitem para tal.
Desejo-lhe tudo de bom.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Comentar post

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Curso de Iniciação ao Kar...

. A Crise de Cura nos Inici...

. Reflexão: Mundo de Ilusão

. Reiki na Actualidade

. SÍMBOLO: CHO-KU-REI

. As Energias II

. Reflexão: As Energias...

. O que é o Reiki?

. Consultas Terapêuticas Ho...

. Cursos de Reiki e Karuna ...

. Reflexão: do Reiki ao Kar...

. Reflexão: O Reiki em inúm...

. Agenda de Outubro

. Reflexão: A mesquinhez hu...

. Agenda de Junho

. Relexão: Guias...

. Reflexão: Semifrio de Emo...

. Consultas Holísticas

. Actividades em Abril - Re...

. Reflexão: Caminho do Amor

. Agenda... de Março

. Formações em Agenda

. Reflexão: A Infelicidade…

. Ensinamentos em Poesia

. Curso de iniciação ao Rei...

. Hoje em Poesia

. Reflexão: Lixo Invisível…

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Brevemente... Reiki e Kar...

. Proximas actividades em a...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007