Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

08
Set10

Inveja... que coisa...

Viktor

Caros leitores,

Fala-se disto e de aquilo mas sobre a Inveja pouco se fala. Assim sendo e por sugestão de uma amiga minha vou aqui abordar e explicar este tema que tantas vezes o associam a práticas de bruxaria mas que não afecta apenas as pessoas que recorrem a esse tipo de práticas não dignas dos verdadeiros seres de luz.

Ora, antes de mais vamos lá ver o que significa Inveja: É um sentimento de aversão ao que o outro tem e a pessoa não tem, gerando um sentimento de ter exactamente o que a outra pessoa tem (coisas materiais ou até qualidades pessoais do individuo) retirando-lhe isso, fazendo com que a pessoa fique sem isso. Este sentimento é gerado pelo egocentrismo da pessoa que quer ser maior e melhor que todos os outros, não suportando que o outro possa ser melhor. Esta palavra é de origem latina “invidere” que significa “não ver”, mas com o decorrer do tempo essa definição foi-se perdendo e começando a usar-se ao lado da palavra Cobiça, que deu origem ao significado da mesma nos dias de hoje. Os indivíduos disputam poder, riquezas e status, aqueles que possuem tais atributos sofrem do sentimento da inveja alheia dos que não possuem, que almejariam ter tais atributos. Isso em psicologia é denominado formação reactiva: que é um mecanismo de defesa dos mais "fracos" contra os mais "fortes".

A inveja é originária desde tempos antigos, escritos em textos, que foi acentuado no capitalismo e no darwinismo social, na auto-preservação e auto-afirmação, a inveja seria, popularmente falando, a arma dos "incompetentes".

Numa outra perspectiva, a inveja também pode ser definida como uma vontade frustrada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-la, seja pela incompetência e limitação física, seja pela intelectual. [Curiosidades: Inveja é a última palavra de Os Lusíadas de Camões. A inveja é um dos pecados capitais no cristianismo.]

Para além disto é claro que temos as energias a trabalhar como em tudo na vida. Sim, porque invejar é um pensamento e os mesmos propagam-se como se de ondas hertzianas se tratassem, e se cobiçar algo de um amigo está a enviar energia de cobiça (energia de baixa vibração). Por sua vez, perante as Leis Cósmicas Universais, esta vai-se enquadrar na Lei do Retorno, o que faz com que o Universo por meio de qualquer entidade ou acontecimento lhe vá retribuir essa mesma energia que enviou para cima da outra pessoa, pois colhemos sempre aquilo que semeamos.

Assim, deixo-lhes uma sugestão: Não cobicem o que é dos outros (é feio e prejudicial), pois aquilo que tiver de ser seu um dia às suas mãos irá parar. Seja grato com aquilo que o Universo lhe atribui, porque você é o/a responsável máximo por si e pelo que lhe acontece.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Viktor 08.09.2010

    Olá Célia,
    Obrigado pelo teu comentário.
    Bjs
    NAMASTÊ
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Local/Contacto:

    Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

    Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

    Links

    FÓRUM DO BLOG

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D