Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

14
Set10

Porquês...

Viktor

Caros amigos,

O ser Humano vive constantemente numa azáfama (stress, tensão, pressão, cansaço, etc.) entre trabalho, casa e família. As pessoas vivem assim porque continuam a viver pelas regras “ditadas” pela sociedade em que estão inseridas e eu pergunto, mas porquê? Porquê viver quase num constante sobressalto? Acha que isso é saudável? Porque não age por si? Porque fazes tudo aquilo que as outras pessoas fazem? Porque achas estranho ver um casal homossexual? Porque não admites quando erras? Então agora seguem-se as respostas às questões supracitadas.

Porquê viver quase num constante sobressalto?

A maioria das pessoas vive assim porque muitas vezes se esquecem do seu corpo e da integridade do seu Ser, nos níveis físico, emocional, mental e espiritual. Vivem para a sua realização pessoal e profissional que muitas vezes não é mais do que alimentar o seu ego, vivendo competindo com os outros. Sim lembram-se do corpo, porque sentem que estão mais gordos, porque lhe surge uma doença, porque têm uma dor, mas é claro, quando o corpo se queixa lembram-se dele, mas quando estão bem não lhe dão importância e assim não zelam pela manutenção de aquilo que os permite estar neste plano (terra). Viver em sobressalto não é nada saudável nem para si nem para quem o rodeia.

Porque não age por si?

Pare, pense e faça uma reflexão sobre isto: Quantas decisões importantes na sua vida foram tomadas única e exclusivamente por si, consoante a sua mente, pensamento e vontade? Pois é, muitas das decisões que tomas são coadunadas com os paradigmas da sociedade actual e das leis humanas que são falíveis em muitos aspectos que apenas servem uma sociedade capitalista na qual o papel social é sempre relegado para segundo plano.

Porque fazes tudo aquilo que as outras pessoas fazem?

Levas uma vida dita normal porque fazes aquilo que toda a gente faz (casa->trabalho, trabalho->casa). Se gostas de fazer outras coisas, se tens sonhos e projectos que gostarias de realizar, porque não tomas a iniciativa de arrancar com eles? Não receies se acham que és diferente.

Porque achas estranho ver um casal homossexual?

És quem és e os teus gostos bem como a tua orientação sexual só a ti diz respeito por isso sê tu próprio, na tua verdadeira essência. Sentes-te desconfortável porque te apontam? Não sintas, pois isso é uma atitude de pessoas de nível espiritual baixo que vivem agarradas aos paradigmas da velha sociedade. Assumires que és é um acto de coragem pessoal, mas os outros marginalizarem-te por isso é porque têm graves problemas com aquilo que se define como Aceitação, pois não conseguem aceitar a diferença, ou seja, o facto de seres diferente. Como vivemos em comunidade, aceitemo-nos uns aos outros com as nossas virtudes e defeitos pois ninguém é 100% perfeito.

Porque não admites quando erras?

Admitir o erro é um acto de coragem e revela humildade por parte da pessoa, ao contrário do que a maior parte das pessoas faz. As pessoas têm enorme dificuldade em assumir os seus erros porque gostam de viver de aparências e fachadas e assumir isso seria, no entender delas, estar a desvalorizar-se perante os outros indo contra o seu ego. Vamos humildemente aceitar e agradecer quando nos alertam para algo e nos mostram uma solução, pois isso é aquilo que defino como crítica construtiva ( o mesmo já não, caso a critica seja meramente destrutiva).

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D