Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

19
Nov10

Conversas com a Alma *Liberdade*

Viktor

Meu “Eu Sou” Superior,

         Liberdade é um estado que qualquer Ser humano gosta de ter, mas será que sou livre? Será que posso fazer o que quero? Será que posso seguir os meus mais puros e nobres sentimentos? Será que sou dono e senhor da minha vida e destino? Será que profissionalmente sou aquilo que realmente gosto? Será que aquela com quem escolhi compartilhar a vida me dá liberdade? Será que dou liberdade aos outros? Como alcançar a Liberdade?

Caro Viktor,

         “…mas será que sou livre?”

Esse é um juízo que tu irás fazer de ti próprio, depois de ouvires as respostas às questões seguintes.

         “Será que posso fazer o que quero?”

Se fizeres o que tens vontade de fazer, sem nenhum tipo de factor condicionante (situação ou pessoa), agindo em consciência em prol da tua pessoa e sem prejudicar nada nem ninguém então podes, ou então se for um trabalho altruísta baseado no Amor Incondicional e na dádiva desinteressada.

         “Será que posso seguir os meus mais puros e nobres sentimentos?”

Seguir os teus sentimentos é um bonito acto, mas deverás ter sempre em linha de conta as leis morais universais, principalmente quando há envolvimento de outros Seres.

         “Será que sou dono e senhor da minha vida e destino?”

Viktor, ser dono da vida e do destino é definir o seu percurso no caminho de ascensão em direcção a Deus, norteando-se pelas Leis Cósmicas Universais, sem pressas nem atropelos, sem prejudicar ninguém. Em verdade te digo que se te for possível ir auxiliando aqueles que ao longo do caminho vais encontrando no chão (cansados, atrapalhados, perdidos, desmotivados) servindo para eles como uma luz, um farol, um guia, também te estás a auxiliar a ti mesmo.

         “Será que profissionalmente sou aquilo que realmente gosto?”

Viktor, só tu mesmo é que podes constatar isso, pois isso é uma questão de realização, pois se te sentires realizado com o que fazes significa que gostas, e se gostas é porque felizmente tires-te a oportunidade de escolher o teu caminho profissional, porque há muitos que trabalham por necessidade, mesmo fazendo o que não gostam, que em termos de saúde não é recomendável.

         “Será que aquela com quem escolhi compartilhar a vida me dá liberdade?”

Se a pessoa em causa te dá liberdade para fazeres o que gostas, sempre com o devido respeito pelas regras morais universais que norteiam esse tipo de situação, então essa pessoa dá-te liberdade.

         “Será que dou liberdade aos outros?”

Todos merecem ser livres, e não dar liberdade aos outros significa ter sentimentos de posse sobre a pessoa, o que resulta no Apego. Ninguém é dono de ninguém, mesmo de aqueles que amamos (incluindo familiares e filhos). Treinar o desapego às pessoas é dar liberdade às mesmas, porque aqueles que por ti nutrem verdadeiros sentimentos voltam sempre a cruzar-se contigo no teu caminho. Títulos de propriedade só existem no planeta terra e sobre bens e não sobre pessoas.

         “Como alcançar a Liberdade?”

O Ser humano nasce logo à nascença com uma série de condicionalismos que são como amarras que os prendem aos velhos paradigmas e crenças, impostos pela educação e pela própria sociedade. Há ainda também os governos e religiões que “ocultamente” pretendem comandar as pessoas através das mentes, tal como um pastor comanda um rebanho de ovelhas. Exercer a sua liberdade é viver solto desses paradigmas, é pensar por si mesmo em vez de fazer simplesmente porque os outros também fazem. Seja criativo, siga a sua intuição, respeite todos os seres, pense colectivamente nunca descorando a sua integridade como Ser, e libertando a sua essência divina verificará que o mundo à sua volta também irá mudar.  

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D