Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

02
Mar12

Reflexão… pobreza…

Viktor

 

Caros leitores,

     Neste planeta existem dois tipos de pessoas (homem e mulher) falando de forma simples e global, pois existem inúmeras formas ou maneiras de diferenciar as pessoas, através da raça, da cor, evolução humana, evolução espiritual, além das classes sociais (alta, média, baixa).

     Muitas pessoas dizem nos seus discursos determinadas palavras, tais como solidariedade, amor, compaixão, auxílio, combate entre outras, para apenas comporem tais dissertações. Mas será que estas pessoas sabem qual o significado de tais palavras? Será que as dizem apenas porque socialmente fica bem? Na minha modesta e humilde opinião, mais vale nada dizerem e concentrarem as suas palavras nos discursos políticos, partidários, governativos, ou de outro tipo qualquer. Veja-se por exemplo, no concurso de misses, quando lhe perguntam o que desejam para o mundo, todas acabam por dizer: “paz entre os seres e acabar com a fome no mundo”. Neste caso eu pergunto, depois de se tornarem “famosas” quantas passagens de modelos fazem, angariando fundos ou donativos para essas causas que disseram ser os seus desejos?

     Tanto a pobreza como a fome jamais será vencida apenas e só com as palavras bonitas ditas pelas mais variadas pessoas, pois nunca vi nenhuma pessoa encher a barriga apenas com as palavras de solidariedade. Eles necessitam daquilo que cada um de nós necessita, pois todos somos semelhantes na essência e diferentes na existência e como tal, Eles necessitam de alimentos e roupa para o corpo essencialmente. Contudo porém, a maioria dos Seres humanos continua a manter uma atitude de indiferença para com os mais carenciados e necessitados, manifestando apenas palavras de pesar (palavras que apenas escapam pelos lábios sem provirem do coração) pela situação em que se encontram os mais desfavorecidos. Até aqueles Seres que dizem ser mais espiritualizados muitas vezes dizem: “isso é karma”… enfim, por ventura algum de nós sabe se um dia não se irá encontrar numa situação dessas? Hoje Eles necessitam, quem lhe garante que amanhã não é Você? Porque é que o Ser humano teima em olhar para o seu umbigo querendo sempre mais e mais, vivendo agarrado ao materialismo? Quando chegar a sua hora de partida, cada um leva aquilo que trouxe quando chegou, ou seja, nada.

     A existência desse tipo de pessoas também tem a sua razão de ser, pois Eles têm também a missão de ensinar o que é compaixão, amor e solidariedade a todos aqueles que vivem exclusivamente a pensar em si, no seu bem estar e interesses a todos os níveis.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D