Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

16
Mai12

Universo Energético do Reiki… (esclarecimentos)

Viktor

     Ao longo do tempo muitas coisas têm sido ditas, escritas e até mesmo feitas sob o nome ou designação “Reiki”. Como em tudo na vida, há quem acredite e desacredite, quem venere e enxovalhe, enfim tanta coisa, mas cada um é dono das suas próprias vontades e crenças, do seu caminho e das suas escolhas, e assim deve ser respeitado. Sendo o Reiki uma terapia holística energética, que tem como base fundamental a prática do amor incondicional jamais poderá ser utilizada para praticar o mal para com os outros, pois o amor nunca foi usado para a pratica de actos impróprios.

     Para que não façam juízos errados acerca do Reiki, deixem que os esclareça sobre um conjunto de situações:

     - O Reikiano canaliza a energia universal para o recetor através da imposição de mãos;

     - A energia universal é fonte de vida para todo o universo, pois sem energia nada se move, tal como acontece ao ser humano quando a perde na totalidade (óbito);

     - Se o Reiki é a canalização dessa energia cuja fonte é comum, logo dizer que o Reiki A é melhor que o B é incorrecto, pois ambos provêm do mesmo local (ex.: o Manuel vai à fonte com um garrafão de vido e o José leva um de plástico, a diferença apenas está no garrafão, pois a água é da mesma fonte).

     - Algumas pessoas acreditam que quem criou o mundo foi Deus, outros acreditam apenas que há algo superior (energia superior) geradora de tudo, mas isso é apenas e só a crença de cada um pois ambos podem aprender e praticar o Reiki;

     - O Reiki é apenas uma terapia, independente das religiões, dogmas e crenças de cada um, pois traduz-se na prática do amor na sua mais pura forma;

     - Promovendo uma boa circulação energética corporal, o Reiki é um eficaz sistema para o equilíbrio do Ser nos níveis: físico, emocional, mental e espiritual;

     - Para aprender e ser praticante de Reiki basta querer e ter vontade de aprender, pois é completamente errada a ideia que só quem tem um “dom” é que pode praticar, pois o que se exige é apenas que tenha amor dentro de si mesmo.

     Espero que tenham ficado um pouco mais esclarecidos e/ou elucidados, mas caso ainda tenham algumas dúvidas façam o favor de as colocar. Uma vez que acredito em Deus, deixo-os na paz e no amor divino universal.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

12
Abr12

Conversas com Deus…

Viktor

O Senhor está dizendo que todos os eventos ruins que nos acontecem foram escolhidos por nós? Quer dizer que até mesmo as calamidades e os desastres mundiais são, em algum nível, criados por nós para que possamos "experimentar o oposto de Quem Somos"? E se for assim, não há um modo menos doloroso, para nós mesmos e para os outros, de criar oportunidades de nos experimentarmos?

     Você fez várias perguntas, e todas são boas. Vamos responder uma de cada vez.

     Não, nem todas as coisas que lhes acontecem e que chamam de ruins são escolha de vocês. Não no sentido consciente - que é aquele ao qual você se refere. Todas elas são criações suas. Vocês estão sempre envolvidos no processo de criar. Em todos os momentos. Todos os minutos. Todos os dias. Como podem criar, veremos mais tarde. Por enquanto, aceite apenas a Minha palavra: vocês são uma grande máquina criadora e produzem uma nova manifestação tão veloz quanto o pensamento.

     Ocorrências, condições, situações - tudo isso é criado pela consciência. A consciência individual é muito poderosa. Podem imaginar o tipo de energia criativa que é liberada quando duas ou mais pessoas se reúnem em Meu nome. E a consciência das massas? É tão poderosa que pode criar ocorrências e situações de importância e consequências mundiais.

     Não seria certo dizer - não no modo a que você se refere que vocês escolhem essas consequências. Não as escolhem mais do que Eu as escolho. Como Eu, vocês as observam. E decidem Quem São com referência a elas. Contudo, não há vítimas e nem algozes no mundo. E você tampouco é uma vítima das escolhas dos outros.

     Em algum nível todos vocês criaram o que dizem que detestam - e portanto, o escolheram. Esse é um nível avançado de pensamento que todos os Mestres atingem mais cedo ou mais tarde. Porque é apenas quando eles aceitam a responsabilidade por tudo é que podem ter o poder de mudar parte disso.

     Enquanto você nutrir a ideia de que há algo ou alguém "fazendo isso" com você, não terá o poder de fazer nada a respeito. Somente quando disser "eu fiz isso" poderá ter o poder de mudá-lo. É muito mais fácil você mudar o que está fazendo do que mudar o que os outros estão fazendo.

     O primeiro passo para mudar qualquer coisa é saber e aceitar que você escolheu que ela fosse o que é. Se não puder aceitar isso em um nível pessoal, admita-o através de sua compreensão de que Nós somos todos Um. Tente então criar mudança não porque algo está errado, mas porque não é mais uma afirmação exata de Quem Você É.

     Há apenas um motivo para fazer alguma coisa: uma afirmação para o universo de Quem Você É.

     Usada desse modo, a vida passa a criar o Eu. Você a usa para criar o seu Eu como Quem Você É, e Quem Sempre Desejou Ser. Também há apenas um motivo para desfazer alguma coisa: ela não ser mais uma afirmação de Quem Você Deseja Ser, não o reflectir, não o representar.

     Se você quiser ser correctamente representado, deve tentar mudar tudo em sua vida que não se encaixa na imagem que deseja projectar na eternidade.

     No sentido mais amplo, todos os eventos "ruins" que acontecem são da sua escolha. O erro não é escolhê-los, mas chamá-los de ruins. Porque ao fazer isso, você chama o seu Eu de ruim, já que os criou. Esse rótulo você não pode aceitar; portanto, em vez de rotular o seu Eu como ruim, nega as suas próprias criações. É essa desonestidade intelectual e espiritual que o deixa aceitar um mundo em tais condições. Se você tivesse de aceitar - ou pelo menos tivesse uma forte sensação interior de responsabilidade pessoal pelo mundo este seria um lugar muito diferente. Sem dúvida seria, se todos se sentissem responsáveis. Por ser tão óbvio é que esse fato se torna tão doloroso e irónico.

     As calamidades e os desastres naturais do mundo - seus tornados e furacões, vulcões e enchentes - desordens físicas - não são especificamente criações suas. O que você cria é o grau em que esses eventos afectam a sua vida.

     Há eventos no universo que nenhum vôo da imaginação poderia afirmar que você provocou ou criou. Esses eventos foram criados pela consciência combinada do homem. Todo o mundo, criando junto, produz essas experiências. O que cada um de vocês faz individualmente é passar por elas, decidindo o que significam para vocês - se é que têm algum significado – e Quem e O Que Vocês São em relação a elas. Portanto, vocês criam colectiva e individualmente a vida e os tempos que estão experimentando, e o objectivo é a evolução da alma.

     Você perguntou se há um modo menos doloroso de passar por esse processo - e a resposta é sim. Contudo, nada em sua experiência exterior terá mudado. O modo de diminuir o sofrimento que você associa às experiências e ocorrências terrenas - tanto as suas como as das outras pessoas - é mudar o modo de vê-Ias.

     Você não pode mudar o evento exterior (porque foi criado por todos vocês, e não é suficientemente maduro em sua consciência para alterar individualmente o que foi criado colectivamente), por isso deve mudar a experiência interior. Esse é o caminho para o completo controle na vida. Nada é em si doloroso. O sofrimento resulta do pensamento erróneo. É um erro no modo de pensar.

     Um mestre pode acabar com a dor mais intensa. Desse modo, o Mestre cura.

     O sofrimento resulta de um julgamento que você fez sobre uma coisa. Elimine o julgamento e o sofrimento desaparecerá. O julgamento frequentemente se baseia na experiência anterior. Sua ideia sobre uma situação se origina de uma ideia anterior sobre ela. Sua ideia anterior resulta de uma ideia ainda mais anterior - e essa ideia de outra, e assim por diante, como um bloco de edifícios, até você voltar por todo o caminho até a sala de espelhos, ao que Eu chamo de primeiro pensamento.

     Todo pensamento é criativo, e nenhum pensamento é mais poderoso do que o original. É por essa razão que às vezes ele também é chamado de pecado original. O pecado original ocorre quando o seu primeiro pensamento sobre alguma situação é erróneo. O erro é então cometido muitas vezes, sempre que você tem um segundo ou terceiro pensamento em relação a ela. É trabalho do Espírito Santo inspirá-lo a ter novas compreensões que podem livrá-lo de seus erros.

Fonte: Neale Donald Walsch

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

10
Abr12

Armadilhas e Ciladas no caminho de Ascensão

Viktor

 

“Nas minhas viagens pela vida como ser espiritual, psicólogo espiritualista e discípulo do caminho, tomei consciência de muitas das armadilhas e ciladas que se encontram no caminho espiritual. Considero-me até especialista no assunto, pois tive a experiência de cair na maioria delas.


Recomendo, convicto, a meditação sobre a lista que apresento a seguir. Embora breve em palavras, é profunda em intuições. O meu propósito ao partilhar estas situações é poupar, ao maior número de pessoas possível, sofrimento desnecessário, carma negativo e os atrasos no caminho da ascensão, provocados pelo desconhecimento e pela ignorância.

O caminho espiritual é bastante fácil num plano e incrivelmente complicado em outro. O ego negativo e as forças das trevas espalham sedução e apegos, imensos complexos e ardilosos desafios em cada passo do Caminho.


Cometer erros e cair nessas armadilhas é normal. A minha preocupação é evitar que as pessoas que buscam o seu Caminho, fiquem enredadas nas ciladas por longos períodos, ou mesmo vidas inteiras.”


Eis, então, as armadilhas e as ciladas mais comuns:

1. Abrir mão do seu poder pessoal, concedendo-o a outras pessoas, à mente subconsciente, ao ego negativo, aos cinco sentidos, ao corpo físico, ao corpo emocional, ao corpo mental, à criança interior, a um guru, aos mestres ascensionados, a Deus, a tudo o que for externo.

2. Amar os outros, mas não a si mesmo.

3. Não reconhecer o ego negativo como fonte de todos os problemas.

4. Concentrar-se em Deus, mas deixar de integrar e educar de modo correcto, a sua criança interior.

5. Comer incorrectamente e não fazer exercícios físicos suficientes, o que resulta em doença física e limitação nos outros níveis.

6. Mergulhar profundamente na vida espiritual mas não reconhecer o plano psicológico, que precisa ser compreendido e dominado.

7. Desejos, desejos e mais desejos materiais.

8. Exercer poder sobre os outros depois de alcançar o sucesso.

9. Desligar-se demais das coisas da Terra, o que prejudica o corpo físico.

10. Tentar escapar da Terra, em vez de criar o Céu na Terra.

11. Ver apenas as aparências, em vez de observar a verdadeira realidade que está por detrás de todas as aparências.

12. Tentar tornar-se Deus, em vez de perceber que você já é o Eu Eterno, como todas as outras pessoas o são.

13. Não perceber que você é a causa de tudo.

14. Servir os outros totalmente, antes de se tornar auto-realizado dentro de si mesmo.

15. Pensar que existe algo que se possa chamar de raiva justificada. A raiva é uma armadilha perigosa.

16. Tornar-se um extremista, e não ser moderado em todas as coisas.

17. Pensar que precisa ser asceta para tornar-se um ser espiritual.

18. Tornar-se sisudo demais, deixando de ter alegria, felicidade e diversão suficientes na vida. Não há ascensão sem alegria.

19. Ser indisciplinado e deixar de perseverar incessantemente nas suas práticas espirituais.

20. Abandonar as práticas e estudos espirituais quando se envolve num relacionamento.

21. Dar prioridade a um relacionamento, em detrimento de si e do seu processo interno. Essa é outra armadilha traiçoeira.

22. Deixar que a criança interior governe a sua vida.

23. Ser crítico demais e duro demais para consigo mesmo.

24. Deixar-se enredar pelo glamour e ilusão dos poderes psíquicos.

25. Tomar posse do seu poder pessoal, mas não aprender ao mesmo tempo a submeter-se ao seu Cristo interno.

26. Abrir mão do seu poder pessoal quando estiver fisicamente cansado.

27. Esperar que Deus e os mestres ascensionados resolvam todos os seus problemas.

28. Viver no piloto automático e relaxar a vigilância.

29. Entregar o seu poder a entidades que se possam comunicar consigo.

30. Ler demais e não meditar o bastante.

31. Deixar que a sexualidade o domine, em vez de dominá-la.

32. Identificar-se excessivamente com seu corpo mental ou emocional, sem atingir o equilíbrio.

33. Pensar que precisa ser um canal para outras vozes, ver ou experimentar toda a espécie de fenómenos mediúnicos a fim de se tornar espiritualizado ou ascender.

34. Forçar a elevação da sua kundalini.

35. Forçar a abertura dos seus chacras.

36. Pensar que o seu caminho espiritual é melhor que o dos outros.

37. Julgar as pessoas em função do nível de iniciação que alcançaram.

38. Partilhar o seu nível "avançado" de iniciação com outras pessoas.

39. Contar aos outros o seu "bom trabalho espiritual", em vez de simplesmente centrar-se na sua humildade. “Não saiba a tua mão esquerda o que fez a tua mão direita”.

40. Pensar que as emoções negativas são algo imprescindível.

41. Isolar-se dos outros e achar que isso é ser espiritualista.

42. Considerar a Terra um lugar terrível.

43. Entregar o seu poder à astrologia ou à influência dos astros, como fatores externos e incontornáveis.

44. Apegar-se demais às coisas e às pessoas.

45. Viver desapegado demais com relação à vida; não se esforçar rumo ao desapego envolvido.

46. Viver preocupado demais com o Eu; e não se dedicar o suficiente a servir os outros.

47. Enredar-se nas numerosas teorias equivocadas da psicologia tradicional, pois cada uma delas não passa de uma fina fatia da torta inteira.

48. Ser místico demais ou ocultista demais, e não se esforçar para integrar os dois lados.

49. Desistir no meio das grandes adversidades. Essa é uma das piores armadilhas. Nunca desista! Nunca, jamais deve desistir!

50. Achar que o sofrimento que o incomoda - seja em que nível for - não irá passar.

51. Concentrar-se demais no nível de iniciação que alcançou, ou aguardar com ansiedade exagerada o momento da ascensão, em vez de se preocupar com o trabalho que precisa ser feito.

52. Deixar-se enredar pelos poderes espirituais em vez de reconhecer que o amor é, de entre todos, o maior poder espiritual.

53. Denegrir outros grupos espiritualistas ou metafísicos, em vez de buscar o trabalho conjunto e a unificação, mesmo que esses grupos não estejam inteiramente sintonizados com todas as suas crenças.

54. Deixar-se enredar no dogma da religião tradicional, ou quaisquer outros dogmas.

55. Pensar que precisa de um sacerdote, que aja como intermediário entre si e Deus.

56. Usar as suas crenças espirituais para gerar divisão, elitismo ou uma condição especial indevida.

57. Tornar-se fanático demais pelas suas próprias crenças.

58. Achar que pode alcançar a iluminação por meio de drogas ou algum tipo de pílula mágica. Essa é uma das piores formas de ilusão!

59. Achar que outras pessoas não precisam trabalhar no seu caminho espiritual.

60. Sobrevalorizar o relacionamento com os filhos em detrimento das relações consigo mesmo e com o seu Cristo interno.

61. Enredar-se em todas as atracções deste mundo material, realmente fascinante.

62. Envolver-se demais no amor a uma só Pessoa, em vez de expandir seu amor para englobar muitas pessoas, e todos os outros, de forma incondicional.

63. Enredar-se na dualidade, em vez de buscar equilíbrio mental, paz interior e equidade em todos os momentos; se você não transcender a dualidade, continuará a sentir-se vítima da sua própria montanha-russa emocional, sacudindo-se de um lado para o outro entre os altos e baixos da vida. A alma e o espírito pensam com uma consciência transcendente, que não tem ligação com essa lufa-lufa quotidiana.

64. Ser pai ou filho, mãe ou filha no relacionamento a dois, em vez de assumir a condição de adulto.

65. Pensar que precisa sofrer na vida. Isto é tremendamente falso!

66. Ser ou querer ser um mártir do caminho espiritual.

67. Precisar de controlar os outros.

68. Ter ambição espiritual.

69. Precisar de simpatia, amor ou aprovação.

70. Ter necessidade de ser um Mestre.

71. Ser hipersensível ou, no outro lado da moeda, duro demais.

72. Assumir responsabilidades no lugar dos outros.

73. Ser ou querer ser um salvador.

74. Servir por motivos egoístas e pensar que está a acumular mérito espiritual.

75. Pensar que é espiritualmente mais avançado do que realmente é; por outro lado, pensar que é menos avançado do que realmente é.

76. Ser famoso e cultivar a dependência da fama.

77. Dar importância indevida à busca da paixão ou da alma gêmea, e não perceber que a sua própria Alma - e a Mónada - são aquelas que, na verdade, o podem complementar e saciar interiormente.

78. Pensar que precisa de um relacionamento romântico para ser feliz.

79. Precisar ver-se no centro do palco; ou, no outro lado da moeda, preferir sempre esconder-se pelos cantos.

80. Trabalhar e esforçar-se demais, exaurindo-se fisicamente, ou, no outro lado da moeda, distrair-se demais e não se ocupar dos assuntos do Pai.

81. Buscar orientação em médiuns e não confiar na própria intuição.

82. Entregar-se, neste plano ou no plano interior, a mestres que não sejam ascensionados e que, logicamente, também têm uma compreensão e concepção limitadas da realidade.

83. Fazer do caminho espiritual um hobby, e não o "fogo devorador".

84. Perder tempo demais em frente da TV, na Internet, com jogos de vídeo, ou lendo romances fúteis, e assistindo a filmes violentos.

85. Gastar quantidades imensas de tempo e energia por falta de organização e administração adequada do tempo.

86. Pensar que discutir com os outros é algo que lhe sirva a si, ou sirva a outras pessoas.

87. Tentar vencer ou estar certo, em vez de se esforçar por amar e compreender.

88. Enfatizar demais a intuição, o intelecto, o sentimento e o instinto, em vez de perceber que tudo isso precisa ser equilibrado e integrado, cada qual na sua devida proporção; a cilada, aqui, é identificar-se excessivamente com um deles.

89. Devotar-se a um guru que o diminui e o divide, em vez de se dedicar ao Eu espiritual que é você mesmo, e cultivar o seu próprio Cristo interno.

90. Tentar permanecer aberto todo o tempo, em vez de saber como abrir e fechar o seu campo energético, de acordo com as necessidades.

91. Não saber dizer não aos outros, à criança interior ou ao ego negativo.

92. Pensar que a violência ou qualquer tipo de agressão contra os outros lhe vai trazer aquilo que você deseja, ou que sirva a Deus de algum modo.

93. Culpar Deus ou irritar-se com Ele ou contra os mestres ascensionados por causa dos próprios problemas.

94. Quando suas orações não forem atendidas, pensar que Deus e os mestres ascensionados não estão respondendo às suas preces.

95. Comparar-se com outras pessoas, em vez de perceber que somos únicos, e que as potencialidades, as circunstâncias e as vivências do outro não são as suas.

96. Pensar que ser pobre é ser espiritualizado. Pensar que é preciso ser rico para ser feliz e espiritualizado.
97. Comparar-se e competir com os outros por causa dos níveis de iniciação e ascensão.

98. Assumir o papel de vítima diante de outras pessoas ou do seu próprio corpo físico, emocional ou mental, desejos, cinco sentidos, ego negativo, eu inferior.

99. Estudar demais e não manifestar os seus conhecimentos no mundo real.

100. Pensar que o seu mau humor é a verdadeira realidade de Deus.

101. Pensar que o valor reside em fazer e alcançar coisas.

102. Pensar que você não precisa de se proteger espiritual, psicológica e fisicamente.

103. Pensar que glamour, ilusão, ego negativo, medo e separação, são a verdadeira realidade.

104. Usar açúcar, café e refrigerantes e outros estimulantes artificiais para obter energia física.

105. Tentar fazer tudo sozinho e não pedir a ajuda a Deus; ou, no outro lado da moeda, pedir a ajuda de Deus e não se ajudar a si mesmo.

106. Deixar de amar as pessoas porque elas o estão a tratar mal ou dando um exemplo negativo de egoísmo; não distinguir a pessoa de seu comportamento.

107. Perder a fé na realidade viva da Alma, da Mônada, de Deus e dos Mestres Ascensionados, e na capacidade que eles têm de ajudá-lo.

108. Pensar que apenas as outras pessoas podem atingir a ascensão, ou ser Luz no mundo, ou pelo menos não nesta vida.

109. Tentar atingir a ascensão para fugir dos problemas quotidianos.

110. Pensar que a Terra é uma prisão, e não reconhecê-la como um Paraíso em evolução.

“Tudo o que existe no universo divino é governado por leis - físicas, emocionais, mentais e espirituais. Aprendendo a compreender essas leis e tornando-se obediente a elas você trilhará o caminho da ascensão.”

Por Dr. Joshua David Stone

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

29
Mar12

Mensagem do dia…

Viktor

Foste enviado para a Terra,

Para cumprir mais uma missão,

Sentes-te perdido e baralhado,

No seio de tanta confusão;

         Um turbilhão de pensamentos,

         Surgem na sua mente,

         Muitas perguntas sem resposta,

         Às quais não fico indiferente;

Interpretam mal o que dizes,

Incompreendendo as palavras e reflexões,

Mas as palavras que dizes ficam nas suas mentes,

E quando chegar o momento alcançarão os corações;

         Mas um dia sem contar,

         Um Ser de luz apareceu na sua vida,

         Chegou quando estavam reunidas as condições,

         Para dar as orientações quando estava perdida;

Agora sabe por onde caminhar,

Sabe o que quer fazer,

Definiu um rumo para a sua vida,

Acabou com o receio de se perder;

         Sabe que praticar o bem é o seu desígnio,

         Aprender a usar a energia do Amor Incondicional,

         Para assim ajudar o seu semelhante,

         Emanando para todos o Amor Universal;

Todos devemos praticar o Amor,

Viver a vida com gratidão,

Somos as mãos de Deus,

Ele nunca nos deixa de dar a mão;

         Ser um servo da Luz,

         É agir e trabalhar com o coração,

         Em prol do bem-estar comum,

         Seguindo o caminho universal de ascensão.

Encontro a felicidade,

Contida dentro do meu Ser,

Sinto-me feliz e confiante,

Para o seu caminho ajudar a percorrer.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

14
Mar12

Juiz e Carrasco…

Viktor

Caros leitores,

     A nossa vida é repleta de acontecimentos, sentimentos e emoções, que devemos observar como “testes” à nossa aprendizagem e evolução interior, os quais tentarei explicar para que possam entender melhor o que lhes pretendo dizer.

     Observo que na generalidade o Ser humano tem mais facilidade em apontar o dedo aos outros, em vez de reconhecer o que em si está mal e assim fazer o seu trabalho de casa (as costas dos outros são os nossos espelhos). Apontado e/ou julgando estamos a ser juízes e carrascos, pois atribuímos uma determinada “sentença” e quem somos nós para julgar os outros? Serei eu alguém sem defeitos? O papel de Juíz e Carrasco cabe ao divino quando fizer a análise desta nossa estadia (vida) na Terra, e o Ser humano nunca deve conotar as pessoas dizendo que são isto e aquilo, pois até mesmo os Seres humanos mais puros por vezes também têm os seus momentos mais fracos (veja-se a “Madre Teresa de Calcutá” que em determinada altura pôs em causa a existência divina de Deus). Com isto quero-lhe dizer que, mesmo aqueles seres que definem como “pessoas boas” podem determinada altura dizer ou ter uma atitude menos própria ou coerente, mas eu pergunto quem nunca errou na vida? É claro que podemos divergir desta ou aquela atitude ou palavra que certa pessoa disse, mas isso não significa que seja uma pessoa de má índole.

     Agora dirigindo-me a si mesmo, vamo-nos centrar no seu “Eu Sou Interior”. É precisamente aí que reside a sua essência, a qual é julgada e punida pela sua mente (juiz e carrasco), através de todos os condicionalismos que constantemente impõe a si mesmo. Condicionamos a nossa evolução, através dos medos, dos pensamentos negativos, pela falta de auto confiança entre muitas outras coisas e o atrapalham em todas as circunstâncias da vida. Faça o favor de tratar bem de si e de ser feliz.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

12
Mar12

Reflexão do dia...

Viktor

Caros leitores,

     Muitas vezes nos sentimos perdidos, isolados, desamparados, rejeitados, marginalizados, enfim sós. Estes são sentimentos que invadem e teimam em permanecer na mente do Ser Humano. O problema é que muitos Seres humanos se esquecem que, na realidade são seres divinos de enormes capacidades que transportam no seu “adn” uma ínfima parte do divino criador. Além disso, se nós temos a capacidade de nos por maldispostos, então também temos a capacidade de nos por bem. Desfoquem-se dos aspectos negativos das pessoas e valorizem as coisas boas que têm, pois além de os por bem dispostos, aumenta a auto-estima.

Cada Ser humano é a pessoa mais importante na sua vida, devendo trabalhar a sua evolução interior, na procura do seu verdadeiro Deus interior. Quanto mais evoluir interiormente, mais eleva a sua vibração energética e fique admirado com o mundo que se começa a vislumbrar para si. Procure a sua essência e nunca deixe de acreditar que tem realmente Deus dentro de si, procure-o, ame-o e venere-o.

     Termino deixando uma sugestão: “Só tens de Acreditar”.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

07
Mar12

A Importância do Perdão…

Viktor

Caros leitores,

     Todos nós queremos, a cada dia que passa, sermos cada vez melhores Seres. (quando digo melhor refiro-me ao crescimento individual de cada um, o que é muito diferente da concorrência entre os seres) Queremos crescer e ser jovens, ter uma namorada, ser adultos, ter um carro, uma casa, a nossa independência, constituir família, ter filhos, enfim, tanta coisa que faz parte do nosso crescimento. Contudo, neste mais ou menos longo caminho de vida, inúmeras pessoas se cruzam no nosso caminho, familiares, amigos, conhecidos ou simplesmente aqueles que se cruzam no nosso horizonte visual. A experiência que tenho adquirido ao longo da vida leva-me a dizer com convicção: “Nada acontece por acaso”. Todas as pessoas que se cruzam na nossa vida são os “mestres” que, surgindo sem aviso, nos vêm testar no nosso caminho de evolução e ascensão. Estes testes são fundamentais para termos consciência do nosso grau de evolução interior enquanto seres humanos, pois vão testar as nossas capacidades nos mais variados níveis. Para melhor entenderem vou dar um exemplo:

     Certo dia uma determinada pessoa chega ao pé de si e começa a dizer-lhe na “cara” mal de si, insultá-lo, com uma enorme carga negativa para cima de si. Você não gosta e responde utilizando palavras menos próprias, e depois dessa pessoa lhe dizer tudo o que queria vira-lhe as costas deixando-o ali “prostrado”. Este teste deixa-o zangado, irritado, indignado, emocionalmente instável, fisicamente parece que ficou com um buraco no estômago entre outras coisas, então o que significa isso? Essa pessoa foi o “mestre” que de repente lhe fez um teste surpresa (tal como na escola), teste no qual você teve nota negativa, porque em primeiro lugar respondeu ao insulto com insulto, em segundo porque ficou emocionalmente debilitado e fisicamente se deixou afectar pela energia negativa das palavras recebidas. Moral da história: tem de aprender a controlar a sua impulsividade, aprender os contornos da lei da aceitação e a responder apenas com o amor que tem no coração e não apenas com as palavras que vêm directamente da mente para os lábios.

     Assim, para o desenvolvimento de cada um de nós, sigamos o maravilhoso exemplo de Jesus Cristo que foi mal tratado, humilhado, torturado e enxovalhado e apenas disse: “Pai, perdoa-os que não sabem o que fazem”. Vamos então ter a coragem de pedir desculpa quando erramos e dizer que amamos aqueles que nos tentam “prejudicar” (humanamente falando) ou seja, que vão testando o nosso grau de evolução interior, de amor no nosso coração. Deixo-lhes um miminho em vídeo que vos pode ajudar nessa tarefa.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

17
Fev12

O Deus Esquecido...

Viktor

 

     A humanidade atual está completamente voltada para os valores externos da vida humana, como se toda a sua evolução ficasse resumida a uma única vida.

     Perdeu a noção das suas verdadeiras origens. Os valores mais preciosos e internos, os espirituais, foram relegados a planos tão secundários que só uma pequena parcela tem a noção exata do que estes valores espirituais representam numa evolução.

Esta inversão de intenção e direcionamento da vida só tem trazido sofrimentos, amarguras, desilusões, fome, ódio, guerras e injustiças.

     As grandes civilizações passadas tinham uma noção mais exata destes valores espirituais, cada uma à sua maneira, mas pelo menos o direcionamento da vida estava enraizado nos valores mais íntimos (mais profundos), ou seja, os da alma e do espírito. Muitas dessas civilizações tinham uma correspondência divina no Sol e no Fogo, dois símbolos que se interrelacionam e que também estão representados dentro do ser humano: o sol crístico no coração e o fogo sagrado na kundalini e na mente de cada ser humano.

     Mas as conveniências religiosas, políticas e depois científicas, nunca estiveram interessadas em ensinar à humanidade que o verdadeiro Deus está dentro de cada um e que a sua forma mais perfeita, simbolicamente, está representada no Sol e no Fogo, porque ambos são vida, transformação e energia que permitem ao homem evoluir na direção do Absoluto Ser Onipotente e Onipresente em cada átomo, visto que tudo é energia (nos mais variados estados), consciência e evolução.

     O verdadeiro Deus não tem forma, Ele está além da forma; podeis sentir Sua presença através da vossa sensibilidade e do vosso sentimento (chakra cardíaco). Podeis ter uma consciência mais ampla d’Ele, mas não podeis vê-lo, uma vez que Ele está além de qualquer forma.

     Desterraram o verdadeiro Deus quando se viraram para a busca d’Ele bem longe, quando O procuraram nos templos feitos pelos homens, como se alguma religião ou crença tivesse o poder de o aprisionar dentro de um templo. Os templos externos, são meios para que cada um se volte para dentro de si mesmo, na busca do único templo onde se pode reverenciar o verdadeiro Deus, que é o vosso templo interno, formado pelos vossos corpos densos e sutis.

     O verdadeiro Deus está dentro de cada um, prisioneiro da forma, dos egos humanos que colocaram em ação múltiplas causas e querem obrigar a alma (aquela que pode entrar em contato com Deus) a reagir aos efeitos deformados e muitas vezes egoístas das suas ações.

     Toda a humanidade inverteu estes valores, pelo que agora compete à alma colocar em ação as causas e aos egos humanos receberem os efeitos originários da alma que tem sempre o objetivo de conduzir à únião na Luz.

Sim, todos precisam alcançar a sua união interna para depois começarem a construir a unidade externa; sem ela, ninguém conseguirá atingir o verdadeiro amor universal.

     É este amor que, através da entrega absoluta da alma ao Deus Pai-Criador e do serviço aos outros seus semelhantes, levará à unidade na Luz Maior. Ninguém atingirá a libertação e iluminação espirituais sem se fundir com a Luz.

Só quando a alma se funde com a personalidade e ambos são Um só, há um reencontro com Deus nos santuários internos e um contato consciente com Ele, sem intermediários porque todos são seus filhos espirituais.

     A verdadeira essência divina está dentro de cada um.

     Muitos já sabem disto, outros procuram chegar até ao verdadeiro Deus que está no mais sagrado dos santuários internos, nos corações místicos, e nos santuários da mente e do fogo sagrado da kundalini. Porém, poucos se estão a despojar das amarras humanas, dos vícios que esta civilização criou, dos dogmas, tabus e preconceitos para se entregarem de corpo, mente e alma à busca do verdadeiro Deus esquecido dentro de si próprios.

     Não conquistareis o caminho que vos leva ao encontro e fusão com o Deus interno enquanto continuarem a preservar os valores humanos para a satisfação das ambições, dos orgulhos, dos ideais moribundos que não vos levam para o alto da montanha mística da Luz Maior, mas, ao contrário, para os abismos da vossa própria escravidão, alicerçada em personalidades que, muito mal desenvolvidas e educadas, passaram a se servir do que é sagrado dentro de cada um.

     Segundo a vossa própria Bíblia, todos foram “feitos à imagem e semelhança do Grande Criador” e “Ele insuflou dentro do homem o sopro da vida, a alma, para que possa viver também eternamente”. Deste modo, todos foram criados com os mesmos atributos divinos, mas esqueceram o vosso Criador, desse Deus Esquecido que se encontra adormecido e prisioneiro dentro de voces.

     Não basta acreditar em Deus. Não basta orar a Deus.

     Não basta externamente fazer-se de bonzinho, se dentro nada mudou. É preciso uma grande transformação, uma autêntica revolução da consciência, com novas atitudes, novas intenções de viver mais direcionadas para uma verdadeira vida espiritual.

Canal Espiritual: Henrique Rosa

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

25
Jan12

Crianças...

Viktor

    

     As Crianças são seres maravilhosos, aos quais a maioria dos seres humanos chama de anjos. Sem dúvida que o são, pois Deus disse um dia: “Somente te enviarei anjos”, mas parece que o Ser humano rapidamente, após a sua chegada ao plano terrestre, se esquece dessas palavras. Quanto mais vão crescendo, mais se vão afastando da sua componente divina, o seu Eu Sou Superior.

     Se todos nós fossemos Seres com a pureza de uma criança, que vive para si e em si, agindo sem maldade com gestos de amor na sua mais pura expressão certamente o mundo seria bem melhor, onde reinaria a paz e o amor universais.

     Libertar a nossa criança interior, é desabrochar o amor e a compaixão que reside dentro de nós, sem artificialismos nem pensamentos inapropriados ao comum dos mortais.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

25
Nov11

Conversas entre Forças Universais

Viktor

Caros irmãos,

     Sendo eu uma pequena alma, ainda num grande e profundo processo de aprendizagem, procuro a cada dia, em cada momento, uma aprendizagem ou ensinamento que me auxilie na minha longa caminhada. Algures no universo, andando por ali a vaguear, eis que me deparo com algo que se estava a passar e ouço uma conversa entre a luz (L) e as trevas (T).

T: Estás a ver como anda o mundo?

L: Sim estou, anda confuso pois os meus filhos não se entendem uns com os outros.

T: Claro, isso significa que estou a ganhar, e isso faz-me feliz.

L: Mas também estou feliz, tal como tu.

T: Humm… (disse ele franzindo as sobrancelhas) acho que me estas a tentar enganar.

L: Eu? Mas porque razão te iria eu enganar?

T: Ora, então a Terra na sua globalidade está a passar períodos muito conturbados, aqueles a quem apelidas de “filhos” andam confusos, baralhados, tristes, deprimidos, põem a tua existência em causa (o que para mim é bom, pois são mais uns adeptos para a minha causa), vivem agarrados aos prazeres da vida terrena, que eu lhes vou proporcionando. Ou seja, perderam a fé e tu ainda dizes que estás feliz? Certamente estás a gozar comigo!

L: Meu caro, já te disse que estou a ser correto contigo. Em verdade te digo que tenho, espalhados pela Terra, seres de luz que vão encaminhando, apregoando, esclarecendo e ensinando ao contrário do que pensas. Isso deixa-me feliz.

T: Mas cada vez mais eu domino as mentes dos seres que detêm poder na Terra, e assim vou dominando o planeta através dos governos, comunicação social, internet, povos, gerações e famílias, implantando-lhes programas que lhes controlam os pensamentos, levando-os a fazer o que eu quero.

L: Tens razão, eu tenho observado todas essas maldades que praticas para com os meus “filhos”, o que sem dúvida é desagradável. Mas em verdade te digo que, a cada dia que passa tenho cada vez mais guerreiros de luz, que mesmo desprovidos de armas letais, todos eles são seres divinos, detentores da energia divina do Amor Incondicional e da Compaixão pelos seres. Estes em muitos casos vão trabalhando, passando despercebidos na sociedade, mas na hora e momento da verdade, revelar-se-ão.

T: (sorrindo disse) Não me consegues intimidar com essas conversas, pois na globalidade o planeta está tão mal que já não tens hipótese de recuperar.

L: Mas nada para mim é impossível. Mas em verdade te digo que, se os meus “filhos” se mantiverem “adormecidos” eu mesmo os despertarei através do processo de ascensão do planeta que já iniciei, e eles como habitantes do mesmo, têm obrigatoriamente de ascender. Detentores do livre arbítrio, confiei-lhes a escolha e a forma de percorrer esse caminho, trilhando-o pela luz ou pelas trevas.

T: Bem, hoje não te consigo bater em palavras e atos. Vou-me embora desencaminhar mais uns. Xau.

L: Nem hoje nem nunca, pois sendo eu o criador do universo também te criei a ti, coisa que deverás lembrar. (sorrindo disse) Vai com Deus, ups, Deus sou eu. Vai lá à tua vida, mas lembra-te que a Luz sempre imperou sobre as Trevas.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D