Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

08
Jul14

Reflexão do dia…

Viktor

Caríssimos,

     Aquilo que define como “fase de transição planetária” é um fenómeno que se dá à escala global e que afecta todos os seres que habitam o planeta, sem excepção. A cada dia que passa mais pessoas sofrem de problemas do foro mental, problemas esses que para a indústria farmacêutica resultam em cada vez mais lucros e benefícios.

     E se um dia eu lhe disser que você é o maior responsável pelos seus problemas de saúde mental, o que diria?    [pense um pouco antes de continuar a ler]

     Desde sempre o Ser humano sempre quis deter o “poder”, numa competição constante entre seres, gerações, povos, países e continentes. Nesta “guerra” começou por usar as “armas” mais rudimentares até às mais evoluídas, mas o uso da força começou a ser condenado pelos povos. Isso fez com que, aquelas “sociedades secretas” que pretendem alcançar poder a “qualquer custo”, se vissem “obrigadas” a utilizar outras técnicas para “controlar” as populações. A partir desse momento a comunicação social passou a desempenhar um papel fundamental, principalmente quando a mesma é controlada por órgãos governamentais, fazendo com que toda a informação tenha de passar pelo crivo da censura.

     É assim que ao longo dos tempos as “sociedades secretas” têm comandado os destinos da humanidade, através do conhecimento global que vão colocando ao dispor da generalidade da sociedade. Dessa forma vão “manipulando” a opinião pública sobre os mais variados assuntos, fazendo também com que a maioria das pessoas se tenha tornado “dependentes” dessa informação facultada. Estas e outras coisas que, ao longo do tempo, tenho descrito nos meus textos, são manobras psicológicas com o intuito de “controlar” a mente humana, no que diz respeito a opiniões e atitudes, tal como acontece na chamada “guerra santa” entre muitas outras coisas. Reparem no seguinte, já foram descobertas curas de doenças “incuráveis” mas porque é que essa informação foi “abafada”? Porque é que ao longo dos tempos a verdade tem sido ocultada da maioria dos seres? [pense um pouco sobre estas questões]

     Todos estes factores têm contribuído para a instabilidade mental da generalidade da humanidade, funcionando psicologicamente como software que se instala na nossa mente, obstruindo o pensamento livre do ser humano. Se compararmos a nossa mente a um disco de computador, todas as falsas crenças, dogmas, mentiras, ilusões e todas as ideias negativas são software malicioso (vírus, cavalos de Tróia, malware). Todas estas coisas e muitas outras têm influência no nosso plano físico, pois este é comandado pelo nosso plano mental, o qual contém “a tal” informação (que frisei anteriormente), as nossas convicções, ideais, dogmas, fé, crenças e todos os outros pensamentos mais ou menos positivos.

     Vamos ser livres libertando-nos dessas amarras mentais, pois parece que a humanidade anda adormecida, num estado de hipnose colectiva. Dê importância a quem deve de dar (assim evita sofrimentos desnecessários), preencha-se de amor (eu amo-me e tu?), transmita esse amor (a todos os que o rodeiam), liberte-se dos apegos (maior fonte de sofrimento na Terra), pratique a caridade (ajudar outro é ajudar-se a si mesmo), seja gentil com os outros (respeite e trate o seu semelhante da mesma maneira que gostaria de ser tratado), procure a verdade dos factos e tire você mesmo as suas conclusões das coisas (não seja do tipo: “Maria vai com as outras”), aceite os outros como são (nem sempre é fácil, mas se for muito difícil ignore), seja feliz e assim poderá fazer felizes os outros.

NAMASTÊ

20
Jun14

Auto-destruição Humana

Viktor

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos temos assistido às mais variadas histórias sobre a humanidade, guerras entre povos, povos que foram extintos, jogos de poder, sociedades secretas, religiões, enfim, tantas coisas têm acontecido neste planeta. O Ser humano, desde tempos imemoráveis, sempre ambicionou poder, riqueza e todos os “prazeres” associados à vida terrena do plano material. Tudo isto acontece porque o Ser humano tem, na generalidade, negado a sua espiritualidade ou então faz de conta que a desconhece, com receio de ser criticado perante os outros. Aqueles que não a aceitam porque a desconhecem ainda têm “alguma” desculpa, mas quem a nega tendo conhecimento da mesma, além de não ter desculpa, só vai criar Karma e problemas futuros no seu próprio processo evolutivo.

     Todo o Ser é, através da sua mente o seu próprio “Juiz e Carrasco”, que lhe provoca a sua própria auto-destruição através do seu plano mental. Dogmas, crenças, julgamentos errados, pensamentos negativos, inveja, ansiedade e tantas outras coisas que fazemos a nós mesmos, só servem para nos prejudicar. É como se cada coisa fosse um tipo de “vírus” que instalamos dentro de nós (sistema operativo), que se vai alastrando e “infectando” os componentes (órgãos) do nosso CPU (corpo). Comandando as massas (populações) através da manipulação da opinião pública globalizada, incutindo falsas crenças e notícias, difundida através das religiões e da comunicação social, as organizações secretas vão “comandando” os destinos da Terra e da Humanidade.

     É assim que grande parte da humanidade vive sob um estado de “hipnose” colectiva, vivendo num mundo feito de mentiras que, depois de ditas inúmeras vezes se tornam verdades. Porque é que se esconde a verdade das coisas à humanidade em geral? Porque se andam a destruir uns aos outros e a autodestruírem-se a vocês mesmos? Porque se a verdade fosse partilhada por toda a humanidade, a mesma seria mais equilibrada e assim aqueles que detinham poder não poderiam incutir medos e “escravizar” os estratos sociais mais baixos.

     O conhecimento e a verdade é para ser partilhada e não ocultada, eu vou desempenhando o meu papel nesse sentido, será que tu fazes o mesmo?

     Paz, Harmonia, Felicidade a Amor para toda a humanidade.

NAMASTÊ

19
Jun14

Cuidas de Ti?

Viktor

Caríssimos,

     Ao longo de séculos o ser humano tudo faz para alcançar a beleza física, recorrendo a cirurgias plásticas, implantes, tratamentos e tantas outras coisas para projectar beleza. A generalidade das pessoas concentram as suas preocupações apenas no que se vê, mas o engraçado é que se perguntarmos a essas mesmas pessoas se têm fé e/ou acreditam em Deus a maioria responde que “sim”. Mas a fé e Deus são ambas coisas que não se vêem. Não tenho o direito de criticar quem o faz, pois como em tudo na vida, são opções e devemos de respeitar o “livre arbítrio” e as aprendizagens de cada um.

     Cada um de nós deve tratar do seu corpo, manter a sua higiene e o seu bom funcionamento, mas eu pergunto porque não cuidam da alma? A maioria da humanidade foi educada para acreditar apenas naquilo que vê à excepção daquilo que se define por “fé”.

     Nós somos seres energéticos e a energia está presente em todo o universo, até mesmo nas mais pequenas coisas, pois é essa energia que nos mantém vivos. Assim podemos constatar que estamos rodeados por fontes de energia, pessoas, televisões, rádios, internet e tantas outras coisas. A fonte de energia que está mais próxima de cada Ser está dentro Dele mesmo, energia vital que além de o manter vivo ainda pode ser compartilhada por todos aqueles que o rodeiam. Essa energia que está em abundância em todo o Universo é a energia do Amor Incondicional, a força mais poderosa do universo.

     Cada um de nós deve cuidar de si de forma a poder proteger-se dos “constantes” ataques de que somos alvo, através de outros seres e dos órgãos de comunicação social (através das noticias) que muitas vezes são verdadeiras fontes de energia negativa. Em tempos escrevi sobre a força da Palavra e a importância do Verbo, logo notícias negativas (guerras, catástrofes, roubos, etc…), palavras desagradáveis, acusações infundadas, julgamentos errados e muitas outras coisas, são “cargas” de energia negativa disparadas contra nós. Parece que vivemos num “campo de treino energético” onde estamos constantemente a ser “bombardeados” e postos à prova, e para nos podermos “safar” devemos aprender a controlar os pensamentos, palavras e acções (ambos fontes emissoras de energia). Utilizando um termo conhecido de Dalai Lama: “Não permitas que os outros te tirem a tua paz interior”; Esta é a chave do sucesso e as dicas que lhes vou dando, texto após texto, o caminho para alcançarem essa meta.

     Sejam fontes de Amor, irradiando Amor por onde passarem, tal como uma flor que ao passar deixa o seu perfume. Sejam Amor, sejam Felizes.

NAMASTÊ

16
Jun14

Reflexão: A Depressão...

Viktor

Caríssimos,

     Hoje vou abordar um tema que, pelo que é divulgado nos órgãos de comunicação social, é algo que afecta cada vez mais pessoas. Semanalmente surgem notícias relacionadas com o elevado consumo de anti-depressivos e hipnóticos, situação nada positiva para a sociedade em geral. Outro dia ouvi o melhor médico especialista de Portugal, na Antena 1, a dizer que os anti-depressivos apenas devem ser tomados quando a pessoa está realmente depressiva, pois passando essa fase a medicação irá fazer o contrário, ou seja, provocando o estado depressivo na pessoa, gerando na mesma um pensamento de dependência da medicação.

     Em meu entender o surgimento de cada vez mais casos destes é fruto da sociedade actual, na qual todos parecem querer tudo a correr e ninguém tem paciência para esperar. A globalização informática, fruto do desenvolvimento global, criou vários problemas ao Ser humano, pois a nossa mente não está preparada para gerir tanta informação com a mesma rapidez de um computador, além de contribuir para a quase extinção das relações sociais entre os seres humanos, e gerando dependência, o que é ainda mais preocupante. Tudo isto acaba por gerar nas mentes, já algo confusas, mais perturbação, o que provoca doenças do foro psiquiátrico.

     Peço desculpa pelos 2 parágrafos anteriores, mas penso que seria útil partilhar com vocês aquela informação entes de começar a reflexão. Pessoalmente acho que a Depressão é uma não-aceitação do Passado, incerteza no Futuro que provoca instabilidade no Presente. Para podermos ultrapassar este problema devemos aceitar amorosamente o nosso passado, perdoar todos os que cruzaram o nosso caminho, pois quando se perdoa verdadeiramente, os sentimentos associados a essas pessoas desvanecesse. Quando observar o seu passado, foque o seu pensamento nas coisas boas e observe as menos boas apenas e só como aprendizagens. Despreocupe-se com o Futuro, porque Ele é amanhã e você vive hoje, no Presente. No Presente valorize quem o respeita e dê menos importância a quem o “ataca”, pois dar importância a essas pessoas e ao que dizem, é permitir que desestabilizem a nossa paz interior.

     Leve a vida de forma mais calma ou como diz o povo: “na desportiva”, concentrando a sua energia no Presente, no aqui e agora, e veja como consegue ser bem mais feliz consigo mesmo. Façam o favor de Ser Felizes.

NAMASTÊ

12
Mai14

Porque estás triste?

Viktor

Caríssimos,

     Cada ser humano é muito mais que aquilo que se vê, porque apenas vemos o plano físico do mesmo, mas é também composto pelo plano emocional, mental e espiritual. Por esse facto, ao longo dos tempos têm vindo a ser feitos estudos sobre o ser humano e muito há ainda para ser descoberto.

     Cada um de nós já passou certamente por momentos felizes e infelizes, sendo na generalidade mais frequentes os segundos que os primeiros. Há também um sem número de situações que nos podem causar sentimentos de tristeza, mágoa, solidão, angustia, enfim, tantas situações que nos podem “deitar abaixo”, baixar a nossa auto-estima, nos por de mau humor, nos fazem chorar, nos provocam ira e/ou outros sentimentos negativos. Todas essas situações fazem parte da nossa caminhada e aprendizagem, pois são testes à nossa inteligência emocional, testando a nossa capacidade de controlo das nossas emoções. Controlar as nossas emoções é um grande desafio o qual alguns de nós temos imensas dificuldades em alcançar esse objectivo no decorrer da vida. Em inúmeros casos a tristeza que se “abate” ou “apodera” de nós deriva da incapacidade que temos em controlar as nossas emoções, por isso tenho frisado a importância da nossa Inteligência Emocional (IE).

     Não me querendo alongar demasiado no texto, deixo-lhes algumas dicas para reflectirem de forma a poderem libertar esses sentimentos de tristeza que se instalaram dentro de si: Remova da sua mente a ideia de que os outros são como você, pois isso só lhe vai trazer decepções; Cada um exprime o amor à sua maneira, não espere ser retribuído da mesma forma; Evite criar expectativas para as coisas, aceite apenas com tranquilidade pois o que tiver de ser será; Faça sempre o que for melhor para si, sem desrespeitar o seu semelhante; Quando faz caridade de coração não espere reconhecimento, pois a ingratidão ainda esta dentro de muitas pessoas; Liberte-se de todo e qualquer apego a pessoas ou bens, assim libertar-se-á da maior fonte de sofrimento da Terra. Nada mais tenho a dizer por agora e se conseguirem aplicar as dicas que lhes referi verão o bem que se vão sentir interiormente. Muita paz e amor incondicional para todos.

NAMASTÊ

06
Mai14

Escrever para quê?

Viktor

Caríssimos,

     A reflexão de hoje será um pouco diferente das habituais, pois hoje vou fazer uma reflexão acerca dos textos que escrevo e público. Ao longo do tempo tenho abordado inúmeros temas, conhecimentos, aprendizagens e vivências, sempre com o objectivo de partilhar com vocês as aprendizagens que fui adquirindo ao longo do tempo. Em meu modesto entendimento, acho que o conhecimento é e deve ser partilhado, pois somos Uno, apesar de vivermos num planeta de dualidade, todos temos direito ao conhecimento, independentemente de o aplicarem ou não. Tal atitude faz parte do livre arbítrio de cada Ser que norteia a sua forma de estar e pensar à sua maneira, com a sua verdade.

     Para evitar que possam interpretar mal as minhas palavras, mais uma vez lhes digo que não sou mais nem menos do que ninguém, sou apenas e só um simples Ser que escolheu esta missão nesta vida, ensinando, ajudando e compartilhando com o seu semelhante as suas aprendizagens.

     Se aquilo que escrevo o ajudou a entender melhor a vida fico feliz, se o ajudou a compreender situações fico feliz, se deu resposta às suas questões fico feliz, se serviu para o seu crescimento fico feliz, se foi desprovido de sentido para si peço desculpa, se discordou de alguma coisa questione-me, enfim tantas situações poderiam aqui ser descritas. Há quem imprima o que escrevo, quem esteja sempre à espera de um novo texto para ler, quem se possa inspirar no que lê, quem usa a informação para gerar rendimentos, enfim, façam o que fizerem com o que escrevo a responsabilidade é e será sempre vossa e enquanto houver uma alminha que leia e se sinta ajudada com o que escrevo, continuarei a escrever, pois não tenciono partir levando comigo todo o conhecimento que adquiri, sendo essas almas o elixir que me permitem continuar nesta jornada. Boas leituras, grato pela vossa existência e sejam felizes.

NAMASTÊ

29
Abr14

Sofrimento, dispenso

Viktor

Caríssimos,

     Ao longo do tempo tenho tido a preocupação de escrever sobre os temas, que em meu entendimento mais podem atormentar o Ser humano. Desde o inicio dos tempos a humanidade tem assistido a histórias de Sofrimento global e/ou particular que tem atormentado os seres humanos, condicionando o seu desenvolvimento cognitivo, mas sobretudo a sua inteligência emocional. Nós como seres sentimentais reagimos emocionalmente às situações que depois conjuntamente com a nossa inteligência mental obtemos um resultado, que em muitos casos resulta em sofrimento. Fórmula de cálculo: IE+IM=EQ [Inteligência Emocional + Inteligência Mental = Equilíbrio]

     Após a leitura do parágrafo anterior, espero que tenham compreendido uma das fórmulas que nos ajuda a alcançar o nosso equilíbrio e bem-estar. Essa compreensão é fundamental para a nossa estabilidade e também para nossa protecção perante os “ataques” externos de que somos alvo diariamente.

     O Sofrimento é um sentimento que pode ter duas origens: interna e externa. Externamente por todos os acontecimentos do dia-a-dia que possam interferir na sua paz interior e estabilidade emocional, tal como todas as pessoas sabem, pois certamente são situações quotidianas pelas quais passam com uma certa assiduidade. Em meu entendimento o Sofrimento interior é bem pior que o exterior, pois funciona como um vírus que se impregna dentro de nós, o qual depois se torna difícil e complexo remover. Esse vírus [sofrimento interior] que você quer remover ao invés vai permanecendo, pois ele alimenta-se através da energia de baixa vibração que lhe é fornecida pela nossa própria mente [pensamento], já tinha pensado nisso?

     [Faça uma pequena pausa na leitura para reflexão sobre o que acabou de ler]

     Para poder remover esses vírus dentro de si mesmo tenha sempre em mente as seguintes afirmações: Você é a pessoa mais importante da sua vida; As pessoas só têm a importância que você lhe dá; Cada um é como cada qual, logo ninguém é mais do que ninguém; A felicidade está dentro de si; Active o seu amor próprio e assim irradiará amor para quem o rodeia; Evite pensar demasiado nas coisas para as quais sente dificuldade em encontrar resposta; Tenha só pensamentos positivos sobre si mesmo; Evite pensamentos negativos sobre quem quer que seja; Evite nutrir sentimentos negativos sobre os outros; Perdoe sempre, mesmo quem é desprovido de razão. Penso que com estas dicas para remover o vosso sofrimento interior, já se aperceberam que podem fazer inúmeras coisas em prol de vocês mesmos e do vosso bem-estar interior. Estejam descansados que o resto virá depois, porque o universo é bondoso devolvendo-nos o amor que emanamos por todas as “obras” do Criador. Sejam felizes e sejam fontes de amor, a mais poderosa de todas as forças do universo.

NAMASTÊ

22
Abr14

Reflexão do dia

Viktor

Caríssimos,

     A vida é feita de surpresas, emoções, sentimentos, pensamentos, gestos e tantas outras coisas, que nos alteram os estados de humor, tranquilidade, bem-estar e até mesmo da saúde. Seja ou não da nossa vontade, acabamos por estar sempre expostos a tudo e todos, é como se a nossa vida real fosse um gigantesco “Big brother”, no qual temos inúmeros olhos “postos” em cima de nós a observar e julgar tudo o que fazemos. Por vezes a vida do Ser humano parece a vida de um animal selvagem, constantemente vigiado por abutres que esperam que tombe, para dele se poderem alimentar. Mas no caso dos seres humanos os “abutres” são diferentes, pois atacam a presa em vida, praticando o cinismo depois da morte da presa. Será que a humanidade ainda não compreendeu que esse tipo de atitudes não lhe trás nenhum benefício? Porque se continuam a praticar rituais pagãos nos quais impera dor, sofrimento e cinismo de forma exacerbada? Pelo contrário, só lhe vai trazer mais problemas a somar aos que já tem. (faça uma pausa na leitura e pense no que acabou de ler)

     Talvez pelo facto de vivermos completamente expostos aos outros, é que a maioria das pessoas dá tanta importância ao que está à vista, vivendo sempre preocupados com o que parecem e com o que os outros pensam deles. Preocupem-se com aquilo que interiormente são, porque a essência de qualquer Ser está no seu interior, não no seu exterior. Cada Ser humano vive em certa medida condicionado, sendo o próprio o primeiro a condicionar-se a si mesmo através de pensamentos do tipo: “Não visto isto porque vão fazer chacota de mim”; “Se não beber sou excluído do grupo”; “O que será que vão pensar de mim”; enfim, tantas outras frases que são apenas bloqueios (em forma de palavras) mentais. Muitos destes bloqueios são criados e “alimentados” por nós mesmos, os quais acabam também por ser “alimentados” pelas pessoas com as quais lidamos no dia-a-dia, já tinham pensado nisto? Em certa medida as acções do ser humano estão condicionadas porque atribui demasiada importância aos outros e ao que possam dizer, certo? Talvez tenha chegado a hora e o momento de mudar em si mesmo essas atitudes e pensamentos, e verá como cresce a sua liberdade, sentindo-se bem melhor consigo mesmo, porque o que é realmente importante é agir correctamente e ser verdadeiro, o que faz com que esteja de consciência tranquila e isso sim, é realmente importante para si mesmo.

NAMASTÊ

08
Abr14

Reflexão sobre “A imposição de mãos” [Reiki]

Viktor

Caríssimos,

     O Reiki é uma terapia milenar e há imensos relatos que falam acerca deste tipo de práticas, mas referindo apenas o termo “imposição de mãos” ou “impôs-lhe as mãos” sem lhe atribuir o nome “Reiki”. Estes relatos referem-se à “canalização” de energia cósmica universal, a qual muitas vezes se define também como “Amor Incondicional”, energia essa que eu entendo como sendo a energia mais poderosa do universo.

     Dando continuidade ao anteriormente dito, vou aqui colocar excertos de frases contidas em textos antigos:

      Bíblia, numero 27: “…Então Moisés fez como o Senhor lhe ordenara: tomou a Josué, apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, impôs-lhe as mãos, e lhe deu a comissão; como o Senhor falara por intermédio de Moisés.”

      Lucas 13: “…E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.

      Atos 28: “…Aconteceu estar de cama, enfermo de febre e disenteria, o pai de Públio; Paulo foi visitá-lo, e havendo orado, impôs-lhe as mãos, e o curou. Feito isto, vinham também os demais enfermos da ilha, e eram curados;

     O Reiki é uma terapia e/ou filosofia de vida que não está ligado a nenhum tipo de religião, mas o facto de mencionar excertos de textos bíblicos tem a ver com o país que tem na sua essência a religião cristã (católica apostólica romana). No seio da igreja católica há uma grande resistência à utilização e prática do Reiki, mas se esta é a terapia do amor incondicional (da dádiva desinteressada) que desde a sua redescoberta por Mikao Usui em 1922, começou a ser aplicada ao pobres e mendigos que viviam nos subúrbios de Tóquio, porque tanta resistência? A igreja católica através da “fábrica da igreja” e das “misericórdias” desenvolvem um trabalho social de apoio às famílias carenciadas, então não reconhecem o trabalho de voluntariado feito por praticantes de Reiki nas demais organizações sociais espalhadas pelo país? Devo contudo salientar que todo o voluntariado de Reiki é 100% gratuito, marcando assim a diferença sobre as actividades promovidas pela igreja católica que nem todas são gratuitas.

     Em jeito de conclusão termino este texto deixando-lhes algumas questões para vossa reflexão: Será que só existe amor dentro de alguma religião? Porque julgam quem tem opinião contrária? Porque veneram vários Deu’s quando Deus é apenas e só Um? Será que só existe caridade dentro da religião? Serei eu o detentor da verdade suprema?

NAMASTÊ

27
Mar14

O Sofrimento

Viktor

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos a humanidade tem assistido a inúmeras histórias que relatam o sofrimento de seres humanos, individual e/ou colectivamente. Histórias de vida individuais, colectivas ou até algumas que dizimaram toda a humanidade. Relatos comoventes e profundos que despertam em nós intensos sentimentos de compaixão e amor incondicional pelos semelhantes, fazendo correr lágrimas. Essas histórias muitas vezes são verdadeiras lições de vida, praticadas por seres simples e humildes que detêm uma considerável elevação espiritual, em minha modesta opinião.

     O Sofrimento é algo que é comum a todos os seres humanos, que se pode abater sobre cada um de nós em determinadas circunstâncias, pois somos seres detentores de “inteligência” emocional, que está constantemente a ser posta à prova. Esse sentimento (Sofrimento) pode surgir das mais variadas formas tais como: a não-aceitação de atitudes, acontecimentos e palavras; incapacidade de libertar mágoas; não se perdoar a si mesmo; não perdoar os outros; perca de um ente querido; não-aceitação do divórcio; materialismo; e tantas outras coisas que nos podem infringir sofrimento, como se fosse uma espada que se espeta em nós. Além do que anteriormente referi, o Sofrimento também nos pode ser infringido por factores externos, mas devo-os alertar que a maioria dos nossos sofrimentos são concebidos por nós mesmos. Certamente está um pouco admirado com o que acabei de dizer. O ser humano é composto por quatro planos: Físico, Emocional, Mental e Espiritual; todos eles inter-ligados uns com os outros, e por isso qualquer alteração num deles vai ter a sua correspondente alteração nos outros. Dessa forma, todas as pessoas que têm dificuldades em controlar as suas emoções tornam-se propensas a doenças do foro da gastrenterologia (plano físico, aparelho digestivo) e do foro mental (plano mental, enxaquecas, sinusite). Agora já entende o quão prejudicial pode ser para si mesmo não aceitar e não perdoar?

     Assim podem verificar que o Sofrimento muitas vezes pode ser fruto da nossa própria mente, proporcionando-nos mau estar, infelicidades, sentimentos negativos e em último caso doenças. Muitas vezes através do nosso plano mental somos os nossos juízes e carrascos, porque fazemos o nosso próprio julgamento enquanto juízes e executamos a nossa sentença como carrascos.

     Para terminar esta reflexão, vou-lhes dar algumas dicas para começar a evitar “Sofrimentos” que muitas vezes são desnecessários e nos quais os únicos prejudicados somos nós mesmos. Coloque de lado a teimosia de querer que as coisas sejam sempre como desejaria evitando assim criar expectativas (na maioria dos casos podemo-nos sentir defraudados) que lhes possam causar Sofrimento; Pense se está a dar demasiada importância indevidamente a algo ou alguém, pois isso também se torna num ponto de sofrimento; Evite ter sonhos demasiado elevados, pois de tão altos podem ser inalcançáveis e também lhe provocam Sofrimento; Aguarde tranquila e serenamente pelo amanhã, sem criar ansiedade e expectativas evitando Sofrimentos; Acredite em si desvalorizando o que os outros pensam e/ou dizem, pois isso também lhe pode provocar Sofrimento. Espero que estas dicas lhe possam ter sido úteis para tornar a sua vida mais feliz e harmoniosa.

NAMASTÊ

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D