.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 6 de Maio de 2014

Escrever para quê?

Caríssimos,

     A reflexão de hoje será um pouco diferente das habituais, pois hoje vou fazer uma reflexão acerca dos textos que escrevo e público. Ao longo do tempo tenho abordado inúmeros temas, conhecimentos, aprendizagens e vivências, sempre com o objectivo de partilhar com vocês as aprendizagens que fui adquirindo ao longo do tempo. Em meu modesto entendimento, acho que o conhecimento é e deve ser partilhado, pois somos Uno, apesar de vivermos num planeta de dualidade, todos temos direito ao conhecimento, independentemente de o aplicarem ou não. Tal atitude faz parte do livre arbítrio de cada Ser que norteia a sua forma de estar e pensar à sua maneira, com a sua verdade.

     Para evitar que possam interpretar mal as minhas palavras, mais uma vez lhes digo que não sou mais nem menos do que ninguém, sou apenas e só um simples Ser que escolheu esta missão nesta vida, ensinando, ajudando e compartilhando com o seu semelhante as suas aprendizagens.

     Se aquilo que escrevo o ajudou a entender melhor a vida fico feliz, se o ajudou a compreender situações fico feliz, se deu resposta às suas questões fico feliz, se serviu para o seu crescimento fico feliz, se foi desprovido de sentido para si peço desculpa, se discordou de alguma coisa questione-me, enfim tantas situações poderiam aqui ser descritas. Há quem imprima o que escrevo, quem esteja sempre à espera de um novo texto para ler, quem se possa inspirar no que lê, quem usa a informação para gerar rendimentos, enfim, façam o que fizerem com o que escrevo a responsabilidade é e será sempre vossa e enquanto houver uma alminha que leia e se sinta ajudada com o que escrevo, continuarei a escrever, pois não tenciono partir levando comigo todo o conhecimento que adquiri, sendo essas almas o elixir que me permitem continuar nesta jornada. Boas leituras, grato pela vossa existência e sejam felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:13
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2014

Sofrimento, dispenso

Caríssimos,

     Ao longo do tempo tenho tido a preocupação de escrever sobre os temas, que em meu entendimento mais podem atormentar o Ser humano. Desde o inicio dos tempos a humanidade tem assistido a histórias de Sofrimento global e/ou particular que tem atormentado os seres humanos, condicionando o seu desenvolvimento cognitivo, mas sobretudo a sua inteligência emocional. Nós como seres sentimentais reagimos emocionalmente às situações que depois conjuntamente com a nossa inteligência mental obtemos um resultado, que em muitos casos resulta em sofrimento. Fórmula de cálculo: IE+IM=EQ [Inteligência Emocional + Inteligência Mental = Equilíbrio]

     Após a leitura do parágrafo anterior, espero que tenham compreendido uma das fórmulas que nos ajuda a alcançar o nosso equilíbrio e bem-estar. Essa compreensão é fundamental para a nossa estabilidade e também para nossa protecção perante os “ataques” externos de que somos alvo diariamente.

     O Sofrimento é um sentimento que pode ter duas origens: interna e externa. Externamente por todos os acontecimentos do dia-a-dia que possam interferir na sua paz interior e estabilidade emocional, tal como todas as pessoas sabem, pois certamente são situações quotidianas pelas quais passam com uma certa assiduidade. Em meu entendimento o Sofrimento interior é bem pior que o exterior, pois funciona como um vírus que se impregna dentro de nós, o qual depois se torna difícil e complexo remover. Esse vírus [sofrimento interior] que você quer remover ao invés vai permanecendo, pois ele alimenta-se através da energia de baixa vibração que lhe é fornecida pela nossa própria mente [pensamento], já tinha pensado nisso?

     [Faça uma pequena pausa na leitura para reflexão sobre o que acabou de ler]

     Para poder remover esses vírus dentro de si mesmo tenha sempre em mente as seguintes afirmações: Você é a pessoa mais importante da sua vida; As pessoas só têm a importância que você lhe dá; Cada um é como cada qual, logo ninguém é mais do que ninguém; A felicidade está dentro de si; Active o seu amor próprio e assim irradiará amor para quem o rodeia; Evite pensar demasiado nas coisas para as quais sente dificuldade em encontrar resposta; Tenha só pensamentos positivos sobre si mesmo; Evite pensamentos negativos sobre quem quer que seja; Evite nutrir sentimentos negativos sobre os outros; Perdoe sempre, mesmo quem é desprovido de razão. Penso que com estas dicas para remover o vosso sofrimento interior, já se aperceberam que podem fazer inúmeras coisas em prol de vocês mesmos e do vosso bem-estar interior. Estejam descansados que o resto virá depois, porque o universo é bondoso devolvendo-nos o amor que emanamos por todas as “obras” do Criador. Sejam felizes e sejam fontes de amor, a mais poderosa de todas as forças do universo.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:05
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2014

Reflexão do dia

Caríssimos,

     A vida é feita de surpresas, emoções, sentimentos, pensamentos, gestos e tantas outras coisas, que nos alteram os estados de humor, tranquilidade, bem-estar e até mesmo da saúde. Seja ou não da nossa vontade, acabamos por estar sempre expostos a tudo e todos, é como se a nossa vida real fosse um gigantesco “Big brother”, no qual temos inúmeros olhos “postos” em cima de nós a observar e julgar tudo o que fazemos. Por vezes a vida do Ser humano parece a vida de um animal selvagem, constantemente vigiado por abutres que esperam que tombe, para dele se poderem alimentar. Mas no caso dos seres humanos os “abutres” são diferentes, pois atacam a presa em vida, praticando o cinismo depois da morte da presa. Será que a humanidade ainda não compreendeu que esse tipo de atitudes não lhe trás nenhum benefício? Porque se continuam a praticar rituais pagãos nos quais impera dor, sofrimento e cinismo de forma exacerbada? Pelo contrário, só lhe vai trazer mais problemas a somar aos que já tem. (faça uma pausa na leitura e pense no que acabou de ler)

     Talvez pelo facto de vivermos completamente expostos aos outros, é que a maioria das pessoas dá tanta importância ao que está à vista, vivendo sempre preocupados com o que parecem e com o que os outros pensam deles. Preocupem-se com aquilo que interiormente são, porque a essência de qualquer Ser está no seu interior, não no seu exterior. Cada Ser humano vive em certa medida condicionado, sendo o próprio o primeiro a condicionar-se a si mesmo através de pensamentos do tipo: “Não visto isto porque vão fazer chacota de mim”; “Se não beber sou excluído do grupo”; “O que será que vão pensar de mim”; enfim, tantas outras frases que são apenas bloqueios (em forma de palavras) mentais. Muitos destes bloqueios são criados e “alimentados” por nós mesmos, os quais acabam também por ser “alimentados” pelas pessoas com as quais lidamos no dia-a-dia, já tinham pensado nisto? Em certa medida as acções do ser humano estão condicionadas porque atribui demasiada importância aos outros e ao que possam dizer, certo? Talvez tenha chegado a hora e o momento de mudar em si mesmo essas atitudes e pensamentos, e verá como cresce a sua liberdade, sentindo-se bem melhor consigo mesmo, porque o que é realmente importante é agir correctamente e ser verdadeiro, o que faz com que esteja de consciência tranquila e isso sim, é realmente importante para si mesmo.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:10
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Reflexão sobre “A imposição de mãos” [Reiki]

Caríssimos,

     O Reiki é uma terapia milenar e há imensos relatos que falam acerca deste tipo de práticas, mas referindo apenas o termo “imposição de mãos” ou “impôs-lhe as mãos” sem lhe atribuir o nome “Reiki”. Estes relatos referem-se à “canalização” de energia cósmica universal, a qual muitas vezes se define também como “Amor Incondicional”, energia essa que eu entendo como sendo a energia mais poderosa do universo.

     Dando continuidade ao anteriormente dito, vou aqui colocar excertos de frases contidas em textos antigos:

      Bíblia, numero 27: “…Então Moisés fez como o Senhor lhe ordenara: tomou a Josué, apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, impôs-lhe as mãos, e lhe deu a comissão; como o Senhor falara por intermédio de Moisés.”

      Lucas 13: “…E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.

      Atos 28: “…Aconteceu estar de cama, enfermo de febre e disenteria, o pai de Públio; Paulo foi visitá-lo, e havendo orado, impôs-lhe as mãos, e o curou. Feito isto, vinham também os demais enfermos da ilha, e eram curados;

     O Reiki é uma terapia e/ou filosofia de vida que não está ligado a nenhum tipo de religião, mas o facto de mencionar excertos de textos bíblicos tem a ver com o país que tem na sua essência a religião cristã (católica apostólica romana). No seio da igreja católica há uma grande resistência à utilização e prática do Reiki, mas se esta é a terapia do amor incondicional (da dádiva desinteressada) que desde a sua redescoberta por Mikao Usui em 1922, começou a ser aplicada ao pobres e mendigos que viviam nos subúrbios de Tóquio, porque tanta resistência? A igreja católica através da “fábrica da igreja” e das “misericórdias” desenvolvem um trabalho social de apoio às famílias carenciadas, então não reconhecem o trabalho de voluntariado feito por praticantes de Reiki nas demais organizações sociais espalhadas pelo país? Devo contudo salientar que todo o voluntariado de Reiki é 100% gratuito, marcando assim a diferença sobre as actividades promovidas pela igreja católica que nem todas são gratuitas.

     Em jeito de conclusão termino este texto deixando-lhes algumas questões para vossa reflexão: Será que só existe amor dentro de alguma religião? Porque julgam quem tem opinião contrária? Porque veneram vários Deu’s quando Deus é apenas e só Um? Será que só existe caridade dentro da religião? Serei eu o detentor da verdade suprema?

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:00
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Março de 2014

O Sofrimento

Caríssimos,

     Ao longo dos tempos a humanidade tem assistido a inúmeras histórias que relatam o sofrimento de seres humanos, individual e/ou colectivamente. Histórias de vida individuais, colectivas ou até algumas que dizimaram toda a humanidade. Relatos comoventes e profundos que despertam em nós intensos sentimentos de compaixão e amor incondicional pelos semelhantes, fazendo correr lágrimas. Essas histórias muitas vezes são verdadeiras lições de vida, praticadas por seres simples e humildes que detêm uma considerável elevação espiritual, em minha modesta opinião.

     O Sofrimento é algo que é comum a todos os seres humanos, que se pode abater sobre cada um de nós em determinadas circunstâncias, pois somos seres detentores de “inteligência” emocional, que está constantemente a ser posta à prova. Esse sentimento (Sofrimento) pode surgir das mais variadas formas tais como: a não-aceitação de atitudes, acontecimentos e palavras; incapacidade de libertar mágoas; não se perdoar a si mesmo; não perdoar os outros; perca de um ente querido; não-aceitação do divórcio; materialismo; e tantas outras coisas que nos podem infringir sofrimento, como se fosse uma espada que se espeta em nós. Além do que anteriormente referi, o Sofrimento também nos pode ser infringido por factores externos, mas devo-os alertar que a maioria dos nossos sofrimentos são concebidos por nós mesmos. Certamente está um pouco admirado com o que acabei de dizer. O ser humano é composto por quatro planos: Físico, Emocional, Mental e Espiritual; todos eles inter-ligados uns com os outros, e por isso qualquer alteração num deles vai ter a sua correspondente alteração nos outros. Dessa forma, todas as pessoas que têm dificuldades em controlar as suas emoções tornam-se propensas a doenças do foro da gastrenterologia (plano físico, aparelho digestivo) e do foro mental (plano mental, enxaquecas, sinusite). Agora já entende o quão prejudicial pode ser para si mesmo não aceitar e não perdoar?

     Assim podem verificar que o Sofrimento muitas vezes pode ser fruto da nossa própria mente, proporcionando-nos mau estar, infelicidades, sentimentos negativos e em último caso doenças. Muitas vezes através do nosso plano mental somos os nossos juízes e carrascos, porque fazemos o nosso próprio julgamento enquanto juízes e executamos a nossa sentença como carrascos.

     Para terminar esta reflexão, vou-lhes dar algumas dicas para começar a evitar “Sofrimentos” que muitas vezes são desnecessários e nos quais os únicos prejudicados somos nós mesmos. Coloque de lado a teimosia de querer que as coisas sejam sempre como desejaria evitando assim criar expectativas (na maioria dos casos podemo-nos sentir defraudados) que lhes possam causar Sofrimento; Pense se está a dar demasiada importância indevidamente a algo ou alguém, pois isso também se torna num ponto de sofrimento; Evite ter sonhos demasiado elevados, pois de tão altos podem ser inalcançáveis e também lhe provocam Sofrimento; Aguarde tranquila e serenamente pelo amanhã, sem criar ansiedade e expectativas evitando Sofrimentos; Acredite em si desvalorizando o que os outros pensam e/ou dizem, pois isso também lhe pode provocar Sofrimento. Espero que estas dicas lhe possam ter sido úteis para tornar a sua vida mais feliz e harmoniosa.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:19
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Março de 2014

Pas-Pes-Fut

Caríssimos,

     A vida é definida de muitas formas, maneiras, situações, momentos, fases, enfim, como diz a sabedoria popular: “Cada cabeça sua sentença”. Cada um define o termo “vida” à sua maneira, consoante o seu nível de consciência e conhecimento, mas também com a sua verdade, porque cada ser humano tem a sua. As verdades universais são as das Leis Universais, que tratam todos os seres humanos da mesma forma, sem descriminações.

     Cada um de nós, para poder viver neste planeta para completar mais uma missão, teve de escolher os pais, que seriam o seu passaporte de entrada na Terra. Todos nos nascemos com “amnésia espiritual” para assim, cada um de nós tentar dar o seu melhor, mas acima de tudo porque somos seres com inteligência emocional (ligada directamente aos nossos sentimentos) e assim conseguimos nascer em paz e harmonia com tudo, sem qualquer tipo de sentimentos seja por quem for. É este recomeçar do zero que faz com que muitas pessoas tenham dúvidas acerca da imortalidade da Alma entre muitas outras questões.

     Achei por bem dar-lhes este pequeno esclarecimento antes de escrever sobre o título deste texto. Questões do passado, presente e futuro são muito pertinentes e muitas vezes atrapalham a mente já algo conturbada do ser humano, impregnada pelas inúmeras fontes de energia negativa (jornais, televisões, etc…) espalhadas por todo o lado, além das conversas que diariamente os seres humanos têm fazendo afirmações do tipo “…isto não está fácil…”, “…a vida está difícil…”. Ao fazem essas afirmações estão a usar o “verbo” e a força da palavra que se projecta no universo e que nos proporciona precisamente o que dizemos (lei da atracção), bem como a energia emanada pelas ondas dos nossos pensamentos. Actualmente muitos seres humanos sobrevivem com as suas dificuldades, presos ao passado, com muitas incertezas no futuro, o que lhes provoca uma grande instabilidade no presente. Há um ditado que diz: “O passado é história, o futuro é mistério, o presente é uma dádiva”; Por isso nos devemos de libertar de todas as amarras do passado, bem como de todos os sentimentos negativos associados às mesmas, relativamente ao futuro eliminar toda e qualquer tipo de ansiedade e assim conseguirá viver plenamente no presente, usufruindo do verdadeiro elixir da vida, o amor na sua mais pura essência.

     Alcançar este “nível” é trabalhoso, exigindo da parte de cada um de nós tempo e dedicação a nós mesmos, o que é algo complicado pois as pessoas tentam ocupar os seus tempos livres em actividades lúdicas e sociais, relegando para segundo plano as suas actividades de enriquecimento pessoal. Infelizmente o Ser humano tem tendência em se lembrar de si mesmo apenas quando por infortúnio, se vê “atirado” para uma cama ou doente, esquecendo-se que através do trabalho preventivo efectuado sobre si mesmo, poderia evitar muitas doenças. Quando se aborda este assunto ao ser humano comum muitas vezes obtemos respostas do tipo: “Eu não tenho tempo para isso…”, “Tenho o tempo muito ocupado!”,”Pensas que uma pessoas casada tem tempo para isso”,”Os meus filhos estão primeiro”, entre muitas outras desculpas que derivam da preguiça colectiva da humanidade, para trabalharem em si mesmos o seu interior encontrando assim a sua felicidade e bem-estar.

     Depois desta leitura a minha sugestão é que volte a ler pausadamente cada um dos parágrafos e faça uma reflexão sobre o que acabou de ler.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:09
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Março de 2014

A essência do Perdão

Caríssimos,

     Este é sem dúvida um assunto que suscita grandes dúvidas, pois através de diálogos que tenho com outras pessoas, várias vezes chego à conclusão que as pessoas dizem: “…Eu perdoei essa pessoa…”; “…mas não consigo esquecer…”; “…quando penso na situação sinto-me mal…”; entre muitas outras coisas. Muitas vezes acabamos por falar nisso numa conversa sobre esse assunto ou até mesmo numa mera conversa de circunstância.

     Se em determinadas alturas da sua vida, em meras conversas de circunstância, surge frequentemente um certo assunto sobre determinada pessoa, é o Universo a dar-lhe a seguinte informação: “Essa pessoa magoou-te mas tens de a perdoar”. Isso é sem dúvida uma grande verdade, mas a qual muitas pessoas têm dificuldade em acreditar e mais ainda em superar. Além do mais deixem que lhes recorde algo, o Perdão não se exerce apenas para com os outros, mas também para connosco mesmo, pois certamente ao longo da sua vida já tomou atitudes e disse coisas das quais posteriormente se veio a arrepender, certo? Será que se arrependeu de tais coisas? Será que já se perdoou a si mesmo pelo que fez? (faça uma pausa na leitura e uma pequena reflexão sobre o que acabou de ler)

     Quando somos incapazes de nos perdoar a nós mesmos por algo que fizemos menos correcto, jamais seremos capazes de perdoar outra pessoa, tal como quem não se ama a si mesmo também jamais conseguirá nutrir sentimentos de amor verdadeiro pelos outros. Ao longo do tempo tenho-me apercebido que muitas pessoas dizem: “…eu já o/a perdoei…” mas tento dúvidas que seja bem assim, porque a par da expressão anteriormente citada, as pessoas também dizem: “…posso perdoar mas nunca esquecerei…”, expressões que se contradizem. O Perdão é algo que além de estar ligado à mente, está directamente ligado à nossa “inteligência emocional”, porque além de seres racionais, somos também seres emocionais e aprendermos a controlar as nossas emoções é uma tarefa mais difícil do que controlar a nossa mente. Já tinham pensado nisto?

     Depois de lhes explicar o mecanismo que envolve o Perdão, vou-lhes dar umas dicas sobre a prática do Perdão. Faça uma retrospectiva da sua vida anotando num bloco todas as situações negativas, onde tenha estado envolvido apenas você ou também outras pessoas, desde a sua infância até ao momento presente. Depois relaxe, colocando-se em posição de meditação, feche os olhos e projecte-se nesses momentos. Quando se estiver a projectar-se nesse momento e se no mesmo estiverem envolvidas uma ou mais pessoas, verifique quais os tipos de sentimentos que surgem à tona relativamente às pessoas. Se vierem à “flor da pele” qualquer tipo de sentimento sem ser apenas o sentimento de Compaixão, significa que ainda tem trabalho para fazer, pois o processo de Perdão não foi concluído com êxito.

     Uma das técnicas que os pode ajudar no processo de Perdão é o Ho’oponopono (que já expliquei noutros textos), mas sem dúvida que a melhor maneira é encher-se de amor e compaixão, emanando pensamentos positivos e acima de tudo dissolver os sentimentos menos positivos tornando-os em pura compaixão e amor incondicional. Termino deixando uma célebre frase de Jesus: “Perdoa e serás perdoado”.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 11:20
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2014

Reflexão: Eles andam aí…

Caros leitores,

     O planeta Terra tem passado grandes transformações ao longo dos seus milénios de existência e os seres humanos sentiram sempre a necessidade de acreditar em algo superior, que mesmo sendo muitas vezes inexplicável, sentiram essa necessidade interiormente. Tem sido também ao longo de milénios que a humanidade vai assistindo a uma guerra que parece nunca ter fim, a batalha entre o Bem e o Mal.

     Todo o ser humano que nasce tem direito a viver com dignidade, respeitar e ser respeitado pelos demais, mas infelizmente há grandes disparidades que começam pelas zonas do globo terrestre, seguem-se os continentes, os países, religiões e famílias. É uma “luta” constante entre o Bem e o Mal não só em tudo aquilo que nos rodeia mas inclusivamente dentro de nós mesmos. A nossa luta interior entre o Bem e o Mal é difícil e complexa, porque todos nós, até atingirmos o nível de consciência que nos permite termos consciência do que realmente se passa, somos mentalmente bombardeados e chipados. Cada um de nós, desde o momento do nascimento entra numa nova etapa de aprendizagem, num processo educativo e de inter-acção com tudo o que nos rodeia. É precisamente nesse processo que nos “implantam” ideias na mente, tais como falsas crenças e dogmas, começando desde muito cedo a “exercer” sobre nós um certo domínio mental, que nos condiciona o livre arbítrio.

     Muitas pessoas têm receio de falar de assuntos que estejam relacionados com rituais satânicos, bruxarias e outras coisas negativas, mas na verdade essas coisas existem mais do que imaginamos, para infelicidade da humanidade. Para que vocês entendam melhor eu vou-lhes dar um exemplo: Um reikiano antes de começar a fazer reiki (a outro ou a si mesmo) faz a invocação, pedindo aos seus guias (ou anjo da guarda) ou até mesmo a um santo/anjo que seja da sua devoção (consoante a crença de cada um) para lhes darem uma ajuda na aplicação de reiki. São seres de luz repletos de amor incondicional que auxiliam os reikianos nas suas aplicações de reiki através da canalização dos fluidos vitais, tais como os seres de luz aos quais os fieis dirigem as suas orações e preces, no que diz respeito às questões religiosas. Estes seres que existem e que alguns já estiveram entre nós são reais, apenas não visíveis aos olhos do comum dos mortais, aos quais cada um de nós já dirigiu as suas preces em determinados momentos da vida, certo? (faça uma pequena reflexão sobre as palavras) Todos nós aspiramos um dia ser como esses seres, seguindo o caminho da ascensão, através das aprendizagens nas sucessivas reencarnações da roda da vida. A esses seres de luz recorrem todos os seres humanos que agem de boa fé, com amor e compaixão pelos seus semelhantes. Aqueles que procuram rituais satânicos, bruxarias e outras coisas negativas, invocam e usam seres de baixo astral, do subsolo, de baixa dimensão, ou até mesmo deuses maléficos. Estes seres têm um nível de consciência tão baixo que, ao invés de sentirem prazer quando praticam o bem, sentem prazer ao praticar o mal, prejudicando os seus semelhantes. Essas são atitudes reprováveis e devem ser denunciadas, as quais aqui lhes descrevi apenas com o intuito de vos alertar. Espero que esta reflexão vos faça pensar um pouco para que possam escolher o melhor caminho para vocês, repleto de luz, paz e amor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 16:23
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Fevereiro de 2014

Reflexão: Espelhos da vida…

Caros leitores,

     Ao longo da nossa caminhada, vamos construindo algumas coisas e destruindo outras, é o processo natural do desenvolvimento do ser humano. Conforme vamos tendo mais idade é natural que cada vez mais construímos e cada vez menos destruímos, segundo a natural lei e ordem da evolução da espécie. Mas na realidade a nossa vida é repleta de espelhos e até de simbologias associadas a espelhos, em várias décadas e pontos do globo. Veja-se neste pequeno texto extraído da edição on-line da Porto Editora:

“O espelho é um símbolo da pureza, da verdade e de sinceridade. Traduz o verdadeiro conteúdo dos corações dos homens e também o da sua consciência. O espelho é também um sinal de sabedoria, conhecimento e iluminação nas tradições orientais…

O espelho é utilizado no julgamento das almas dos mortos na tradição indo-budista. Nas lendas e histórias de fadas, os espelhos mágicos têm uma função adivinhatória de prever o futuro… A tradição dos espelhos mágicos é muito antiga e remonta muito provavelmente à antiga Pérsia. Dizia-se que Pitágoras sabia ver o futuro através dos espelhos. Na Ásia, os espelhos são utilizados nos rituais de feitiçaria para adivinhação, virando-os para o Sol ou para a Lua para ler o futuro. Na tradição hinduísta e budista, o espelho tanto é associado ao Kharma, à lei universal, como ao Dharma, a lei dos homens. No budismo praticado no Tibete, o espelho demonstra a verdade suprema e a inutilidade do mundo das formas, traduzindo a verdadeira natureza de Buda. Na tradição mitológica do Japão, o espelho espalha a luz divina sobre o mundo. Na Índia de tradição védica, o espelho assume todas as formas através de uma miragem proporcionada pela luz solar e exprime a sua natureza mutável e perene. O espelho é um símbolo solar, na medida em que reflete a inteligência suprema, mas também é um símbolo lunar, porque a lua funciona como um espelho da luz do Sol. Na China, para além de lunar e feminino, o espelho é o símbolo da rainha, da harmonia e da união conjugal. Platão comparava a alma a um espelho, no que foi seguido por alguns padres da Igreja. Entre os sufis do Islão, o espelho exprime o medo que os seres humanos têm de se conhecerem a si próprios. O termo especular, que resultou do latim speculum, começou por significar a observação do céu e dos movimentos dos astros com a ajuda de um espelho. Nos jardins árabes, os lagos eram comparados a espelhos.”

     Como podem verificar, a importância e utilidade dada aos espelhos difere de zona para zona ou de região para região. Mas na realidade a minha reflexão prende-se com outro tipo de espelhos, aqueles que deram origem à célebre expressão: “As costas dos outros são os nossos espelhos”. Sem dúvida que esta expressão é muito verdadeira, pois todos os seres humanos têm uma tendência inata para julgar e criticar o próximo, o que não passa de uma manobra psicológica, fazendo com que foquemos os pensamentos na “dita” pessoa. Aproveito para lhes relatar um caso que se passou comigo: Um certo dia, no meu local de trabalho estavam 2 pessoas no fundo do corredor a falar, sendo que uma delas estava a criticar (ou cortar na casaca) de outra pessoa e eu ia ouvindo a conversa até que passei junto dessas duas pessoas. Achando incorrecto aquilo que estavam a fazer parei (entretanto a pessoa que estava a falar calou-se) e eu disse a essa pessoa: “Nunca te ouvi falar tão bem de ti mesma. Parabéns pela tua coragem ao estares a partilhar os teus defeitos com outra pessoa”; A pessoa ficou estática a olhar para mim, despedi-me dizendo: “até logo” e segui o meu caminho. Enfim, o ser humano é mesmo assim, como manobra de defesa psicológica o ser humano aponta (além de ser feio apontar, quando o fazemos temos 3 dedos a apontar para nós) para outros com o receio de lhe “descobrirem a careca” pois todas as pessoas querem mostrar só as suas boas coisas, ocultando as menos boas que acabam por apontar aos outros. É difícil superarmos as coisas menos boas em nós, mas conseguimos se formos persistentes e acreditarmos que vamos conseguir. Na verdade por mais que tente esconder essas coisas, no dia da sua partida (morte) perante o seu “juízo final”, terá de enfrentar todas essas questões menos positivas que você tão bem conhece, que jamais poderá ocultar do Criador (Deus). Seja mais positivo, aceite-se como é com as suas virtudes e defeitos, e tente ajudar-se a si mesmo, deixando de andar por ai armado em Juiz e carrasco dos outros, porque isso já você o é, mas apenas e só de si mesmo. Assuma uma atitude mais positiva deixando de criticar negativamente, para passar a criticar de forma positiva e construtiva, e repare como vai mudar o mundo à sua volta. Termino deixando-os em paz, harmonia e com muito amor incondicional.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 16:28
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2014

Alerta: Cuidado

Caros leitores,

     A vida de cada um ser humano é como um teatro de improviso, onde ao longo do dia podemos ter cenas dramáticas, cómicas, monólogos, diálogos, mascaras entre muitas outras coisas. Todas as coisas que nos acontecem são por nós mesmos atraídas, através do nosso nível de vibração energética. Compreendo que para muitas pessoas aquilo que acabei de dizer lhes possa parecer desprovido de sentido, mas aquilo que tento fazer é apenas partilhar com vocês as minhas aprendizagens.

Antes de escrever sobre o alerta que vos pretendo transmitir, quero-lhes dizer que ao longo da minha vida tenho passado por diversas atribulações, onde muitas vezes tive de fazer algumas escolhas.

     São precisamente nos períodos mais conturbados, quer sociais quer pessoais, que surgem nas mentes dos seres humanos dúvidas, incertezas, descrenças, pessimismo, pensamentos negativos, enfim, um conjunto de aspectos negativos que se “implantam” na nossa mente. Todos estes pensamentos tornam-nos frágeis, sensíveis e inseguros, que nos “impelem” a procurar respostas e/ou ajuda, pois a confusão que se instala na mente é tal que, as pessoas acabam por recorrer a pessoas e práticas de credibilidade algo duvidosa. É para as pessoas que neste momento se enquadram no que acabei de dizer, que este texto se dirige se bem que todas as outras podem ler também, alertando-as para as armadilhas e ciladas que podem encontrar no seu caminho. Quando o ser humano tem um determinado problema (prefiro usar o termo obstáculo) que pretende ver resolvido, vai recorrendo a vários locais e/ou pessoas até que alguém que lhe consiga resolver a situação em causa. Compreendo que certas coisas lhe possam causar um enorme transtorno, mas antes de procurar auxílio pense se não estará, por ventura, a dar demasiada importância à pessoa ou acontecimento em causa. Depois de analisar o que acabei de lhe dizer, faça a sua escolha em consciência e, antes de tomar uma decisão analise bem o que lhe dizem. Veja se as coisas que lhe dizem têm alguma coerência e sobretudo se não lhe exigem o pagamento de elevadas quantias monetárias, pois há por ai muito “lobo” vestido com “pele de cordeiro”. Há pessoas que são peritas, infelizmente no sentido menos positivo, em manipular a mente, que se encontra em estado “débil” e que quer soluções rápidas, acabando por enganar as pessoas que no final ficam ainda pior, pois ficam sem algum dinheiro além de se sentirem enganadas. Por isso lhes digo, tenham cuidado porque nem tudo o que reluz é ouro.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:35
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014

Seja Luz e Amor...

Caros leitores,

     Dia após dia tentamos ser melhores naquilo que fazemos profissional e socialmente, mas como seres sentimentais e emocionais que somos acabamos muitas vezes por cair no erro de guardar na memória resentimentos, mágoas, ódios entre outras coisas menos boas.

     Faça deste novo ano um ano de mudança, libertando-se de todos os sentimentos menos positivos que teimam em parmanecer na sua mente e que apenas e só o prejudicam a si mesmo, em primeiro lugar, e aqueles que o rodeiam em segundo lugar. Ame-se e seja amor, começando por se impregnar com a luz do amor e depois irradie essa luz para todos os que o rodeiam, sem excepção, e verá como se vai sentir muito melhor e mais feliz. Sendo este um exercício algo complexo, deixo-lhe um vídeo que o pode ajudar a perdoar todos os seus semelhantes, libertando-se de resentimentos e memórias menos positivas que tem dentro de si mesmo, tornando-se assim uma fonte de luz e amor. Seja Amor.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 10:39
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

Reflexão: The power of Love

Caros leitores,

     De todas as energias e forças do universo a energia do Amor é a mais forte de todas. Todo o universo está a passar por um período de profundas mudanças que acabam por vir gerar ainda mais confusão mental, às mentes já algo conturbadas dos Seres humanos. Todas as semanas surgem fenómenos naturais no planeta (tsunamis, cheias, tremores de terra, incêndios, etc.) que perturbam as zonas afectadas do globo terrestre, às quais podemos acrescentar as atitudes dos seres humanos que, detentores de um certo poder, tentam “manipular” os destinos evolutivos do planeta. Esses conjuntos de pessoas que pretendem dominar o planeta são, como a maioria das pessoas sabe, as organizações secretas, países, estados, governos, grupos de guerrilha, religiões, enfim, uma grande variedade de organizações, que vão tentando manipular o Ser humano das mais variadas formas. Uns tentam através da força das armas, outros através do “poder” que lhes é conferido quando ocupam determinados lugares de organizações e outros através da religião comandando as pessoas através da mente.

     Na realidade esta reflexão era para abordar o tema Amor, mas senti a necessidade de escrever o parágrafo anterior para, na generalidade, lhes dar um exemplo global dos gestos e atitudes desprovidos de qualquer tipo de sentimento de Amor. Na verdade vivemos num planeta onde diariamente somos “obrigados” a lidar com esse tipo de gestos, desprovidos de amor, compaixão, humildade ou até mesmo humanidade, o que é triste e me leva a pensar: Mas que evolução teve a mente humana desde os nossos antepassados? (Pare de ler e pense um pouco na pergunta.)

     Em meu entender, o primeiro passo que devemos dar para podermos usufruir e usar a energia do Amor é amarmo-nos a nós próprios acima de tudo. Quando um Ser se ama impregna-se de Amor, passando a ser como um sol irradiando “raios” de luz e Amor em seu redor. Ao nos preenchermos com Amor vamos também dar um contributo fundamental para a nossa mente, de forma a termos pensamentos mais positivos, puros, humildes e humanos, sem segundas intenções e sem nunca querer prejudicar ninguém. Normalmente o Ser humano quando fala da palavra Amor utiliza-a associada à palavra Sexo, o que restringe imenso o verdadeiro sentido da palavra Amor, até porque sexo é algo que pode ser praticado com ou sem Amor, dependendo da maneira de ser de cada um. Veja-se o seguinte exemplo, ao longo da história algumas pessoas deram provas de verdadeiro Amor (Buda, Tao, Jesus, Madre Teresa de Calcutá, São Francisco de Assis, Santo António, entre outros) e quando se fala da vida e obra dessas pessoas nunca se fala de sexo, o que demonstra bem que Amor verdadeiro nada tem a ver com isso, estando apenas associado a isso quando se fala de Amor entre dois seres humanos especificamente (namorados, casados, etc.).

     Diariamente podemos colocar Amor em tudo o que fazemos, no trabalho, nas conversas, na socialização, nos gestos, nas atitudes, isto é o Amor Incondicional (uma dádiva desinteressada) praticada em prol do nosso semelhante, e acreditem que quando toda a humanidade praticar esse tipo de gestos, teremos sem dúvida um mundo muito melhor para todos os seres, onde predominará o Amor e a compaixão entre todos. Termino esta reflexão dizendo que uns gestos de Amor por dia, nem sabem o bem que lhes fazia.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:30
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 18 de Outubro de 2013

A sensação dos Chakras

     As sensações que pode sentir nos seus chakras são diversas, consoante o seu grau de actividade, p.ex.: a composição física, habilidade natural, habilidades de concentração e relaxamento também influenciam. As sensações podem variar de um calor agradável, uma pressão localizada, uma indisposição (no estômago), um pouco tonto momentaneamente, uma formigueiro, uma pulsação suave, uma vibração mais forte, uma combinação de alguns ou de todos os efeitos, ou até mesmo outros aqui não mencionados. Quanto maior for a vibração, mais activo está o chakra. Neste período de grande actividade dos chakras, se experimentar a colocar a sua mão sobre eles poderá sentir a sua pulsação nos mesmos.

     Alguns chakras, quando estão ativos, podem causar outras sensações “estranhas” localizadas:

Chakra base: Pode sentir um ardor muito suave ou um formigueiro, ou uma cãibra, como se tivesse andado de bicicleta durante muito tempo. Logo que o chakra esteja a funcionar correctamente, sentirá uma pulsação suave ou vibração entre as pernas, na zona do chakra.

Chakra Plexo Solar: Este chakra por vezes pode causar uma sensação de falta de ar, “obrigando-o” a respirar exageradamente. Com o tempo isto passa conforme ele se vá estabilizando.

Chakra cardíaco: O chakra cardíaco merece uma atenção especial devido à forte, por vezes assustadora, que ele pode causar. Quando muito activado pode-lhe dar a sensação de estar a bater com uma enorme velocidade. É uma sensação muito poderosa. Tente ignorar isso quando acontecer, pois o coração bate mas é o chakra a funcionar. Sei que é mais fácil falar do que fazer, mas através da prática e familiaridade você consegue. Esse batimento é mais aparente nos primeiros estágios do desenvolvimento. Penso que isto pode ser causado pelo défice energético dos centros inferiores.

Chakra da garganta: A vibração neste chakra pode causar uma sensação amena de sufoco, devido à sensível zona em que está localizado. É como ter um inchaço emocional na base da garganta.

Chakra da coroa: Quando está totalmente ativo dá a sensação de termos muitos dedos quentes e macios massajando gentilmente o topo de sua cabeça, acima do couro cabeludo, estendendo-se para baixo no centro da testa, incluindo o chakra do terceiro olho, sendo parte dele. Essa sensação é o motivo pelo qual os Budistas o chamam de "A Lotus de mil pétalas".

Nota: Pode sentir uma sensação mais forte nalguns chakras e menos forte ou nenhuma noutros. Concentre-se mais nos baixos (inferiores) onde tem a menor sensação. Isso vai ajudar a equilibrar o fluxo de energia no sistema de chakras.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:57
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Setembro de 2013

Curso de Iniciação ao Reiki

Caros leitores,

     Um dos bens fundamentais e essenciais que cada ser humano pode ter é a sua saúde e bem-estar. Esta é uma das preocupações constantes que o ser humano tem, por isso se preocupa com a alimentação, em fazer exercício físico, fazer caminhadas, meditação entre muitas outras coisas que lhe proporcionem saúde e bem-estar ou que contribuam para tal. O Reiki é uma terapia holística japonesa, conhecida também como a terapia do Amor Incondicional, e tem por base a canalização energética através da imposição de mãos. Mas o Reiki é muito mais do que uma simples terapia, sendo também uma filosofia de vida que, após a sintonização feita no curso, dá inicio a uma nova etapa de vida do iniciado. Esta é uma maravilhosa transformação interior, operada através da energia, ao ponto de haver quem defina esse dia como um marco na sua vida, um ponto de viragem, o “clik” necessário para despertar e tocar a vida para a frente “que atrás vem gente”. Ao longo do tempo tenho reparado que todos aqueles que entram no universo Reikiano (caminho do Reiki) e que abraçam a causa mudam completamente a sua vida, ao ponto de terem uma viragem de 180 graus. Em verdade lhes digo que na maioria dos casos foram transformações muito positivas que se reflectiram também no bem-estar de quem os rodeia, porque na impossibilidade de mudarmos o mundo todo, conseguimos mudar o nosso e daqueles que nos rodeiam, através do Amor Incondicional que caracteriza o Reiki.

     Se gostou do que leu e se gostaria de empreender estas mudanças na sua vida, eis que chegou o momento para dar o “passo” em prol de uma nova etapa na sua vida, desbravando os caminhos da Luz impregnado de Amor Incondicional. Este passo é dado através do curso de iniciação ao Reiki, e desde já aproveito para os informar que está um curso de iniciação ao Reiki agendado para o próximo dia 21 de Setembro. Caso pretenda fazer a sua inscrição para uma próxima formação a efectuar, poderá solicitar informações e preencher a ficha de pré-inscrição para a formação, por e-mail: mestreviktor@gmail.com .

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 16:32
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Setembro de 2013

Reflexão: Aceitação

Saudações, queridos.

     Hoje vou falar um pouco sobre o tema ACEITAÇÃO, pois é algo que faz parte de todos nós e que podemos dizer que é um “denominador comum” na nossa missão de vida. Aprender a Aceitar é algo que dá algum trabalho e tem de começar pela mudança de consciências, pois o Ser humano tem uma certa tendência, ao lidar com os outro, achar que Eles são como nós, e quando nos deparamos com as reacções às nossas acções ficamos admirados, porque nada têm a ver com o que tinha-mos em mente. Isso define-se como “expectativas”, mas o assunto da reflexão é outro, deixarei este para abordar outro dia. De facto, aprender a Aceitação requer uma prática diária, e para a qual eu lhes deixo umas dicas: Não crie expectativas sob a forma como a outra pessoa vai reagir; Ser claro no que diz mesmo assim pode levar a interpretações erradas das suas palavras; Não julgue o que os outros fazem, pois da mesma forma será julgado; Analise sempre em consciência o que lhe fazem e se discordar desvalorize; Evite fazer filmes acerca das atitudes dos outros, porque isso é mau para si mesmo, podendo chegar ao ponto de se tornar ansioso.

     Agora para de ler esta reflexão, volte atrás e leia novamente as dicas que lhe dei, de forma a ter consciência se alguma corresponde à sua pessoa e/ou às suas atitudes.

     Cada um de nós define o seu caminho e através dele tem as suas vivencias e aprendizagens, bem como vai adquirindo os seus conhecimentos ao longo do tempo. Essa aprendizagem é feita com todos aqueles que vão cruzando no nosso caminho em determinadas alturas, tal qual como nós cruzamos os caminhos dos outros, numa inter-actividade constante. Por isso devemos praticar a aceitação para com todos os seres vivos, independentemente de estarmos de acordo ou em desacordo, mas aceitando sem julgar vai-nos permitir estar em harmonia com o universo e em paz com os nossos semelhantes, que coabitam connosco neste planeta. Quando a aceitação estiver bem presente em nós, permite-nos uma maior harmonia com a nossa essência, além de prevenir problemas do foro mental que muitas vezes têm correspondência com os nossos órgãos corporais, e assim evitamos o surgimento de certo tipo de doenças, e também fortalecemos o nosso equilíbrio.

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: RFM
Publicado por Viktor às 16:46
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: Caminho do Amor

. Ensinamentos em Poesia

. Hoje em Poesia

. Reflexão: A Humanidade…

. Reflexão: O Valor da Pala...

. Frases para Reflectir

. Os 5 Princípios do Reiki

. Reflexão: Aproveitamento…

. Reflexão: Depressão, uma ...

. O Karuna...

. Reflexão do dia…

. Auto-destruição Humana

. Cuidas de Ti?

. Reflexão: A Depressão...

. Porque estás triste?

. Escrever para quê?

. Sofrimento, dispenso

. Reflexão do dia

. Reflexão sobre “A imposiç...

. O Sofrimento

. Pas-Pes-Fut

. A essência do Perdão

. Reflexão: Eles andam aí…

. Reflexão: Espelhos da vid...

. Alerta: Cuidado

. Seja Luz e Amor...

. Reflexão: The power of Lo...

. A sensação dos Chakras

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Reflexão: Aceitação

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007