Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

12
Ago08

A Ética Reikiana e as Leis do Universo

Viktor

Toda a vida e todo o sistema de cura, deve pautar-se por questões éticas. No Reiki, a única regra conhecida é o respeito pelo livre-arbítrio. Isto é, nunca se deve forçar alguém a receber Reiki (presencial ou à distância), nem nunca se deve procurar modificar a vida, acções ou acontecimentos de outrem (eu diria até de nós próprios quando outros estão directamente envolvidos, a não ser em casos muito especiais). Um Reikiano não é Deus, nem comanda a energia vital unicamente porque consegue canalizá-la para um receptor. Deste modo, apenas recebe Reiki quem o desejar; apenas se deve marcar intenções positivas; etc.

Uma outra regra prende-se com a limpeza. Um Reikiano deve respeitar regras de higiene, e principalmente deve sempre lavar as mãos antes de qualquer sessão (em si, mas principalmente em alguém).

Por fim, uma sessão de Reiki provoca, em geral, uma limpeza corporal. Por conseguinte, deve-se beber, e oferecer-se bastante água (ou chá).

NAMASTÉ

19
Fev08

CORPO ESPIRITUAL DEPOIS DA MORTE

Viktor
Em suma, o psicossoma é ainda corpo de duração variável, segundo o equilíbrio emotivo e o avanço cultural daqueles que o gover­nam, além do carro fisiológico, apresentando algumas transfor­mações fundamentais, depois da morte carnal, principalmente no centro gástrico, pela diferenciação dos alimentos de que se provê, e no centro genésico, quando há sublimação do amor, na comunhão das almas que se reúnem no matrimónio divino das próprias forças, gerando novas fórmulas de aperfeiçoamento e progresso para o reino do espírito.
Esse corpo que evolve e se aprimora nas experiências de acção e reacção, no plano terrestre e nas regiões espirituais que lhe são fronteiriças, é susceptível de sofrer alterações múl­tiplas, com alicerces na adinamia proveniente da nossa queda mental no remorso, ou na hiperdinamia imposta pelos delí­rios da imaginação, a se responsabilizarem por disfunções inúmeras da alma, nascidas do estado de hipo e hipertensão no movimento circulatório das forças que lhe mantém o orga­nismo subtil, e pode também desgastar-se, na esfera imediata à esfera física, para nela se refazer, através do renascimento, segundo o molde mental preexistente, ou ainda restringir-se a fim de se reconstituir de novo, no vaso uterino, para a recapi­tulação dos ensinamentos e experiências de que se mostre ne­cessitado, de acordo com as falhas da consciência perante a Lei.

Outros aspectos do psicossoma examinaremos quando as circunstâncias nos induzam a apreciar-lhe o comportamento nas regiões espirituais vizinhas da Terra, dentro das sociedades afins, em que as almas se reúnem conforme os ideais e as tare­fas nobres que abraçam, ou segundo as culpas dilacerantes ou tendências inferiores em que se sintonizam, geralmente prepa­rando novos eventos, alusivos às necessidades e problemas que lhes são peculiares nos domínios da reencarnação imprescindí­vel.

14
Fev08

Casos Pessoais IV

Viktor
Há uns tempos estava em minha casa descansado a ler um livro e eis que, por volta das 3 horas da noite o telemóvel toca. Achei estranho, pois não são horas de se ligar a ninguém, mas ao reparar que o número de origem da chamada era de uma pessoa conhecida, minha paciente de Reiki, então atendi. A pessoa em causa estava um pouco preocupada, pois tinha recebido uma visita de uns familiares, e durante a noite tinha levado uma pessoa a passear e como a pessoa não estava bem perguntou-me se podia passar por minha casa para ver se eu lhe podia ser útil. Sem nenhum tipo de problema, com confiança perante mais uma missão para cumprir, cedi e aceitei o que me tinha pedido. Quinze minutos passados e eis que me batem à porta. Mandei entrar as pessoas, e após alguns minutos de conversa a paciente disse-me que necessitava que eu fizesse algo ao sobrinho pois não estava em condições para o levar para casa, ou seja, o rapaz estava um pouco embriagado, cambaleando e com algumas tonturas. Então eu disse o seguinte: “Olhe que nunca me tinha deparado com um caso destes! Mas vamos lá ver o que é que se pode fazer”. Dito isto, toca a arregaçar as mangas e trabalhar, então eu disse: “ (nome) anda cá comigo e deita-te aqui se faz favor”. Mal acabou de se deitar levantou-se logo de seguida, e então eu perguntei: “Então (nome) não consegues estar assim deitado?”; ele respondeu: “Assim não consigo, dá-me vómitos.”. Então eu disse-lhe: “ Então deita-te de barriga para baixo.” E assim foi, pois aquela posição já não lhe provocava vómitos, então comecei a sessão de Reiki. Após quarenta e cinco minutos de sessão afastei-me de junto do rapaz. Ao fim de cinco minutos ele levanta-se e agradeceu o que por ele tinha feito. Dialogámos por mais cinco minutos e seguidamente eles foram-se embora, satisfeitos com o sucedido.
NOTA: Depois de tudo se ter passado, fiquei a pensar como teria eu feito tal coisa. Simples, eu durante os quarenta e cinco minutos facultei o meu corpo ao meu guia e espíritos protectores, e eles por sua vez intercederam através das minhas mãos fazendo passar os fluidos vitais para aquele filho de Deus que necessitava de auxílio para restabelecer a harmonia física, espiritual e vital.
12
Fev08

Casos Pessoais III

Viktor
Um dia estava de visita à casa de uma pessoa amiga e eis que me deparei com uma situação curiosa. Estava preocupada com a filha mais nova dela, com 5 anos, pois estava com um torcicolo desde o dia anterior e pretendia ir com a miúda ao endireita para ver se aquilo lhe passava. Então eu disse-lhe: “Penso que não será necessário ir. Dás-me autorização de ver o que posso fazer por ela?”. Prontamente tive uma resposta positiva. Então eu pedi à pequena que se deitasse na cama. Seguidamente fiz uma limpeza pessoal, depois uma meditação Gassho e depois coloquei a minha mão direita sobre o 5º chakra, que tem com uma das suas funções a de purificar o corpo eliminando venenos de várias proveniências e a esquerda sobre o chakra do plexo solar. Após dez minutos de imposição das mãos, nos locais anteriormente indicados, retirei-as suavemente, terminando com uma limpesa e alizamento da aura. No final, ao me aperceber que a criança tinha adorecido, retirei-me do local. Passados cerca de 40 minutos a criança aparece junto de nós esboçando um soriso de felicidade e ao dirigir-se junto da mãe disse: “Mãe, não é preciso ir ao endireita pois eu já estou bem”. A mãe, demonstrando a sua felicidade diz-me: “Obrigado”; e eu respondo da seguinte forma: “Não fiz mais que a minha “obrigação” ao ver que podia atenuar ou eliminar o sofrimento sua filha”.
NOTA: Este foi um caso “típico” de uma pessoa que demostrava cépticismo sobre o Reiki enquanto medicina alternativa, e que constactou quase na primeira pessoa os beneficios da mesma, e assim passou a respeitar e a recorrer ao Reiki sempre que entendia que necessário lhe era. Isso deixa-me feliz por assim contibuír também para o desenvolvimento e divulgação desta medicina alternativa do Japão e Tibete.
11
Fev08

Casos Pessoais II

Viktor
Há cerca de 7 anos atrás, conheci uma senhora quando foi minha aluna. Findo o curso ficou a amizade. Após algumas trocas de palavras e ficando a saber que eu também era terapeuta de Reiki as conversas tomaram outro rumo, pois a senhora era conhecedora e utilizadora deste tipo de medicinas alternativas. A partir desse momento o relacionamento de formador/formanda deixou de existir passando a existir um relacionamento terapeuta/paciente, onde no final dessa conversa ficou marcada a primeira consulta. Nessa primeira consulta constatei que o principal problema que tinha era ao nível espiritual agravado por vezes por alguns problemas de saúde que surgiam temporariamente. Então após essa primeira consulta, ficou marcada a data de início do primeiro tratamento de Reiki logo a começar no final da mesma semana. No dia que iniciou a terapia de Reiki disse-me o seguinte: “Ontem fui ao médico que, após exames, me diagnosticou uma infecção no ovário direito. Receitou-me uns medicamentos mas ainda não os comprei, pois pretendia falar consigo antes. Disse-me para voltar lá quinze dias depois para ver se já estava tudo bem”. Então eu disse: “Dona X uma vez que uma terapia de Reiki é feita em cinco sessões, em dias interpolados, o que perfaz quase os quinze dias, e assim sendo não compre para já os medicamentos, e depois logo vamos ver como reage à terapia de Reiki”. De seguida dei início à sessão de Reiki. No final da mesma a senhora disse que se sentia muito bem. Dois dias depois quando compareceu na segunda sessão eu perguntei como tinha passado e ela respondeu-me dizendo que se sentia melhor. Na terceira sessão disse-me que se sentia muito melhor e já não sentia qualquer tipo de dor nos ovários. Então depois de lhe perguntar se tinha ido com a receita à farmácia e ela me ter dito que não eu respondi assim: “Então não compre, pois uma vez que se sente bastante melhor, o tratamento já está a fazer efeito desde a primeira sessão e assim sendo é muito provável que já esteja a situação normalizada”. Depois iniciaram-se as restantes sessões de Reiki até finalizar o tratamento.
Eis então que chega o dia da senhora voltar ao médico, e depois da consulta telefonou-me e disse: “Estou muito satisfeita pois o tratamento que fiz consigo além de me ter ajudado a sentir melhor fisicamente também me senti melhor psicologicamente, andando mais tranquila. Não disse ao médico que não tinha tomado a medicação”. E então eu respondi: “Devia de ter dito que não tomou a medicação que lhe tinha sido ministrada, pois fez um tratamento de medicina alternativa (Reiki) e como a sintomatologia tinha melhorado e o terapeuta lhe tinha dito que não seria necessário tomar a medicação não o fez”.
NOTA: Esta senhora após a terapia de Reiki, passou a marcar uma consulta por semana e a levar com ela pessoas com as mais variadas dores ou sintomatologias para serem por mim observadas e auxiliadas através do Reiki.
09
Set07

Se você sonhou com...[J]...então!!

Viktor

JACARÉ - Cuidado com manobras de pessoa falsa. Sorte: jacaré.

JACINTO (FLOR) - Sorte no jogo durante 8 dias. Sorte: coelho.

JANELAS - Você tem a simpatia de pessoa jovem. Sorte: gato.

JANTAR - Podem aparecer dificuldades. Receber amigos para o jantar: vitória sobre os inimigos. Sorte: urso.

JARDIM - Passear por um jardim indica gravidez para a mulher casada. O estado do jardim (bonito, feio, descuidado) tem relação directa com a sua vida interior. Veja também Flores. Sorte: pavão.

JASMIM - Uma jovem sonhando com essa flor: poderá receber proposta de casamento. Um buque de jasmim: boas amizades. Sorte: borboleta.

JAVALI - Caçar um: seus esforços não terão resultado. Ser perseguida(o): separação amorosa. Matar um: melhora económica. Sorte: porco.

JESUS CRISTO - Estar ao lado Dele: você é guiada(o). Ser abençoada(o) por Ele: sinal de prosperidade. Falar-lhe: aguarde alegrias. Se o sonho for de ameaças, perseguições, é sinal de embaraços e problemas em breve. Sorte: carneiro.

JOANETE - Se estiver doendo é sinalde regresso de alguém que estáviajandohá tempos.Sorte: cabra.

JOGO - jogos deazar: ganhos inesperados. De ténis de mesa, xadrez e dama: inteligência.jogos de quadra: união em família.Futebol: saúde. jogos de cartas: prejuízos.Dominó: intrigas.Sorte: cabra.

jÓlAS - Perdê-las:relação nova e agradável.De ouro:ambição, aborrecimentos. De prata:será vítima de sua imaginação.De um modo geral, este sonho revelaque você se preocupa muito com as aparências. Sorte: pavão.

JORNAL - Ler um jornal: viagem próxima. Ver outra pessoa lendo ou ver somente o jornal: dificuldades superadas. Comprar um jornal: obstáculos nos negócios. Sorte: veado.

JOVEM - Se é velha(o) e sonha que é jovem: boas notícias. Este sonho pode significar que sua felicidade não duraria muito tempo. Sorte:coelho.

JUIZ - Ver um juiz: aborrecimentos. Se ele estiver sentenciando: atraso de vida. Sorte: camelo.

JULGAMENTO - Assistir: doença. Participar: sua presença é temida. Se o julgamento for justo: sinal de vitórias. Se for injusto: será alvo de mexericos. Sorte: camelo.

JUMENTO - Mulher enamorada e faladeira que lhe dirá duras verdades. Sorte: cavalo.

JURAMENTO - Fazer um: conquistará posições. Outras pessoas fazendo uni juramento: pode receber más noticias de amiga(o). Sorte: porco.

JUROS - Pagá-los: receberá más noticias. Recebê-los: poderá terinfelicidades. Sorte: avestruz

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D