.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

Vou, fico, vou, fico… estou baralhado!

 

Caros Irmãos de Luz

      Cada Ser é responsável por si mesmo, bem como por tudo o que lhe acontece. É muito difícil aceitar tais palavras, pois na generalidade o Ser humano tem a sua mente repleta de crenças, dogmas, ideias e apegos. Este tipo de coisas são-nos incutidas na mente através dos nossos pais (educação), das escolas, governos, religiões, organizações e governos ocultos, que tentam assim limitar o desenvolvimento global do ser humano, comandando-o através da mente. Reparem agora no título deste texto, já viram? Quantas vezes dizem mentalmente aquelas palavras nas mais variadas situações? Será que naqueles momentos em que se sentem menos bem e necessitam de ajuda, se lembram de mim e também pensam aquilo?

      Compreendo que pensem duas vezes antes de vir ter comigo. O que será que me vai fazer? O que será que me vai dizer? Relaxe, pois tudo o que lhe possa dizer ou possa fazer tem apenas e só um objetivo: Ajudá-lo a compreender o que se passa consigo, de forma a encontrar o seu bem-estar, porque uma dor vai muito mais além de um fenómeno físico. Dizer-lhe a causa e/ou origem da dor é uma preciosa ajuda, sobretudo quando somos nós mesmos a provoca-la através do nosso plano mental. Não se admire com o que lhe estou a dizer, pois o ser humano muitas vezes é o causador das suas próprias dores e sofrimento. Entendo que possa ficar algo apreensivo com as coisas que lhe digo, mas eu não lhe quero dizer apenas e só coisas bonitas, quero-lhe dizer a verdade cara a cara, olhos nos olhos, porque não tenho nenhum problema em lhe apontar os seus defeitos. Quando lhe os aponto, não o estou a difamar, estou sim a transportá-los do seu subconsciente para a sua mente, por forma a que você mesmo os tenha mais presentes e faça também o seu trabalho de casa, em prol do seu bem-estar. Sim, eu apenas e só posso fazer a minha parte, e o trabalho que a si mesmo compete, você é que tem de o fazer meu irmão.

      Olhe-se ao espelho, admire-se, ame-se, adore-se, porque afinal de contas, por baixo desses trajes que veste está um maravilhoso e divino ser de luz, um verdadeiro anjo que espera e desespera pelo momento em que você lhe vai permitir abrir as asas para voar e observar o mundo com olhos divinos. Não espere por amanhã se é hoje que tem vontade de vir ter comigo, porque amanhã pode já ser tarde além de tornar as coisas mais difíceis.

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: Feliz e Repleto de Energia...
Música: RFM
Publicado por Viktor às 09:17
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Mecanismos Neurofisiológicos da Dor

"O homem é parte da Natureza, e está sujeito às suas leis, como qualquer outro ser vivo"

A dor do doente é influenciada por vários factores, que podem aumentar ou diminuir a percepção que o doente tem da intensidade da dor, condicionar a sua tolerância à mesma e produzir um determinado grupo de respostas comportamentais.

dor quando as terminações nervosas (nociceptores) são estimuladas por factores e mecanismos térmicos ou químicos. No entanto o organismo tem mecanismos para diminuir a intensidade de dor produz, um deles é a produção de endorfina.

O termo endorfina é uma combinação de duas palavras: endógeno e morfina (morfina endógena). O alívio da dor consiste na libertação quer de endorfinas, quer encefalinas (outra substancia semelhante à morfina). Estas substâncias encontram-se em grande quantidade no sistema nervoso central, e aliviam a dor pelo mesmo mecanismo da morfina e outros narcóticos (Smltzer et al, 1994).

Na prática clínica, ajudam a explicar porque as pessoas sentem diferentes tipos de dor quando sujeitas aos mesmos estímulos. Algumas técnicas, como o Reiki e Toque Terapêutico, podem aliviar pelo menos parcialmente a dor uma vez que levam à produção de endorfinas.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 10:05
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 3 de Maio de 2008

Reiki no Hospital

Estado de Espiríto: Com muita energia...
Publicado por Viktor às 00:00
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Reiki - Hospitais

Segundo a Mestre de Reiki e Enfermeira americana Pamela Miles, o Reiki já está a ser oferecido como tratamento co-adjuvante nos Estados Unidos e noutros países conjuntamente com uma série de especialidades médicas, incluindo: reabilitação, psiquiatria, geriatria, cirurgia, terapia intensiva, oncologia, obstetrícia e cuidados neonatais, doenças infecciosas, transplante de órgãos, e centros de cuidados paliativos.
A revisão bibliográfica de alguns trabalhos de pesquisa que colocam em evidência de forma objectiva a eficácia do
Reiki como terapia complementar na saúde:
Wardell D. W. & Engebretson J. (2001) avaliaram 23 indivíduos saudáveis e mediram os marcadores biológicos relacionados ao stress, incluindo o estado de ansiedade, os níveis de cortisol, os níveis de imunoglobulina A (IgA) na saliva, a pressão sanguínea, a tensão muscular, a resposta galvânica e a temperatura da pele. Os dados foram recolhidos antes, durante e imediatamente após a sessão de
Reiki. Os resultados evidenciam uma redução significativa do grau de ansiedade, da pressão sanguínea sistólica, e um aumento significativo de IgA na saliva, revelando uma activação do sistema imunológico. Os demais marcadores mostraram igualmente uma modificação em direcção ao relaxamento, embora de forma menos significativa.

Olson et al. publicaram 2 estudos relacionados ao uso do Reiki para aliviar a dor. (1997 e 2003)

No primeiro eles aplicaram Reiki em 20 indivíduos sofrendo de algum tipo de dor (incluindo pacientes com dores secundárias a processos neoplásicos). A dor foi medida pelas escalas Likert e VAS (visual analogue scale) imediatamente antes e depois da aplicação de Reiki. Eles observaram uma redução da dor altamente significativa depois do tratamento.

O segundo estudo comparou a dor, a qualidade de vida e o uso de analgésicos em 24 pacientes sofrendo de cancro e recebendo um tratamento opióide associado ao repouso, ou tratamento opióide associado ao Reiki. Os parâmetros levados em consideração foram a dor (medida pela escala VAS), a pressão sanguínea, a frequência de batimentos cardíacos e a frequência respiratória, antes e depois de cada período de repouso ou de aplicação de Reiki. Os indivíduos que receberam a aplicação de Reiki tiveram uma melhora significativa do controle da dor e uma melhora da qualidade de vida, quando comparados com aqueles que ficaram em repouso.

Pamela Miles (2003) realizou um estudo usando o Reiki com o objectivo de diminuir a dor e a ansiedade de pacientes com VIH Sida. Muitos pacientes foram motivados pela ideia de que a redução do stress contribui para melhorar as defesas imunológicas. Utilizou-se a escala STAI (State Trait Anxiety Inventory) para avaliar o grau de ansiedade e a escala VAS (Visual Analog Scale) para medir a dor dos pacientes antes e depois de uma breve (20 minutos) aplicação de Reiki. Tanto a ansiedade quanto a dor diminuiu em mais de 35%.

Esses artigos, assim como outros trabalhos publicados, estão citados a seguir (alguns deles e outros estão disponíveis no site da Enfermeira Pamela Miles. (em inglês)

Estado de Espiríto: Com muita energia...
Publicado por Viktor às 22:30
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Vou, fico, vou, fico… est...

. Mecanismos Neurofisiológi...

. Reiki no Hospital

. Reiki - Hospitais

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007