.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Não consigo…

Não consigo. Não sou capaz. É mais forte do que eu. Não tenho força. É impossível. Etc…

Estes e outras frases são usadas pelas pessoas quando, segundo o meu ponto de vista, se conformam ou resignam ao estatuto de “pessoa com uma doença”. Porque dizem isso? Porque usam um termo de negação (não)? Porque acham que não conseguem superar? Porque acham que não têm força? Porque acham que é impossível? Então eu vou-lhes dar as minhas respostas para essa situação. Nesse caso eu pergunto, quem é a pessoa mais interessada em resolver o problema, o médico/terapeuta ou o paciente? Com certeza que é o paciente. Então, assim sendo, se o paciente diz e assume que anda sempre com pensamentos negativos, ele é a primeira pessoa a ter de mudar e consciencializar-se que ele, e só ele, terá de alterar a sua forma de pensar relativamente a esse assunto, pondo de parte a negatividade mental que o afecta. Terá de abolir a palavra não do seu pensamento, no que diz respeito a todas as situações que o impedem de evoluir de uma forma favorável relativamente ao problema que pretende superar. Não deve pensar que não tem força, pois Deus nunca nos coloca perante uma prova que não tenhamos força suficiente para a ultrapassar. Dizem que é impossível melhorar ou eliminar o problema porque já duas ou três pessoas lhes disseram e eu pergunto, algo é impossível para Deus? Nada é impossível, demora é mais tempo, e por isso é que com fé e uma enorme vontade de vencer conseguem-se por vezes fazer coisas que muitas pessoas definem como “pequenos milagres”.

Estes e outro tipo de coisas são debatidas nas minhas sessões de Reiki, por forma a despertar a consciência das pessoas despertando o seu Eu interior para reagirem positivamente promovendo a auto-cura do paciente, pois não faço milagres nem passes de magia.

Termino deixando aqui os ensinamentos proferidos por BUDA GAUTAMA, há 2600 anos.

“Não acredites naquilo que ouviste ; não acredites em tradições, só porque têm sido transmitidas ao longo de várias gerações; não acredites nas coisas só porque são murmuradas e ditas por muitos; não acredites só porque as afirmações escritas e algum velho sábio são produzidas; não acredites em conjecturas; não acredites nisso como verdade á qual te ligaste por hábito ; não acredites na simples autoridade dos teus mestres e antepassados.

Após observação e análise, quando isso concordar com a razão e for conducente ao bem e beneficio de todos, então aceita-o e vive em conformidade.”

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Muita Energia Positiva...
Publicado por Viktor às 10:23
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Reiki… Medicina Tradicional Tibetana

Há mais de 2500 anos a Medicina Tradicional Tibetana estuda e trabalha, com comprovada eficácia, com técnicas de cura que se utilizam da energia das plantas, minerais, o poder da mente humana e da Força Vital do Universo.

         Com profundo conhecimento dos sistemas de funcionamento do corpo humano, enquanto ser energético, a medicina Tibetana permite e leva a compreensão da interligação entre os sistemas mentais e a condição física, a relação do ser humano com outros seres e a sobrevivência do planeta.

         O Reiki é uma das mais efectivas técnicas de cura física e equilíbrio espiritual da Medicina Tibetana, trabalhando a pessoa como um todo, holístico (Físico-Mente-Corpo), permitindo a reposição do seu estado natural e desejável de bem-estar e harmonia. O Reiki permite a libertação da energia e a restauração dos processos sadios no sistema de vida. Através de toques suaves, o corpo e a mente são estimulados a reagir às suas deficiências, desfazendo “NÓS”(bloqueios) dos Canais Energéticos do Corpo, rompendo padrões de stress, disfunções de Chakras e órgãos correlacionados, e deslocamentos dos corpos áuricos.

         O Reiki Trabalha exclusivamente com a Energia Vital do Universo, sem polaridades, por conseguinte sem qualquer efeito indesejável ou colateral, muitas vezes encontrados noutras modalidades de terapias energéticas ( como a sub ou super estimulação de glândulas e Chakras). O Reiki tem demonstrado na sua prática de ser completamente acessível a todas as pessoas, em qualquer situação, não existindo impedimento quanto a idade e muito menos à condição física do terapeuta – existindo a auto-aplicação mesmo durante o atendimento a outra pessoa.

         Para a aplicação, o Reiki prescinde de mentalizações, preces, cuidados ou qualquer comportamento, externo e interno, para estar promovendo a cura e bem-estar. Sem religião ou filosofia, sem rituais, adequado ao sistema moderno de vida, o Reiki capta e direcciona a mais perfeita e completa energia e manutenção da vida.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:32
Link | Comentar | ver comentários (7) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Não consigo…

. Reiki… Medicina Tradicion...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007