.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 24 de Março de 2015

Actividades de Reiki em Abril

Caríssimos,

     Este mês vão ser desenvolvidas mais um conjunto de actividades de ensino, partilha e voluntariado, em prol do bem-estar comum de todos os particpnates, bem como daqueles que diariamente convivem com eles.

     Assim deixo-lhe as actividades que se encontram em agenda para Abril de 2015.

  Dia 7: Chá com Reiki em Albufeira, às 21h. [gratuito]

    Dia 12: Curso de Iniciação ao Reiki em Albufeira.

      Dia 19: Workshop “Voluntariado de Reiki”, em Albufeira.

    Dia 21: Chá com Reiki em Albufeira, às 21h. [gratuito]

  Dia 25: Curso de Reiki Nível 3 ou Mestrado, em Albufeira

    Dia 26: Curso de Reiki Nível 2 em Vila Real de Santo António.

     No decorrer do mês podem ainda haver mais formações e actividades, mantenha-se atento ou faça a sua pré-inscrição.

     Para solicitar a sua ficha de inscrição envie um e-mail para o seguinte endereço: mestreviktor@gmail.com ou por telefone para o número 962856134 para alguma dúvida e/ou esclarecimento que necessite.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:25
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Março de 2015

"Chá com Reiki" na Biblioteca Municipal de Faro

cartaz semana do japao.JPGHoje às 18h, Chá com Reiki na Biblioteca Municipal de Faro.

Solicita-se um donativo (roupas, brinquedos, livros) que posteriormente a Bilioteca entregará a familias carenciadas.
NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 14:55
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2015

Workshop de Voluntariado de Reiki – 22 de fevereiro – Núcleo de Albufeira

voluntariado-300x150.jpg

      Todo e qualquer reikiano é uma fonte amor incondicional, podendo compartilhar o seu amor com todos aqueles que o rodeiam. Muitas vezes fala-se em cuidar dos doentes, carenciados e moribundos, mas não nos devemos esquecer que há no país centenas de pessoas que através de trabalhos remunerados ou de voluntariado, dão o seu precioso contributo para os mais desfavorecidos, de forma a atenuar os seus sofrimentos.

     Nesse âmbito, a denominação de “2015 – Ano de Cuidar de quem Cuida” tem todo o sentido, pois essas pessoas, quer sejam ou não reikianas, compartilham e praticam gestos de amor incondicional, como tal merecem também ser “recompensados” com amor incondicional. Assim o Nucleo de Albufeira irá promover no próximo dia 22 uma formação de voluntariado de Reiki, para conseguir assim dar inicio ao seu projecto de voluntariado de Reiki, enquadrado no projecto social REIsocialKI iniciado em 2009. Irá contar com a participação do coordenador nacional da APR (Valter Jacinto). Neste momento há já 2 lares de idosos nos quais vamos iniciar este projecto, mas o objectivo futuro é de chegar a mais IPSS para ajudar os utentes e também aqueles que deles cuidam, com muito amor incondicional.

     Para mais informações e/ou esclarecimentos sobre esta actividade os contactos são os seguintes:

e-mail: mestreviktor@gmail.com

    tlm: 962856134

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2014

Partilha - Encontro de Reiki

Chá com Reiki.jpg

 Bom dia,

     Dia 2 vai ser realizado mais um encontro/partilha, "Chá com Reiki", às 21h em Albufeira. Estes encontros têm o objectivo de juntar pessoas interessadas nas terapias orientais e praticantes de reiki, num ambiente relaxado e tranquilo, repleto de energia positiva.

     No final poderá usufruir de um chá convívio entre todos os participantes.

     A entrada para este evento é Gratuita, pois este evento destina-se a toda a comunidade.

     Para mais informações e/ou esclarecimentos pode-me contactar através do seguinte número: 962856134.

Saudações holísticas.

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2014

APR - V Congresso Nacional de Reiki

Carissimos,

     Venho compartilhar com vocês um resumo do congresso nacional de Reiki da APR, com algumas fotos que tirei. Devo salientar que as mesmas estão dispostas pela sequência dos temas abordados. Espero que gostem.

NAMASTÊ

 

Publicado por Viktor às 09:05
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Outubro de 2014

V Congresso Nacional de Reiki

 

 

Publicado por Viktor às 10:55
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Chá com Reiki: Quarta-feira Às 21h

Publicado por Viktor às 10:55
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Maio de 2014

Apresentação do Livro

Caríssimos,

     No próximo dia 30 de Maio às 18:30h, irei fazer a apresentação do livro “Partilhas de um Ser”, na biblioteca Municipal de Almodôvar. Esta apresentação insere-se na Festa do Livro que está a decorrer esta semana na biblioteca. No final da apresentação poderá adquirir um exemplar do livro autografado. Na impossibilidade de estar presente pode fazer a aquisição do mesmo, com toda a segurança na livraria on-line, clicando aqui.

     Depois da apresentação do livro, segue-se um Workshop de Reiki. Este workshop tem como principal objectivo dar a conhecer o Reiki e as suas boas práticas, enquadrando-se no âmbito das actividades de divulgação do Núcleo de Albufeira da APR.

     A entrada para qualquer um destes eventos é totalmente gratuita e, enquadrando-se na campanha de divulgação do Reiki é dirigida a toda a população, desde crianças a idosos. Vem e trás um amigo.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 10:22
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Desejos partilhados...

Publicado por Viktor às 12:29
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

Esclarecimentos sobre Reiki

Caríssimos,

     Relativamente aos cursos de Reiki parece que há um conjunto de dúvidas que paira na mente das pessoas e a quais penso ser do interesse geral esclarecer. O Reiki é uma terapia integrativa oriental que é praticada através da imposição de mãos, sendo o seu objectivo inicial proporcionar o bem-estar ao próprio reikiano. Assim, como podem constatar, o Reiki é um eficaz método de auto-ajuda, o que nos dá a entender que frequentar um curso de iniciação ao Reiki é um investimento que fazemos em nós mesmos e no nosso bem-estar. Quando estamos bem aqueles que nos rodeiam também se ficam melhor, pois tornamo-nos fontes de luz, energia e amor que contagia quem está ao nosso redor.

     A sintonização feita pelo mestre no dia do curso marca a entrada no universo do Reiki, mas o mesmo prolonga-se por mais 21 dias, nos quais o iniciado tem de fazer uma auto-aplicação de Reiki por dia (pelo menos). Os 21 dias seguintes definem-se como o “período da purificação interior” do reikiano, fundamentais e imprescindíveis para qualquer um, pois são parte integrante do curso. Mesmo que inicialmente possa não sentir nada nas suas mãos, mantenha a calma e confie que vai começar a sentir, pois eu mesmo nos primeiros dias tinha a sensação de nada sentir nas mãos. No decorrer deste período podem surgir nas mãos vários sintomas, tais como: formigueiro, picadas, frio, calor, sucção, entre outras sensações. São esses sinais que nos transmitem o estado em que se encontra o chakra, que nos “transmite” o que está menos bem no nosso corpo. É durante o período da “purificação interior” que pode ocorrer o fenómeno denominado de “crise de cura”, pois durante esses 21 dias, através da auto-aplicação de Reiki, o nosso organismo está a receber um tratamento de Reiki. Esse tratamento vai purificar o nosso organismo eliminando bloqueios, libertando toxinas (aquilo que se chama desparazitação em termos médicos), além de poder “puxar” algo que esteja para acontecer brevemente (gripe, infecção, etc…) para ser tratada com o Reiki. Pessoalmente sempre tive crises de cura nos meus 21 dias, que podem ser: Um pico de febre, cheiro mais intenso das fezes, mais vontade de ir ao wc, mais vontade de beber água, entre outros sintomas, pois cada caso é um caso e como tal é impossível generalizar as situações que podem ocorrer.

     Qualquer reikiano deve sempre pautar-se pelo respeito do seu semelhante, por isso só deve aplicar Reiki a outra pessoa se lhe for pedido, porque não temos o direito de interferir no livre-arbítrio seja de quem for. Claro que o reikiano poderá sempre oferecer-se para aplicar Reiki à outra pessoa, mas só o deverá fazer se na verdade a pessoa quiser, e se for a primeira vez deve-lhe explicar bem o que vai fazer para que o receptor fique devidamente esclarecido.

     Por agora fico por aqui, mas caso tenham alguma situação que queiram vez esclarecida não hesitem em perguntar ou sugerir para um próximo texto de esclarecimento geral. Desejo-lhes tudo de bom e façam o favor de ser felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 16:31
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014

REIKI: História em Poesia

Caros leitores,

Nasceu no dia 15 de Agosto,

Mais precisamente no Japão,

Este Ser de luz maravilhoso,

Que foi para nós uma bênção;

         Ser de grande humildade,

         Deparou-se com muitas dificuldades,

         Mas com grande vontade de aprender,

         Estudou em várias cidades;

Procurava respostas e explicações,

Para as fantásticas histórias que ouvia,

Assim acreditando verdadeiramente,

Nas curas que Buda fazia;

         Esteve em muitos locais,

         Do oriente ao ocidente,

         Gostava de experienciar o que aprendia,

         Pois era bastante persistente;

Mesmo com variados estudos,

A nenhuma conclusão chegou,

Mas foram de grande importância,

Para o que mais tarde “encontrou”;

         Então pensou e decidiu,

         Fazer 21 dias de meditação,

         Pode-lhe parecer estranho,

         Mas é uma prática usual no Japão;

Informou a família sobre a decisão,

Levou uns sutras, uma garrafa de água,

E um saco com 21 pedrinhas,

Para contar os dias sem nenhuma mágoa;

         Foi nos últimos dias de retiro,

         Que recebeu essa informação divina,

         Provocando tamanha transformação nele,

         Que a sua vida passou a ser peregrina;

Sentiu uma enorme vontade,

Em partilhar o seu conhecimento,

Começando nos subúrbios de Tóquio,

Para aos sem-abrigo dar alento;

         Através do Reiki dava-lhes esperança,

         Mas ao fim de 3 dias voltavam para ali,

         Foi então que adaptou ao Reiki,

         Os princípios do Imperador Meiji;

Foi no ano de 1922,

Que tudo isto aconteceu,

As descobertas dele deixam-nos felizes,

Por podermos continuar o legado que nos deu;

         Chegou a ter uma clínica em Tóquio,

         Onde aplicou os primeiros tratamentos,

         Também iniciou muitas pessoas,

         Ensinando o Reiki e os seus fundamentos;

Aplicava reiki a todas as pessoas,

Mesmo a quem não tinha ordenado,

Iniciando-os depois no reiki,

E “pagando” com voluntariado;

         Os anos foram passando,

         E o Reiki tinha de continuar,

         Foram apenas 16 os mestres,

         Que o Usui acabou por formar;

Foi o Dr. Chujiro Hayashi,

Aquele que mais se destacou,

Acompanhou o Usui nos seus últimos anos,

Para melhor continuar o trabalho que ele iniciou;

         O Hayashi tinha formação médica,

         Era reformado da marinha imperial,

         Dedicando-se de alma e coração ao Reiki,

         Para não deixar o seu mestre mal;

Tal era a importância que davam ao Reiki,

Que era visto como um tesouro do Japão,

Durante vários anos só foi aplicado e ensinado,

Aos naturais daquela nação;

         Implementou o Reiki na sua clínica,

         Onde ajudou muita gente,

         Tratava-os todos de igual forma,

         Fosse qual fosse o estado do doente;

Deu um grande contributo,

Assumindo o seu papel com grande responsabilidade,

Rejeitou quando foi chamado para um conflito,

Em prol do amor incondicional pela humanidade;

         Mas esta bonita e humana história,

         Estava prestes a ser de grande dimensão,

         Deixando de estar apenas nas terras do oriente,

         Para chegar ao ocidente para grande expansão;

Falo da senhora Hawayo Takata,

Que vivia nos Estados Unidos,

Que em 1934 ficou viúva com 2 filhos,

Fazendo com que se sentissem perdidos;

         Isso fê-los regressar ao Japão,

         Sua linda ilha e terra natal,

         Mas com o turbilhão de acontecimentos,

         Chegou a casa dos pais um pouco mal;

Como viram que a filha não estava bem,

Levaram-na ao hospital de Maeda para ser observada,

Foram-lhe diagnosticados vários problemas,

Ao ponto de ter de ser operada;

         Quando estava quase a ser operada,

         Ouviu uma voz dizer que não necessitava,

         Ficou admirada mas disse ao médico,

         Sem sequer imaginar o que a esperava;

Então o médico recomendou-lhe,

A clínica do Dr. Hayashi para a tratar,

Pois através da medicina convencional,

Teriam sempre de a operar;

         Foi então para a clínica do Hayashi,

         Onde permaneceu 4 meses internada,

         Depois de muitos tratamentos de Reiki,

         Estava feliz e completamente curada;

Isso despertou dentro dela,

Uma enorme vontade de aprender,

Pois o Reiki foi para ela um milagre,

Que lhe permitiu continuar a viver;

         Quando os pacientes do Hayashi,

         Não podiam pagar o seu tratamento,

         Sintonizava-os para em voluntariado,

         Fazerem o seu pagamento;

Takata não tinha dinheiro para pagar,

Pediu ao Hayashi para a sintonizar,

Mas o pedido foi recusado,

Pois o Reiki só no Japão devia ficar;

         Era guardado como um segredo de estado,

         Apenas ensinado aos residentes no Japão,

         A Takata era japonesa,

         Mas residia noutra nação;

Mas Takata foi persistente invocando,

Que nos EUA podia auxiliar a comunidade japonesa,

Assim o Dr. Hayashi deu-lhe a iniciação ao Reiki,

E com os 5 princípios caminhou com firmeza;

         Passou um ano na clínica do Hayashi,

         A aplicar Reiki em regime de voluntariado,

         Estava muito feliz por poder aplicar,

         Demonstrando assim o seu aprendizado;

Mais tarde voltou aos Estados Unidos,

Indo para lá trabalhar,

Dando a conhecer o Reiki,

Que logo se começou a espalhar;

         Era uma grande novidade no ocidente,

         Nunca ninguém tinha ouvido falar,

         Isso fez com que muitos a procurassem,

         Pois queriam sentir e experimentar;

Quando o Reiki chegou aos Estados Unidos,

Começou uma grande fase de expansão,

Espalhou-se por diversos continentes,

Praticado por fiéis de qualquer religião;

         Acabou por chegar cá,

         A este pequeno país conservador,

         Para o beneficio de todos nós,

         Ajuda preciosa para eliminar a dor;

Assim termina a história do Reiki,

Que acabei de escrever em poesia,

Despeço-me agradecendo a vossa leitura,

Desejando a todos um bom dia.

Autor: Mestre Viktor (protegido por copyrigth)

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 11:40
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Junho de 2013

Reiki cada vez mais usado em doentes com cancro para reduzir efeitos da quimioterapia

     No Hospital de São João, no Porto, o Conselho de Administração autorizou já a aplicação de terapia reiki aos doentes oncológicos em ambulatório

     A terapia reiki é cada vez mais usada em doentes com cancro em Portugal para reduzir os sintomas da quimioterapia e ajudar ao relaxamento destes pacientes, segundo médicos e terapeutas.

     No Hospital de São João, no Porto, o Conselho de Administração autorizou já a aplicação de terapia reiki aos doentes oncológicos em ambulatório, sendo aplicada por enfermeiros com formação naquela terapia alternativa e em regime de voluntariado.

     O reiki é uma terapia japonesa que consiste em canalizar a energia colocando as mãos em cima do corpo e pretende promover o equilíbrio global, segundo a Associação Portuguesa de Reiki.

     A médica oncologista Fátima Ferreira explicou à agência Lusa que os doentes em quimioterapia submetidos ao reiki dizem conseguir aguentar melhor os efeitos secundários, como náuseas e vómitos, e acabam por sentir-se mais relaxados, aceitando melhor a sua doença.

     "Tem sido uma ajuda muito positiva para os nossos doentes. Mas isto não vai substituir qualquer tratamento de quimioterapia ou radioterapia, nem é esse o objetivo. Funciona como um complemento, como uma ajuda psicológica", indicou a médica.

     No Hospital de São João este projeto foi impulsionado pela Associação de Apoio aos Doentes com Leucemia e Linfoma, com base numa investigação realizada por uma enfermeira naquela unidade que demonstrou os benefícios do reiki para os doentes com cancro.

     A terapia é disponibilizada, em regime de voluntariado, por enfermeiros do hospital com formação em reiki e não é fornecida pelo Serviço Nacional de Saúde.

     Este projeto, que começou no ano passado, dirige-se sobretudo para os doentes oncológicos em ambulatório, mas tem sido também aplicado a pacientes em internamento.

     Sónia Gomes, da Associação Portuguesa de Reiki, diz que existem diversos estudos científicos internacionais que "comprovam que a terapia reiki ajuda o processo de desintoxicação do organismo após a quimioterapia".

     Ainda não há dados sobre quantos doentes oncológicos em Portugal se submeteram a esta terapia complementar, mas Sónia Gomes dá conta de que têm sido assinados protocolos de colaboração com várias associações de doentes.

     Exemplo disso é a Associação de Luta Contra o Cancro do Intestino -- Europacolon Portugal, que passou a fornecer aos seus associados a possibilidade de terem sessões de reiki.

     "Estamos ligados a uma doença que é uma tragédia, com 7.000 novos casos todos os anos e uma mortalidade superior a 11 casos por dia", disse à Lusa o presidente da Europacolon, Vítor Neves.

     Foi a partir de relatos e experiências de doentes oncológicos que esta associação chegou à conclusão de que o reiki poderia ajudar a "melhorar a vida e o conforto" de pacientes em quimioterapia.

     "Decidimos, assim, disponibilizar aos nossos doentes, a custo zero, o acesso a esta terapia complementar, que pode ser solicitada através da nossa linha telefónica de apoio 808 200 199", indicou Vítor Neves.

     Segundo Sónia Gomes, da Associação de Reiki, chegam já a ser os próprios médicos a recomendar a esta terapia aos seus doentes, depois de terem observado "bons resultados" noutros pacientes, sobretudo com benefícios a nível do humor e disposição.

     Os estudos têm demonstrado "bastante sucesso" no bem-estar dos doentes em qualquer tipo de tumor, segundo indica a terapeuta: "O reiki acaba por equilibrar o sistema do corpo humano. A pessoa relaxa e isso provoca diminuição da corrente sanguínea, a oxigenação melhora e isso produz o tal estado de relaxamento profundo e de bem-estar".

     Atualmente, a Associação Portuguesa de Reiki tem cerca de uma centena de terapeutas disponíveis para fazer voluntariado a doentes oncológicos que estejam a ser submetidos a quimioterapia.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico aplicado pela Agência Lusa

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:10
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2013

Reiki, terapia complementar e integrativa

Restabelecer o equilíbrio e bem estar, leva cada vez mais pessoas a optar por terapias complementares, como o Reiki. Uma terapia, simples e com resultados comprovados.

O enquadramento do Reiki

Reiki terapia complementar e integrativa

Reiki é uma terapia complementar, no âmbito das Terapias e Medicinas de Campo Bio Energético. Esta é a definição na qual o Reiki está inserido segundo o conceito da NCCAM National Center for Complementary and Alternative Medicine.

Esta terapia é realizada através de um toque suave ou a uma curta distância do corpo do paciente, seguindo um rigoroso código de ética, sendo transmitida a “Energia Universal” (Reiki) para as zonas mais necessitadas da pessoa. É uma terapia complementar, ou seja, trabalha em conjunto com todas as Medicinas e outras Terapias, nunca invalidando ou substituindo qualquer uma delas. Não realiza diagnóstico médico nem tem qualquer tipo de prescrição.

O mesmo Reiki, diferentes terapeutas, diferentes métodos

A aplicação de Reiki é vasta e varia de pessoa para pessoa. Cada terapeuta tem uma forma própria de atuar, apesar deste método terapêutico ter protocolos padronizados. O que quer dizer que o Reiki não é mecânico, não pode ser observado como uma prática que irá ter sempre os mesmos pressupostos e resoluções. Cada terapeuta de Reiki, pela sua experiência e interação com a pessoa, define um plano de intervenção próprio, que não pode ser comparável com o de outro terapeuta, isto porque não nos podemos esquecer que esta terapia atua no campo holístico, vê a pessoa como um todo, atua na pessoa como um todo.

Cabe ao terapeuta seguir o código deontológico, verificar sempre o seu próprio equilíbrio e níveis energéticos, assim como prosseguir os seus estudos e práticas, pois o saber não ocupa lugar.

Compatibilidade das diferentes terapias – Integrar com outros planos terapêuticos

Reiki é uma terapia do campo bio energético, não tem, nem usa, acessórios externos como máquinas, não é invasiva, trabalha na área da energia vital da pessoa para restauro do seu equilíbrio e bem estar. Reiki é simples, promove a homeostase, o equilíbrio da pessoa. Esta simplicidade e campo de actuação permite a integração com outras terapias.
Por princípio, o Reiki trabalha complementarmente com qualquer terapia ou medicina, no entanto, o paciente deve ter a perfeita noção onde cada terapia vai atuar e como se sente em relação a isso. A ideia é que todas as opções tenham o mesmo objetivo e um impacto positivo na pessoa.

Interação entre terapeutas de diferente especialidades

A relação profissional entre terapeutas de várias especialidade, com o objetivo comum de auxiliar a pessoa no seu processo de cura, traz vantagens a todos os níveis. Colocando objetivos comuns, partilhando as perceções e reações, pode levar a uma resolução mais rápida no restauro do equilíbrio do paciente. Tal pode ser feito com reuniões ou através de relatórios fechados.

Interação entre Terapeuta de Reiki e Médico – Integrar com a Medicina

Desde 2010, pelo menos, que cada vez mais Médicos conhecem o Reiki e que a recomendação desta terapia pode trazer benefícios para o seu paciente. Desde áreas como a Oncologia, à psicologia e psiquiatria.

Um médico é um pensador crítico, tem toda uma estrutura baseada na evidência, na comprovação, algo que deve ser respeitado e aceite. É graças à medicina que muitas doenças são curadas e evitadas. Ao integrar uma medicina complementar, que foge à evidência e que ainda não está devidamente documentada, é natural que haja reservas e ainda bem que tal acontece. A reserva permite que o terapeuta de Reiki seja ainda mais exigente, consigo mesmo, na demonstração sua postura e na aplicação do seu trabalho. A interação entre o Médico e o terapeuta pode acontecer dentro da mesma clínica onde trabalham. Mantendo a confidencialidade, no entanto, partilhando perspetivas e experiências. Desta forma, quando verdadeiramente todos os intervenientes do processo de cura estão em sintonia, o paciente pode atingir os melhores resultados possíveis.Tudo é uma questão de respeito profissional e de saber o que é mais importante – a saúde da pessoa.

Os resultados de Reiki terapia complementar – Caso de Estudo

Uma sessão de Reiki em enfermeiras diagnosticadas com síndrome de Burnout tem efeitos benéficos sobre a concentração de IgA salivar e a pressão arterial

O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos imediatos na imunoglobulina A salivar (IgAs), na atividade de α-amilase e na pressão arterial, após uma aplicação de Reiki em enfermeiras que sofrem da síndrome de Burnout. Foi realizado ensaio clínico randomizado duplo-cego e placebo controlado, com desenho cruzado. Dezoito enfermeiras (idade entre 34 e 56 anos), com síndrome de Burnout, participaram do estudo. As participantes receberam tratamento com Reiki ou Reiki falso, de acordo com a ordem estabelecida, através da randomização em dois dias distintos. O teste de Anova mostrou interação significativa entre o momento da intervenção e a pressão arterial diastólica (F=4,92, p=0,04) e os níveis de sIgA (F=4,71, p=0,04). Conclui-se que uma sessão de Reiki de 30 minutos pode melhorar de forma imediata a resposta de IgAs e da pressão arterial diastólica em enfermeiras com síndrome de Burnout.

Os resultados mostraram que uma sessão de Reiki produz aumento significativo dos níveis de IgAs e diminuição dos níveis de pressão arterial diastólica, mas não modificou a atividade de alfa-amilase nem a pressão arterial sistólica em enfermeiras acometidas pela SB. O grupo tratado com Reiki placebo mostrou alterações não significativas na pressão arterial ou nos marcadores salivares. Esses resultados indicam que o Reiki pode incrementar a resposta imune inespecífica quando aplicado a enfermeiras que sofrem da SB. Resultados similares foram apresentados anteriormente em participantes saudáveis e em um estudo sem grupo controle(4). A IgAs é uma medida da função humoral imune generalizada que tem sido associada à produção de uma resposta ao relaxamento(15,18). O mecanismo exato subjacente ao aumento da concentração IgAs ainda não foi totalmente compreendido. As glândulas salivares são controladas pelos sistemas simpático e parassimpático. Assim, é possível que a melhora na secreção de IgA, induzida pelo Reiki, relaciona-se à estimulação do sistema nervoso autónomo.
O grupo de intervenção deste estudo recebeu uma única sessão de Reiki, com duração de 30 minutos.

Conclusão
Em conclusão, uma única sessão de Reiki produz melhora imediata da função imunológica (IgAs) e da regulação da pressão arterial em enfermeiras com SB. Portanto, a aplicação de tratamentos por meio do Reiki poderia ser abordagem efetiva com vistas ao manejo e à prevenção dos efeitos negativos do stresse ocupacional, em subgrupos de enfermeiros com perfil de alto risco para SB.

Fonte: APR

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 18:00
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

Código de Ética de Mestres e Professores

     Este código de ética visa auxiliar os Mestres/Professores a manterem o mais alto nível de ética profissional. Ser Mestre e Professor é ser um profissional de Reiki, na via ensino. Esta tomada de consciência é vital para o crescimento sustentado e o reconhecimento do Reiki como uma disciplina e terapêutica complementar credibilizada e reconhecida.

     Estes princípios são ortogonais a qualquer escola de Reiki, visa a atitude e passagem de conhecimento de uma forma profissional e normalizada, sem interferir com os conhecimentos transmitidos em cada nível, por cada escola.

     O Monte Kurama, Associação Portuguesa de Reiki, tem por objectivo definir e manter elevados os princípios éticos, segundo os quais os associados regem a sua prática de ensino.

     Cada uma das alíneas abaixo está descriminada nos Código de Ética do Mestre/ Professor.

     É requerido ao Mestre/Professor:

     a) Integridade, imparcialidade e respeito para com todos os seres vivos;

     b) Relacionamentos e interacções profissionais éticos e objectivos;

     c) Ter os seus níveis energéticos em boas condições para que possa veicular, correctamente a Energia Universal, durante o seu ensino;

     d) A relação entre Mestre/Professor e aluno deve ter um carácter confidencial;

     e) O Mestre/Professor deve ser fazer os possíveis para validar os seus conhecimentos e prática energética, através de reciclagens, partilha de conhecimentos e esclarecimento de questões.

Fonte: Associação Portuguesa de Reiki

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:49
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2012

Reiki uma visão Holística na perspectiva da Enfermagem

 

     Em Portugal, temos vindo a concertar esforços para o reconhecimento do Reiki como Terapia Complementar, credibilizando esta vertente profissional, levando ao cidadão uma oferta especializada com uma visão holística. Em caso algum o Reiki se apresenta como Medicina ou como uma terapia de substituição, tem sempre um contexto de terapia holística e complementar.

     Este artigo, uma entrevista ao enfermeiro e terapeuta Marcelino Cavalcante, do Portal da Enfermagem, dá-nos uma perspectiva muito clara da realidade no Brasil, além de reforçar a sua importância e necessária abertura por parte dos profissionais de saúde – Médicos e Enfermeiros.

Em Portugal já se pratica Reiki em Hospitais, existem muito médicos e enfermeiros formados mas… sem a oportunidade de terem uma prática aprovada nos seus postos de trabalho. Fora do campo profissional Médico, há uma expansão cada vez maior de Terapeutas de Reiki, normalmente praticantes com nível III, chegando alguns a ter uma actividade profissional já com 15 ou mais anos.

     Podem ler o artigo, integral, no site “Portal da Enfermagem

     O equilíbrio entre os diferentes componentes do organismo com o meio ambiente foi descrito na Grécia antiga por Hipócrates, que tinha como filosofia que saúde e doença dependiam da perfeita integração mente/corpo/meio-ambiente.

     Hoje, este contexto de saúde está ligado às Terapias Holísticas/ Complementares/ Alternativas, que são as técnicas que visam uma assistência à saúde do indivíduo, seja na prevenção, tratamento ou cura, considerando-o como mente/corpo/espírito e não um conjunto de partes isoladas. Seu objetivo, portanto, é diferente daqueles da assistência alopática, também conhecida como medicina ocidental, ou em que a cura da doença deve ocorrer através da intervenção direta no órgão ou parte doente.

     A fundamentação da enfermagem nesta visão holística de ser humano está descrita pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) no Parecer Informativo 004/95, mas foi somente dois anos depois que o órgão, meio da Resolução 197/1997, estabeleceu e reconheceu as Terapias Alternativas como especialidade e/ou qualificação do profissional de Enfermagem. Foi a partir daí, então, que o enfermeiro passou a ser reconhecido como terapeuta alternativo/complementar, desde que devidamente concluída a carga horária mínima de 360 horas em cursos reconhecidos em instituição de ensino.

     Dentro desta visão holística está a prática do Reiki, considerada como uma terapia mental e espiritual, descoberta pelo monge budista, Mikao Usui, no final do século passado, e também conhecida como “energia que cura”. Ela nada mais é do que a aplicação da energia inteligente através da imposição das mãos nos chacras principais. “Na aplicação de Reiki, quando canalizamos a energia, acionamos o sistema nervoso parassimpático, que uma vez ativado vai tornar a musculatura macia e o corpo mais aberto e receptivo, equilibrando e tonificando o organismo”, explica o enfermeiro Marcelino da Silva Cavalcante, especialista em Antropologia da Saúde e em Obstetrícia, docente da Faculdade Mater Dei, no Amazonas, e membro da Câmara Técnica de Atenção a Saúde do Cofen.

     Tendo em vista que a utilização desta terapêutica alternativa tem se tornado cada vez mais uma opção para o tratamento de diversos tipos de patologias, e sendo este um fértil campo para a Enfermagem, o enfermeiro Marcelino Cavalcante é o entrevistado do Portal da Enfermagem.

Como o senhor define Reiki dentro do contexto da assistência?

     Reiki é definido como uma terapia holística complementar que pode ser aplicada em todos os campos de assistência de enfermagem, tanto na área hospitalar quanto na saúde coletiva.

Existe alguma legislação própria para esta prática?

     No Brasil não existe ainda legislação que regulamente as praticas holísticas. O que existe são projetos de lei que tentam legislar sobre o mesmo, alguns com desvios de abordagem, como é o caso do projeto de lei da acupuntura, que alguns órgãos médicos defendem que sejam privativos da medicina, odontologia e veterinária. Essa é uma grande discussão ainda para o Cofen se posicionar e garantir o exercício e a pratica da Enfermagem neste campo.

Em quais situações o Reiki pode ser aplicado?

     O Reiki, como terapia holística que é, pode ser aplicado em qualquer situação ou patologia, assim como todas as outras praticas holísticas. Uma vez que o mesmo atua a nível energético, o equilíbrio deste campo é ativado e somatiza-se no físico, resolvendo as patologias que são os sintomas desse desequilíbrio no campo energético. Na minha pratica, utilizo-o mais na área da obstetrícia, porém, no dia a dia, posso aplicá-lo para diminuir uma dor de cabeça, hipertermia, mal estar ou somente para diminuição do cansaço do dia.

O Reiki pode ser aplicado em quais regiões do corpo?

     As regiões base de aplicação do Reiki são os sete chacras principais: alto da cabeça – chacra coronário; na fronte – chacra frontal; no pescoço – chacra laríngeo; no peito – chacra cardíaco; no apêndice xifóide do esterno – chacra do plexo; no umbigo – chacra umbilical ou inguinal e o nos órgãos genitais – chacra raiz. Além dos principais, aplica-se também nos chacras secundários: todas as articulações – ombros, cotovelos, pulso, mão, coxas, joelhos, calcanhares e pés. Lembrando que são aplicados nas regiões antero e posterior do corpo (frente e costas). Mas uma aplicação simples pode ser utilizada apenas a cabeça.

Após posicionar as mãos, qual é o protocolo a ser seguido?

     Depende do nível do reikiano. No nível I, é comum apenas o relaxamento e a intenção de aplicação do reikiano. No nível II e III, são recebidos símbolos que ajudam no centramento do reikiano. Lembrando que só devem aplicar Reiki os iniciados por um mestre, pois caso contrário você aplicará energia sua e não Reiki, e o resultado pode ser uma exaustão de sua energia pessoal, cansaço, sonolência, fadiga, até mesmo desmaio.

Após o centramento, o reikiano “visualiza” a energia Reiki envolvendo-o pelo seu chacra coronário, percorrendo seu corpo, passando pelo chacra cardíaco e saindo pelas mãos e entrando no cliente que pode estar em pé, sentado ou deitado, a posição mais confortável para ambos.

Quais são os benefícios obtidos com o Reiki?

     O Reiki atua profundamente na pessoa, buscando dissolver a causa de problemas e ampliar a consciência. Por isso, auxilia na cura de desequilíbrios físicos e emocionais; favorece a habilidade de cura natural do corpo; libera bloqueios energéticos e promove relaxamento total; ajuda a eliminar o estresse; limpa o corpo de resíduos tóxicos; ativa as glândulas, órgãos, sistema nervoso e sistema imunológico; diminui efeitos colaterais de tratamentos de saúde e potencializa a ação positiva de remédios. Sua aplicação é ótima antes e depois de cirurgias e em mulheres grávidas, e os bebês também adoram Reiki. Vale acrescentar que o Reiki afeta cada indivíduo de um modo muito pessoal, portanto o resultado do tratamento é determinado pelas necessidades (nem sempre óbvias) da pessoa que é tratada.

“Reiki afeta cada indivíduo de um modo muito pessoal, portanto o resultado do tratamento é determinado pelas necessidades (nem sempre óbvias) da pessoa que é tratada”

Há alguma contraindicação?

     Não, não há, mas é bom evitar o Reiki em pessoas que estejam anestesiadas porque, como ele limpa as toxinas o efeito anestésico pode acabar antes do prazo estabelecido pelo médico.

E ele pode ser aplicado dentro da instituição de saúde, ou seja, no paciente internado?

     A aplicação das terapias holísticas é regulamentada na pratica da saúde coletiva por portaria ministerial. Na área hospitalar, alguns exemplos isolados podem ser citados: em consultórios de colegas enfermeiros (tenho o meu, onde aplico Reiki, desde agosto de 2001), em Brasília (a Mestra Maria Tereza Cunha é uma das líderes do Serviço Auxiliar de Voluntários (SAV), o qual desenvolve um projeto de atendimento no principal hospital do Distrito Federal, o Hospital de Base) Na Universidade Federal de Pernambuco, existe um serviço ambulatorial de Reiki em atendimento à população.

Como isso é registrado no prontuário do paciente?

     Dentro de uma rotina de sistematização da assistência de enfermagem, existe inclusive um diagnóstico de enfermagem na NANDA, e que deve ser utilizado em registro no prontuário. Digo que vai depender da rotina da instituição. Como o que existe no momento são casos isolados e não sistematizados, solicitamos aos colegas que trabalham com o Reiki que possam sistematizar a sua aplicação e o seu registro. Seria bom se isso realmente pudesse ser colocado em aplicação e evidência.

O consentimento do paciente em receber a técnica é por escrito ou é um comunicado entre profissional-paciente?

     Na minha prática eu apenas tenho uma conversa com o cliente de esclarecimento sobre o que é o Reiki. Na área hospitalar, desde que haja a sistematização da assistência, acredito que deva ser usada a rotina de consentimento escrito pelo paciente ou responsável, com o intuito de evitar possíveis complicações por recusa, principalmente por parte de pacientes inconscientes ou menores de idade.

O Reiki pode ser aplicado pelo auxiliar/ técnico de enfermagem?

     Sim, o Reiki pode ser aplicado por qualquer profissional seja da enfermagem ou de qualquer outra área, desde que esse seja iniciado/habilitado por um Reiki Master (Mestre em Reiki), por ser uma terapia tradicional japonesa (assim como a acupuntura chinesa – passa de pai para filho), não necessita de formação superior para tal. Na realidade a área e a idade não vão influenciar na aplicação, mas sim a consciência do reikiano (pessoa habilitada em Reiki).

Quais são as etapas/estágios para o profissional que quer se especializar em Reiki?

     Veja bem, existem várias linhagens de Reiki. Na minha linhagem, a formação é organizada em três níveis: sendo o nível I chamado de Reiki presencial; o nível II de Reiki a distancia e o nível III, de nível de Reiki Master (nível do Mestre). Ao todo, dependendo da aplicação do aluno, a formação gira em torno de um ano e meio a dois anos. Como é um curso livre, o processo de especialização deve ser visto junto à Associação Brasileira de Terapias Naturais em Enfermagem (Abraten), que é o órgão responsável por congregar os colegas da enfermagem que atuam com estas práticas holísticas. A sede é no Rio Grande do Sul.

Em sua opinião, como a saúde vê a aplicação do Reiki por parte da enfermagem?

     Como uma terapia holística e que está sendo divulgada em massa há pouco tempo, embora já presente no Brasil há alguns anos, existe ainda um pouco de preconceito quanto às mesmas. E mais, por ser aplicada por uma profissão que sofre as discriminações históricas e cuja população não esta habituada com o enfermeiro diagnosticando e tratando, mesmo sendo com uma terapia holística, o profissional sofre no inicio para conseguir clientela, dependendo também da região do Brasil. Algumas profissões já a aplicam há mais tempo que a enfermagem, como é o caso da fisioterapia, recebendo uma melhor aceitação da população. Casos especiais podem ser citados, quando o enfermeiro já tem uma clientela especifica de conhecidos, que confiam no seu trabalho e já conhecem ou ouviram falar da terapia.

“cuja população não esta habituada com o enfermeiro diagnosticando e tratando, mesmo sendo com uma terapia holística, o profissional sofre no inicio para conseguir clientela”

Quais são os principais benefícios do Reiki para um paciente?

     Veja bem, os benefícios vão desde o relaxamento muscular (ativação do sistema nervoso parassimpático), aumento da resposta imunológica, sensação de sono, com melhoria da qualidade do repouso, melhoria da qualidade de vida pela diminuição do estresse. Como benefícios específicos, cito a diminuição ou eliminação da dor, hipertermia, potencialização de tratamentos, entre outras coisas. Na realidade, esse tratamento vai ativar a própria capacidade de cura do individuo. Posso complementar que o Reiki termina trazendo um beneficio de comportamento, por trabalhar em nível de campo energético, trazendo inclusive tranqüilidade no agir, para quem recebe e para quem aplica. Posso afirmar que no caso da Enfermagem Neonatal os benefícios são para o neonato, a genitora e o profissional, como deixei explícito na oficina que ministrei no COBENeo, Rio de janeiro, em novembro do ano passado.

Reiki pode ser considerado um cuidado paliativo?

     Cuidado paliativo é visto como algo que vem aliviar, não solucionar. Se for nesse prisma, não vejo o Reiki como cuidado paliativo, pois na minha experiência ele já resolveu muitos problemas de pacientes e clientes. Se você for observar, na aplicação em pacientes de oncologia, em pacientes FPT (Fora de Possibilidade de Tratamento), posso visualizar como um cuidado paliativo de alívio da dor e do estresse, embora a terapeuta em Reiki Paula Horan, em suas publicações informa ter conseguido inúmeros sucessos em reabilitação de pacientes oncológicos.

Como deve ser o perfil do profissional que irá dedicar-se a esta área?

     Vejo que precisa ter uma visão holística, não deve ver o cliente somente como um ser físico, uma vez que o mesmo é composto de várias dimensões. Deve ter afinidade com a área e gostar de ler e aprofundar-se, como em qualquer outra especialidade da Enfermagem. Lembrando que as praticas “alternativas” possuem legislação do Cofen, que na Resolução 197/1997 estabelece e reconhece as Terapias Alternativas como especialidade e/ou qualificação do profissional de Enfermagem.

O que levou o senhor a esta prática?

     Bem, desde adolescente tenho proximidade no trabalho com energia, já conheci o Reiki na fase jovem-adulta, era enfermeiro e ao conhecê-lo, depois que fui iniciado, comecei a prática diária do Reiki, e em um ano e meio me tornei mestre. Meu mestre é pernambucano e muito ativo nas terapias holísticas.

Em sua opinião, o Reiki é um campo a ser explorado pela enfermagem?

     Com certeza deve ser explorado, e muito. É uma área que tem potencial muito grande, como todas as terapias holísticas, e cuida do cliente como um todo, respeitando todas as suas dimensões.

É uma alternativa para a enfermagem empreendedora, ou seja, para o enfermeiro abrir seu próprio consultório?

     Você tocou num ponto que defendo sempre. A enfermagem precisa ser empreendedora, deve ser autônoma como preconiza nossa lei 7.498/86 e deve prestar esse serviço à população brasileira. Temos vários colegas no Brasil que possuem seus consultórios e clinicas. Vou citar duas que são conhecidas e amigas pessoais. A Dra. Isabel Reis, Conselheira do Cofen, que possui sua clínica e faz aplicação de Acupuntura no Distrito Federal. Outra colega é a Dra. Rosemeire Sartori, de São Paulo, que trabalha com Reflexologia, e desde 2001 eu possuo um Consultório de Enfermagem onde trabalho com o Reiki, massagem Do-in e massagem Ayurvédica.

Quais recomendações você acha importante passar ao terapeuta antes da aplicação de Reiki?

     Lavar as mãos é essencial antes da aplicação de Reiki, pois devem ser retiradas tanto as impurezas físicas como as energéticas. Lava-se com água e sabonete e, se for possível, com o sal granulado, que muitos pensam que é utilizado pelo sabor do salgado, mas não, o que importa aqui são os cristais do mesmo para uma limpeza energética. Pode ser utilizado os próprios cristais para essa lavagem das mãos, embora com cristais você possa ter incidentes como cortes nas mãos do reikiano. Estar tranqüilo é outro aspecto fundamental. O reikiano do nível I recebe do seu mestre orientação quanto ao centramento antes da aplicação. No nível II e III também são utilizados os centramentos (concentração) antes da aplicação. O ambiente pode ser preparado para expandir o potencial da aplicação (luzes diminuídas, incenso ou essência, cores, som de relaxamento, etc.) embora possa ser aplicado em qualquer lugar, em uma rodoviária, em um aeroporto ou outro local.

 Marcelino da Silva Cavalcante é enfermeiro com especialização em Antropologia da Saúde e Obstetrícia, docente da Faculdade Mater Dei, em Manaus, membro da Câmara Técnica de Atenção a Saúde do Cofen e Conselheiro do Coren-PA.

Fonte: Associação Portuguesa de Reiki

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:20
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
18
19
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Actividades de Reiki em A...

. "Chá com Reiki" na Biblio...

. Workshop de Voluntariado ...

. Partilha - Encontro de Re...

. APR - V Congresso Naciona...

. V Congresso Nacional de R...

. Chá com Reiki: Quarta-fei...

. Apresentação do Livro

. Desejos partilhados...

. Esclarecimentos sobre Rei...

. REIKI: História em Poesia

. Reiki cada vez mais usado...

. Reiki, terapia complement...

. Código de Ética de Mestre...

. Reiki uma visão Holística...

. Reflexão

. Dia Internacional do REIK...

. Workshops de Reiki em Jan...

. Workshop de Reiki

. Reiki, quais os benefício...

. Actividades Reikianas

. Actividades de Outubro

. Actividades de Setembro

. Trabalho como Delegado

. Reflexão...

. WorkShop de Reiki

. WorkShop na Escola Secund...

. Conversas com...

. Propósito do Reiki Ryoho

. Reflexão...

.Arquivos

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007