.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

A fonte de toda a Prosperidade

Caríssimos,

     A fartura é o estado em que todas as nossas necessidades são prontamente atendidas e nossos desejos facilmente realizados. Nesse estado vivenciamos alegria, saúde, felicidade e vitalidade em todos os instantes de nossa existência.

     A fartura é realidade, e o verdadeiro propósito deste livro é termos uma visão profunda da natureza da realidade.

     Quando estamos ligados à natureza da realidade e sabemos que essa mesma realidade é nossa própria natureza, percebemos que podemos criar qualquer coisa, porque toda criação material tem uma única origem.

     A natureza recorre ao mesmo manancial para criar um aglomerado de nebulosas, uma galáxia de estrelas, uma floresta tropical, um corpo humano ou um pensamento.

     Tudo o que é matéria, tudo o que podemos ver, tocar, ouvir, saborear, ou cheirar e feito da mesma coisa e vem da mesma fonte. O conhecimento desse fato nos confere a capacidade de realizar qualquer desejo, adquirir qualquer objecto material que possamos querer e vivenciar sem limites a realização e a alegria.

     Os princípios descritos neste livro dizem respeito especificamente à criação da riqueza material ilimitada, mas podem ser aplicados à realização de qualquer desejo, porque são os mesmos princípios que a natureza põe em prática para criar a realidade material a partir de uma essência não material.

     Antes de apresentá-los, gostaria de explicar mais detalhadamente o que a ciência, em particular a física, tem a dizer sobre a natureza do universo que habitamos, a natureza do corpo humano, a natureza de nossa mente e a relação entre os três.

Segundo os físicos que estudam o campo quântico, todas as coisas materiais – sejam automóveis, corpos humanos ou notas de dinheiro – são feitas de átomos. Esses átomos, por sua vez, são feitos de partículas sub-atómicas, que, por sua vez, são flutuações de energia e informação num imenso espaço de energia e informação.

     Em todos os meus livros e gravações explico detalhadamente a natureza da realidade quântica. Sintetizando, posso dizer que a conclusão fundamental dos estudiosos do campo quântico é que a matéria-prima do mundo não é material, as coisas essenciais do universo são “não coisas”. Toda a nossa tecnologia baseia-se nesse fato, que faz cair por terra a atual superstição do materialismo.

Aparelhos de fax, computadores, televisores - todas essas tecnologias são possíveis porque os cientistas não acreditam mais que o átomo, a unidade básica da matéria, seja uma entidade sólida. Um átomo não tem nada de sólido. Ele é uma hierarquia de estados de informação e energia em uma vastidão de possíveis estados de informação e energia.

     A diferença entre duas coisas – como a diferença de um átomo de chumbo e um átomo de ouro – não está no mundo material. As partículas sub-atómicas como protões, electrões, quarks e bosons que constituem um átomo de ouro ou de chumbo são exactamente as mesmas. Além disso, embora as chamemos de partículas, elas não são materiais, e sim impulsos de energia e informação. O que torna o ouro diferente do chumbo é a organização e a quantidade desses impulsos.

     Toda criação material é estruturada a partir de informação de energia. Todos os eventos quânticos são basicamente flutuações de energia e informação. E esses impulsos de energia e informação são as “não coisas” que constituem tudo o que consideramos coisa ou matéria.

     Portanto, fica claro que não apenas o estofo essencial do universo é uma “não coisa”, mas também que ela é uma “não coisa” pensante! Afinal, o que é um pensamento senão um impulso de energia e informação?

     Achamos que os pensamentos só acontecem dentro de nossa cabeça, mas essa impressão deve–se ao fato de os percebermos como algo estruturado linguisticamente, que é falado em nossa própria língua. Todavia, esses mesmos impulsos de energia e informação que vivenciamos como pensamentos – esses mesmos impulsos – são a matéria-prima do universo.

     A única diferença que existe entre os pensamentos que estão em minha cabeça e os que estão fora dela é que eu percebo os primeiros em termos estruturados linguisticamente.

     Contudo, antes de um pensamento tornar-se verbal e ser expresso como uma linguagem, ele não passa de uma intenção e, mais uma vez, é apenas um impulso de energia e informação.

     Em outras palavras, num nível pré-verbal, toda a natureza fala a mesma língua. Somos todos corpos pensantes num universo pensante. E assim como o pensamento se projeta das moléculas do nosso corpo, os mesmos impulsos de energia e informação projetam-se como eventos espaço-tempo em nosso ambiente.

     Por trás da roupagem visível do universo, alem da miragem das moléculas, da maya - ou ilusão - do que é físico, jaz uma matriz una, invisível, feita de nada. Esse nada invisível silenciosamente orquestra, instrui, orienta, governa e obriga a natureza a expressar-se com infinita criatividade, infinita abundância e inabalável exactidão em uma miríade de estilos, padrões e formas.

     As experiências da vida são o movimento contínuo dessa matriz do nada, desse movimento contínuo tanto do corpo como do meio ambiente. São nossas experiências de alegria e tristeza, de êxito e fracasso, de fortuna e pobreza. Todos esses eventos são aparentemente coisas que nos acontecem, mas, em níveis mais primordiais, somos nós que as fazemos acontecer.

     Os impulsos de energia e informação que criam nossas experiências reflectem-se em nossas atitudes diante da vida, e nossas atitudes são o resultado e a expressão dos impulsos de energia e informação que nós mesmos geramos.

                                                                  [Deepak Chopra]

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 09:03
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

Reflexão: The power of Love

Caros leitores,

     De todas as energias e forças do universo a energia do Amor é a mais forte de todas. Todo o universo está a passar por um período de profundas mudanças que acabam por vir gerar ainda mais confusão mental, às mentes já algo conturbadas dos Seres humanos. Todas as semanas surgem fenómenos naturais no planeta (tsunamis, cheias, tremores de terra, incêndios, etc.) que perturbam as zonas afectadas do globo terrestre, às quais podemos acrescentar as atitudes dos seres humanos que, detentores de um certo poder, tentam “manipular” os destinos evolutivos do planeta. Esses conjuntos de pessoas que pretendem dominar o planeta são, como a maioria das pessoas sabe, as organizações secretas, países, estados, governos, grupos de guerrilha, religiões, enfim, uma grande variedade de organizações, que vão tentando manipular o Ser humano das mais variadas formas. Uns tentam através da força das armas, outros através do “poder” que lhes é conferido quando ocupam determinados lugares de organizações e outros através da religião comandando as pessoas através da mente.

     Na realidade esta reflexão era para abordar o tema Amor, mas senti a necessidade de escrever o parágrafo anterior para, na generalidade, lhes dar um exemplo global dos gestos e atitudes desprovidos de qualquer tipo de sentimento de Amor. Na verdade vivemos num planeta onde diariamente somos “obrigados” a lidar com esse tipo de gestos, desprovidos de amor, compaixão, humildade ou até mesmo humanidade, o que é triste e me leva a pensar: Mas que evolução teve a mente humana desde os nossos antepassados? (Pare de ler e pense um pouco na pergunta.)

     Em meu entender, o primeiro passo que devemos dar para podermos usufruir e usar a energia do Amor é amarmo-nos a nós próprios acima de tudo. Quando um Ser se ama impregna-se de Amor, passando a ser como um sol irradiando “raios” de luz e Amor em seu redor. Ao nos preenchermos com Amor vamos também dar um contributo fundamental para a nossa mente, de forma a termos pensamentos mais positivos, puros, humildes e humanos, sem segundas intenções e sem nunca querer prejudicar ninguém. Normalmente o Ser humano quando fala da palavra Amor utiliza-a associada à palavra Sexo, o que restringe imenso o verdadeiro sentido da palavra Amor, até porque sexo é algo que pode ser praticado com ou sem Amor, dependendo da maneira de ser de cada um. Veja-se o seguinte exemplo, ao longo da história algumas pessoas deram provas de verdadeiro Amor (Buda, Tao, Jesus, Madre Teresa de Calcutá, São Francisco de Assis, Santo António, entre outros) e quando se fala da vida e obra dessas pessoas nunca se fala de sexo, o que demonstra bem que Amor verdadeiro nada tem a ver com isso, estando apenas associado a isso quando se fala de Amor entre dois seres humanos especificamente (namorados, casados, etc.).

     Diariamente podemos colocar Amor em tudo o que fazemos, no trabalho, nas conversas, na socialização, nos gestos, nas atitudes, isto é o Amor Incondicional (uma dádiva desinteressada) praticada em prol do nosso semelhante, e acreditem que quando toda a humanidade praticar esse tipo de gestos, teremos sem dúvida um mundo muito melhor para todos os seres, onde predominará o Amor e a compaixão entre todos. Termino esta reflexão dizendo que uns gestos de Amor por dia, nem sabem o bem que lhes fazia.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:30
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

A Visão Tibetana do Renascimento

     Cremos sim, que o que estabelece a continuidade entre as vidas não é uma entidade, mas antes o mais subtil e último dos níveis de consciência.

     O modo exacto como o renascimento ocorre foi bem ilustrado com o seguinte exemplo:

Numa série de renascimentos, as sucessivas existências não são como as perlas de um colar, seguras por um fio – a «alma» - que passe através de todas as pérolas, são mais como dados empilhados em cima uns dos outros. Cada dado é independente, mas suporta o que está por cima dele, com o qual está funcionalmente ligado. Entre os dados não existe uma identidade, mas sim uma condicionalidade”.

     Nas escrituras budistas há um relato muito claro sobre este processo de condicionalidade. O sábio budista Nagasena explicou-a ao rei Milinda num conjunto de respostas às perguntas que este lhe fez, respostas essas que ficaram famosas.

Milinda perguntou a Nagasena: «Quando uma pessoa renasce, é a mesma que morreu ou é diferente?»

Nagasena respondeu: «Nem é a mesma, nem é diferente… Diz-me, se um homem acendesse uma candeia, poderia esta fornecer luz durante toda a noite?»

«Sim.»

«E a chama que arde na primeira parte da noite é a mesma que arde na segunda… ou na última?»

«Não.»

»Isso quer dizer que há uma candeia na primeira parte da noite, outra na segunda e ainda outra na terceira?»

«Não. É por causa de uma só candeia que a luz brilha durante toda a noite.»

«O renascimento é semelhante: quando nasce um fenómeno, o outro termina ao mesmo tempo. Assim, o primeiro acto da consciência na nova existência não é o mesmo da existência prévia, nem é diferente.»

     O rei pediu outro exemplo para explicar a natureza precisa dessa dependência, e Nagasena comparou-a ao leite: «O coalho, manteiga ou queijo, podem ser feitos do leite, nunca são o leite, mas dependem inteiramente dele para a sua existência.»

     A seguir Milinda perguntou:

«Se não há um ser que passe de corpo para corpo, então porque não estamos todos livres das acções negativas que cometemos em vidas passadas?»

     Nagasena deu-lhe este exemplo:

«Um homem rouba as mangas de alguém, mas elas não são exactamente as mesmas que a outra pessoa originalmente possuíra e plantara. Nesse caso, por que motivo há de ser merecedor de castigo?» «Merece-o», explicou Nagasena, «apenas porque as mangas que ele roubou cresceram a partir daquelas que o seu proprietário plantou. É por isso que as nossas acções numa vida, sejam elas puras ou impuras, estão ligadas a outra vida, e por isso não nos podemos libertar das suas consequências.»

Sogyal Rinpoche

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:41
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Julho de 2013

Fácil vs Difícil

Falar é completamente fácil quando se tem em mente as palavras que expressam a nossa opinião, o difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer....

     Fácil é sair com varias pessoas ao longo da vida, difícil é entender que pouquíssimas delas te vão aceitar como és e fazer-te completamente feliz...

     Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir. Difícil é ser sempre amigo e dizer sempre a verdade quando for preciso...

     Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre ela. Difícil é viver essa situação e saber o que fazer...

     Fácil é mentir ao vento o que tentamos esconder. Difícil é mentir ao nosso coração...

     Fácil é ver o que queremos ver. Difícil é saber que nos iludimos com o que achavamos ter visto...

    Fácil é dizer "olá" ou "tás bem?". Difícil é dizer "adeus" principalmente quando somos culpados pela partida de alguém da nossa vida...

     Fácil é perguntar o que queres saber. Difícil é estar preparado para ouvir a resposta....

     Fácil é chorar ou sorrir quando temos vontade. Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar com vontade de sorrir...

     Fácil é beijar, difícil é entregar a alma.

     Fácil é ditar regras, difícil é segui-las.

     Fácil é sonhar todas as noites, difícil é lutar por um sonho.

     Fácil é exibires a tua vitória a todos, difícil é assumires a tua derrota com dignidade..

     Fácil é viver o presente, difícil é esquecer o passado.

     Fácil é tropeçar numa pedra, difícil é levantar duma queda.

     Fácil é desfrutar a vida de cada dia, difícil é dar-lhe o verdadeiro valor.

    Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados, difícil é sentir a energia que é transmitida, aquela que toma conta do corpo como uma corrente eléctrica quando tocamos a pessoa certa...

     Fácil é julgar pessoas que estão a ser expostas pelas circunstâncias, difícil é encontrar e reflectir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez errado!

     Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado, difícil é expressar o teu amor a alguém que realmente te conhece, respeita e entende.

Eterno é tudo aquilo que dura a fracção de segundo, mas com tanta intensidade que se petrifica e nenhuma força pode destruir.... Há muitas coisas fáceis, difícil é conseguir as que são difíceis...

Autor desconhecido

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 20:38
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Palavras Soltas

     Apetece-me escrever não sei o quê, algo mais ou menos profundo, com a intensidade e o significado que cada um lhe quiser atribuir. Por vezes escrevo frases soltas, outras vezes um simples parágrafo e noutras textos completos.

     Do muito que se pode escrever, por vezes fico com a sensação que quase nada escrevi. Cada palavra vale aquilo que vale, e quando encadeadas numa deterninada sequência formam ideias, conceitos, mensagens ou simples expressões daquilo que nos vai na alma naquele momento.

     Escrevo partilhando um pouco de mim, para uns não é nada, mas para outros pode significar algo. Em momentos diferentes vislumbramos cenários e personagens diferentes, mas com situações tão semelhantes que nos levam à conclusão de que todos temos de passar por experiências idênticas.

     Por vezes sentimo-nos fortes, repletos de energia, cheios de amor, impregnados de luz e tantas outras coisas que nos fazem sentir bem. Nesses momentos sorrimos, brincamos, dançamos, cantamos, é como se o mundo parasse è nossa volta, mas esses momentos parecem ser tão pequenos. Nesses dias o dia tem 24h tal como nos outros, aquilo que chamamos de “estado de espírito” é que está diferente e assim o tempo parece que passa mais depressa.

     Quantas vezes nos sentimos completamente sós, nos deixamos abater por atitudes incompreendidas, palavras negativas, acusações sem fundamento ou gestos menos próprios? Tantas, quantas as vezes que damos demasiada importância à situação ou até mesmo à pessoa que nos tentou “ferir”. Isto acontece porque desde tenra idade apenas nos ensinaram a pensar, não a comandar e domesticar a nossa mente. Em verdade lhes digo que o dia que conseguirem dominar a vossa mente (pensamentos) serão os vossos próprios mestres e podem assim viver mais em paz e harmonia com o universo. Vivam na Paz e no Amor e ai serão Felizes.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:40
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2012

A Perfeição do Plano Divino

 

MESTRA ROWENA

Canalizada por Maria Silvia Orlovas

Transcrição: Patrícia Viégas

05/09/2012

     Há uma vida de perfeição, de luz, de amor, de bem aventurança, pra cada um de vocês, há um plano perfeito.

     É importante o homem acreditar que é merecedor da Graça de Deus.

    Vocês, ainda têm a mente muito pequena, focada no pecado, nas restrições, na culpa e nas manipulações. Infelizmente, meus filhos, constantemente vocês se cobram, infelizmente constantemente vocês olham os seus erros e se apegam a eles, limitando toda e qualquer bênção, limitando, toda e qualquer graça.

     A graça, não é como os peixes que o pescador lança a sua isca e no escuro do rio espera que possa ser atendido. A graça é como uma gota de chuva, que se derrama no solo e pela mão Divina, pela sua imensa sabedoria, sabe para onde dirigir o líquido e fazer brotar a semente.

     Há uma luz, há uma condução em tudo, mesmo quando você não vê.

     É preciso se desapegar do sofrimento.

     É preciso se desapegar do condicionamento de dor, de culpa.

     No momento em que vocês conseguirem olhar os seus erros e se perdoarem e caminharem para frente, desejosos de fazer o bem e de agir para o bem, sem apego e sem egoísmo, o seu mundo vai sendo transformado pelas suas atitudes e conexão.

     Há uma abertura no coração.

     Essa abertura, cada um de vocês pode fazer por si mesmo.

Abram, expandam, permitam.

     O plano perfeito, aquele que Deus traçou pra cada um de vocês, não quer dizer que sejam planos sem desafios ou possíveis sofrimentos. Mas a intensidade desse sofrimento é totalmente transformada, quando há a luz da consciência. E sempre, em todos os momentos, podem aparecer anjos de luz na sua vida, que ajudarão a atravessar o percurso da escuridão.

     O plano é perfeito quando faz vocês se elevarem, se transformarem, se modificarem.

     O plano é perfeito, quando os obriga a mudar, a sair do comodismo.

     O plano é perfeito quando ativa o amor e possibilita que vocês olhem melhor para as pessoas que estão ao seu lado.

     O plano é perfeito quando há amor.

     Façam a profunda conexão com o amor.

     Não julgue mal as pessoas, aprendam a ouvi-las e liberá-las.

     Não julgue mal a si mesmos, se permitam manifestar a cada dia, algo a mais da perfeição que Deus os criou.

   Vocês moldam o seu destino, limitam ou abrem as suas vidas.

      Façam através do profundo amor.

     É o tempo do amor.

     Agora, é o tempo do amor.

     Em sintonia com a Chama Rosa, Eu Sou Mestra Rowena e abençôo vocês.

     Sigam na paz, sigam no caminho do amor.

     E não se cobrem em ter todas as respostas.

     Às vezes, é muito saudável, vocês oferecem á Deus e ao próximo, o espaço para perguntas, o espaço para dúvidas, o espaço para questionamentos, porque é aí neste espaço que muitas transformações podem se manifestar.

     Quando vocês não sabem tudo, vocês permitem que novas coisas, novas verdades e novos sentimentos se manifestem em suas vidas.

     O plano perfeito de Deus é assim, sujeito a mudanças, alterações, aberturas e transformações, porque o amor é assim. O amor permite que as coisas vão acontecendo. O amor de Deus é tão perfeito e tão profundo por vocês, que ele lhes permite ir se arrumando, se transformando, se moldando a aquilo que é bom, a aquilo que é melhor.

     Deus oferece à vocês a vida, para que em todos os momentos, vocês possam recriá-la, com amor.

     Recebam as nossas bênçãos e a nossa luz e cultivem essa energia. Façam do amor, o cuidado que teriam com uma flor; todos os dias amar, todos os dias oferecer o seu melhor.

     Recebam as nossas bênçãos e a nossa luz.

     Estaremos atuando em vocês, no exercício da cura e do amor.

     Tenham paz, tenham paz.

MESTRA ROWENA

Fonte: Alpha Lux

Fonte: http://stelalecocq.blogspot.com.br/2012/09/mestra-rowena-perfeicao-...

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: R. Comercial
Publicado por Viktor às 17:15
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Novembro de 2011

Atitudes...

Queridos irmãos,

     Em todos os momentos da nossa existência, todos os seres agem e reagem através das atitudes. As mesmas podem ser verbais, gestuais ou comportamentais. Por vezes somos incompreendidos ou mal interpretados nas nossas palavras ou gestos, o que acaba por nos provocar algum aborrecimento. Sabe porque razão este feedback menos positivo lhe provoca esses sentimentos? Porque todo o Ser Humano tem por hábito ver os outros à sua imagem e semelhança, logo cada um tem formas de reagir diferentes, pois até perante a mesma situação a atitude varia consoante o “estado de espírito” que a pessoa se encontra naquele momento.

     Mais uma vez podemos constatar a importância do controlo mental nas nossas atitudes. Uma pessoa tendencialmente negativa observa e transmuta todas as palavras positivas que lhe dizemos em palavras negativas, o que em muitos casos gera uma interpretação errada das sugestões positivas que lhe são feitas (digo sugestões, porque o livre arbítrio da pessoa é quem sempre decide a atitude a tomar).

     Vamos todos ter uma atitude positiva sobre a vida e tudo o que nos rodeia, pois essa forma de estar permite-lhe elevar a sua vibração energética, o que o faz irradiar boas energias o que faz com que atraia para si coisas mais positivas também. Seja positivo e deixe de se lamentar tanto, pois cada um de nós é o principal arguido no julgamento da sua vida.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:30
Link | Comentar | favorito
Sábado, 26 de Fevereiro de 2011

Amor...

Caros Irmãos,

      O AMOR não é algo estranho, mas sim algo que está dentro de nós e que pode ser irradiado das mais diversas formas e feitios. Ele flui através de todos os poros corporais quando o Ser Humano é na realidade uma fonte de Amor Incondicional e Compaixão. Quando se fala em Amor, muitas pessoas geram mentalmente como de uma forma automática, uma ligação à palavra sexo; isto deve-se ao estado global em que se encontra o planeta, impregnado de energias de baixa densidade, onde as pessoas vivem pressas ao materialismo, inveja, ganância, gula, ego e apego. Todas estas coisas estão intimamente ligadas às baixas vibrações, fontes de sofrimento do Ser Humano e em muitos casos a raiz dos seus problemas que provocam o surgimento de doenças (desgosto desta palavra, prefiro usar o termo obstáculo). De certo porém que todo e qualquer ser humano não veio a este planeta para sofrer, veio sim para se aperfeiçoar, aprendendo as lições de vida, segundo as leis universais (as leis humanas muitas vezes não respeitam todos os seres humanos da mesma maneira) que se aplicam a todos nós sem excepção.

      Todo o Ser Humano tem Amor dentro de si, tal como outras coisas, mas muitas vezes estas boas qualidades encontram-se enclausuradas no seu íntimo, sedentas de liberdade, mas liberdade essa que se encontra aprisionada pela própria mente. Sim, porque a mente (plano mental) do ser humano é o seu Juiz e Carrasco, pois impõe as restrições ao subconsciente (juiz) e sofre as consequências das mesmas (carrasco). Todos somos e fazemos parte do Uno universal o que significa que cada um de nós é uma parte divina de Deus, e todos formamos a Unidade. Assim todo o Ser Humano tem Amor e outras maravilhosas qualidades que anseiam ser libertas e exteriorizadas.

      Em muitos dos gestos praticados diariamente podemos encontrar o verdadeiro sentido do Amor, ora veja-se o seguinte exemplo: Uma pessoa que adora cozinhar, quando o faz com Amor, a comida tem um sabor melhor e quando o faz por obrigação, sente-se no sabor da comida que falta o “ingrediente secreto” do Amor. Este é o ingrediente que podemos colocar em tudo o que fazemos até nos mais pequenos e subtis gestos, em qualquer lugar ou situação, pois até o nosso plano físico (corpo) se aterá quando irradiamos Amor em prol do nosso semelhante. Acordar com Amor, viver no Amor e descansar (dormir) com Amor faz de nós seres melhores, muito felizes, mais saudáveis, harmonizados, repletos de bem-estar, verdadeiras esferas energéticas irradiando em todas as direcções raios de luz, energia, amor e compaixão em prol do bem-estar do semelhante e da ascensão de toda a humanidade.

      Vamos sentir o Amor e viver no Amor tornando a nossa estadia cá uma verdadeira viagem de Amor e Felicidade.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: Pink Floyd - The Wall
Publicado por Viktor às 16:51
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2008

REIKI & Simbologia

Pergunta Da mesma forma que algumas pessoas só conseguem orar se estiverem à frente de uma imagem de um santo, não há aquelas que só acreditam que enviam energia se desenharem um símbolo? Ou que só através de uma “sintonização” bem cara e ritualizada é que obtêm tal poder de auxiliar o próximo?
Resposta Existem sim. Foi por isso que dissemos que, enquanto existir quem paga, existirá que venda. Os charlatães estão por toda parte para ludibriar aqueles que não têm conhecimento. Por isso, a cada dia, surgem símbolos milagrosos e cada vez mais caros. Se no passado o ser humano comprava indulgências para se livrar do purgatório, hoje se compra símbolos de Reiki para tudo, de um resfriado até a cura do cancro. É mais fácil o ser humano acreditar em milagres desse tipo do que na existência do espírito, da vida após a morte e da reencarnação. É mais fácil pagar por um símbolo do que procurar a sua transformação interior, mudando o pensamento, os sentimentos e as atitudes doentias. Não há problema nenhum em se ter símbolos, o problema está na mistificação que se criou em torno deles.
Publicado por Viktor às 09:33
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. A fonte de toda a Prosper...

. Reflexão: The power of Lo...

. A Visão Tibetana do Renas...

. Fácil vs Difícil

. Palavras Soltas

. A Perfeição do Plano Divi...

. Atitudes...

. Amor...

. REIKI & Simbologia

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007