.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

Aprenda a Gostar de Si

     Amar a nós mesmos parece simples, mas às vezes é muito difícil.

     Eu gostaria de ensinar algumas maneiras que descobri para aprendermos a nos amar melhor.

     E quero insistir carinhosamente para que vocês as pratiquem sempre, porque as mudanças que elas podem proporcionar são impressionantes.

     O amor é respeitoso, generoso, solidário e cheio de compaixão.

     Quem ama a si mesmo entra em sintonia com o universo no que ele tem de melhor, e tudo flui em sua vida.

         "A Bíblia diz: Ama a teu próximo como a ti mesmo.”

     Por mais simples e clara que esta afirmação possa parecer, levei muito tempo para me dar conta do que significa "amar a si mesmo" e para saber que se não amarmos e respeitarmos a nós mesmos seremos incapazes de qualquer amor verdadeiro pelos outros.

     Alguns talvez digam que amar a si mesmo é vaidade, egoísmo e arrogância.

     Talvez seja por isso que esse amor por nós mesmos não é despertado e estimulado em nós desde pequenos.

     Pelo contrário, somos formados para atender o desejo alheio, a expectativa dos pais, as exigências dos professores, as ordens dos adultos.

     Lutamos desesperadamente para atender o desejo dos outros, achando que assim seremos amados por eles.

         E nesse esforço perdemos de vista o incrível milagre que cada um de nós é como centelha divina e esplêndida expressão da vida.

     As atitudes de vaidade, egoísmo ou arrogância não revelam amor por nós mesmos.

     Revelam medo, insegurança, necessidade de afirmação.

     Essas atitudes são disfarces, são escudos para ocultar as carências que incomodam e fazem sofrer.

     Pense nisso sempre que uma pessoa arrogante intimidar ou procurar diminuir você.

     O amor é respeitoso, generoso, solidário e cheio de compaixão.

     Quem ama a si mesmo entra em sintonia com o universo no que ele tem de melhor, e tudo flui em sua vida.

         Como é que amamos um filho querido para que ele cresça e se desenvolva dentro de suas características próprias?

     É procurando conhecê-lo tal como ele é, e não como gostaríamos que ele fosse.

     É acolhendo suas necessidades e estimulando suas capacidades.

     É ajudando-o a superar suas dificuldades e colocando limites para que ele se dê conta dos direitos dos outros.

     É tendo para ele um olhar de amor que reconhece, respeita, valoriza, levando-o a descobrir a pessoa única e especial que ele é.

     Levando-o a amar a si mesmo.

     Por que então não fazemos o mesmo connosco?

     Somos adultos, está na hora de cuidarmos de nós como o faríamos com um filho querido.

     Está na hora de aprender a amar a nós mesmos.

 Louise Hay

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 10:59
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Algumas Dicas…

LAZER: Se você não dá tempo suficiente ao lazer, então faça uma programação para o mesmo assim como tem para o seu trabalho. O lazer é tão importante como o trabalho. Faça as coisas que sempre quis fazer para se divertir. Esta é a hora. Ria sempre que tenha vontade, descubra a criança que existe dentro de si e goze cada um dos seus momentos.

DESAFIO PESSOAL: Todas as pessoas têm coisas que sempre desejaram fazer mas sempre as adiou para o ano seguinte ou chegou mesmo a supor que nunca as iria realizar. Isso é uma suposição errada. Este é o ano. Quer se trate de uma viagem de recreio, de um desafio criativo ou de uma mudança de profissão, você necessita realmente de proporcionar a si mesmo/a a oportunidade, de pelo menos tentar realizar esse desejo. Existe algum determinado tipo de trabalho que sempre pretendeu fazer? Verifique-o. Veja o que é necessário para avançar e planeie uma forma para lidar com este desejo interior. Não se esqueça de que o seu mais profundo desejo interior, aquilo que você deseja fazer mais do que qualquer outra coisa é uma indicação do que também veio fazer nesta vida. A sua melhor garantia de saúde é por isso em prática. Comece agora, explore o que seja necessário fazer para começar e comece. Ainda que leve algum tempo para chegar lá, se não se fizer ao caminho, não alcançará o objectivo. Se o fizer, e continuar a caminhar no seu encalço, alcançá-la-á. A sua orientação interior garante-lhe que chegará lá.

INTIMIDADE E AMIGOS: Todos necessitamos de intimidade e de amigos. Descubra o significado que isso tem para si e para a sua vida. Defina as suas próprias regras a esse respeito. Se existe alguém de quem sempre gostou, mas nada fez para se aproximar dele/a, por ser exageradamente tímido, aproveite a oportunidade. Diga à pessoa que lhe deseja tudo de bom e gostaria de ser seu amigo/a. Irá ficar surpreendido com a facilidade com que isso funciona. Se não funcionar(devido aos feitios), experimente outra pessoa.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 11:05
Link | Comentar | favorito
Sábado, 26 de Setembro de 2009

O que é uma criança Índigo?

O que é uma criança Índigo e porque designamos assim?

Primeiramente a definição. É uma criança que demonstra uma série de atributos psicológicos novos e pouco usuais com um padrão de comportamento nunca documentado até agora. Este padrão de comportamento tem factores comuns únicos que sugerem a quem se relaciona com as crianças (os pais em especial), que devem mudar a forma como os tratam e criá-los para poderem ter um equilíbrio adequado.

Ignorar estes novos padrões de comportamento é criar um desequilíbrio potencial e uma grande frustração na cabeça destas preciosas vidas.

Parece haver diversas categorias de Crianças Índigo, mas vamos dar um dos padrões de comportamento mais importantes para poder ver se alguém do seu conhecimento encaixa nestes padrões?

Apresentamos de seguida 10 das características mais comuns da Criança Índigo:

  1. Vêm ao mundo com um sentimento de realeza (e frequentemente comportam-se como tal).
  2. Têm a sensação de “merecer estar aqui” e surpreendem-se quando outros não compartilham esta mesma sensação.
  3. A auto-estima não é, para elas, um grande tema de preocupação; com frequência dizem aos pais quem elas são.
  4. Têm dificuldade em aceitar uma autoridade absoluta (sem explicação ou sem alternativas).
  5. Pura e simplesmente não farão certas coisas, por exemplo: custa-lhes esperar numa fila.
  6. Frustram-se com sistemas que são apenas rituais e que não requerem criatividade.
  7. Muitas vezes têm formas melhores de fazer as coisas tanto em casa como na escola, o que os torna rebeldes e desintegrados de qualquer sistema.
  8. Parecem muito anti-sociais, a menos que se encontrem entre crianças semelhantes. Se não houver outros com o mesmo nível de consciência tornam-se retraídos, sentindo que não há seres humanos que os entendam. A escola é o local onde lhes é muito difícil socializar.
  9. Não respondem à disciplina de “culpa” (Espera que o teu pai chegue a casa e veja o que fizeste).
  10. São tímidos em expressar o que precisam.

Agora quero que saibam porque é que estas crianças se chamam Índigo.

Ao longo da história da psicologia criaram-se sistemas para agrupar os seres humanos pelo seu comportamento.

Estes grupos tratam de identificar e correlacionar as acções humanas de diversas maneiras. Trata-se, sem dúvida alguma, de encontrar alguma fórmula que permita encaixar cada ser dentro de uma categoria, que ajude os estudiosos da mente humana. Alguns destes sistemas são muito antigos, outros são muito recentes.

Para validar isto, temos Richard Seigle que, não só é um médico que praticou o ofício, mas que também é um perito em estudos humanos e espirituais.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:07
Link | Comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Reflexão

Caro amigo,

Não penses que és o dono da razão, pois há-de chegar o dia que dás conta que estás errado;

Não te escondas no teu mundo porque o Divino não te criou para viveres isolado;

No momento das aflições não as queiras superar só, pede auxílio a Deus;

Se as pessoas que encontras não te conseguem ajudar, não percas a esperança porque a pessoa certa há-de chegar;

Viver só em função da família está errado, esqueces-te de ti e sentes-te rejeitado;

Aguardar calmamente que nos façam o que temos em mente, dá oportunidade à tristeza interior;

Não culpes apenas os outros, pois não és perfeito;

Não uses máscaras imaginárias, elas não deixam ver a tua beleza interior.

Muitas outras citações podiam ser ditas, mas por hora deixo apenas estas para vos deixar a pensar. Reflectir no que fazemos através de meditação, dá-nos luz interior para uma melhor compreensão. É neste campo que o Reiki pode desempenhar um importante papel, pois além de uma terapia é também uma filosofia de vida. Como filosofia de vida, altera a nossa forma de estar e de pensar o mundo, bem como tudo o que nos rodeia (toda a obra do Divino).

Por ora fico-me por aqui e caso o leitor tenha algo a dizer ou comentar, faça o favor de o fazer. Obrigado pelo tempo dispensado pela leitura.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:58
Link | Comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 8 de Agosto de 2009

7º Chakra – Coronário ou Sahasrara

Este chakra localiza-se no topo da cabeça, na zona da moleirinha. Em sânscrito denomina-se de Sahasrara. É representado pela flor de lótus com 960 pétalas. A cor associada a este é o violeta. Este chakra está directa e intimamente ligado com a glândula pineal. Este estabelece a ligação directa de cada um de nós com o nosso Eu espiritual, nos diversos planos e mundos. Como muitas vezes somos o que pensamos, este chakra fixa a nossa responsabilidade relativamente às criações que efectuamos no plano mental preparando-nos assim para as consequências dessas acções, quer sejam mais ou menos positivas. Não está associado a nenhum elemento, mas ao mundo invisível.

Este chakra, ao contrário dos outros (excepto o primeiro) comunica para cima em forma de funil. Bloqueios neste chakra podem indicar problemas do foro da auto-estima e emocionais.

Este chakra coloca cada um de nós em contacto com a energia divina e cósmica que se encontra abundantemente espalhada por todo o universo. A depressão é sinal de uma desarmonia neste chakra. Este é de vital importância pois é a morada do nosso Ser espiritual. Pessoas com perturbações emocionais, deprimentes e tentam por todos os meios atrair atenção à sua pessoa indicam um bloqueio neste chakra que será tratado apenas por Reikianos nível 3A ou Mestres.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:08
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

Mudança de Hábitos

A energia que o SHK representa pode ter efeitos muito eficazes no fim de hábitos negativos como por exemplo: fumar, roer as unhas, beber álcool em excesso, consumir drogas, esbanjar o dinheiro no jogo, entre outros vícios.

Se você pretende mudar um hábito que o incomoda, como por exemplo, fumar, experimente fazer o seguinte: Quando sentir o desejo de fumar, desenhe ou visualize o SHK no chacra do coração e depois sobre o maço de cigarros. Se tiver disponibilidade, aplique Reiki no chacra cardíaco durante alguns instantes. Pode ajudar, se enquanto aplica Reiki a si próprio, deixar vir à memória o porquê de ter esse vício, qual o espaço vazio dentro de si que ele está a preencher.

Normalmente é um espaço que deveria ser ocupado por amor; talvez o amor da mãe ou do pai, ou de outra pessoa quem você gosta muito.

Talvez lhe ocorram memórias de situações passadas, talvez necessite de falar um pouco com algum “Eu” do seu passado; faça-o com amor.

Note que os espaços deviam estar ocupados pela energia do amor, mas podem ainda ser ocupados por essa mesma energia - talvez oriunda de corações diferentes daqueles que você desejaria, mas nunca através do tabaco ou outro vício.

O amor reprimido ou a falta dele pode levar à autodestruição e o tabaco, basicamente, é um caminho lento para a morte, meio consciente, meio inconsciente.

Se uma pessoa sabe que o tabaco é prejudicial à saúde, porque continua a fumar?

Se acontece consigo, não o permita; trabalhe com a energia do SHK de forma a recuperar o seu estado natural. Assim, você abre-se a novas e saudáveis experiências.

Com a ajuda do Reiki e do SHK, reacenda o fogo do seu amor próprio e seja novamente feliz. É possível!

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:16
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 5 de Outubro de 2008

Numa sessão de Reiki vou usufruir de?

Vai usufruir benefícios a quatro níveis, tais como:

FÍSICO: No corpo, dores e bloqueios energéticos;

EMOCIONAL: Através dos sentimentos;

MENTAL: O que a pessoa pensa, permitindo um melhor controlo mental;

ESPIRÍTUAL: A capacidade de se amar e amar os outros e observar o mundo.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:15
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

O Amor

Muitos de nós temos uma visão estreita do amor. Passados oito anos concentrando-me em dar amor da maneira que pudesse, fosse qual fosse o modo de o fazer, o modo por que ele se fizesse necessário, encontrei muitas formas de amor e todas diziam: “Interesso-me pelo seu bem-estar de todas as formas que posso”; “respeito a sua alma e respeito a sua luz”; “apoio a sua integridade e a sua luz, e confio nelas, como um companheiro de jornada ao longo da estrada da vida.” Você, então, começa a compreender que dar é receber, é dar, é receber.

O mais difícil é aprender o amor-próprio. Se você não se impregnar de amor, como o dará aos outros? O amor-próprio exige prática. Todos precisamos dele. O amor-próprio advém do facto de vivermos de maneira que não nos atraiçoam. Advêm de vivermos segundo a nossa verdade.

O amor-próprio necessita de ser praticado. Aqui estão alguns exercícios simples que serão um desafio para você.

Descubra a coisa mais fácil de você amar, como, por exemplo, uma flor, uma árvore, um animal ou uma obra de arte. De seguida, simplesmente, sente-se ao lado dela e dê-lhe o seu amor. Depois de o fazer um certo número de vezes, comece por estender um pouco desse amor a si mesmo. Quem possui um dom precioso como esse amor é, sem dúvida, digno de ser amado.

Outro exercício consiste em você se sentar à frente do espelho cerca de dez minutos e amar a pessoa que vê ali. Não se meta a criticá-la. Todos somos óptimos em olhar para o espelho e descobrir umas falhazinhas possíveis da imagem que olha para nós. Isso aqui não é permitido; neste exercício só se admitem cumprimentos positivos. Se você quiser um verdadeiro desafio, todas as vezes que se critica, recomece tudo. Verifique se lhe é possível contemplar-se com amor sem fazer uma única crítica.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 11:56
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Aprenda a Gostar de Si

. Algumas Dicas…

. O que é uma criança Índig...

. Reflexão

. 7º Chakra – Coronário ou ...

. Mudança de Hábitos

. Numa sessão de Reiki vou ...

. O Amor

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007