.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quarta-feira, 21 de Maio de 2014

Deixa-o em paz…

Caríssimos,

     Ao longo dos anos uma das coisas para as quais os tenho alertado é o amor sem apego. Reparem no seguinte, se o amor é a coisa mais bonita do mundo e o apego a maior fonte de sofrimento do mundo, como podem coisas tão diferentes andar de mãos dadas? Pois é, certamente vocês estão a pensar que tenho razão, mas por outro lado estão a impedir que consigam pensando “mas eu não sou capaz”. Ora se eu sou capaz porque é que vocês não são? Não sou mais nem menos do que vocês! Parece que mesmo assim não ficaram muito convencidos das minhas palavras, mas em verdade lhes digo que amar sem apego é uma das etapas que deve ultrapassar para alcançar a sua felicidade interior.

     Mas na realidade o Apego vai muito mais além do que é comum falar-se, além das nuances que tem, pois pode-se ter apego a pessoas, bens, ideias, teorias, dogmas e até mesmo apego à negatividade. Neste texto pretendo centrar-me no Apego às pessoas, como tal esse será o objectivo central do mesmo. Ultimamente tenho-me apercebido que os padres (religião católica) no decorrer das suas homilias (missas), alertam as pessoas para a espiritualidade, o que em meu entender é um bom princípio vindo ao encontro dos meus princípios acerca da imortalidade do espírito (alma enquanto ser vivo terrestre). Assim sendo, mais uma vez podemos chegar à conclusão de que a vida é muito mais, do que uns anos calculados entre a data do nascimento e a data da morte, pois todos nós somos mortais fisicamente mas imortais espiritualmente.

      Desculpem os 2 parágrafos anteriores, mas era de importância vital o esclarecimento anterior para poderem interpretar correctamente aquilo que de seguida lhes vou transmitir. Quando disse que “o Apego vai muito mais além” é real, pois perdura para lá da nossa partida (morte do corpo físico), o que ainda nos trás mais algumas dificuldades. Enquanto seres vivos vivemos no plano terrestre, depois de morrer passamos a viver no plano espiritual, onde nos movemos à velocidade do pensamento, no imenso cosmos onde não existe a barreira espaço/tempo. Sendo estes dois planos paralelos devemos respeitar isso e não os misturar, mas isso é algo muito difícil pois quem é que nunca sentiu falta de alguém depois de partir? Isso é algo que se chama Saudade, porque com aquele Ser passamos bons momentos ou porque foi alguém para nós importante. Cada vez que se lembram de alguém que já partiu deste mundo (dos vivos) é como se estivessem a gritar e a chamar por essa pessoa, e acreditem que ela vem ao vosso encontro. Por favor não façam isso, porque essa pessoa pode-se “colar” a vocês e, como estão em planos diferentes, isso só lhe vai trazer problemas e possíveis doenças. Recordem aqueles que morreram apenas pelas coisas boas e enviem-lhes amor, assim além de os ajudarem (no seu plano) também se ajudam a vós mesmos. Removam toda e qualquer vontade e/ou desejo de os ter junto a vocês, porque eles são incapazes de vos ajudar agora (peçam auxílio ao vosso anjo da guarda) por favor, para o vosso próprio bem-estar. Sabem porque é que há pessoas que têm doenças cancerosas e imensos problemas na vida após a morte de alguém que lhes é muito querido? Precisamente pelo Apego que têm a essa pessoa. Não aprisionem (através do Apego) aqueles que vos são queridos, pois vocês mesmos também gostam de ser livres.

     Amem-se incondicionalmente e preencham todo o vosso ser com Amor, a força mais poderosa do universo e aquela que vos orienta nos conturbados caminhos em busca da felicidade. Sejam amor, sejam Felizes.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:36
Link | Comentar | favorito
Sábado, 19 de Maio de 2012

Missão dos Terapeutas… e Mestres…

     Nenhum ser humano vem à Terra em vão, cada um vem reaprender adquirindo conhecimento, para o seu caminho de evolução e ascensão. Ser terapeuta exige um enorme esforço e dedicação, pois passar horas a ouvir lamentos, desabafos, histórias, frustrações e tantas outras coisas sem que nos deixemos emocional e mentalmente afectar exige do terapeuta uma boa preparação psicológica e estabilidade emocional e mental.

     O Mestre pode ser ou não ser Terapeuta, mas ao fazer essa escolha assumiu um importante papel perante a humanidade, com uma responsabilidade elevada pois tem a nobre missão de passar conhecimento para que quem o procura possa encontrar o equilíbrio e seguir o seu caminho por si mesmo, tal como Jesus, Buda e outros foram fazendo ao longo dos tempos. Jamais se deve criar na mente dos pacientes uma ideia de dependência do terapeuta ou mestre, pois muitas vezes isso são apenas manobras para alimentar o ego (do terapeuta ou mestre) e/ou “extorquir” mais dinheiro aos que procuram auxílio. Esses e outros gestos definem quem verdadeiramente trabalha com amor à causa e quem “comercializa” literalmente a causa.

     Ao longo de séculos, o Ser humano tem sido privado de muitos conhecimentos, os sistemas de ensino incutem na mente das crianças as ideias/convicções que querem que elas defendam não lhes dando a permissão para pensarem por elas mesmas, ou seja, a humanidade tem vindo a ser comandada ao longo dos tempos através do plano mental. Os tempos são de mudança e uma nova luz está a preencher o planeta, elevando a consciência da humanidade, e os mestres e terapeutas têm nesse campo um papel importante, servindo de luz para os seres perdidos nos caminhos e encruzilhadas. Essa luz deve ser partilhada, dando a cada ser humano um pouco da luz para que se consiga orientar livremente com o seu livre arbítrio, e esse deve ser o papel do mestre, começando por lhe dar um pouco da sua luz para que consiga fazer renascer a luz de quem o procura e assim esse ser poder prosseguir o seu caminho.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 03:00
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Março de 2012

Mensagem do dia…

Foste enviado para a Terra,

Para cumprir mais uma missão,

Sentes-te perdido e baralhado,

No seio de tanta confusão;

         Um turbilhão de pensamentos,

         Surgem na sua mente,

         Muitas perguntas sem resposta,

         Às quais não fico indiferente;

Interpretam mal o que dizes,

Incompreendendo as palavras e reflexões,

Mas as palavras que dizes ficam nas suas mentes,

E quando chegar o momento alcançarão os corações;

         Mas um dia sem contar,

         Um Ser de luz apareceu na sua vida,

         Chegou quando estavam reunidas as condições,

         Para dar as orientações quando estava perdida;

Agora sabe por onde caminhar,

Sabe o que quer fazer,

Definiu um rumo para a sua vida,

Acabou com o receio de se perder;

         Sabe que praticar o bem é o seu desígnio,

         Aprender a usar a energia do Amor Incondicional,

         Para assim ajudar o seu semelhante,

         Emanando para todos o Amor Universal;

Todos devemos praticar o Amor,

Viver a vida com gratidão,

Somos as mãos de Deus,

Ele nunca nos deixa de dar a mão;

         Ser um servo da Luz,

         É agir e trabalhar com o coração,

         Em prol do bem-estar comum,

         Seguindo o caminho universal de ascensão.

Encontro a felicidade,

Contida dentro do meu Ser,

Sinto-me feliz e confiante,

Para o seu caminho ajudar a percorrer.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: Yani
Publicado por Viktor às 18:46
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 30 de Junho de 2010

Caminhos, percursos, trilhos e veredas...

Caminhos, percursos, trilhas, veredas...

cada um tem o seu, mais ou menos sinuosos.

Estes por vezes são como um campo no qual fazemos a nossa sementeira mais ou menos produtiva, consoante as nossas acções.

Nesta seara da vida, vamos colhendo o que semeamos.

Por vezes surge muita erva daninha para a qual não temos uma explicação lógica terrena, mas há uma explicação para tal facto, pois as coisas vão mais além da simples coerência humana.

Que essas ervas daninhas não sejam para ti um impedimento, pois com as pedras que encontro no meu caminho construo-o o meu castelo.

Semeia hoje o amor incondicional e a compaixão perante o teu semelhante e amanhã colherás fabulosas flores no teu caminho.

Perdoa e ama aqueles que se afastaram de ti, pois os caminhos podem ser muito díspares tendo apenas ter-se tocado numa determinada altura, pois eles seguem o seu livre arbítrio por sua própria conta e risco.

Porque indicas aos outros o posicionamento das suas ervas daninhas quando também as tens?

Quando plantas uma pêra julgando ser uma maçã, não dês o teu “esforço” como inglório aceitando simplesmente o que o universo te atribui com muito amor.

Caminha no trilho da luz e amor e verás a tua sede saciada e o teu esforço recompensado.

Segue o teu caminho diariamente com amor sempre presente, partilhando-o com o teu semelhante e certamente estarás no trilho divino de Deus.

Saudações Holísticas

NAMAS

Estado de Espiríto: Feliz por partilhar com todos
Música: M80
Publicado por Viktor às 11:56
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 15 de Setembro de 2008

A Face da Nova Medicina

Conforme se modifica a nossa visão da doença, modifica-se também a nossa forma de a tratar. Consoante nos tornamos mais eficientes no diagnóstico e tratamento da doença, podemos individualizar melhor os nossos programas curativos. Sendo único, cada indivíduo requer uma combinação ligeiramente diversa de agentes usados no processo de cura. Cada sessão de tratamento é diferente. O curador tem de estar preparado com uma grande base de informações, muito amor e um bom contacto com os guias espirituais no tratamento e na canalização. À medida que passamos para um modo mais requintado de efectuar o tratamento, a prática converte-se em arte. O tratamento profundo penetra na estrutura da personalidade quando feito por um longo período de tempo. Disse Heyoan que “a substância precisa, tomada na quantidade precisa, no momento preciso, age como substância transformadora”. Nesses casos emprego uma combinação de imposição de mãos, acesso directo à informação e análise psicodinâmica. Tudo isso, combinado com a própria iniciativa e a auto-responsabilidade do paciente não somente debelou a doença, mas também provocou mudanças na sua vida, que só foram possíveis porque o paciente assumiu plena responsabilidade pela própria cura.

O descobrimento da causa iniciadora da doença é sempre a chave do tratamento, para a qual o acesso directo à informação é sempre um instrumento inestimável. Em todos os casos, discute-se a causa da doença do ponto de vista da circunstância da vida física, da psicodinâmica envolvida, dos sistemas de crença do paciente e do seu plano de vida espiritual.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 00:49
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

Dedicação

“Tornar-se num curador significa dedicar-se. Não obriga a alguma prática espiritual específica, nem a qualquer religião, nem mesmo a um conjunto de regras rígidas, senão dedicar-se ao seu caminho particular de verdade e amor. Isso quer dizer que a prática dessa verdade e desse amor provavelmente mudarão à medida que você avançar pela vida afora. Existem muitas estradas para o ‘Céu’. Atrevo-me a dizer que existem tantas estradas para o ‘Céu’ quantas almas existem que regressam à casa. Se devêssemos indagar escrupulosamente a história do ser humano, esbarraríamos com muitos que viajaram antes de nós e encontraram a iluminação. Um sem-número desses caminhos particulares calcorreados já não é conhecido da raça humana neste momento da história. Alguns estão a ser recuperados; outros continuam perdidos. Mas isso não quer dizer nada, pois novos caminhos estão a ser continuamente formados desde as profundezas da alma humana, do sítio, seja ele qual for, em que se encontra cada alma a qualquer momento, a fim de proporcionar um caminho de volta para casa. Como vêm, caros leitores, este é o processo, sempre renovado, da força criativa que brota dentro de si e de todos nós. É isso que significa voltar para casa. Quando você aprender a fluir completamente, sem resistência, com o movimento criativo interior, estará em casa. Eis o que quer dizer estar em casa.”

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:27
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Confiando e Servindo

Quantas vezes a nave de nossas tarefas é compelida a romper maré-alta!...

Não importa a dificuldade, ventania, tormenta, ameaça... Seguir sempre em busca do porto seguro dos nossos objectivos.

Quanto mais nos sustentarmos firmes no domínio da união, mais amplos recursos para a obra a desenvolver.

Urge reconhecer que temos, pela frente, numerosos deveres a cumprir, notadamente no sector da divulgação dos nossos princípios. Nesse sentido é forçoso observar que os agentes da perturbação e da agitação criam o clima adequado ao trabalho que nos compete. Nunca desanimar, por isso, diante de lutas e desconsiderações, conflitos e empecilhos.

Abstermo-nos sempre de participação no entrechoque das forças habituadas à sombra e sim aproveitar os momentos de indagação para responder certo. Lá fora, no plano externo da nossa construção espiritual, que a tempestade ruja e avance... no entanto que, por dentro da nossa edificação, haja entendimento e luz suficientes a fim de que os caminhos a percorrer se façam claros.

Dificuldades e crises oferecem-nos a medida exacta do serviço a erguer-se com as sugestões necessárias para o levantamento do bem. Que outros arrastem para a arena da discussão e do azedume os temas da inquietação e da intemperança mental. Da nossa parte, estejamos naquela atitude de oração e vigilância, isto é, confiando e servindo em nome do Senhor.

Espírito: BATUÍRA

Médium: Francisco Cândido Xavier

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:44
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Deixa-o em paz…

. Missão dos Terapeutas… e ...

. Mensagem do dia…

. Caminhos, percursos, tril...

. A Face da Nova Medicina

. Dedicação

. Confiando e Servindo

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007