.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Sexta-feira, 17 de Maio de 2013

Reflexão: Reiki, uma filosofia de vida.

Caríssimos,

     Cada Ser humano tem as suas aprendizagens, as suas vivencias e a sua filosofia de vida. A filosofia de vida de cada Ser é inicialmente incutida pelos pais, depois pela sociedade (religião, estado, continente) onde residimos, através do nosso ensino, através das nossas amizades, enfim, são enumeras as coisas que nos colocam na mente e nas quais nos “fazem” acreditar. Estas coisas acontecem a cada um de nós até atingirmos uma certa maturidade, ou seja, quando atingimos uma certa idade que nos permite pensarmos por nós mesmos, agirmos por nós mesmos, sermos autónomos.

     Ao alcançar essa autonomia, podemos fazer as nossas reflexões interiores, organizar as nossas ideias na mente separando o trigo do joio e assim podermos escolher a filosofia de vida que queremos, consoante a nossa consciência (crenças, aprendizagens, etc…). Assim, podemos concluir que, cada ser humano tem uma filosofia de vida própria, pautada pelas coisas anteriormente mencionadas, bem como pela sua própria maneira de ser (essência).

     Após esta breve introdução, vou agora abordar o tema do título deste texto. Para a maioria das pessoa, quando se fala sobre Reiki, associam esta palavra a “terapia alternativa/integrativa”, “terapia energética”, “terapias orientais” ou “terapia holística”, mas o Reiki é muito mais que isso. Numa formação de iniciação ao Reiki, um dos ensinamentos transmitidos ao formando são os 5 princípios do Reiki. Estes ensinamentos são de grande importância, pois são o fundamento básico da filosofia de vida Reikiana, os quais devem ser aplicados diariamente em todos actos praticados pelo Reikiano. Esta é a mudança mais significativa, de maior vulto, mais positiva que o iniciado pode obter através dessa aprendizagem, pois redescobrir o amor incondicional dentro do nosso Ser e aprender a aplicá-lo diariamente em todos os nossos actos, empreende em cada um de nós grandes mudanças. Ao permitirmos que a filosofia de vida do Reiki se impregne na nossa vida, temos consciência das grandes mudanças que nos provoca inicialmente e depois em todos aqueles que nos rodeiam, pois a inesgotável fonte criadora de vida (Amor), é algo que apenas trás benefícios para todos nós. São inúmeros os relatos que ouvimos sobre isso, e acreditem que quando ouço isso fico muito feliz, pois é sempre bom saber que mais alguém aderiu a essa filosofia de vida, tornando-se assim um “pólo” difusor de amor incondicional, paz, luz, harmonia e compaixão pelos seus semelhantes.

     Termino deixando uma frase para vossa reflexão: Persistir na raiva é como apanhar um pedaço de carvão quente com a intenção de o atirar a alguém. É sempre quem levanta a pedra que se queima.” Buda.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Maio de 2010

REIsocialKI®, um projecto em prol do semelhante

Caros leitores e amigos,

Na quarta-feira dia 21 de Abril, o meu amigo Alejandro Villena da Bolívia. Assim, vou-lhes deixar aqui o comentário por ele feito em Espanhol e depois a tradução em Português.

Comentarios acerca de una reunión en el Departamento de Bomberos de Albufeira

"Ahí donde dos o mas se reúnan en mi nombre, allí estoy yo."

Con esas palabras el Maestro Jesús nos dejo un importante mensaje: El trabajo espiritual, es mas productivo cuando se lo realiza en grupo.

Avanzar en la espiritualidad, es asimismo un trabajo personal, de crecimiento, maduración y ascensión. Pero se ve siempre fortalecido cuando la gente se reúne entre si y comparte los logros, éxitos y fracasos, el conocimiento, las técnicas y las noticias.

Siempre es mejor cuando se llama a la energía divina con el corazón limpio y se la comparte en grupo, en forma de Reiki, healing, meditación u oración con los otros. Reunirse maravilloso para discutir textos de sabiduría o simplemente para congregarse en nombre de la Divinidad y ser accesible a ella y a sus dones.

Esta pequeña introducción me sirve para comentar mi impresión de la reunión en el departamento de bomberos de Albufera el día 21 de abril del 2010 a las 21hs.

Aquella vez he sido invitado por Viktor para dar una charla acerca de mi trabajo y mi forma de ver la espiritualidad, y allí pude apreciar el interés con el que las personas se reúnen y encaran en grupo el proyecto del crecimiento personal, la auto sanación y la sanación a otros.

Estuvo muy lindo y quedaron pendientes muchos temas y propuestas para el futuro, talleres de lectura de Chakras e tratamiento de los mismos, que es lo que yo hago, mas conferencias, actividades al aire libre, sesiones colectivas de Reiki, meditaciones y mas actividades y propuestas para engrandecer nuestros corazones y avanzar mas en el camino del crecimiento espiritual.

Allí he visto con mucha alegría la receptividad en los corazones de un mensaje espiritual no dogmático pero que sea útil de verdad a través del desarrollo de nuestros dones y de la utilización de los mismos.

Siento que ha sido solo un comienzo, pues ya estamos con Viktor programando actividades en el mismo lugar a partir de Julio, allí nos veremos.

Que la Paz este en vuestros corazones.

Hasta pronto

Em PORTUGUÊS:

Comentários proferidos numa sessão no quartel dos Bombeiros de Albufeira

 “Aí, onde dois ou mais se reúnam em meu nome, ali estarei eu.”

Com estas palavras o Mestre Jesus deixou-nos uma importante mensagem: O trabalho espiritual é mais produtivo quando se realiza em grupo.

Avançar na espiritualidade é, além disso, um trabalho pessoal, de crescimento, de maturidade e de ascensão. Mas sai sempre fortalecido quando as pessoas se reúnem e partilham as tristezas, os êxitos e os fracassos, o conhecimento, as técnicas e as informações.

É preferível quando se chama a energia divina com o coração limpo e se a partilha em grupo, em forma de Reiki, tratamento, meditação ou em oração com os outros.

Essa reunião é maravilhosa para discutir textos de sabedoria ou simplesmente para congregar em nome da Divindade e ser acessível à mesma e aos seus dons.

Esta pequena introdução serve para comentar a minha impressão sobre a  reunião no posto dos Bombeiros de Albufeira no dia 21 de Abril de 2010 pelas 21 h.

Fui convidado pelo Vítor para falar um pouco sobre o meu trabalho e a minha forma de ver a espiritualidade e, ali, pude apreciar o interesse pelo qual as pessoas se reúnem e encaram em grupo o crescimento do projecto pessoal da auto-cura e da cura dos outros.

Foi muito bonito e ficaram pendentes muitos temas e propostas para o futuro, oficinas (workshops) de Leitura de Chakras e Tratamento de Chakras, que é o que faço, e ainda conferências, actividades ao ar livre, sessões colectivas de Reiki, meditações e outras actividades e propostas para engrandecer os nossos corações e avançar mais no caminho do crescimento espiritual.

Ali observei, com muita alegria, a receptividade nos corações a uma mensagem espiritual não dogmática mas que é verdadeiramente útil através do desenvolvimento dos nossos dons e da utilização dos mesmos.

Sinto que foi somente um começo, uma vez que já estamos programando actividades com o Vítor no mesmo lugar, a partir de Julho. Ali nos voltaremos a ver.

Que a paz esteja nos vossos corações.

Até breve.

Saudações Reikianas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 10:33
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

Reflexão

Caros amigos,

A minha vida tem sido repleta de peripécias e altos e baixos.

Tive uma infância boa, com muito amor, amigos e uns pais maravilhosos.

Mas como o que é bom não dura sempre e aos 9 anos uma mudança radical foi operada na minha vida, que me “aprisionou” como um passarinho dentro de uma jaula. Durante os longos 6 anos que estive dentro dessa “jaula” perdi quase tudo, senti-me marginalizado, rejeitado, incompreendido, triste e . Assim a solidão passou a fazer parte de mim e assim aprendi a viver com ela da pior forma.

Adolescência, o que é isso? Nem me lembro… pois passou por mim num ápice que nem tive tempo de a saborear.

Foi então que já adulto comecei a voltar a ter “alguma” normalidade. Digo alguma, pois nem sempre as coisas estiveram bem, tal e qual como qualquer pessoa. Foi então em 2000 quase na viragem do século que descobri um novo rumo para a minha vida. Com esse novo rumo eu diria que a minha vida deu inicio a uma série de situações que apesar de me terem perturbado um pouco a vida, deram-me mais força para continuar pois muitas vezes consegui extrair as coisas positivas daquelas situações que a generalidade das pessoas acham negativas. Isto tudo deveu-se aos conhecimentos adquiridos e ao caminho que fui traçando para mim.

Agora, quando olho para trás e me sinto satisfeito com o trabalho que tenho feito, ensinado uns, auxiliando outros e desenvolvendo um trabalho social para os mais necessitados, eis que me apercebo que, não sei porquê, as pessoas vêem e vão. Mas se desaparecem é porque o meu “trabalho” com elas terminou, e por mais ou menos que me custe resta-me a conformação.

Em jeito de conclusão, pretendo assim demonstrar que nem sempre a vida dos outros é melhor que a nossa e muitas vezes para chegarem onde estão, as pessoas tiveram de passar muitos maus bocados. Desculpem, mas hoje tive necessidade de exteriorizar isto.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:23
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

A Primeira Infância

O processo do lento despertar para o mundo físico continua após o nascimento. O bebe dorme frequentemente durante esse tempo; a alma enche os seus corpos de energia mais elevada. Deixa os corpos físico e etéreo desimpedidos e permite que eles se ocupem no trabalho da construção do corpo.

Nas primeiras fases da vida, à criança incumbe acostumar-se às limitações da sensação física e ao mundo tridimensional. Vi muitos recém-nascidos lutando com esse processo. Tendo ainda alguma percepção do mundo espiritual, evitam e fazem por descartar-se dos parceiros espirituais e das figuras dos pais e por transferir as afeições para os novos pais. Os recém-nascidos que tenho observado possuem chakras da coroa bem abertos. Lutam por caber, espremendo-se, nas limitações de um corpinho de bebe. Quando os vejo deixar o corpo físico, em seus corpos superiores, parecem muitas vezes espíritos de cerca de doze pés de altura. Travam uma luta enorme para abrir o chakra da raiz inferior e estabelecer conexão com a terra.

Exemplo disso foi o caso de um menino nascido um mês depois do que se esperava. Após um nascimento muito rápido, foi acometido de uma febre. Os médicos realizaram uma sangria espinhal para verificar se não se tratava de encefalite. Administrou-se a sangria espinhal na região do chakra sacro. A criança lutava para desfazer-se de dois companheiros de brincadeiras e de uma mulher espiritual que tampouco queria soltá-lo. Na luta, ele se abria e estabelecia conexão com a terra todas as vezes que o seu guia se achava presente. Em seguida, perdia contacto com o guia, avistava os companheiros de folguedo e a mulher, e lutava vigorosamente entre os dois mundos. Nessas ocasiões, sentia maior afinidade com a mulher espiritual do que com a própria mãe física. Na luta para não encarnar, jogava energia fora pelo chakra sacro e para a direita, a fim de evitar o crescimento de raízes directamente através do chakra básico (primeiro chakra). Conseguia fazê-lo, em parte, à conta do buraco áureo deixado pela sangria espinhal. Depois de um momento de luta, voltava a estabelecer conexão com o guia e se acalmava, abria a raiz e recomeçava o processo de entrada.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 02:58
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

Saber Pensar

O pensamento cultiva-se, aperfeiçoa-se, aprimora-se e fortalece-se pelo poder consciente da vontade. Pensamentos fortes são claros, reflectidos e bem definidos.

Com maior facilidade é concretizado um ideal quando se sabe pensar firmemente e se põe em acção uma vontade repleta de energia.

Saber concentrar-se em determinado assunto dando asas à imaginação com o propósito e o empenho de estudá-lo bem, de descobrir todas as suas nuances, toda a multiplicidade de aspectos, todas as diferentes formas de interpretação e até mesmo as suas modalidades sofísticas, constitui um exercício de excepcional importância para chegar ao domínio absoluto do objecto de estudo.

Em todos os casos, porém, é preciso ao estudioso exercer severo controle sobre si mesmo, para não colocar na apreciação dos factos uma análise das suas simpatias, interesses egoísticos ou mesmo a influência da presunção e do convencimento de que se ache possuído, pois estes oferecem, invariavelmente, uma visão deformada das coisas e acabam por levá-lo a conclusões falsas.

Para ser construtivo, progressista, realizador e útil ao Todo, o pensamento precisa ser límpido, cristalino e afastado das deformidades espirituais ocasionadas pelo viver se método, pela egolatria e pela pressuposta infalibilidade das opiniões que conduzem ao fanatismo das ideias fixas.

É comum ouvir-se dizer que a união faz a força. Nada mais exacto, tanto no sentido material como no espiritual. A influência do meio é da maior importância para o bem-estar do espírito. Vários indivíduos de má índole e inferior educação, ligados uns aos outros e a terceiros por pensamentos afins, produzem vibrações muito mais perniciosas do que as emitidas apenas por um deles.

Por este exemplo, se pode observar que todo o indivíduo deve saber preparar-se mentalmente, sempre que tiver de penetrar em qualquer mau ambiente. Esse preparo consiste no pensamento vibrando com sabedoria, elevação, consciência e confiança em si mesmo.

O vigor do pensamento emitido por qualquer criatura mentalmente sã e esclarecida cresce na medida das necessidades do momento, amplia-se, expande-se e supera qualquer corrente de pensamentos inferiores, pela atracção que exerce da Força afim, universal, cujo poder é infinito.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 22:07
Link | Comentar | favorito
Domingo, 11 de Janeiro de 2009

Formas de Pensamento [Astral]

Qualquer objecto novo no mundo real é assimilado na dimensão astral durante um período de tempo. Uma representação dele na forma de pensamento primeiro cresce (surge) na parte mais baixa do astral, próxima à dimensão física, tornando-se mais e mais permanente conforme o tempo passa. Como com todas as formas de pensamento, quanto maior a atenção dada a ela mais rápido ela cresce.

Quanto mais alto na dimensão astral, ou quanto mais distante da dimensão física, menos formas de pensamento, do mundo físico, como nós conhecemos, são encontradas. Coisas físicas tem que se embeber (permanecer) nela por um tempo muito grande antes que elas tomem forma, e sejam encontradas, no astral superior.

Já tentou andar por uma casa estranha às escuras? Esbarra em tudo, certo? Mas conforme se torna familiar com ela entretanto, uma imagem mental dos seus contornos forma-se na sua mente, e você consegue encontrar melhor o caminho. Quanto mais tempo você passa nessa casa mais forte essa imagem mental se torna. Isto é similar a como as coisas são assimiladas e crescem, como formas de pensamento, noutras dimensões.

A geração de formas de pensamento no astral também funciona ao contrário. Se um objecto físico existe a muito tempo, ele terá desenvolvido uma impressão duradoura na sua forma de pensamento no astral. Após o objecto ser destruído ou removido, a sua forma de pensamento continua a existir (durante algum tempo). Você pode, por exemplo, no astral, encontrar móveis que não tem na sua casa, confundidos com aqueles que você ainda possui. Isto é causado pelas formas de pensamento decadentes (que estão desaparecendo) de coisas velhas, que pertenciam à casa anteriormente, mas que ainda estão lá, anos após os originais terem ido.

Formas de pensamento antigas não seguem o seu equivalente físico quando eles mudam de lugar. As novas começam a crescer no astral onde quer que estejam enquanto as antigas desaparecem lentamente. Quanto mais tempo alguma coisa estiver num lugar, mais forte a forma de pensamento irá se tornar naquele lugar. Isto também se aplica a construções (prédios, etc.), estruturas e características geológicas. Você pode fazer uma projecção num parque e encontrar uma casa, ponte, colina, etc. que você sabe definidamente que não está lá. Estas podem ter existido há tempos atrás. Quando mais alto você vai no astral, mais antigas as formas de pensamento são, ou mais para trás no tempo geológico parece estar.

A taxa de crescimento de uma forma de pensamento depende largamente da quantidade de atenção à mesma. Por exemplo, um quadro famoso; amado, visto e altamente pensado por milhões, terá uma forma de pensamento muito mais forte que aquele quadro comum que fica no quarto de alguém e é visto apenas por poucos. O número de formas de pensamento que você encontra no astral também depende de quão próximo você está da dimensão física. Se você estiver muito próximo, como em uma projecção em tempo real ou experiência fora do corpo, muito poucas formas de pensamento, se quaisquer, serão encontradas. Numa experiência fora-do-corpo em tempo real você não está exactamente na dimensão astral, mas existindo como uma forma astral em uma zona intermediária entre as dimensões física e astral.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 18:30
Link | Comentar | favorito
Sábado, 27 de Setembro de 2008

Bebés e Crianças

O Reiki pode ser aplicado nos bebés ainda com tenra idade, pois a imposição das mãos sobre os mesmos, é algo que as mães fazem, desde o momento que nascem. Além do mais, à medida que crescem, a sua própria intuição, leva-os a colocar as mãos em cima que qualquer parte do corpo, caso sintam alguma dor. Por acaso não se recorda, quando era ainda criança, quantas vezes levou as mãos ao estômago e à cabeça devido a uma dor? O Reiki acompanha-nos desde sempre, e assim sendo, a única coisa que falta fazer é activá-lo para que nos proteja e ajude ao longo da vida. Obrigado Deus por nos dares a oportunidade de utilizar a energia universal para nosso bem e daqueles que nos procuram através do Reiki.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Muito Amor Incondicional...
Música: Yani - Meditation
Publicado por Viktor às 23:27
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Tomar Conta de Si Mesmo

Para tomar conta de si mesmo você precisa de uma rotina diária, que inclua meditação, exercícios, boa alimentação, higiene, a dose certa de repouso sempre que seja necessário, as roupas certas, o lar, o prazer, o desafio pessoal, a intimidade e os amigos. Misture isto tudo com uma boa dose de amor, e colherá grandes recompensas. As suas necessidades pessoais variarão com o decorrer das semanas e dos anos. Seja flexível. O que é certo num período pode não o ser noutro. Em vez de deixar que lhe digam qual é o regime de que você precisa em especial, é muito importante que você o determine para si mesmo. Nisso reside toda a essência do tratamento e da boa saúde: a auto-responsabilidade e a devolução da força ao Eu. Não se esqueça de que a variedade é o sal da vida e de que o crescimento pessoal medra na mudança. Seja você o primeiro a fazer algo de bom para si mesmo.

Publicado por Viktor às 10:23
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: Reiki, uma filo...

. REIsocialKI®, um projecto...

. Reflexão

. A Primeira Infância

. Saber Pensar

. Formas de Pensamento [Ast...

. Bebés e Crianças

. Tomar Conta de Si Mesmo

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007