.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

Médium Curador

Caros Irmãos,

     Esta é uma faculdade que alguns médiuns possuem para curarem enfermidades. Decorre de forma espontânea, podendo realizar curas, provocando reacções reparadoras de tecidos e órgãos do corpo humano, através de um toque de mãos, pelo olhar, por um gesto ou até pela voz. Por vezes confundem mediúnidade de cura com magnetização, mas são coisas distintas. A magnetização é um tratamento contínuo, regular e metódico; ao invés da cura realizada por um médium curador que ocorre espontaneamente e de forma instantânea.

     O médium curador além do magnetismo próprio, tem o Dom de captar, condensar, e dinamizar os fluidos cósmicos (substância cósmica fundamental) e transmiti-los para a zona doente de forma ordenada.

     Os fluidos transmitidos possuem propriedades e efeitos que variam de acordo com a fonte geradora, de vibração específica, como por exemplo o sentimento do médium durante a emissão dos mesmos também tem influência.

Nos fenómenos de cura os fluidos são subis, radiantes e próprios para alterar as vibrações existentes.

     O médium curador capta os fluidos leves e benignos da natureza (através da concentração mental, com o pensamento firme no intuito de fazer a reparação dos tecidos doentes) e irradia-os sobre o doente. Quando está a vibrar em ressonância com o Cristo, gera forças de alto poder curador que são derramadas sobre o doente que também está numa vibração de fé e desejo de cura.

     Nos médiuns curadores o centro do diafragma, localizado atrás do plexo solar (no chacra umbilical) é muito grande e desenvolvido, e é chamado de Centro de Cura. Também é considerado como um Centro da vontade como aquele entre as omoplatas, este centro também é maior em médiuns curadores.

     Estes médiuns também possuem os chacras tatwas (nas palmas das mãos) muito desenvolvidos pois é por onde canalizam os fluidos curadores para os doentes. Exemplo disto é quando qualquer dor que sintamos, colocamos imediatamente a nossa mão sobre o local da dor para que possa ser restabelecido o equilíbrio dos electrões. As pessoas fracas gostam de estar segurando as mãos das mais fortes e os enfermos também fazem com os sadios.

     Os médiuns curadores captam as energias cósmicas através dos chacras coronário, umbilical e Umeral e as canalizam para as suas mãos ou seus pensamentos. Este fluidos penetram o corpo etéreo e físico do doente atingindo as células e os átomos, bombardeando-os com electrões. Isto faz com que a vibração dos mesmos seja harmonizada tornando assim as células mais activas, acelerando as suas trocas químicas. Estas alterações fazem com que as células restabeleçam a sua capacidade regenerativa, equilibrando-se e reactivando as suas funções originais.

     Agindo através dos chacras do doente atingem o seu perispírito; purificando-o pela aceleração vibratória auxiliando assim a realizar a cura no corpo astral do doente.

     Porém, problemas de ordem Kármico só podem ser curados se houver merecimento do doente, mas mesmo assim sempre haverá benefícios para o mesmo.

     Para que a cura seja efectiva, o médium curador deve orientar o doente para a reeducação da sua atitude mental, afastando a causa do desequilíbrio patológico, através de pensamentos positivos, fé e esperança.

    O médium pode associar várias técnicas ao seu Dom curador, assim como o Reiki, Magnify Healing, a Cromoterapia, Cristalterapia, entre tantas outras.

     Todas os requisitos necessários ao médium passista também se aplicam ao médium curador, como os de conduta, de asseio, de reforma moral, etc.

"A prática do bem, do auxílio aos doentes. O apóstolo Paulo já di­zia: Uns falam línguas estran­geiras, outros profetizam, outros impõe as mãos... A mediúnidade, sendo o campo, a porta pelos quais os Espíritos Superiores semeiam e agem, a faculdade cu­radora é o veículo da misericórdia para atender a quem pa­dece, despertando-o para as realidades da Vida Maior, a Vida Ver­dadeira. Após a recuperação da saúde, o paciente já não tem direito de manter dúvidas nem suposições negativas ante a realidade do que ex­perimentou.

O médium curador é o intermediário para o chamamento aos que sofrem, para que mudem a direcção do pensamento e do comportamento, inte­grando-se na esfera do bem."

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Estado de Espiríto: Feliz e Repleto de Energia...
Música: M80
Publicado por Viktor às 10:55
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

2010, Actividades de Janeiro

Caros leitores e visitantes,

O ano de 2010 vai iniciar com um conjunto de actividades variado, começando no arquipélago da Madeira e terminando na capital.

Dia 8 de Janeiro: WorkshopTerapia Estelar Magnética” as 20h, no Funchal, com o Mestre Viktor e Swami Álvaro Costa, como oradores. Vem participar e sentir as vibrações energéticas das altas dimensões para ancoramento energético. Como energia de troca, solicito que levem um donativo em géneros (roupa, brinquedos ou alimentos) que posteriormente será junta ao material angariado no projecto REIsocialKI, a arrancar este mês na Madeira, e posteriormente doado a instituição Abraço. Durante o dia vão ser dadas consultas de espiritualidade e de Reiki, Karuna e Samadhi.

Dia 9 de Janeiro: Curso de iniciação ao Karuna ou nível I, as 10h no Funchal. Este nível e a nossa preparação para construir um Jardim para a Alma, organizando a nossa mente, limpando e clarificando padrões adormecidos do nosso subconsciente. Neste nível, o nosso Ser e preparado, a nível molecular, para uma cura profunda, removendo os nossos medos, ligações desarmonizadoras, vícios e velhos padrões de pensamento. O espaço anteriormente ocupado e então preenchido pelo Amor Compassivo da Energia Karuna. Se pretender solicitar informações acerca deste curso clique aqui.

Dia 10 de Janeiro: Curso de iniciação ao Samadhi ou nível 1, as 10h no Funchal. Este nível estabelece a nossa ligação as energias da 5ª dimensão e superiores.  Caso pretenda solicitar informações sobre o curso clique aqui.

Dia 16 de Janeiro: Workshop de Reiki na Biblioteca Municipal de Albufeira. O mesmo será levado a cabo pelo Delegado Regional do Algarve da Associação Portuguesa de Reiki, dando assim inicio em 2010 a continuidade do trabalho desenvolvido em anos interiores, ou seja, informando e sensibilizando a população acerca do que e o Reiki enquanto terapia holística e filosofia de vida, bem como dos seus benefícios naturais para o equilíbrio e harmonia do Ser.

Dia 23 de Janeiro: Curso de iniciação ao Reiki ou nível 1, as 10h em Loures. Este curso define-se como “A descoberta e o acordar do curador interior” e é o inicio de uma maravilhosa caminhada com todo o Amor Incondicional em prol do nosso equilíbrio e harmonia, bem como lhes abre a possibilidade de poderem auxiliar o vosso semelhante. Para mais informações sobre o curso clique aqui.

Dia 24 de Janeiro: Curso de iniciação ao Reiki ou nível 1, as 10h em Sintra. Este curso define-se como “A descoberta e o acordar do curador interior” e é o inicio de uma maravilhosa caminhada com todo o Amor Incondicional em prol do nosso equilíbrio e harmonia, bem como lhes abre a possibilidade de poderem auxiliar o vosso semelhante. Para mais informações sobre o curso clique aqui.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 19:45
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Curso de Iniciação ao Reiki

Caros visitantes e leitores,

         No próximo dia 27 de Dezembro irei realizar o último Curso de Iniciação ao Reiki ou nível 1. O mesmo irá ser realizado em Pinhel, das 10h às 18h aproximadamente. O número máximo de formandos é de oito, para que a qualidade formativa seja mantida. Este curso define-se como “A descoberta e o acordar do curador interior” e é o inicio de uma maravilhosa caminhada com todo o Amor Incondicional em prol do nosso equilíbrio e harmonia, bem como lhes abre a possibilidade de poderem auxiliar o vosso semelhante.

         Para mais informações ou realização da sua pré-inscrição clique aqui.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:41
Link | Comentar | favorito
Sábado, 14 de Março de 2009

Dedicação...

Tornar-se curador é um processo muito individual e pessoal. Não existem regras pré-concebidas a respeito da forma com que isso acontece. A vida de cada pessoa é única. Ninguém doa a sua qualidade de curador a outrem. É algo que cresce de dentro para fora. Há vatiados cursos que pode fazer, muito material técnico para estudo e diversas escolas de pensamento no tocante ao que realmente acontece no processo de cura. Alguns nem sequer consideram as suas práticas como espirituais.

O meu trajecto para o trabalho de curador foi orientado ao longo do caminho espiritual, para mim o mais natural. E para você, qual é o mais natural? Siga o seu próprio caminho e não a trilha bem formada. Você poderá tirar o que quiser da trilha bem formada e usá-lo, a título de ajuda, para criar suas novas ideias. O meu guia fez os seguintes reparos acerca do fato de alguém tornar-se curador.

 “Tornar-se num curador significa dedicar-se. Não a uma prática espiritual específica, nem a qualquer religião, nem mesmo a um conjunto de regras rígidas, basta dedicar-se ao seu caminho particular de verdade e amor. Isso quer dizer que a prática dessa verdade e desse amor provavelmente mudarão à medida que você peregrinar pela vida afora. Existem muitas estradas para o ‘Céu’. Atrevo-me a dizer que existem tantas estradas para o ‘Céu’ quantas almas existem que regressam à casa. Se devêssemos esquadrinhar escrupulosamente a história do ser humano, esbarraríamos com muitos que viajaram antes de nós e encontraram a iluminação. Um sem-número desses caminhos particulares calcorreados já não é conhecido da raça humana neste momento da história. Alguns estão a ser recuperados; outros continuam perdidos. Mas isso não quer dizer nada, pois novos caminhos vão sendo continuamente formados desde as profundezas da alma humana, do sítio, seja ele qual for, em que se encontra cada alma a qualquer momento, a fim de proporcionar um caminho de volta para casa. Como vêem este é o processo, o processo, sempre renovado, da força criativa que brota dentro de si e de todos nós. É isso que significa voltar para casa. Quando você aprender a fluir completamente, sem resistência, com o movimento criativo interior, estará em casa. Eis o que quer dizer estar em casa.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

 

Estado de Espiríto: Sol, a Luz Purificadora...
Publicado por Viktor às 12:29
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Médium Curador

É uma faculdade que alguns médiuns possuem para curarem moléstias. Ocorre de forma espontânea. Podem realizar curas, provocando reacções reparadoras de tecidos e órgãos do corpo humano, através de um toque de mãos, pelo olhar ou por um gesto.

 Não podemos confundir mediúnidade de cura com magnetização. A magnetização é um tratamento contínuo, regular e metódico; ao passo que a cura realizada por um médium curador ocorre espontaneamente e de forma instantânea.

O médium curador além do magnetismo próprio, tem o Dom de captar, condensar, e dinamizar os fluidos cósmicos (substância cósmica fundamental) e transmiti-los para a zona doente de forma ordenada .

Os fluidos transmitidos possuem propriedades e efeitos que variam de acordo com a fonte geradora, de vibração específica, como por exemplo o sentimento do médium durante a emissão dos mesmos.

Nos fenómenos de cura os fluidos são subtis, radiantes e próprios para alterar as vibrações existentes.

O médium curador capta os fluidos leves e benignos da natureza ( através da concentração mental, com o pensamento firme no intuito de fazer a reparação dos tecidos doentes) e irradia-os sobre o doente. Quando está vibrando em ressonância com o Cristo, gera forças de alto poder curador que vertem sobre o doente que também está em vibração de fé e desejo de cura.

Nos médiuns curadores o centro diafragmático, localizado atrás do plexo solar (no chacra umbilical) é muito grande e desenvolvido, e é chamado de Centro de Cura. Também é considerado como um Centro da vontade como aquele entre os omoplatas, este centro também é maior em médiuns curadores.

Estes médiuns também possuem os chacras tatwas( nas palmas das mãos) muito desenvolvidos pois é por onde canalizam os fluidos curadores para os doentes. Exemplo disto é quando qualquer dor que sintamos, colocamos imediatamente a nossa mão sobre o local da dor para que possa ser restabelecido o equilíbrio dos eléctrons. As pessoas fracas gostam de estar segurando as mãos das mais fortes e os enfermos também fazem com os sadios.

Os médiuns curadores captam as energias cósmicas através dos chacras coronário, umbilical e Umeral e as canalizam para as suas mãos ou seus pensamentos. Este fluidos penetram o corpo etérico e físico do doente atingindo as células e seus átomos, bombardeando-os com eléctrons. Isto faz com que a vibração dos mesmos seja harmonizada tornando assim as células mais activas, acelerando as suas trocas químicas. Estas alterações fazem com que as células restabeleçam a sua capacidade regenerativa, equilibrando-se e reactivando as suas funções originais.

Agindo através dos chacras do doente atingem o seu perispírito; purificando-o pela aceleração vibratória auxiliando assim a realizar a cura no corpo astral do doente.

Porém, as moléstias de ordem cármica só podem ser curadas se houver merecimento do doente, mas mesmo assim sempre haverá benefícios para o mesmo.

Para que a cura seja efectiva, o médium curador deve orientar o doente para a reeducação da sua atitude mental, afastando a causa do desequilíbrio patológico, através de pensamentos positivos, fé e esperança.

O médium pode associar várias técnicas ao seu Dom curador, assim como o Reiki, Magnify Healing, a Cromoterapia, Cristalterapia, entre tantas outras.

Todas os requisitos necessários ao médium passista também se aplicam ao médium curador, como os de conduta, de asseio, de reforma moral, etc.

BIBLIOGRAFIA: O livro dos médiuns - Allan Kardec

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:16
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Quem se Cura?

O curador precisa de se lembrar que é para a cura da alma que ele trabalha. É importante para o curador compreender a morte dessa maneira e tratar a pessoa inteira, e não apenas nesta sua encarnação. O curador não deve desistir de curar alguém só porque esse pode estar morrendo fisicamente.

Importa ter em mente duas coisas quando tentamos compreender com precisão o que estamos a fazer como curadores. Uma delas é que existe um significado profundo na experiência que tem cada pessoa da própria doença, e a outra é que a morte não implica fracasso, mas, provavelmente, em cura. Recordando isto o curador precisa viver em dois mundos, o espiritual e o físico. Somente estando centrado dentro de si mesmo ele pode passar pelas experiências de testemunhar continuamente a dor profunda, tão disseminada na humanidade. Interroguei o Emmanuel a esse respeito fazendo-lhe esta pergunta: “Se nós criamos a nossa doença, o facto de procurarmos um curador não é um modo de nos distrair-mos do trabalho sobre nós mesmos, do trabalho sobre a origem da mesma?

Disse Emmanuel: “Isso tudo depende da razão por que procura o curador, e do curador que você procura. Eis aí uma excelente pergunta, aliás, que me tenho feito a mim mesmo muitas vezes. Qual é a responsabilidade e, portanto, o que há para ser dado e o que há para ser recebido, e se se imagina alguma coisa, deve dizer-se? As perguntas nunca se acabam e, todavia, existe uma realidade fundamental, que deve proporcionar-lhe conforto. No momento da compreensão de que talvez exista outra maneira de curar, abre-se uma porta, a consciência ultrapassa os cuidados médicos acessíveis fisicamente manifestados. Note que não estou, de maneira alguma a desacreditar a profissão médica. Os médicos fazem um trabalho excelente; alguns são muito bem guiados e seriam até capazes de admiti-lo em sigilo entre quatro paredes. Outros existem que, seja na profissão médica, seja noutra forma qualquer de sobrevivência, não se dão conta disso e, a esta altura, não estão em condições de dar-se conta de nada.

“Isso não quer dizer que eles são mesquinhos, cruéis, perversos ou maus; quer dizer simplesmente que ainda não chegaram à área do conhecimento. Compete a você dispor-se a abençoá-los e seguir o seu caminho até encontrar alguém mais compatível com a sua consciência, e todos vocês sabem como fazê-lo. Quando ouvirem o chamamento para entrar na área da cura espiritual (reparem que não me refiro à cura psíquica; refiro-me à cura espiritual), ocorre a percepção do espírito, e vocês serão recebidos com prazer pelo curador e pelos espíritos que ali estão para trabalhar com aquele curador.

“Ora, muitas vezes, a cura que se espera não acontece. Muitas vezes acontece, talvez, a identificação e o alívio do mal-estar, mas nenhum milagre. Pois é, o que significa isso? Significa que esse é o ponto mais distante a que sua consciência poderá chegar a essa altura. Significa que há mais alguma coisa para aprender; que há mais alguma coisa para conhecer. Pois cada corpo físico é uma sala de aulas, e cada moléstia uma lição. Não num sentido punitivo, pois você redigiu o seu próprio texto; você escolheu o seu próprio corpo, que carrega consigo todas as fraquezas genéticas, porque sua avó ou seu avô tinham qualquer coisa.

“Lembre-se, porém, de que você também os escolheu. Assim sendo, precisa confiar no seu corpo, não só na doença, mas principalmente na doença, pois o que é que ele lhe está a dizer? Existem muitas maneiras de o ouvir, e um curador espiritual qualificado pode ser muito eficaz nesse ponto, ajudando-o a ouvir o que o corpo lhe diz. Você, por certo, é o único que pode compreendê-lo, já que o seu corpo foi formado na sua linguagem, e é a você, directamente, que ele fala.

“Mas um curador espiritual pode alterar essa consciência, conduzindo-a de novo à unicidade e pode alinhá-lo com a verdade. Se você é capaz de sustentar essa verdade ou se é capaz de curar um corpo enfermo, isso depende, no momento, de tantos factores que eu não poderia enumerá-los agora. Mas vocês são perfeitamente capazes de fazê-lo.

“Se acontecer, finalmente, o que em termos humanos é um fracasso — se alguém, que Deus não o permita, vier a morrer — vocês devem ver nisso um acontecimento abençoado. A alma completou a sua tarefa, e há um grande e alegre comité de recepção à sua espera para a saudar na realidade primária. Afinal de contas, o seu ser físico não se destinava a ser eterno. Você não está aqui para permanecer nessas roupas por todo o sempre. Espero que isso lhe agrade. Por conseguinte, não existem fracassos na cura espiritual; existem etapas. Nunca receie colocar a mão sobre outra pessoa com amor e compaixão. Nunca hesite em rezar por alguém. Não exija resultados, pois não há maneira de saber, com certeza, o que determinada alma requer. Compreendo que isso exige, ou parece exigir, uma dose incrível de fé. Exige, sim.”

À medida que o corpo e a mente são mais e mais purificados pelos processos de transformação mencionados, aumenta a quantidade de força que flúi através do curador, como também aumenta o alcance das vibrações. Quanto mais elevada a força, tanto mais eficaz a cura e tanto mais sensível o curador.

Para passar por esses testes, necessitamos de ser meticulosamente sinceros com o Eu. É nas pequenas auto-ilusões, em que tendemos a não olhar para as intenções ou acções do nosso próprio Eu inferior, que traímos a nossa integridade e diminuímos a nossa força, que vem de dentro. Cada teste relaciona-se com as questões de que tratamos na vida, no momento presente, sejam elas quais forem; elaboramos bem os nossos testes, de modo que, depois de aprendermos, não há problemas a respeito da formatura.

Mãos de Luz

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:25
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

Finalidades das Curas Espirituais

s

abemos que o grande papel desempenhado pelo Espiritismo está relacionado à moralização da humanidade. Assim sendo, pergunta-se por­que assume a Doutrina Espírita compromissos com as curas espiri­tuais? Qual a finalidade da existência de médiuns curadores? Quem responde é Divaldo Franco:

"A prática do bem, do auxílio aos doentes. O apóstolo Paulo já di­zia: Uns falam línguas estran­geiras, outros profetizam, outros impõe as mãos... Como o Espiritismo é o Consolador, a mediúnidade, sendo o campo, a porta pelos quais os Espíritos Superiores semeiam e agem, a faculdade cu­radora é o veículo da misericórdia para atender a quem pa­dece, despertando-o para as realidades da Vida Maior, a Vida Ver­dadeira. Após a recuperação da saúde, o paciente já não tem direito de manter dúvidas nem suposições negativas perante a realidade do que ex­perimentou.

O médium curador é o intermediário para o chamamento aos que sofrem, para que mudem a direcção do pensamento e do comportamento, inte­grando-se na esfera do bem."

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:21
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

O que é Médium de Cura?

É uma faculdade que alguns médiuns possuem para curarem moléstias. Ocorre de forma espontânea. Podem realizar curas, provocando reacções reparadoras de tecidos e órgãos do corpo humano, através de um toque de mãos, pelo olhar ou por um gesto.

 Não podemos confundir mediúnidade de cura com magnetização. A magnetização é um tratamento contínuo, regular e metódico; ao passo que a cura realizada por um médium curador ocorre espontaneamente e de forma instantânea.

O médium curador além do magnetismo próprio, tem o Dom de captar, condensar, e dinamizar os fluidos cósmicos (substância cósmica fundamental) e transmiti-los para a zona doente de forma ordenada.

Os fluidos transmitidos possuem propriedades e efeitos que variam de acordo com a fonte geradora, de vibração específica, como por exemplo o sentimento do médium durante a emissão dos mesmos.

Nos fenómenos de cura os fluidos são subtis, radiantes e próprios para alterar as vibrações existentes.

O médium curador capta os fluidos leves e benignos da natureza ( através da concentração mental, com o pensamento firme no intuito de fazer a reparação dos tecidos doentes) e irradia-os sobre o doente. Quando está vibrando em ressonância com o Cristo, gera forças de alto poder curador que vertem sobre o doente que também está em vibração de fé e desejo de cura.

Nos médiuns curadores o centro diafragmático, localizado atrás do plexo solar (no chacra umbilical) é muito grande e desenvolvido, e é chamado de Centro de Cura. Também é considerado como um Centro da vontade como aquele entre as omoplatas, este centro também é maior em médiuns curadores.

Estes médiuns também possuem os chacras tatwas( nas palmas das mãos) muito desenvolvidos pois é por onde canalizam os fluidos curadores para os doentes. Exemplo disto é quando qualquer dor que sintamos, colocamos imediatamente a nossa mão sobre o local da dor para que possa ser restabelecido o equilíbrio dos elétrons. As pessoas fracas gostam de estar segurando as mãos das mais fortes e os enfermos também fazem com os sadios.

Os médiuns curadores captam as energias cósmicas através dos chacras coronário, umbilical e Umeral e as canalizam para as suas mãos ou seus pensamentos. Este fluidos penetram o corpo etérico e físico do doente atingindo as células e seus átomos, bombardeando-os com elétrons. Isto faz com que a vibração dos mesmos seja harmonizada tornando assim as células mais activas, acelerando as suas trocas químicas. Estas alterações fazem com que as células restabeleçam a sua capacidade regenerativa, equilibrando-se e reactivando as suas funções originais.

Agindo através dos chacras do doente atingem o seu perispírito; purificando-o pela aceleração vibratória auxiliando assim a realizar a cura no corpo astral do doente.

Porém, as moléstias de ordem kármica só podem ser curadas se houver merecimento do doente, mas mesmo assim sempre haverá benefícios para o mesmo.

Para que a cura seja efectiva, o médium curador deve orientar o doente para a reeducação da sua atitude mental, afastando a causa do desequilíbrio patológico, através de pensamentos positivos, fé e esperança.

O médium pode associar várias técnicas ao seu Dom curador, assim como o Reiki, Magnify Healing, a Cromoterapia, Cristalterapia, entre tantas outras.

Todas os requisitos necessários ao médium passista também se aplicam ao médium curador, como os de conduta, de asseio, de reforma moral, etc.

BIBLIOGRAFIA: O livro dos médiuns - Allan Kardec

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:55
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Médium Curador

. 2010, Actividades de Jane...

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Dedicação...

. Médium Curador

. Quem se Cura?

. Finalidades das Curas Esp...

. O que é Médium de Cura?

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007