.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2012

Reflexão sobre o Perdão….

Caros leitores,

     Muitas vezes fala-se sobre o Perdão e Perdoar, mas esta é uma questão delicada que carece de uma reflexão mais profunda, para que seja devidamente esclarecida e/ou compreendida por todos os Seres humanos.

     Antes de mais deixe que lhes diga que perante as Leis Divinas Universais (as que definem todos os seres como iguais), todo o mal praticado para com outro Ser (pessoa) é “pago” através da dor. Como podemos negar o perdão àquele que nos fere, se o exigimos para nós mesmos, tal como para as dores resultantes da nossa imprudência quando ferimos os outros?

[pare de ler e faça uma pequena reflexão na pergunta que acabei de colocar]

     Há algo que nunca o Ser humano deve de esquecer, todo e qualquer mal que faça ao seu semelhante tem sempre uma consequência no plano espiritual, independentemente das suas crenças. Deixe-me que o esclareça de uma coisa também, enquanto seres humanos é mais fácil escondermo-nos daqueles seres (entidades e/ou espíritos) que nos pretendem atormentar, cobrando assim algo de errado que nós lhe tenhamos feito no passado, mesmo que na actual vida (enquanto seres encarnados) não nos recordemos. Em oposição ao conhecimento e exposição enquanto seres desencarnados, quando encarnados dispomos de um invólucro físico (corpo) e beneficiados pelo esquecimento temporário das nossas faltas, obtemos algumas tréguas e paz que nos “camuflam” perante os perseguidores que tudo fazem para termos sempre presentes os erros que praticamos. Na sequência do que disse, uma questão se coloca: Devemos esquecer tudo o que se passou como se nunca tivesse acontecido? Nada disso, o Arrependimento tem de ser construtivo, por isso devemo-nos dedicar à nossa reconstrução interior, a dedicação ao semelhante que sofre, e sempre vigilantes perante as nossas atitudes, palavras e pensamentos. Para tal devemos orar e servir, para que seja possível reacender a chama do amor existente dentro de cada um de nós.

     Assim deveremos agir para com os outros, da mesma forma que gostamos que façam connosco, por isso devemos Perdoar. Perdoar todo e qualquer ser, mesmo aqueles que possam agir deliberadamente em nosso prejuízo, pois todos são dignos de Perdão, tal como cada um de nós. Saliento que muitos seres dizem: “Já perdoei a pessoa xpto”; e eu volto a colocar outra questão: “Quando lhe falo dessa pessoa, ou lhe acontece algo que lhe trás essa pessoa à lembrança, sente algo a manifestar-se dentro de si?” Se isso lhe acontece, então efectivamente deve continuar o processo de Perdão, até que limpe tudo o que está dentro de si relativamente àquela pessoa, principalmente todo e qualquer sintoma de raiva, ódio, desprezo e vingança, pois sem a eliminação deste tipo de sentimentos, jamais o Perdão será totalmente efectuado.

     Deixe que a Lei do Equilíbrio Universal fará o que tem de fazer, cobrando a cada um de nós os actos que praticamos, através da dor e sofrimento, pois quem é incapaz de perdoar torna-se indigno de perdão, perante as Leis Universais. Ame-se e expresse o seu amor, vivendo em paz e harmonia consigo e com o universo.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 23:47
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

A Transmutadora Chama Violeta

Caros irmãos,

O QUE É A TRANSMUTADORA CHAMA VIOLETA?

     Ela é o Fogo Sagrado, pura energia, divinamente qualificada por Seres de Luz com o fim de transmutar toda energia malbaratada.

COMO PODEM OS SERES NÃO ASCENSIONADOS BENEFICIAREM-SE COM ESTA MISERICORDIOSA BÊNÇÃO?

     Invocando os Seres Divinos que se dedicam a este serviço de amor.

QUEM SÃO ESTES SERES?

     São os que servem no Sétimo Raio: Arcturos e Diana; Ezequiel e Santa Ametista; O Mestre Ascensionado Saint Germain e Pórtia; KUAN YIN e Eu, e todas as Legiões Seráficas, Querúbicas e Angélicas que servem comigo. Minha Bem-Amada Irmã KUAN YIN e todos Nós fizemos um voto voluntário a Hélios e Vesta, qual seja: jamais entraremos em estado de Nirvana, enquanto a Terra e todos os participantes não tiverem concluído sua evolução.

COMO INVOCAR OS SERES DIVINOS?

     Dirigindo o pensamento a Nós, aceitando a Nossa Presença e capacidade de servir também por meio de apelos a Nós dirigidos para darmos a necessária assistência. Contudo, é bem mais fácil o relacionamento imediato com aqueles que Nos têm servido em outras épocas, porque Nossa ajuda vai ao encontro da nota tónica correspondente ao acorde de seus sentimentos.

ONDE SE ENCONTRA A TRANSMUTADORA CHAMA VIOLETA?

          Esta Chama ou Fogo é uma actividade omnipresente da Quarta dimensão. Tal actividade é dirigida por Seres divinizados que, quando invocados, dão a requerida assistência individual ou em favor de outrem.

QUE ACONTECE QUANDO ESTA TRANSMUTADOR CHAMA VIOLETA É CHAMADA PARA ENTRAR EM AÇÃO?

          Ela acelera a acção vibratória dos electrões componentes dos átomos que estruturam os quatro veículos inferiores do homem. Quando esta aceleração se apresenta, então as células e átomos libertam-se automaticamente, arremessando de si os miasmas que, consciente ou inconscientemente, foram atraídos através dos tempos.

PARA ONDE É LEVADA ESTA IMPERFEIÇÃO?

          Ela é levada para dentro do Fogo Sagrado onde é purificada para retornar ao indivíduo com a requerida e especificada qualidade divina.

QUANTO TEMPO LEVA UMA TRANSMUTAÇÃO?

          Isto depende inteiramente da quantidade de miasmas aderidos ao indivíduo, de sua fé e sua perseverança.

QUE É REQUERIDO PARA MANTER ESTE ESTADO DE PURIFICAÇÃO?

          Um uso rítmico deste abençoado agente purificador, até que a perfeição seja manifestada e conservada.

ESTA CHAMA PODE SER USADA PARA AQUELES QUE ESTÃO DESENCARNADOS?

          Sim. Até que o indivíduo tenha atingido sua ascensão. Porém, ainda são criadas muitas imperfeições devido ao seu livre-arbítrio. Uma constante vigilância sobre as faculdades criativas do pensamento e sentimento resultará na posse da Vitória Divina.

PORQUE TANTOS SERES DIVINOS SERVEM NO SÉTIMO RAIO?

     O Sétimo Raio já está em actividade neste ciclo de dois mil anos, supervisionado desde 1954 pelo Mestre Ascensionado Saint Germain.

DISCÍPULOS, QUEREIS UNIR-VOS A NÓS NESTE GLORIOSO PROCESSO REDENTOR?

     Muitos de Nós estamos saindo do Grande Silêncio para este propósito específico. De minha parte, considero importante que estejais unidos a Nós, AGORA, neste grandioso Serviço.

Por: A ASCENSIONADA MESTRA LADY MERCEDES

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 13:57
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Se quiseres Servir…

A lei de causa e efeito terá ajustado aos teus momentos de agora problemas difíceis de resolver, incluindo provações que te acabrunham a alma, no entanto, se quiseres servir a benefício dos outros, a Misericórdia Divina interferirá no campo da Divina Justiça, em teu favor, e conseguirás sem dificuldade renovar o próprio caminho.

Por injunções da tarefa que desempenhas, adversários gratuitos te impõem duros reveses, promovendo discórdia e incompreensão em torno das responsabilidades que te marcam as horas, mas, se quiseres servir, a breve tempo transformarás aversão em simpatia, angariando novos amigos para a esfera de tua causa.

Estorvos à realização de teus ideais te afligirão a senda, contudo, se quiseres servir, atrairás braços inúmeros que estarão contigo, sintonizados no esforço das obras.

Sofres a influência obsessiva da parte de inimigos desencarnados a te inibirem os movimentos, como se grilhões invisíveis te barrassem os passos, todavia, se quiseres servir, nisso empenhando vontade e decisão, para logo, terás o convertido desafeto em cooperação, criando atmosfera de paz e amor, ao redor de teus dias.

O quadro de tuas obrigações te parece duvidoso, com vistas a possível execução dos deveres que a vida te designa no erguimento do bem, fornecendo a impressão de iminente insucesso, entretanto, se quiseres servir, colherás novos contingentes de auxílio e verás frutecer em triunfo as flores que te pendem dos projetos edificantes.

Jamais desanimes. Obstáculo é agente renovador, acumulando a riqueza da experiência. Trabalho digno, é cimento espiritual na construção da felicidade. O que hoje é sombra e perturbação, amanhã pode ser luz e esclarecimento, segurança e harmonia. Mas para que isso aconteça por demonstração da Força Divina em nossa fraqueza humana, é necessário olvidar a nós mesmos, procurando servir.

Espírito: EMMANUEL

Médium: Francisco Cândido Xavier

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 11:08
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

CARIDADE – A Nossa Bandeira

Meus filhos:

Jesus - o nosso Mestre.

Amor - o nosso clima.

Caridade - a nossa bandeira.

Serviço - a nossa bênção.

Sim, filhos do coração,

quanto nos seja lícito;

tanto quanto pudermos;

seja com quem for;

em toda parte;

em qualquer tempo;

à frente de todos;

ante quaisquer circunstâncias;

por todos os modos justos;

nos mínimos gestos;

sem restrições de qualquer natureza;

como nos seja possível;

através dos sentimentos;

pelo veículo das ideias;

pela forma das palavras;

e pela força das acções

levantemos o nosso estandarte de luz!...

Que, em tudo, a caridade,

por presença do Cristo,

resplandeça de nós para com os outros,

com o esquecimento de nós próprios,

para que o Reino Eterno

do Pai Celestial,

seja instalado, enfim,

em nossos corações,

agora e para sempre.

Espírito: Fabiano de Cristo

Médium: Francisco Cândido Xavier

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 10:06
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Aplicação de Reiki em Hospitais, Lares e outros locais

O local ideal para aplicar REIKI é ter uma sala própria para o efeito. A frequência das aplicações num único local facilita a organização da espiritualidade “socorrista” e esse local transforma-se numa “sala cirúrgica”. Infelizmente, nem sempre isso é possível e a pessoa de boa vontade (terapeuta) que deseja ajudar pode correr alguns riscos. O ambiente astral dos lares, hospitais e de outros locais similares não costuma ser dos melhores para essas práticas. Além do sofrimento dos encarnados, o número de desencarnados nestes locais também é significativo. Há aqueles que lá se encontram sem saber que já não possuem um corpo físico, há aqueles que lá estão para se vingar ou para aumentar o sofrimento de alguma pessoa por quem nutrem ódio e outros sentimentos maléficos. A situação é muito delicada e complexa neste contexto. Um caso comum que costuma acontecer é o do terapeuta, imbuído de boa vontade, entra de quarto em quarto para enviar energia para os pacientes. Aqui temos uma série de problemas se não explicar o que vai fazer nem solicitar a autorização do paciente para lhe administrar Reiki. Isso faz com que o paciente não fique aberto e receptivo à energia curativa. Mas podem também acontecer problemas mais graves. Se o paciente estiver sob a vigilância de espíritos obsessores, estes, possivelmente, não ficarão felizes com o “intruso” que foi ajudar a sua vítima. Se o terapeuta não estiver vigilante e com a vibração alta e equilibrada, corre o sério risco de sair de lá também obsediado ou receber uma forte dose de energia negativa que o leve a passar o resto do dia mal disposto, com vómitos e com dores de cabeça ou por todo o corpo. Quando sugiro a necessidade de haver um local específico para o atendimento é porque lá a espiritualidade socorrista costuma também ter um “serviço” para atendimentos dos obsessores. O paciente que sofre o assédio extra físico, ao ingressar na sala, sendo imediatamente desligado do obsessor. Este último costuma ser adormecido ou levado para sessões de esclarecimento em “salas espiritualistas” que realizam esse tipo de atendimento fraterno.

Outro risco é a do paciente, caso este seja médium, incorporar alguma entidade durante a sessão. Este risco é praticamente zero numa sala preparada para esse fim, mas pode acontecer em situações adversas. Nesse sentido, o ideal seria que em cada lar, hospital ou pronto-socorro tivesse uma sala para orações e para atendimentos com REIKI. O atendimento seria feito apenas nesse local. Os pacientes que se podem deslocar seriam levados até essa sala; os pacientes em coma ou em UCI, que não poderiam ser levados até a sala, receberiam REIKI à distância, com os pacientes, devidamente preparados, enviando energia daquela sala destinada para esse fim. E o que se deve ter nesta sala? A sala deve ter apenas as macas, um recipiente com água (com a qual a equipe medica espiritual fará remédios) e, se possível, um abajur de cromoterapia. Velas, incensos, espelhos de Feng Shui, cristais etc. Tudo isso são objectos que podem mais ajudar o paciente a relaxar.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Bem Estar Comum
Música: Yani
Publicado por Viktor às 01:25
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

Reiki segundo o Espiritismo

Em relação ao Reiki, uma espécie de “passe” oriental que virou moda no Ocidente, por volta da década de 1980. Através dos ensinamentos dos Espíritos foi possível tomar consciência que esta forma de “fluidoterapia” envolve o mundo espiritual através de uma equipe de médicos desencarnados, preparados para esse trabalho socorrista e que também deve ser praticada através da caridade, gratuitamente em locais próprios, e que não é qualquer pessoa que pode atender com o Reiki, mas quem é, em suma, “médium de cura”, independente de passar por uma, três, dez ou cinquenta “sintonizações”. Quanto aos símbolos, estes nenhuma serventia metafísica possuem, mas são ensinamentos morais baseados no Budismo e em outras filosofias orientais e servem para dar confiança ao passista e aumentar a fé pelo emprego do símbolo.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:30
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Médiuns de efeitos físicos

Os médiuns de efeitos físicos são particularmente aptos a produzir fenómenos materiais, como os movimentos dos corpos inertes, ou ruídos, etc. Podem dividir-se em médiuns facultativos e médiuns involuntários.

Os médiuns facultativos são os que têm consciência do seu poder e que produzem fenómenos espíritas por acto da própria vontade. Enquanto inerente à espécie humana, conforme já dissemos, semelhante faculdade está longe de existir em todos no mesmo grau. Porém, se poucas pessoas há em quem ela seja absolutamente nula, mais raras ainda são as capazes de produzir os grandes efeitos tais como a suspensão de corpos pesados, a translação aérea e, sobretudo, as aparições. Os efeitos mais simples são a rotação de um objecto, pancadas produzidas mediante o levantamento desse objecto, ou na sua própria substância. Embora não demos importância capital a esses fenómenos, recomendamos, contudo, que não sejam desprezados. Podem proporcionar ensejo a observações interessantes e contribuir para a convicção dos que os observem. Cumpre, entretanto, ponderar que a faculdade de produzir efeitos materiais raramente existe nos que dispõem de mais perfeitos meios de comunicação, quais a escrita e a palavra. Em geral, a faculdade diminui num sentido à proporção que se desenvolve em outro.

Os médiuns involuntários ou naturais são aqueles cuja influência se exerce a seu mau grado. Nenhuma consciência têm do poder que possuem e, muitas vezes, o que de anormal se passa em torno deles não se lhes afigura de modo algum extraordinário. Isso faz parte deles, exactamente como se dá com as pessoas que, sem o suspeitarem, são dotadas de dupla vista. São muito dignos de observação esses indivíduos e ninguém deve descuidar-se de recolher e estudar os factos deste género que lhe cheguem ao conhecimento. Manifestam-se em todas as idades e, frequentemente, em crianças ainda muito novas.

Tal faculdade não constitui, em si mesma, indício de um estado patológico, portanto não é incompatível com uma saúde perfeita. Se sofre aquele que a possui, esse sofrimento é devido a uma causa estranha, donde se sabe que os meios terapêuticos são impotentes para fazê-la desaparecer. Nalguns casos, pode ser consequente de uma certa fraqueza orgânica, porém, nunca é causa eficiente. Não seria, pois, razoável tirar dela um motivo de inquietação, do ponto de vista higiénico. Só poderia acarretar inconveniente, se aquele que a possui abusasse dela, depois de se haver tornado médium facultativo, porque então se verificaria nele uma emissão demasiado abundante de fluido vital e, por conseguinte, enfraquecimento dos órgãos.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 12:44
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

REIKI: A ajuda divina

Não é à toa que a máxima moral de Kardec é “fora da caridade não há salvação”. Em momento nenhum ele diz que fora do Espiritismo não há salvação. E nem diz como deve ser a prática do bem.

Assim, porque seria “não-doutrinário” praticar o bem através do Reiki, da Cromoterapia, da Apometria ou de qualquer outra técnica espiritual, anímica ou mediúnica?

São práticas que envolvem a espiritualidade, sobretudo o Reiki e a Apometria, e são necessariamente, espíritas. Se só acontecem devido à presença da equipe socorrista formada por médicos desencarnados, são formas de caridade eminentemente espíritas. Talvez não sejam kardecistas, mas isso é outro assunto.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:52
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Linguagem dos desencarnados

          - Como se caracteriza a linguagem entre os Espíritos?
          - Incontestavelmente, a linguagem do Espírito é, acima de tudo, a imagem que exterioriza de si próprio.
          Isso ocorre mesmo no plano físico, em que alguém, sa­bendo reflectir-se, necessitará poucas palavras para definir a lar­gueza de seus planos e sentimentos, acomodando-se à síntese que lhe angaria maior cabedal de tempo e influência.
Círculos espirituais existem, em planos de grande subli­mação, nos quais os desencarnados, sustentando consigo mais elevados recursos de riqueza interior, pela cultura e pela grande­za moral, conseguem plasmas, com as próprias ideias, quadros vivos que lhes confirmem a mensagem ou o ensinamento, seja em silêncio, seja com a despesa mínima de suprimento verbal, em livres circuitos mentais de arte e beleza, tanto quanto muitas Inteligências infelizes, treinadas na ciência da reflexão, conse­guem formas telas aflitivas em circuitos mentais fechados e ob­sessivos, sobre as mentes que magneticamente jugulam.
De acordo com o mesmo princípio, Espíritos desencarna­dos, em muitos casos, quando controlam as personalidades me­diúnicas que lhes oferecem sintonia, operam sobre elas à base das imagens positivas com que as envolvem no transe, compe­lindo-as a lhes expedir os conceitos.
Nessas circunstâncias, expressa-se a mensagem pelo sis­tema de reflexão, em que o médium, embora guardando o córtex encefálico anestesiado por ação magnética do comunicante, lhe recebe os ideogramas e os transmite com as palavras que lhe são próprias.
Todavia, não obstante reconhecermos que a ima­gem está na base de todo intercâmbio entre as criaturas encarna­das ou não, é forçoso observar que a linguagem articulada, no chamado espaço das nações, ainda possui fundamental impor­tância nas regiões a que o homem comum será transferido ime­diatamente após desligar-se do corpo físico.
Pedro Leopoldo, 20/4/58.
Publicado por Viktor às 10:21
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

PAIS E FILHOS

A ingratidão é um dos frutos mais directos do egoísmo. Revolta sempre os corações honestos. Mas, a dos filhos para com os pais apresenta carácter ainda mais odioso. Do item 9, do Cap. XIV, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo". Trazida a reencarnação para os alicerces dos fenómenos sócio-domésticos, não é somente a relação de pais para filhos que assume carácter de importância, mas igualmente a que se verifica dos filhos para com os pais. Os filhos não pertencem aos pais; entretanto, de igual modo, os pais não pertencem aos filhos. Os genitores devem especial consideração aos que agridem os filhos e tentam escravizá-los, qual se lhes fossem objecto de propriedade exclusiva; todavia, encontramos, na mesma ordem de frequência, filhos que agridem os pais e buscam escravizá-los, como se os progenitores lhes constituíssem alimárias domésticas. A reencarnação traça rumos nítidos ao mútuo respeito que nos compete de uns para com os outros. Entre pais e filhos, há naturalmente uma fronteira de apreço recíproco, que não se pode ultrapassar, em nome do amor, sem que o egoísmo apareça, conturbando-lhes a existência. Justo que os pais não interfiram no futuro dos filhos, tanto quanto justo que os filhos não interfiram no passado dos pais. Os pais não conseguem penetrar, de imediato, a trama do destino que os princípios cármicos lhes reservam aos filhos, no porvir, e os filhos estão inabilitados a compreender, de pronto, o enredo das circunstâncias em que se mergulharam seus pais, no pretérito, a fim de que pudessem volver, do Plano Espiritual ao renascimento no Plano Físico. Unicamente no mundo das causas, após a desencarnação, ser-lhes-á possível o entendimento claro, acerca dos vínculos em que se imanizam. Invoque-se, à vista disso, o auxílio de religiosos, professores, filósofos e psicólogos, a fim de que a excessiva agressividade filial não atinja as raias da perversidade ou da delinquência para com os pais e nem a excessiva autoridade dos pais venha a violentar os filhos, em nome de extemporânea ou cruel desvinculação. Pais e filhos são, originariamente, consciências livres, livres filhos de Deus empenhados no mundo à obra de autoburilamento, resgate de débitos, reajuste, evolução. As leis da vida englobam-lhes a individualidade no mesmo alto gabarito de consideração. Nunca é lícito o desprezo dos pais para com os filhos e vice-versa. Não configuramos no assunto qualquer aspecto lírico na temática afectiva. Apresentamos, sumariamente, princípios básicos do Universo. A existência terrestre é muito importante no progresso e no aperfeiçoamento do Espírito; no entanto, ao mesmo tempo, é simples estágio da criatura eterna no educandário da experiência física, à maneira de estudante no internato.

Os pais lembram alunos, em condições mais avançadas de tempo, no currículo de lições, ao passo que os filhos recordam aprendizes iniciantes, quando surgem na arena de serviço terrestre, com acesso na escola, sob o patrocínio dos companheiros que os antecederam, por ordem de matrícula e aceitação. E que os filhos jamais acusem os pais pelo curso complexo ou difícil em que se vejam no colégio da existência humana, porquanto, na maioria das ocasiões, foram eles mesmos, os filhos, que, na condição de Espíritos desencarnados, insistiram com os pais, através de afectuoso constrangimento ou suave processo obsessivo, para que os trouxessem, de novo, à oficina de valores físicos, de cujos instrumentos se mostravam carecedores, a fim de seguirem rumo correcto, no encalço da própria emancipação.

Emmanuel

Publicado por Viktor às 01:41
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Procurar no Blog

 

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Lisboa, Loures, Porto, Odemira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: Partilhas de um Ser - APR
CURRENT MOON
------------------------------- REIsocialKI: Projecto Social em Prol do Semelhante

Divulga também a tua página -------------------------------

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão sobre o Perdão….

. A Transmutadora Chama Vio...

. Se quiseres Servir…

. CARIDADE – A Nossa Bandei...

. Aplicação de Reiki em Hos...

. Reiki segundo o Espiritis...

. Médiuns de efeitos físico...

. REIKI: A ajuda divina

. Linguagem dos desencarnad...

. PAIS E FILHOS

.Arquivos

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.subscrever feeds

.tags

. todas as tags

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31