Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Palavras Soltas

     Apetece-me escrever não sei o quê, algo mais ou menos profundo, com a intensidade e o significado que cada um lhe quiser atribuir. Por vezes escrevo frases soltas, outras vezes um simples parágrafo e noutras textos completos.

     Do muito que se pode escrever, por vezes fico com a sensação que quase nada escrevi. Cada palavra vale aquilo que vale, e quando encadeadas numa deterninada sequência formam ideias, conceitos, mensagens ou simples expressões daquilo que nos vai na alma naquele momento.

     Escrevo partilhando um pouco de mim, para uns não é nada, mas para outros pode significar algo. Em momentos diferentes vislumbramos cenários e personagens diferentes, mas com situações tão semelhantes que nos levam à conclusão de que todos temos de passar por experiências idênticas.

     Por vezes sentimo-nos fortes, repletos de energia, cheios de amor, impregnados de luz e tantas outras coisas que nos fazem sentir bem. Nesses momentos sorrimos, brincamos, dançamos, cantamos, é como se o mundo parasse è nossa volta, mas esses momentos parecem ser tão pequenos. Nesses dias o dia tem 24h tal como nos outros, aquilo que chamamos de “estado de espírito” é que está diferente e assim o tempo parece que passa mais depressa.

     Quantas vezes nos sentimos completamente sós, nos deixamos abater por atitudes incompreendidas, palavras negativas, acusações sem fundamento ou gestos menos próprios? Tantas, quantas as vezes que damos demasiada importância à situação ou até mesmo à pessoa que nos tentou “ferir”. Isto acontece porque desde tenra idade apenas nos ensinaram a pensar, não a comandar e domesticar a nossa mente. Em verdade lhes digo que o dia que conseguirem dominar a vossa mente (pensamentos) serão os vossos próprios mestres e podem assim viver mais em paz e harmonia com o universo. Vivam na Paz e no Amor e ai serão Felizes.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:40
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Reiki, quais os benefícios?

Essa é uma pergunta interessante que está na mente de muitas pessoas, mas como não sei se a pergunta se refere aos benefícios de receber Reiki ou de se iniciar no Reiki, vou responder a ambas.

Antes de mais devo dizer isto. Qualquer pessoa que pretenda receber uma sessão de Reiki, tem de o dizer na sua plenitude sendo essa a sua vontade interior e não apenas da boca para fora, pois assim a pessoa não se irá entregar de corpo e alma ao trabalho holístico que lhe vai ser feito, pois irá reprimir sentimentos e sensações que o levam a obter uma ideia errada acerca da sessão que lhe foi feita.

Uma sessão de Reiki permite-lhe um relaxamento profundo, desbloquear os chakras removendo bloqueios, desintoxica os organismo dos parasitas criados pelo mesmo (o que vulgarmente e medicamente se chama de desparazitação), remove o stress, complementa todos os tratamentos médicos (na quínio e rádio terapia elimina até 35% dos enjoos e náuseas provocadas pelo tratamento), combate traumas, fobias, tumores e é recomendado a grávidas. Podemos resumir tudo isto no Equilíbrio do Ser.

Entrar no universo Reikiano, através de um curso de iniciação ao Reiki é algo maravilhoso porque além de todos os benefícios anteriormente citados relativamente à sessão, permite-nos um melhor controlo mental e dá-nos uma visão diferente sobre a vida e todos os seres vivos do reino animal, mineral e vegetal. Há todo um trabalho de desenvolvimento interior pelo qual vamos passar, o qual defino como “O processo de purificação interior” que tem uma duração de 21 ininterruptos logo após o dia de aprendizagem, iniciação ou sintonização. Observar o quão útil pode ser para com o seu semelhante é algo que nos dá uma enorme alegria interior que nos pode levar a planos mais subtis onde parece que estamos em solo lunar, a viver o nosso dia-a-dia com mais leveza e paz interior. É maravilhoso estar-mos no café e ao observar-mos alguém que se sente bem mas há dias estava mal e que nós ajudamos, isso desperta dentro de nós sensações muito agradáveis que nos fazem sentir bem, realizados e úteis para com o nosso semelhante.

NOTA: As sessões de Reiki são sempre diferentes, quer sejam feitas com a mesma pessoa e mais ainda quando são realizadas com pessoas diferentes. Entrar no universo do Reiki é um importante marco na sua vida, por isso escolha bem o seu mestre e antes verifique a sua afinidade energética com o mesmo.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:05
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Filosofia de Vida

Entrar no mundo do Reiki através de um curso de iniciação/sintonização ou nível 1 não é apenas mais uma aprendizagem, mais uma formação ou conhecimento adquirido na longa caminhada da nossa vida. Seguir este caminho é penetrar num universo energeticamente intenso e gratificante, repleto de emoções e sensações, que vai alterar todos os iniciados que “abraçam” esta causa. O Reiki foi redescoberto pelo Sensei Mikao Usui em 1922, após anos de estudos variados e de uma meditação de 21 dias no Monte Kurama, redescobriu esta maravilhosa terapia holística alternativa não convencional. Cedo o Sensei se apercebeu que aplicar Reiki ou ensiná-lo não chegava e assim criou os 5 princípios. Os mesmos servem de referência aos Reikianos, para que dessa forma possam pautar as suas forma de estar enquanto cidadãos, na sua vida quotidiana. Os 5 princípios são os seguintes:

Kyo Dake Wa                  Só por Hoje,

Okaru-Na                       Sou Calmo,

Shinpai Suna                   Confio,
Kansha Shite                   Sou Grato,

Gyo-o Hage Me               Trabalho Arduamente,

Hito Ni Shinsetsu Ni       Sou Bondoso.

Para uma melhor compreensão dos mesmos, informo que o primeiro [Kyo Dake Wa – Só por hoje] não conta pois repete-se nos restantes cinco (p.ex.: Só por hoje, Sou calmo) e vou dar uma breve explicação sobre eles.

  1. Só por hoje: Esta afirmação transporta-nos para o aqui e o agora, pela anulação temporal.
  2. Sou calmo: A irritação faz com que haja uma dessincroniza entre o nosso eu físico, emocional, mental e espiritual, provocando uma não compreensão do que está associado à energia vital.
  3. Confio: A desconfiança atrai pensamentos menos positivos que dessincroniza o nosso Eu físico e espiritual.
  4. Sou grato: O universo é abundância e dá-nos tudo o que necessitamos, no entanto as pessoas querem sempre mais e mais, provocando insatisfação e apego que são fontes de sofrimento. Uma questão, quantas vezes agradece por dia?
  5. Trabalho arduamente: Não significa trabalhar até cair para o lado, corresponde ao nosso desenvolvimento pessoal e humano enquanto seres vivos.
  6. Sou bondoso: Nenhuma forma de vida está a mais, nem merece viver mais que outra independentemente da cor ou credos. Partilhar o Amor Incondicional é uma dádiva que nos enriquece e preenche interiormente.

Assim, através dos princípios e de todas as outras coisas que aprende, verá que a sua vida desde esse dia não mais voltará a ser a mesma, pois alterações provocadas de dentro para fora (despertar do nossa verdadeira essência interior) não conseguem controlar. É como um marco na nossa vida. Esta é a Filosofia de vida do Reiki.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:58
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Palavras Soltas

. Reiki, quais os benefício...

. Filosofia de Vida

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007