Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2015

Reflexão: O Valor da Palavra

Caríssimos,
     Vivem-se tempo conturbados no planeta Terra. Muitas pessoas transportam consigo sentimentos de saturação laboral, familiar e social, manifestados em pensamentos e palavras ditas em meras conversas de circunstância, em locais públicos ou privados. Além deste tipo de sentimentos que se instalam dentro de si, e que lhe provocam algum mau estar do qual se quer libertar, a generalidade das pessoas acabam por alimentar esse mau estar em conversas de circunstância onde predomina a coscuvilhice, o mal dizer, a critica negativa entre tantas outras coisas que, juntas significam uma elevada carga negativa. Então você não gosta de si mesmo? Porque é que em vez de se ajudar a sair do “buraco” ainda se afunda mais nele? Se você sabe como se por bem e se aquilo que lhe digo não é nada de novo, é apenas recordá-lo de certas coisas porque insiste em permanecer nesse paradigma? [pense um pouco sobre as questões que acabei de lhe colocar]
     Na verdade cada Palavra, dita ou pensada, tem uma energia própria que se liberta manifestando-se no Ser alvo das palavras e pensamentos. Como podem constatar, todos nós através de palavras e pensamentos já envia-mos energias menos positivas para outras pessoas, certo? Pois, na verdade todos nós já fomos e por vezes continuamos a ser “fontes” de energia negativa, mas isto faz com que surja na vossa mente a seguinte pergunta: Mas como posso evitar isso? Na realidade vivemos num mundo complexo, rodeados por “fontes de energia negativas” (televisões, jornais e seres), no qual estamos constantemente a ser “bombardeados” por notícias negativas, o que em nada nos ajuda a preservar um pensamento positivo. Realmente é extremamente difícil mantermos ao longo do dia o pensamento positivo, sem julgar as coisas e os outros, pois a generalidade dos seres foi “formatado” assim. Recordo-lhes ainda que há uma Lei Universal que se chama “Lei do Retorno”, o que significa que a energia que emanamos para com os outros mais tarde é devolvida (pelo universo) à fonte (nós).
     Mas vou-lhes dar uma preciosa dica, algo que aprendi com o tempo e pretendo partilhar com vocês, cada ser tem de ser o seu próprio polícia, estando constantemente a vigiar-se a si mesmo, para que cada vez que surja um pensamento menos positivo o possa contrapor com muitos pensamentos positivos, bem como pedir desculpa ao universo pelo pensamento proferido. Fazer o que acabei de lhe dizer é algo que tem um alto grau de dificuldade, mas nada é impossível e o querer é poder. Acredite em si mesmo e nas suas infinitas capacidades interiores para ultrapassar mais esta etapa, e verifique por si mesmo o bem-estar que isso lhe vai proporcionar, dando assim mais um passo em prol da sua felicidade. Sejam felizes, sejam fontes de luz, paz e harmonia, sejam amor incondicional.
NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:30
Link | Comentar | favorito
Sábado, 4 de Outubro de 2014

Reflexão: Linhagens de Reiki

Caríssimos,

     A questão das linhagens de Reiki é algo que se mantém pertinente, gerando debates entre curiosos, praticantes de Reiki e até mesmo mestres de Reiki. As linhagens mais conhecidas são a Tradicional e a Essencial, mas como é claro não se ficou apenas por estas duas linhagens e outros sistemas (linhagens) de Reiki foram surgindo.

     Compreendo perfeitamente que quem criou outros sistemas de Reiki (om-rom, jikidim, el morya, sufi, tibetano, etc…) juntou-lhe outros conhecimentos, para que pudesse ser diferenciado do sistema base, o tradicional. (faça uma pausa para reflectir em cada uma das questões que se seguem) Mas vamos lá pensar numa coisa, seja qual for a linhagem, o aprendiz não vai aprender a canalizar a energia do amor incondicional? (certamente responderam Sim) O objectivo do Reiki, independentemente da linhagem, não é o auxílio ao próximo? (certamente respondeu Sim) Quando pretende fazer Reiki, seja qual for a linhagem, aprendeu a ligar-se à fonte através da invocação? (claro que Sim) Poderia fazer-lhe mais questões como exemplo, mas certamente já chegou a alguma conclusão, certo?

     Agora que já pensou um pouco por si mesmo, vou dizer aquilo que eu acho. Para mim Reiki é Reiki e ponto final, seja ele de que linhagem for. Na verdade até podem dizer que existiu no tempo de Jesus Cristo (ano zero), mas ficou adormecido durante séculos, quem sabe se o Reiki não constava em livros da biblioteca de Alexandria e se perdeu todo esse conhecimento (e outros) quando a mesma ardeu! O que é certo e sabido por todos os reikianos, é que foi pela “mão” de Mikao Usui que o Reiki, foi redescoberto em 1922 no Monte Kurama (Japão), chegando através da senhora Takata aos EUA em meados de 1936 e depois a partir desse país é que se deu o “boom” e se foi difundindo por todo o mundo. Sendo a cultura oriental muito diferente da ocidental, o Reiki começou a ser visto por alguns como uma oportunidade de negócio, pois no ocidente capitalizado, de tudo se pretende fazer negócio. Talvez tenha sido este o motivo pelo qual começaram a surgir novas linhagens de Reiki. Mas é assim, se qualquer reikaino, antes de começar a aplicar Reiki deve ligar-se à fonte universal, e se essa fonte é a mesma para todas as linhagens, facilmente chegamos à conclusão que independentemente da linhagem a fonte é a mesma. Como tal se a “fonte” (universo) me dá “água” (energia) imprópria, também dará a mesma aos outros, assim como se me der “água” boa, irá também dar dessa água aos outros. Podemos assim concluir que não há nenhum Reiki melhor que outro, há apenas Reiki que é a prática do Amor Incondicional (seja que linhagem for) em prol do bem-estar supremo de toda a humanidade.

     Vou terminar este pequeno esclarecimento, pois penso que assim tenham ficado um pouco mais esclarecidos acerca dessas “inúteis” discussões que por vezes surgem, em torno da linhagem do Reiki, pois os princípios do Reiki ensinam-nos que: só por hoje, sou calmo e só por hoje, trabalho honestamente, com bondade e humildade no meu Ser. Obrigado pela sua leitura, desejo-lhe tudo de bom e o resto de um bom dia.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:00
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Abril de 2012

Eu, Tu, Ele… Nós, Vós, Eles… O Ser

     Cada Ser humano é uma peça única da engrenagem universal. Ao longo da vida, cada um de nós tenta, à sua maneira, viver da melhor forma possível.

     Assim que acabamos de nascer deviam de nos dizer:

          “- Bem-vindo ao planeta Terra, hoje é o teu primeiro dia de aulas na Escola da Vida”.

     É logo a partir desse momento que surgem as primeiras dificuldades, pois não sendo autónomos necessitamos de quem cuide de nós, que nos dê banho, que nos dê de beber (comer é mais tarde) e nos aconchegue enquanto dormimos. Depois aprendemos a andar, a falar, a comer sozinhos, estudamos e por ai adiante. Na generalidade todo o Ser humano segue na procura de mais conhecimento, observando, estudando e visitando cidades e países. O Ser humano faz estas e outras coisas sempre na procura do seu bem-estar, paz, harmonia, amor e felicidade, o que é natural, mas dá muita importância ao Ter em detrimento do Ser, o que é menos positivo. Apego, materialismo, inveja e outros sentimentos menos positivos são os principais causadores de sofrimentos nos Seres humanos e lembre-se de uma coisa, no momento da partida levam aquilo que trouxeram. Quando nascemos trazemos as mãos fechadas (trazemos connosco a esperança de cumprir os nossos desígnios) e quando partimos vamos de mãos abertas (levamos apenas o conhecimento adquirido e as acções praticadas para com o nosso semelhante).

     A verdadeira essência do Ser está precisamente na palavra que o define “SER”. Cada um de nós (Ser) é um infindável mistério, que vai muito além do seu corpo físico (que é apenas o envoltório carnal que lhe permite viver na Terra) e da sua visão. Somos seres em constante inter-acção uns com os outros e com todo o espaço que nos envolve, aos quais reagimos emocionalmente, sentimentalmente, mentalmente e até mesmo fisicamente, consoante o nosso nível de consciência. Conhecer, entender e compreender a essência do Ser é uma árdua tarefa, impossível de cumprir apenas com uma existência (vida). O Ser é como uma galáxia em ponto pequeno, onde o coração é o Sol, a mente é a Lua e o estômago a Terra, onde os órgãos se encontram a uma grande distância uns dos outros. Já pensaram quantas palavras são ditas sem passar pelo crivo do Sol, que se reflectem na Terra, local onde somos “atormentados” por inúmeros sentimentos e emoções, que por sua vez afectam a Lua que nos leva a agir de maneiras impróprias (segundo as leis universais). Descobrir a própria essência do nosso Ser, é sem dúvida o maior desafio para qualquer um de nós.

     Termino deixando-lhes esta dica: “Amor é igual a compartilhar”.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 05:53
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Estudo revela vantagens do Reiki na qualidade de vida de doentes com cancro

Música: vh1
Publicado por Viktor às 16:21
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Setembro de 2010

Terapeuta Holístico, o que é?

Caros leitores,

A definição “Terapeuta Holístico” é ainda um pouco confusa, pois as pessoas ficam algo baralhadas, portanto vou primeiro começar por explicar a palavra mais difícil de entender (Holístico) para depois explicar a conjugação das palavras (Terapeuta Holístico).

“Holístico” provém do grego holos e significa a totalidade, que nos reporta para uma compreensão da realidade como um todo integrado, onde os elementos constituintes agem numa interactividade e correlação permanentes onde a parte integra o todo e o todo está sempre presente na parte, sendo o todo superior à soma das partes. Aristóteles na sua Metafísica explica da seguinte forma: “O inteiro é mais do que a simples soma das partes”. O holismo tem vindo a ser discutido ao longo da história pelos mais variados pensadores. Nesta nova visão holística o Universo deixa de ser concebido como uma máquina (pelo paradigma Newtoniano-cartesiano) mas sim como um grande Ser em permanente evolução. Esta nova abordagem considera de vital importância o diálogo científico entre as ciências físicas, biológicas e humanas e representantes da antiga sabedoria (místicos, artistas e poetas) através da transdisciplinaridade.

Relativamente a “Terapeuta” vulgo saberem por isso não irei explicar, passando para a explicação da conjugação de palavras “Terapeuta Holístico”.

“Terapeuta Holístico” é aquele que usa as “terapias alternativas” em prol de quem o procura. Estuda e analisa o cliente sob o paradigma holístico, tendo em consideração os aspectos sócio-somato-psíquicos. Cada caso é único e portando devem ser aplicados os mais variados métodos de forma a proporcionar um maior bem-estar e uma melhor qualidade de vida, através de um processo interactivo que é estabelecido com o seu cliente, levando-o ao seu autoconhecimento e a efectuar mudanças em variadas áreas tais como: comportamento, nova visão da realidade e preocupações com a mesma, elevação da auto motivação bem como o discernimento aquando da tomada de decisões futuras (nova visão da realidade). Através das terapias alternativas, o Terapeuta reequilibra o Ser (cliente) no seu todo, sempre com o objectivo de transmutar as desarmonias em autoconhecimento, bem-estar, saúde e harmonia, actuando directamente nos planos físico, emocional, mental e espiritual.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: rfm
Publicado por Viktor às 11:18
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Energia Inesgotável

De séculos de actividade chegamos ao ponto focal, onde as experiências das idades entram em acção instantânea, onde todo o tempo e espaço converte-se na única Presença de Deus em acção agora.

Sabendo que é a Presença de Deus "EU SOU” que bate no vosso coração, sabeis que o vosso coração é a Voz de Deus e que, à medida em que vocês meditam e dizem: "EU SOU” a Suprema e inteligente actividade de minha Mente e do meu Coração" trareis para vós o verdadeiro e divino sentimento em que podeis confiar:

Há tanto tempo vem a humanidade amando apenas na periferia do círculo. Uma vez que o estudante se torne verdadeiramente convincente que Deus é Amor e que a actividade de Deus-Amor projecta-se pelo coração, compreenderá que, ao enfocar sua atenção no desejo de projectar Amor para qualquer propósito, pode produzir este sentimento em grau ilimitado. Este é o privilégio supremo da actividade externa da consciência. A humanidade não compreendeu, até agora, que o Amor é um Poder, uma Presença, uma Inteligência, uma Luz e uma Entidade, que pode ser exaltada até tornar-se uma fogueira ilimitada. Está na capacidade de todo o indivíduo, especialmente se é estudante da Luz, de gerar esta Presença de Amor que se converte em uma invencível, inesgotável, pacificadora entidade, presente onde quer que o indivíduo a dirija.

Há os que dizem e crêem que "ao Amor não se dá ordens". E eu vos digo que o Amor é o Primeiro Principio da Vida e pode ser gerado em qualquer grau e sem limite nenhum, para uso infinito. Tal é o privilégio majestoso, o uso da direcção cons­ciente que se pode dar ao Amor.

Quando digo "gerar", quero dizer o abrir a porta pela devoção consciente à emanação desta fonte inesgotável de Amor Divino; que é o Coração de vosso Ser, o Coração do Universo.

Pela contemplação deste poder infinito do Amor, os estudantes convertem-se em uma fonte dessa emanação, de cujo uso infinito poderão dispor, dirigindo-o conscientemente.

Quando desejais expressar vossa liberação de tais e quais actividades externas, males dolorosos etc., Eu vos recomendo afirmar: EU SOU a Presença que ordena, a Energia inesgotável, a Sabedoria Divina fazendo com que meu desejo seja cumprido". Isto vos libertará de quaisquer condições indesejáveis de acordo com o grau de energia que a lei do vosso Ser possa permitir. E, agora, que sabeis isto, podeis saber, também que: "Na Presença "EU SOU" agora permaneço intocado por toda condição exterior perturbadora: Sereno, eu cruzo meus braços e confio na acção perfeita da Lei Divina e na Justiça do meu Ser, ordenando que tudo em meu círculo apareça em perfeita Ordem Divina".

Este é o maior privilégio do estudante e deve ser sua inspiração a todo momento. Aqui vos direi algo que deve ser muito animador para cada estudante que está lutando por alcançar a Luz. Ele está sendo temperado com o melhor aço, para que dure o maior tempo possível e suporte melhor a tudo, e seja o mais forte. Isto é o que a experiência da vida traz ao indivíduo. Quando alguém anseia ser liberado e continua sofrendo experiências atribuladoras, estas não são mais do que o fortalecimento do carácter para dar a ele a última, perfeita e eterna Maestria sobre todas as coisas exteriores. Podeis, pois, com esta compreensão, regozijar-vos da experiência, pois ela vos está aproximando da gloriosa, maravilhosa Presença "EU SOU", para que mergulheis nela.

Assim, amados estudantes, não vos desespereis em meio às experiências que parecem pesar sobre vós. Enfrentai-as com alegria, porque, cada passo para a frente, leva à Meta Eterna e não tem que ser repetido. Que o estudante recorde-se sempre do afirmar: "EU SOU a Força, a Coragem, o Poder de adiantar, através de toda experiência, qualquer que seja, e permaneço alegre, elevado, cheio de Paz e harmonia em todos os momentos, pela gloriosa Presença que EU SOU".

Para o atleta, o momento antes da disputa está cheio de gloriosa expectativa, porém, à medida que se avizinha da meta e o adversário se aproxima, usa todos seus últimos esforços, o ar esgota-se e, com o último salto, alcança a linha da vitória. Assim também ocorre com os estudantes na Senda. Sabem que, com a prática da Presença "EU SOU", não podem errar, de modo que só devem "apertar o cinto", armar-se para o que seja necessário, e dizer adeus ao adversário. Porém, mais feliz que o atleta é o estudante que sabe, desde o princípio, que ele não pode fracassar porque, "EU SOU a Energia Inesgotável e Inteligente, sustentando-me”.

O poder de transmutação está contido na Presença "EU SOU". Isto deve ser lembrado em todo o momento. "EU SOU o Princípio vital neste meu corpo. Em todas partes, até no coração de Deus, sou a Inteligência governante do Universo. Logo, quando eu quiser transmutar algo, não importa o que seja, eu sei que "EU SOU" o Poder actuante, EU SOU a Inteligência dirigente, "EU SOU” a substância que está sendo utilizada e que agora trago à manifestação visível para meu uso".

A meditação desta frase, que acabo de dizer, permitirá às pessoas entrarem nesta Actividade sem tensão nem ansiedade.

Fonte: Livro de Ouro de Sait Germain

Saudações Estelares

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 02:20
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

KI - A Energia Vital

O “KI”, energia vital, entra pela nossa inspiração, percorre todo o corpo revitalizando todas as células em todos os níveis, e ao expirarmos, descarrega todo o stress acumulado e energia estagnada, proporcionando uma harmonia perfeita.

Porém através dos nossos vícios, pensamentos negativos, alimentação inadequada, maus hábitos, vida atribulada, etc... acabamos por deixar que se formem alguns bloqueios, que se acumulam em determinados pontos energéticos, que podem ser comparados com as comportas de uma represa, prejudicando a livre circulação da energia vital, e em consequência a uma desarmonia nos níveis físicos, emocional, mental e espiritual, que podem ser detectadas através de certas atitudes como a preocupação.

Devemos compreender o corpo de forma holística “total”, ou seja, não devemos dividi-lo em partes. A verdadeira saúde encontra-se na harmonia dos níveis físico, emocional, mental e espiritual.

Já foi comprovado que na maior parte de nossas doenças do corpo físico, a causa encontra-se nos níveis emocionais, mentais e espirituais. Tudo o que acontece em algum nível, reflecte-se nos outros.

Por isso devemos procurar manter essa harmonia, para que a nossa energia vital flua livremente. Para que assim possamos estar em harmonia com o Cosmos compartilhando com a energia de todos os elementos do Universo.

Como tudo é formado de energia, devemos ter consciência de que tudo está interligado, que interagimos com tudo e com todos os que nos rodeiam.

Dessa forma podemos afectar e sermos afectados: pelo ambiente, pessoas e elementos que contactamos.

Devemos então mantermo-nos harmonizados para que essa troca seja positiva, e também para que tenhamos uma defesa caso entremos em contacto com ambientes, pessoas ou elementos com uma frequência vibratória inferior.

Para elevarmos a nossa frequência vibratória, podemos procurar as várias ferramentas que se encontram à nossa disposição, sendo o Reiki uma maravilhosa ferramenta. Podemos mudar os hábitos que bloquearam o livre fluxo energético, assim como podemos acolher novos hábitos que nos auxiliem o seu equilíbrio.

Albert Einstein elaborou a teoria do campo unificado, demonstrando a existência de uma energia que é a força directora de todas as coisas do Universo. É o éter de Paracelso e dos antigos Rosacruzes. Através de equações matemáticas, unificou a força gravitacional e a electromagnética em uma relação que explica muito do que vemos ao nosso redor, Segundo ele, a nível desse plano energético (etérico), que os cientistas modernos chamam de hiper espaço, o tempo e o espaço não se manifestam da mesma maneira que no plano físico, onde só existem por serem originados dessa mesma energia.

Segundo ele, energia e matéria são manifestações diferentes dessa energia primordial etérea. Essa energia etérea é um ponto de liga sub atómico, um meio que permite a metamorfose em contínuo movimento de partícula para onda e de onda para partícula. Einstein criou, assim, as bases científicas da Física Quântica.

Diz Einstein que toda matéria é energia e que toda energia é constituída por fotões, que é uma das últimas partículas sub atómicas descobertas pela física quântica. O fotão tem uma característica rara, se comparado com outras partículas sub atómicas: ele se comporta simultaneamente como partícula e como onda. O fotão é luz, logo toda energia é luz, é vibração.

A.C.I.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:07
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

A Aura nas Sessões Terapêuticas

A aura é realmente o “elo que faltava” entre a biologia e a medicina física e a psicoterapia, o “lugar” em que se localizam todas as emoções, pensamentos, lembranças e padrões de comportamento que discutimos sem parar na terapêutica. Não estão apenas suspensos nalgum lugar da nossa imaginação, senão localizados no tempo e no espaço. Pensamentos e emoções movimentam-se entre as pessoas no tempo e no espaço através do campo da energia humana, e o seu estudo é o modo de se conseguir um instrumento para lidar com essa actividade. Reparemos nos fluxos de energia fluida de auras enquanto as pessoas se movimentam em sessões terapêuticas. Quando o Terapeuta ou Reikiano está a aplicar Reiki em si ou noutra pessoa, a sua aura expande-se podendo atingir um metro de distância. É como se o Terapeuta estivesse dentro de um pequeno sol a irradiar raios de luz energética pelas mãos directamente em corrente contínua e pelo corpo todo num fluxo menor mas também agradável. O mesmo acontece a quem recebe, pois no final fica com a sua aura expandida, alisada e num constante movimento permitindo um bom fluxo energético entre todos os chakras e nádis.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:24
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Saúde e Equilíbrio

Para garantir saúde e equilíbrio, prometa a você mesmo:

1- Colocar-se sob os desígnios de Deus, cada dia, através da oração, e sustentar a consciência tranquila, preservando-se contra ideias de culpa.

2- Dar o melhor de si mesmo no que esteja a fazer.

3- Manter coração e mente, atitude e palavra, actos e modos na inspiração constante do bem.

4- Servir desinteressadamente aos semelhantes, quanto esteja ao alcance de suas forças.

5- Regozijar-se com a felicidade do próximo.

6- Esquecer conversações e opiniões de carácter negativo que haja lido ou escutado.

7- Acrescentar pelo menos um pouco mais de alegria e esperança a toda pessoa com quem estiver em contacto.

8- Admirar as qualidades nobres daqueles com quem conviva, estimulando-os a desenvolvê-las.

9- Esquecer motivos de queixa, sejam eles quais forem.

10- Viver trabalhando e estudando, agindo e construindo, no próprio burilamento e na própria corrigenda, de tal modo que não se veja capaz de encontrar as falhas prováveis e os erros possíveis dos outros.

Espírito: ANDRÉ LUIZ

Médium: Francisco Cândido Xavier

Livro: “Passos da Vida

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:37
Link | Comentar | favorito
Sábado, 6 de Junho de 2009

O Estudo do Budismo

Estando na Universidade onde tinham filosofias de todo o mundo, começou a pesquisar outras filosofias. Estudou Hinduísmo, Zoarastrismo e, claro, religião. Quando chegou ao Budismo, encontrou uma passagem que dizia que o Buda curava através da colocação das mãos. Curou invisuais, turberculosos e também leprosos. Quando fez esta descoberta, disse: “Devo prosseguir os meus estudos no Budismo e descobrir se Buda terá deixado algum tipo de fórmula para a arte da cura.”

Então, o Mestre Usui passou sete anos nos Estados Unidos, e concluiu: “É tempo de ir para um país budista e estudar o Budismo e encontrar a fórmula”. Quando chegou ao Japão, não perdeu tempo. Aterrou em Kyoto, onde vivera, e visitou todos os grandes mosteiros, e ainda hoje Kyoto é a Meca dos templos e o berço. Naquela altura, Nara era o berço do Budismo mas Kyoto tinha mais gente e os maiores mosteiros do Japão. E decidiu ir visitar cada um deles. Começou pelo maior de todos, o de Shin. Quando lá chegou, conheceu um monge, e perguntou-lhe: “A Bíblia do Budismo ou os Sutras falam sobre a cura do Buda? Está escrito nos Sutras que Buda curou leprosos, tuberculosos e invisuais, colocando as mãos?” O monge respondeu: “Sim, está escrito nos Sutras.” Ele disse: “Já praticou essa arte? Consegue fazê-lo?” E o monge disse: “Bem, no Budismo, a parte física é muito importante, mas consideramos a igreja e o sacerdócio para catequizar as pessoas para que tenham mentes melhores. Queremos primeiro estreitar as suas mentes para que se tornem mais espirituais e então mostrem maior gratidão e aprendizagem de tudo, das melhores coisas da vida. Isto é um templo ou uma igreja, e nós, monges, não temos tempo para o físico no crescimento do espiritual, a cura espiritual vem primeiro.” O Mestre Usui fez uma vénia e agradece: “Obrigada.” E foi-se embora, para Kyoto. Visitou diferentes templos mas toda a gente lhe dava a mesma resposta. Diziam-lhe: “Sim, está registado nos Sutras, por conseguinte nós aceitamos e cremos que Buda era um terapeuta. Mas estamos a tentar curar a mente, primeiro, e por isso desconhecemos tudo o que diga respeito à cura do corpo.”

Após meses de pesquisa, o Mestre Usui desanimou, mas não desistiu. “Ainda tenho um sítio para visitar”. E por fim compreendeu-o, num templo Zen. Quando se aproximou, tocou o sino e apareceu um rapazinho. “Gostaria de falar com o monge mais elevado deste Grande Templo.” O rapazinho respondeu: “Por favor, entre. E quem é você?” Respondeu: “Eu sou Mikao Usui. Gostaria de estudar o Budismo e, por isso, gostaria de conhecer o monge.” A mensagem foi transmitida. O monge, nos seus setenta e dois anos, face adorável como a de uma criança, olhar inocente, voz doce, recebeu-o: “Entre. Quer dizer que está interessado no Budismo?” O Mestre Usui respondeu: “Sim, estou. Antes de mais, gostaria de lhe fazer uma pergunta. A filosofia Zen crê na cura?” Disse o monge: “Sim, cremos. Está escrito nos Sutras que Buda o fez, então no Budismo temos a cura.” O Mestre Usui pergunta: “Então, podem curar o Eu físico?” O monge responde: “Ainda não.”. E torna: “O que quer dizer com “ainda não”?” O monge responde: “Oh, nós, os monges, estamos muito, muito ocupados a fazer discursos e palestras e sermões, para que a mente fique afinada para o nível espiritual. Queremos melhorar a mente antes de tocarmos o físico.” “E como vão obter o treino físico?” O monge responde: “Isso virá a seu tempo. Ainda não desistimos apesar de ainda não o termos alcançado. Daí as preces Zen nos nossos cânticos dos Sutras, que são fundamentais para a nossa fé. Estão mais fortes que nunca, isso não perdemos. E um dia, numa das nossas meditações receberemos essa grande luz, e então saberemos. Sabemos que estamos prontos, mas não no presente. Estamos a tentar e sabemos que ainda não chegámos lá. Antes de terminarmos as nossas meditações e antes de entrarmos na transição, tenho a certeza de que tudo será clarificado e seremos capazes de o fazer.” “Muito obrigado. Posso entrar e ficar aqui a estudar os Sutras que tem em sua posse? Também gostaria de participar nas palestras sobre o Budismo. Eu era um sacerdote Cristão, tenho fé na Bíblia cristã e já procurei por todo o lado e anda não encontrei a fórmula para a cura – apesar de crer que Cristo o fez, e ainda o creio.” Então o monge responde: “Entre.” O Mestre Usui pede: “Gostaria de me juntar aos monges, aos sacerdotes e estudar aqui.” Demorou-lhe cerca de três anos estudar todos os Sutras do Templo. Quando chegava a hora da meditação, o Mestre Usui sentava-se com os outros monges e participava em horas e horas de meditação. E tornou-se claro em si que isto não era suficiente. Por isso, disse: “Agradeço muito a vossa preciosa ajuda e por me terem deixado ficar aqui. Gostaria de ficar mais tempo e aprofundar os meus estudos.” O monge respondeu: “É bem-vindo a ficar, pois acreditamos na sua busca. A única coisa que estamos a fazer – para além das orações – é meditar bastante para receber essa graça. Porém, se pretende aprofundar os seus estudos, esteja à vontade para o fazer neste Templo.” O Mestre Usui pensou para si: “Os caracteres japoneses escritos nos Sutras, aliás todos estes caracteres, são originários da China. Adoptámos os caracteres chineses como caracteres japoneses, por isso quando lemos os Sutras não conseguimos compreender. É como um inglês tentar ler latim. Conhece-se, mas os caracteres são tão lidos como escritos.” Podia fazê-lo. Então, aprofunda o estudo dos caracteres chineses e torna-se um Mestre. No entanto, “ainda não é o suficiente. No fundo, o Buda era Hindu, portanto devo estudar sânscrito. Talvez estudando-o me aperceba de alguma nota tirada pelos discípulos de Buda, porque o Buda tinha muitos discípulos, e foi assim que se escreveram as escrituras.”

Associação Portuguesa de Reiki “Monte Kurama”

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 10:00
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

O que faz um Terapeuta Holístico?

O TERAPEUTA HOLÍSTICO, em geral, procede ao estudo e à análise do cliente, realizados sempre sob o paradigma holístico, cuja abordagem leva em consideração os aspectos sócio-somato-psíquicos. Faz uso do somatório das mais diversas técnicas, pois cada caso é considerado único e deve-se dispor dos mais variados métodos, para possibilitar a opção por aqueles com os quais o cliente tenha maior afinidade: promove a optimização da qualidade de vida, estabelecendo um processo interactivo com seu cliente, levando este ao autoconhecimento e a mudanças em várias áreas, sendo as mais comuns: comportamento, elaboração da realidade e/ou preocupações com a mesma, incremento na capacidade de ser bem-sucedido nas situações da vida (aumento máximo das oportunidades e minimização das condições adversas), além de conhecimento e habilidade para tomada de decisão. Avalia os desequilíbrios energéticos, suas predisposições e possíveis consequências, além de promover a catalisação da tendência natural ao auto-equilíbrio, facilitando-a pela aplicação de uma somatória de terapêuticas de abordagem holística, com o objectivo de transmutar a desarmonia em autoconhecimento.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 13:01
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

Energia Humana

As seguintes imagens demonstram o campo biomagnético de uma mulher antes e depois de uma sessão de Reiki.

http://www.reikiteaching.co.uk/page10.html

Verifica-se assim que depois da sessão ficamos energeticamente equilibrados e harmonizados. Todo o universo é energia e nós como parte integrante do mesmo somos seres de composição energética também. O nosso campo energético é formado por células e tecidos que geram os seus próprios campos eléctricos para poderem ser detectadas. As leis da física dizem que cada corrente eléctrica gera o seu campo magnético no seu espaço envolvente. Assim concluí-se que as patologias também se reflectem no campo magnético alterando-o, logo como o Reiki pode actuar directamente sobre o mesmo, pode nesse campo tratar patologias directamente relacionadas com o mesmo, tal como o stress, instabilidade emocional, dificuldades para adormecer e tantas outras que poderia aqui mencionar. Cada vez mais esta Terapia é e será usada como complementar à medicina convencional.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

 

 

Publicado por Viktor às 19:46
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Iniciação ao Nível II

Caros amigos e leitores,

Fazer uma iniciação no nível 2 de Reiki é uma responsabilidade acrescida para todos os que entraram neste universo, abraçando uma causa em prol do bem supremo universal.

É neste nível que se vão aprender os primeiros símbolos sagrados do Reiki, bem como os seus significados, mantras e aplicabilidade dos mesmos.

Para se poder iniciar neste nível, os reikianos devem de ser iniciados no nível 1, e ter pelo menos experiência de aplicação de seis meses, algum estudo e dedicação à terapia. Isto porque o Reiki não é apenas um curso que se tira para fazer curriculum, é o ponto de partida para uma nova e longa etapa da nossa vida na qual vão ser operadas transformações intensas no nosso interior, e para as quais devemos estar preparados nos planos emocional, mental e espiritual.

A passagem para o segundo nível do Reiki não deve ser feita quando queremos, mas sim quando a nossa intuição nos diz que está na hora. Posso-vos dizer que no Japão, país originário do Reiki, os Reikianos de nível 1, só passam para o nível 2 quando, o Mestre que os iniciou, entende que eles reúnem o conhecimento e capacidade necessário para tal. Chegam a estar 2, 4, 6 ou 10 anos no primeiro nível, sempre a aperfeiçoar a técnica e numa constante jornada de aprendizagem.

Aprender a trabalhar com 3 símbolos sagrados (CKR, SHK, HSZSN) é uma grande responsabilidade que está a ser colocada nas mãos dos iniciados.

Após a iniciação no nível 2, verifica-se um significativo aumento na capacidade de canalização energética, chegando a um patamar bastante elevado energeticamente.

Com este nível, os Reikianos passam a ter a capacidade de fazer tratamentos à distância, utilizando os símbolos, e canalizando a energia como se de ondas hertzianas (rádio) se tratasse; podem fazer tratamentos do foro emocional, mental e alguns do espiritual, além dos que faziam com o primeiro nível.

Como podem ver há um considerável aumento das capacidades de tratamento, enquanto terapeutas.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Bem Supremo Universal
Publicado por Viktor às 02:00
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

Projecto de Reiki

Caros amigos e leitores,

Neste momento estou a desenvolver um projecto para a Associação Portuguesa de Reiki, acerca dos seus benefícios na sociedade, especialmente no que diz respeito à sua aplicabilidade em lares, centros de saúde, associações ou outro tipo de locais, onde o Reiki tenha sido aplicado e através do qual, se tenham obtido bons resultados que possam ser testemunhados pelos intervenientes. Caso tenham alguma informação sobre este assunto, agradecia que me facultassem por e-mail, dando também o vosso contributo para a realização deste estudo. O mesmo visa ser parte integrante, de um extenso trabalho, que será apresentado ao nível das entidades governamentais, com vista à aceitação do Reiki como terapia holística alternativa, podendo vir a integrar serviços públicos, em prol do bem-estar supremo da população.

Desde já agradeço, antecipadamente, a todos os que gentilmente me puderem facultar informações para a elaboração deste projecto.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:16
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Acerca de Símbolos

Há pelo menos três tipos fundamentalmente diferentes de símbolos e crenças no que diz respeito à natureza das formas simbólicas. A primeira classe de símbolos são os que o poder ou a habilidade de criar o efeito é inerente à forma do símbolo. Estes são usados na geometria sagrada o tattwas e até certo ponto Yantra Mandalas, estão entre esses em que a verdadeira forma se diz que é a que estimula directamente os modelos subconscientes da energia no corpo, cérebro e energia física e a realidade não-física.

Diz-se que estes símbolos contêm o poder para despertar uma habilidade ou criar um resultado, ou transmitem informação e realizam místicas de sí mesmos sem a acção ou interacção de alguém. A segunda crença se opõe, os símbolos podem ser algo que é activado pela intenção do ritual ou pela proximidade a lugares ou pessoas santas e se carregam e contêm o poder de criar um efeito. Na última aula de símbolos são esses que representam ferramentas ou apontadores que o habilitam a si para se ligar com a informação, a energia e para usar uma função espiritual, etera, isso existe separando o símbolo. O símbolo é mais como um botão, o poder está no que os símbolos visualizam antes de ter um poder próprio.

Estes pontos de vista não são realmente exclusivos, são as diferentes maneiras de ver as cosas. Algumas pessoas nos Estados Unidos consideraram e ensinaram que os símbolos de Reiki e seus nomes ou o mantra neles próprios contêm eternamente o poder e, por serem sagrados e secretos, não devem ser revelados a ninguém que não seja iniciado. A maior parte dos Símbolos usados em Reiki são palavras que se escrevem em Kanjis e que têm significados simbólicos esotéricos nalgumas tradições budistas.

Tenho a convicção de que os símbolos de Reiki são principalmente da terceira classe. Eles são ferramentas para facilitar a ligação com aspectos da energia universal para curar. Eles não têm por sí mesmos o poder. Há frequentemente muitas maneiras diferentes de desenhar certo símbolo mas todas elas participam efectivamente na conexão com a energia de Reiki. Agora que estudantes Ocidentais de Reiki fizeram o contacto com estudantes japoneses de Reiki da Associação de Reiki fundada por Mikao Usui, aparentemente esta é a maneira como eles acostumaram nesta sociedade e que muitas pessoas chegam a ser capazes de usar as funções de Reiki sem invocar directamente os símbolos.

Estes símbolos são exactamente isso, símbolos. Eles não são o que eles visualizam. Os símbolos de Reiki visualizam as funções específicas de propriedades da energia para curar e aumento espiritual. Quando qualquer que seja o iniciado em Reiki vê e diz o nome ou desenha esses símbolos, o ajudam a ligar-se a si mesmo com a energia de Reiki e a activar a função e propósito específico que o símbolo visualiza. Nos Alinhamentos específicos o autor deste manual ousa conferir uma habilidade automática ao escolher trabalhar com as funções de Reiki por intenção, usando palavras ou pensamentos para os activar ou também invocar conscientemente os símbolos. A activação directa da intenção não substitui a informação e a experiência que é ganha com o estudo e usando os símbolos. Não é necessário entender os significados dos símbolos nem usá-los conscientemente para ganhar e compartilhar os benefícios do Reiki. Apesar de de poder enriquecer a sua experiência explorar os seus significados. Os símbolos recordam-nos que há maneiras de invocar aspectos diferentes da energia usá-los.

Você pode usar também Reiki para invocar neutros aspectos e propósitos da energia universal pela intenção directa. Outros sistemas que evoluíram a partir do Reiki tal como Seichim y Karuna usam os diferentes símbolos para invocar outros aspectos da energia. De qualquer das maneiras usar Reiki para estas funções sem Iniciação adicional e com ou sem o uso dos símbolos adicionais.

No Usui Reiki Ryoho Gakkai que é a sociedade Reiki fundada por Usui Sensei, entendemos que os símbolos foram agregados por Usui Sensei algum tempo depois da sua realização em Reiki, para ajudar essas pessoas que têm pouca experiência com o trabalho da energia e necessita ajuda para se conectar com esta.

Os símbolos foram escolhidos aparentemente dos términos usados nalgumas secretas budistas esotéricas e que são apropriados para a função do poder de Reiki.

Estava verdadeiramente familiarizado com a maior parte desses términos antes de encontrar Reiki, tanto que eu não fui surpreendido por nada disto. Muitos mais livros e as traduções de Reiki que se ensina no Japão se publicarão no futuro e assim esta informação histórica acerca de Reiki continuará a ser ensinada.

O Reiki não é um sistema fechado, se bem nos beneficiamos por te ruma formação e uma sã origem nas práticas tradicionais de Reiki Usui Sensei, decidindo ele mesmo dar uma segunda classificação à indicação simbólica na esperança de que o sistema continuava o seu desenvolvimento após a sua partida.

O método original de Iniciação à possibilidade de usar Reiki foi modificado ao longo dos anos da forma como era e é praticando na sociedade japonesa de Reiki. O Reiki Ryoho no Japón você reunia-se semanalmente com os membros do mesmo nível e um mestre, têm uma lição ou um conferência e uma possível práctica, quem recebe o tratamento curativo depois de que você termina a meditação de hatsurei-ho enquanto o Mestre lhe dá "Reiju" a você e aos outros membros, uma força que ajuda a conectar e maximizar a conecção à energia Reiki, pelo geral, gradualmente de acordo com o seu desenvolvimento pessoal. Posivelmente depois de um período de um ano ou mais desta prática e estudos talvez sejas convidado a aprender as segundas senhas.

É na linhagem de Hayashi-Takata chamado Usui Shiki Ryoho que os símbolos são de mior importância. O sistema foi establecido para ensinar Reiki mais rápido que a instrução larga de Reiki Ryoho. Havia mais ênfase nas posições das mãos e os símbolos para que os estudantes se pudessem ligar ao Reiki com a ideia de trabalhar no dispensário de Hayashi, antes eles desenvolveram a habilidade de pressentir a energia dos clientes. Isto foi também provavelmente por que se desenrolou um processo de Iniciação semelhante às Iniciações usadas em muitas tradições espirituais que curam em ordem a que acelera significativamente a limpeza, a ligação e a habilidade de trabalhar com energias universais. Os Mestres que a Sra. Takata treinou foram ensinados com ênfase nos símbolos e foram ajuramentados também nos segredos dos símbolos de Reiki e outras práticas.

Publicado por Viktor às 12:30
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: O Valor da Pala...

. Reflexão: Linhagens de Re...

. Eu, Tu, Ele… Nós, Vós, El...

. Estudo revela vantagens d...

. Terapeuta Holístico, o qu...

. Energia Inesgotável

. KI - A Energia Vital

. A Aura nas Sessões Terapê...

. Saúde e Equilíbrio

. O Estudo do Budismo

. O que faz um Terapeuta Ho...

. Energia Humana

. Iniciação ao Nível II

. Projecto de Reiki

. Acerca de Símbolos

. CAIM FUNDOU UMA CIDADE SE...

. ENSINOU O APOSTOLO PAULO:...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007