.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quarta-feira, 12 de Maio de 2010

Dúvidas que surgem…

A minha namorada anda com uma depressão, o Reiki pode ajudar?

A depressão é a principal causa de incapacidades e a segunda causa de perda de anos de vida saudáveis entre as 107 doenças e problemas de saúde mais relevantes. Os custos pessoais e sociais da doença são muito elevados. A depressão é uma doença mental que se caracteriza por tristeza mais marcada ou prolongada, perda de interesse por actividades habitualmente sentidas como agradáveis e perda de energia ou cansaço fácil.” [Segundo fonte do Ministério da Saúde]. Como o Reiki actua nos níveis físico, emocional, mental e espiritual, de forma a restabelecer o equilíbrio necessário ao bem-estar do paciente. Sendo a energia cósmica do Reiki uma energia inteligente, esta vai actuar directamente na causa em vez de simplesmente debelar o efeito, proporcionando assim um tratamento eficaz da situação em causa.

Estou sob tratamento médico, será que posso fazer uma sessão terapêutica?

Através da terapia holística, há uma abordagem do paciente num todo, por forma a restabelecer o equilíbrio, harmonia e bem-estar do Ser. Como a energia cósmica trabalha com os princípios do Amor Incondicional e Compaixão, isso faz com que a mesma só seja utilizada para praticar o bem do nosso semelhante. Dessa forma pode receber uma sessão, pois a mesma irá fortalecer o tratamento que está a receber, potencializando os efeitos benéficos da medicação e ainda actuando noutros campos não alcançados pela medicação em causa. Pode ainda atenuar ou eliminar as contra indicações da medicação que está a tomar.

O meu primo é hipocondríaco, será que o Reiki lhe faria bem?

Sim, sem dúvida que seria para ele uma mais-valia. Neste caso eu aconselho-o a fazer algumas sessões terapêuticas. Digo algumas porque isso varia de pessoa para pessoa, sendo que o paciente tem a “responsabilidade” de definir quantas necessita, pois afinal ele tem de se ajudar a si mesmo e não ficar à espera que o Terapeuta tire uns pozinhos do bolso e os coloque em cima e PUFF… está tratado. Errado! Lembrem-se sempre de uma coisa, o seu livre arbítrio é sempre respeitado por isso tem de fazer por tal caso contrário é o mesmo que remar contra a maré.

Vitor, a minha tia perdeu um filho de tenra idade num acidente. Desde então nunca mais foi a mesma, será que através destas terapias que faz Ela poderá voltar a ser o que era?

Isso é sem dúvida uma perda que desequilibra todo e qualquer Ser aqui neste plano. Este tipo de situação desencadeia muitas vezes variados processos algo complicados que levam as pessoas a ter uma crise existencial. Atingindo este ponto a pessoa necessita de apoio, acompanhamento e esclarecimento e não abandono como muitas vezes acontece. Na realidade, não são casos fáceis de resolver pois exigem da parte do terapeuta muito tempo, disponibilidade (cada consulta pode chegar a demorar cinco horas) e dedicação, o que leva alguns a evitar tratar este tipo de situações. É claro que as terapias são uma excelente ajuda para esta “lição de vida”, pois já me deparei com alguns casos, uns mais morosos que outros, com bons resultados. Lembrem-se que o Ser humano, sendo uma manifestação de Deus, deverá ter sempre esperança e um coração aberto e radioso como o de Deus, aconteça o que acontecer.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:19
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Mensagem do dia...

Mãe Santíssima!

Enquanto as mães do mundo são reverenciadas, deixa te recordemos a pureza incomparável e o exemplo sublime...

Soberana, que recebeste na palha singela o Redentor da Humanidade, sem te rebelares contra as mães felizes, que afagavam Espíritos criminosos em palácios de ouro, ensina-nos a entesourar as bênçãos da humildade.

Lâmpada de ternura, que apagaste o próprio brilho para que a luz do Cristo fulgurasse entre os homens, ajuda-nos a buscar na construção do bem para os outros o apoio de nossa própria felicidade.

Benfeitora, que te desvelaste, incessantemente, pelo Mensageiro da Eterna Sabedoria, sofrendo-lhe as dores e compartilhando-lhe as dificuldades, sem qualquer pretensão de furtá-lo aos propósitos de Deus, auxilia-nos a extirpar do sentimento as raízes do egoísmo e da crueldade com que tantas vezes tentamos reter inconformados e no desespero os corações que mais amamos.

Senhora, que viste na cruz da morte o Filho Divino, acompanhando-lhe a agonia com as lágrimas silenciosas de tua dor, sem qualquer sinal de reclamação contra os poderes do Céu e sem qualquer expressão de revolta contra as criaturas da Terra, conduz-nos para a fé que redime e para a renúncia que eleva.

Missionária, salva-nos do erro.

Anjo, estende sobre nós as níveas asas!...

Estrela, clareia-nos a estrada com teu lume...

Mãe querida, agasalha-nos a existência em teu manto constelado de amor!...

E que todas nós, mulheres desencarnadas e encarnadas em serviço na Terra, possamos repetir, diante de Deus, cada dia, a tua oração de suprema fidelidade:

“Senhor, eis aqui tua serva, cumpra-se em mim segundo a tua palavra.”

Espírito: Anália Franco

Médium: Francisco Cândido Xavier

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 14:14
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

A Primeira Infância

O processo do lento despertar para o mundo físico continua após o nascimento. O bebe dorme frequentemente durante esse tempo; a alma enche os seus corpos de energia mais elevada. Deixa os corpos físico e etéreo desimpedidos e permite que eles se ocupem no trabalho da construção do corpo.

Nas primeiras fases da vida, à criança incumbe acostumar-se às limitações da sensação física e ao mundo tridimensional. Vi muitos recém-nascidos lutando com esse processo. Tendo ainda alguma percepção do mundo espiritual, evitam e fazem por descartar-se dos parceiros espirituais e das figuras dos pais e por transferir as afeições para os novos pais. Os recém-nascidos que tenho observado possuem chakras da coroa bem abertos. Lutam por caber, espremendo-se, nas limitações de um corpinho de bebe. Quando os vejo deixar o corpo físico, em seus corpos superiores, parecem muitas vezes espíritos de cerca de doze pés de altura. Travam uma luta enorme para abrir o chakra da raiz inferior e estabelecer conexão com a terra.

Exemplo disso foi o caso de um menino nascido um mês depois do que se esperava. Após um nascimento muito rápido, foi acometido de uma febre. Os médicos realizaram uma sangria espinhal para verificar se não se tratava de encefalite. Administrou-se a sangria espinhal na região do chakra sacro. A criança lutava para desfazer-se de dois companheiros de brincadeiras e de uma mulher espiritual que tampouco queria soltá-lo. Na luta, ele se abria e estabelecia conexão com a terra todas as vezes que o seu guia se achava presente. Em seguida, perdia contacto com o guia, avistava os companheiros de folguedo e a mulher, e lutava vigorosamente entre os dois mundos. Nessas ocasiões, sentia maior afinidade com a mulher espiritual do que com a própria mãe física. Na luta para não encarnar, jogava energia fora pelo chakra sacro e para a direita, a fim de evitar o crescimento de raízes directamente através do chakra básico (primeiro chakra). Conseguia fazê-lo, em parte, à conta do buraco áureo deixado pela sangria espinhal. Depois de um momento de luta, voltava a estabelecer conexão com o guia e se acalmava, abria a raiz e recomeçava o processo de entrada.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 02:58
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Reflexão... 2009

Caros visitantes e leitores,

Estamos no último mês do ano e já se pode fazer uma retrospectiva do corrente ano. Como Mestre de Reiki acho que cumpri os objectivos que tracei em Janeiro pois vou terminar o ano com uma média de dois cursos dados por mês, 10 workshops realizados e um projecto implementado e patenteado com o nome REIsocialKI®. Como Terapeuta Holístico posso dizer que consegui obter bons resultados com aqueles que me procuraram, com uns mais depressa e com outros mais lentamente.

         Aqueles cuja sua entrada no universo do Reiki foi feita comigo ou que, em dado momento do seu caminho se cruzou com o meu, sabem o quanto me dedico à partilha de conhecimentos para que possam evoluir não só pessoalmente mas colectivamente, por forma a sentirem-se também preparados para auxiliar o seu semelhante quando necessário. Não ensino apenas por gosto, mas pelo prazer de saber que os que aprendem podem amanhã vir a auxiliar outros, alargando assim geograficamente o leque de pessoas que praticam o Reiki com todo o Amor Incondicional em prol do seu semelhante.

         Ao longo deste ano um número impreciso de pessoas, algumas dezenas, vieram ao meu encontro com os mais variados problemas (stress, ansiedade, insónias, depressão, fobias, medos, ciática, gravidez, etc). Dentro das minhas possibilidades e limitações, tentei dar sempre o meu melhor em prol dos outros, mas há uma coisa muito importante de se deve salientar, todo aquele que me procura deverá entregar-se de corpo e alma, para assim conseguir alcançar o bem-estar conjuntamente com o terapeuta, tal qual um pai que leva um filho pela mão no seu primeiro dia de escola.

         O projecto REIsocialKI® que estou a desenvolver no meu cantinho [Espaço Reiki Zen na Academia da Perfeição, Oura Hotel – Albufeira] está a correr dentro do previsto. Ás segundas e quartas-feiras das 20:30h às 21:30h faz-se partilha de energias, conhecimento, meditação e desenvolvimento do Ser. Qualquer pessoa pode participar neste projecto quer seja Reikiano ou não, de uma forma gratuita. Como energia de troca solicita-se aos participantes que levem um donativo em roupa ou alimento para posteriormente ser entregue a uma instituição de solidariedade social. Este projecto não é apenas para ser levado a cabo nesta quadra natalícia. O mesmo irá decorrer ao longo de todo o ano e poderá vir a ser implementado noutros pontos do país.

Ser Mestre de Reiki não é apenas ter uma formação que lhe permita ensinar outras pessoas, é abraçar uma causa maior que nos vai enriquecendo quanto mais praticar-mos. Ao aceitar ser Mestre, assume um papel perante a sociedade e com o seu semelhante, pois agora tem obrigações morais tais como dar continuidade e preservar o ensino do maravilhoso legado de Mikao Usui. Deverá também estar disponível para esclarecer e auxiliar todos aqueles que o procurem, com todo o seu Amor Incondicional e humildade, segundo os princípios(5) que fazem desta terapia uma filosofia de vida.

Assim em jeito de conclusão acho que cumpri os meus objectivos no que toca à divulgação do Reiki, isto também para não falar do trabalho aqui efectuado no blogue. Se pretenderem deixem os vossos comentários.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 05:24
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

Reflexão

Caros leitores e irmãos de luz,

Trabalhar diariamente para auxiliar o próximo e em solidariedade para com os outros é algo que me enriquece interiormente. Na minha óptica, os trabalhadores de Luz devem trabalhar em conjunto de uma forma colectiva e não individualmente, pois todos temos a aprender uns com os outros e cada um de nós tem o seu papel. Partilho o meu conhecimento diariamente com aqueles que me procuram e aprendo também com eles numa troca interactiva de conhecimento a qual eu defino como dádiva.

Relativamente ao PROJECTO REIsocialKI já me foram colocadas algumas questões tais como: 1. Então não ganhas nada com isso? 2. Se não aparecer ninguém ficas lá a olhar para as paredes? 3. Se não ganhas nada com isso não achas uma perca de tempo? 4. Achas que as pessoas merecem? As quais respondo da seguinte forma: 1. Aqui na terra não ganho nada, mas ganho no céu (plano espiritual); 2. Aproveito sempre para meditar um pouco e limpar energeticamente o meu cantinho, mesmo que não apareça ninguém; 3. Eu não perco tempo, dedico esse tempo ao meu semelhante, porque acho que essa é a missão que com tanto gosto e amor abracei; 4. Todas as pessoas merecem assim como tu que hoje estás bem mas não sabes se amanhã estarás. E uma das leis do universo é o dar e receber, ou seja, recebemos tudo aquilo que damos e ao praticarmos o bem vamos receber o bem.

Vou aqui partilhar com vocês um episódio que se passou entre mim e o meu filhote (5 anos). A conversa foi assim:

         - Pedro. O pai está a fazer partilhas no hotel e as pessoas quando vão não pagam nada. Levam um donativo para o pai dar a uma Associação para as pessoas pobrezinhas. Aquela caixa que ali está, está vazia, não queres colocar lá alguns brinquedos teus que queiras dar aos meninos pobrezinhos?

         - Está bem pai, eu vou já fazer isso. Vou escolher.

Passados 4 minutos ele diz-me assim:

         - Pai, meti o action mam do Skate na caixa para dar aos meninos.

De certa forma admirado com tal acto de bondade por parte dele perguntei:

         - Vais dar um brinquedo caro aos meninos?

         - Sim pai, não me faz falta, pois tenho 3 e posso dar um deles.

Foi então que uma felicidade interior se apoderou de mim transbordando para o exterior através de um enorme sorriso meu, enquanto mentalmente pensei: estou orgulhoso pelo gesto de bondade por ele praticado.

Assim sendo, como podem ver até as crianças têm gestos que por vezes nos deixam admirados com o Amor puro das crianças. Se quiserem comentem ou partilhem também as vossas experiências sociais e humanas em prol do vosso semelhante.

Saudações Estelares

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 10:47
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

HO’OPONOPONO

 Ho'oponopono

Significa amar-se a si  mesmo.

" Teus Olhos são candeia do teu corpo; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz."

Matheus 6:22

Para os antigos havaianos, todos os problemas começam com o pensamento. Mas o problema não está no simples pensar. O problema ocorre quando nossos pensamentos estão impregnados de memórias dolorosas a respeito de pessoas, lugares ou coisas”.

Dr Len

Numa escola no início do ano lectivo, disseram aos professores que alguns alunos eram superdotados. Só que aqueles alunos foram escolhidos aleatoriamente. No final do ano aqueles alunos, que os professores acreditavam serem superdotados, tiveram realmente um aproveitamento acima do normal. ” Os alunos reagiram de acordo com o que os professores esperavam deles.”Assim podemos entender um pouco como interferimos na realidade do outro, com nossos pensamentos e expectativas sobre ele...

O Dr. Len explicou, então, que entendia que a total responsabilidade pela nossa vida implica em tudo o que está na nossa vida, pelo simples fato de estar em nossa vida e ser, por esta razão, é de nossa responsabilidade.

Num sentido literal, o mundo todo é criação nossa!

O problema não está neles, está em você, e, para mudá-lo, você é quem tem que mudar. Sei que isto é menos fácil de entender, muito menos de aceitar ou de realmente vivenciar.

Colocar a culpa noutra pessoa é muito mais fácil que assumir a  total responsabilidade; o ho'oponopono significa amar-se a si mesmo.

Se você deseja melhorar sua vida, você deve curar sua vida. Se você deseja curar alguém, mesmo um criminoso mentalmente doente, você o faz curando a si mesmo.

Explicou Dr. Len como é que ele se auto-curava. O que era, exactamente, que ele fazia, quando olhava os prontuários daqueles pacientes. E ele disse: " Eu, simplesmente, permanecia dizendo ' Eu sinto muito' e 'Te amo', uma vez após outra" explicou-me.

" Só isso? "  -

"Só isso! Acontece que amar-se a si mesmo é a melhor forma de melhorar a si mesmo e, à medida que você melhora a si mesmo, melhora o seu mundo"

Os: “ Primeiro mandamento; Amarás ao Senhor Teu Deus, com todo o teu coração, toda a tua Alma, e, todo o teu entendimento”. Logo, Ame a você sobre todas as coisas “.

 “ Permita-me, agora, dar um rápido exemplo de como isto funciona”:

Um dia, alguém me enviou um e-mail que me desequilibrou. No passado, eu teria reagido trabalhando meus aspectos emocionais tórridos ou tentado argumentar com a pessoa que me enviara aquela mensagem detestável. Mas, desta vez, eu decidi testar o método do Dr. Len. Comecei a pronunciar, em silêncio: "Sinto muito" e "Te amo". Não dizia isto para alguém, em particular. Ficava, simplesmente, invocando o espírito do amor, para que ele curasse dentro de mim o que estava criando aquela circunstância externa. Depois de uma hora, recebi um e-mail da mesma pessoa, desculpando-se pela mensagem que me enviara antes.

Observe que eu não realizei qualquer acção externa para receber essa desculpa. Eu nem sequer respondi aquela mensagem. Não obstante, somente repetindo "sinto muito" e "te amo", de alguma maneira curei dentro de mim aquilo que criara naquela pessoa.

 “Memórias são companheiras constantes da Mente Subconsciente. Elas nunca deixam a Mente Subconsciente sair “de férias”.

 Elas nunca deixam a Mente Subconsciente se retirarem para dentro de si mesmas. Memórias nunca param de recordar, incessantemente! Para acabar de uma vez por todas com as memórias, elas devem ser apagadas também de uma vez por todas”.

" Eu te amo ”

Quando sua Alma experienciar problemas de recordações, diga para elas mentalmente ou silenciosamente: "Eu amo vocês, queridas memórias. Eu agradeço pela oportunidade de libertar tudo entre você e eu". " Eu te amo ", pode ser repetido mentalmente novamente e novamente.

 Memórias nunca saem “de férias” ou se aposentam, a menos que você as aposente. " Eu te amo ", pode ser usado até mesmo se você não estiver consciente dos problemas. Por exemplo, pode ser aplicado antes de se ocupar de qualquer atividade como fazendo ou respondendo um telefonema ou antes de entrar em seu carro para ir a algum lugar.  Dr. Len

“ Oração criada por Morrnah Simeona "guardiã do segredo”

“Divino Criador, pai, mãe, filho em um...

Se eu, minha família, meus parentes e ancestrais lhe ofenderam, à sua família, parentes e ancestrais em pensamentos, palavras, atos e ações do início da nossa criação até o presente, nós pedimos seu perdão...Deixe isto limpar, purificar, liberar, cortar todas as lembranças, bloqueios, energias e vibrações negativas e transmute estas energias indesejáveis em pura luz...

E assim está feito”.

Saudações Estelares

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 13:32
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

Reflexão do dia

O

 universo está a passar por tempos algo conturbados relacionados com a evolução da espécie humana. Estão a chegar ao planeta Terra Frequências Vibracionais de altos níveis e quando a Esmeralda de Cristal for activada no Portal 9-9-9, grandes e rápidas mudanças nas consciências das pessoas vão ocorrer em todo o planeta.

Estas mudanças são mais do que necessárias no meu ponto de vista, pois nos dias que correm muitas pessoas (espíritos encarnados) vivem muito agarrados aos prazeres da vida terrena o que os faz estar cada vez mais distantes da origem (Deus). Digo origem porque dentro de cada um de nós e até mesmo de cada uma das nossas células, está um pouco Dele, o Divino criador da humanidade. Quando as pessoas me procuram vêm pelos mais variados motivos (stress, fobias, depressões, ansiedade, problemas emocionais, etc…). A partir do momento em que as pessoas através do Reiki começam a ser ajudadas têm uma melhoria nos níveis físico, emocional, mental e espiritual. Nalguns casos pode também, com o decorrer do tempo, sofrer alterações de personalidade positivas, através do despertar da sua verdadeira essência interior, o seu EU. Como é óbvio, este tipo de alterações reproduz efeitos no comportamento da pessoa perante os outros, principalmente quando estes lhe são mais chegados (esposa, esposo, filho, filha, pai, mãe, pai), tanto aqueles com que vive como os que se encontram mais afastados. Quando as pessoas começam a despertar o seu Eu, a sua verdadeira essência, passam por um processo onde imensas perguntas lhe surgem na mente e a descoberta de facetas interiores permitem que se consciencialize que na verdade algumas das atitudes que até então tomava não eram as mais correctas nem estavam em harmonia com a sua verdadeira essência.

Em jeito de conclusão termino lançando um apelo a todos os familiares de pessoas que andam a ser acompanhadas/tratadas através do Reiki. Aceitem as pessoas e as mudanças nas mesmas, pois ninguém é dono de ninguém e cada um tem o seu livre arbítrio, por isso respeitem as alterações positivas das pessoas.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:16
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

Preciso de Ajuda

P

RECISO DE AJUDA. Estas são, algumas das palavras que normalmente são proferidas, por aqueles que me procuram. Quando esta situação ocorre tenho um sentimento de satisfação que apenas se resume ao facto de me ter escolhido como Terapeuta holístico para o/a ajudar a ultrapassar o/os problema(s) que o/a atormenta. Antes de mais quero-lhes dizer que o Terapeuta holístico não mágico, bruxo, curandeiro ou feiticeiro, é apenas um ser humano que escolheu dedicar a sua vida em prol do bem-estar supremo universal, irradiando luz e promovendo o bem-estar de aqueles que o procuram. O Terapeuta através da prática do Reiki promove a auto-cura do paciente através de processos energéticos. Para que esse processo de cura, restabelecimento do equilíbrio e harmonização do Ser se dê, há um factor primordial que é o da entrega total e incondicionalmente. Pretendo com isto dizer que o paciente deve-se despir(não a roupa) de preconceitos e não ter segredos para com o terapeuta, pois se não o fizer o terapeuta apenas poderá combater o efeito do problema temporariamente. Quando digo temporariamente refiro-me ao facto do paciente sentir algum alívio durante a sessão e que se prolonga até ao fim do dia, mas no dia seguinte o problema volta ao de cima porque não foi combatida a causa originária do mesmo. Tem de haver uma entrega 100% de ambas as partes, pois para que a cura se possa operar ambos têm de ir de mãos dadas, tal qual um pai quando leva o seu filho ao jardim de infância, pois o percurso terá de ser percorrido por ambos (terapeuta e paciente) numa sintonia recíproca das partes envolventes. O paciente tem de ter em linha de conta que, acima de tudo o maior interessado no sucesso é ele, pois ele é que se encontra em sofrimento e não o Terapeuta. Se assim não for é mau para ambas as partes pois o paciente pensa (Oh, vim fazer com este terapeuta mas também não resultou! Afinal é mais um e pensei que fosse melhor ou diferente) e o terapeuta fica a pensar (Não correu lá muito bem porque acho que o paciente me ocultou informação fundamental para o processo). Nesta situação posso concluir que para nenhuma das partes foi benéfica, pois o paciente procurava uma solução e o terapeuta procurava a satisfação do paciente, mas algum dos dois não se entregou 100% (de corpo e alma) ao processo. A única explicação que observo aqui é a de o paciente não confiar totalmente no terapeuta, mas tendo este um código de ética terapêutica a cumprir, o paciente pode confiar e ter a certeza que nada do que ali se passar ou for dito será posto a descoberto ou relatado a terceiros fora de ali. Para evitar este tipo de situações, tenho sempre à mão o código de ética terapêutica para mostrar ou até mesmo facultar a qualquer cliente que o solicitar. Além do mais há também um Termo de Responsabilidade que deverá ser lido e assinado por ambos.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 21:35
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Antepassados da família Usui

O símbolo à esquerda aparece na parte da frente do túmulo da família Usui. Este é um símbolo do brasão do Clã do Bodhisattva Myoken e do Usui/Chiba. O círculo mais largo representa o universo, e o mais pequeno é uma estrela – Hokutoshichisei (o Grande Urso, a Ursa Maior, a Estrela Polar). Nos tempos antigos, cria-se que o universo se movia em volta da estrela polar.

Toshitane Chiba-Usui é um ancestral do Sensei, famoso Samurai senhor da guerra, capturado na cidade de “Usui”, em 1551. Quando o seu filho lhe sucedeu na família após a sua morte, mudou o nome da família para Usui. Tsutane (Tsunetane) Chiba pertence à sétima geração da linha da família Chiba, e formou um estilo de defesa que se tornou conhecido como o estilo Hokushin Itto Ryu (Espada estilo Estrela Polar). Este estilo tornou-se tão famoso que rapidamente se tornou – e até hoje – um dos três grandes estilos de defesa no Japão e por todo o mundo. Este estilo transcendeu gerações, tornando-se uma lenda na história do Japão. Ver a página Huston Budokan sobre o estilo Kendo de Chiba.

Nota: No Workshop URRI 2001, em Kyoto, Japão, o sr Hiroshi Doi apresentou um mapa detalhado da família ancestral de Usui, que comprova que Tsunetane NÃO é um antepassado da família Usui. Tsunetane era filho de Tsuneshige, que era o primeiro filho de Tsunekane. Usui Sensei é descendente de Tsuneyasu, o terceiro filho de Tsunekane.

© 1998-2003 Emiko Arai & Richard Rivard

©Copyright versão portuguesa - Monte Kurama – Associação Portuguesa de Reiki

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:57
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

A Adolescência

Meu amigo.

Conduzes o teu filho ao pediatra, preservando-lhe a saúde corpórea.

Sabes guiá-lo ao nutricionista, para que se alimente com segurança.

Despendes louvável atenção para que lhe não falte o concurso do cabeleireiro e do alfaiate, a fim de que se apresente com esmero.

Preocupas-te, como é justo, por situá-lo no convívio de professores distintos, no jardim da infância ou na escola primária, iluminando-lhe a inteligência.

Contudo, a quem lhe conduzirás o coração para que aprenda a viver?

Não te esqueças do Divino Mestre das Almas e auxi­lia o tenro companheiro de tua marcha a buscar em Jesus o Doador das Bênçãos Eternas. Ajuda-o a procurar no Cristo o cinzelador do carácter, para que o amor puro lhe presida a existência e para que a verdade lhe ilumine o caminho.

Lembra-te de que se hoje és o apoio da felicidade de teu filho, amanhã será ele o apoio de tua felicidade.

Colherás nele o que houveres plantado — a abnegação ou a indiferença, o trabalho ou a preguiça, a paz ou a discórdia, a confiança ou a leviandade.

Auxilia-o, pois, a sentir e a pensar com o Celeste Amigo e terás a inspiração do Senhor, assegurando-lhe abençoada luz ao porvir.

EMMANUEL

(Psicografado pelo médium FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER)

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:29
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Janeiro de 2009

Reiki vs Bíblia

O Reiki não está associado a nenhum tipo de religião sendo completamente vertical. Sendo esta terapia praticada com base no amor incondicional e tendo como objectivo principal o bem-estar comum supremo, a mesma, mesmo não sendo tratada pelo nome, esta prática tem séculos. No tempo de Buda, 250 ac (antes de Cristo), esta prática era utilizada, logo não é de estranhar que em algumas passagem bíblicas se encontrem referências a estas práticas tais como “…Jesus tocando-lhe com a mão disse: Vai, a tua fé curou-te…”, ou este que seguidamente transcrevo:

Lucas 13

1 Ora, naquele mesmo tempo estavam presentes alguns que lhe falavam dos galileus cujo sangue Pilatos misturara com os sacrifícios deles.

2 Respondeu-lhes Jesus: Pensais vós que esses foram maiores pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas?

3 Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.

4 Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém?

5 Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.

6 E passou a narrar esta parábola: Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha; e indo procurar fruto nela, e não o achou.

7 Disse então ao viticultor: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho; corta-a; para que ocupa ela ainda a terra inutilmente?

8 Respondeu-lhe ele: Senhor, deixa-a este ano ainda, até que eu cave em derredor, e lhe deite estrume;

9 e se no futuro der fruto, bem; mas, se não, cortá-la-ás.

10 Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado.

11 E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se.

12 Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade;

13 e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:09
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Para descontraírem um pouco

Estado de Espiríto: Fim de semana GRANDE...
Publicado por Viktor às 14:03
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

A CRIANÇA

Levantará o homem o próprio ninho à plena altura, estagiando no topo dos gigantescos edifícios de cimento armado...

Escalará o fastio da ciência, povoando o espaço de ondas múltiplas, incessantemente convertidas em mensagens de som e cor.

Voará em palácios aéreos, cruzando os céus com a rapidez do raio...

Elevar-se-á sobre torres poderosas, estudando a natureza e movimento dos astros...

Erguer-se-á, vitorioso, ao cimo da cultura intelectual, especulando sobre a essência do Universo...

Entretanto, se não descer, repleto de amor, para auxiliar a criança, no chão do mundo, debalde esperará pela humanidade melhor.

Na infância, surge, renovado, o germe da perfeição, tanto quanto na alvorada recomeça o fulgor do dia.

Estende os braços generosos e ampara os pequeninos que te rodeiam.

Livra-os, hoje, da ignorância e da penúria, da preguiça e da crueldade, para que, amanhã, saibam livrar-se do crime e do sofrimento.

Filha de tua carne ou rebento do lar alheio, cada criança é vida de tua vida.

Aprende a descer para ajudá-la, como Jesus desceu até nós para nos redimir.

Se a recuperação da infância para a glória do bem, todo o progresso humano continuará oscilando nos espinheiros da ilusão e do mal.

Não duvides que, ao pé de cada berço, Deus nos permite encontrar o próprio futuro de nós depende fazê-lo trilho perigoso para a descida à sombra ou estrada sublime para ascensão à luz.

Espírito: EMMANUEL

Médium: Francisco Cândido Xavier

Publicado por Viktor às 07:00
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007

UM DOS GRANDES VULTOS DO ESPIRITISMO…

ANTÔNIO GONÇALVES DA SILVA [BATUÍRA]
            Nascido a 19 de Março de 1839, em Portugal, na Freguesia de Águas Santas, hoje integrada no Concelho da Maia, e desencarnado em São Paulo, no dia 22 de Janeiro de 1909.
      Completada a sua instrução primária, veio para o Brasil, com apenas onze anos de idade, aportando no Rio de Janeiro, a 3 de Janeiro de 1850.
      Seu nome de origem era António Gonçalves da Silva, entretanto, devido a ser um moço muito activo, correndo daqui para acolá, a gente da rua o apelidara "o batuíra", o nome que se dava à narceja, ave pernalta, muito ligeira, de voo rápido, que frequentava os charcos na várzea formada, no actual Parque D. Pedro 2º, em S. Paulo, pelos transbordamentos do rio Tamanduateí. Desde então o cognome "Batuíra" foi incorporado ao seu nome.
      Batuíra desempenhou uma série de actividades que não cabe registrar nesta concisa biografia, entretanto, podemos afirmar que defendeu calorosamente a ideia da abolição da escravatura no Brasil, quer seja abrigando escravos em sua casa e conseguindo-lhes a carta de alforria, ou fundando um jornalzinho a fim de colaborar na campanha encetada pelos grandes abolicionistas Luiz Gama, José do Patrocínio, Raul Pompeia, Paulo Ney, António Bento, Rui Barbosa e tantos outros grandes paladinos das ideias liberais.
      Homem de costumes simples, alimentando-se apenas de hortaliças, legumes e frutas, plantava no quintal de sua casa tudo aquilo de que necessitava para o seu sustento. Com as economias, adquiriu os então desvalorizados terrenos do Lavapés, em S. Paulo, edificando ali boa casa de residência e, ao lado dela, uma rua particular com pequenas casas que alugava a pessoas necessitadas. O tempo contribuiu para que tudo ali se valorizasse, propiciando a Batuíra apreciáveis recursos financeiros. A rua particular deveria ser mais tarde a Rua Espírita, que ainda lá está.
      Tomando conhecimento das altamente consoladoras verdades do Espiritismo, integrou-se resolutamente nessa causa, procurando pautar seus actos nos moldes dos preceitos evangélicos. Identificou-se de tal maneira com os postulados espíritas e evangélicos que, ao contrário do "moço rico" da narrativa evangélica, como que procurando dar uma demonstração eloquente da sua comunhão com os preceitos legados por Jesus Cristo, desprendeu-se de tudo quanto tinha e pôs-se a seguir as suas pegadas. Distribuiu o seu tesouro na Terra, para entrar de posse daquele outro tesouro do Céu.
      Tornou-se um dos pioneiros do Espiritismo no Brasil. Fundou o "Grupo Espírita Verdade e Luz", onde, no dia 6 de Abril de 1890, diante de enorme assembleia, dava início a uma série de explanações sobre "O Evangelho Segundo o Espiritismo".
      Nessa oportunidade deixara de circular a única publicação espírita da época, intitulada "Espiritualismo Experimental" redigida desde Setembro de 1886, por Santos Cruz Junior. Sentindo a lacuna deixada por essa interrupção, Batuíra adquiriu uma pequena tipografia, a que denominou "Tipografia Espírita", iniciando a 20 de Maio de 1890, a publicação de um quinzenário de quatro páginas com o nome "Verdade e Luz", posteriormente transformado em revista e do qual foi o director responsável até a data de sua desencarnação. A tiragem desse periódico era das mais elevadas, pois de 2 ou 3 mil exemplares, conseguiu chegar até 15 mil, quantidade fabulosa naquela época, quando nem os jornais diários ultrapassavam a casa dos 3 mil exemplares. Nessa tarefa gloriosa e ingente Batuíra despendeu sua velhice. Era de vê-lo, trôpego, de grandes óculos, debruçado nos cavaletes da pequena tipografia, catando, com os dedos trémulos, letras no fundo dos caixotinhos.
      Para a manutenção dessa publicação, Batuíra despendeu somas respeitáveis, já que as assinaturas somavam quantia irrisória. Por volta de 1902 foi levado a vender uma série de casas situadas na Rua Espírita e na Rua dos Lavapés, a fim de equilibrar suas finanças.
      Não era apenas esse periódico que pesava nas finanças de Batuíra. Espírito animado de grande bondade, coração aberto a todas as desventuras, dividia também com os necessitados o fruto de suas economias. Na sua casa a caridade se manifestava em tudo: jamais o socorro foi negado a alguém, jamais uma pessoa saiu dali sem ser devidamente amparada, havendo mesmo muitas afirmativas de que "um bando de aleijados vivia com ele". Quem ali chegasse, tinha cama, mesa e um cobertor.
      Certa vez um desses homens que viviam sob o seu amparo, furtou-lhe um relógio de ouro e corrente do mesmo metal. Houve uma denúncia e ameaças de prisão. A esposa de Batuíra lamentou-se, dizendo: "é o único objecto bom que lhe resta". Batuíra, porém, impediu que se tomasse qualquer medida, afirmando: "Deixai-o, quem sabe precisa mais do que eu".
      Batuíra casou-se em primeiras núpcias com D. Brandina Maria de Jesus, de quem teve um filho, Joaquim Gonçalves Batuíra, que veio a desencarnar depois de homem feito e casado. Em segundas núpcias, casou-se com D. Maria das Dores Coutinho e Silva; desse casamento teve um filho, que desencarnou repentinamente com doze anos de idade. Posteriormente adoptou uma criança retardada mental e paralítica, a qual conviveu em sua companhia desde 1888.
      Figura bastante popular em S. Paulo, Batuíra tornou-se querido de todos, tendo vários órgãos da imprensa leiga registrado a sua desencarnação e apologiado a sua figura exponencial de homem caridoso e dedicado aos sofredores.
Publicado por Viktor às 06:00
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Dúvidas que surgem…

. Mensagem do dia...

. A Primeira Infância

. Reflexão... 2009

. Reflexão

. HO’OPONOPONO

. Reflexão do dia

. Preciso de Ajuda

. Antepassados da família U...

. A Adolescência

. Reiki vs Bíblia

. Para descontraírem um pou...

. A CRIANÇA

. UM DOS GRANDES VULTOS DO ...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007