.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

O que é o Reiki?

ATT00020.gif

Caros leitores,

     O Reiki é a terapia do Amor Incondicional e/ou a Arte de Convidar a Felicidade. O Reiki, tal como o conhecemos, foi redescoberto em Março de 1922 no Japão, por Mikao Usui. Desde o século XX o Reiki é considerado uma joia nacional japonesa, por ser considerada uma prática secreta, ao ponto de apenas só em 1940 é que chegou aos EUA, mais propriamente ao Hawai, pelas mãos da senhora Takata.

     O Reiki é uma energia de Amor Incondicional, a qual existe em abundância no Universo, e que é transmitida de uma pessoa para outra através das mãos daqueles que se iniciam nesta terapia. O Reiki além de uma Terapia torna-se também numa Filosofia de vida, quando o reikiano transpõem para a sua vida diária os 5 princípios do Reiki. Esta terapia transmite-se através da imposição de mãos e de um pensamento elevado e cristalino, sempre com o objetivo de proporcionar bem-estar ao seu semelhante. O Reiki atua nos 4 planos (físico, emocional, mental e espiritual) de quem recebe, harmonizando os 7 chakras principais restabelecendo as transferências energéticas entre ambos, auxíliando curas e até mesmo prevenindo o surgimento das mesmas, conseguindo muitas vezes debelar as possíveis doenças antes que elas atinjam o plano físico.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 23:10
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Maio de 2013

Reflexão: Reiki, uma filosofia de vida.

Caríssimos,

     Cada Ser humano tem as suas aprendizagens, as suas vivencias e a sua filosofia de vida. A filosofia de vida de cada Ser é inicialmente incutida pelos pais, depois pela sociedade (religião, estado, continente) onde residimos, através do nosso ensino, através das nossas amizades, enfim, são enumeras as coisas que nos colocam na mente e nas quais nos “fazem” acreditar. Estas coisas acontecem a cada um de nós até atingirmos uma certa maturidade, ou seja, quando atingimos uma certa idade que nos permite pensarmos por nós mesmos, agirmos por nós mesmos, sermos autónomos.

     Ao alcançar essa autonomia, podemos fazer as nossas reflexões interiores, organizar as nossas ideias na mente separando o trigo do joio e assim podermos escolher a filosofia de vida que queremos, consoante a nossa consciência (crenças, aprendizagens, etc…). Assim, podemos concluir que, cada ser humano tem uma filosofia de vida própria, pautada pelas coisas anteriormente mencionadas, bem como pela sua própria maneira de ser (essência).

     Após esta breve introdução, vou agora abordar o tema do título deste texto. Para a maioria das pessoa, quando se fala sobre Reiki, associam esta palavra a “terapia alternativa/integrativa”, “terapia energética”, “terapias orientais” ou “terapia holística”, mas o Reiki é muito mais que isso. Numa formação de iniciação ao Reiki, um dos ensinamentos transmitidos ao formando são os 5 princípios do Reiki. Estes ensinamentos são de grande importância, pois são o fundamento básico da filosofia de vida Reikiana, os quais devem ser aplicados diariamente em todos actos praticados pelo Reikiano. Esta é a mudança mais significativa, de maior vulto, mais positiva que o iniciado pode obter através dessa aprendizagem, pois redescobrir o amor incondicional dentro do nosso Ser e aprender a aplicá-lo diariamente em todos os nossos actos, empreende em cada um de nós grandes mudanças. Ao permitirmos que a filosofia de vida do Reiki se impregne na nossa vida, temos consciência das grandes mudanças que nos provoca inicialmente e depois em todos aqueles que nos rodeiam, pois a inesgotável fonte criadora de vida (Amor), é algo que apenas trás benefícios para todos nós. São inúmeros os relatos que ouvimos sobre isso, e acreditem que quando ouço isso fico muito feliz, pois é sempre bom saber que mais alguém aderiu a essa filosofia de vida, tornando-se assim um “pólo” difusor de amor incondicional, paz, luz, harmonia e compaixão pelos seus semelhantes.

     Termino deixando uma frase para vossa reflexão: Persistir na raiva é como apanhar um pedaço de carvão quente com a intenção de o atirar a alguém. É sempre quem levanta a pedra que se queima.” Buda.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Março de 2012

Mais que uma Terapia, uma Filosofia de Vida...

Estado de Espiríto: Feliz...
Música: R. Comercial
Publicado por Viktor às 13:29
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

Reiki, um caminho...

Música: M80
Publicado por Viktor às 11:09
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Filosofia de Vida

Entrar no mundo do Reiki através de um curso de iniciação/sintonização ou nível 1 não é apenas mais uma aprendizagem, mais uma formação ou conhecimento adquirido na longa caminhada da nossa vida. Seguir este caminho é penetrar num universo energeticamente intenso e gratificante, repleto de emoções e sensações, que vai alterar todos os iniciados que “abraçam” esta causa. O Reiki foi redescoberto pelo Sensei Mikao Usui em 1922, após anos de estudos variados e de uma meditação de 21 dias no Monte Kurama, redescobriu esta maravilhosa terapia holística alternativa não convencional. Cedo o Sensei se apercebeu que aplicar Reiki ou ensiná-lo não chegava e assim criou os 5 princípios. Os mesmos servem de referência aos Reikianos, para que dessa forma possam pautar as suas forma de estar enquanto cidadãos, na sua vida quotidiana. Os 5 princípios são os seguintes:

Kyo Dake Wa                  Só por Hoje,

Okaru-Na                       Sou Calmo,

Shinpai Suna                   Confio,
Kansha Shite                   Sou Grato,

Gyo-o Hage Me               Trabalho Arduamente,

Hito Ni Shinsetsu Ni       Sou Bondoso.

Para uma melhor compreensão dos mesmos, informo que o primeiro [Kyo Dake Wa – Só por hoje] não conta pois repete-se nos restantes cinco (p.ex.: Só por hoje, Sou calmo) e vou dar uma breve explicação sobre eles.

  1. Só por hoje: Esta afirmação transporta-nos para o aqui e o agora, pela anulação temporal.
  2. Sou calmo: A irritação faz com que haja uma dessincroniza entre o nosso eu físico, emocional, mental e espiritual, provocando uma não compreensão do que está associado à energia vital.
  3. Confio: A desconfiança atrai pensamentos menos positivos que dessincroniza o nosso Eu físico e espiritual.
  4. Sou grato: O universo é abundância e dá-nos tudo o que necessitamos, no entanto as pessoas querem sempre mais e mais, provocando insatisfação e apego que são fontes de sofrimento. Uma questão, quantas vezes agradece por dia?
  5. Trabalho arduamente: Não significa trabalhar até cair para o lado, corresponde ao nosso desenvolvimento pessoal e humano enquanto seres vivos.
  6. Sou bondoso: Nenhuma forma de vida está a mais, nem merece viver mais que outra independentemente da cor ou credos. Partilhar o Amor Incondicional é uma dádiva que nos enriquece e preenche interiormente.

Assim, através dos princípios e de todas as outras coisas que aprende, verá que a sua vida desde esse dia não mais voltará a ser a mesma, pois alterações provocadas de dentro para fora (despertar do nossa verdadeira essência interior) não conseguem controlar. É como um marco na nossa vida. Esta é a Filosofia de vida do Reiki.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:58
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

A Máscara

Muito se fala na máscara e mais ainda nesta quadra carnavalesca. Mas as máscaras que se usam no carnaval são apenas apetrechos alegóricos que camuflam as pessoas para sob a protecção destas darem asas à sua imaginação ou desejos mais íntimos. Esta é a forma como observo o carnaval, mas quando digo a palavra “máscara” refiro-me àquela que diariamente as pessoas usam para com o mundo que as rodeia. Nos dias de hoje o Ser tem enormes dificuldades em mostrar realmente aquilo que é e por isso esconde-se criando máscaras idealizadas pela sua mente que tentam mostrar a forma como ele quer que os outros o vejam. Em inúmeros casos além disso tornar as pessoas menos agradáveis, ficam menos sensatas e humildes ou seja, mostra ser aquilo que na realidade (essência) não é. Isso não é muito agradável para a própria pessoa que por vezes, ao atingir a maturidade se apercebe de tal e depois é complicado mudar por si só. Neste campo o Reiki desempenha um importante papel, pois vai para além de uma Terapia holística é também uma filosofia de vida e uma forma de estar que nos permite estar e encarar a vida de uma forma mais positiva, tolerante, humilde e com todo o amor incondicional em consonância com a natureza e todas as obras do Criador. Digo isto porque qualquer pessoa ao fazer a sua iniciação ao Reiki, passa depois por um processo de purificação interior onde as mudanças são operadas de dentro para fora. Todas as pessoas têm consciência dessas mudanças e, é neste período que essas máscaras são removidas (pela própria pessoa que as criou) e a pessoa alcança uma leveza e bem-estar que há muito não sentia. Por isso pode-se afirmar que o Reiki auxilia todos os iniciados tanto na sua vida privada como na profissional. Vamos remover essas máscaras que superfluamente criamos e sejamos como somos, com todas as nossas virtudes e defeitos pois a perfeição é uma meta muito distante e ninguém a consegue alcançar numa vida.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 18:05
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

O Papel Social do Reiki

O Reiki é diariamente uma filosofia de vida que me absorve completamente, tanto na minha forma de estar como de agir. Assim sendo, vou aqui transcrever a abordagem que ao mesmo fiz, quando abordei este tema no livro que estou a escrever. Há áreas de cariz social onde o Reiki pode desempenhar um importante papel, tais como lares, centros de dia, cuidados paliativos, hospitais, centros de saúde, redes sociais e casas de abrigo, conforme seguidamente vou explicar. Os lares nos dias de hoje são instituições que não “conseguem absorver” a totalidade de idosos e que, infelizmente, por vezes são usados como locais onde “depositam” os idosos. Mesmo aqueles que, cujas suas possibilidades económicas permitem que as famílias nessas instituições os coloquem, provocam neles um certo sentimento de revolta, abandono, injustiça, angustia e tristeza que se traduz numa profunda solidão. Em determinados casos, tal qual divulgados pela comunicação social, os idosos sofriam ainda de maus tratos. Nos centros de dia, o tipo de utentes não difere muito dos anteriormente mencionados, com a diferença de estes residirem em habitação própria utilizando estes serviços apenas durante o dia. Nos Cuidados Paliativos que são nos dias de hoje já oferecidos, o Reiki pode dar um enorme contributo na melhoria dos serviços. Nos Hospitais e Centros de Saúde, conforme prática regular noutros países, presta um bom serviço a acamados de média e longa duração, nos tratamentos de quimioterapia e radioterapia, serviços de ortopedia e até nas urgências. Nas Redes Sociais quer sejam locais, municipais ou regionais, pode desempenhar um excelente apoio àqueles que vivem com sérias dificuldades e muitas vezes são “marginalizados” por pessoas de nível social mais elevado. Nas Casas de Abrigo e instituições de apoio a órfãos também pode desempenhar um papel benéfico no apoio emocional, mental e espiritual, a todos aqueles que por “força das circunstâncias” até àqueles locais foram parar.

Desde o início desta minha caminhada, a minha sensibilidade para os problemas sociais, causas humanitárias, voluntariado e outras aumentou consideravelmente, o que me faz observar o mundo de uma forma diferente tornando-me mais humano. É claro que, este caminho de luz, paz e amor não é nada fácil, sendo por vezes até demasiado sinuoso, pois ouvir os problemas, angustias, traumas e conflitos dos outros é uma tarefa árdua e morosa que, exige da parte do terapeuta uma boa disponibilidade, vontade e pré-disposição temporal para o mesmo. Para percorrer este caminho de luz e amor necessitamos de uma preparação interior que passa através de várias etapas que podem demorar anos e mesmo assim por vezes temos a sensação de não estar completamente preparados para as situações que diariamente surgem.

Por estas e outras razões aqui não enunciadas, “luto” diariamente para que esta terapia seja aceite pelas entidades governamentais para que, assim sendo, seja possível dar um valioso contributo nas áreas de saúde, social e pessoal das pessoas. Para esta acreditação renovo aqui o apelo a todas as pessoas que pretendam dar o seu contributo para o mesmo, por pequeno que lhes possa parecer, para o processo de aceitação pode ser de grande utilidade. Vamos todos juntos contribuir para a aceitação desta terapia para o bem-estar comum e supremo universal.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:36
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. O que é o Reiki?

. Reflexão: Reiki, uma filo...

. Mais que uma Terapia, uma...

. Reiki, um caminho...

. Filosofia de Vida

. A Máscara

. O Papel Social do Reiki

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007