.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 22 de Abril de 2014

Reflexão do dia

Caríssimos,

     A vida é feita de surpresas, emoções, sentimentos, pensamentos, gestos e tantas outras coisas, que nos alteram os estados de humor, tranquilidade, bem-estar e até mesmo da saúde. Seja ou não da nossa vontade, acabamos por estar sempre expostos a tudo e todos, é como se a nossa vida real fosse um gigantesco “Big brother”, no qual temos inúmeros olhos “postos” em cima de nós a observar e julgar tudo o que fazemos. Por vezes a vida do Ser humano parece a vida de um animal selvagem, constantemente vigiado por abutres que esperam que tombe, para dele se poderem alimentar. Mas no caso dos seres humanos os “abutres” são diferentes, pois atacam a presa em vida, praticando o cinismo depois da morte da presa. Será que a humanidade ainda não compreendeu que esse tipo de atitudes não lhe trás nenhum benefício? Porque se continuam a praticar rituais pagãos nos quais impera dor, sofrimento e cinismo de forma exacerbada? Pelo contrário, só lhe vai trazer mais problemas a somar aos que já tem. (faça uma pausa na leitura e pense no que acabou de ler)

     Talvez pelo facto de vivermos completamente expostos aos outros, é que a maioria das pessoas dá tanta importância ao que está à vista, vivendo sempre preocupados com o que parecem e com o que os outros pensam deles. Preocupem-se com aquilo que interiormente são, porque a essência de qualquer Ser está no seu interior, não no seu exterior. Cada Ser humano vive em certa medida condicionado, sendo o próprio o primeiro a condicionar-se a si mesmo através de pensamentos do tipo: “Não visto isto porque vão fazer chacota de mim”; “Se não beber sou excluído do grupo”; “O que será que vão pensar de mim”; enfim, tantas outras frases que são apenas bloqueios (em forma de palavras) mentais. Muitos destes bloqueios são criados e “alimentados” por nós mesmos, os quais acabam também por ser “alimentados” pelas pessoas com as quais lidamos no dia-a-dia, já tinham pensado nisto? Em certa medida as acções do ser humano estão condicionadas porque atribui demasiada importância aos outros e ao que possam dizer, certo? Talvez tenha chegado a hora e o momento de mudar em si mesmo essas atitudes e pensamentos, e verá como cresce a sua liberdade, sentindo-se bem melhor consigo mesmo, porque o que é realmente importante é agir correctamente e ser verdadeiro, o que faz com que esteja de consciência tranquila e isso sim, é realmente importante para si mesmo.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:10
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

Reflexão: The power of Love

Caros leitores,

     De todas as energias e forças do universo a energia do Amor é a mais forte de todas. Todo o universo está a passar por um período de profundas mudanças que acabam por vir gerar ainda mais confusão mental, às mentes já algo conturbadas dos Seres humanos. Todas as semanas surgem fenómenos naturais no planeta (tsunamis, cheias, tremores de terra, incêndios, etc.) que perturbam as zonas afectadas do globo terrestre, às quais podemos acrescentar as atitudes dos seres humanos que, detentores de um certo poder, tentam “manipular” os destinos evolutivos do planeta. Esses conjuntos de pessoas que pretendem dominar o planeta são, como a maioria das pessoas sabe, as organizações secretas, países, estados, governos, grupos de guerrilha, religiões, enfim, uma grande variedade de organizações, que vão tentando manipular o Ser humano das mais variadas formas. Uns tentam através da força das armas, outros através do “poder” que lhes é conferido quando ocupam determinados lugares de organizações e outros através da religião comandando as pessoas através da mente.

     Na realidade esta reflexão era para abordar o tema Amor, mas senti a necessidade de escrever o parágrafo anterior para, na generalidade, lhes dar um exemplo global dos gestos e atitudes desprovidos de qualquer tipo de sentimento de Amor. Na verdade vivemos num planeta onde diariamente somos “obrigados” a lidar com esse tipo de gestos, desprovidos de amor, compaixão, humildade ou até mesmo humanidade, o que é triste e me leva a pensar: Mas que evolução teve a mente humana desde os nossos antepassados? (Pare de ler e pense um pouco na pergunta.)

     Em meu entender, o primeiro passo que devemos dar para podermos usufruir e usar a energia do Amor é amarmo-nos a nós próprios acima de tudo. Quando um Ser se ama impregna-se de Amor, passando a ser como um sol irradiando “raios” de luz e Amor em seu redor. Ao nos preenchermos com Amor vamos também dar um contributo fundamental para a nossa mente, de forma a termos pensamentos mais positivos, puros, humildes e humanos, sem segundas intenções e sem nunca querer prejudicar ninguém. Normalmente o Ser humano quando fala da palavra Amor utiliza-a associada à palavra Sexo, o que restringe imenso o verdadeiro sentido da palavra Amor, até porque sexo é algo que pode ser praticado com ou sem Amor, dependendo da maneira de ser de cada um. Veja-se o seguinte exemplo, ao longo da história algumas pessoas deram provas de verdadeiro Amor (Buda, Tao, Jesus, Madre Teresa de Calcutá, São Francisco de Assis, Santo António, entre outros) e quando se fala da vida e obra dessas pessoas nunca se fala de sexo, o que demonstra bem que Amor verdadeiro nada tem a ver com isso, estando apenas associado a isso quando se fala de Amor entre dois seres humanos especificamente (namorados, casados, etc.).

     Diariamente podemos colocar Amor em tudo o que fazemos, no trabalho, nas conversas, na socialização, nos gestos, nas atitudes, isto é o Amor Incondicional (uma dádiva desinteressada) praticada em prol do nosso semelhante, e acreditem que quando toda a humanidade praticar esse tipo de gestos, teremos sem dúvida um mundo muito melhor para todos os seres, onde predominará o Amor e a compaixão entre todos. Termino esta reflexão dizendo que uns gestos de Amor por dia, nem sabem o bem que lhes fazia.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 15:30
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

A Visão Tibetana do Renascimento

     Cremos sim, que o que estabelece a continuidade entre as vidas não é uma entidade, mas antes o mais subtil e último dos níveis de consciência.

     O modo exacto como o renascimento ocorre foi bem ilustrado com o seguinte exemplo:

Numa série de renascimentos, as sucessivas existências não são como as perlas de um colar, seguras por um fio – a «alma» - que passe através de todas as pérolas, são mais como dados empilhados em cima uns dos outros. Cada dado é independente, mas suporta o que está por cima dele, com o qual está funcionalmente ligado. Entre os dados não existe uma identidade, mas sim uma condicionalidade”.

     Nas escrituras budistas há um relato muito claro sobre este processo de condicionalidade. O sábio budista Nagasena explicou-a ao rei Milinda num conjunto de respostas às perguntas que este lhe fez, respostas essas que ficaram famosas.

Milinda perguntou a Nagasena: «Quando uma pessoa renasce, é a mesma que morreu ou é diferente?»

Nagasena respondeu: «Nem é a mesma, nem é diferente… Diz-me, se um homem acendesse uma candeia, poderia esta fornecer luz durante toda a noite?»

«Sim.»

«E a chama que arde na primeira parte da noite é a mesma que arde na segunda… ou na última?»

«Não.»

»Isso quer dizer que há uma candeia na primeira parte da noite, outra na segunda e ainda outra na terceira?»

«Não. É por causa de uma só candeia que a luz brilha durante toda a noite.»

«O renascimento é semelhante: quando nasce um fenómeno, o outro termina ao mesmo tempo. Assim, o primeiro acto da consciência na nova existência não é o mesmo da existência prévia, nem é diferente.»

     O rei pediu outro exemplo para explicar a natureza precisa dessa dependência, e Nagasena comparou-a ao leite: «O coalho, manteiga ou queijo, podem ser feitos do leite, nunca são o leite, mas dependem inteiramente dele para a sua existência.»

     A seguir Milinda perguntou:

«Se não há um ser que passe de corpo para corpo, então porque não estamos todos livres das acções negativas que cometemos em vidas passadas?»

     Nagasena deu-lhe este exemplo:

«Um homem rouba as mangas de alguém, mas elas não são exactamente as mesmas que a outra pessoa originalmente possuíra e plantara. Nesse caso, por que motivo há de ser merecedor de castigo?» «Merece-o», explicou Nagasena, «apenas porque as mangas que ele roubou cresceram a partir daquelas que o seu proprietário plantou. É por isso que as nossas acções numa vida, sejam elas puras ou impuras, estão ligadas a outra vida, e por isso não nos podemos libertar das suas consequências.»

Sogyal Rinpoche

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:41
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 31 de Julho de 2013

Pensamentos poéticos

Vivo envolto em pensamentos,

Que invadem a minha mente,

Parece que vivo em sobressalto,

Não consigo estar em paz tranquilamente;

         Observo os outros e faço comparações,

         Ao ponto de pensar mal de mim,

         Às vezes invejo os outros,

         Mas não gosto de ser assim;

A nossa mente é traiçoeira,

Está-nos sempre a tentar desviar da Luz,

Essa é uma guerra muito duradoura,

Que em sofrimento quase sempre se traduz;

         Tenho de zelar os meus pensamentos,

         Para não fazer ao meu próprio Ser,

         Pois sei que são pura energia negativa,

         Que em nada me ajudam a crescer;

Partilho com todos vocês,

Ensinamentos e a minha sabedoria,

Espero que os entendam e compreendam,

E que vos ajudem a viver em paz e harmonia;

         Sou para os outros,

         Aquilo que nunca foram para mim,

         Não me importa o que pensem,

         Pois sou muito feliz assim;

A vida é como um momento,

Devemos de o saber aproveitar,

Porque depois já é passado,

E não nos devemos lamentar;

         Viver no amor universal verdadeiro,

         É ser puro amor no seu coração,

         Utilize-o em tudo o que faz,

         Libertando-o como um vulcão em erupção;

Seja positivo nos pensamentos e acções,

Observe o universo com amor e paz,

Sinta a energia do amor dentro de si,

E veja o bem-estar que isso lhe traz;

         Acredita que és capaz,

         De fazer muitas coisas bonitas,

         Confia no amor que tens dentro de ti,

         Sê persistente e não desistas;

Respeita o teu semelhante,

Lida com ele com humildade e amor,

São gestos que nos enriquecem interiormente,

Evitando sentimentos de desgosto e dor.

Desejo-lhes tudo de bom.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:36
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Maio de 2013

Reflexão: As ciladas da vida

Caríssimos,

     Ao longo da nossa vida vamos encontrando variados obstáculos, uns surgem com o tempo, outros colocados por terceiros e ainda há aqueles que surgem colocados por nós mesmos. A vida é mesmo assim, e são esses “obstáculos” que nos fazem crescer e amadurecer, fazendo de nós aquilo que somos.

     As armadilhas que surgem no caminho de cada um, podem ser das mais variadas formas e surgir dos mais variados locais, pois parece que o ser humano é uma “peça” de um jogo de poder. Esses jogos, para “infelicidade colectiva” da humanidade, verifico que a inteligência humana é usada maioritariamente com o intuito de ludibriar os mais incautos. Alerto-os que os piores embustes contra o ser humano, são aqueles que são executados sobre o plano mental, ao nível psicológico, tais como falsas crenças, dogmas, falsas verdades, entre muitas outras coisas. Pensem no seguinte: Quem age com amor em todos os seus actos pode entrar nestes jogos de poder? Certamente sabe que tal é impossível, pois quem age com amor partilha, esclarece e ajuda o seu semelhante, sem esperar benefícios económicos, pois observa o “outro” como um ser igual a si mesmo.

     Ouve-se falar de evolução científica, evolução da espécie, evolução de gerações, evolução de consciência e de tantas outras coisas mas, na generalidade vemos que anda mais de metade da humanidade a tentar enganar a “restante” humanidade. Ao longo da nossa vida todos nós temos momentos nos quais nos encontramos mais em baixo, momentos em que estamos mais vulneráveis, psicologicamente abatidos, com falta de auto-estima e nesses momentos temos uma certa “mania” de procurar fora (ou nos outros) uma saída ou orientação que nos “sirva” para ultrapassarmos aquele momento difícil. É nessas alturas que o nosso Ser se encontra mais vulnerável àqueles, que por artimanha (gestos, palavras, textos, etc…) tentam vender gato por lebre, e devido ao nosso estado débil, acabamos por cair na “esparrela” ou “conto do vigário”. Para o seu bem-estar, se estiver num momento menos bom procure as respostas dentro de si mesmo e/ou peça auxílio apenas a alguém que o(a) saiba ouvir, compreenda e que sobretudo não seja alguém que aborde logo as questões monetárias sobretudo quando se tratam de valores algo avultados, pois quem ajuda por bem e com amor incondicional sente que o bem-estar do paciente vale mais do que um determinado valor monetário.

     Termino deixando um alerta, dizendo que independentemente de como se sente (mais ou menos bem) paute-se sempre com a sua consciência não aceitando como 100% verdadeiro tudo aquilo que lhe dizem, analisando tudo em consciência e aceitando apenas aquilo que tem sentido para si mesmo.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:24
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Palavras Soltas

     Apetece-me escrever não sei o quê, algo mais ou menos profundo, com a intensidade e o significado que cada um lhe quiser atribuir. Por vezes escrevo frases soltas, outras vezes um simples parágrafo e noutras textos completos.

     Do muito que se pode escrever, por vezes fico com a sensação que quase nada escrevi. Cada palavra vale aquilo que vale, e quando encadeadas numa deterninada sequência formam ideias, conceitos, mensagens ou simples expressões daquilo que nos vai na alma naquele momento.

     Escrevo partilhando um pouco de mim, para uns não é nada, mas para outros pode significar algo. Em momentos diferentes vislumbramos cenários e personagens diferentes, mas com situações tão semelhantes que nos levam à conclusão de que todos temos de passar por experiências idênticas.

     Por vezes sentimo-nos fortes, repletos de energia, cheios de amor, impregnados de luz e tantas outras coisas que nos fazem sentir bem. Nesses momentos sorrimos, brincamos, dançamos, cantamos, é como se o mundo parasse è nossa volta, mas esses momentos parecem ser tão pequenos. Nesses dias o dia tem 24h tal como nos outros, aquilo que chamamos de “estado de espírito” é que está diferente e assim o tempo parece que passa mais depressa.

     Quantas vezes nos sentimos completamente sós, nos deixamos abater por atitudes incompreendidas, palavras negativas, acusações sem fundamento ou gestos menos próprios? Tantas, quantas as vezes que damos demasiada importância à situação ou até mesmo à pessoa que nos tentou “ferir”. Isto acontece porque desde tenra idade apenas nos ensinaram a pensar, não a comandar e domesticar a nossa mente. Em verdade lhes digo que o dia que conseguirem dominar a vossa mente (pensamentos) serão os vossos próprios mestres e podem assim viver mais em paz e harmonia com o universo. Vivam na Paz e no Amor e ai serão Felizes.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 00:40
Link | Comentar | favorito
Sábado, 26 de Fevereiro de 2011

Amor...

Caros Irmãos,

      O AMOR não é algo estranho, mas sim algo que está dentro de nós e que pode ser irradiado das mais diversas formas e feitios. Ele flui através de todos os poros corporais quando o Ser Humano é na realidade uma fonte de Amor Incondicional e Compaixão. Quando se fala em Amor, muitas pessoas geram mentalmente como de uma forma automática, uma ligação à palavra sexo; isto deve-se ao estado global em que se encontra o planeta, impregnado de energias de baixa densidade, onde as pessoas vivem pressas ao materialismo, inveja, ganância, gula, ego e apego. Todas estas coisas estão intimamente ligadas às baixas vibrações, fontes de sofrimento do Ser Humano e em muitos casos a raiz dos seus problemas que provocam o surgimento de doenças (desgosto desta palavra, prefiro usar o termo obstáculo). De certo porém que todo e qualquer ser humano não veio a este planeta para sofrer, veio sim para se aperfeiçoar, aprendendo as lições de vida, segundo as leis universais (as leis humanas muitas vezes não respeitam todos os seres humanos da mesma maneira) que se aplicam a todos nós sem excepção.

      Todo o Ser Humano tem Amor dentro de si, tal como outras coisas, mas muitas vezes estas boas qualidades encontram-se enclausuradas no seu íntimo, sedentas de liberdade, mas liberdade essa que se encontra aprisionada pela própria mente. Sim, porque a mente (plano mental) do ser humano é o seu Juiz e Carrasco, pois impõe as restrições ao subconsciente (juiz) e sofre as consequências das mesmas (carrasco). Todos somos e fazemos parte do Uno universal o que significa que cada um de nós é uma parte divina de Deus, e todos formamos a Unidade. Assim todo o Ser Humano tem Amor e outras maravilhosas qualidades que anseiam ser libertas e exteriorizadas.

      Em muitos dos gestos praticados diariamente podemos encontrar o verdadeiro sentido do Amor, ora veja-se o seguinte exemplo: Uma pessoa que adora cozinhar, quando o faz com Amor, a comida tem um sabor melhor e quando o faz por obrigação, sente-se no sabor da comida que falta o “ingrediente secreto” do Amor. Este é o ingrediente que podemos colocar em tudo o que fazemos até nos mais pequenos e subtis gestos, em qualquer lugar ou situação, pois até o nosso plano físico (corpo) se aterá quando irradiamos Amor em prol do nosso semelhante. Acordar com Amor, viver no Amor e descansar (dormir) com Amor faz de nós seres melhores, muito felizes, mais saudáveis, harmonizados, repletos de bem-estar, verdadeiras esferas energéticas irradiando em todas as direcções raios de luz, energia, amor e compaixão em prol do bem-estar do semelhante e da ascensão de toda a humanidade.

      Vamos sentir o Amor e viver no Amor tornando a nossa estadia cá uma verdadeira viagem de Amor e Felicidade.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: Pink Floyd - The Wall
Publicado por Viktor às 16:51
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão do dia

. Reflexão: The power of Lo...

. A Visão Tibetana do Renas...

. Pensamentos poéticos

. Reflexão: As ciladas da v...

. Palavras Soltas

. Amor...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007