Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

Somos as Mãos de Deus...

Onde está Deus? Porque é que por vezes pensamos que nos abandonou? Isso não corresponde à verdade pois ele está sempre presente em qualquer lugar na mais ínfima partícula das coisas. Deus está presente e manifesta-se perto de nós através das mãos, pois uma mão que nos toca, acalma, protege, conquista, atrai, cativa e consola é algo poderoso que está ao nosso alcance. O nosso sentido do tacto é a primeira coisa que aparece após o nascimento e a última a desaparecer em qualquer ser humano. O toque é uma forma de comunicação muito íntima e energética. Tocar e ser tocado é um ritual mágico que encerra em si segredos ocultos difíceis de revelar ao ser humano. As próprias histórias de Amor e Paixão estão repletas de fenómenos provocados pelas mãos no percurso das paisagens corporais de ambos. A mão encontra a sua própria realização no momento em que se torna útil no auxílio ao semelhante através do toque. Mãos que amam são mãos que curam. As nossas vivências evidenciadas pelas mãos no toque ou cumprimento evidenciam o seu percurso e experiência àqueles que tocamos. As mãos de cada um de nós detêm um determinado poder que varia consoante a sua idade, sexo, classe social e acima de tudo do poder interior de cada um. As formas como as pessoas se tocam varia consoante o relacionamento entre as mesmas e consoante a forma de cada um amar. O toque pode ser utilizado para: chamar, cumprimentar, acolher, libertar, consolar, acalmar, aliviar, tratar, seduzir, implorar, transformar, sentir, saber, falar, ouvir, ver e provar. O toque tem um poder tal que chega a anular a impotência das palavras que não conquistam. O que se sente ao tocar nem sempre é aquilo que estava-mos à espera, mas a verdadeira sabedoria predomina no deleite único de cada toque. Através do toque eu transmito o que sinto e a outra pessoa dá-me a conhecer o que sente simultaneamente. Assim, sendo o toque um gesto de carinho, amor, compaixão e consolador, é aí que Deus manifesta a sua divindade para com a sua criação. Sente nas mãos do teu semelhante um gesto de Deus.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:38
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009

Problema de origem Psíquico

O
 Reiki é uma terapia alternativa bastante eficaz na prevenção e tratamento também de problemas do foro psíquico, através da sua actuação no foro emocional, mental e espiritual do paciente. Para ficarem com uma ideia do tipo de problemas que, através do Reiki podem ser eliminados, atenuados ou tratados (dependendo do estado de avanço dos mesmos), descrevo seguidamente alguns que por provas dadas, são incluídos nesta lista: Actividade excessiva; Agressões; Angustias; Anorexia; Autismo; Bulimia; Seios; Colapso nervoso; Complexo de inferioridade; Depressões; Dolores neurológicos; Estado de Esgotamento psíquico-vegetativo; Stress; Falta de apetite; Frigidez; Impotência; Insónias; Intolerância; problemas diversos da Menopausa; Nervosismo; Neuroses; Ninfomania; Obesidade; Pânico; Perfeccionismo; Pesadelos; Pessimismo; Problemas sexuais; Resignação; Shock; Sonhos diurnos; Unhas.

Os problemas de saúde não se tratam apenas quando surgem, deve-se sim, caso haja suspeitas de determinada dificuldade, efectuar um “combate” ao mesmo quando ainda se encontra numa fase precoce. Assim e em jeito de conclusão deixo-lhe um conselho: Caso tenham suspeitas de algum destes problemas para o seu bem-estar não o deixe avançar e experimente esta terapia alternativa Japonesa de origem Tibetana e verá como o seu corpo lhe agradece.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Enorme Paz Interior...
Publicado por Viktor às 09:09
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Doenças vs Emoções

Vou aqui dizer que alguns problemas de saúde estão associados a certo tipo de emoções que podem ser utilizadas como hipótese de trabalho para uma análise diagnostica. Pode ser utilizado para orientar a consulta ou a triagem das pessoas que procuram um atendimento.

Como há sempre muitas causas envolvidas, a enfermidade é uma teia complexa na qual entra os karmas de vidas passadas, a falta de cuidado na actual vida e os efeitos que se transformam em novas causas etc.

O objectivo é conduzir a pessoa a auto conhecer-se e reflectir se de facto possui tais sentimentos e atitudes na sua vida diariamente. Em caso afirmativo, deverá solicitar ajuda a um profissional qualificado para superar tais situações.

Abcesso – emoções reprimidas por medo, culpa, paternalismo, repressão social etc. na região genital (emoções sexuais e afectivas), pulmões/coração (sensações afectivas sublimadas), na cabeça (espiritualidade sublimada). Sentimento de culpa ou inveja.

Acnes – timidez exagerada, medo de ser descoberto (traição, segredos que não deveriam ser revelados, etc.). Espinhas: energia sexual reprimida.

Alergia – necessidade de se defender do meio em que vive (família, trabalho, escola etc.), tensão e infelicidade, rejeição de ajuda externa.

Amnésia – perda de interesse pela vida, desânimo.

Anemia – medos e receios conduzindo para uma diminuição do prazer, da euforia. Cansaço, angústia sexual ou afectiva, mudança ideológica ou paradigmática. A anemia pode representar a necessidade de mudanças no campo afectivo, económico, ideológico etc.

Arteriosclerose – ciúmes, inveja (dor de cotovelo), possessividade.

Asma – auto desaprovação, super protecção dos pais, medo, insegurança, sufocamento dos desejos e paixões, medo de entrar em contacto com suas próprias necessidades e desejos para não contrariar as pessoas com quem convive, conservadorismo, rigidez. Os mesmos sintomas para bronquite.

Cancro – estagnação da energia vital. Deve-se relacionar com o órgão atingido. Ausência de resignação (lembro que resignação não é conformismo, mas compreensão do problema e respectiva aceitação activa das provas ou expiações), depressão, conformismo.

Ciático – nervo sexual por excelência. Sexualidade contida ou mal conduzida. Sublimação negativa do sexo (repressão sexual).

Coraçãohiperactividade, perfeccionismo, falso optimismo, pouca imaginação, ego narcísico. Dificuldade para controlar as emoções que sente. Costuma preceder um enfarto às situações de humilhação ou desonra.

Esclerose – perfeccionismo com os outros e indulgente consigo mesma.

Estômago – dificuldade em aceitar e digerir as próprias emoções ou relacionadas a outras pessoas. Aceitam tudo, mas perdoam pouco. Possessividade, perfeccionismo em relação aos outros (falta doçura, ternura e carinho nas opiniões sobre os erros de outras pessoas). Inveja.

Impotência – falta de confiança, auto rejeição, dificuldades económicas ou profissionais.

Miomas – sexualidade confusa, medo exagerado da maternidade, sufocamento de fantasias e desejos sexuais.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:25
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Somos as Mãos de Deus...

. Problema de origem Psíqui...

. Doenças vs Emoções

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007