.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2015

Workshop de Voluntariado de Reiki – 22 de fevereiro – Núcleo de Albufeira

voluntariado-300x150.jpg

      Todo e qualquer reikiano é uma fonte amor incondicional, podendo compartilhar o seu amor com todos aqueles que o rodeiam. Muitas vezes fala-se em cuidar dos doentes, carenciados e moribundos, mas não nos devemos esquecer que há no país centenas de pessoas que através de trabalhos remunerados ou de voluntariado, dão o seu precioso contributo para os mais desfavorecidos, de forma a atenuar os seus sofrimentos.

     Nesse âmbito, a denominação de “2015 – Ano de Cuidar de quem Cuida” tem todo o sentido, pois essas pessoas, quer sejam ou não reikianas, compartilham e praticam gestos de amor incondicional, como tal merecem também ser “recompensados” com amor incondicional. Assim o Nucleo de Albufeira irá promover no próximo dia 22 uma formação de voluntariado de Reiki, para conseguir assim dar inicio ao seu projecto de voluntariado de Reiki, enquadrado no projecto social REIsocialKI iniciado em 2009. Irá contar com a participação do coordenador nacional da APR (Valter Jacinto). Neste momento há já 2 lares de idosos nos quais vamos iniciar este projecto, mas o objectivo futuro é de chegar a mais IPSS para ajudar os utentes e também aqueles que deles cuidam, com muito amor incondicional.

     Para mais informações e/ou esclarecimentos sobre esta actividade os contactos são os seguintes:

e-mail: mestreviktor@gmail.com

    tlm: 962856134

Publicado por Viktor às 13:30
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

O Reiki e os Idosos

Os lares nos dias de hoje são instituições que não “conseguem absorver” a totalidade de idosos, ficando aquém das necessidades globais da população portuguesa, cada vez mais envelhecida. Mesmo aqueles que, cujas suas possibilidades económicas permitem colocar os familiares nessas instituições, provocam neles um certo sentimento de revolta, abandono, injustiça, angustia e mágoa que se traduz numa profunda solidão, pois grande número deles a última vez que viram os seus familiares foi no dia em que entraram para o lar.

Há ainda os casos em que os mesmos sofrem de maus-tratos em algumas instituições tal como por vezes sabemos por conversas com amigos ou até mesmo pela comunicação social. As pessoas que residem nesses locais, tantas vezes mal compreendidas pelos outros (funcionários e idosos), são seres vivos como cada um de nós e como tal, merecem todo o nosso apoio, respeito e carinho porque afinal de contas foram essas pessoas que nos permitiram vir ao mundo, nos deram a nossa primeira guarida, nos ensinaram e fizeram de nós homens e mulheres de hoje. Todo o ser vivo na terra, independentemente da cor, língua ou credo, tem direito à vida. Definir estas pessoas como um “fardo” na sociedade não se coaduna minimamente com os princípios e fundamentos do Reiki, que respeitam todos os seres vivos e como filosofia de vida pretende que todos coabitem em harmonia com o seu semelhante e natureza.

Ao longo do tempo tenho vindo a desenvolver alguns trabalhos junto dos idosos. É gratificante quando eles demonstram interesse em ouvir uma palestra de Reiki e mais ainda quando se mostram interessados em receber uma aplicação de Reiki, quer tenha uma duração de 10 minutos (mini aplicação ou focalizada) ou 40 minutos (aplicação completa). Aproveito agora para relatar uma passagem gira que aconteceu comigo. Um dia num Workshop de Reiki que fui fazer a um lar, alguns contratempos fizeram que o mesmo tivesse começado um pouco mais tarde e quando chegou o momento de fazer a demonstração prática, após efectuar quatro mini aplicações de Reiki, uma senhora ia-se levantar. Ao aperceber-me de tal, agarrei o braço direito dela para a auxiliar e ela iniciou um diálogo comigo assim:

Ela: Sr. doutor!

Eu: Diga.

Ela: Pode-me fazer uma benzedura?

Eu: Com certeza, sente-se lá que já vou tratar do seu assunto.

É claro que não sou doutor. É claro que não lhe fiz nenhuma benzedura.  Mas se aquela Senhora pensou que eu benzia as pessoas, coisa muito antiga vinda de tempos medievais onde havia e ainda nos dias de hoje há quem o faça e, assim sendo, deixei-me levar na conversa e fui na onda da senhora.

Aplicar Reiki aos idosos não vai sanar todos os seus males, mas é gratificante para quem recebe e para quem faz, pois no final da aplicação reparar no seu rosto tranquilo e de satisfação preenche-nos com uma enorme alegria interior. Através deste gesto de Amor Incondicional que actua nos níveis físico, emocional, mental e espiritual, pode-se atenuar dores, relaxar o sistema nervoso e muscular, activar o sistema imunitário entre outras coisas mais que, no final se englobam todos no equilíbrio e harmonia geral do Ser (Eu interior).

Reflecte, naqueles que te preservaram a existência ainda frágil, nos panos do berço; nos que te equilibraram os passos primeiros; nos que te afagaram os sonhos da meninice e nos outros que te auxiliaram a pronunciar o nome de Deus.

Já atravessaram um caminho de muitas jornadas, por isso pensa no heroísmo silencioso com que te ensinam a valorizar os tesouros do tempo, nas dificuldades que terão vencido para serem quem são, no suor que lhes alterou as linhas da face e nas lágrimas que lhes alvejaram os cabelos...

E quando, porventura, te mostrem azedume ou desencanto, escuta-lhes a palavra com bondade e paciência... Não estarão, decerto, a ferir-te e sim provavelmente algo murmurando contra dolorosas recordações de ofensas recebidas, que trancam no peito, a fim de não complicarem os dias dos seres que lhes são especialmente queridos!...

Ama e respeita os companheiros idosos! São eles as vigas que te escoram o teto da experiência e as bases de que hoje te levantas para seres quem és...

Auxilia-os, quanto puderes, enquanto é possível para que, no dia da existência humana, venhas igualmente a conhecer o brilho e a sombra que assinalam, no mundo, a hora do entardecer.

Trabalhar com estes maravilhosos seres dá-me uma enorme alegria interior que eleva o meu Ser para níveis de bem-estar elevados. Ter a sensação do dever cumprido e observar aquelas pessoas com rostos de satisfação e a irradiar alegria do seu coração é encantador. Como o Universo é infinitamente bom e generoso, devolvendo sempre aquilo que damos, não se fiquem apenas com os pensamentos de bondade para com os idosos, coloquem em prática esses pensamentos de uma forma humilde e terão a oportunidade de sentir a gratificação pelo acto praticado para com o vosso semelhante.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:49
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Reiki nos Lares

Os lares são, nos dias de hoje, instituições que não “conseguem absorver” a totalidade de idosos necessitados e que, infelizmente, por vezes são usados como locais onde “depositam” os idosos. Mesmo aqueles que, cujas suas possibilidades económicas permitem que as famílias nessas instituições os coloquem, provocam neles um certo sentimento de revolta, abandono, injustiça, angustia e tristeza que se traduz numa profunda solidão. É aqui que o Reiki pode desempenhar um papel fundamental para o bem-estar dos utentes. Felizmente pude constatar isso na primeira pessoa quando, no passado dia 8, levei a cabo um Workshop de Reiki no Lar Dr. Colaço Fernandes, na Cacela - Manta Rota. No final tive uma agradável surpresa pois a maioria dos idosos gostaram muito do que ouviram e das sensações que lhe foram provocadas aquando da aplicação de uma mini sessão de Reiki com uma duração aproximada de 10 minutos. Agora, vou deixar aqui as fotografias tiradas no Workshop, cortesia da Fernanda e do seu telemóvel.

 

Saudações Reikianas

NAMASTÉ


Photo and video editing at www.OneTrueMedia.com
Publicado por Viktor às 08:59
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Workshop num Lar de Idosos

Caros concidadãos,

Ontem o WorkShop de Reiki no Lar de Idosos da Cacela (Manta Rota), da correu bem. Teve a presença de 22 pessoas que interagiram muito bem, interessando-se pelo tema, fazendo perguntas e interessados em sentir a energia Reiki a fluir no organismo. Na recta final houve lugar a uma pequena aplicação de Reiki nos interessados, por mim e pela Maria José. A Maria José é Reikiana nível 3ª (tradicional) que conheci ontem e como esteve presente perguntou se podia também auxiliar-me nas aplicações de Reiki às pessoas presentes. Sem dúvida que aceitei de bom grado o auxílio dela pois a “união faz a força” e estando eu, como Delegado Regional, a representar a Associação Portuguesa de Reiki (APR)Monte Kurama”, divulgando os objectivos da mesma e as suas actividades, é claro que a união dos Reikianos independentemente das escolas de Reiki que tenham frequentado é também uma das metas a alcançar.

No final ficou no ar a vontade de levar a efeito outros eventos ou iniciativas Reikianas, o que é sem dúvida um sinal positivo na senda da divulgação do Reiki como terapia e no seu benéfico papel social.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 08:58
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Contribuir para o bem-estar comum...

Caros leitores e Amigos,

Com vista à aceitação e regulamentação da terapia holística de Reiki, por parte das entidades governamentais, estou a coordenar a elaboração de dois projectos nesse sentido. Um tem a ver com a aplicação de Reiki nos lares, hospitais e centros de saúde, o outro tem a ver com provas cientificas da eficácia do Reiki como terapia energética. Estes dois projectos que “abracei”, ao abrigo da Associação Portuguesa de ReikiMonte Kurama” são bastante importantes pois destinam-se a todos os cidadãos residentes em Portugal, quer sejam portugueses ou não. Uma vez que estes projectos são globais e não pessoais, solicito aqui publicamente o vosso contributo para os mesmos, da seguinte forma. Caso conheça alguém que, através de sessões de Reiki tenha melhorado significativamente ou até mesmo eliminado um problema de saúde, solicite a essa pessoa que lhe escreva o sucedido e faça-me chegar o mesmo via e-mail. Agradeço que façam acompanhar os relatos com o nome e o número de contacto da pessoa em causa para que posteriormente possa ser contactada no caso de eventual necessidade.

Dar o seu contributo, por pequeno que seja, neste trabalho colectivo é muito importante, pois quando o praticar com todo o seu Amor Incondicional pelo seu semelhante, está a contribuir para um melhor futuro também para as gerações vindouras, porque deixar um mundo melhor deve ser motivo de orgulho para qualquer pessoa.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Muito Amor Incondicional...
Música: Enya - Caribean Blue
Publicado por Viktor às 09:36
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

O Papel Social do Reiki

O Reiki é diariamente uma filosofia de vida que me absorve completamente, tanto na minha forma de estar como de agir. Assim sendo, vou aqui transcrever a abordagem que ao mesmo fiz, quando abordei este tema no livro que estou a escrever. Há áreas de cariz social onde o Reiki pode desempenhar um importante papel, tais como lares, centros de dia, cuidados paliativos, hospitais, centros de saúde, redes sociais e casas de abrigo, conforme seguidamente vou explicar. Os lares nos dias de hoje são instituições que não “conseguem absorver” a totalidade de idosos e que, infelizmente, por vezes são usados como locais onde “depositam” os idosos. Mesmo aqueles que, cujas suas possibilidades económicas permitem que as famílias nessas instituições os coloquem, provocam neles um certo sentimento de revolta, abandono, injustiça, angustia e tristeza que se traduz numa profunda solidão. Em determinados casos, tal qual divulgados pela comunicação social, os idosos sofriam ainda de maus tratos. Nos centros de dia, o tipo de utentes não difere muito dos anteriormente mencionados, com a diferença de estes residirem em habitação própria utilizando estes serviços apenas durante o dia. Nos Cuidados Paliativos que são nos dias de hoje já oferecidos, o Reiki pode dar um enorme contributo na melhoria dos serviços. Nos Hospitais e Centros de Saúde, conforme prática regular noutros países, presta um bom serviço a acamados de média e longa duração, nos tratamentos de quimioterapia e radioterapia, serviços de ortopedia e até nas urgências. Nas Redes Sociais quer sejam locais, municipais ou regionais, pode desempenhar um excelente apoio àqueles que vivem com sérias dificuldades e muitas vezes são “marginalizados” por pessoas de nível social mais elevado. Nas Casas de Abrigo e instituições de apoio a órfãos também pode desempenhar um papel benéfico no apoio emocional, mental e espiritual, a todos aqueles que por “força das circunstâncias” até àqueles locais foram parar.

Desde o início desta minha caminhada, a minha sensibilidade para os problemas sociais, causas humanitárias, voluntariado e outras aumentou consideravelmente, o que me faz observar o mundo de uma forma diferente tornando-me mais humano. É claro que, este caminho de luz, paz e amor não é nada fácil, sendo por vezes até demasiado sinuoso, pois ouvir os problemas, angustias, traumas e conflitos dos outros é uma tarefa árdua e morosa que, exige da parte do terapeuta uma boa disponibilidade, vontade e pré-disposição temporal para o mesmo. Para percorrer este caminho de luz e amor necessitamos de uma preparação interior que passa através de várias etapas que podem demorar anos e mesmo assim por vezes temos a sensação de não estar completamente preparados para as situações que diariamente surgem.

Por estas e outras razões aqui não enunciadas, “luto” diariamente para que esta terapia seja aceite pelas entidades governamentais para que, assim sendo, seja possível dar um valioso contributo nas áreas de saúde, social e pessoal das pessoas. Para esta acreditação renovo aqui o apelo a todas as pessoas que pretendam dar o seu contributo para o mesmo, por pequeno que lhes possa parecer, para o processo de aceitação pode ser de grande utilidade. Vamos todos juntos contribuir para a aceitação desta terapia para o bem-estar comum e supremo universal.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:36
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Reiki, para que serve?

O Reiki é uma terapia alternativa holística que pode ser aplicado a qualquer ser humano, no reino vegetal e animal.

As pessoas que, ao longo do tempo recorrem ao Reiki, fazem-no maioritariamente quando algum problema de saúde as afecta. Também há aquelas que o fazem apenas para relaxamento, mas neste caso, refiro-me ao turistas nacionais e estrangeiros que por vezes aos meus serviços recorrem.

O Reiki pode ser usado conjuntamente com a medicina convencional, como terapia preventiva e em termos paliativos, nas pessoas com qualquer tipo de problema de saúde.

Actua nos níveis físico, emocional, mental e espiritual. Quando aplicado em pessoas medicamentadas, potencia os efeitos benéficos da medicação, e atenua ou elimina os efeitos secundários da mesma.

Informo-os ainda que na Associação Portuguesa de Reiki estamos a desenvolver todos os esforços necessários para a sua aceitação como terapia alternativa pelas entidades governamentais do nosso país. Digo “estamos” pois estou na coordenação de dois projectos fundamentais para o mesmo (provas cientificas e a sua aplicabilidade nos hospitais, lares e centros de dia). Mais informo que, nos EUA e Reino Unido o Reiki é praticado nos hospitais. Na Espanha estão a ser levados esforços para a sua aceitação como terapia alternativa e no Brasil, há cerca de mês e meio já foi devidamente regulamentada e aceite pelo governo.

Para terminar, vou enunciar aqui alguns problemas de saúde, segundo os quais, enquanto Terapeuta de Reiki sou procurado no Hotel onde tenho o consultório: depressão, insónias, tumores, coluna, ansiedade, stress, ciática, prós parto, hiperactividade, desequilíbrios emocionais, traumas, circulação sanguínea, obesidade entre outras de um extensivo rol. Além do Hotel, há sempre a possibilidade de fazer domicílios para acamados ou pessoas com dificuldades de mobilidade.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 17:44
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Aplicação de Reiki em Hospitais, Lares e outros locais

O local ideal para aplicar REIKI é ter uma sala própria para o efeito. A frequência das aplicações num único local facilita a organização da espiritualidade “socorrista” e esse local transforma-se numa “sala cirúrgica”. Infelizmente, nem sempre isso é possível e a pessoa de boa vontade (terapeuta) que deseja ajudar pode correr alguns riscos. O ambiente astral dos lares, hospitais e de outros locais similares não costuma ser dos melhores para essas práticas. Além do sofrimento dos encarnados, o número de desencarnados nestes locais também é significativo. Há aqueles que lá se encontram sem saber que já não possuem um corpo físico, há aqueles que lá estão para se vingar ou para aumentar o sofrimento de alguma pessoa por quem nutrem ódio e outros sentimentos maléficos. A situação é muito delicada e complexa neste contexto. Um caso comum que costuma acontecer é o do terapeuta, imbuído de boa vontade, entra de quarto em quarto para enviar energia para os pacientes. Aqui temos uma série de problemas se não explicar o que vai fazer nem solicitar a autorização do paciente para lhe administrar Reiki. Isso faz com que o paciente não fique aberto e receptivo à energia curativa. Mas podem também acontecer problemas mais graves. Se o paciente estiver sob a vigilância de espíritos obsessores, estes, possivelmente, não ficarão felizes com o “intruso” que foi ajudar a sua vítima. Se o terapeuta não estiver vigilante e com a vibração alta e equilibrada, corre o sério risco de sair de lá também obsediado ou receber uma forte dose de energia negativa que o leve a passar o resto do dia mal disposto, com vómitos e com dores de cabeça ou por todo o corpo. Quando sugiro a necessidade de haver um local específico para o atendimento é porque lá a espiritualidade socorrista costuma também ter um “serviço” para atendimentos dos obsessores. O paciente que sofre o assédio extra físico, ao ingressar na sala, sendo imediatamente desligado do obsessor. Este último costuma ser adormecido ou levado para sessões de esclarecimento em “salas espiritualistas” que realizam esse tipo de atendimento fraterno.

Outro risco é a do paciente, caso este seja médium, incorporar alguma entidade durante a sessão. Este risco é praticamente zero numa sala preparada para esse fim, mas pode acontecer em situações adversas. Nesse sentido, o ideal seria que em cada lar, hospital ou pronto-socorro tivesse uma sala para orações e para atendimentos com REIKI. O atendimento seria feito apenas nesse local. Os pacientes que se podem deslocar seriam levados até essa sala; os pacientes em coma ou em UCI, que não poderiam ser levados até a sala, receberiam REIKI à distância, com os pacientes, devidamente preparados, enviando energia daquela sala destinada para esse fim. E o que se deve ter nesta sala? A sala deve ter apenas as macas, um recipiente com água (com a qual a equipe medica espiritual fará remédios) e, se possível, um abajur de cromoterapia. Velas, incensos, espelhos de Feng Shui, cristais etc. Tudo isso são objectos que podem mais ajudar o paciente a relaxar.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Bem Estar Comum
Música: Yani
Publicado por Viktor às 01:25
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

ESSAS OUTRAS CRIANÇAS

Quando abraças teu filho, no conforto doméstico, fica essas outras crianças que jornadeiam sem lar.
Dispões de alimento abundante para que teu filho se mantenha em linha de robustez.
Essas outras crianças, porem, caminham desnorteadas, aguardando os restos da mesa que lhes atira, com displicência, findo o repasto.
Escolhes a roupa nobre e limpa de que teu filho se vestirá, conforme a estação.
Todavia, essas outras crianças tremem de frio, recobertas de andrajos.
Defendes teu filho contra a intempérie, sob o teto acolhedor, sustentando-o à feição de jóia no escrínio.
Contudo, essas outras crianças coxeiam estremunhadas na via pública quando não se distendem no espaço asfixiante do esgoto.
Abres ao olhar deslumbrados de teu filho, os tesouros da escola.
E essas outras crianças suspiram debalde pela luz do alfabeto, acabando, muita vez, encerradas no cubículo das prisões, à face da ignorância que lhes cega a existência.
Conduzes teu filho a exame de pediatras distintos sempre que tenha uma leve dor de cabeça.
Entretanto, essas outras crianças mimadas por moléstias atrozes, agonizam em leitos de pedra, sem que mão amiga as socorra.
Ofereces aos sentidos de teu filho, a festa permanente das sugestões felizes, através da educação incessante.
No entanto, essas outras crianças guardam olhos e ouvidos quase sintonizados no lodo abismal das trevas.
Afaga, assim, teu filho no trono familiar, mas desce ao pátio da provação, onde essas outras crianças se agitam em sombra ou desespero e ajuda-as quanto possa!
Quem serve no amor de Cristo, sabe que a boa palavra e o gesto de carinho, o pedaço de pão e a peça de vestuário, o frasco de remédio e a xícara de leite operam maravilhas.
Proclamas a cada passo que esperas confiante o esplendor do futuro mas, enquanto essas outras crianças chorarem desamparadas, clamaremos em vão pelo mundo melhor.
Espírito: EMMANUEL
Médium: Francisco Cândido Xavier
Publicado por Viktor às 16:00
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

TÉDIO NO LAR

Uma vez que os Espíritos simpáticos são induzidos a unir-se, como é que, entre os encarnados, frequentemente só de um lado há afeição e que o mais sincero amor se vê acolhido com indiferença e, até, com repulsão?

Como é, além disso, que a mais viva afeição de dois seres pode mudar-se em antipatia e mesmo em ódio? “Não compreendes então que isso constitui uma punição, se bemafeição,  que passageira? Depois, quantos não são os que acreditam amar perdidamente, porque apenas julgam pelas aparências, e que, obrigados a viver com as pessoas amadas, não tardam a reconhecer que só experimentaram um encantamento material. Não basta uma pessoa estar enamorada de outra que lhe agrada e em quem supõe belas qualidades. Vivendo realmente com ela é que poderá apreciá-la. Tanto assim que, em muitas uniões, que a princípio parecem destinadas a nunca ser simpáticas, acabam os que as constituíram, depois de se haverem estudado bem e de bem se conhecerem, por votar-se, reciprocamente, duradouro e terno amor, porque assente na estima! Cumpre não se esqueça de que é o Espírito quem ama e não o corpo, de sorte que, dissipada a ilusão material, o Espírito vê a realidade. “Duas espécies há de afeição: a do corpo e a da alma, acontecendo com frequência tomar-se uma pela outra. Quando pura e simpática, a afeição da alma é duradoura; efémera a do corpo. Daí vem que, muitas vezes, os que julgavam amar-se com eterno amor passam a odiar-se, desde que a ilusão se desfaça.”

Seja qual seja o motivo em que o tédio se fundamente, recorram os companheiros imanizados em mútua associação no lar ao apoio recíproco mais profundo e mais intensivo. Com isso, estarão em justa defesa da harmonia íntima, sem castigarem o próprio corpo. E reeducar-se-ão, sem hostilizar os que, porventura, lhes demonstrem afecto, mas acolhendo-os, não mais na condição de cúmplices das aventuras deprimentes, a que se renderam outrora, e sim por irmãos queridos, com quem podemos fundir-nos, em espírito, no mais alto amor espiritual.

Emmanuel

Publicado por Viktor às 12:27
Link | Comentar | favorito
Sábado, 8 de Setembro de 2007

FAMÍLIA

Há, pois, duas espécies de família: as famílias pelos laços espirituais e as famílias pelos laços corporais. Duráveis, as primeiras se fortalecem pela purificação e se perpetuam no mundo dos Espíritos, através das várias migrações da alma; as segundas, frágeis como a matéria, se extinguem com o tempo e, muitas vezes, se dissolvem moralmente, já na existência atual. Do item 8, no Cap. XIV, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo". De todas as associações existentes na Terra exceptuando naturalmente a Humanidade - nenhuma talvez mais importante em sua função educadora e regenerativa: a constituição da família. De semelhante agremiação, na qual dois seres se conjugam, atendendo aos vínculos do afecto, surge o lar, garantindo os alicerces da civilização. Através do casal, aí estabelecido, funciona o princípio da reencarnação, consoante as Leis Divinas, possibilitando o trabalho executivo dos mais elevados programas de acção do Mundo Espiritual. Por intermédio da paternidade e da maternidade, o homem e a mulher adquirem mais amplos créditos da Vida Superior.

Daí, as fontes de alegria que se lhes rebentam do ser com as tarefas da procriação. Os filhos são liames de amor consciencializado que lhes granjeiam protecção mais extensa do Mundo Maior, de vez que todos nós integramos grupos afins. Na arena terrestre, é justo que determinada criatura se faça assistida por outras que lhe respiram a mesma faixa de interesse afectivo. De modo idêntico, é natural que as inteligências domiciliadas nas Esferas Superiores se consagrem a resguardar e guiar aqueles companheiros de experiência, volvidos à reencarnação para fins de progresso e burilamento. A parentela no Planeta faz-se filtro da família espiritual sediada além da existência física, mantendo os laços preexistentes entre aqueles que lhe comungam o clima. Arraigada nas vidas passadas de todos aqueles que a compõem, a família terrestre é formada, assim, de agentes diversos, porquanto nela se reencontram, comummente, afectos e desafectos, amigos e inimigos. Para os ajustes e reajustes indispensáveis, ante as leis do destino.

Apesar disso, importa reconhecer que o clã familiar evolve incessantemente para mais amplos conceitos de vivência colectiva, sob os ditames do aperfeiçoamento geral, conquanto se erija sempre em educador valioso da alma. Temos, dessa forma, no instituto doméstico uma organização de origem divina, em cujo seio encontramos os instrumentos necessários ao nosso próprio aprimoramento para a edificação do Mundo Melhor.

Emmanuel
Publicado por Viktor às 06:00
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Workshop de Voluntariado ...

. O Reiki e os Idosos

. Reiki nos Lares

. Workshop num Lar de Idoso...

. Contribuir para o bem-est...

. O Papel Social do Reiki

. Reiki, para que serve?

. Aplicação de Reiki em Hos...

. ESSAS OUTRAS CRIANÇAS

. TÉDIO NO LAR

. FAMÍLIA

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007