Terça-feira, 1 de Julho de 2014

Não sinto o Reiki

Caríssimos,

     O Reiki é algo que ainda suscita muitas dúvidas, principalmente porque as pessoas não acreditam nas suas próprias capacidades energéticas e, além disso dizem com alguma regularidade: “Para se fazer isso tem de se ter um Dom”; “Você tem um Dom”. Mas na realidade o Reiki nada tem a ver com Dom, é apenas uma terapia na qual o reikiano se conecta com o universo e passa para si ou para outro a energia vital, a energia do Amor Incondicional. Isto leva-me a colocar-lhe a seguinte pergunta: Você não tem amor dentro de si? É claro que tem, a menos que esteja com falta de auto-estima. Assim basta ter Amor dentro de si para poder ser um praticante de Reiki e, mesmo estando a passar um período menos bom, no qual o seu nível energético baixa, podem surgir bloqueios nos seus canais. Neste caso o reikiano deverá pedir a outro que lhe faça uma aplicação de Reiki e um alinhamento de chakras, para desobstrução dos canais e equilíbrio energético.

     Abordando agora o título deste texto (não sinto o Reiki), é algo que pode acontecer a quem recebe uma sessão de reiki ou até mesmo a quem faz o curso de iniciação ao reiki, pois como sabe por vezes não basta apenas a nossa vontade. Uma vez que o Reiki actua em todo o nosso Ser, nos planos físico, emocional, mental e espiritual, por vezes basta termos um bloqueio maior num desses planos para não sentirmos quase nada quando estamos a receber Reiki. Deixem que lhes diga que o nosso subconsciente, por vezes, também interfere no que sentimos ao receber uma sessão de Reiki. Se formos receber uma sessão de Reiki apenas e só para experimentar certamente pouco ou nada irá sentir, pois desconhecendo o que pode acontecer no decorrer da sessão, o subconsciente do receptor pode criar, tipo uma armadura à volta da pessoa, como autodefesa da mesma. Dessa forma irá impedir que a energia emanada pelas mãos do reikiano penetre no seu Ser, através do plano físico.

     Para poder sentir e usufruir plenamente de uma sessão de Reiki deve confiar plenamente no Terapeuta e entregar “de corpo e alma”, para que a Energia Reiki possa actuar nos quatro planos (físico, emocional, mental e espiritual) e até mesmo nos bloqueios localizados na linha do tempo (passado, presente e futuro). Recordo-lhes também que um Terapeuta não faz diagnósticos médicos, pois não está habilitado para tal e, mesmo que possa e/ou consiga detectar algo deverá sugerir ao paciente que se dirija a um médico especializado. O Reiki é uma terapia complementar e/ou integrativa, como tal pode ser utilizada conjuntamente com qualquer outra terapia, convencional ou holística.

     Em conclusão devo-lhes dizer que, caso sintam algum medo ou receio, recomendo-lhe que não marque uma sessão de Reiki, pois deve antes entrar em contacto com um Terapeuta ou Mestre, para que o possam esclarecer sobre o que é uma sessão de Reiki e o que pode acontecer no decorrer de uma sessão. Aproveite também para verificar se tem empatia energética com o mesmo e só depois de tudo esclarecido e dos “medos/receios” debelados, marque então uma sessão e desfrute na sua plenitude da Energia Vital do Amor Incondicional.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 11:06
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Julho de 2013

Responsabilidades e Medos

     Cada Ser Humano define o seu percurso de vida norteado pelas responsabilidades e medos. Cada um de nós vai tendo ao longo do tempo as suas vivências e assim vai adquirindo algumas responsabilidades, umas em virtude da vida que temos e outras que surgem porque nos aventuramos. Há uma expressão bastante conhecida que diz: “O sonho comanda a vida”, concordo com a mesma, mas ainda assim há que ter certas cautelas porque outra expressão diz: “Quanto mais alto se sobe maior é o tombo”, e pensando que ficaram algo baralhados com esta associação passo a explicar de seguida. Se sonharmos muito alto, queremos alcançar esse patamar e caso consigamos lá chegar nada é eterno e podemos de um momento para o outro perder tudo aquilo que levou anos a construir, o que faz com que o tombo seja ainda maior. Devemos sonhar sim, mas com moderação, tendo sempre a consciência do que pode ou não ser alcançado, pois tal poderá ser a nossa ruína. Muitas vezes estas situações estão associadas a pessoas que norteiam a sua vida sob a ideologia do materialismo, do ter, das posses, do mostrar e de outras coisas mais. Neste tipo de vida as responsabilidades são muitas e os medos também existem e estão sempre presentes, pois o apego aos bens materiais gera conjuntamente o medo de os perder e/ou de ser roubado.

     Através desta pequena introdução ao tema, espero que tenham chegado à conclusão que somos os primeiros e principais responsáveis pela nossa vida e que muitos dos medos que temos são gerados, criados e alimentados pela nossa própria mente.

     Isto é sem dúvida o resultado de quem vive com base no Ter em vez do Ser. A essas pessoas eu pergunto de que lhes vai servir ter muitas coisas (grande parte delas desnecessariamente) se quando partirem deste mundo nada vão levar, com excepção do conhecimento e aprendizagens adquiridas ao longo da vida! Agora faça uma pausa na leitura reflectindo um pouco sobre o que acabou de ler.

     Reparou que pode ser mais feliz se viver no Ser em vez do Ter? Espero que o tenha ajudado a reflectir um pouco sobre si mesmo, e assim termino desejando-lhes tudo de bom e FAÇAM FAVOR DE SER FELIZES.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:49
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Motivos, Reasons, Razones, Motivi, Причины, Gründe…

Caros leitores e amigos,

Aqui vos enumero alguns motivos para que possa pensar se pretende entrar no Universo Reikiano, através de um Curso de Iniciação ao Reiki:

1º - Sente-se atraído pelas terapias orientais;

2º - Sente que está na altura de dar um novo rumo à sua vida;

3º - Gosta de partilhar com o semelhante;

4º - Sente-se feliz ao ajudar os outros;

5º - Não consegue controlar a mente;

6º - Necessita de apoio;

7º - Necessita de compreensão;

8º - Sente-se algo perdido e sem rumo;

9º - Necessita de ter mais confiança em si;

10º - Tem sensações corporais estranhas para as quais não tem resposta;

11º - Quando vai a determinados locais fica indisposto e não se consegue recompor;

12º - Contacta com pessoas que lhe sugam as energias;

13º - Por vezes ouve barulhos que quem está consigo não ouve;

14º - É incompreendido pela família;

15º - Tem tendências a ser uma pessoa depressiva;

16º - A ansiedade acompanha-o não se conseguindo libertar dela;

17º - O seu Amor Incondicional não é correspondido;

18º - Tem medos dos quais desconhece a origem;

19º - Tem dificuldades de se expressar;

20º - Não se consegue libertar dos “fantasmas” do passado;

21º - Não aceita a perda de um ente querido.

Pensar em fazer a iniciação requer várias ponderações, mas a mais IMPORTANTE, prende-se com a empatia energética que temos com o Mestre. Na minha maneira de ver as coisas, acho que este é o factor mais importante a ter em conta e não somente porque gosta das ideias do mesmo ou porque é famoso… (isto é apenas a opinião de quem anda há 10 anos por estes caminhos). E porque será que coloquei 21 motivos? Podia ter colocado 12 ou 15, mas foram 21, why?

Desejo-lhe tudo de bom. Obrigado pela sua leitura e visita.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:24
Link | Comentar | favorito
Domingo, 11 de Outubro de 2009

Sessão de Reiki

Estado de Espiríto: Um pouco cansado...
Publicado por Viktor às 02:46
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Não sinto o Reiki

. Responsabilidades e Medos

. Motivos, Reasons, Razones...

. Sessão de Reiki

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007