.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 3 de Junho de 2008

Benefícios do REIKI na Actualidade

H

á imensos benefícios na utilização do Reiki no dia-a-dia. O Reiki é uma energia inteligente que, ao ser canalizada para uma pessoa, combate a causa eliminando assim o efeito. As pessoas que padecem de um determinado problema e manifesta, por pouco que seja, vontade de explorar novas áreas e experiências, significa que é o ponto de partida para um tratamento significativo e promissor, uma vez que a pessoa manifesta vontade de viver e tem com ela o desejo de ser saudável. Para além disso, nem só as pessoas que perecem de algum tipo de doença procuram o Reiki, pois ele trabalha em 3 planos (físico, mental e espiritual), o que faz dele uma terapia multifacetada. Actualmente muitas pessoas sofrem de pressões laborais, têm alguns problemas familiares, vivem constantemente a fazer contas e a pensar em como vais ser o dia de amanhã, com preocupações constantes, e isso provoca stress, alguma ansiedade, e podem mesmo chegar ao ponto de entrar em depressão. Toda esta sintomatologia deve-se ao facto de, tanto durante o dia como durante a noite, as suas mentes estarem em constante funcionamento, o que lhes provoca algum desgaste, pois durante o período nocturno, enquanto dormem ou tentam dormir (chegando a pontos de se medicarem para tal), a mesma não tem a paz necessária para efectuar a reposição energética necessária, e assim encarar o próximo dia com a mente “fresca”. Através do Reiki, esse tipo de problema pode ser minimizado, ou até mesmo dissipado. O Reiki beneficia não só quem recebe, mas também quem o aplica, pois vai limpando os canais energéticos de ambos, provocando um melhor bem-estar, activando o sistema endócrino, pondo em funcionamento todo o sistema imunitário de qualquer ser vivo. O Reiki não é somente usado, quando detectamos algum problema de saúde, pois é também uma terapia de relaxe e prevenção para futuros problemas, eliminando assim muitas possibilidades dos mesmos aparecerem. Por isso, muitas pessoas conhecidas na sociedade, recorrem a este tipo de terapia para manutenção do seu bem-estar e como forma de prevenção, conforme vemos por vezes em algumas entrevistas publicadas em revistas e jornais. Muito mais havia para dizer acerca desta terapia milenar, mas não querendo maçar os meus leitores, deixarei isso para outro dia.

Termino assim desejando a todos um dia cheio de boas energias, paz e amor.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:14
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

SÍMBOLOGIA DE REIKI

Pergunta - Mas por que ao mentalizarmos um dos símbolos do Reiki, automaticamente, sentimos a energia fluindo e se dirigindo para o paciente? Esse fenômeno sensorial não seria um indício de que os símbolos funcionam?
Resposta Em momento algum disse que os símbolos não funcionam. O que disse é que não há necessidade de “sintonização” como vocês fazem nos cursos de Reiki, com tantos apetrechos esotéricos e rituais. No fundo, será sempre a vontade, o pensamento e o amor que estão agindo na movimentação da energia. A vontade, o pensamento e o amor antecedem o desenho do símbolo.
Vamos esclarecer como funciona a comunicação entre o espírito (mente) e o cérebro. Em primeiro lugar, vocês devem saber que o ser humano não pensa através de palavras. E, para se transmitir uma ideia, o ser humano necessita converter o seu pensamento num sistema de códigos. Este sistema pode ser na forma de sinais ou imagens simbólicas, como no caso do Reiki e de tantas outras práticas orientais, ou na forma de palavras, que também são símbolos.
Em qualquer um dos casos, para funcionar, é necessária a descodificação, ou seja, a interpretação da mensagem. É por isso que quem não conheça o símbolo e não saiba para que o mesmo funciona, não vai sentir nada, não vai enviar energia. Ele não tem ainda a chave para descodificar a mensagem. O seu cérebro e seu subconsciente não sabem descodificar o símbolo. Ao contrário, o “iniciado”, quando atingir determinados níveis, vai movimentar sua energia vital, a sua bio energia, porque associou ao símbolo, à imagem gráfica, uma função que passou a conhecer. Ou seja, ele sabe que ao desenhar um determinado símbolo ele deve dar um comando inconsciente para o seu duplo-etéreo liberar a energia. Ele está a substituir a palavra por um outro símbolo ou por uma imagem.
Pode acontecer também que a pessoa já tenha entrado em contacto com aquele símbolo noutra encarnação. Daí, apesar de não se lembrar, ele está gravado em seu perispírito. Assim, mesmo sem ter passado por um ritual iniciático, a energia será liberada quando desenhar o símbolo, pois sua mente inconsciente ou seu subconsciente aprendeu, no passado, como descodificar a mensagem. Agora, mesmo o iniciado no Reiki, que passou pelo “ritual iniciático”, que aprendeu os infinitos sistemas de Reiki, mas que desenha os símbolos sem se concentrar e sem vontade, não irá manipular nenhuma energia. Nada irá acontecer. A criação de símbolos é uma forma de codificação. E como o ser humano ainda não é capaz de viver sem símbolos para se comunicar, eles são muito úteis. Qualquer um pode criar um símbolo e, se for do tipo malandro, correrá para patentear e inventar uma história bem mistificadora para ganhar um bom dinheiro com o seu símbolo “sagrado”. Como já salientamos, no Oriente, esta sabedoria de como a comunicação funciona é milenar. E o homem ocidental descobriu isso, recentemente. Não se diz que uma imagem vale mais do que mil palavras? A descodificação de uma mensagem através de imagens costuma ser muito mais fácil e universal do que através de palavras.
Publicado por Viktor às 09:30
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Benefícios do REIKI na Ac...

. SÍMBOLOGIA DE REIKI

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007