Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

Como é uma Sessão Terapeutica de Reiki

Caros leitores,

     Nos dias de hoje, há ainda muitas pessoas que ficam confusas quando uso o termo “sessão terapêutica” e, como tal, vou-lhes dar uma breve explicação do que é e no que consiste. Antes de explicar deixe que lhe diga que os Terapeutas são como os Médicos, cada um com mais ou menos experiência desenvolve o seu trabalho (consulta) à sua maneira, com o objetivo de melhor servir o seu paciente, à exceção que os Terapeutas não diagnosticam doenças.

     Uma sessão terapêutica é algo que pode demorar entre 5 a 60 aproximadamente [demonstração, mini aplicação ou sessão completa] sendo que a mesma pode ser feita com o recetor sentado ou deitado. O mesmo não necessita de se despir tal como acontece com uma massagem, pois a roupa não constitui nenhum impedimento ao fluxo energético que é transmitido pelas mãos do terapeuta. Se o recetor tiver algum complexo relativo ao toque, a sessão pode ser feita sem sequer se tocar no corpo físico do paciente, aplicando a sessão diretamente na aura, mas mesmo que se toque, nunca se irá tocar em partes que provoquem emoções inconvenientes, física e mentalmente. A energia que o terapeuta emana é a energia do Amor Incondicional puro e desinteressado que se vai refletir nos planos físico, emocional, mental e espiritual do recetor, e o mesmo sente consoante o seu nível de sensibilidade energética e de aceitação à terapia.

     Para que possam observar, deixo-lhes este pequeno vídeo demonstrativo da mesma, mas se alguma dúvida persistir não hesite em a colocar.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:32
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

Assédio Espiritual

POR :: Osvaldo Shimoda ::

"No que diz respeito ao problema das obsessões espirituais, o paciente é, também, o agente da própria cura".

(Grilhões Partidos, Manoel Philomeno de Miranda)

Para a maioria das pessoas, o assédio espiritual, como enfermidade da alma, é algo bastante longínquo, distante de sua realidade. Mas, por quê?

Porque o assédio espiritual costuma ser tão subtil a ponto de não ser percebido pelo assediado. Aproveitando-se de seu estado de invisibilidade, o ser obsessor desencarnado (desafecto do paciente, hoje seu algoz, na verdade, foi vítima do paciente no passado, pois foi prejudicado por ele) é movido a ódio e desejo de vingança, e se utiliza de todos os recursos possíveis e inimagináveis aos olhos de um encarnado para prejudicá-lo, tirando até mesmo a vida do paciente.

Portanto, o assédio espiritual ocasiona sérios danos psíquicos, espirituais e orgânicos ao assediado. Surgem, assim, distúrbios variados, difíceis de serem diagnosticados com precisão pelos médicos e que se reflectem no corpo físico, evoluindo com febres, inflamações, dores e outros sintomas físicos, confundindo o raciocínio do clínico e, com isso, dificultando um tratamento eficaz.

O assédio espiritual pode ainda levar à o paciente à loucura (esquizofrenia), epilepsia, vícios em geral, ou mesmo ao suicídio. Sem dúvida alguma, o assédio espiritual, como enfermidade da alma, é um dos grandes flagelos da humanidade e vem de longa data.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 00:55
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Não consigo…

Não consigo. Não sou capaz. É mais forte do que eu. Não tenho força. É impossível. Etc…

Estes e outras frases são usadas pelas pessoas quando, segundo o meu ponto de vista, se conformam ou resignam ao estatuto de “pessoa com uma doença”. Porque dizem isso? Porque usam um termo de negação (não)? Porque acham que não conseguem superar? Porque acham que não têm força? Porque acham que é impossível? Então eu vou-lhes dar as minhas respostas para essa situação. Nesse caso eu pergunto, quem é a pessoa mais interessada em resolver o problema, o médico/terapeuta ou o paciente? Com certeza que é o paciente. Então, assim sendo, se o paciente diz e assume que anda sempre com pensamentos negativos, ele é a primeira pessoa a ter de mudar e consciencializar-se que ele, e só ele, terá de alterar a sua forma de pensar relativamente a esse assunto, pondo de parte a negatividade mental que o afecta. Terá de abolir a palavra não do seu pensamento, no que diz respeito a todas as situações que o impedem de evoluir de uma forma favorável relativamente ao problema que pretende superar. Não deve pensar que não tem força, pois Deus nunca nos coloca perante uma prova que não tenhamos força suficiente para a ultrapassar. Dizem que é impossível melhorar ou eliminar o problema porque já duas ou três pessoas lhes disseram e eu pergunto, algo é impossível para Deus? Nada é impossível, demora é mais tempo, e por isso é que com fé e uma enorme vontade de vencer conseguem-se por vezes fazer coisas que muitas pessoas definem como “pequenos milagres”.

Estes e outro tipo de coisas são debatidas nas minhas sessões de Reiki, por forma a despertar a consciência das pessoas despertando o seu Eu interior para reagirem positivamente promovendo a auto-cura do paciente, pois não faço milagres nem passes de magia.

Termino deixando aqui os ensinamentos proferidos por BUDA GAUTAMA, há 2600 anos.

“Não acredites naquilo que ouviste ; não acredites em tradições, só porque têm sido transmitidas ao longo de várias gerações; não acredites nas coisas só porque são murmuradas e ditas por muitos; não acredites só porque as afirmações escritas e algum velho sábio são produzidas; não acredites em conjecturas; não acredites nisso como verdade á qual te ligaste por hábito ; não acredites na simples autoridade dos teus mestres e antepassados.

Após observação e análise, quando isso concordar com a razão e for conducente ao bem e beneficio de todos, então aceita-o e vive em conformidade.”

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Muita Energia Positiva...
Publicado por Viktor às 10:23
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

Preciso de Ajuda

P

RECISO DE AJUDA. Estas são, algumas das palavras que normalmente são proferidas, por aqueles que me procuram. Quando esta situação ocorre tenho um sentimento de satisfação que apenas se resume ao facto de me ter escolhido como Terapeuta holístico para o/a ajudar a ultrapassar o/os problema(s) que o/a atormenta. Antes de mais quero-lhes dizer que o Terapeuta holístico não mágico, bruxo, curandeiro ou feiticeiro, é apenas um ser humano que escolheu dedicar a sua vida em prol do bem-estar supremo universal, irradiando luz e promovendo o bem-estar de aqueles que o procuram. O Terapeuta através da prática do Reiki promove a auto-cura do paciente através de processos energéticos. Para que esse processo de cura, restabelecimento do equilíbrio e harmonização do Ser se dê, há um factor primordial que é o da entrega total e incondicionalmente. Pretendo com isto dizer que o paciente deve-se despir(não a roupa) de preconceitos e não ter segredos para com o terapeuta, pois se não o fizer o terapeuta apenas poderá combater o efeito do problema temporariamente. Quando digo temporariamente refiro-me ao facto do paciente sentir algum alívio durante a sessão e que se prolonga até ao fim do dia, mas no dia seguinte o problema volta ao de cima porque não foi combatida a causa originária do mesmo. Tem de haver uma entrega 100% de ambas as partes, pois para que a cura se possa operar ambos têm de ir de mãos dadas, tal qual um pai quando leva o seu filho ao jardim de infância, pois o percurso terá de ser percorrido por ambos (terapeuta e paciente) numa sintonia recíproca das partes envolventes. O paciente tem de ter em linha de conta que, acima de tudo o maior interessado no sucesso é ele, pois ele é que se encontra em sofrimento e não o Terapeuta. Se assim não for é mau para ambas as partes pois o paciente pensa (Oh, vim fazer com este terapeuta mas também não resultou! Afinal é mais um e pensei que fosse melhor ou diferente) e o terapeuta fica a pensar (Não correu lá muito bem porque acho que o paciente me ocultou informação fundamental para o processo). Nesta situação posso concluir que para nenhuma das partes foi benéfica, pois o paciente procurava uma solução e o terapeuta procurava a satisfação do paciente, mas algum dos dois não se entregou 100% (de corpo e alma) ao processo. A única explicação que observo aqui é a de o paciente não confiar totalmente no terapeuta, mas tendo este um código de ética terapêutica a cumprir, o paciente pode confiar e ter a certeza que nada do que ali se passar ou for dito será posto a descoberto ou relatado a terceiros fora de ali. Para evitar este tipo de situações, tenho sempre à mão o código de ética terapêutica para mostrar ou até mesmo facultar a qualquer cliente que o solicitar. Além do mais há também um Termo de Responsabilidade que deverá ser lido e assinado por ambos.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 21:35
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Reflexão

Caro amigo,

Não penses que és o dono da razão, pois há-de chegar o dia que dás conta que estás errado;

Não te escondas no teu mundo porque o Divino não te criou para viveres isolado;

No momento das aflições não as queiras superar só, pede auxílio a Deus;

Se as pessoas que encontras não te conseguem ajudar, não percas a esperança porque a pessoa certa há-de chegar;

Viver só em função da família está errado, esqueces-te de ti e sentes-te rejeitado;

Aguardar calmamente que nos façam o que temos em mente, dá oportunidade à tristeza interior;

Não culpes apenas os outros, pois não és perfeito;

Não uses máscaras imaginárias, elas não deixam ver a tua beleza interior.

Muitas outras citações podiam ser ditas, mas por hora deixo apenas estas para vos deixar a pensar. Reflectir no que fazemos através de meditação, dá-nos luz interior para uma melhor compreensão. É neste campo que o Reiki pode desempenhar um importante papel, pois além de uma terapia é também uma filosofia de vida. Como filosofia de vida, altera a nossa forma de estar e de pensar o mundo, bem como tudo o que nos rodeia (toda a obra do Divino).

Por ora fico-me por aqui e caso o leitor tenha algo a dizer ou comentar, faça o favor de o fazer. Obrigado pelo tempo dispensado pela leitura.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:58
Link | Comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

A Aura nas Sessões Terapêuticas

A aura é realmente o “elo que faltava” entre a biologia e a medicina física e a psicoterapia, o “lugar” em que se localizam todas as emoções, pensamentos, lembranças e padrões de comportamento que discutimos sem parar na terapêutica. Não estão apenas suspensos nalgum lugar da nossa imaginação, senão localizados no tempo e no espaço. Pensamentos e emoções movimentam-se entre as pessoas no tempo e no espaço através do campo da energia humana, e o seu estudo é o modo de se conseguir um instrumento para lidar com essa actividade. Reparemos nos fluxos de energia fluida de auras enquanto as pessoas se movimentam em sessões terapêuticas. Quando o Terapeuta ou Reikiano está a aplicar Reiki em si ou noutra pessoa, a sua aura expande-se podendo atingir um metro de distância. É como se o Terapeuta estivesse dentro de um pequeno sol a irradiar raios de luz energética pelas mãos directamente em corrente contínua e pelo corpo todo num fluxo menor mas também agradável. O mesmo acontece a quem recebe, pois no final fica com a sua aura expandida, alisada e num constante movimento permitindo um bom fluxo energético entre todos os chakras e nádis.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:24
Link | Comentar | favorito
Domingo, 17 de Maio de 2009

Testemunho...

Um médico - Reiki

by Dr. RB Paty; Chief Medical Officer pelo Dr. RB Paty; Chief Medical Officer

I am a medical doctor and have been in practice for 28 years. I have come across many patients who are not able to be cured by any of our conventional methods.

Before learning Reiki, I suffered with migraine headaches for 20 years, specifically I would get them on the day of my fast.         After becoming a Reiki practitioner, my migraines have disappeared for the last four years. 

A couple who are my patients, ages 70 and 62 had good results with Reiki.         He would begin his mornings with alcoholic drinks and his wife had severe arthritis. She was unable to sit on the floor and had very limited mobility for 25 years. I began to give them Reiki as part of their treatment. They have both become Reiki and Karuna Reiki® practitioners, and the husband no longer has the desire for alcohol. The wife is more comfortable and has greater mobility. 

Another patient, an officer in my organization had been diagnosed with mental illness. He was receiving psychiatric treatment.         After receiving regular Reiki treatments, and still under psychiatric supervision, he was gradually able to stop his medications.  He is now a popular Reiki practitioner and is healing many patients. 

These are just a few brief stories of our use of Reiki here in India that I wanted to share with you.         Estas são apenas algumas breves histórias do nosso uso de Reiki aqui na Índia que eu queria compartilhar com vocês.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 18:46
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

Refúgio…

Por vezes a vida não corre de feição devido a factores externos que nos levam a optar por aquilo que não projecta-mos, porque afinal não conhecemos a pessoa que connosco coabita, a saúde de aqueles que ao mundo nos trouxeram está debilitada e necessitam do nosso apoio e presença, porque o rumo projectado para os filhos não está a ser seguido pelos mesmos, enfim uma enorme lista de situações que aqui podia dizer. Estes casos são complicados por variados motivos, ou seja, começam por afectar as pessoas mentalmente pois o aumento das preocupações fazem com que se comece a pensar, variadas vezes ao dia, sobre as questões que pretendemos solucionar. Obviamente estas situações vão-se repercutir no nosso nível emocional provocando alterações de personalidade, fazendo com que as pessoas deixem de ser tão calorosas, gentis, afáveis e humanas. Ao andar assim durante algum período de tempo pode, caso detenha algum problema de saúde que se encontre em estado latente, que desbloqueie o mesma e seja afectado por esse problema físico que em nada o vai ajudar em abono da verdade. A par deste tipo de situações a ansiedade, más relações interpessoais e laborais, depressão, alteração do metabolismo do sistema nervoso,  alterações de funcionamento intestinal, problemas digestivos e tensões musculares são alguns dos tipos de problemas que podem despoletar devido a essas circunstâncias.  Chegados a esta fase a auto-estima, mau estar e o baixo nível do padrão vibratório energético faz jus à máxima popular: “Um mal nunca vem só”. Depois de passarem por esta amalgama de problemas, uma frase comum surge na mente das pessoas: “Eu, contar o que se passa comigo a alguém, nem pensar nisso, ainda fazem chacota te mim!”.

Não façam como a avestruz que faz um buraco no chão para enterrar a cabeça. Não se conformem com o que a vida lhes proporcionou nessa etapa do vosso caminho. Pensem que as coisas não acontecem por acaso e que, de certo porém, algumas coisas positivas para a sua evolução, enquanto ser corpóreo, pode retirar desse período da vida. Não se isole tentando ficar à espera que o tempo se encarregue de sanar esses problemas, pois fugir deles ou observar os problemas como se não existissem não lhes dá alívio mental/emocional nem sequer o ajuda. Faça algo por si mesmo, seja você a dar esse tão importante passo e procure alguém que com todo o amor incondicional o pode auxiliar mesmo quando sente a solidão estando rodeado. Procure uma solução alternativa não ligada a dogmas nem crenças, um ombro amigo, um parceiro terapêutico, quem está disposto a ouvir a exteriorização do que lhe vai na Alma com todo o sigilo e respeito que cada ser vivo merece. Encontre no Reiki o caminho da paz, equilíbrio, saúde, harmonia e bem-estar.

Seja Feliz.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:06
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 31 de Março de 2009

Porquê recorrer a um Terapeuta holístico?

Muitas vezes o ser humano na saúde é como se diz na trovoada: “Só nos lembramos de Santa Bárbara quando ouvimos os trovões”. Na realidade é isso mesmo, apenas no lembramos da falta que nos faz uma perna, quando por variadíssimos motivos perdemos algumas das suas capacidades (entorse, fractura, ciática, varizes, reumático, má circulação, menisco, pé de atleta, etc…). Quem diz uma perna diz qualquer outra parte do nosso corpo. Quando nos sentimos mal recorremos aos centros de saúde ou hospitais à procura de um profissional de saúde que, através de processos químicos, nos ajude a debelar o problema.

Se bem se lembram, já anteriormente aqui falei do processo criativo da doença mas para quem não se recorda volto a relembrar. Uma doença, seja ela de que tipo for, percorre sempre o seguinte processo até se manifestar no nosso estado físico (Espiritual -> Mental -> Emocional -> Físico). A sociedade médica lança também campanhas de prevenção para que as pessoas façam um pouco mais pela sua saúde precavendo-se do surgimento antecipado de vários problemas, tais como a Sociedade de cardiologia que aconselha as pessoas a andarem e evitarem o tabaco, e outras mais que de momento não me recordo.

Através do Reiki também podemos fazer isso, pois o mesmo actua nos 4 níveis anteriormente mencionados, combatendo os problemas na sua origem e não na causa directa dos mesmos. Por isso, qualquer pessoa pode receber uma sessão de Reiki, desde que assim pretenda, pois vai-lhe permitir um melhor bem-estar, bem como combater algum problema que se encontre no nível emocional ou mental, sem que o mesmo se tenha repercutido no organismo (físico). Na terapia holística o Terapeuta não receita medicamentos (químicos), apenas sugere algumas mudanças de hábitos alimentícios, comportamentais ou de outros níveis vibratórios. Mesmo que a pessoa quando recorre ao maravilhoso auxílio do Reiki se encontra a fazer tratamento médico e medicada, ao Terapeuta não lhe aufere o direito de alterar nenhum tratamento prescrito pelos profissionais de saúde, mas sim auxiliar através do Reiki a potencializar os efeitos benéficos da medicação, atenuar ou eliminar os secundários e efectuar o tratamento holístico ao paciente.

Por estas e outras razões mais, já alguma vez pensou em visitar um terapeuta holístico e dar uma oportunidade a si mesmo, ao seu bem-estar e à sua saúde? Verá que não se arrependerá, porque o Terapeuta é um parceiro no combate ao problema e não uma autoridade. Tenha um tratamento personalizado.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:12
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

Terapeutas e Médicos.. Trabalhar em Conjunto

Se os terapeutas e médicos trabalharem juntos, é possível aproveitar a melhor tecnologia e a melhor atenção pessoal disponível para cada caso. Observemos como é que esta interacção pode ser feita.

Os terapeutas estão aptos a ajudar os médicos de três formas: dar uma visão mais ampla dos factores responsáveis pela doença; proporcionar informações que não podem ser obtidas pelos actuais métodos padronizados ou que não podem ser obtidas por esses métodos no prazo requerido; e proporcionar a imposição de mãos para equilibrar o sistema de energia do paciente e acentuar e acelerar a cura. Muitas vezes esse último esforço ajuda o paciente a ganhar a força necessária para salvar a própria vida.

Na prática, o terapeuta pode trabalhar directamente com o médico e o paciente, fazendo o primeiro diagnóstico para localizar com precisão o problema, fornecer uma visão global do desequilíbrio do sistema de energia (e, dessa maneira, da gravidade do problema), proporcionar uma visão mais ampla dos factores causativos envolvidos e trabalhar com o paciente sobre o significado que a doença tem a sua vida.

O terapeuta pode receber recomendações por intermédio da Alta Percepção Sensorial acerca das espécies e quantidades de drogas específicas que devem ser tomadas, das técnicas complementares de tratamento, dieta, suplementos alimentares e exercícios. O terapeuta acompanha o caso com o médico e, novamente, graças à Alta Percepção Sensorial, faz recomendações sobre a dosagem e outros suplementos que precisam ser mudados semana a semana, dia-a-dia, ou até de hora em hora. Dessa maneira, o terapeuta e o médico, juntos, podem alcançar um nível de “sintonia fina” nos cuidados dispensados ao paciente nunca antes imaginado. O terapeuta observa o campo energético do paciente e diz como a droga ou outros métodos de tratamento o estão a afectar no seu todo.

Um terapeuta, Mietek Wirkus, que trabalhou três anos com médicos numa clínica afiliada à Sociedade Médica “IZICS” de Varsóvia, na Polónia, instituída especificamente para realizar esse trabalho. Muito bem-sucedida, a clínica continua em laboração. Registos feitos por ela mostram que a imposição de mãos, chamada terapia bioenergética. é mais eficaz em doenças do sistema nervoso e nas doenças provenientes de enxaqueca, no tratamento da asma brônquica, da enurese nocturna, da hemicrania, das moléstias nervosas, das enfermidades psicossomáticas, da úlcera gástrica, de alguns tipos de alergia, da eliminação de quistos ovarianos, de tumores benignos, da esterilidade, das dores artríticas e de outras espécies de dores. A terapia bioenergética ajuda a aliviar a dor causada pelo cancro e diminui a quantidade de medicamentos analgésicos ou tranquilizantes tomados pelo paciente. Observaram-se também bons efeitos no tratamento de crianças surdas. Em quase todos os casos, os médicos descobriram que, após o tratamento pela terapia bioenergética, os pacientes se tornaram mais calmos e relaxados, a dor desapareceu ou foi aliviada, e o processo de reabilitação (sobretudo depois de uma cirurgia ou de uma infecção) acelerou-se. Neste país, não conheço terapeutas a trabalhar com médicos. Há já alguns anos, a dra. Dolores Krieger apresentou a imposição das mãos às enfermeiras do Centro Médico de Nova York, que a praticam no hospital. Rosalyn Bruyere, directora do Healing Light Center de Glendale, na Califórnia, tem acesso a muitos hospitais para fazer o tratamento e está envolvida em diversos projectos de pesquisa visando determinar a eficiência da imposição de mãos em vários tipos de doenças.

Com o uso da Alta Percepção Sensorial, o terapeuta indica, dentre os muitos métodos holísticos de tratamento, o mais aconselhável para cada paciente pela observação do seu efeito sobre a aura. Com a recomendação, feita ao paciente, para focalizar os métodos mais eficazes no seu caso, a cura será acelerada. Por causa do tremendo poder das potências mais elevadas, sempre se aconselha aos jovens praticantes começarem com as potências mais baixas (corpos de energia inferior), e depois trabalharem os corpos mais altos, quando então se encontra o remédio correcto. No processo da imposição de mãos, muitos terapeutas são capazes de escolher o corpo que vão trabalhar. O mesmo vale para a meditação auto curativa, quando se podem trabalhar todos os corpos.

Os médicos deste país concentraram-se principalmente no corpo físico e tornaram-se peritos nesse campo, sobretudo em problemas específicos de órgãos e sistemas de órgãos. Os principais métodos aplicados são as drogas e a cirurgia. Um dos maiores problemas provocados pelo uso das drogas e da cirurgia são os tremendos efeitos colaterais que eles criam muito amiúde. As drogas são prescritas a partir do conhecimento do funcionamento do corpo físico, mas elas também contêm energias nas esferas superiores que, naturalmente, afectam os corpos superiores. Os efeitos dessas drogas sobre os corpos superiores não têm sido estudados directamente quando se testam as drogas para serem usadas. Ao contrário, só se percebem os efeitos das energias mais elevadas quando elas são finalmente lançadas no corpo físico. Tenho visto o pós-efeito das drogas persistir na aura durante períodos de até dez anos após a sua ingestão. Uma droga, por exemplo, usada antigamente para curar hepatite, passou a causar, cinco anos mais tarde, deficiências imunológicas. Um corante vermelho, colocado na coluna espinhal com finalidades exploratórias, passou a inibir a cura de nervos espinhais dez anos depois.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:07
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Reiki… Medicina Tradicional Tibetana

Há mais de 2500 anos a Medicina Tradicional Tibetana estuda e trabalha, com comprovada eficácia, com técnicas de cura que se utilizam da energia das plantas, minerais, o poder da mente humana e da Força Vital do Universo.

         Com profundo conhecimento dos sistemas de funcionamento do corpo humano, enquanto ser energético, a medicina Tibetana permite e leva a compreensão da interligação entre os sistemas mentais e a condição física, a relação do ser humano com outros seres e a sobrevivência do planeta.

         O Reiki é uma das mais efectivas técnicas de cura física e equilíbrio espiritual da Medicina Tibetana, trabalhando a pessoa como um todo, holístico (Físico-Mente-Corpo), permitindo a reposição do seu estado natural e desejável de bem-estar e harmonia. O Reiki permite a libertação da energia e a restauração dos processos sadios no sistema de vida. Através de toques suaves, o corpo e a mente são estimulados a reagir às suas deficiências, desfazendo “NÓS”(bloqueios) dos Canais Energéticos do Corpo, rompendo padrões de stress, disfunções de Chakras e órgãos correlacionados, e deslocamentos dos corpos áuricos.

         O Reiki Trabalha exclusivamente com a Energia Vital do Universo, sem polaridades, por conseguinte sem qualquer efeito indesejável ou colateral, muitas vezes encontrados noutras modalidades de terapias energéticas ( como a sub ou super estimulação de glândulas e Chakras). O Reiki tem demonstrado na sua prática de ser completamente acessível a todas as pessoas, em qualquer situação, não existindo impedimento quanto a idade e muito menos à condição física do terapeuta – existindo a auto-aplicação mesmo durante o atendimento a outra pessoa.

         Para a aplicação, o Reiki prescinde de mentalizações, preces, cuidados ou qualquer comportamento, externo e interno, para estar promovendo a cura e bem-estar. Sem religião ou filosofia, sem rituais, adequado ao sistema moderno de vida, o Reiki capta e direcciona a mais perfeita e completa energia e manutenção da vida.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:32
Link | Comentar | ver comentários (7) | favorito
Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

Tratamento de Traumas Transtemporais

Muitas pessoas, num determinado ponto ao longo do seu caminho espiritual, começam a ter experiências transtemporais, relacionadas com experiências de uma vida passada. Alguém pode estar em estado de meditação e, durante a mesma “lembrar-se” de ter sido outra pessoa noutra era. Ao realizar um trabalho de terapia profunda, em que revive traumas desta existência, outra pessoa pode, de repente, reviver um trauma experimentado em “outra existência”.

A experiência transtemporal provavelmente não pode ser definida de modo completo em virtude do nosso “sentido” limitado de tempo e de espaço. Pessoalmente, entendo que a expressão vida passada é uma forma “ao de leve” de falar de uma tão enriquecedora experiência pessoal no longo caminho da felicidade suprema, alcançada perto de Deus. Einstein fala num contínuo espaço-tempo, em que todas as coisas do passado e do futuro existem agora, de certo modo entrelaçadas numa realidade multidimensional.

Existem várias maneiras pelas quais “observo” o trauma de uma vida passada e trato dele, cada qual relacionado com o nível ou os níveis da aura em que o tratamento deve ser feito. Todos os níveis, do ketérico para baixo, são afectados por traumas de uma ou mais vidas passadas. Nos quatro primeiros níveis áureos, um trauma de vida passada parece-se como uma obstrução normal de energia no campo. Nos níveis etérico e ketérico padrão, mostra-se como problema estrutural e, além disso, no nível ketérico, a vida passada apresenta-se como um anel ou faixa no nível da casca de ovo do campo.

Este tipo de traumas, é de difícil diagnóstico inicialmente. Através de sessões de tratamento de Reiki, também este tipo de traumas podem ser ultrapassados. Uma vez que o Reiki trata quatro níveis (físico, emocional, mental e espiritual), podem este tipo de traumas ser tratados por reikianos de nível mais elevado. Neste tipo de casos, tratar apenas o paciente pode não ser suficiente pois, não residindo o mesmo na sala de tratamento, a habitação pode necessitar de uma limpeza energética que caso contrário pode prejudicar o trabalho feito no tratamento. Este tipo de tratamento é moroso e necessita de uma grande “dose” de disponibilidade do terapeuta e do paciente. Para o pleno sucesso do mesmo, o paciente tem de se entregar de “corpo e alma” nas mãos de quem o pretende ajudar (terapeuta). O passado é história, o futuro um mistério e o presente uma dádiva, pensem nisto.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Muita Energia Positiva...
Publicado por Viktor às 09:21
Link | Comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2009

GASSHO

Esta é uma posição muito usada e ensinada pelo Dr. Mikao Usui. Gassho significa em português “mãos postas”. Esta posição faz-se colocando as mãos com as palmas encostadas uma na outra (posição de oração) e com ambos os polegares encostados ao chakra cardíaco. Esta prática é muitas vezes utilizada no inicio de cursos, sessões ou encontros. Pode ser feita individualmente ou em grupo. Sendo feita em grupo, potencia fortemente a energia que chega mesmo a ultrapassar a soma das energias individuais dos intervenientes. É também utilizada como posição de meditação. Sendo de enorme simplicidade pode ser usada por pessoas de todas as idades, independentemente da afinidade que com ela tenhamos ou não. Esta prática pode ser feita diariamente ao levantar ou ao deitar, durante cerca de 20 minutos aproximadamente. No caso de a começar a fazer diariamente e ao segundo dia sentir algum desconforto, pare por uma semana e depois tente novamente, pois pode não ser apropriada para si. Isto significa que nem todos os remédios são bons para os doentes, medicamente falando. Para fazer esta meditação coloque-se numa posição confortável, coloque as mãos na posição Gassho e feche os olhos. Concentre o pensamento nas mãos e tente abstrair-se de todos os pensamentos que o envolvem. Durante a meditação observe apenas as imagens ou pensamentos que lhe surgem na mente aleatoriamente e não tente sequer comandar a mente durante este processo. Caso sinta algum desconforto em estar com as mãos nesta posição, sem as desencostar eleve-as e depois volte a colocar na mesma posição. Tente manter a coluna numa posição erecta para não lhe causar nenhum incómodo.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:04
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Reiki, para que serve?

O Reiki é uma terapia alternativa holística que pode ser aplicado a qualquer ser humano, no reino vegetal e animal.

As pessoas que, ao longo do tempo recorrem ao Reiki, fazem-no maioritariamente quando algum problema de saúde as afecta. Também há aquelas que o fazem apenas para relaxamento, mas neste caso, refiro-me ao turistas nacionais e estrangeiros que por vezes aos meus serviços recorrem.

O Reiki pode ser usado conjuntamente com a medicina convencional, como terapia preventiva e em termos paliativos, nas pessoas com qualquer tipo de problema de saúde.

Actua nos níveis físico, emocional, mental e espiritual. Quando aplicado em pessoas medicamentadas, potencia os efeitos benéficos da medicação, e atenua ou elimina os efeitos secundários da mesma.

Informo-os ainda que na Associação Portuguesa de Reiki estamos a desenvolver todos os esforços necessários para a sua aceitação como terapia alternativa pelas entidades governamentais do nosso país. Digo “estamos” pois estou na coordenação de dois projectos fundamentais para o mesmo (provas cientificas e a sua aplicabilidade nos hospitais, lares e centros de dia). Mais informo que, nos EUA e Reino Unido o Reiki é praticado nos hospitais. Na Espanha estão a ser levados esforços para a sua aceitação como terapia alternativa e no Brasil, há cerca de mês e meio já foi devidamente regulamentada e aceite pelo governo.

Para terminar, vou enunciar aqui alguns problemas de saúde, segundo os quais, enquanto Terapeuta de Reiki sou procurado no Hotel onde tenho o consultório: depressão, insónias, tumores, coluna, ansiedade, stress, ciática, prós parto, hiperactividade, desequilíbrios emocionais, traumas, circulação sanguínea, obesidade entre outras de um extensivo rol. Além do Hotel, há sempre a possibilidade de fazer domicílios para acamados ou pessoas com dificuldades de mobilidade.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 17:44
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Cura à distância

A interferência ou cura de outra pessoa quando não solicitada é uma interferência nos compromissos kármicos, uma invasão na privacidade e na vida cósmica de cada um. Devemos de ter sempre a permissão de quem recebe o REIKI. Essa autorização pode ser solicitada mentalmente, através da conexão com o EU SUPERIOR da pessoa que irá receber a energia. Mas só nos casos em que estamos vinculados fortemente com a pessoa a ser tratada, como parentes e amigos, pois caso contrário é necessário pedir permissão à pessoa.

A experiência mostra que quando enviamos cura a distância para pessoas que estão a passar pelo processo do desencarne, em qualquer situação, mal ou bem resolvida, entre nós e essa pessoa será resolvida.

A cura a distancia é de grande utilidade quando o contacto directo pode ser doloroso, quando há risco de contágio para o REIKIANO ou de infecção para o receptor; também nos animais quando estão violentos, ou o acesso seja muito difícil.

Na cura a distancia o REIKIANO deve manter sempre a sua atenção e consciência na aplicação, observando o que ocorre. Isso é necessário porque na aplicação forma-se um Elo de ligação com a pessoa a quem se da a cura. Ocorre uma conexão com todos os níveis energéticos, irradiando-se a energia do 70 ao 10 nível.

É recomendável sempre que possível, que seja combinada a hora mais adequada para a energização, pois algumas pessoas costumam ficar sonolentas e até dormirem, perderem os reflexos e coordenação motora, sentirem calor, calafrios e pressão na cabeça, isso momentaneamente é claro.

Um grupo de REIKIANOS irradiando energia simultaneamente faz com que o REIKI se eleve potencialmente. Portanto, em grupo os resultados são sempre melhores.

O ideal, quanto ao ambiente para enviarmos energia a distancia, é que esse seja tranquilo e não sejamos interrompidos.

Quanto à postura, não devemos cruzar pernas, nem qualquer parte de nosso corpo, permitindo a livre circulação energética.

É importante que se visualize o rosto e o nome do receptor; se não o conhecer, a pessoa faculte-lhe uma foto para facilitar a visualização; se isso não for possível, use o nome completo e o endereço ou data e local de nascimento.

Podemos enviar REIKI à distancia para áreas de difícil acesso no nosso corpo, como a coluna. Para isso, devemos visualizar a área entre as nossas mãos.

O envio de energia a uma pessoa que esta no mesmo ambiente, porém do outro lado da sala já é considerado a distancia por estarmos fora do seu campo áurico. Nessa modalidade de cura, a energia primeiro actua no campo áurico, depois no físico.

No REIKI existem diversos métodos de cura a distancia, como alguns dos quais já aqui falei ou outros que poderei vir ainda a falar.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:47
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Como é uma Sessão Terapeu...

. Assédio Espiritual

. Não consigo…

. Preciso de Ajuda

. Reflexão

. A Aura nas Sessões Terapê...

. Testemunho...

. Refúgio…

. Porquê recorrer a um Tera...

. Terapeutas e Médicos.. Tr...

. Reiki… Medicina Tradicion...

. Tratamento de Traumas Tra...

. GASSHO

. Reiki, para que serve?

. Cura à distância

. Aplicação de Reiki em Hos...

. Sessões Terapêuticas

. Terapia de REIKI ou Quími...

. A Face da Nova Medicina

. Exame Geral do Processo d...

. REIKI & Pêndulo

. Tratamento da dor ciática...

. Reiki no Hospital

. REIKI: Sensações

. REIKI vs PASSE ESPÍRITA

. Casos Pessoais II

. Divulgação...

. ORIGEM DO REIKI

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007