.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Sexta-feira, 30 de Março de 2012

A importância do pensamento

 

     O veículo necessário para a manipulação energética é o pensamento. Para falar sobre este assunto necessitamos, mesmo que rudimentarmente, de falar um pouco sobre o Perispírito, também conhecido como Corpo Astral pelos teosofistas. Este corpo energético é o responsável pela expressão dos seus desejos e consciência.

     O seu campo de energia não é, necessariamente, de natureza electromagnética. Mas costuma-se definir assim devido aos nossos ainda limitados conhecimentos físicos dessa realidade subtil e astral. O importante, porém, é sabermos que o nosso Corpo Astral é o veículo para que possamos expressar nossas paixões, sentimentos, desejos e emoções. Ele serve de intermediário entre o Corpo Mental (ou apenas mente) e o Corpo Físico. Em suma, trata-se de um veículo de consciência e de acção responsável pela transmissão de vibrações, tanto do plano físico para o mental ou vice-versa. Noutras palavras, como o Corpo Físico limita-se a colher no mundo exterior as vibrações daí provenientes, e estas ao chegar ao Corpo Astral, são transformadas em sentimentos como amor, ódio, prazer, dor, alegria, etc.

     Porém, o que mais nos interessa no momento é que, a matéria astral, se é que assim nos podemos referir a esse tipo de energia, é plasmada pela emissão de pensamentos. Os nossos sentimentos imprimem nessa mesma matéria astral determinadas cores, variando conforme a intensidade dos mesmos. Daí o facto da Cromoterapia ser uma técnica importante e que deveria ser conhecida por todos os interessados em cura. E a cor, a forma, a nitidez e a duração da energia são determinadas pela qualidade do pensamento e da emoção, como também pela intenção e vontade do curador.

     Assim, o que necessitamos para enviar bons fluidos é, em primeiro lugar, aprender a controlar os nossos pensamentos e emoções, além de ter vontade de servir ou de se doar. E onde entram os símbolos do Reiki? Estes representam ensinamentos morais que ajudam a pessoa a concentrar-se numa realidade superior. Em suma, ajuda a pessoa a despertar, lentamente, o kundalini adormecido. Cada símbolo está intimamente ligado a um chakra e à sua respectiva energia, pois, apesar do prana ser uno, manifesta-se em sete variedades principais e com funções psíquicas diferentes.

     Assim temos sérias dificuldades para mentalizar o abstracto. Por isso, em quase todas as culturas, criam-se determinados objectos ou símbolos que são catalisadores para facilitar e orientar a emissão do pensamento e da energia. Com o REIKI acontece o mesmo.

     Devemos sempre ressaltar que o pensamento dinâmico pode criar energia positiva ou negativa. Daí inúmeros “acidentes” podem acontecer quando o praticante traça correctamente o símbolo, mas fica durante toda a sessão a emitir pensamentos negativos ou se esta descontrolado emocionalmente. Além disso, pela “Lei do Karma”, toda e qualquer emissão de pensamento, quer positivo ou negativo, terá um efeito sobre aquele que o manifestou.

     A energia emitida pelo REIKI é a mesma energia estudada e classificada como “força ódica”, por Reinchenbach, ou “energia bioplásmica” ou “psicotrónica”, segundo vários cientistas da antiga União Soviética e da Checoslováquia. Desde a Antiguidade, sabe-se que essa energia pode ser transferida de indivíduo para indivíduo, pela imposição das mãos ou a distância, através da vontade, da oração sincera e pura ou do pensamento elevado. Através da vontade sincera é possível emitir uma ou outra qualidade de prâna, de acordo com a finalidade a que nos propomos.

     Como é a vontade e o pensamento que produzem a emissão de fluidos e não os símbolos, ser um reikiano não garante a qualidade das vibrações emitidas, de aí a importância da empatia energética com o terapeuta ou mestre.

     Os símbolos favorecem a imaginação e a concentração numa realidade superior. Está a aumentar a quantidade de reikianos que percebem, na prática, que é necessário estar concentrado para enviar REIKI; que é necessário elevar o pensamento e/ou fazer uma prece; que após algumas sessões seguidas a pessoa sente algum cansaço etc. O simples acto mecânico de traçar um determinado símbolo não é suficiente se faltar a vontade e o desejo de enviar bons fluidos para o receptor. Por mais redundante que possa parecer, o papel do símbolo está na sua dimensão simbólica, ou seja, em representar um ensinamento de cunho moral capaz de elevar o padrão vibratório de cada praticante, precisamente o que a maioria dos cursos de REIKI acaba por deixar de lado. Os símbolos servem, em suma, para disciplinar o pensamento e a vontade.

 ADILSON MARQUES

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 20:00
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Fluxo de Energia

O famoso "cordão de prata" faz mais do que apenas unir dois corpos. Ele é um verdadeiro cordão umbilical, transmitindo informações e energia entre os corpos físico e subtil. Ele é visto por alguns que fazem projecção e não por outros. As vezes ele é visto emanando do umbigo, e ás vezes da testa. A área da qual o cordão é visto emanar pode depender da actividade do chakra. Aquele que for o chakra mais forte, mais activo, poderia ter controle sobre o fluxo de energia para os corpos subtis. Há também o sistema de crença da pessoa que deve ser considerado e o poder criativo do subconsciente. Geralmente o cordão parecerá estar onde quer que você acredite que ele estará, cortesia do subconsciente.

Uma vez que o corpo astral entre na dimensão astral ele deve possuir um bom suprimento de energia astral dos chakras a fim de interagir fortemente com aquela dimensão. Memória astral clara depende muito da quantidade de energia disponível. Como a dimensão astral é o domínio natural do corpo astral, ele não desaparecerá dela devido a falta de energia. Como no mundo real, se uma pessoa não tem comido ou dormido por alguns dias ela não se dissolve para outra dimensão. Ela apenas fica fraca e indiferente (devido ao cansaço) e não interage fortemente com o mundo físico.

Conclusão: A mente astral deve ter energia suficiente para dar-se lembranças fortes e vívidas. Essas lembranças astrais devem ser fortes o suficiente para fazer uma dobra de bom tamanho no cérebro físico, de forma que a mente física possa relembrar-se delas quando acordar.

Exemplo: Se você não dormir durante alguns dias você ficará cansado, desatento e a sua interacção com a realidade será fraca e vaga. Se você assistir um filme nesse estado cansado, você irá reter pouca lembrança dele. Após isso, você pode lembrar-se apenas de fragmentos dele e a sua lembrança dele será uma vaga nódoa. Se, entretanto, você assistir um filme quando estiver bem descansado, refrescado e cheio de energia, é diferente. Você guarda tudo sobre o filme e aprecia-o. A sua lembrança dele será clara como cristal.

Isso é similar ao que acontece após uma jornada astral com pouca energia. O corpo astral carece de energia e assim não tem impressões claras o suficiente de sua jornada. Isso faz com que ele falhe ao fazer suas lembranças as lembranças dominantes quando ele volta ao corpo físico. Devem haver lembranças fortes e vívidas se para que se faça uma dobra no cérebro físico para permitir que a experiência seja relembrada.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:16
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Meditação

A meditação é uma técnica extremamente antiga, praticada à milénios por povos já extintos actualmente. Esta técnica é cada vez mais usada por pessoas de todas as idades, culturas e religiões. Pode ser praticada só, acompanhada ou guiada, além de se poder fazer com cristais, pêndulos e símbolos. No Reiki, fazer uma meditação com símbolos é algo maravilhoso, pois a potencialização energética eleva-nos a patamares espirituais elevados. Através da prática continuada, a mesma pode-nos elevar até mesmo ao plano astral, conseguindo conscientemente ultrapassar as camadas do nosso campo aurico. Para atingir esses patamares, terá o praticante de ter uma grande capacidade de concentração bem como os seus chakras completamente desbloqueados. É necessário ter uma boa capacidade de controlo pois chegar ao ponto de entrar no plano astral sozinho é como desprender o espírito do corpo e em determinadas horas e locais o mesmo pode ter imensas dificuldades em regressar ao ponto de origem (corpo). Esta prática é bastante benéfica para todos pois permite harmonizar o Ser no todo atingindo elevados patamares de relaxamento e bem-estar que se reflectem posteriormente na vida quotidiana e no relacionamento com as outras pessoas.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 13:19
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Chakras e camadas da Aura

Publicado por Viktor às 09:13
Link | Comentar | favorito
Domingo, 2 de Setembro de 2007

CLARIAUDIÊNCIA

Cada pessoa pode, pelo treinamento, tornar-se clariaudiente até certo ponto, pelo menos. A clariaudiência está governada por regras semelhantes àquelas esboçadas para a clarividência.


Nos recém-nascidos, a audição é o primeiro sentido adquirido, depois o tacto, em seguida a visão. Observe isto, porque tem relação com o desenvolvimento espiritual. Há um velho dito hermético que diz: “Tal como em cima, tal é em baixo; assim como é em baixo, tal é em cima” e a experiência ensina-nos a verdade disto em ambos os sentidos, esotérico e esotérico.


Muitos pensam que se eles ouvem o que é conhecido nos círculos espiritualistas como voz directa, eles estão obtendo uma mensagem clara e pura dos seus amados no mundo espiritual, porque nenhum instrumento humano é utilizado. Mas isto não é assim, pois a voz percebida pelo assistente, embora aparentemente não tenha conexão com o físico, é de fato produzida pela garganta e órgão vocais etéricos do médium. Assim, a voz directa, embora percebida por um sentido físico e aparentemente não relacionada com os órgãos da fala, necessita do corpo etérico do médium, a fim de produzir som, e pode, dessa forma, ser matizada pela mentalidade do médium.


Nesses casos, o centro laríngeo do médium é utilizado. Este centro está imediatamente relacionado com a clariaudiência. Você pode testar quando estiver meditando. Concentre-se no seu centro laríngeo e você se surpreenderá escutando, e quando tiver aprendido o poder do silêncio, a quietude do espírito, ficará maravilhado em descobrir que sua audição espiritual se intensificou.


À parte da clariaudiência do tipo etérico já aludida, consideremos a clariaudiência espiritual, o poder de ser receptivo aos sons sagrados ou vibrações do mundo do espírito puro. Todos podem se tornar receptivos à voz do espírito puro. Ela fala como pequenina e tranquila voz interior, a voz da consciência.

Vocês não acham estranho que embora vocês todos almejem ouvir a voz do espírito, provavelmente a última coisa que querem ouvir é a voz da consciência? Vocês, com muitas desculpas, silenciam-na, mas, amadas crianças, em escutar essa voz se fundamenta o caminho verdadeiro para a clariaudiência, ou “claro ouvir”.


Quanto mais severos vocês sejam consigo, com o eu exterior, a mente externa, subjugando a personalidade de modo a que a voz interior ou a voz da consciência possa ser ouvida, mais rapidamente vocês progredirão à clariaudiência.


Vocês poderiam se considerar como uma caixa de ressonância capaz de responder às vibrações dos mundos elevados. A mente pode interpretar o som de dentro do silêncio, que vem a vocês do mundo do espírito puro, e do mundo astral elevado. O primeiro passo é aprender a escutar. Não tema, ignore ou silencie aquela voz interior. Admita-a, receba-a com alegria. Admita-a mesmo quando ela lhe diga que você está errado. Seja grato ao fato de que você possa reconhecer a voz da consciência, pois através dela você desenvolverá uma caixa de ressonância tão genuína que ouvirá os anjos cantarem!


As coisas espirituais podem ser ouvidas com os ouvidos físicos? – vocês perguntam. Nós dizemos: vocês ouvirão dentro de suas gargantas e de suas cabeças. É difícil comunicar o que querermos dizer, mas a voz, os sons, as harmonias tornar-se-ão eventualmente mais definidos até que os sons do plano físico. É possível para vocês, quando ainda na carne, serem tão elevados em consciência de modo a ouvirem claramente as melodias dos planos mais elevados e, enquanto estiverem nesse estado, estarem surdos aos ruídos no plano físico.


Pode lhes interessar saber que os pensamentos podem ser, de fato, ouvidos, porque eles geram uma vibração no plano mental da vida. No mundo oculto, em todos os graus do plano astral, um pensamento produzido será captado instantaneamente pelo auxiliar do discípulo determinado. Um pensamento seu para o seu guia será verdadeiramente ouvido.
Publicado por Viktor às 06:00
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. A importância do pensamen...

. Fluxo de Energia

. Meditação

. Chakras e camadas da Aura

. CLARIAUDIÊNCIA

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007