Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

Selando os Chakras

Arcanjo Gabriel através de Elizabeth Clare Prophet

     Gabriel disse que o fluxo contínuo da energia que se move como um rio de luz por seus chakras permanecerá são e alegre. Porém, se você não tem luz fluindo através de seus chakras e seus quatros corpos inferiores, então virão a degeneração, a deterioração, a depressão e a doença. Sabemos como nos sentimos quando todos estão alegres e chega alguém de mau humor ou que está abatido e não tem nada de positivo para dizer, De repente, nosso pequeno sorriso se fecha e nos sentimos taciturnos. O Arcanjo Gabriel diz que nesse momento é preciso invocar o tubo de luz, recitar os mantras à chama violeta e fechar os chacras com este exercício. Gabriel nos disse: “Isto é algo que você pode fazer várias vezes ao dia, especialmente quando se sentir esgotado por ter estado em meio à multidão.”

 

CHACRA DO CORAÇÃO E CHAKRA DA CÂMARA SECRETA DO CORAÇÃO

 

     Ponha a mão esquerda sobre o chakra do coração, no centro do peito. Durante toda a meditação, a mão esquerda deverá permanecer ali. Agora ponha a direita por sobre a esquerda.
     Visualize no centro da cavidade peitoral um disco de fogo branco do tamanho de um prato. Gabriel disse que este disco branco é um “eléctrodo de energia”. Visualize-se trazendo esse disco branco para fora da câmara secreta de seu coração com sua mão direita. Sinta sua palma extraindo esta luz branca que irá usar para alimentar os chakras,
Mantendo suas mãos sobre o chakra do coração, concentre seu amor no coração. Sinta a intensificação do fogo divino em seu coração. Visualize-o como fogo branco que se colore de rosa, a cor do amor, a cor do chakra do coração.

 

CHAKRA DA COROA

      Agora, deixando a mão esquerda sobre o chakra do coração, ponha a mão direita a uns três ou quatros centímetros sobre o chakra da coroa. Com a mão esquerda está retirando a energia do coração e com a direita está pondo esta energia no chakra da coroa.
A energia que alimenta seu coração chega a ele por aquele canal puro de luz cristalina, o cordão de cristal que desce do coração da sua Presença do Eu Sou. A energia entra pelo chakra do coração, chega ao coração e dali você a retira. Não mova a mão esquerda; sinta como a palma extrai a energia do coração. A direita está sobre o chakra da coroa.
     Agora feche os olhos e visualize o disco brilhante sobre a coroa. É um disco de luz carregando seu chakra. Você pode mover a mão sobre a coroa com um leve movimento de rotação no sentido horário. Visualize o disco branco com um intenso fogo branco tão brilhante como o brilho do sol sobre neve recém-caída. É uma luz branca que chega a cegar de tanta energia. Está carregando o chacra da coroa. Quando faço isto, sinto que a luz produz um formigueiro no chakra. Neste momento, você esta transmitindo o fogo branco ao chakra da coroa. Está usando os chakras das palmas das mãos, que chamamos secundários, para transferir o fogo de Deus. Para ativar o fluxo da luz, continue movendo a mão com um movimento de rotação no sentido horário.

 

CHAKRA DO TERCEIRO OLHO

 

     Quando sentir que realizou este contato, e que é suficientemente intenso, leve sua mão direita – sem mexer a esquerda – a uns dois centímetros acima do terceiro olho, que está situado entre as sobrancelhas. Visualize sobre o terceiro olho o disco de fogo branco girando. Gire sua mão no sentido horário e sinta como a energia ativa seu terceiro olho.
     Algumas pessoas sentem um formigueiro no terceiro olho e por toda a cabeça. Sua postura diante desta luz tem de ser receptiva. Receba a luz. Abra seu coração à luz, abra sua coroa, seu terceiro olho.

 

CHAKRA DA GARGANTA

 

     Quanto sentir que energizou o terceiro olho ao máximo, está pronto para colocar a mão direita sobre o chakra da garganta e repetir o mesmo processo. Visualize o disco de luz, luz branca e resplandecente, na base do pescoço, ativando as tireóides, o timo. Veja como o disco giro. Sinta como o fogo ativa este centro de poder. Se sentir um formigamento ao baixar da coroa ao terceiro olho, passando pelo ouvido interno e pelo pescoço então neste momento sentirá este mesmo formigueiro na base do pescoço.

 

CHAKRA DO CORAÇÃO

 

     Quando tiver energizado o chakra da garganta, situe sua mão direita a uns dois centímetros sobre o chakra do coração, sem mover a esquerda de seu lugar. A esquerda está extraindo a energia e a distribuindo para a direita. Faça girar a mão sobre o chakra do coração. Respire profundamente. Sinta que está carregando o coração, o coração físico, as 12 pétalas do chakra do coração. Esta é uma ação estimulante e de proteção.

CHAKRA DO PLEXO SOLAR

     Quando tiver terminado o chakra do coração, vá aos umbigo. Sinta a entrada da luz e repare como ao entrar se estabelece uma paz total, enquanto move a mão direita sobre a região do umbigo com um movimento circular. Desfaça-se de tudo que não esteja em paz em seu ser, em sua vida, de toda discórdia, de toda aflição, de todo problema sem solução. Permita que o fogo os consuma e aceite o presente da paz do Cristo Cósmico no plexo solar.

 

     O mantra de Jesus para o plexo solar é “Paz, aquieta-te e sabe que EU SOU Deus”. Vamos recitá-lo três vezes:

 

Paz, aquieta-te e sabe que Eu Sou Deus.

 

Paz, aquieta-te e sabe que Eu Sou Deus

Paz, aquieta-te e sabe que Eu Sou Deus

 

 CHACRA DA UMBILICAL ou ALMA

 

     Agora vamos ao chakra da alma, situado na metade do caminho entre o umbigo e a base da coluna, A alma é muito terna, muito frágil. A alma é uma criança interior. Possui grande sabedoria e é onisciente. Sele agora sua alma no fogo do Cristo. Visualize o resplandecente disco branco sobre o chakra da alma solar. Tranquilize a sua alma com as palavras: “ Ó alma minha, fique em Paz.”

 

CHAKRA DA BASE DA COLUNA ou FUNDAMENTAL

      Agora vejamos o chakra da base da coluna. Mais uma vez, mova sua mão em círculo e sele o chakra da base, suas quatro pétalas, o fogo branco, a luz da Mãe.

 

DA BASE À COROA

     Em seguida, leve sua mão direita lentamente percorrendo a linha dos chakras, mantendo a esquerda sobre o coração. Neste movimento de volta à coroa, pode deter sua mão sobre cada um dos chakras. Você pode fazer isso lentamente e repetir várias vezes o movimento completo desde a base. Sele e eleve a luz. Deseje conscientemente que seja elevada…

 

DE VOLTA AO CORAÇÃO

     Posicione sua mão direita novamente sobre seu coração para terminar este ritual. Se desejar, pode entoar o OM.

 

Saudações Holísticas

 

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:13
Link | Comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Maio de 2010

Portas Dimensionais

Os chakras são as verdadeiras portas dimensionais que podem nos conduzir a outros universos. Esses centros ou vórtices energéticos quando estimulados ou desenvolvidos em alto grau, alteram toda vibração atómica do corpo, projectando a nossa consciência desperta através de outros veículos mais subtis. Por isso podemos afirmar que as portas para outras dimensões abrem-se, onde quer que estejamos.

Mesmo que não nos possamos projectar para o “outro lado” por algum motivo, fazendo uso das faculdades extra-físicas podemos ver, ouvir e sentir coisas que estão além dos nossos cinco sentidos.

Os chakras principais são sete e estão distribuídos ao longo da espinha dorsal.

Estão baseadas sobre órgãos muito importantes, quase todas glândulas endócrinas (secreções interna) do organismo: o chakra superior, situado no topo da cabeça, tem seu fundamento na glândula pineal ou epífase; o frontal fica no entrecenho sobre a glândula pituitária ou hipófise; o da garganta está ligado às glândulas tiróide e paratiróides; o do coração não fica exactamente sobre uma glândula, mas tem seu fundamento no coração e na timo; o chakra do plexo solar (umbigo) está vinculado ao fígado e ao baço principalmente; o chakra sacro fica na próstata no homem e no útero na mulher; por último o chakra fundamental baseado nas glândulas sexuais (testículos e ovários).

É importante citar que os chakras tão comummente conhecidos na literatura esotérica estão relacionados somente ao corpo etéreo ou energético. No entanto, cada corpo ou veículo superior possui os seus chakras correspondentes. Se ainda formos mais longe podemos afirmar ser cada átomo ou molécula do nosso corpo contém um pequenino chakra ou vórtice de energia.

Saudações Reikianas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 02:48
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Julho de 2009

CHAKRAS

         Á LUZ DA ANTIGA CIÊNCIA DO Tantra, o corpo humano é visto como o instrumento mais perfeito para expansão da consciência. Esta perfeição é concretizada através do desenvolvimento de centros psíquico-energéticos.

         Localizados no sistema cérebro-espinhal, os chakras são o estágio no qual se realiza a interacção entre a consciência superior e o desejo.

         Os chakras são centros psíquico-energéticos, sempre activos no nosso corpo quer tenhamos ou não consciência da sua existência. A energia de vida move-se através destes centros produzindo diferentes estados psíquicos.

         Em termos de forma, os chakras são como redemoinhos de energia – pequenos cones de energia giratória – que funcionam como uma espécie de aparelho de captação e expulsão de energia; os seus vórtices giratórios estão em constante movimento e têm um diâmetro de 5 a 10cm. Estão localizados numa camada de energia que envolve o corpo físico, a aura, e ligam o corpo físico ao energético.

         Mas vejamos então algumas características dos sete chakras:

1º Chakra – Chakra da Raiz ou Básico

Sistema Endócrino: Glândulas Supra-renais.

Relação Física: Rins, bexiga e espinal-medula.

Cor: Vermelho.

Função: É conhecido no Oriente como o portal da vida e da morte, do nascimento e do renascimento e é o centro da sobrevivência, da expressão criativa, da capacidade de usufruir da abundância do planeta.

Bloqueios: Sintomas e atitudes mentais de pacifismo extremo, medo existencial, agressão excessiva, medo da morte, impaciência, obesidade e dependência.

Mantra: Lam

Elemento: Terra.

2º Chakra – Chakra do Sacro ou Sexual

Sistema Endócrino: Gónadas.

Relação Física: Órgãos sexuais, útero, ovários, próstata.

Cor: Cor-de-laranja.

Função: É aqui que se concentram as qualidades que têm a ver com a sexualidade, com a curiosidade, com as emoções, o gosto pela arte, com as relações afectivas.

Bom Funcionamento: Possibilita o amor à vida, fazendo com que esta seja dotada de mais prazer.

Bloqueios: Medo da proximidade física, repugnância pelo corpo, mania da limpeza, incompreensão, mente demasiado concentrada na razão, desordens rítmicas, isolamento, frigidez, impotência.

Matra: Vam.

Elemento: Água.

3º Chakra – Chakra do Plexo Solar

Sistema Endócrino: Glândulas do baço e Pâncreas.

Relação Física: Baço, fígado, estômago, vesícula biliar (sistema digestivo).

Cor: Amarelo.

Função: É o centro da sabedoria e do poder pessoal (ou da insegurança) e é o ponto onde se efectuam as trocas energéticas com outras pessoas.

Bom Funcionamento: Vivência com plenitude dos atributos físicos e mentais; movimentação na sociedade com desenvoltura e harmonia.

Bloqueios: Sentimentos de inferioridade, diminuição de capacidades mentais como a lógica e a razão, pretensões ao poder e controlo, ansiedade de status, gasto compulsivo.

Matra: Ram.

Elemento: Fogo.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:09
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Reflexão da noite...

No nosso dia-a-dia temos dezenas de empatias ou desempatias energéticas, enquanto no decorrer do mesmo, contactamos com colegas de trabalho, amigos, conhecidos e desconhecidos. As mesmas vão, ao longo do dia, modificando o nosso humor (estados emocionais) e chega mesmo a atingir o corpo (estado físico) manifestando-se de variadas formas, tais como enxaquecas, disfunção intestinal, dores arteriais e musculares. Para vos dar um exemplo sobre este tipo de situação e reacção, reparem no seguinte: Vamos supor que acordam bem dispostos, fazem a vossa higiene diária, tomam e o pequeno e almoço e aí vão em direcção ao trabalho. O dia corre bem, dentro dos parâmetros da normalidade e de repente recebem uma chamada telefónica para lhes transmitir o óbito de uma pessoa muito vossa amiga. O que vos vai acontecer fisicamente de forma automática assim que ouvem uma noticia completamente inesperada é algo semelhante a um murro na boca do estômago. No Reiki é aí que se situa o chakra do plexo solar. Este é o centro do nosso poder pessoal, do ego da responsabilidade. Está associado ao elemento fogo, ao reino animal e à cor amarela. Está ligado ao sucesso, ao trabalho, à ambição no mundo material. Assim através da noticia recebida, produziu-se automaticamente um pequeno bloqueio no 3º chakra (plexo solar).

Podemos então concluir que não são apenas as trocas energéticas diárias que nos podem provocar bloqueios, mas também aquilo que nos pode acontecer mesmo estando sós, também pode produzir esse tipo de efeitos. Assim sendo, receber Reiki é uma forma de regularizar estes bloqueios diários que a todos nós acontecem e permite harmonizar o corpo e mente resumindo-se no equilíbrio pleno do Ser na sua integridade (física e emocional) e plenitude (mental e espiritual).

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Cheio de energia...
Publicado por Viktor às 09:12
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

CHAKRAS MAIORES

Denominação:

  1. Centro básico ou fundamental
  2. Centro sacro ou sexual (genésico)
  3. Centro solar ou umbilical (gástrico)
  4. Centro cardíaco
  5. Centro laríngeo
  6. Centro frontal ou cerebral
  7. Centro coronário

Em sânscrito:

  1. Muladhara
  2. Swadhisthana
  3. Manipura
  4. Anahata
  5. Vishuddha
  6. Ajna
  7. Sahashara

A

lém destes, outros são destacados em estudos sobre chakras: o centro esplênico (do inglês splen = baço), "uma parte espiritual no interior do coração físico", o alta-maior e o bindu. O número de chakras médios e menores é muito grande; daí alguns afirmarem que é infinito o número dos chakras.

A enumeração varia por diversos motivos. Leadbeater (Os Chakras, Ed. Pensamento) põe de lado o centro sexual (sacro) por "entender que o despertamento deste centro deve considerar-se como uma desgraça pelos graves perigos a ele relacionados", mencionando que "no plano egípcio de desenvolvimento se tomavam esquisitas precauções para evitar tal despertamento" (vide também - A vida oculta da Maçonaria, Pensamento). Por isto, prefere estudar, em seu lugar, o chakra do baço (esplênico). Edgard Armond, embora assinale o sacro (genésico) além do esplênico, ao tratar da reativação dos chakras não o inclui, esclarecendo que "essa passagem não só é suprimida pela sua diminuta influência na aplicação dos passes, mas sobretudo pelos graves e notórios viciamentos existentes no sector do sexo, pois seria maléfica, em todos os casos, a excitação desse centro de força." (Passes e Radiações, Ed. Aliança Espírita Evangélica).

A enumeração também varia de acordo com os sistemas adoptados em relação aos centros. Nos sistemas tibetanos de meditação, bem como na concepção budista dos centros psíquicos, o sagrado não é considerado como centro independente, porém se acha combinado com o fundamental a formar um só centro (Anagarika Govinda, Fundamentos do Misticismo Tibetano, Pensamento). André Luís (Entre a Terra e o Céu, psicografia de Chico Xavier, FEB), não menciona o chakra fundamental, incluindo, no entanto, o esplênico. No Yoga tibetano, por outro lado, o centro frontal e o coronário são considerados como um só, e assim são mencionados nas escrituras (Anagarika Govinda, op. cit., pp 151/152). A escola japonesa Shingon omite o centro sagrado. Indica, porém, o centro das espáduas e os dois centros situados à altura dos joelhos (Coquet, op. cit., pp 14/15).

O Shat-chakra-Nirupana (Descrição dos seis centros), considera o coronário como de ordem mais elevada do que os simples chakras. O Espírito White Eagle nomeia entre os sete chakras principais o esplênico, mas omite o muladhara como centro independente, indicando, porém, o genital ou sacro a que denomina de kundalini.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:39
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Maio de 2008

Sei Hei Ki

Esse é o segundo símbolo do grupo usado no Nível II de REIKI. Seu Yantra lembra um Dragão, o grande protector que cospe o fogo da transmutação. Esse símbolo introduz a divindade em nosso corpo energético e alinha os nossos quatro chakras superiores. Como Terapeutas, a nossa experiência mostra que a grande maioria dos problemas físicos possui origem emocional. Sentimentos e reacções como culpa, ira, inveja, rejeição, solidão, são algumas das causas das doenças humanas. Este símbolo, o Sei Hei Ki, direcciona a energia REIKI para o corpo emocional. Por isso, é recomendável sua utilização em todos os tratamentos. Atenua ou acaba com vícios e compulsões, como Gula e uso de Drogas. Esse símbolo tem o poder de diluir os padrões negativos que advêm de antigos conflitos - sentimentos, memórias, etc – ajudando-nos assim a encontrar as causa escondidas no nosso inconsciente. Facilita a cura, possibilitando a descoberta da causa do problema, descobrindo a energia causadora dos padrões negativos existentes actualmente, procurando nos nossos arquivos de memórias infantis, da vida intra-uterina, podendo mesmo ir até vidas passadas e aos registros Kármicos quando associado ao 3º símbolo.

O seu trabalho dá-se especificamente sobre os chakras Cardíaco e do Plexo Solar, que são os que recebem energia mais directamente do corpo áureo emocional, e assim curando os bloqueios emocionais que estavam seguros nessa região da AURA. Aquele que recebe o REIKI liga-se directamente com esse aspecto emocional, de uma forma suficiente para o resolver definitivamente, bem como a sua manifestação física se for o caso. Também pode ser usado para outras finalidades, como protecção, purificação, para transformar energias negativas, tirar obsessões, defesa de energias negativas em formas de emoções de pessoas ou entidades. É também conhecido por vários nomes como “Purificação”, “Chave do Universo”, “O Homem e Deus são Unos”, “O Homem encontra Deus” ou “Emocional”.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:42
Link | Comentar | favorito
Domingo, 19 de Agosto de 2007

CHAKRA ESPLÊNICO (do baço)

Ele não é incluso nas escrituras hindu, entre os sete grandes chakras. Leadbeater, Powell e Coquet incluem-no, no entanto, ao lado dos demais em seus estudos. Por sua vez, André Luiz o inclui na relação que dá dos mais importantes chakras do perispírito.


Encontra-se localizado um pouco acima do centro sacro, à altura do baço e tem a função de especializar, subdividir e difundir a vitalidade oriunda do sol (Leadbeater). Em volta do pericarpo estão seis pétalas com as cores vermelha, alaranjada, amarela, verde, azul e violácea. Segundo Coquet, o silêncio que, em geral, fazem os textos é devido ao fato dele não ter uma função no processo iniciático, permanecendo apenas ligado ao processo vital, canalizando a vitalidade na direção dos demais centros.


Este centro”, diz Coquet, “é o agente mais importante da força inerente à matéria. É o mais importante centro ativo distribuidor de energia. Nele estão colocados em contato a via negativa da matéria (a energia do espírito) e a energia positiva do duplo etérico (Nous ou Prana). Deste modo, se produz "a centelha" entre o plano divino e o plano físico, e isto por intermédio do corpo etérico. A vida dinâmica inerente ao oxigênio vitaliza o corpo, penetrando, a princípio, pela cabeça e pelo coração; entretanto, uma corrente mais reduzida e ligeiramente diferente entra no corpo físico pelo baço e se eleva em direção do coração para unir-se a outra corrente.” (op. cit., p.p. 79 e 80).

 

No ser humano”, continua adiante, “a energia vital do sol é assimilada pelo centro etérico do baço que é, assim o chamo, a contrapartida do baço físico. Mas o centro receptor principal se acha entre as omoplatas; está situado, precisamente, entre o centro laríngeo e o centro cardíaco, mas fica, entretanto, mais próximo do coração que da garganta. Um terceiro centro está situado ligeiramente acima do plexo solar, mas permanece adormecido e inativo, ao menos parcialmente, e isto por causa das condições de vida (poluição) nas grandes cidades.” (op. cit., p. 80).


Segundo André Luiz, este centro regula “a distribuição e a circulação adequada dos recursos vitais em todos os escaninhos do veículo de que nos servimos” (Entre a Terra e o Céu, p. 128), “determinando todas as atividades em que se exprime o sistema hemático, dentro das variações de meio e volume sanguíneo” (Evolução em Dois Mundos, p. 27).
Estado de Espiríto: Bem...
Publicado por Viktor às 13:31
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Selando os Chakras

. Portas Dimensionais

. CHAKRAS

. Reflexão da noite...

. CHAKRAS MAIORES

. Sei Hei Ki

. CHAKRA ESPLÊNICO (do baço...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007