.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Reflexão sobre “A imposição de mãos” [Reiki]

Caríssimos,

     O Reiki é uma terapia milenar e há imensos relatos que falam acerca deste tipo de práticas, mas referindo apenas o termo “imposição de mãos” ou “impôs-lhe as mãos” sem lhe atribuir o nome “Reiki”. Estes relatos referem-se à “canalização” de energia cósmica universal, a qual muitas vezes se define também como “Amor Incondicional”, energia essa que eu entendo como sendo a energia mais poderosa do universo.

     Dando continuidade ao anteriormente dito, vou aqui colocar excertos de frases contidas em textos antigos:

      Bíblia, numero 27: “…Então Moisés fez como o Senhor lhe ordenara: tomou a Josué, apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, impôs-lhe as mãos, e lhe deu a comissão; como o Senhor falara por intermédio de Moisés.”

      Lucas 13: “…E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus. Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.

      Atos 28: “…Aconteceu estar de cama, enfermo de febre e disenteria, o pai de Públio; Paulo foi visitá-lo, e havendo orado, impôs-lhe as mãos, e o curou. Feito isto, vinham também os demais enfermos da ilha, e eram curados;

     O Reiki é uma terapia e/ou filosofia de vida que não está ligado a nenhum tipo de religião, mas o facto de mencionar excertos de textos bíblicos tem a ver com o país que tem na sua essência a religião cristã (católica apostólica romana). No seio da igreja católica há uma grande resistência à utilização e prática do Reiki, mas se esta é a terapia do amor incondicional (da dádiva desinteressada) que desde a sua redescoberta por Mikao Usui em 1922, começou a ser aplicada ao pobres e mendigos que viviam nos subúrbios de Tóquio, porque tanta resistência? A igreja católica através da “fábrica da igreja” e das “misericórdias” desenvolvem um trabalho social de apoio às famílias carenciadas, então não reconhecem o trabalho de voluntariado feito por praticantes de Reiki nas demais organizações sociais espalhadas pelo país? Devo contudo salientar que todo o voluntariado de Reiki é 100% gratuito, marcando assim a diferença sobre as actividades promovidas pela igreja católica que nem todas são gratuitas.

     Em jeito de conclusão termino este texto deixando-lhes algumas questões para vossa reflexão: Será que só existe amor dentro de alguma religião? Porque julgam quem tem opinião contrária? Porque veneram vários Deu’s quando Deus é apenas e só Um? Será que só existe caridade dentro da religião? Serei eu o detentor da verdade suprema?

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 14:00
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Outubro de 2010

Conversas da Mente com a Alma

Alma minha,

     Por vezes sinto-me perdido porque será? Porque sinto culpa pelo que aos outros acontece? Porque não consigo transmitir os meus sentimentos? Por vezes sinto uma dor no peito, porque será? Porque será que “tudo” me acontece? Porque é que quando medito por vezes fico com dores? Porque tenho medo da morte?

     Por vezes sinto-me perdido porque será?

     Não estás perdido física ou geograficamente, simplesmente estás um pouco baralhado mentalmente e quando arrumares as ideias verás que a tua mente se tornará mais esclarecida.

     Porque sinto culpa pelo que aos outros acontece?

     Não deverás ter nenhum sentimento de culpa, a não ser que tenhas feito algo premeditadamente negativo a essa pessoa. Deves observar as coisas como uma lição de vida e assim posteriormente poderes agir de outra forma e com outro entendimento.

     Porque não consigo transmitir os meus sentimentos?

     Nem todos são iguais e demonstras os teus sentimentos à tua maneira. As diferenças a que te referes têm a ver com expressões e nesse campo cada pessoa tem a sua forma de se expressar e de demonstrar os sentimentos que nutre.

     Por vezes sinto uma dor no peito, porque será?

     Aí podes verificar uma dor só o que significa um bloqueio relativamente ao amor incondicional, ou caso tenha uma sensação do tipo “abrirem-te as costelas” isso indica uma abertura para o plano espiritual, pois aí temos a ligação ente os mundos físico e não físico.

     Porque será que “tudo” me acontece?

     Caríssimo, só te acontece aquilo que permites que te aconteça ou que para ti atrais através do pensamento. O teu padrão, nível ou elevação de pensamento determina o que terás, pois ele atrai para ti na frequência que “emite”.

     Porque é que quando medito por vezes fico com dores?

     Ao meditares estás a desligar o teu plano mental libertando o teu espírito que se manifesta através do teu subconsciente. Mas em verdade te digo, não te lembre de ninguém que não tenhas perdoado, pois podem vir à flor da pele todos os sentimentos menos positivos que te vão provocar mau estar. Para esses emana apenas muita luz e amor, simplesmente.

     Porque tenho medo da morte?

     Não tenhas, pois será o retorno à casa do Pai. Mais te digo ainda que a morte e o nascimento são duas coisas iguais embora em sentidos diferentes. Ter algum receio de sofrer é natural, mas como diz o povo: “Cá se fazem, cá se pagam”.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 14:38
Link | Comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

Vida sem Complexidades…

Caros irmãos,

Ultimamente tenho constatado que muitos de vós estão cada vez mais confusos, mais baralhados, stressados e infelizes. Muitos dizem que não gostam deles, que todos gozam com eles, que são marginalizados, ninguém os entende, acham que estão loucos, entre muitas outras coisas, e eis que então começam os mais variados sintomas (insegurança, medo, desconfiança, tristeza, angustia, desmotivação, inacção, intolerância). O que torna esta situação, em variados casos “aflitiva”, é que, apesar de estar assim, a pessoa tem plena consciência do seu estado, bem como da incapacidade que detém de por si só sair dessa mesma situação.

Mentalmente e desde o momento da chegada à Terra (nascimento), sempre nos incutiram que quando não estamos bem, devemos sempre recorrer a alguém para nos ajudar a superar o problema que estamos a atravessar, tal como um computador que funciona mediante o “sistema operativo” que lhe instalamos. Errado, pois afinal de contas cada Ser Humano é como um Super Computador que segundo após segundo, ao longo da sua vida, faz milhões de processamentos. Reparem na complexa malha corporal que temos (músculos, órgãos, membros, sistema digestivo, sistema nervoso, plano mental) e então, não acham que são capazes? Porque se inferiorizam? Porque agem em função do que os outros pensam? Porque se preocupam com os outros? Porque se “afogam” em trabalho? Porque te sentes perdido?

Porque não se acham capazes?

Vocês são tão capazes como qualquer outra pessoa, pois todos somos seres divinos que provimos do pai (Deus) e ao encontro Dele caminhamos, por isso têm tanta capacidade como qualquer pessoa, desde que deixem exteriorizar a vossa divindade.

Porque se inferiorizam?

Ninguém é mais que ninguém e como tal não se sinta inferior a ninguém. O período da escravatura física, para Portugal, acabou há mais de 500 anos, mas parece que a escravatura psicológica teima em continuar e ainda por cima imposta por si própria! Por favor, não se castigue mais.

Porque agem em função do que os outros pensam?

O que os outros pensam a eles diz respeito, pois o que realmente importa é estar abem com a sua consciência, ou seja, sendo moralmente uma pessoa integra nada o/a deverá atormentar, por isso desvalorize essas coisas e lembre-se de si.

Porque se inferiorizam?

Não se atormente mais nem queira viver num clima de auto-flagelação e punição porque apenas está a fazer mal a si próprio e aí ninguém lhe pode valer. Vamos mudar esses padrões de pensamento, elevando a sua frequência vibratória energética para outros níveis e constate a mudança que se vai operar à sua volta.

Porque agem em função do que os outros pensam?

Faça as coisas consoante o que a sua intuição e consciência lhe diz, em vez de se limitar a fazer como os outros fazem receando ser apontado. Vejamos o seguinte: Uma pessoa que não tem roupas novas e bonitas, sendo uma pessoa marginalizada pela sociedade [um sem abrigo] e decide ir à igreja pedir auxílio divino. Naquele momento estava a ocorrer uma homilia (missa) e várias pessoas ficaram algo “incomodadas” com aquela presença. Sendo a Igreja uma casa de Deus, aquele Ser tem tanto direito de lá estar quanto tem um que esteja engravatado, pois naquele local vai-se para manifestar a fé e não para mostrar o aspecto que tem, pois isso apenas serve para alimentar egos em locais de manifestação de fé, contra todos os princípios da fé, pois não andava Jesus de sandálias?

Porque se preocupam com os outros?

Preocupe-se com o seu bem-estar, saúde, paz e harmonia em vez de se preocupar com os outros, porque quando necessitar será que se vão preocupar consigo? Preocupar-se consigo é valorizar-se, respeitar-se e nutrir amor pelo maravilhoso ser de luz que é. Viver preocupado com o bem-estar dos outros esquece-se do seu, o que o impede de viver a sua vida na sua plenitude.

Porque se “afogam” em trabalho?

Esta é uma das formas que o Ser Humano tem para tentar ocupar a mente e assim não pensar nos problemas que o/a afligem. Esta é uma forma errada, pois agindo assim apenas estão a prolongar o sofrimento e o problema adiando a sua resolução. Não acham melhor resolver de uma vez por todas essa situação e retirar esse peso que trazem nas costas?

Porque te sentes perdido?

Muitos de vós sentem-se perdidos e sós, inclusivamente chegam a pensar que não são deste “mundo”. Certo, vocês são do Universo, mas estão cá porque quiseram, vindo para evoluírem passando pelas demais provações que vão tendo ao longo da vossa vida. Tenham consciência de que não estão cá por acaso e o facto de se sentirem perdidos é porque o vosso plano mental se sobrepôs ao seu subconsciente, impedindo-o de viver na plenitude e harmonia.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:51
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Setembro de 2010

Porquês...

Caros amigos,

O ser Humano vive constantemente numa azáfama (stress, tensão, pressão, cansaço, etc.) entre trabalho, casa e família. As pessoas vivem assim porque continuam a viver pelas regras “ditadas” pela sociedade em que estão inseridas e eu pergunto, mas porquê? Porquê viver quase num constante sobressalto? Acha que isso é saudável? Porque não age por si? Porque fazes tudo aquilo que as outras pessoas fazem? Porque achas estranho ver um casal homossexual? Porque não admites quando erras? Então agora seguem-se as respostas às questões supracitadas.

Porquê viver quase num constante sobressalto?

A maioria das pessoas vive assim porque muitas vezes se esquecem do seu corpo e da integridade do seu Ser, nos níveis físico, emocional, mental e espiritual. Vivem para a sua realização pessoal e profissional que muitas vezes não é mais do que alimentar o seu ego, vivendo competindo com os outros. Sim lembram-se do corpo, porque sentem que estão mais gordos, porque lhe surge uma doença, porque têm uma dor, mas é claro, quando o corpo se queixa lembram-se dele, mas quando estão bem não lhe dão importância e assim não zelam pela manutenção de aquilo que os permite estar neste plano (terra). Viver em sobressalto não é nada saudável nem para si nem para quem o rodeia.

Porque não age por si?

Pare, pense e faça uma reflexão sobre isto: Quantas decisões importantes na sua vida foram tomadas única e exclusivamente por si, consoante a sua mente, pensamento e vontade? Pois é, muitas das decisões que tomas são coadunadas com os paradigmas da sociedade actual e das leis humanas que são falíveis em muitos aspectos que apenas servem uma sociedade capitalista na qual o papel social é sempre relegado para segundo plano.

Porque fazes tudo aquilo que as outras pessoas fazem?

Levas uma vida dita normal porque fazes aquilo que toda a gente faz (casa->trabalho, trabalho->casa). Se gostas de fazer outras coisas, se tens sonhos e projectos que gostarias de realizar, porque não tomas a iniciativa de arrancar com eles? Não receies se acham que és diferente.

Porque achas estranho ver um casal homossexual?

És quem és e os teus gostos bem como a tua orientação sexual só a ti diz respeito por isso sê tu próprio, na tua verdadeira essência. Sentes-te desconfortável porque te apontam? Não sintas, pois isso é uma atitude de pessoas de nível espiritual baixo que vivem agarradas aos paradigmas da velha sociedade. Assumires que és é um acto de coragem pessoal, mas os outros marginalizarem-te por isso é porque têm graves problemas com aquilo que se define como Aceitação, pois não conseguem aceitar a diferença, ou seja, o facto de seres diferente. Como vivemos em comunidade, aceitemo-nos uns aos outros com as nossas virtudes e defeitos pois ninguém é 100% perfeito.

Porque não admites quando erras?

Admitir o erro é um acto de coragem e revela humildade por parte da pessoa, ao contrário do que a maior parte das pessoas faz. As pessoas têm enorme dificuldade em assumir os seus erros porque gostam de viver de aparências e fachadas e assumir isso seria, no entender delas, estar a desvalorizar-se perante os outros indo contra o seu ego. Vamos humildemente aceitar e agradecer quando nos alertam para algo e nos mostram uma solução, pois isso é aquilo que defino como crítica construtiva ( o mesmo já não, caso a critica seja meramente destrutiva).

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:52
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Julho de 2010

Porque me procuras?

Caros amigos,

Aqueles que até mim chegam procuram-me pelos mais variados motivos, por problemas emocionais, psicológicos, mentais, físicos e espirituais. Nunca digo que não a qualquer desafio que tenha, mas tenho também consciência que, não sendo Deus, apenas farei (dentro das minhas capacidades e limitações) tudo o que ao meu alcance estiver para poder proporcionar um melhor bem-estar à pessoa em causa, através do meu Amor Incondicional.

Amor Incondicional é todo o acto praticado para com qualquer ser dos reinos animal, vegetal ou mineral, desde que esse acto seja estritamente praticado para proporcionar o bem.

Contudo, não me vejam como algum santo que ao dizer certas palavras, estas entoam em vós como mantras curativos. Elas transportam consigo energia positiva, conhecimento, vibração energética e a boa vontade de auxiliar o semelhante em prol do desenvolvimento pessoal e global da humanidade.

Acima de tudo e além das expectativas que colocam na pessoa que vos vai ajudar, há uma coisa ainda mais importante que é a vossa vontade e entrega para superar esse obstáculo que têm pela frente. Isto sim é o mais importante, pois quando a pessoa que necessita nada faz em prol do seu Ser almejando o bem-estar e harmonia. Não esperem que façam tudo para e por vocês porque na realidade há coisas que só vocês próprios podem fazer e enquanto não o fizerem dificilmente vão passar da cepa trota, como se diz na gíria popular.

Assim sendo, caso me procurem devido a uma dor, porque deram um jeito na coluna, os músculos estão lesionados, o sistema nervoso alterado ou devido às enxaquecas, lembrem-se sempre que vão ter de mudar, de certa forma, pois eu serei o vosso parceiro terapêutico e em conjunto vamos alcançar o seu bem-estar e a minha satisfação em o ajudar, não sou curandeiro.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: M80
Publicado por Viktor às 14:15
Link | Comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 21 de Março de 2009

Que razões terei para me iniciar no Reiki?

Entrar no mundo do Reiki é um importante passo que as pessoas dão através da inscrição num curso de iniciação. A procura de uma nova filosofia de vida, de melhor bem-estar, ou de uma forma mais geral de uma harmonia plena do Ser, são motivos válidos para abraçar esta causa. Existem também pessoas que sentem dentro de si uma enorme vontade de praticar o bem para com os outros para se sentirem bem consigo mesmos e, devido à forma como o planeta terra se encontra, deparam-se com enormes dificuldades para tal, além de serem de certa forma “rejeitadas” pela desconfiança geral que nos dias de hoje as pessoas nutrem umas pelas outras. Praticar o bem para com o semelhante é um gesto nobre que engrandece interiormente todos aqueles que o fazem com todo o Amor Incondicional. Ao executar essas acções tão belas e verdadeiras, a alma engrandece-nos com um enorme sentimento de paz e alegria interior que nos eleva para níveis de bem-estar nunca antes alcançados na plenitude do Ser. Para se iniciar o Reiki há que reunir várias condições tais como, bem-estar psicológico, físico e mental, pois caso alguma destas ande mal, o maravilhoso ritual iniciático não é verdadeiramente contemplado na sua plenitude e essência e para tal não há limites de idade. Quem pretender aprender deve também de sentir uma enorme vontade de poder abraçar uma aprendizagem contínua ao longo da sua caminhada. Deve pensar bem se pretende abraçar esta causa tão nobre porque depois de aprender a sua vida modificar-se-á de uma forma positiva, passando a observar os outros e tudo o que os rodeia de uma forma diferente em maior harmonia com a natureza e o Criador. Após a iniciação a esta maravilhosa prática, o iniciado irá passar um período de 21 consecutivos de auto-aplicação. Estes 21 dias são fundamentais para o seu desenvolvimento enquanto Reikiano pois durante este período vai passar por uma purificação interior vindo ao de cima a sua verdadeira essência abolindo aquelas máscaras que muitas vezes são criadas pelas pessoas. Seja você mesmo na sua verdadeira essência e coloque de parte, de uma vez por todas, a preocupação que tem acerca do que pensam de si porque se assim não for não conseguirá alcançar o equilíbrio, harmonia e a paz interior tão necessária para mais uma passagem por este mundo.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Estado de Espiríto: Amor Incondicional...
Publicado por Viktor às 13:24
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão sobre “A imposiç...

. Conversas da Mente com a ...

. Vida sem Complexidades…

. Porquês...

. Porque me procuras?

. Que razões terei para me ...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007