.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Domingo, 25 de Outubro de 2015

Reflexão: A Essência do Reiki

Caríssimos,

     Hoje senti vontade de fazer uma reflexão sobre a essência do Reiki, o que é na sua verdadeira essência e dimensão. Qualquer cidadão pode entrar no universo do Reiki, tornando-se assim num reikiano, apenas o devendo fazer se tal vontade seja uma manifestação no seu interior. A partir do momento que essa vontade desperta dentro de si, surge agora uma importante passo a dar, a escolha do mestre que, em meu entendimento, é a escolha mais importante que temos de fazer e com o qual devemos ter empatia energética. Depois de escolhido o mestre, através do curso, onde será sintonizado, dá-se a sua entrada no maravilhoso universo energético da terapia do Amor Incondicional, o Reiki.

     A partir desse momento passa a ser mais um reikiano, neste universo em constante crescimento, entrando no universo reikiano que continua dia apos dia a crescer. Contudo, é insuficiente apenas tirar a formação, pois o Reiki vai muito além de um simples curso, é uma Filosofia de Vida, através dos cinco princípios que Mikao Usui adaptou ao Reiki, criados pelo Imperador Meiji. Claro está que, para que tal seja possível, todo o “candidato” a reikiano deverá estar ciente se de facto, pretende dar um Novo Rumo à sua Vida. Quando queremos essa mudança ou novo rumo, devemos sentir esse desejo a florescer dentro de nós, dar inicio a uma transmutação da nossa mente, desligando-se de “velhos” paradigmas (dogmas e crenças) e estar recetivo à aprendizagem das novas matrizes universais.

     [pense um pouco sobre o que acabou de ler]

     Todas estas mudanças devem ser feitas por cada um de nós, com ou sem auxílio de outros, demoram um certo tempo e como tal devemos ser pacientes e fazermos essa mudança, cada um a seu ritmo. É um trabalho moroso, no qual muitas vezes nos sentimos de tal maneira sós, que chegamos a pensar que temos o mundo contra nós. Recorde-se que sendo este um trabalho interior, é e será sempre da Sua Inteira Responsabilidade, pelo que, quem o rodeia, quer compreenda ou não, certamente irá emitir opiniões menos positivas, opiniões essas que não passam de pensamentos ou conclusões, as quais deverá desvalorizar, para que não interfiram no seu processo. Dependendo de pessoa para pessoa, este processo pode demorar meses ou anos, pois uma pessoa antes de ser reikiano, vive inserido numa família, sociedade e país, que em inúmeros casos são intolerantes à mudança individual e intelectual do Ser, tornando-se adversários à mudança do nosso Eu Sou Interior. Talvez sejam por estas razões, além do facto de atualmente o Ser Humano querer tudo para “ontem”, que a determinada altura, no decorrer desse processo, as pessoas desistam daquilo que alcançaram até ao momento, deitando a “perder” o que já tinham alcançado. Humildemente lhe digo: “Jamais desista, porque a pessoa mais importante da sua vida é você, e a felicidade está dentro de si, dê a si mesmo o amor que transmite aos outros”.

     [pense um pouco sobre o que acabou de ler]

     Para terminar, pois esta reflexão já vai extensa, esclareço que tudo aquilo que aqui escrevi está intimamente ligado à minha visão e pensamento sobre o Reiki, tentando sempre transmitir a verdade, pois ao longo dos tempos será esse o aspeto que irá perdurar. Grato pelo tempo dispensado nesta leitura e faça o favor de ser feliz.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 21:05
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Maio de 2013

Apego

     Cada Ser humano tem as suas aprendizagens e vivencias.  Há uma história a respeito de dois irmãos que lhes vou contar. Um deles era mau, porém, muito esperto, e o outro era muito teimoso e também muito estúpido. Um belo dia, estavam a correr num campo e o irmão maldoso resolveu divertir-se um pouco e disse: “Fica sentado neste vale, que irei para aquelas colinas e de lá vou-te mandar um grande presente. O presente fará estranhos ruídos e vais ouvir estalos e barulhos esquisitos, mas não deixes de o segurar até eu voltar”. De seguida subiu o morro, encontrou uma grande rocha branca, aqueceu-a até ficar vermelha e fê-la rolar morro abaixo, gritando: “Pronto mano, aqui está o teu presente. Agarra-o! Não o largues até eu voltar!”

     O irmão estúpido estava tão ansioso por ganhar o presente que saiu a correr e agarrou a rocha. O pêlo do couro de animal que estava a usar estalou e chiou ao queimar-se. A rocha queimou a pele do animal e depois queimou-lhe o corpo, mas nem assim ele a deixou cair, supunha que ela fosse valiosa. Por isso falou, dirigindo-se à rocha: “Faça o que quiser comigo pois não vou desistir enquanto meu irmão não chegar”. E teimoso, continuou a mantê-la aconchegada a si, porque a julgava importante para si.

    Nós apegamo-nos da mesma maneira a tudo o que amamos, ainda que isso pareça ser extremamente frustrante e doloroso. Também nos apegamos à meditação, desejando ver cores e visões, experimentar emoções e sensações quentes e conhecer as fases mais elevadas. A nossa mente ainda quer identificar, capturar e manipular a experiência, a fim de ter algo aprazível para relatarmos. Entretanto, quando nos livramos do nosso apego aos sentidos e sentimentos, podemo-nos tornar a própria experiência, e este é o verdadeiro processo da cura.

Tulku

Nota: Um tulku (tibetano: སྤྲུལ་སྐུ; Wylie: sprul sku; ZWPY: Zhügu; também grafado tülku ou trulku) é, no budismo tibetano, um lama que conseguiu, através da phowa e da siddhi, escolher conscientemente ser reencarnado, às vezes por mais de uma vez, de maneira a continuar seu juramento de bodisátva. [Fonte wikipédia]

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 13:15
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

O Processo de Cura Interior

O processo de cura interior reequilibra as energias de cada corpo focalizando a expressão desse equilíbrio, corrigindo-o e reparando a camada apropriada da aura por meio da imposição das mãos. Esse realinhamento de cada corpo ajuda a restabelecer o equilíbrio dos outros.

O processo da cura interior vai ser aqui o descrito em poucas palavras.

Na cura do nível etéreo padrão, o sistema desprovido de crenças é trazido à consciência e desafiado. A cura faz-se na sétima camada do campo e consiste principalmente em reparar e reestruturar esse corpo onde quer que seja necessário. A reparação da sétima camada abre automaticamente a sexta camada para mais amor celestial.

No nível celestial, o curador associa-se ao amor celestial ou universal e canaliza-o para o paciente.

No nível etérico padrão, realinha-se o corpo áureo através da cirurgia espiritual, que faz coincidir a vontade com a Vontade Divina.

No nível astral, a cura verifica-se através da acção e do amor. O curador participa na realidade do amor à humanidade e canaliza energia para o paciente, permitindo ao nível mental começar a relaxar e a soltar algumas defesas.

Na camada mental, o curador desafia os processos defeituosos de pensamento, que criam o desequilíbrio nesse nível, fundados na lógica da criança que passou pelo trauma. Quando se dá conta deles, o adulto avalia-os facilmente pelo seu justo valor e pode substitui-los por processos de pensamento mais amadurecidos. O curador trabalha para reestruturar a camada do campo áureo ajudando o cliente a imaginar soluções novas para velhos problemas.

Na camada emocional, utilizando a técnica da intenção, o curador ajuda o cliente a aclarar sentimentos bloqueados. Algumas vezes, o paciente revive velhos traumas e experimenta todos os sentimentos bloqueados durante a cura. Outras, os traumas são removidos sem que o paciente dê conta deles.

Na camada etérea, é preciso fazer um alinhamento e uma reparação para reestruturar a camada, com o objectivo de restabelecer um sentido de bem-estar e de força.

No trabalho directo com o corpo físico, empregam-se exercícios, posições do corpo e voz para liberar bloqueios físicos como, por exemplo, tensão muscular, gordura ou fraqueza.

No processo da cura de pleno espectro, trabalham-se todos os corpos ao mesmo tempo. Aplica-se o processo em sessões privadas, quando a saúde do corpo físico geralmente aparece por último, depois de equilibrados os demais corpos. Isso tanto pode levar uma única sessão ou um ano de sessões.

Você talvez fique maravilhado pelos terapeutas fazer tudo isso. A razão é porque eles têm acesso a enorme quantidade de informações através de um estado ampliado de consciência.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:18
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: A Essência do R...

. Apego

. O Processo de Cura Interi...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007