.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 26 de Novembro de 2013

Apenas umas palavras… em poesia

Vivo aqui e agora,

Vivo feliz e contente,

Aprendi com o passado,

A estar bem no presente;

         Carregar as coisas do passado,

         Só lhe traz sofrimento,

         Com a mente conturbada,

         É difícil viver neste momento;

Por vezes sinto-me perdido,

Tenho dúvidas sobre o caminho a seguir,

Mas nunca perdi a esperança,

De continuar a evoluir;

         Quero-me conhecer melhor,

         Através do caminho da espiritualidade,

         Descobrir o meu interior,

         Conhecer-me na essência e na verdade;

Quanto mais procuro mais me baralho,

Não sei que caminho devo seguir,

Uns dizem umas coisas e outros outras,

Será que estão a mentir?

         A escolha é sempre sua,

         Só você sabe por onde quer seguir,

         Siga sempre a sua intuição,

         Que não lhe vai mentir;

Ouça sempre o que lhe dizem,

Mas não acredite em tudo cegamente,

Acredite apenas no que tem sentido,

E que entende conscientemente;

         O universo está em constante evolução,

         Nesse sentido devemos caminhar,

         Há quem tente dominar o mundo,

         Inventando para nos tentar travar;

Tentam-nos controlar através da mente,

Enchendo-nos de dogmas, mentiras e crenças,

Mas a morte chega a todos nós,

E nessa altura terão as suas sentenças;

         Não sei porque continuam a esconder,

         O que se passou na realidade e na verdade,

         Dessa forma só se condiciona,

         A evolução geral da humanidade;

O passado serve para aprender,

Passando por algumas duras provações,

Que causam uma profunda dor,

Deixando partidos os corações;

         Liberta-te do teu passado,

         Deixa esse lamento,

         Vive o momento presente,

         Feliz e com contentamento;

Queres ser feliz no presente,

Com paz e amor no coração,

Então dedica tempo a ti mesmo,

Diariamente através da meditação;

         Nada mais vos vou dizer,

         Nesta poesia de reflexão,

         Desejando-lhes tudo de bom,

         Com muita paz e amor no coração.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 08:51
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

Provações...

Caríssimos Amigos,

     Todos vocês são Seres de Luz, portadores da centelha divina, com enormes capacidades de co-criação que vão muito para além da generalizada compreensão mental do “comum dos mortais”. Enquanto habitantes deste planeta (terra) passam diariamente por inúmeras provações (testes), que têm de superar, em prol de vocês mesmos, enquanto caminham pelos conturbados trilhos da ascensão. Cada Ser, portador do seu livre arbítrio, define os seus caminhos, mediante um conjunto de circunstâncias e fatores. É um caminho com obstáculos (testes) que temos de superar, uns mais baixos e outros mais altos, mas acreditem que essas barreiras nunca são intransponíveis. Sim pois reparem no seguinte, se todos os “desafios” fossem de fácil resolução, gerava em nós desmotivação, apatia e melancolia, e dessa forma nunca seria capaz de sentir o prazer das conquistas que nos dão ânimo para continuar na persecução do nosso caminho de forma a tornarmo-nos Seres cada vez melhores e mais puros.

     Observem agora o comentário da psicóloga Maria do Carmo Oliveira, sobre o otimismo em Portugal:

Na opinião da psicóloga, o “medo da crise” que se sente poderá fazer as pessoas reagir, tornando-as mais ativas e empreendedoras. Os hábitos de poupança que as famílias têm vindo a desenvolver são um sinal positivo para a especialista, que constata e aplaude esta alteração de mentalidades: “Nos últimos anos verificou-se, em Portugal, uma escalada do consumismo. Havia uma tendência acentuada na valorização do outro pelo ‘ter’. As pessoas tinham imensa necessidade de ter um carro caro, uma boa casa, serem vistos nos restaurantes da moda, vestir roupas de marca … Quanto mais mostrava ter, mais valorizada a pessoa se sentia.” No entanto, relembra, a tais manifestações de riqueza não terá correspondido uma melhoria no nível de felicidade dos portugueses, sendo que o número de casos de depressão continuou a aumentar.

A necessidade de reduzir despesas deverá conduzir, sugere Maria do Carmo Oliveira, a uma desvalorização das aparências e do consumo: “As pessoas vão deixar de se preocupar tanto com o ‘ter’ para se concentrarem mais em ‘Ser’, olhando para as qualidades de cada um e não para os seus bens materiais.” Numa frase, a especialista em otimismo considera: “Vamos dar mais valor ao ser feliz apesar das circunstâncias, redescobrindo o prazer nas coisas simples.” Ainda assim, a psicóloga encara a incerteza e a angústia face ao futuro como normais, uma vez que as pessoas irão ter de abandonar as suas zonas de conforto.”

     Estas são as provações mais generalizadas que no ano seguinte vamos ter de passar, o que vem reforçar as ideias que lhes tenho tentado passar, tais como a felicidade tem de ser encontrada no seu interior, o apego ao materialismo é a maior fonte de sofrimento do Ser humano, emanar energia de inveja para com o semelhante só nos prejudica a nós mesmos, entre outras.

     Vamos ser otimistas, positivos, desapegados e gratos pelo que temos libertando-nos da ganância de querer sempre mais e mais, pois assim poderemos contribuir para uma sociedade mais justa, igualitária e social.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Música: RFM
Publicado por Viktor às 17:15
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

O Maior Evento Cósmico de Todos os Tempos para a Terra

Carlos Castilho

03.09.2009

Um acontecimento extraordinário, de natureza cósmica, está previsto acontecer em futuro incerto, porém não tão distante no tempo, de forma que ele ocorrerá na atual época da história da humanidade.. Quem me passou essa informação é um Ser não identificado por um nome, mas que deu-me a segurança de situar-se em nível bastante elevado e, também, ser portador de grande responsabilidade quanto ao processo de Transição Planetária. Este Ser transmitiu-me que os Mestres Ascencionados têm conhecimento de tudo quanto está previsto neste evento e ajudam enormemente no sentido de criar as condições propícias para que o melhor resultado possível seja alcançado.

Trata-se de um megaevento envolvendo dois sóis, fora do nosso sistema solar, localizados numa parte do Universo que não está tão próxima do Planeta Terra a ponto do fenômeno interferir fisicamente nele como em forma de hecatombes, por exemplo; mas, a distância que existe entre esses sóis e a Terra permitirá que uma ação de inusitada influência ocorra em todo o nosso planeta.

Segundo me foi informado, embora a comunidade científica esteja atenta a muitas coisas que acontecem no Cosmo, o evento ocorrerá em uma área do Universo que não está sob observação frequente, em um quadrante que não costuma chamar muito a atenção de astrônomos e cientistas. Outro aspecto importante é que o fenômeno ocorrerá de uma forma absolutamente inesperada, surpreendendo a todos, de modo que, no dia em que o evento ocorrer, as pessoas estarão conduzindo suas vidas de modo muito habitual e corriqueiro e, de repente, se verão em meio a uma situação totalmente nova, com qual jamais imaginaram conviver.

Este grande evento cósmico, no entanto, não será algo casual, mas fruto de uma complexa Engenharia Sideral, conduzida por Seres que lidam com a Evolução, não apenas do homem, mas de sistemas que vão muito além daqueles conhecidos por nós. O fenômeno, provocado deliberadamente, tem a finalidade de introduzir um novo fator na Terra capaz de revolucionar todas as relações humanas e modificar completamente todos os conceitos, sistemas de crenças e estruturas que acompanham os seres humanos desde épocas imemoriais.

Em que pese o fato de que tudo isso represente algo extraordinário para o homem, o fenômeno não será deflagrado, nem mesmo por um pequeno instante, com a intenção de amedrontar quem quer que seja. Ao contrário, nunca em toda a história da Terra aconteceu alguma coisa tão auspiciosa e magnífica como esta, de forma que os benefícios que advirão para a humanidade são inimagináveis e incalculáveis. A partir do evento nada será mais como antes para ninguém.

Na realidade, todas as situações que amedrontam o homem são aquelas provocadas pelo próprio homem e nunca pelos Seres de elevadíssima envergadura que zelam pela evolução planetária. Assim, não estão descartadas eventuais circunstâncias severas que envolvem a natureza do Planeta e que podem até mesmo ceifar muitas vidas, mas, todas elas, resultam das agressões psíquicas e físicas que o homem ocasionou no seu próprio ambiente. É possível que o ser humano ainda tenha de conviver com alguns traumas, situações estas que não se confundem com o evento em questão, mas que poderiam precedê-lo, eventualmente.

Aliás, é justamente a negatividade humana que impediu a consecução no passado deste evento anunciado agora. De acordo com o Plano, uma das condicionantes imprescindíveis é a de que a atmosfera da Terra não estivesse tão carregada de negatividades, pois isso forma uma espécie de crosta que impede a passagem do novo fator de influência, semelhante ao magnetismo, porém, de outra natureza não conhecida ainda, mesmo da comunidade científica.

Atualmente, embora as condições energéticas que envolvem o Planeta não sejam ainda as ideais, já é perceptível uma grande evolução na composição desta crosta, que já permite a passagem de alguma quantidade de Luz. A crosta é densa ainda, mas já está bem diferente do que foi no passado, fruto do trabalho incessante dos servidores da Luz que estão trabalhando no sentido de dissolver as negatividades que estão em suspensão, em volta de todo o Planeta.

Oportuno seria que esse trabalho fosse intensificado, pois já se tornou irreversível o fato de que a egrégora sombria não consegue mais ser alimentada como antes. Ainda que haja muitas pessoas projetando negatividades no ambiente, o que se projeta de Luz vem crescendo muito ultimamente, neutralizando assim as sombras. Enfim, assim como foi progressivo no passado, durante milênios, o incremento de sombras na atmosfera da Terra, agora é progressiva também as ações que dissolvem essa mesma sombra, ressaltando- se, inclusive, que não há como comparar a força da Luz e a força da sombra, sendo a primeira infinitamente maior. É justamente essa nova condição da egrégora planetária que permitirá a materialização do fenômeno ora anunciado.

Na prática, o que ocorrerá neste evento que envolve os dois sóis é uma espécie de “explosão”, carreando para a Terra – mas não só para ela – uma irradiação que se instalará na atmosfera do Planeta permanentemente. Isso não tem nada de perigoso para a saúde das pessoas, mas irá produzir um efeito “mágico” que tornará todas as coisas visíveis, como aquelas que apenas percebemos indiretamente que existem, mas não as vemos, como o ar e o vento. Tudo... Absolutamente tudo irá adquirir um aspecto luminoso e poderá ser visto a olho nu.

O espectro de coisas sutis que será exposto pela nova atmosfera terrestre é muito vasto, de modo que todos poderão ver com os seus olhos físicos, não apenas o que hoje é percebido, porém invisível como ar, vento, ondas magnéticas, etc., mas também o que é invisível e não é, tampouco, percebido pelas pessoas comuns, como é o caso, por exemplo, da aura humana e, também, a aura dos animais e vegetais ou ainda dos pensamentos das pessoas.

Tecnicamente falando – se é que se pode usar esse termo – a nova atmosfera terrestre funcionará como um anteparo assim como, grosso modo, funciona com o Raio X ou a foto Kirlian. É no contraste entre a atmosfera e as coisas que são invisíveis hoje, que se revelarão as novas formas de tudo, que ganharão contornos iridescentes.

Mais ainda do que apenas as coisas comuns que foram citadas, até mesmo o Corpo Causal dos seres humanos ficará aparente. Significa dizer que as pessoas passarão a ser visualizadas a partir da perspectiva de todo o desenvolvimento espiritual que elas conseguiram atingir até então. Nas ruas ou em qualquer outro lugar, todos verão a todos em seu esplendor luminescente, alguns mais resplandecentes e outros nem tanto.

Isso, evidentemente, mudará todos os paradigmas. As pessoas estarão totalmente desnudadas, na medida em que não poderão usar o artifício da dissimulação ou do engodo, hábito ainda muito frequente entre os humanos. O mundo, notadamente materialista, passa a perceber-se de uma outra perspectiva muito mais espiritualizada, até porque os indivíduos bem espiritualizados estarão visivelmente radiantes para todos, provando assim que esse sempre foi o caminho correto da evolução.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 02:42
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

Familia

Caros leitores e amigos,

Cada um de nós tem uma família com a qual temos de viver enquanto cá estamos. Esperamos que a mesma esteja ao nosso lado nos altos e baixos da vida. Ao longo da vossa vida, por vezes já deram pela vossa mente a fazer-lhes estas e outras perguntas: Porque é que eu tenho estes pais? Porque é que tenho esta família? Porque é que fui abusado(a) por um familiar? Porque é que a minha família me rejeita?

Então eu vou-lhes responder a todas estas questões. O/A único culpado/a disto é você. Nada mais correcto, pois foi você que escolheu a família em que quis nascer, mediante as provações necessárias pelas quais tem de passar no seu processo evolutivo enquanto espírito encarnado. Pois é, a vida não acaba quando morrer, apenas vai ser transportado para outro plano onde o que vê na terra também existe, à excepção das leis defeituosas criadas pelos Homens, pois nesse plano é regido pela Lei da Providência criada pelo divino Criador. Se foi essa a família que lhe saiu na rifa não foi por acaso, foi sim obra do merecimento, por aquilo que fez ou não nas anteriores vidas em que cá esteve (terra). Por isso meu amigo, não se lamente por isso, pois ninguém tem culpa da tua situação a não seres tu e apenas tu. Assume o papel da tua vida, vivendo com o que tens (partilhando com o teu semelhante) sem desejares a cada dia que passa, mais, mais e mais pois isso será uma chaga. Essa chaga vai criar bloqueios energéticos no corpo que por sua vez vão despoletar alguns problemas tais como úlceras, enxaquecas, alterações no sistema nervoso, dores na região dorso lombar e noutras partes do corpo, hipertensão arterial, ansiedade, medos, fobias e uma grande baixa nos níveis de auto-estima. Todas estas situações podem ser atenuadas ou até mesmo eliminadas através da prática do Reiki. Pense nisto e se tiver algo a dizer ou acrescentar, tenha a liberdade.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 11:01
Link | Comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

PREEXISTÊNCIA DA ALMA

Sem a preexistência da alma, a doutrina do pecado original não seria somente inconciliável com a justiça de Deus, que tornaria todos os homens responsáveis pela falta de um só, seria também um contra-senso, e tanto menos justificável quanto, segundo essa doutrina, a alma não existia na época a que se pretende fazer que a sua responsabilidade remonte.

Com a preexistência, o homem traz, ao renascer, o gérmen das suas imperfeições, dos defeitos de que se não corrigiu e que se traduzem pelos instintos naturais e pelos pendores para tal ou tal vício. É esse o seu verdadeiro pecado original, cujas consequências naturalmente sofre, mas com a diferença capital de que sofre a pena das suas próprias faltas, e não das de outrem; e com a outra diferença, ao mesmo tempo consoladora, animadora e soberanamente equitativa, de que cada existência lhe oferece os meios de se redimir pela reparação e de progredir, quer despojando-se de alguma imperfeição, quer adquirindo novos conhecimentos e, assim, até que, suficientemente purificado, não necessite mais da vida corporal e possa viver exclusivamente a vida espiritual, eterna e bem-aventurada.

Pela mesma razão, aquele que progrediu moralmente traz, ao renascer, qualidades naturais, como o que progrediu intelectualmente traz ideias inatas; identificado com o bem, pratica-o sem esforço, sem cálculo e, por assim dizer, sem pensar. Aquele que é obrigado a combater as suas más tendências vive ainda em luta; o primeiro já venceu, o segundo procura vencer. Existe, pois, a virtude original, como existe o saber original, e o pecado ou, antes, o vício original.

Do Livro: “A Génese” – Capítulo I – Item 38

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:07
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

UNIÃO INFELIZ

Pergunta - Qual o fim objectivado com a reencarnação?

Resposta Expiação, melhoramento progressivo da Humanidade. Sem isto, onde a justiça? Item n° 167, de "O livro dos Espíritos". Dolorosa, sem dúvida, a união considerada menos feliz. E, claro, que não existe obrigatoriedade para que alguém suporte, a contra gosto, a truculência ou o peso de alguém, ponderando-se que todo espírito é livre no pensamento para definir-se, quanto às próprias resoluções. Que haja, porém, equilíbrio suficiente nos casais unidos pelo compromisso afectivo, para que não percam a oportunidade de construir a verdadeira libertação. Indiscutivelmente, os débitos que abraçamos são anotados na Contabilidade da Vida; todavia, antes que a vida os registe por fora, grava em nós mesmos, em toda a extensão, o montante e os característicos de nossas faltas. A pedra que atiramos no próximo talvez não volte sobre nós em forma de pedra, mas permanece connosco na figura de sofrimento. E, enquanto não se remove a causa da angústia, os efeitos dela perduram sempre, tanto quanto não se extingue a moléstia, em definitivo, se não a eliminamos na origem do mal. Nas ligações terrenas, encontramos as grandes alegrias; no entanto, é também dentro delas que somos habitualmente defrontados pelas mais duras provações. Isso porque, embora não percebamos de imediato, recebemos, quase sempre, no companheiro ou na companheira da vida intima, os reflexos de nós próprios. É natural que todas as conjunções afectivas no mundo se nos figurem como sendo encantados jardins, enaltecidos de beleza e perfume, lembrando livros de educação, cujo prefácio nos enleva com a exaltação dos objectivos por atingir. A existência física, entretanto, é processo específico de evolução, nas áreas do tempo, e assim como o aluno nenhuma vantagem obterá da escola se não passa dos ornamentos exteriores do educandário em que se matricula, o espírito encarnado nenhum proveito recolheria do casamento, caso pretendesse imobilizar-se no êxtase do noivado. Os princípios kármicos desenovelam-se com as horas. Provas, tentações, crises salvadoras ou situações expiatórias surgem na ocasião exacta, na ordem em que se nos recapitulam oportunidades e experiências, qual ocorre à semente que, devidamente plantada, oferece o fruto em tempo certo. O matrimónio pode ser precedido de doçura e esperança, mas isso não impede que os dias subsequentes, em sua marcha incessante, tragam aos cônjuges os resultados das próprias criações que deixaram para trás. A mudança espera todas as criaturas nos caminhos do Universo, a fim de que a renovação nos aprimore. A jovem suave que hoje nos fascina, para a ligação afectiva, em muitos casos será talvez amanhã a mulher transformada, capaz de nos impor dificuldades enormes para a consecução da felicidade; no entanto, essa mesma jovem suave foi, no passado - em existências já transcorridas -, a vítima de nós mesmos, quando lhe infligimos os golpes de nossa própria deslealdade ou inconsequência, convertendo-a na mulher temperamental ou infiel que nos cabe agora relevar e rectificar. O rapaz distinto que atrai presentemente a companheira, para os laços da comunhão mais profunda, bastas vezes será provavelmente depois o homem cruel e desorientado, susceptível de constrangê-la a carregar todo um calvário de aflições, incompatíveis com os anseios de ventura que lhe palpitam na alma. Esse mesmo rapaz distinto, porém, foi no pretérito - em existências que já se foram – a vítima dela própria, quando, desregrada ou caprichosa, lhe desfigurou o carácter, metamorfoseando-o no homem vicioso ou fingido que lhe compete tolerar e reeducar. Toda vez que amamos alguém e nos entregamos a esse alguém, no ajuste sexual, ansiando por não nos desligarmos desse alguém, para depois somente depois - surpreender nesse alguém defeitos e nódoas que antes não víamos, estamos à frente de criatura anteriormente dilapidada por nós, a ferir-nos justamente nos pontos em que a prejudicamos, no passado, não só a cobrar-nos o pagamento de contas certas, mas, sobretudo, a esmolar-nos compreensão e assistência, tolerância e misericórdia, para que se refaça ante as leis do destino. A união suposta infeliz deixa de ser, portanto, um cárcere de lágrimas para ser um educandário bendito, onde o espírito equilibrado e afectuoso, longe de abraçar a deserção, aceita, sempre que possível, o companheiro ou a companheira que mereceu ou de que necessita, a fim de quitar-se com os princípios de causa e efeito, liberando-se das sombras de ontem para elevar-se, em silenciosa vitória sobre si mesmo, para os domínios da luz.

Emmanuel
Publicado por Viktor às 00:05
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 4 de Setembro de 2007

ISSO É DA LEI DE DEUS

Tolera, construindo
Todo o bem que puderes
Não exijas dos outros
Dons que ainda te faltam.
Erros dos companheiros
Poderiam ser nossos.
Aceita as provações
Por exames de fé.
Trarás contigo a paz
Que fizeres nos outros.
Temos sempre o que damos.
Isso é a Lei de Deus.

Espírito: EMMANUEL

Médium: Francisco Cândido Xavier

Publicado por Viktor às 22:00
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Apenas umas palavras… em ...

. Provações...

. O Maior Evento Cósmico de...

. Familia

. PREEXISTÊNCIA DA ALMA

. UNIÃO INFELIZ

. ISSO É DA LEI DE DEUS

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007