.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Fluxo de Energia

O famoso "cordão de prata" faz mais do que apenas unir dois corpos. Ele é um verdadeiro cordão umbilical, transmitindo informações e energia entre os corpos físico e subtil. Ele é visto por alguns que fazem projecção e não por outros. As vezes ele é visto emanando do umbigo, e ás vezes da testa. A área da qual o cordão é visto emanar pode depender da actividade do chakra. Aquele que for o chakra mais forte, mais activo, poderia ter controle sobre o fluxo de energia para os corpos subtis. Há também o sistema de crença da pessoa que deve ser considerado e o poder criativo do subconsciente. Geralmente o cordão parecerá estar onde quer que você acredite que ele estará, cortesia do subconsciente.

Uma vez que o corpo astral entre na dimensão astral ele deve possuir um bom suprimento de energia astral dos chakras a fim de interagir fortemente com aquela dimensão. Memória astral clara depende muito da quantidade de energia disponível. Como a dimensão astral é o domínio natural do corpo astral, ele não desaparecerá dela devido a falta de energia. Como no mundo real, se uma pessoa não tem comido ou dormido por alguns dias ela não se dissolve para outra dimensão. Ela apenas fica fraca e indiferente (devido ao cansaço) e não interage fortemente com o mundo físico.

Conclusão: A mente astral deve ter energia suficiente para dar-se lembranças fortes e vívidas. Essas lembranças astrais devem ser fortes o suficiente para fazer uma dobra de bom tamanho no cérebro físico, de forma que a mente física possa relembrar-se delas quando acordar.

Exemplo: Se você não dormir durante alguns dias você ficará cansado, desatento e a sua interacção com a realidade será fraca e vaga. Se você assistir um filme nesse estado cansado, você irá reter pouca lembrança dele. Após isso, você pode lembrar-se apenas de fragmentos dele e a sua lembrança dele será uma vaga nódoa. Se, entretanto, você assistir um filme quando estiver bem descansado, refrescado e cheio de energia, é diferente. Você guarda tudo sobre o filme e aprecia-o. A sua lembrança dele será clara como cristal.

Isso é similar ao que acontece após uma jornada astral com pouca energia. O corpo astral carece de energia e assim não tem impressões claras o suficiente de sua jornada. Isso faz com que ele falhe ao fazer suas lembranças as lembranças dominantes quando ele volta ao corpo físico. Devem haver lembranças fortes e vívidas se para que se faça uma dobra no cérebro físico para permitir que a experiência seja relembrada.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:16
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

A Experiência fora do Corpo

A experiência fora do corpo é uma projecção em tempo real próxima ao mundo físico. Essa frequentemente ocorre como parte de uma experiência de quase morte. É quando a pessoa é retirada de seu corpo por causa de algum tipo de trauma severo, exemplo: um acidente de carro, cirurgia, ataque cardíaco, o nascimento de uma criança, etc. Aqueles que tem essa experiência ficam cientes das coisas que acontecem no mundo real, em tempo real, tais como: conversas e eventos ocorridos ao redor de, ou próximo a, seus corpos físicos. Em muitos casos, esses eventos e conversas são precisamente relatados pelas pessoas após terem retornado a seus corpos.

Nota: A experiência fora do corpo é ligeiramente diferente da projecção astral ou sonho lúcido devido a seu aspecto objectivo de tempo real. Isto é causado pelo corpo astral contendo uma grande quantidade de matéria etérea, o que o mantém próximo ao mundo físico.

Existem duas causas principais da experiência fora do corpo em tempo real:

O corpo da pessoa está próximo da morte, ou pensa que está, o que faz com que uma grande quantidade de matéria etérea seja canalizada para dentro do corpo astral na preparação para o processo de morte. A pessoa possui chakras activos que estão fazendo algo similar. (canalizando matéria etérea para dentro do corpo astral). Ter chakras activos pode ser uma habilidade natural, ou ela pode ser desenvolvida com treino.

Nota: Você pode fazer projecção conscientemente, e ter uma experiência fora do corpo em tempo real se matéria etérea suficiente for gerada pelos chakras. Em uma projecção em tempo real, a realidade é percebida como objectiva (real) e o tempo é normal (tempo real).

Tecnicamente, quando você faz projecção dentro do mundo físico em tempo real como em uma experiência fora do corpo, ela ocorre realmente dentro da área limiar da zona intermediária, entre as dimensões física e astral. Se o corpo astral contiver suficiente matéria etérea ele pode existir apenas ligeiramente fora de fase da realidade. Isso significa que a projecção é em tempo real é tão próxima da dimensão física que é indistinguível dela.

Existem fortes barreiras naturais a projecção consciente em tempo real, a experiência fora do corpo, no mundo físico. A quantidade da matéria etérea produzida e canalizada para o corpo astral é uma delas. Ela limita a duração de qualquer projecção em tempo real ao grau de controle e desenvolvimento do chakra.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 01:17
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 5 de Março de 2008

Casos da Vida V

Este caso passou-se num vulgar dia de trabalho. Desloquei-me ao bar, para almoçar, quando de repente reparo que o colega X estava com algumas dificuldades motoras provocadas por uma dor colocada ao fundo da coluna. Então dirigi-me a ele e perguntei-lhe o que se passava e ele respondeu o seguinte: “É pá, estou com uma dor terrível aqui no fundo da coluna que até me custa andar. Hoje de manhã nem fui capaz de calçar as meias, os sapatos e as calças e tive de pedir à minha mulher para me ajudar a vestir.” Então eu disse-lhe: “Vê lá se queres que eu te veja isso. Se quiseres é só pedires. Não tens nada a perder. O que achas?”. E ele respondeu: “Boa ideia, nem me lembrava de ti. Olha quando puderes passa lá no meu gabinete”. E eu respondi: “Ok. Então eu vou contigo lá ao gabinete, pois ainda me sobram 10 minutos da hora de almoço”. Assim sendo, lá fui com ele até ao gabinete. Assim que lá chegámos eu disse-lhe: “Senta-te aqui nesta cadeira, com a coluna direita e com as mãos sobre as pernas”. Ele questionou: “O que vais fazer?”. Eu respondi: “Relaxa que eu vou colocar as minhas mãos nas tuas costas e aplicar-te um pouco de Reiki”. E assim fiz. Fiz uma pequena meditação Gassho, seguidamente coloquei as minhas mãos sobre a coluna dele onde fiz a aplicação de Reiki conjuntamente com a simbologia. Passados cerca de 6 minutos de aplicação, terminei e disse-lhe: “Agora aguardas um ou dois minutos e depois quando te levantares não faças movimentos bruscos pelo menos após uma hora da aplicação do Reiki”. Seguidamente fui para o meu gabinete, e quando nada o fazia prever, surge à porta do meu gabinete a colega de gabinete do colega ao qual eu tinha aplicado Reiki, e me perguntou: “O que é que fixes-te ao X?”. E eu respondi com uma pergunta: “Porquê?”. E ela disse-me: “O X andava que mal podia e agora salta, pula e corre de um lado para o outro, parece uma criança”. E eu respondi: “Não fiz nada de mais, fiz apenas aquilo que eu achava que estava ao meu alcance através do Reiki”. Então após 4 ou 5 minutos não é que aparece o X no um gabinete. Ele fez-me a mesma pergunta, à qual eu dei a mesma reposta e então ele responde-me assim: “Ó colega, eu vou-te dizer uma coisa, eu até nem acreditava muito neste tipo de coisas mas agora vejo que realmente dão resultado”. E seguidamente lá foi o X para o seu trabalho, e eu fiquei bastante contente e orgulhoso por ter ajudado um colega a ultrapassar uma situação difícil. É este tipo de alegrias que nos enche o coração e a alma e nos dá diariamente ânimo e vontade para fazer cada vez mais e melhor na ajuda do nosso semelhante.
NOTA: Este é um caso típico como o da maioria das pessoas que para acreditarem necessitam que Deus lhe permita uma oportunidade de verificarem a veracidade na primeira pessoa.
Publicado por Viktor às 13:25
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Casos Pessoais III

Um dia estava de visita à casa de uma pessoa amiga e eis que me deparei com uma situação curiosa. Estava preocupada com a filha mais nova dela, com 5 anos, pois estava com um torcicolo desde o dia anterior e pretendia ir com a miúda ao endireita para ver se aquilo lhe passava. Então eu disse-lhe: “Penso que não será necessário ir. Dás-me autorização de ver o que posso fazer por ela?”. Prontamente tive uma resposta positiva. Então eu pedi à pequena que se deitasse na cama. Seguidamente fiz uma limpeza pessoal, depois uma meditação Gassho e depois coloquei a minha mão direita sobre o 5º chakra, que tem com uma das suas funções a de purificar o corpo eliminando venenos de várias proveniências e a esquerda sobre o chakra do plexo solar. Após dez minutos de imposição das mãos, nos locais anteriormente indicados, retirei-as suavemente, terminando com uma limpesa e alizamento da aura. No final, ao me aperceber que a criança tinha adorecido, retirei-me do local. Passados cerca de 40 minutos a criança aparece junto de nós esboçando um soriso de felicidade e ao dirigir-se junto da mãe disse: “Mãe, não é preciso ir ao endireita pois eu já estou bem”. A mãe, demonstrando a sua felicidade diz-me: “Obrigado”; e eu respondo da seguinte forma: “Não fiz mais que a minha “obrigação” ao ver que podia atenuar ou eliminar o sofrimento sua filha”.
NOTA: Este foi um caso “típico” de uma pessoa que demostrava cépticismo sobre o Reiki enquanto medicina alternativa, e que constactou quase na primeira pessoa os beneficios da mesma, e assim passou a respeitar e a recorrer ao Reiki sempre que entendia que necessário lhe era. Isso deixa-me feliz por assim contibuír também para o desenvolvimento e divulgação desta medicina alternativa do Japão e Tibete.
Publicado por Viktor às 10:01
Link | Comentar | favorito
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

VOCÊ ESCOLHE A SUA VIDA...

Algumas pessoas pensam que têm de suportar perturbações tais como as do seu quinhão. Elas sentem que, se elas estivessem em circunstâncias diferentes, liberdade, mais lazer, quantos bens poderiam executar. Elas registam, com tristeza, quanto seus vizinhos, abençoados com a riqueza e conforto que eles invejam, parecem ignorar ou negligenciar as necessidades de seus companheiros.


Crianças queridas, sua vida é governada pela lei, e vocês acham-se exactamente no lugar e nas circunstâncias que vocês escolheram. “Mas isto é um disparate”, você dirá. “Eu nunca teria escolhido esta vida!” Isto é discurso do eu exterior, a mente mortal. O eu real, o divino espírito interno, conhece as necessidades de sua alma. Pense neste impulso divino como uma luz radiante sempre guiando sua alma no caminho. Nenhum momento de seu tempo necessita ser desperdiçado, ou dissipado. A finalidade total de sua vida e o desígnio atrás de cada experiência humana é o progresso e o desenvolvimento de sua alma. Se você examinar em baixo da superfície da experiência em busca de sabedoria e conhecimento, você acelerará este processo de crescimento e desenvolvimento. Não é o que está acontecendo nos planos exteriores; não são nem as circunstâncias nem as riquezas que você possa ou não ter que importam, mas somente sua reação interior àquelas circunstâncias, seu relacionamento de dentro para com seu próximo e para com Deus. As circunstâncias de sua vida são verdadeiramente uma forma de iniciação através pela qual você está passando diariamente.


Na actualidade um grande auxílio está sendo enviado ao homem. O espírito humano está sendo estimulado por um afluxo de poder e luz e amor do mundo espiritual. Um grande ímpeto varre a humanidade. Alguns têm experimentado a iniciação e sabem que ela traz uma expansão de consciência e fornece uma visão do futuro e o desejo de viver de tal modo que o indivíduo se torne harmonizado com o espírito, de modo que a alma possa mais rapidamente penetrar no reino dos céus.


Entretanto, a média da humanidade permanece ainda inconsciente dos mundos espirituais que interpenetram a vida física. Uma pesada cortina obscurece a visão do homem de modo que, incapaz de registrar o espiritual, ele é consciente apenas das coisas que pode perceber através dos sentidos físicos.

Publicado por Viktor às 17:15
Link | Comentar | ver comentários (1) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Fluxo de Energia

. A Experiência fora do Cor...

. Casos da Vida V

. Casos Pessoais III

. VOCÊ ESCOLHE A SUA VIDA.....

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007