Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

«Reiki & Terapias Orientais»

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

Aqui divulgo Terapias energeticas e/ou holísticas, evolução do Ser e crescimento pessoal. Autor do livro "Partilhas de um Ser" «Mestre de Reiki e Karuna». Tratamentos, Cursos e Workshop's

«Reiki & Terapias Orientais»

25
Fev10

Estado de Alma

Viktor

Caros leitores,

Hoje, já reequilibrado do momento menos positivo de ontem, impõe-se que vos dê uma explicação para evitar interpretações erradas, para todos aqueles que o universo das energias e espiritualidade são ainda um tema Tabu.

Ontem aquilo que escrevi foi um desabafo, devido à reunião de um certo conjunto de factores que me deitaram um pouco abaixo. Mas, ao ler mais atentamente o que escrevi e depois de ter falado com algumas pessoas, achei por bem vir aqui esclarecer os leitores.

Ser Mestre de Reiki, Karuna, terapeuta, conhecer e praticar vários outros sistemas holísticos, não faz de mim um Ser Superior relativamente a vocês, porque tal como vós sou um ser vivo que habita o planeta terra. A única diferença que há entre nós é a interpretação das coisas e que quando estou menos bem, posso utilizar as ferramentas e conhecimentos que tenho para me auxiliar e assim com mais celeridade poder-me harmonizar e restabelecer nos níveis físico, emocional, mental e espiritual.

A utilização de ferramentas tais como: Amor Incondicional (Reiki), Compaixão (Karuna), Zen (Samadhi), Equilíbrio (Ordem de Sefirath), Perdão (Ho’oponopono), Bem-estar (eft) e Coração Diamante permitiu que conseguisse alcançar o tão almejado bem-estar de uma forma mais eficaz e rápida.

Porque ir abaixo não significa só coisas más, porque ao longo da nossa vida, no nosso caminho de aprendizagem, por vezes necessitamos de aprender da forma mais difícil, porque de certo porem que depois de ultrapassar a situação já não somos os mesmos… amadurecemos… aprendemos… enriquecemo-nos… enfim, esta é a escola da vida e lembrem-se que há sempre uma luz ao fundo do túnel.

Saudações Reikianas

NAMASTÉ

09
Abr08

REIKI: O toque

Viktor

Pergunta E relativamente à polémica de tocar ou não no paciente? Nos cursos de orientação mediúnica os passistas aprendem que não se deve tocar, de forma alguma, no paciente. O Reiki, por sua vez, costuma ser feito através do toque. Há problemas em se tocar o paciente?

Resposta Esta diferença ressalta as diferenças de mentalidade entre o Ocidente e o Oriente, entre a visão de mundo ocidental-cristã e a oriental. Existe muito pavor e incompreensão em relação ao corpo físico aqui no Ocidente. A nossa visão do mundo é dicotómica. Desde a Antiguidade se separa, radicalmente, espírito e corpo. Na verdade, parece que á uma guerra Espírito vs Corpo. Em alguns momentos da história ocidental valorizava-se o corpo em detrimento do espírito, noutros o contrário. Falta para nós a visão integrativa oriental.

No oriente, as práticas espirituais e mesmo profanas procuram sempre o equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual. Não se concebe uma coisa dissociada da outra. Além disso, a massagem ou o toque não tem a conotação pejorativa e sexualizada que tem no Ocidente. O acto de tocar, de massajar é visto com naturalidade no Oriente. No Ocidente as pessoas levam tudo para o campo da sexualidade, devido à própria formação cultural e sexual do cidadão ocidental. Aqui, ao mesmo tempo, onde a maioria das religiões cristãs trata o sexo como Tabu, as pessoas são bombardeadas por propagandas e programas de TV que vivem da exploração de um erotismo desenfreado. O homem Ocidental vive angustiado pelo medo do pecado, de um lado, e pelo erotismo exacerbado, de outro.

Sem segundas intenções, seria possível aplicar Reiki e fazer massagens ao mesmo tempo, principalmente, nos pés. Mas o Terapeuta necessita ter um auto controle, dominando seus instintos inferiores, mantendo sempre o seu pensamento elevado. O único momento em que não se deve tocar no paciente é quando, o que é raro, ocorre uma “incorporação”. Se a sala é preparada para o trabalho e é protegida pela espiritualidade, raramente isso irá acontecer. Mas é preciso lembrar que se o paciente for um médium e estiver sob forte acção obsessiva, é necessário mandar energia sem tocar na pessoa, fazendo muitas preces para a espiritualidade adormecer e levar para esclarecimento aquele irmão obsessor. Vocês devem-se lembrar sempre que na hora do tratamento, seja com o Reiki ou com o passe, o momento não é para desenvolvimento mediúnico e nem para doutrinação, seja ela qual for.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Local/Contacto:

Portugal - Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

Links

FÓRUM DO BLOG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D