.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

Selando os Chakras

Arcanjo Gabriel através de Elizabeth Clare Prophet

     Gabriel disse que o fluxo contínuo da energia que se move como um rio de luz por seus chakras permanecerá são e alegre. Porém, se você não tem luz fluindo através de seus chakras e seus quatros corpos inferiores, então virão a degeneração, a deterioração, a depressão e a doença. Sabemos como nos sentimos quando todos estão alegres e chega alguém de mau humor ou que está abatido e não tem nada de positivo para dizer, De repente, nosso pequeno sorriso se fecha e nos sentimos taciturnos. O Arcanjo Gabriel diz que nesse momento é preciso invocar o tubo de luz, recitar os mantras à chama violeta e fechar os chacras com este exercício. Gabriel nos disse: “Isto é algo que você pode fazer várias vezes ao dia, especialmente quando se sentir esgotado por ter estado em meio à multidão.”

 

CHACRA DO CORAÇÃO E CHAKRA DA CÂMARA SECRETA DO CORAÇÃO

 

     Ponha a mão esquerda sobre o chakra do coração, no centro do peito. Durante toda a meditação, a mão esquerda deverá permanecer ali. Agora ponha a direita por sobre a esquerda.
     Visualize no centro da cavidade peitoral um disco de fogo branco do tamanho de um prato. Gabriel disse que este disco branco é um “eléctrodo de energia”. Visualize-se trazendo esse disco branco para fora da câmara secreta de seu coração com sua mão direita. Sinta sua palma extraindo esta luz branca que irá usar para alimentar os chakras,
Mantendo suas mãos sobre o chakra do coração, concentre seu amor no coração. Sinta a intensificação do fogo divino em seu coração. Visualize-o como fogo branco que se colore de rosa, a cor do amor, a cor do chakra do coração.

 

CHAKRA DA COROA

      Agora, deixando a mão esquerda sobre o chakra do coração, ponha a mão direita a uns três ou quatros centímetros sobre o chakra da coroa. Com a mão esquerda está retirando a energia do coração e com a direita está pondo esta energia no chakra da coroa.
A energia que alimenta seu coração chega a ele por aquele canal puro de luz cristalina, o cordão de cristal que desce do coração da sua Presença do Eu Sou. A energia entra pelo chakra do coração, chega ao coração e dali você a retira. Não mova a mão esquerda; sinta como a palma extrai a energia do coração. A direita está sobre o chakra da coroa.
     Agora feche os olhos e visualize o disco brilhante sobre a coroa. É um disco de luz carregando seu chakra. Você pode mover a mão sobre a coroa com um leve movimento de rotação no sentido horário. Visualize o disco branco com um intenso fogo branco tão brilhante como o brilho do sol sobre neve recém-caída. É uma luz branca que chega a cegar de tanta energia. Está carregando o chacra da coroa. Quando faço isto, sinto que a luz produz um formigueiro no chakra. Neste momento, você esta transmitindo o fogo branco ao chakra da coroa. Está usando os chakras das palmas das mãos, que chamamos secundários, para transferir o fogo de Deus. Para ativar o fluxo da luz, continue movendo a mão com um movimento de rotação no sentido horário.

 

CHAKRA DO TERCEIRO OLHO

 

     Quando sentir que realizou este contato, e que é suficientemente intenso, leve sua mão direita – sem mexer a esquerda – a uns dois centímetros acima do terceiro olho, que está situado entre as sobrancelhas. Visualize sobre o terceiro olho o disco de fogo branco girando. Gire sua mão no sentido horário e sinta como a energia ativa seu terceiro olho.
     Algumas pessoas sentem um formigueiro no terceiro olho e por toda a cabeça. Sua postura diante desta luz tem de ser receptiva. Receba a luz. Abra seu coração à luz, abra sua coroa, seu terceiro olho.

 

CHAKRA DA GARGANTA

 

     Quanto sentir que energizou o terceiro olho ao máximo, está pronto para colocar a mão direita sobre o chakra da garganta e repetir o mesmo processo. Visualize o disco de luz, luz branca e resplandecente, na base do pescoço, ativando as tireóides, o timo. Veja como o disco giro. Sinta como o fogo ativa este centro de poder. Se sentir um formigamento ao baixar da coroa ao terceiro olho, passando pelo ouvido interno e pelo pescoço então neste momento sentirá este mesmo formigueiro na base do pescoço.

 

CHAKRA DO CORAÇÃO

 

     Quando tiver energizado o chakra da garganta, situe sua mão direita a uns dois centímetros sobre o chakra do coração, sem mover a esquerda de seu lugar. A esquerda está extraindo a energia e a distribuindo para a direita. Faça girar a mão sobre o chakra do coração. Respire profundamente. Sinta que está carregando o coração, o coração físico, as 12 pétalas do chakra do coração. Esta é uma ação estimulante e de proteção.

CHAKRA DO PLEXO SOLAR

     Quando tiver terminado o chakra do coração, vá aos umbigo. Sinta a entrada da luz e repare como ao entrar se estabelece uma paz total, enquanto move a mão direita sobre a região do umbigo com um movimento circular. Desfaça-se de tudo que não esteja em paz em seu ser, em sua vida, de toda discórdia, de toda aflição, de todo problema sem solução. Permita que o fogo os consuma e aceite o presente da paz do Cristo Cósmico no plexo solar.

 

     O mantra de Jesus para o plexo solar é “Paz, aquieta-te e sabe que EU SOU Deus”. Vamos recitá-lo três vezes:

 

Paz, aquieta-te e sabe que Eu Sou Deus.

 

Paz, aquieta-te e sabe que Eu Sou Deus

Paz, aquieta-te e sabe que Eu Sou Deus

 

 CHACRA DA UMBILICAL ou ALMA

 

     Agora vamos ao chakra da alma, situado na metade do caminho entre o umbigo e a base da coluna, A alma é muito terna, muito frágil. A alma é uma criança interior. Possui grande sabedoria e é onisciente. Sele agora sua alma no fogo do Cristo. Visualize o resplandecente disco branco sobre o chakra da alma solar. Tranquilize a sua alma com as palavras: “ Ó alma minha, fique em Paz.”

 

CHAKRA DA BASE DA COLUNA ou FUNDAMENTAL

      Agora vejamos o chakra da base da coluna. Mais uma vez, mova sua mão em círculo e sele o chakra da base, suas quatro pétalas, o fogo branco, a luz da Mãe.

 

DA BASE À COROA

     Em seguida, leve sua mão direita lentamente percorrendo a linha dos chakras, mantendo a esquerda sobre o coração. Neste movimento de volta à coroa, pode deter sua mão sobre cada um dos chakras. Você pode fazer isso lentamente e repetir várias vezes o movimento completo desde a base. Sele e eleve a luz. Deseje conscientemente que seja elevada…

 

DE VOLTA AO CORAÇÃO

     Posicione sua mão direita novamente sobre seu coração para terminar este ritual. Se desejar, pode entoar o OM.

 

Saudações Holísticas

 

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 17:13
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

3º CHAKRA

Nome: Gástrico, Solar ou Umbilical, Manipura.

Região: Umbigo

Nº de Pétalas: 10

Cores: Vermelho, Verde

Relacionamento: Gira para dentro, atinge principalmente o sistema digestivo, controla a simpatia, relacionando-se com as emoções e sensibilidade, emoções em estado bruto e impulsos de poder e identificação social, ligação comum de sofredores e obsessores.

Plexo a que se liga: Solar.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:16
Link | Comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

CHAKRA SOLAR - Umbilical ou Gástrico

O seu nome em sânscrito é Manipura, isto é, "cheio de jóias". No Tibet é denominado Manipadma, "o adornado com jóias" (Satyananda). Coquet, no entanto, indica as raízes "mani" significando gema flamejante, e "pura", cidade.
Está situado à altura do plexo solar na junção das vértebras dorsais e lombares, alguns centímetros atrás da coluna vertebral. Não se deve confundi-lo com o plexo solar que é somente um reflexo seu. Segundo Leadbeater, “sua cor predominante é uma curiosa combinação de vários matizes do vermelho, ainda que também contenha muito do verde. As divisões são alternativas e, principalmente, vermelhas e verdes” (conf. Powell). Coquet indica-lhe uma cor rosa com uma mistura de verde. Tara Michael descreve-o apenas flamejante. Aurobindo - violeta; Satyananda - azul escuro. O Schat-chakra-Nirupana indica a cor azul; o Siva Samhita a dourada; e o Garuda Purana - o vermelho.
Apesar de lhe serem apontadas de um modo geral dez pétalas, o Dhyanabindu Upanishad e o Sandilya Upanishad referem-se a doze. A exteriorização física encontra-se no pâncreas.
O Manipura é representado como um lótus de dez pétalas de cor cinza plúmbeo com letras em sânscrito em cada uma delas. Dentro do mandala se encontra um triângulo vermelho invertido, com o bija mantra ao centro "Ram".
A energia solar”, ensina Coquet, é uma força de natureza emocional fortemente influenciada pelos desejos e pelos nervos sensitivos do tato. O centro solar é o cérebro pelo qual reage o reino animal; semelhantemente à consciência de uma grande parte das pessoas pouco evoluídas e dos aspirantes sobre a senda, está fundamentalmente polarizada no centro solar.” (op. cit., p. 84).
Este centro se “responsabiliza pela penetração de alimentos e fluidos em nossa organização.” (André Luiz, op. cit., p. 120.; Evolução em Dois Mundos, p. 27).
O centro solar está relacionado, em particular, com o centro cardíaco, o timo e o centro frontal, ligação que depende, em seu funcionamento, do seu desempenho satisfatório.
O despertamento do centro solar revela uma natureza benevolente e cheia de compaixão. Entre os poderes decorrentes estão o domínio sobre o fogo, a habilidade de ver o corpo por dentro, o livrar-se de doenças e a aptidão para enviar o prana ao centro cardíaco; além disto, a concentração sobre o Manipura desenvolve a digestão (Satyananda).
Leadbeater, por sua vez, assinala que seu despertar condiciona o indivíduo a perceber as influências astrais, distinguindo vagamente sua qualidade, possibilitando a percepção de que existem locais que são agradáveis e outros não, embora sem identificar a causa.
Uma grande parte da energia da natureza emocional e astral se derrama pelo centro solar, devendo cada indivíduo esforçar-se por transmutar esta energia em aspiração, porque por ele é que operam o médium e o vidente (Coquet).
A grande tarefa encontra-se em transferir as energias do centro solar para o cardíaco. Localizado entre os chakras inferiores e os superiores, o solar é um centro de síntese onde se reúnem as energias dos centros inferiores que devem ser elevadas; é o ponto de fusão entre as energias da personalidade e as da alma. O indivíduo pode optar pelo desenvolvimento espiritual, buscando elevar a consciência a níveis superiores, ou pode preferir mantê-la unida aos centros inferiores, o que o tornará egoísta, egocêntrico, hipersensível, angustiado, etc. As doenças de fundo emocional, geralmente causadas pelas frustrações e inibições, encontram nele sua causa. Também os males do estômago, do intestino, as perturbações hepáticas, etc., decorrem de perturbações no centro solar.
O desenvolvimento do centro solar, como de todos os demais centros, acarreta determinadas perturbações relacionadas com a qualidade da energia respectiva. Por isso Coquet adverte que se faça um esforço consciente com relação ao centro solar e à vida emocional, pois “a usura e a degradação que surgem predisporão o indivíduo a uma frágil santidade, na verdade inexistente, e isto por causa das energias interiores mal dirigidas e, sobretudo, mal empregadas”. (op. cit., p. 85). Torna-se indispensável operar a transferência de energia para o centro cardíaco.

Coquet recomenda que as pessoas cuja consciência ainda está fortemente localizada no centro solar, que se exprime mais pela emoção que pela razão, devem abster-se de exercícios respiratórios e até de exercícios cuja finalidade seja desenvolver faculdades psíquicas: no primeiro caso, porque os exercícios respiratórios só fariam intensificar desejos e emoções; no segundo caso, porque o desenvolvimento obtido se prenderá às forças instintivas de sua natureza menos elevada.

Publicado por Viktor às 10:05
Link | Comentar | ver comentários (2) | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Selando os Chakras

. 3º CHAKRA

. CHAKRA SOLAR - Umbilical ...

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007