.Já em Agenda

*Cursos de Reiki e Karuna de Todos os níveis*-*Workshop's de Técnicas de Reiki*
Segunda-feira, 15 de Julho de 2013

Reflexão: O Reiki

Caros leitores,

     Hoje vou falar e reflectir um pouco sobre o Reiki. É claro que todos os que se interessam por esta temática já leram imensas coisas sobre Reiki, em revistas, nas redes sociais e aqui na internet (sites e blogues). O Reiki além de uma terapia vibracional energética é também uma filosofia (estilo) de vida. Quando uma pessoa decide fazer essa aprendizagem através de uma formação (curso de iniciação), o primeiro passo á a escolha de um mestre de Reiki (devidamente habilitado), com o qual irá fazer a sua entrada no universo reikiano. Pela experiência que tenho, cada vez mais verifico que esta formação é um marco na vida de qualquer Ser. Marca sem dúvida o inicio de um novo percurso de vida, provocando alterações em cada um de nós, mudanças que se dão de dentro para fora, pois permite-nos descobrir interiormente, facetas da nossa personalidade que até então estavam bem escondidas dentro do nosso Ser.

     O Reiki é vulgarmente conhecido pela terapia do AMOR INCONDICIONAL e há também quem o defina como “terapia vibratória energética integrativa”. Ambos os termos estão correctos mas têm significados diferentes. O Reiki tem por base o respeito integral da vontade do semelhante e o amor universal, como tal pode-se definir como “terapia do amor incondicional” pois é a energia do Amor Incondicional que o terapeuta capta do universo e canaliza para o receptor. Contudo se o definirem como “terapia vibratória energética integrativa” também está correcto, pois é uma terapia que funciona através da energia canalizada, energia essa que vai provocar vibrações (ao nível físico) do receptor e complementa todo o tipo de tratamentos médicos convencionais e/ou natural, o que faz com que seja integrativa.

     Pessoalmente digo-lhes que o Reiki mudou de uma forma muito positiva a minha vida, e pelos relatos que tenho ouvido ao longo do tempo, também provocou mudanças positivas a muitas outras pessoas, o que sem dúvida me deixa satisfeito, por isso se diz também que o Reiki é uma filosofia de vida. Esta filosofia (estilo) de vida tem como base os 5 princípios do Reiki, e a sua aplicação na vida quotidiana, em cada momento, palavra e pensamento do Ser humano. Devido ao contexto actual, a sua aplicabilidade carece de um esforço, dedicação e controlo mental quase permanente, que com a prática diária se vai tornando cada vez mais simples.

     Termino deixando-lhes uma recomendação: “Se acha que a sua vida está menos bem, pondere e tome uma atitude de mudança, sem nunca se esquecer que qualquer mudança na sua vida começa sempre por Si. Seja Positivo, seja Feliz”.

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 21:00
Link | Comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

Energia, fonte de vida

Caros Irmãos,

Há uma coisa fundamental que o ser vivo deve de compreender para entender o funcionamento do universo, a energia. Podemos encontrar energia em todos os seres vivos e até mesmo em objectos, pois ela expande-se não tendo limites nem barreiras.

Todos os movimentos necessitam de energia para se processar, o ser humano para se movimentar, as viaturas para circular e até mesmo o planeta terra para girar. Mas vamos agora fazer uma reflexão acerca das energias mais propriamente ditas no Ser Humano.

Desde o momento do nascimento até à sua morte, todo e qualquer ser humano é uma fonte de energia emissora e receptora. Cada um tem a sua energia que pode ser mais ou menos densa mediante um conjunto de factores internos e externos que influenciam a mesma. Mas para que vocês possam entender eu vou-lhes explicar utilizando exemplos de fácil entendimento para o vosso plano mental. Ah, antes de explicar deixe que lhe diga que além da nossa própria energia, que permite o funcionamento do nosso organismo, também emanamos essa energia através do pensamento, bem como recebemos a energia que nos é enviada pelo pensamento dos outros e até mesmo pelas palavras. Assim vou-lhes explicar o funcionamento da energia em megahertz (ondas de frequência radiofónica). Ao longo do dia o nosso nível vibratório energético vai variando consoante os acontecimentos do dia-a-dia e até dos locais que frequentou durante o dia. Sim isto é a mais pura das verdades, quer acreditem ou não ela existe e predomina em todos os espaços. Então vamos analisar o seguinte exemplo:

Certo dia levanta-se bem-disposto e vai tomar o seu café matinal. Entra no café, senta-se ao balcão e muito cordialmente dirige a palavra ao funcionário dizendo: “- Um cafezinho se faz favor.”. O funcionário serve-lhe o café e quando de repente sente que a sua boa-disposição se dissipou, chegando mesmo ao ponto de se sentir incomodado por estar naquele local. Ora, o que se passou foi o seguinte: Levantou-se e chegou ao café com o seu nível vibratório energético no 70mhtz, mas ao chegar ao café encontra a energia do espaço que lhe pode fazer baixar um pouco a sua, mas ao inter-agir com o funcionário dá-se uma troca energética, e transportando ele uma carga menos positiva, essa carga é libertada para cima de si, o que faz com que essa energia menos positiva vá baixar a sua frequência de 70 para 50mhtz. Isto passa-se nas interacções diárias que temos com as pessoas, quer se fale ou não com elas (pode-se manifestar até pelo olhar), ou até mesmo à distância por telefone pode haver essa transmissão energética. Como podem constatar, quando o ser humano se encontra num estado doentio, a sua frequência energética é afectada e como tal baixa, por isso muitas pessoas quando são afectadas com determinadas patologias como depressão, ansiedade, irritabilidade, traumas, medos entre outras, a sua vibração baixa acentuadamente e traduz-se em falta de vontade, moleza, sonolência, intolerância, enfim, sente-se com as “baterias em baixo” e depois lamenta-se dizendo: “- Os meus amigos abandonaram-me, nem querem saber de mim”. Ora, ora, com essa energia menos positiva que estás a transmitir aos outros, achas que se querem aproximar de ti? Não se aproximam de si porque não querem ser “afectados” por essa má energia que tem e não porque não tenham pena e lamentem o estado em que se encontra. Mas como não se conseguem proteger dessas frequências energéticas mais baixas, então jogam à defesa afastando-se. Muito mais podia dizer, mas vou ficar agora por aqui e deixar para outra altura.

A Energia é como o Vento não se vê mas sente-se, tal como os Sentimentos e o Amor. Vamos elevar a nossa frequência vibratória energética, tendo bons pensamentos e emanando o nosso Amor Incondicional e Compaixão sobre todos os seres vivos e sobre o planeta.

Saudações Holísticas

NAMASTÊ

Publicado por Viktor às 16:22
Link | Comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

Corpo e Perispírito

O perispírito é o nosso corpo espiritual (tem uma constituição semi-material e é a “veste” do espírito) que sobrevive após o desencarne e cujas suas principais funções são: organização biológica, sede da memória, intermediário entre o corpo físico e o espírito e actua nas comunicações mediúnicas.

Abordando o terceiro aspecto (intermediário entre o corpo físico e o espírito), pois é exactamente aí que actuam os centros de força.

Os Centros de Força, também conhecidos pelo termo oriental Chacras, são pontos de conexão entre o corpo físico e o perispírito pelos quais as forças espirituais e cósmicas fluem.

André Luiz diz que o perispírito é um complexo que movimenta energias; as forças espirituais e cósmicas penetram nos Centros de Força, passam para os plexos(chakras) e transitam para todo o organismo.

Os Centros de Força são pontos de conexão entre o corpo físico e o perispírito e estão ligados intimamente ao funcionamento e equilíbrio do corpo físico.

Os Centros de Força são também chamados de “Chacras”, palavra de idioma Sânscrito que significa “circulo de energia”.

Cada um destes pontos corresponde ao seu Chacra que é considerado como um centro de consciência que está voltado para aspectos muito específicos do comportamento e do desenvolvimento humano.

A cada Centro de Força corresponde tonalidade vibratória ¾ luz, calor, cor, som, etc.

Saudações Reikianas.

NAMASTÉ

Publicado por Viktor às 09:20
Link | Comentar | favorito
::: GUESTBOOK :::

.Autor do Livro "Partilhas de um Ser"

.Eu

.Local/Contacto:

«Albufeira, Estremoz e Guarda». Cursos, Palestras, Partilhas & Workshop's. Tlm: 962856134 mail: mestreviktor@gmail.com Fundador do Projecto Social "REIsocialKI®" & Autor do Livro: "Partilhas de um Ser" - APR

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.subscrever feeds

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.LINKs

.posts recentes

. Reflexão: O Reiki

. Energia, fonte de vida

. Corpo e Perispírito

.Arquivos

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Outubro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007